Você está na página 1de 16

Processo Seletivo Medicina 2018.

2
Língua Portuguesa
Questões de 1 a 20
Para responder a essas questões, identifique APENAS UMA ÚNICA alternativa correta e marque o número correspondente na Folha de Respostas.

QUESTÕES de 1 a 6 50 Para entender as mudanças ao longo da História,


é necessário lembrar que as formas de viver e morrer
TEXTO: são determinadas por aspectos que fogem ao campo
“Tão importante quanto conhecer a doença que estrito da biologia. A vida nos vilarejos e cidades, os
o homem tem é conhecer o homem que tem a alimentos que ingerimos e o desgaste provocado pelo
doença”. Esse conhecido aforismo, de autoria do 55 trabalho são aspectos fundamentais para explicar a
médico canadense Willian Osler, um dos pais da saúde e a doença nas sociedades. Mudanças
5 moderna medicina clínica, que atuou na virada do culturais, sociais e econômicas têm um papel
século 19 para o século 20, resume a saúde na sua fundamental na definição da saúde humana,
dimensão coletiva e social. avançando além das ciências da saúde, influenciando
As doenças e as condições de saúde dos seres 60 a vida e a morte da população no planeta. Essas
humanos só podem ser completamente entendidas mudanças e os avanços tecnológicos frequentemente
10 quando os indivíduos são observados no contexto trazem consequências boas e más para a saúde das
social, econômico e cultural em que vivem. sociedades humanas. Um bônus quase sempre é
Para nós, que vivemos no século 21, é difícil correspondido por um ônus.
imaginar outras explicações para as doenças, TELAROLLI JÚNIOR, Rodolpho. A determinação social da saúde
diferentes daquelas a que estamos acostumados sob e da doença. Disponível em:<https://www.cremesp.org.br/
15 a ótica científica: microrganismos causando doenças ?siteAcao=Revista&id=849>. Acesso em: 30 abr. 2018. Adaptado.
transmissíveis e fatores de risco, como obesidade, QUESTÃO 1
tabagismo, sedentarismo, hipertensão arterial e
Considerando-se as informações contidas no texto, quanto às
diabetes, entre outros, na origem das complicações
questões de saúde e doença, no século 21, é correto afirmar:
do envelhecimento. No entanto, a forma como as
20 doenças e as epidemias foram abordadas ao longo 01) Decorrem principalmente da forma como as pessoas
da História sempre foi definida pelas concepções a reagem diante dos problemas provenientes do trabalho
respeito das origens dos problemas de saúde, ou seja, que realizam.
a causa determina o tratamento. 02) Pressupõem um comprometimento governamental com
Na Pré-História e na Antiguidade, as explicações políticas públicas e com um controle mais sistemático de
25 para a doença eram de natureza mágico-religiosa, quem entra e sai do país.
compatíveis com o cotidiano daquelas sociedades. 03) Dizem respeito, essencialmente, ao encurtamento das
Na Antiguidade e na Idade Média, os problemas distâncias entre as nações por causa dos meios de
transportes que se tornaram mais rápidos e baratos.
de saúde continuaram a ser explicados em termos
mágicos e religiosos. 04) Encontram-se, até certo ponto, desatreladas da Biologia,
30 O homem passou a viver em vilas e cidades, e mas correlacionadas ao descaso do homem com a
natureza e com os cuidados com o próprio bem-estar.
as doenças infecciosas tornaram-se as grandes vilãs,
começando a ocorrer na forma de epidemias, que 05) Estão associadas a fatores diversificados, que abrangem
eram resultado da ação divina, punindo os homens não só aspectos socioeconômicos e culturais, mas
também os que resultam do processo de globalização e
por seus pecados, ou da possessão demoníaca. A
do progresso tecnológico.
35 Medicina e a Farmácia eram campos de atuação
unificados. QUESTÃO 2
O século 19 foi também o momento da história A intertextualidade presente no texto manifesta-se de forma
em que as distâncias se encurtaram, e o mundo ficou proposital e é reconhecida como
menor, com a expansão das ferrovias e da navegação 01) alusão, mediante as insinuações alegóricas que aparecem
40 entre os continentes, nos barcos a vapor. A ao longo da progressão do assunto.
consequência para a saúde pública foi que as doenças 02) epígrafe, pelo acréscimo de uma frase inicial que tem
passaram a se espalhar rapidamente entre regiões e relação com o que será tratado no texto.
continentes, com os trens e os navios. Na segunda 03) paródia, em decorrência da ironia relacionada com o
metade do século 20 e no século 21, com a pensamento mencionado pertencente a outro autor.
45 globalização da economia e o barateamento do 04) citação, por causa da referência feita ao discurso de outro
transporte aéreo, a difusão das doenças pelos enunciador no desenvolvimento temático.
continentes tornou-se mais rápida ainda. Em poucos
05) paráfrase, devido à reinvenção que faz a voz autoral de
anos, novas doenças tornaram-se globais, como a
uma publicação pré-existente, mantendo a ideia original.
zika e a dengue.
UNIPÊ - Processo Seletivo Medicina - 2018.2 - 1o dia Língua Portuguesa | 1
QUESTÃO 3
No que se refere aos aspectos coesivos que garantem a progressão temática do texto, está correto o que se afirma em
I. O conector “quando”, em “quando os indivíduos são observados no contexto social, econômico e cultural em que vivem.”
(l. 10-11), indica proporcionalidade.
II. O elemento de coesão textual “como”, em “como obesidade, tabagismo, sedentarismo, hipertensão arterial e diabetes, entre
outros” (l. 16-18) possui o mesmo valor morfossemântico que “como”, em “como a zika e a dengue.” (l. 48-49).
III. A locução conjuntiva “No entanto”, em “No entanto, a forma como as doenças e as epidemias foram abordadas ao longo
da História” (l. 19-21), estabelece uma ressalva ao que foi anteriormente enunciado no parágrafo.
IV. O conectivo “que”, destacado em “é necessário lembrar que as formas de viver e morrer são determinadas por aspectos
que fogem ao campo estrito da biologia.” (l. 51-53), pertence a diferentes classes gramaticais, já que introduzem,
respectivamente, uma oração objetiva e outra restritiva.
V. O vocábulo “quase”, em “Um bônus quase sempre é correspondido por um ônus.” (l. 63-64), relativiza a ideia temporal expressa
por “sempre”.
A alternativa em que todas as afirmativas indicadas estão corretas é a
01) I e II. 04) I, III e IV.
02) II e III. 05) II, IV e V.
03) III e V.
QUESTÃO 4
A substituição proposta para o termo transcrito que mantém o sentido em que foi usado no texto é a
01) “conhecido aforismo” (l. 3) – famoso axioma.
02) “sob a ótica científica” (l. 14-15) – quanto à perspectiva da ciência.
03) “a forma como as doenças e as epidemias” (l. 19-20) – o modo de centralização dos males.
04) “com a globalização da economia” (l. 44-45) – com a expansão da lucratividade.
05) “campo estrito da biologia.” (l. 52-53) – âmbito abrangente do estudo dos seres vivos.
QUESTÃO 5

