Você está na página 1de 112

Manual de Instalação e Operação

Injeção e Ignição Eletrônica Programável para Motor Aspirado ou Turbo

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 1


2 PANDOO PERFORMANCE PARTS
Índice
Apresentação 5
Vantagens 7
Características Elétricas 9
Características de Funcionamento 10
Monitoramento ou Computador de Bordo 12
Informações Importantes 13
Avisos Importantes para correta instalação 13
Atualizações do Software 14
Garantia Limitada 14
Bicos Injetores 15
Sensores 17
Sensor de Temperatura do Ar da Admissão 17
Sensor de Temperatura do Motor 18
Sensor de Posição da Borboleta (TPS) 18
Sensor de Pressão/Vácuo do Coletor de Admissão (MAP) 19
Saídas Auxiliares 20
Ignição Eletrônica 21
Módulos de ignição como MSD e Similares 24
Guia de Instalação 25
Exemplos de Ligação dos Bicos Injetores de Alta Impedância 29
Exemplos de Ligação dos Bicos Injetores de Baixa Impedância 30
Funcionamento das teclas 31
Antes de dar a partida no motor 33
Configuração 34
Mensagem Personalizada 34
Número de Cilindros 35
Modo de Operação 35
Modo de Injeção 37
Sensor de Rotação 38
Tipos de Ignição 38
Sensor TPS 40
Sensor MAP 42
Sensor TEMP AR 43
Sensor TEMP MOTOR 44
Testes dos Sensores 45
Rotação Máxima Mapa 45
Pressão Máxima Mapa 46
Bicos Bancada B 47
Temperatura Motor Quente 48
Dead-Time dos Injetores 49
Mapas de Injeção 50
Injeção por MAP ou TPS 52
Ajuste Rápido dos Mapas de Injeção 56

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 3


Mapas de Correção da Injeção 57
Ajuste Rápido dos Mapas de Correção da Injeção 61
Ajustes Complementares a Injeção de Combustível 62
Partida do Motor 62
Lenta Especial 64
Aceleração Rápida 65
CUT-OFF (Corte na desaceleração) 67
Mapas de Ignição 69
Mapa de Ignição – Avanço por RPM 70
Ajuste Rápido dos Mapas de Ignição 71
Mapas de Correção da Ignição 72
Ajuste Rápido dos Mapas de Correção da Ignição 76
Ajustes Complementares ao funcionamento da Ignição 77
Tempo de Carga da Bobina 77
Limitador de Avanço do Ponto de Ignição 78
Calibrar Ponto de Ignição 79
Funções Especiais 80
Burn-out 80
Corte de Arrancada 81
Limitador de Rotação 83
Limitador de Temperatura 84
Limitador de Pressão de Turbo 85
Shift-Light 86
Boosters 87
Eletro-Ventilador 88
Atuador de Lenta 89
Memória e Bloqueios 92
Trocar Mapa em uso 92
Mudar Nome do Mapa 93
Salvar Mapa Atual em... 93
Bloqueio da Partida 94
Bloqueio dos Mapas 97
Menu Rápido 100
Monitoramento 100
Monitoramento com bancada de bicos B – simultâneo 101
Monitoramento com bancada de bicos B – independente 102
Ativar Burn-Out 103
Zerar Mínimo/Máximo 103
Controle de Brilho 104
Número de Série 106

4 PANDOO PERFORMANCE PARTS


Apresentação
A Pandoo Performance Parts apresenta a Pandoo EFI-4,
um módulo de Injeção e Ignição com processamento Digital,
tecnologia RISC e totalmente programável em tempo real sem a
necessidade de um notebook. Toda a programação é feita através
das teclas disponíveis no próprio modulo de maneira muito
amigável. Devido a grande simplicidade das telas e informações
apresentadas no display do módulo, se torna muito fácil e rápido
a programação dos ajustes necessários.
A Pandoo EFI-4, trata-se de um módulo de injeção e ignição
completa e totalmente independente, mas também pode ser
utilizada como suplementar para um motor aspirado ou turbo.
Toda a tecnologia foi desenvolvida em ruas e pistas, por isso
pode suprir as necessidades de qualquer tipo de motor, como:

