Você está na página 1de 38

| 

| 
  || 

   


#uussno
n!ocaoso
ilitas.
nnhutio
ulgantoou
iito!sa.
|oa
"tina.

Maisilhõsssoasaaiasobaoutinaacistaoich,
cca,5ilhõssontnosassassinatosblicosnoscaosscialnt
aaosaaatascalainustial.unãoaaianonãoatatao
cooshuano.|léos uus,tabénão!oaouaosciganos,ngos,
hooss"uais,counistas,tstunhas#o$ontsntais.
snosaontaaa: ilhõs uus;o%usntaanaéocacca

&aoulação uaicanauoa;5

ilciganosao"iaant5il
alãsconsiaosontsincu$is. ãoh$aoscon!i$isasitoono
hooss"uais,ngoscounistas.
sbaacõs|uschwitz,oaiontosoisilcaosconcntação

scaos"t'nioalocalizaosbasicantnaolônia,onhaiaaaio
concntação uusnauoa.aaal$%usguiaoscoboios!oi$ios
coisioniosotaosasgiõsocuaas.
ilhaotos%u,antsoscatóios,acolocaosgansalas
!itasnochão.oé,aultiãootosatãoinsa%u!altaatno
aasstiontocoltio.
a'aiéiaoscatóiosaaincinaoscoos
!onocatóioocao"t'nionazista|uschwitz.

itoo"t'nioniaa!iciênciaotabalhocação.écnicas
so!isticaasinclu'alaoscocaaciaaatansota,5tonlaa
otosascâaasg$satéos!onoscatóios.
osoistioscâaasg$s|uschwitz

stascâaasg$sais.5ilhão uus!oaotosualinha
ouçãosnoliaaaataoaionossoas,coa$"ia
conoiacusos,aoitanoosca$scooatéia-iaaaaoução
inustial.aiauatntatiasaoitatuo:sabãocoagoua,balsasco
al,tassioscooscablostc.
|uschwitziiia-s
têssubcaos:
talag(|uschwitz
),aatabalhos
!oçaos,%uchgoua
t*5ilsos;
i+nau(|uschwitz),
ona"cutaoo
"t'nio;una-
Monowitz(|uschwitz*),
ucon unto, 
caostabalhos
!oçaosassociaoao
col"oinustial-
.abn,%uouzia
boachasintética
tanol.
AUSCHWITZ - 60 ANOS DEPOIS DA LIBERTAÇÃO

Próteses dos prisioneiros de Auschwitz.


Museu do Campo de Extermínio nazista
AUSCHWITZ - 60 ANOS DEPOIS DA LIBERTAÇÃO

Torres de vigilância em forma de linha


Nos campos nazistas de Auschwitz.
AUSCHWITZ - 60 ANOS DEPOIS DA LIBERTAÇÃO
A vista de quem chegava nos trens aos campos de Auschwitz.

Para facilitar o transporte dos prisioneiros, os campos eram construídos


nas proximidades das linhas ferroviárias. Nos vagões superlotados não
havia comida, água e agasalhos, o que provocava a morte de muitos
durante o transporte. Separados de suas famílias, os que chegavam vivos
eram selecionados para trabalhos forçados ou extermínio.
AUSCHWITZ - 60 ANOS DEPOIS DA LIBERTAÇÃO

Trabalhadores preparando uma exibição em memória do


holocausto nas Nações Unidas.
AUSCHWITZ - 60 ANOS DEPOIS DA LIBERTAÇÃO

Rosette Klajman, uma sobrevivente do holocausto, apontando para o nome


de sua mãe Micha, gravado na parede dos nomes no memorial de Paris,
sobre 76.000 judeus deportados da França para os campos de extermínio
nazistas, inaugurado em 23 de janeiro de 2005.
AUSCHWITZ - 60 ANOS DEPOIS DA LIBERTAÇÃO

Um visitante no Museu em Jerusalém, olhando para a foto de uma prisioneira


judia, tirada no dia da libertação dos judeus em Auschwitz
AUSCHWITZ - 60 ANOS DEPOIS DA LIBERTAÇÃO

Um visitante
do Museu do
Holocausto em
Jerusalém,
olhando os
pertences dos
sobreviventes
de Auschwitz
AUSCHWITZ - 60 ANOS DEPOIS DA LIBERTAÇÃO

Um visitante do Museu do Holocausto em Jerusalém, contempla um pouco


das cinzas que restaram de corpos de prisioneiros executados, encontradas
nos fornos de extermínios de Auschwitzno, dia da libertação
AUSCHWITZ - 60 ANOS DEPOIS DA LIBERTAÇÃO

Um visitante do Museu do
Holocausto em Jerusalém,
analisa algumas fotos
tirada dos judeus usados
como cobaias humanas
para as pesquisas
nazistas.
Na foto da direita, uma
enfermeira segura uma
mulher que teve sua
perna, do joelho para
baixo, trocada pela perna
de outra paciente.
A enfermeira tenta faze-la
andar.
Auschwitz-Birkenau
Crianças prisioneiras em Auschwitz mostrando as tatuagens de número de
identificação, depois da libertação dos campos nazistas em 1945
Judeus chegando nos trens
aos campos de concentrações de Auschwitz, em maio de 1944.
AUSCHWITZ - 60 ANOS DEPOIS DA LIBERTAÇÃO

