Você está na página 1de 13
RRO Tae tied ere "ino Psa onaiseal rami neni Gein Lege hacen 3 Pen Rr eset edesss nan ‘ips 2. nin: Majed STL Shambge acon Ss ie a Py alee ve 005 ati mean ec xine cp ok “@. A AVALIACAO! RESULTADOS E ORIENTAGOES DO ENSINO E DA. APRENDIZAGEM “Tex maneira como sociedide entende o ensino ea escola ver passindo por grandes tansformigies nay tkimas déeadas e, com |sso, fomase exda vez mais urgente rediscutir & meslilicar os procedimentos dt avaliacio dos resultados do ensino © da aprenelagem ate hoje predominates ‘Aé algun tempo atts, a escola cumpria um papel caramente setvo, Tratavase, mesmo na escola publica, de produzireselecienar queles que seriam os componentes cs futur elites intelecais © dliigentes do. pais além ds quadros hurocritcas e executives «kt Jiministracto publica e das emprests, Nesse iso, mesmo se proctimando como escola universal, aber pa todos, mt verdade “onganizago dessa escola esta void part sel dos asin chamados “melhores alunos ‘Assim, 28 pritias dt avalaeio nese ipo de escola eum eoeren- {mente wotidas para a crigio ou o reforgo de hierarquias © de lassificagbes dos indviduos. Os resultados eram a excluso dh grande smaioia € a selecio de um pequeno grupo de alunos que teram sesso, ot ej, concluistam g prito eo secunkttio e conseguitam chegar até univers, No entanto, quase subteraneamente, veiose produzindo unt transformagio radical nesse quadko. As presoes sociais cut vez mas fortes das classes melas e, depols, chs classes populares para prise sts pos Seu fis acabaram aque ese sistema escolar stentando o rigor dos mccanismos de entrada e ampllandoo nme dle vagas. No Dsl, no inicio dos anos 1970, abolvvse o exame de: axdmissio que selecionava os alunos para © antigo curso ginasal {Quase so mesmo tempo, unificaramse 0s ote primes aos ct ‘ccokirdade, trnsformando-os no ensino de 1 prau (hoje, ensino Fandmenta, que se tornow obrigatério para todos os individuos centre 7 Manos de klade Embora os mecanismos de entra democtatzado, no heave de inicio a mesma repereusao quanto 05 fmccanismos dessid, Apenss um nino reduzido de alunos cursiva toros 08 vito anos obrigitirios © consegvet chegr 0 2 gra, cul bltaria pari o ingress nw curso superior. Divers no sistema tenam se conclusao h Imerllas foram tomadas part atenuar os pracessos de exclusio promovilos dentro dl sistema escolar hnisiro trex ou reg ‘ mecend escola, fomecimento de parte do material didtco, em ‘especial dos livtos,abolicto ou fornecimento gratuito dos uniformes ‘escokires, nite ours providencias. Essis medidas, no entanto, no tocar no niceo do processo de ensino & de aprendizagem & no tocavam, em espe, nos procedinentos a aaliagio do desempenho los lines. Aperas nos nos 19) comeaeam a ser experiments algunas intersengoes no proceso pecagoico © sugiram discusses Sobre como a avaliagie poder ser ma ds responsives pel fracasso cesolar de grande parte dos alunos ‘\ penicirs medida mais consitente fol a implantago, em meds dos anos 1980, na rede publica paulista, do chamado Ciclo Basin. Pr essa med, oram reiniasas has primeira ris ca escolar ‘obvigacna um tnico ciclo, numa tentativa preliminar de rompimento chy serago teadional. A intengo er intervie no momento ini dk alfabetizgio, que ert esatsicamente quando se prosiuvia a maioe fexelusio, ra media em que cerca de dois texgos das evans r0 cconseguiam avancar alm di 1 série, seja pela repeténcia, se pela ‘exasio, Permitindo que @ decsio sobre a continaidade dos estes ‘dess criangts forse tomach num peredo de tempo maior, penswa- ‘se que seis possivelrespetar melhor civersidade de mis pessoas de aprendizagem de cada rian Durante a décda de 1990, a cscuses sabe os mecansmas ce cexclusio € os procedimentes de avaliagio se mulliplicaram, e, aos las de hoje, tks fia sobre a inchaso, a progressio continuac, 0 reforgo escola, a recupericao contin © outros procesimtentos destinados 2 enfrentar © problema do frcsso e dt exchasto, No «rtanto, a fred embvanga dl esol seleiva ail & mito packers, manifestindo-s, 3s vezs,tumbem ene os professorese professors ‘como uma especie de studs “antigimente, sim, a escola era bos, os alunos tiham que se eslorcar © estudar mato, era mito aii! pasar de ano” Numa concepcio de escola para todos, de escola pailiea como lum obrigicio, mas também como um diet fundamental que permite a exis@ncia da sociedad democritca, a avaliago lers que set repensada. Vivemes hoje, poaanto, aun memento de grandes tenses ¢ contridigbes entre dis kigicas distin dt aval, Na ‘colt democritca, a avaliagao precisa ser compreenclida como pate indipensivel do peocesso de ensino e de aprendizagem © como mecinismo estencal que permite, tanto aos professores quant 05 alunos, reorient assuasagoes de manciea a garantira apron para os alunos. No entanto, esst concepelo tem que enfrentar 0 poder ds represents fads rane as logos anos de vigeneia dda escola seletiva, em que 2 avallagao tem funcionado como fetramento declassicagao ede aco oy wee das Nereis Indiviuais soci AS REPRESENTACOES DA AVALIACAO De tudo o que aconmece na escola, 90 ensino € ma apeendizgem, aquilo que parece ser mas imeiatamente embed sto as mecanisos eas conseqfiéncis di avalagio, As memerias dos tempos excolares to muito mareacas peas lembmanas as provi ou exes, thomentos ‘quase sempre muito séries, em que ext necesito a6 mesmo es ‘uma postu corporal e mental diferente das aus das noes: sent se dieto, mo conversar com os eolegas, nao olhar patos lade ner Permit que suas respostas Fossem observa, Tunlsén, por vers, fs lugares habitus des alunos erm alierados, a distinia entre as cates ert contol, sobrea mes 6 estavam materials pemitidos,