-Motores de Rua de média potencia, onde se busca ao


mesmo tempo uma boa potencia e torque, mas também
um motor para utilização no dia a dia. Atende perfeitamente
as expectativas proporcionando um melhor desempenho e
maior economia de combustível. O carro se torna econômico
com o funcionamento do motor em baixas rotações, muito
suave como se fosse um motor com injeção original e
quando da necessidade de maior potencia, basta utilizar o
motor em rotações mais altas. Devido aos diversos mapas
de correção existente na programação do modulo, pode-se
juntar em um mesmo motor, economia e desempenho. E
ainda com as diversas saídas auxiliares, pode-se controlar
marcha lenta, acionamento de eletro-ventilador, canhão de
shift-light, bomba de combustível temporizada, etc.
-Motores de Competição ou de Rua, mas de Alto
Desempenho, onde se busca extrair a maior potência útil
possível, conseguindo-se ganhos expressivos, onde é
possível melhorar cada faixa de rotação do motor, desde
a marcha lenta até o limite de rotação do motor. Possibilita
utilização de comandos de válvula de alta graduação,

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 5


com ajustes perfeitos sem que ocorra contaminação do
óleo por excesso de combustível, e com marcha lenta
estabilizada com programação especial para esse tipo
de comandos de válvula. Respostas extremamente mais
rápidas ao acelerador, melhor controle da potência devido
ao detalhamento dos mapas, correções automáticas
e programáveis em relação a temperatura do motor,
temperatura do ar, rotação, depressão e pressão no coletor
de admissão, posição de abertura de borboleta e tensão da
bateria. Oferecendo um controle total do ponto de ignição
e ainda um módulo de 3-Step incorporado.
-Adaptações e conversões de motores Carburados para
Injeção Eletrônica, onde o objetivo é certamente um melhor
desempenho em todos os sentidos e também maior
economia. Em vista da total liberdade de programação da
injeção, pode-se adaptar este módulo em praticamente
qualquer motor carburado, bastando executar as
adaptações necessárias em cada caso. Obtem-se todos
os benefícios citados acima e ainda uma significante
melhora dos índices de potencia, desempenho, economia
e eliminação por completo dos antigos e constantes
problemas com carburação.

6 PANDOO PERFORMANCE PARTS


Vantagens
-Melhor aproveitamento do combustível devido à forma que é
injetado no motor, conseguindo-se um desempenho maior em
potencia e economia.
-Maior segurança para a parte mecânica devido aos diversos
limitadores existentes.
-Limitador de rotação por corte de ignição, combustível ou
ambos, prevenindo excessos de rotação prejudiciais ao bom
funcionamento do motor.
-Limitador de pressão por corte de ignição, não permitindo que se
exceda uma pressão de turbo evitando a quebra de componentes
mais fracos.
-Limitador de temperatura com limitador de rotação especial,
evitando que principalmente carros de circuito, continuem a correr
com o motor fervendo, obrigado a sua parada e manutenção.
-Alimentação ajustável para qualquer faixa de trabalho, possibilitando
uma queima sempre ideal da mistura ar/combustível.
-Ajustes especiais que auxiliam na partida do motor a frio e quente,
na aceleração rápida e na marcha lenta.
-Possibilidade de mapeamento detalhado do ponto de ignição
dando total liberdade para extrair o máximo de potência que o
motor pode gerar.
-Correções automatizadas programáveis de quantidade de
combustível e ponto de ignição baseados na temperatura do ar
admitido e temperatura do motor, bem como por rotação do motor,
pressão ou depressão no coletor de admissão, posição de abertura
da borboleta e ainda por tensão da bateria. Conseguindo assim
atender a todas as possíveis variações de ambientes e mecânicas.
-Monitoramento completo de todos os sensores e atuadores da
injeção diretamente no display do módulo e em tempo real.
-Todas as alterações executadas nos mapas são aplicadas
instantaneamente em tempo real ao motor se em funcionamento,
possibilitando um ajuste muito mais fácil e rápido e ainda existe
a possibilidade de cancelar as ultimas alterações voltando a
situação imediatamente anterior.