Dentre os elementos linguísticos presentes na composição do texto, os que estão devidamente analisados são os referidos em
I. Os termos “Willian Osler” (l. 4) e “um dos pais da moderna medicina clínica” (l. 4-5), exercem a função de aposto, sendo
classificados, respectivamente, como especificativo e explicativo.
II. O advérbio “completamente” (l. 9) modifica o adjetivo “entendidas” (l. 9), ampliando-lhe o sentido em toda sua extensão.
III. O pronome relativo “que”, em “a que estamos acostumados” (l. 14), resgata a palavra “doenças” (l. 13) e vem regido de
preposição por exercer a função de complemento nominal.
IV. Os articuladores “pelas”, em “sempre foi definida pelas concepções” (l. 21), e “pelos”, em “a difusão das doenças pelos
continentes” (l. 46-47), introduzem um agente da ação verbal.
V. A expressão “por seus pecados”, em “punindo os homens por seus pecados” (l. 33-34), funciona como um complemento
preposicionado do verbo punir.
A alternativa em que todas as afirmativas indicadas estão corretas é a
01) I e IV. 04) II, III e IV.
02) II e V. 05) III, IV e V.
03) I, II e III.
QUESTÃO 6

O emprego da vírgula está devidamente justificado em


01) “como obesidade, tabagismo, sedentarismo, hipertensão arterial e diabetes, entre outros, na origem das complicações do
envelhecimento.” (l. 16-19) – isola termos que exercem a mesma função sintática.
02) “O homem passou a viver em vilas e cidades, e as doenças infecciosas tornaram-se as grandes vilãs” (l. 30-31) – separa
orações aditivas com sujeitos diferentes.
03) “Na segunda metade do século 20 e no século 21, com a globalização da economia e o barateamento do transporte aéreo,
a difusão das doenças” (l. 43-46) – destaca expressões que possuem diferentes valores morfossintáticos.
04) “Para entender as mudanças ao longo da História, é necessário lembrar” (l. 50-51) – pode ser retirada do contexto sem ir
de encontro às normas gramaticais.
05) “Mudanças culturais, sociais e econômicas têm um papel fundamental na definição da saúde humana” (l. 56-58) – evidencia
a existência de um sujeito composto formado por mais de dois núcleos.

UNIPÊ - Processo Seletivo Medicina - 2018.2 - 1o dia Língua Portuguesa | 2


QUESTÕES 7e8
TEXTO:

VIDA e Saúde. Disponível em: <https://noticias.adventistas.org/pt/noticia/comunicacao/saude-com-principios-e-sem-modismos/>. Acesso em:


2 maio 2018.

QUESTÃO 7
Sobre essa capa da revista Vida e Saúde, está incorreto o que se afirma em
01) Apresenta a imagem como um atrativo para seduzir o leitor/consumidor.
02) Usa o recurso visual como parte integrante da construção simbólica do real.
03) Expõe, de maneira rápida e concisa, os assuntos que serão tratados na edição.
04) É um gênero discursivo que desempenha dois papéis: o de informar e o de anunciar.
05) Trata de temas de diversas áreas do conhecimento, contrapondo o que era antes ao que é agora.

QUESTÃO 8
Tendo em vista os recursos linguísticos utilizados na construção dessa capa de revista, é correto afirmar:
01) A interrogação em “será que você tem?” sugere dúvida, como a usada em “Precisamos dela?”.
02) O sinal indicativo de crase, na expressão “à mesa”, é facultativo por causa da ideia que expressa.
03) O pronome “O”, em “O que você precisa saber”, é resgatado por “que” e completa a ação de “precisa saber”.
04) O termo “esse problema”, em “para tratar esse problema”, é um complemento verbal que recebe a mesma denominação
que “dela”, em “Precisamos dela?”.
05) O vocábulo “Ministério” é acentuado por ser paroxítono terminado em ditongo crescente, e “Saúde”, que faz parte de uma
locução adjetiva, por ser paroxítono terminado em -e.