Uma sobrevivente de Auschwitz mostra a marca de numeração em seu


braço janeiro de 2005.
AUSCHWITZ - 60 ANOS DEPOIS DA LIBERTAÇÃO

Foto tirada logo após a libertação, pelo exército soviético em 1945,


mostrando um grupo de crianças com o uniforme do campo de Auschwitz
AUSCHWITZ - 60 ANOS DEPOIS DA LIBERTAÇÃO

O secretário geral da ONU, Kofi Annan, visita o Yad Vashem Holocaust


Museum (Museu do Holocausto), em Jerusalém, em 24 de janeiro de 2005
AUSCHWITZ - 60 ANOS DEPOIS DA LIBERTAÇÃO

O secretário geral da ONU, Kofi Annan, inaugura uma exibição intitulada


³Auschwitz the Depth of the Abyss´ ( Auschwitz A Profundidade do
Abismo), em New York em 24 de janeiro de 2005.
Soldados soviéticos caminhando com algumas prisioneiras
libertadas por eles dos campos de Auschwitz, em 1945

uanoossoiéticoslibtaaocao, anio/,5,ncontaa
gigantscasilhascocca05
ilstios,*5
iltnos,ilhasas
saatosontanhasouascianças,aléoitotonlaascabloshuanos
%usiautilizaoscoonchintotassios..oalibtaos. 5
sos,
%ualoiaslocoo.|lgunsiasantsosalãstiaocuiao
inaitaasinstalaçõs"t'nio%uia%uastoososa%uios.
AUSCHWITZ - 60 ANOS DEPOIS DA LIBERTAÇÃO

Elie Wiesel, sobrevivente do holocausto e premio Nobel, falando na comemo-


ração dos 60 anos de libertação de Auschwitz, em New York em janeiro de 2005.
AUSCHWITZ - 60 AÑOS DESDE LA LIBERACIÓN

Ministro das relações exteriores na assembléia Geral da ONU em janeiro de


2005, no aniversário dos 60 anos de libertação dos casmpos de Auschwitz
AUSCHWITZ - 60 ANOS DEPOIS DA LIBERTAÇÃO

Presidente Moshe Katsav acende a chama em honra aos soldados mortos


na 2ª guerra mundial em Krakow, sul da Polônia, em 26 de janeiro de 2005.
AUSCHWITZ - 60 ANOS DEPOIS DA LIBERTAÇÃO

Visitente passando pelo portão de Auschwitz, onde se lê: ³Arbeit macht frei´,
(O trabalho vos libertará), em janeiro de 2005.
AUSCHWITZ - 60 ANOS DEPOIS DA LIBERTAÇÃO

Em uma seção especial no Parlamento, Legisladores ficam de pé em


homenagem as vítimas do holocausto em Jerusalém em 26 de janeiro de 2005
AUSCHWITZ - 60 ANOS DEPOIS DA LIBERTAÇÃO

Pilha de sapatos dos prisioneiros, no Museu de Auschwitz


AUSCHWITZ - 60 ANOS DEPOIS DA LIBERTAÇÃO

Michal Ziolkowski,
sobrevivente dos
campos de
concentração de
Auschwitz, andando
pelo campo 60 anos
depois da libertação.
AUSCHWITZ - 60 ANOS DEPOIS DA LIBERTAÇÃO

Bob Obuchowski, David Herman e Zigi Shipper, judeus poloneses vivendo na


Inglaterra, sobreviventes dos campos de concentração de Auschwitz,
andando pelo campo 60 anos depois da libertação)
AUSCHWITZ - 60 ANOS DEPOIS DA LIBERTAÇÃO

Premio Nobel, Elie Wiesel, acendendo um vela durante a celebração dos


60 anos de libertação do holocausto em Davos, 26 de janeiro de 2005.
AUSCHWITZ - 60 ANOS DEPOIS DA LIBERTAÇÃO

Jovens alemães, voluntários, atendendo aos sobreviventes do


holocausto em uma enfermaria em Israel em outubro de 2004
AUSCHWITZ - 60 ANOS DEPOIS DA LIBERTAÇÃO

O Vice presidente da U.S. Dick Cheney e sua esposa olhando fotos de


Auschwitz no Museu da Galicia em Krakow, no sul da Polônia.
26 Janeiro 2005.
AUSCHWITZ - 60 ANOS DEPOIS DA LIBERTAÇÃO

Um soldado de Israel
diante de uma lápide de
um soldado judeus na
comemoração no
cemitério de Krakow, no
sul da Polônia.
Janeiro de 2005.
AUSCHWITZ - 60 ANOS DEPOIS DA LIBERTAÇÃO

Documento e mapas, mostrando os campos de concentração de


Auschwitz e Treblinka na Polônia
AUSCHWITZ - 60 ANOS DEPOIS DA LIBERTAÇÃO

Kathleen Schwartz,
sobrevivente do
holocausto, usando
a mesma estrela
amarela que os
nazistas forçavam
todos os judeus a
usarem, durante
uma cerimônia
especial em
Jerusalém.
Em 26 de janeiro de
2005
AUSCHWITZ

60 ANOS
DESDE A LIBERTAÇÃO

PROIBIDO ESQUECER