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 7


-Memorização dos valores mínimos e máximos de diversos
sensores e atuadores da injeção, permanecendo memorizados
mesmo depois de desligada a injeção.
-Diversas saídas auxiliares que fornecem funções como atuador
de marcha lenta, acionamento de eletro-ventilador, controle da
bomba de combustível, acionamento de shift-ligth, acionamento
de boosters (até 2 boosters).
-Segurança para o piloto em caso de acidente, pois desliga as
bombas de combustível quando o motor para. Impedindo a
expansão das chamas em caso de incêndio.
-Grande precisão no calculo da interpolação das tabelas
programadas para geração dos mapas de injeção e ignição. Para
rotação a precisão fica em 1rpm, pressão em 0,01bar, posição de
borboleta em 0,25%, temperaturas de ar e motor em 1ºC, tensão
da bateria em 0,1V, tempos de injeção com precisão de 0,001ms
e o ponto de ignição com 0,25º.
-Armazenamento de até 3 ajustes completos e distintos possibilitando
dar nomes a cada um deles para facilitar a identificação. Útil por
exemplo para manter para um mesmo motor ajustes de pistas
diferentes ou até mesmo combustíveis diferentes.
-A memória interna do módulo de injeção é do tipo não-volátil e
portanto não se apaga mesmo que fique desligado por um longo
período de tempo.
-E ainda existe a possibilidade de expansões futuras e novas
funções que podem ser implementadas através da atualização do
software interno do módulo.

8 PANDOO PERFORMANCE PARTS


Características Elétricas
-Tensão de Trabalho: 12volts;
-Máxima Rotação: 16.000RPM;
-Numero de cilindros do motor: 4, 6 ou 8 cilindros;
-Entrada do Sensor MAP – compatível com Map Pandoo 1+6
(turbo até 6bar), VW/MI original (aspirado), GM/MPFI original
(aspirado), Fiat original (aspirado);
-Entrada do Sensor Temperatura do Ar – compatível com MTE-5053;
-Entrada do Sensor Temperatura do Motor – compatível com MTE-4053;
-Entrada do Sensor Posição de Borboleta (TPS) – compatível com
todos originais;
-Entrada do Sensor de Rotação compatível com tipo HALL;
-Entrada do Botão de corte;
-Saída Auxiliar de Controle do Eletroventilador (necessita de rele auxiliar);
-Saída Auxiliar de Controle Temporizado da bomba elétrica
(necessita de rele auxiliar);
-Saída Auxiliar de Controle da Válvula de Marcha Lenta (necessita
de rele auxiliar);
-Saída Auxiliar de Controle do Shift-Light (necessita de rele auxiliar);
-Saídas Auxiliares de Controle dos Acionamentos de Booster 1 e 2
(necessita de rele auxiliar);
-Saída de Controle de bicos da bancada A – compatível com bicos
de alta impedância, podendo ligar até 6 bicos em paralelo. Para
bicos de baixa impedância, obrigatoriamente utilizar repetidores
ou drivers PEAK and HOLD;
-Saída de Controle de bicos da bancada B – compatível com bicos
de alta impedância, podendo ligar até 6 bicos em paralelo. Para
bicos de baixa impedância, obrigatoriamente utilizar repetidores
ou drivers PEAK and HOLD;
-Saída de ignição – compatível com bobinas de ignição interna
(tipo gol MI – 3 fios) ou módulos MSD e similares;

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 9


Características de Funcionamento
-Totalmente programável em Tempo Real;
-Modos de Operação do Mapa Principal: Aspirado por TPS,
Aspirado por MAP, Turbo por MAP;
-Modos de Injeção: Normal, Alternado e Sincronizado;
-Modo de Operação dos Bicos Injetores da bancada B: simultâneo
com a bancada A ou independente, possibilitando ainda estabelecer
uma rotação inicial de funcionamento dos bicos da bancada B;
-Mapa de Injeção por Rotação ;
-Função Ajuste Rápido do Mapa Principal de Injeção acessível
diretamente no mapa;
-Ajuste da Injeção Rápida para Aceleração;
-Ajuste de Marcha Lenta Especial;
-Ajuste de Partida Fria e Quente;
-Configuração da temperatura de motor quente;
-Função de Corte de Combustível na Desaceleração ou CUT-OFF;
-Configuração do tempo de abertura do bico injetor ou DEAD-TIME;
-Correção do Tempo de Injeção por Temperatura do Ar;
-Correção do Tempo de Injeção por Temperatura do Motor;
-Correção do Tempo de Injeção por Rotação do Motor;
-Correção do Tempo de Injeção por variação da tensão da bateria;
-Mapa de Ponto de Ignição por Rotação
-Correção do Ponto de Ignição por Vácuo e Pressão de Turbo
(MAP) ou Posição da Borboleta (TPS);
-Correção do Ponto de Ignição por Temperatura do Motor;
-Correção do Ponto de Ignição por Temperatura do Ar da Admitido;
-Configuração do tempo de carga da Bobina ou DWELL;
-Limitador de Ponto de Ignição;
-Limitador de Temperatura do Motor com corte de ignição em
rotação programável;
-Limitador de Pressão de Turbo com corte de ignição;
-Modulo 3-Step incorporado;
-Limitador de Rotação máxima do motor com corte de ignição ou combustível;
-Corte de Arrancada com atraso de ponto e enriquecimento de combustível;
-Corte de giro para Burn-Out com seleção de acionamento de booster;