UNIPÊ - Processo Seletivo Medicina - 2018.2 - 1o dia Língua Portuguesa | 3


QUESTÃO 9 QUESTÕES de 11 a 15
Relógio TEXTO:
O mais feroz dos animais domésticos Se eu tivesse que escolher uma palavra — apenas
é o relógio de parede: uma — para ser item obrigatório no vocabulário da
conheço um que já devorou mulher de hoje, essa palavra seria um verbo de quatro
três gerações da minha família. sílabas: descomplicar.
QUINTANA, Mário. Relógio. Disponível em: <https://www.revis 5 Depois de infinitas (e imensas) conquistas, acho
tabula.com/2329-os-10-melhores-poemas-de-mario-quintana/>. Acesso
em: 1º maio 2018. que está passando da hora de aprendermos a viver
com mais leveza: exigir menos dos outros e de nós
Esses versos de Mário Quintana revelam
próprios, cobrar menos, reclamar menos, carregar
I. um discurso metafórico.
menos culpa, olhar menos para o espelho.
II. uma constatação da transitoriedade da vida.
10 Descomplicar talvez seja o atalho mais seguro
III. o relógio na condição de moderador do tempo.
para chegarmos à tão falada qualidade de vida que
IV. a representação simbólica da existência humana.
queremos — e merecemos — ter.
V. a morte indolor como consequência de uma ação rápida.
Mas há outras palavras que não podem faltar no
A alternativa em que todas as afirmativas indicadas estão kit existencial da mulher moderna. Amizade, por
corretas é a 15 exemplo. Também abra espaço, no vocabulário e no
01) I e III. cotidiano, para o verbo rir. Não há creme anti-idade
02) II e V. nem botox que salve a expressão de uma mulher
03) III e IV. mal-humorada.
04) I, II e IV. Quanto à palavra dieta, cuidado: mulheres que
20 falam em regime o tempo todo costumam ser péssimas
05) II, III e V.
companhias. Deixe para discutir carboidratos e afins
QUESTÃO 10 no banheiro feminino ou no consultório do
endocrinologista. Nas mesas de restaurantes, nem
pensar. Se for para ficar contando calorias,
25 descrevendo a própria culpa e olhando para a
sobremesa do companheiro de mesa com reprovação
e inveja, melhor ficar em casa e desfrutar sua salada
de alface e seu chá verde sozinha.
E, por último (agora, sim, encerrando), risque do
30 seu Aurélio a palavra perfeição. O dicionário
d a s mulheres interessantes inclui fragilidades,
inseguranças, limites. Pare de brigar com você mesma
para ser a mãe perfeita, a dona de casa impecável, a
CIGARRO! Disponível em:< https://i2.wp.com/www.dsvc.com.br/wp- profissional que sabe tudo, a esposa nota mil. Acima
content/uploads/2012/10/fumo-12.jpg>. Acesso em: 1º maio 2018.
35 de tudo, elimine de sua vida o desgaste que é tentar
A mensagem da campanha publicitária em destaque contém ter coxas sem celulite, rosto sem rugas, cabelos que
uma figura de linguagem identificada como
não arrepiam, bumbum que encara qualquer biquíni.
01) antítese, em decorrência da ênfase dada à relação de Mulheres reais são mulheres imperfeitas. E mulheres
antagonismo.
que se aceitam como imperfeitas são mulheres livres.
02) paronomásia, em virtude do uso de palavras parônimas na
40 Viver não é (e nunca foi) fácil, mas, quando se elimina
realização de jogos de palavras.
o excesso de peso da bagagem (e a busca da perfeição
03) paradoxo, devido à associação de conceitos contraditórios
pesa toneladas), a tão sonhada felicidade fica muito
na representação de uma só ideia.
mais possível.
04) hipérbole, mediante à intensificação de uma ação que se
A vida não pode ser economizada para amanhã.
traduz em um exagero da realidade.
ALVES, Rubem. Descomplicar a vida. Disponível em: <http://
05) assonância, pela repetição harmônica e regular de sons
www.gilbertogodoy.com.br/ler-post/descomplicar-a-vida-rubem-
vocálicos, sobretudo na sílaba tônica. alves>. Acesso em: 3 maio 2018. Adaptado.

UNIPÊ - Processo Seletivo Medicina - 2018.2 - 1o dia Língua Portuguesa | 4


QUESTÃO 11
De acordo com as ideias veiculadas no texto, na opinião do enunciador do discurso, a mulher moderna
01) sente-se insegura em relação ao sexo oposto e, por isso, procura se destacar nas suas funções sociais.
02) segue os padrões impostos pela mídia e, dessa forma, torna-se ranzinza, o que a afasta do convívio social.
03) preocupa-se excessivamente com a imagem, sem desfrutar deveras das oportunidades singulares que a vida lhe oferece.
04) cuida da aparência porque sabe do impacto que isso causa na sociedade, em particular, no mundo dos negócios e conta
com aprovação masculina em tudo por tudo.
05) considera a beleza importante, mas preza a cultura e procura atualizar seu repertório vocabular, razão do espaço que vem
ocupando no mercado de trabalho, sobretudo.
QUESTÃO 12
A voz autoral do texto em foco atende ao objetivo de
01) estabelecer um juízo de valor sobre fatos da realidade cotidiana da mulher moderna, aconselhando-a a quebrar arestas.
02) criar um contexto de sentidos múltiplos para expor sua opinião a respeito da qualidade de vida e da felicidade possível.
03) veicular informações quanto à vida social contemporânea, destacando o gênero feminino como o que conquistou maior
ascensão nos últimos tempos.
04) apresentar considerações referentes aos modelos comportamentais da contemporaneidade, salientando o que de fato atrai
na figura feminina atualmente.
05) refletir acerca dos acontecimentos rotineiros que marcam as relações interpessoais no mundo atual, enfocando a oposição
existente entre os sexos opostos.
QUESTÃO 13
Há uma percepção hiperbólica da realidade no fragmento transcrito em
01) “carregar menos culpa, olhar menos para o espelho.” (l. 8-9).
02) “Descomplicar talvez seja o atalho mais seguro” (l. 10).
03) “Quanto à palavra dieta, cuidado” (l. 19).
04) “Viver não é (e nunca foi) fácil” (l. 40).
05) “e a busca da perfeição pesa toneladas” (l. 41-42).

