Você está na página 1de 8

cRABALHO SOBRE ESTRATEGIA

Nem sempre todo planejamento tem o


êxito esperado, com isso temos que juntar a
gerencia e os funcionários para que eles
possam sentir que as coisas não estão
saindo como previsto.
Tal como as metas estipuladas, que
estão sendo perdidas e os resultados
financeiros nem chegam perto do que
previsto pelos planejadores.

A primeiro instante é fácil culpar as


pessoas que o elaboraram.

Tal como: o que fez pensar que essa


estratégia nos colocaria numa boa posição.

Por entanto na maioria das vezes o


plano pode ter sido mal concebido , ou a
implementação tenha saído dos trilhos, a
estratégia nem sempre é a causa em geral
as estratégias falham por que não são bem
executadas.

Como podemos ver se uma empresa


tenha feito um bom trabalho no seu
desenvolvimento de planos de ação de cada
meta estratégica assim podendo evitar o
fracaço acompanhando de perto a
implementação do plano e corrigindo
problemas imprevistos.

Assim que os pequenos problemas


forem identificados, podemos tomar uma
ação positiva.

Para que esse pequeno problema não


se torne uma grande ameaça no futuro.

A analise de progresso é uma


ferramenta muito importante e poderosa para
monitorar a implementação.

Esse tipo de analise possibilita que os


gerentes possam ver o quanto as pessoas
estão se saindo em relação ao planejamento.

Temos o ex: da empresa pedal Power


bicycle company (bpc) que lançou uma nova
estratégia para vender bicicletas de passeio
para adultos, lançando quatro novas
propostas de metas.

1º meta: marketing para determinar


exigências e restrições de preço dos clientes
em 2 de janeiro de 2006.

2º meta: com base na 1°meta projetar 3


protótipos para teste de mercado em 1de
abril de 2006.
3º meta: com base nos resultados da 2º
meta criar especificações de fabricação para
três modelos em 1 de agosto de 2006.

4º meta: a quarta meta tem a visão de


trabalhar com a fabricação em projeto de
fabricalidade. A entregar uma lista com no
Maximo 60 componentes capazes de
produzir milhares de bicicletas de
configuração única com o prazo final para 1
de outubro de 2006.

Com todas essas promessas previstas


no final de fevereiro de 2006 a unidade de
desenvolvimento de produtos sequer estava
perto de realizar sua segunda meta.

Com base nesse relato podemos ver,


que esta empresa não soube fazer um bom
planejamento.tudo que eles propuseram a
fazer foi muito alem do que eles poderiam,
com isso faltando ainda 3 metas a serem
cumpridas a frustração foi muito grande,
vendo que a meta atrasaria o cronograma e
atrapalharia o prazo de lançamento no
mercado.

Então o gerente de desenvolvimento de


produto explicou que eles não poderiam
seguir em frente com os projetos, ate que
eles tenham um conjunto mais solido de
exigências de seus clientes, explicando que
esteve trabalhando com o pessoal do
marketing para conseguir isso. mais levou
muito tempo do que o previsto.

Então com o atraso por motivos do


pessoal do marketing a gerencia não teve
tempo para fazer as sessões de grupos de
foco e para fazer reuniões com os
revendedores que planejávamos visitar.

Com tudo isso chegamos a conclusão


que as analises semanais ou mensais são os
melhores mecanismos para detectar os
problemas de implementação antes que eles
se transformem em impedimentos para o
sucesso.

Toda meta de implementação


importante na empresa e no nível da unidade
devem estar ligada a uma ou mais medidas
de desempenho: como custo de fabricação
por unidade, vendas por representantes de
vendas, tempo de ciclo para ser concluída.

Com isso as empresas devem estar


ligadas as exigências dos seus clientes tal
como data de entrega e horário; assim os
gerentes devem estar a par do que esta
acontecendo para identificar onde o
progresso esta sendo feito ou não,
lembrando sempre que é mais fácil corrigir os
problemas quando são detectados cedo.

As analises trimestrais são muito


importantes para que possamos garantir que
os planos de ação estejam sendo
implementados com sucesso. Com isso as
equipes enviam relatórios a sua gerencia
para cada um dos planos de ação que estão
sendo implementados.

Estes relatórios abordam as seguintes


questões:

1: o que a unidade realizou

2: o que a unidade ainda não realizou


mais disse que faria.

3: problemas fundamentais que


precisão de solução

4:decisões de que a unidade precisa da


gerencia.

5: desempenho com relação a objetivos


quando relativos.

A analise de progresso é uma forma de


identificar problemas na implementação.
Mesmo com isso alguns executivos ainda
cometem erros de segmentar as iniciativas
da estratégia como duas atividades distintas:
planejamento e ação.
Com isso eles deveriam andar mais no
chão da fabrica ao invés de ficarem nas suas
mesas esperando chegar relatórios falando
sobre os problemas.

O fracasso em uma implementação se


dão ao fato dos gerentes tentarem expandir o
projeto. com tudo isso ira aumentar mais o
tempo e os gastos serão bem maiores,
modificando totalmente o plano original, para
que isso não aconteça é bom sempre levar o
plano de expansão ao encarregado da
implementação e explicando sobre o expandi
mento do plano e ver com ele se isso será
necessários mesmo, e se não afetara o plano
original para que ele não saia do trilho.assim
ele terá a autoridade para vetar a expansão
ou ajudar nos recursos que você necessita.

O mesmo serve para um projeto que é


encurtado, isso pode ser feito para reduzir
custos e acelerar a implementação, mais
essas medidas também podem levar ao
fracasso.

Outro fator que pode levar você ao


fracasso é ter um intercambio e ele desistir
no meio do caminho de ajudar você deixando
de cumprir as obrigações que assumiu com
você, isso ocorre quando o gerente desse
grupo não liberou recursos necessários.
A colaboração entre as unidades
sempre é um problema, a não ser que vocês
trabalhem a muito tempo juntas.

O que causa esses problemas são:

. a falta de comunicação

. falta de alinhamento de metas ou


prioridades

. Antagonismo entre os gerentes

.Diferentes estilos de trabalhar (uma


unidade é empreendedora, e a outra
burocrática)

. Falta de incentivos para a


colaboração.

O antídoto para isso é os gerentes


expor claramente o que querem para que
não haja duvidas. E que eles trabalhem
juntos para tornar o plano bem sucedido.

Como todo plano de implementação


contem riscos devemos criar um plano de
continência

Para que possamos usar caso acha


algum problema . esse beneficio prepara as
pessoas para que elas saibam como lidar
com situações adversas, para quando o
desastre acontecer os gerentes e
funcionários não precisam passar semanas
tentando imaginar o que poderão fazer.e
como irão encontrar fundos para lidar com
esse problema. Mais manter a
implementação nos trilhos não é uma tarefa
muito fácil no intelectual da criação
estratégica. Embora os estrategistas na
maioria das vezes fiquem com todo o credito
por uma estratégia bem sucedida.

O trabalho mais importante em uma


implementação vem dos executivos e dos
gerentes que mantem a implementação no
rumo por que mesmo ate a estratégia mais
brilhante não vale grande coisa se for mal
implementada.

Interesses relacionados