10 PANDOO PERFORMANCE PARTS


-Controle do Eletroventilador por temperatura do motor;
-Controle da válvula de Marcha Lenta por temperatura do motor,
rotação e tempo;
-Controle de acionamento de booster e corte de arrancada em um
único botão;
-Acionamento de até 2 boosters pelo mesmo botão;
-Acionamento de Shift-Light por rotação programável;
-Limite de Rotação de trabalho dos mapas programável;
-Limite de Pressão de trabalho dos mapas programável;
-Senha de proteção para mapas;
-Senha de proteção para partida;
-Mensagens da Tela Inicial Personalizada;
-Ajuste de Intensidade da Iluminação do Display no modo Dia e
modo Noite;
-Gerenciamento de até 3 ajustes diferentes e possibilidade de dar
nomes personalizados aos ajustes;
-Monitoramento de Sensores e Atuadores, conhecido como
Computador de Bordo;

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 11


Monitoramento ou Computador de
Bordo
A função de Monitoramento é na verdade um computador de
bordo que fornece informações em tempo real sobre os sensores
e valores que estão sendo aplicados nos atuadores instalados no
motor, tais como:
-Tempo de injeção dos bicos injetores atual e máximo (em
milissegundos: ms);
-Abertura dos bicos injetores baseada na rotação do motor no
momento do calculo (em %);
-Posição de Abertura da Borboleta (TPS) atual e máxima (em %);
-Pressão ou Depressão do coletor de admissão (MAP) atual e
máxima (em bar);
-Ponto de ignição sendo aplicado pela injeção, atual e máximo
atingido (em ° APMS);
-Rotação do motor atual e máxima (em RPM);
-Temperatura do ar admitido atual, mínima e máxima atingida (em ºC);
-Temperatura do motor atual, mínima e máxima atingida (em ºC);
-Tensão da Bateria atual, mínima e máxima atingida (em Volts);

12 PANDOO PERFORMANCE PARTS


Informações Importantes
A instalação deste produto deve ser feita por oficinas
especializadas e capacitadas para manutenção e instalação de
injeção eletrônica em motores modificados ou preparados. O
acerto ou regulagem incorreta da injeção pode causar danos
irreversíveis ao motor.
Este produto não é destinado a aeronaves, pois não possui
certificados para utilização para este fim.
A utilização deste equipamento significa a total concordância
com tudo descrito neste manual.
A má utilização ou incorreta aplicação do produto, ocasionando
ou não a quebra ou queima do módulo de injeção, acarretará na
perda da garantia.
O fabricante está isento de qualquer responsabilidade sobre a
utilização deste produto.
A garantia estende-se apenas sobre os possíveis defeitos de
fabricação.
Leia o manual inteiro antes de iniciar a instalação do módulo
de injeção.

Avisos Importantes para correta


instalação

-Desconecte a bateria enquanto estiver executando a instalação elétrica.


-Sempre corte as sobras de fio.
-Nunca enrole os fios do chicote, pois causam interferência
eletromagnética nos sensores.
-Sempre ligue o fio terra da injeção diretamente ao pólo negativo
da bateria sem emendas.
-O aterramento dos sensores também devem ser ligados
diretamente ao pólo negativo da bateria.
-Caso utilize bobina com ignição interna (3 fios do Gol MI), aterre o

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 13


negativo na lataria ou chassis do veículo. Não ligue juntamente com
aterramento dos sensores ou do módulo de injeção. Mantenha a
bobina totalmente desconectada até finalizar a configuração do
tipo de ignição em uso no módulo de injeção.
-As emendas que se fizerem necessárias no chicote devem ser
soldadas ou estanhadas.