QUESTÃO 14
São formadas por diferentes processos as palavras
01) “descomplicar” (l. 4) e “anti-idade” (l. 16).
02) “conquistas” (l. 5) e “atalho” (l. 10).
03) “leveza” (l. 7) e “existencial” (l. 14).
04) “carboidratos” (l. 21) e “desgaste” (l. 35).
05) “inseguranças” (l. 32) e “imperfeitas” (l. 38).

QUESTÃO 15

No que se refere às formas verbais usadas na tessitura do texto, está correto o que se afirma em
01) “tivesse” (l. 1) indica um fato passado não concluído e que perdurou muito antes de finalizar-se.
02) “há” (l. 13) pode ser substituído por existe, sem prejuízo semântico ou de qualquer outra natureza gramatical.
03) “Deixe” (l. 21) apresenta sujeito desinencial de segunda pessoa do singular e expressa, nesse caso, aconselhamento.
04) “são” (l. 38) e “fica” (l. 42), levando em consideração o contexto em que se incluem, classificam-se, quanto à predicação,
de forma diferente.
05) “aceitam” (l. 39) está na voz reflexiva e no plural para concordar com o termo agente “mulheres (l. 38), e “elimina” (l. 40),
na passiva, concordando com o sujeito paciente “o excesso de peso” (l. 41).

UNIPÊ - Processo Seletivo Medicina - 2018.2 - 1o dia Língua Portuguesa | 5


QUESTÕES 16 e 17

TEXTO:

MAIA, Solon. Tira. Disponível em: <http://www.meusnervos.com.br/deixar-a-medicina/.>. Acesso em: 1º maio 2018.
QUESTÃO 16
O traço de humor que marca o diálogo entre as duas personagens da tira decorre
01) do desabafo do locutor quanto ao atual desprestígio social do médico.
02) da réplica do interlocutor que apresenta uma sugestão para o seu conhecido.
03) da resposta que dá o profissional de saúde se referido à mulher da pessoa com quem fala.
04) da revelação que, indiretamente, acaba fazendo o companheiro a respeito de continuar casado.
05) da referência à causa da permanência do casamento do amigo pelo insatisfeito com a situação profissional vivida.
QUESTÃO 17
Quanto aos elementos linguísticos que compõem as falas das personagens, está correto o que se afirma em
01) “mais” (quadro I), nas duas ocorrências, é um intensificador da ideia expressa por um nome.
02) “ir trabalhar” (quadro I) exerce, na oração de que faz parte, função subjetiva.
03) “reclama” (quadro II) se classifica, quanto à predicação, como “larga”.
04) “de uma vez” (quadro II) equivale a por enquanto.
05) “referia” (quadro III) indica uma ação interativa.
QUESTÕES 18 e 19
TEXTO:
Dois loucos no bairro
um passa os dias
chutando postes para ver se acendem
o outro as noites
apagando palavras
5 contra um papel branco
todo bairro tem um louco
que o bairro trata bem
só falta mais um pouco
pra eu ser tratado também.
LEMINSKI, Paulo. Dois loucos no bairro. Disponível em: < http://www.casadobruxo.com.br/poesia/p/paulol25.htm>.Acesso em: 10 maio
2018.

UNIPÊ - Processo Seletivo Medicina - 2018.2 - 1o dia Língua Portuguesa | 6


QUESTÃO 18
Esses versos de Paulo Leminski revelam
01) coloquialidade combinada com reflexão.
02) introspecção associada a humor amargo.
03) conflito interior externado ambiguamente.
04) revolta visualizada como perturbação mental.
05) complacência considerada uma forma de integração social.
QUESTÃO 19
A análise que se faz a respeito dos recursos linguísticos que compõem o texto está inadequada em
01) O vocábulo “um” (v. 1), assim como “outro” (v. 3), indefine o ser a que se refere.
02) A ausência de uma vírgula, em “o outro as noites” (v. 3), sinalizadora da elipse de “passa” (v. 1), deve-se à licença poética.
03) A preposição “contra” (v. 5) expressa fundamentalmente uma direção contrária à que está devidamente indicada no contexto.
04) A expressão “todo bairro” (v. 7) exprime a ideia de qualquer bairro, sem definir exatamente quais dentre os existentes.
05) O advérbio “bem” (v. 7) é um modificador da forma verbal “trata” (v. 7) e equivale a adequadamente, do ponto de vista
semântico.
QUESTÃO 20

SEJA como a águia. Disponível em: <http://frasesparafacebookblog.blogspot.com.br/2013/07/mensagens-de-incentivo-para-facebook />.


Acesso em: 10 maio 2018.
O objetivo dessa mensagem está voltado para
01) a informação de um determinado assunto, enfatizando o contexto comunicativo.
02) o aconselhamento do interlocutor, visando a que ele aprenda a superar dificuldades.
03) o estabelecimento da uma comunicação, a fim de manter com o receptor um diálogo.
04) a necessidade de o enunciador externar seus sentimentos e emoções sobre a realidade.
05) a escolha cuidadosa das palavras na construção do pensamento que transmite para o público.

* * *

UNIPÊ - Processo Seletivo Medicina - 2018.2 - 1o dia Língua Portuguesa | 7


Processo Seletivo Medicina 2018.2
Língua Estrangeira -Inglês
Questões de 21 a 35
Para responder a essas questões, identifique APENAS UMA ÚNICA alternativa correta e marque o número correspondente na Folha de Respostas.

QUESTÕES de 21 a 28 The correct sequence, from top to bottom, is


TEXTO: 01) T T T T
02) T T F F
Anna had been depressed for much of her adult
03) T F F T
life, seeking a range of treatments that might help her
condition. She took anti-depressants, underwent 04) F F T T
psychotherapy and even experienced electroconvulsive 05) F T T F
5 therapy – which involves passing electricity through the QUESTÃO 22
whole brain. Considering Anna’s obesity the text says that
Treatments like these were only effective for short
01) her obesity contributed to worsening her depression.
periods, and her depression would soon return. Another
02) she was relatively healthy although she was obese.
issue she faced was that she was morbidly obese,
10 weighing 183kg. This resulted in severely limited 03) her lack of movement didn’t seem to affect her obesity.
mobility which, naturally, exacerbated her depression, 04) despite being obese, she was a reasonably agile person.
putting in place a vicious circle of poor health. 05) the practice of daily exercise was effective in overcoming
Gastric bypass surgery helped her lose some her obesity.
weight but not as much as expected from such a QUESTÃO 23
15 procedure, and it had little impact on her depression. Anna was submitted to deep brain stimulation because
As a last resort treatment, psychiatrists took a drastic
01) it was considered a very simple procedure.
decision to implant an electrical device in her brain, an
invasive therapy known as deep brain stimulation. It’s 02) the gastric surgery made her gain even more weight.
a treatment that’s already frequently used to alleviate 03) this procedure had already shown to be able to cure obesity
20 the symptoms of Parkinson’s disease and epilepsy. disorders.
Not only did this treatment significantly help her 04) she had a poor response to the gastric bypass surgery.
depression, it had another astonishing outcome – she 05) doctors were used to adopting that procedure with obese
lost more weight than she had with any previous patients.
treatment, losing almost 50% more weight (2.8kg or QUESTÃO 24
25 6.1lbs) per month than she had done after the gastric
bypass surgery. Thomas Munte, the neurologist who Anna’s reaction to the therapy using deep brain stimulation
treated Anna, says that while the initial goal was to treat 01) was rather adverse.
her depression, the weight loss was the “secondary 02) proved to be useless.
target” of the surgery. In her case, the two were 03) was very discouraging.
30 seemingly linked. 04) surpassed doctors’ expectations.
That Anna successfully lost weight following the 05) made her doctor try a new procedure.
treatment is opening up new discussions about how to
tackle what we know is a world-wide epidemic. It is
QUESTÃO 25
also revealing that in some rare cases, the brain can Anna’s treatment with deep brain stimulation
35 be “de-tuned” from debilitating behaviors, like addiction. 01) did not work in Anna’s advantage.
HOGENBOOM, Melissa. Disponível em: <www.bbc.com/future/story/ 02) succeeded in reducing both her depression and her weight.
20180312-how-deep-brain-stimulation-silenced-food-cravings>. 03) made her lose as much weight as the gastric bypass
Acesso em: 13 maio 2018. surgery.
QUESTÃO 21 04) failed to make her feel less depressed.
Fill in the parentheses with T (True) or F (False). 05) helped her depression but she put on weight.
About Anna’s depression disorder, it’s correct to say: QUESTÃO 26
( ) She started showing signs of depression when she was a child. As far as the deep brain stimulation therapy is considered, the
( ) She avoided all the conventional methods of treating neurologist who treated Anna said that weight loss was its
depression. 01) chief goal.
( ) As part of the treatment, she was submitted to electrical 02) major goal.
stimulation of her brain. 03) prime target.
( ) Her body’s response to conventional therapies was 04) main objective.
discouraging. 05) indirect target.
UNIPÊ - Processo Seletivo Medicina - 2018.2 - 1o dia Inglês | 8
QUESTÃO 27
According to the text, the therapy with deep brain stimulation to treat some cases of obesity seems to be
01) hopeless.
02) promising.
03) unrealistic.
04) quite safe.
05) disappointing.
QUESTÃO 28
Considering language use in the text, it’s correct to say:
01) The relative pronoun “which” (l. 5) refers to “psychotherapy” (l. 4).
02) The ’s in “Parkinson’s” (l. 20) is the genitive case.
03) The conjunction “than” (l. 25) is introducing a time clause.
04) The verb form “had done” (l. 25) describes a continuous action.
05) The modal “can” (l. 34) expresses permission.
QUESTÕES de 29 a 32
TEXTO:

Building muscle might have you looking and feeling fitter and more toned, but those changes may not be so
obvious when you hop on the scale. That’s because muscle is denser than fat, and one pound of fat takes
up about four times as much space as muscle. “If the mirror is looking good, but the scale isn’t necessarily changing,
what you’re really doing is changing the composition of your body,” says Nick Tuminello, a personal trainer and author
5 of Strength Training for Fat Loss. And that’s a great thing! You’re losing fat and gaining muscle, which resistance
training does more effectively than endurance training, according to recent research.
Exercise, including resistance training, is essential for general health, weight loss, and weight maintenance, but
don’t forget that diet is No. 1 when it comes to weight loss. Research shows that a combination of diet and exercise is
the way to go for sustaining it. “Pay attention to your diet to better reveal your shape and use strength training to
10 improve that shape,” Tuminello says. Besides, the benefits of a healthy diet and daily exercise go way beyond just
weight loss. So rather than getting hung up on numbers — especially if it’s causing you to obsess and step on the
scale every single day — ditch the weigh-ins and focus on how your clothes fit and how you feel. Your mental health
will thank you.
BUILDING MUSCLE. Disponível em: <https://greatist.com/move/strength-training-a-beginners-guide>. Acesso em: 13 jun. 2018.
QUESTÃO 29
Fill in the parentheses with T (True) or F (False).
It’s stated in the text:
( ) Both resistance and endurance trainings make you put on weight.
( ) Endurance training does not make you gain muscle as fast as strength training.
( ) Strength training helps you replace fat by muscle.
( ) Muscle building contributes to rapid weight loss.
The correct sequence, from top to bottom, is
01) T T T T 04) T F F T
02) F F T T 05) T T F F
03) F T T F
QUESTÃO 30
As far as weight maintenance is concerned, the text says that
01) a good, healthy diet is enough to get that.
02) daily exercise is just what you need to get it.
03) resistance training is by far the best way to get it.
04) physical exercise and diet should be taken as complementary.
05) more emphasis should be given to endurance training.

UNIPÊ - Processo Seletivo Medicina - 2018.2 - 1o dia Inglês | 9


QUESTÃO 31 QUESTÃO 33
The meaning of the phrase “ditch the weigh-ins” (l. 12) in Fill in the parentheses with T (True) or F (False).
Portuguese is
As far as transplants are considered, the text says that
01) aumente os pesos.
( ) There’s a shortage of human donors nowadays.
02) abandone as pesagens.
( ) Transgenic pigs are promising organ donors for human
03) perca bastante peso.
transplants.
04) pese-se regularmente.
( ) Animal-to-human organ transplants have already shown to
05) desconsidere exercícios com pesos.
work satisfactorily.
QUESTÃO 32 ( ) Our immune systems fail to attack foreign material that
The conjunction “Besides” (l. 10) is synonymous with enters the body.
01) Despite. The correct sequence, from top to bottom, is
02) Moreover. 01) T T T T
03) Therefore.
02) T F F T
04) As a result.
03) T T F F
05) Even though.
04) F T T F
QUESTÕES de 33 a 35 05) F F T T
TEXTO: QUESTÃO 34
In order to ensure that pig diseases do not cross to humans,
the researchers mentioned in the text
01) managed to make the transgenic pigs PERV-free.
02) disregarded the pigs’ dangerous PERVs.
03) avoided using the technique known as CRISP.
04) kept CRISP away from the porcine genes.
05) decided to ignore the problem of human infection.
QUESTÃO 35
Harvesting organs from animals may provide the
Considering the possibility of using pigs’ organs for transplants
solution to the shortfall of human donors. However, two in humans, the researchers feel
technical obstacles need to be overcome before
01) uneasy.
animal-human transplants can become a medical
02) insecure.
5 reality. One is that human immune systems often reject 03) hopeful.
foreign tissue. The second problem comes from the 04) discouraged.
risk of disease transfer. 05) disappointed.
According to George Church of Harvard Medical
School, genetically engineering pigs may provide the
10 key to overcoming this second problem. Due to their
size, pigs are natural candidates for animal-human
transplants, but their DNA is naturally rife with
dangerous PERVs, or porcine endogenous
* * *
retroviruses. An innovative gene-editing technique
15 known as CRISPER has the capacity to identify and
delete specific sequences out of the genome. Upon
discovering that a single porcine gene enables PERVs
to infect human hosts, Dr. Church and his colleagues
turned CRISPER against the culprit. Initial results
20 suggest that this procedure may be a success,
preventing human infection without compromising the
pig cells.
HARVESTING. Disponível em: <www.newsweek.com/end-human-
organ-shortages-and-other-science-breakthroughs-386132>. Acesso
em: 13 maio 2018. Adaptado

UNIPÊ - Processo Seletivo Medicina - 2018.2 - 1o dia Inglês | 10


Processo Seletivo Medicina 2018.2
Matemática / Raciocínio Lógico
Questões de 36 a 50
Para responder a essas questões, identifique APENAS UMA ÚNICA alternativa correta e marque o número correspondente na Folha de Respostas.

QUESTÃO 36
Das pessoas infectadas com certo vírus, metade não tem nenhum dos sintomas X, Y ou Z, 15%
têm X, 20% Y e 30% Z. Dos que têm Z, um terço também tem Y, e um sexto tem X.
A partir desses dados, é correto afirmar que, dos infectados,
01) nenhum tem X e Y.
02) nenhum tem todos os três sintomas.
03) todos que têm X e Y também têm Z.
04) todos que têm X e Z também têm Y.
05) todos que têm Y e Z também têm X.
QUESTÃO 37
Deseja-se diluir 200mg do medicamento M e 50mg do medicamento N em 250ml de soro.
Se ao invés disso forem diluídos150mg de M e 50mg de N em 200ml de soro, as concentrações
obtidas de M e N estarão, em comparação com o desejado, respectivamente,
01) igual, e 5% acima. 04) 6,25% abaixo, e 5 % acima.
02) igual, e 25% acima. 05) 6,25% abaixo, e 25% acima.
03) 5% abaixo, e 5% acima.
QUESTÃO 38

A primeira rodada de um tratamento reduziu a carga viral no sangue de um paciente em , e

a segunda rodada eliminou do restante.


Se uma terceira rodada tiver a mesma eficácia, ao final das três rodadas, a carga viral será

01) 0. 04) da inicial.

02) da inicial. 05) da inicial.

03) da inicial.

QUESTÃO 39
Um bebê nasceu com 2,1kg e ganhou 150g por semana durante 6 semanas. Nas 4 semanas

seguintes, ele perdeu peso a uma velocidade constante, perdendo ao todo da sua massa.

Nessas 10 semanas, sua massa m, em kg, pode ser descrita em função do tempo t, em semanas, por
01) m(t) = 2,1 + 0,03t, com 0 ≤ t ≤ 10

02)

03)

04)

05)

UNIPÊ - Processo Seletivo Medicina - 2018.2 - 1o dia Matemática | 11


QUESTÃO 40
Um hospital realiza uma média de 500 cirurgias de certo tipo por ano, a um custo de 20 mil reais
cada.
Se esse custo aumentar mil reais a cada ano, e o hospital não puder gastar mais do que 18 milhões
de reais por ano com tais cirurgias, será preciso que a média anual dessas cirurgias seja reduzida
a uma taxa de, no mínimo,
01) 5 por ano.
02) 10 por ano.
03) 15 por ano.
04) 20 por ano.
05) 25 por ano.
QUESTÃO 41
No primeiro ano em que passou a tomar remédios para controlar o colesterol, uma pessoa gastou,
ao todo, R$300,00 com eles.
Se esse gasto aumentou R$50,00 a cada ano, então o total gasto na 1ª década de uso dos remédios
foi de
01) R$5 000,00
02) R$5 250,00
03) R$5 500,00
04) R$5 750,00
05) R$6 000,00
QUESTÃO 42
A concentração C (em mg/l) de certo medicamento no sangue de um paciente variou, em função
do tempo t, em horas, de acordo com C(t) = C0 . 2 , em que C0 é a concentração inicial e k é
–kt

uma constante real não nula.


Se em 12 horas a concentração diminuiu 87,5%, então o valor de k é
01) 0,25
02) 0,50
03) 0,75
04) 1,00
05) 1,25
QUESTÕES 43 e 44
Na década de 1960, uma região registrou 1000 casos de uma doença. Desde então, campanhas
de prevenção reduziram o número de casos em cerca de 10% a cada década.
QUESTÃO 43
5
Aproximando 0,9 0,59, se preciso, é correto estimar que o total de casos entre 1960 e 2009
foi cerca de
01) 2900
02) 3400
03) 3800
04) 4100
05) 4700
QUESTÃO 44
Supondo que o número de casos continue diminuindo no mesmo ritmo, e usando, se preciso,
log102 0,3 e log103 0,477, é correto estimar que tal número ficará abaixo de 400 na década de
01) 2030
02) 2040
03) 2050
04) 2060
05) 2070

UNIPÊ - Processo Seletivo Medicina - 2018.2 - 1o dia Matemática | 12


QUESTÃO 45
Para montar a refeição de um paciente, serão combinados um tipo de grão e 3 legumes, ou então
2 tipos de grão e 2 legumes. Além disso, será incluída também uma carne.
Se estão disponíveis 3 opções de grãos, 4 de legumes e 3 de carnes, o número de refeições distintas
que podem ser montadas é
01) 22
02) 90
03) 252
04) 840
05) 1944
QUESTÃO 46
Certa enfermidade atinge 10% dos idosos de sexo masculino, e 15% dos de sexo feminino.
Se em uma população 58% dos idosos são mulheres, nela a probabilidade de um idoso, de qualquer
sexo, ter tal enfermidade é de
01) 12,5%
02) 12,7%
03) 12,9%
04) 13,1%
05) 13,3%
QUESTÃO 47
Os valores, mínimo e máximo, que a função f(x) = 3cos2x + 4sen2x pode assumir, são, respectivamente,
01) –1 e 7
02) –1 e 1
03) 1 e 7
04) 2 e 4
05) 3 e 4
QUESTÃO 48
Dois tumores, de formatos aproximadamente esféricos, aparecem em uma imagem de tomografia
como regiões circulares.
Se a área de uma dessas regiões é 21% maior do que a da outra, então o volume de um tumor
é maior do que o do outro, em cerca de
01) 10%
02) 21%
03) 27%
04) 33%
05) 38%
QUESTÃO 49

Sabendo-se que um triângulo tem vértices A(2, 1), B(− 2, − 2), e C, em que C é um ponto da reta
r : 3x − 4y = 12, é correto afirmar que sua área mede, em unidades de área,
01) 5
02) 6
03) 7
04) 8
05) 9
QUESTÃO 50
A distância entre as circunferências C1 : 4x + 4y = 1 e C2 : x + y − 6x + 8y + 16 = 0, é igual a
2 2 2 2

01) 1

02)
03) 2

04)
05) 3
UNIPÊ - Processo Seletivo Medicina - 2018.2 - 1o dia Matemática | 13
Processo Seletivo Medicina 2018.2

Redação
INSTRUÇÕES:
• Leia, com atenção, o tema proposto e elabore a sua Redação, contendo entre 20 (vinte) e 30 (trinta) linhas,
mas não ultrapasse os limites da Folha de Redação.
• Escreva a sua Redação no espaço reservado ao rascunho e transcreva seu texto na Folha de Redação,
usando caneta de tinta azul ou preta.
• Se desejar, coloque um título, cuja linha será incluída entre o limite recomendado.
• Não utilize letra de forma ou de imprensa.
Será anulada a Redação
— afastada totalmente do tema;
— apresentada sob forma de verso;
— assinada fora do local apropriado ou com qualquer sinal que a identifique;
— escrita a lápis, parcial ou totalmente;
— redigida na Folha de Rascunho;
— construída sobre forma não articulada textualmente (apenas com números, desenhos, palavras soltas etc.)
Tema da Redação
I.
É normal, comum até, ter medo da morte e não querer se preocupar com esse assunto ainda em vida. Muito mais cômodo é
não pensar a respeito, apesar da inevitabilidade de que, um dia, todo mundo parte. Mas há uma decisão que, se tomada por uma
só pessoa durante a vida, pode ajudar a salvar ou, ao menos, melhorar a saúde de outras dezenas: a doação de órgãos e tecidos.
Essa é uma decisão que pode ser definida por cada um antes de passar por alguma doença debilitante, mas acaba tendo de ser
tomada pelos familiares. E, em meio ao sofrimento da perda, permitir à equipe médica que retire partes do corpo, como coração,
pulmão e fígado, pode ser difícil. Por isso, é importante que quem pretende ser doador na morte informe seu desejo aos familiares.
Além de a doação de órgãos e tecidos poder salvar ou melhorar a qualidade de vida diretamente – substituindo uma parte do
corpo que não está funcionando bem em um paciente –, também é possível que essa contribuição solidária ocorra de maneira
mais indireta, mas não por isso menos importante. A doação de órgãos e corpos para a ciência após a morte é também uma forma
de salvar vidas.
A decisão pode contribuir para a realização de pesquisas na área da saúde e a formação e o aprimoramento de profissionais
de cursos, como Medicina, Biomedicina, Fisioterapia e Psicologia. Mesmo com o avanço da tecnologia, que possibilita trabalhar
com bonecos capazes de replicar reações humanas a um tratamento médico, o contato com corpos reais continua sendo considerado
imprescindível – e é uma dificuldade constante nos centros de formação, que costumam depender de cadáveres sem identificação
para serem usados nas aulas. O processo é diferente da doação destinada aos transplantes: enquanto esta depende do
consentimento de familiares, a concessão para a ciência é uma decisão exclusiva da pessoa, que pode registrar sua vontade em
um cartório e definir para qual instituição seu corpo irá após a morte.
(JUSTINO, Guilherme. Entenda a importância da doação de órgãos, gesto que pode salvar vidas. Disponível em:< https://
gauchazh.clicrbs.com.br/saude/vida/noticia/2016/11/entenda-a-importancia-da-doacao-de-orgaos-gesto-que-pode-salvar-vidas-8252198.html>.
Acesso em: 11 maio 2018. Adaptado)

II.

(CAMPANHA institucional. disponível em<https://gauchazh.clicrbs.com.br/saude/vida/noticia/2016/09/campanha-da-santa-casa-traz-emojis-


estilizados-em-formato-de-orgaos-para-incentivar-a-doacao-7592950.html>. Acesso em: 11 maio 2018.)
Tomando o fragmento (I) e a campanha institucional (II) em evidência como uma oportunidade de reflexão sobre a temática em
foco, escreva, na norma-padrão da língua portuguesa, uma dissertação argumentativa, defendendo, com justificativas favoráveis
à defesa de sua tese, a ideia de que a doação de órgão é um gesto de solidariedade e de amor ao próximo, comprovando
suas afirmações com exemplos, sempre que possível.

UNIPÊ - Processo Seletivo Medicina - 2018.2 - 1o dia Redação | 14


Rascunho da Redação

UNIPÊ - Processo Seletivo Medicina - 2018.2 - 1o dia Redação | 15


CONSULTEC: CONSULTORIA EM PROJETOS EDUCACIONAIS E CONCURSOS LTDA
INSTITUIÇÃO: UNIPÊ – CENTRO UNIVERSITÁRIO DE JOÃO PESSOA
Data de Aplicação: 21/07/2018
PROCESSO SELETIVO MEDICINA – 2018.2

Gabarito referente ao Caderno de Provas que apresenta o seguinte rodapé:

Processo Seletivo Medicina Medicina – 2018.2 - 1o dia

GABARITO OFICIAL DEFINITIVO

LÍNGUA MATEMÁTICA/
LÍNGUA
ESTRANGEIRA - RACIOCÍNIO
PORTUGUESA
INGLÊS LÓGICO

Questão Resposta Questão Resposta Questão Resposta


1) 05 21) 04 36) 03
2) 02 22) 01 37) 05
3) 05 23) 04 38) 04
4) 01 24) 04 39) 05
5) 03 25) 02 40) 01
6) 02 26) 05 41) 02
7) 05 27) 02 42) 01
8) 03 28) 02 43) 04
9) 04 29) 03 44) 03
10) 01 30) 04 45) 02
11) 03 31) 02 46) 03
12) 01 32) 02 47) 05
13) 05 33) 03 48) 04
14) 04 34) 01 49) 01
15) 05 35) 03 50) 02
16) 04
17) 02
18) 01
19) 03
20) 02

Você também pode gostar