Atualizações do Software

Esta módulo de injeção é passível de atualizações de


software para implementação de novas funções. Sempre que
for enviar o módulo para uma atualização do software, anote
toda a configuração, programação e mapas pois sua memória
voltará zerada. Sendo necessário a reprogramação dos valores
utilizados.

Garantia Limitada

Este produto está coberto por garantia direto da fabrica


pelo período de 1 (um) ano a partir da compra, cobrindo todo
e qualquer defeito de fabricação. Danos causados pela incorreta
utilização do produto não são cobertos por garantia. A garantia
de fabrica somente tem validade se o produto for utilizado em
conformidade com o manual de instalação. O produto também
perde a garantia quando instalado ou aplicado em automotores que
não se enquadrem na categoria de automóveis ou motocicletas.

14 PANDOO PERFORMANCE PARTS


As despesas de envio (frete ou correios) do produto para análise
de garantia, correm por conta do comprador interessado. A
violação do Lacre também acarreta a perda de Garantia do
Produto bem como o direito à atualizações do software que forem
disponibilizadas.

Bicos Injetores

O módulo de injeção pode controlar diretamente bicos de


alta impedância, ou seja, que tenham resistência interna acima
de 9 ohms. Para a utilização de bicos de baixa impedância, com
resistência interna de 8 ohms ou menos, é obrigatório o uso de
drivers Peak and Hold.
Com o auxilio de um multímetro é possível verificar a resistência
interna dos bicos injetores e assim determinar a necessidade de
utilizar drivers Peak and Hold.
Tanto a saída de sinal para bicos injetores da Bancada A
quanto da Bancada B, suportam a ligação de até 6 bicos injetores
de alta impedância (resistência interna acima de 9 ohms). Caso
exista a necessidade de utilizar uma quantidade maior de bicos
injetores, deve-se recorrer a drivers Peak and Hold.
Não deve-se utilizar bicos de impedância diferente em uma
mesma bancada.
Os bicos injetores devem ficar o mais próximo possível do
cabeçote no duto de admissão, conseguindo-se um melhor
aproveitamento e maior facilidade na regulagem e acerto do
motor.
Porém existem casos especiais em que o preparador pode
optar utilizar bicos acima da borboleta, no caso de motores
aspirados, ou bicos na pressurização ou boca da turbina, visando
alimentação auxiliar. Sempre em busca de maior desempenho

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 15


para situações de extrema potencia. Essas situações não são
funcionais para baixas rotações.
Existe a possibilidade de operar com duas bancadas de bicos
injetores, podendo assim utilizar um número maior de bicos com
menor vazão e ainda assim conseguir alimentar o motor gerando
uma potência elevada. Ou ainda podendo ter um motor mais
econômico para baixas rotações e situações de baixa carga,
fazendo o mesmo trabalhar com um conjunto de bicos de baixa
vazão na bancada A. E quando em altas rotações ou situações
de carga elevada, utilizar bicos de maior vazão, instalados na
bancada B. Em um motor aspirado podemos ter um conjunto de
bicos próximo ao cabeçote e outro conjunto acima das borboletas.
No caso de um motor turbo, a bancada B pode ser colocada ao
longo da pressurização, na boca da turbina ou ainda no próprio
coletor próximo aos bicos da bancada A.
A linha de combustível que conecta a bomba de combustível
aos bicos injetores deve ser feita com mangueiras que suportem
a pressão de combustível utilizada e com diâmetro que atenda às
necessidades dos bicos injetores.
Para regular a pressão de combustível utilize dosador de alto
volume e específico para injeção eletrônica como por exemplo o
Regulador do Fiat Tempra Turbo ou dosadores HPI. Dê preferência
por utilizar dosadores que são ligados ao vácuo do motor para
que tanto em motores aspirado quanto turbo, exista a variação da
pressão de combustível relativamente a pressão ou depressão do
coletor de admissão. Exceto em casos especiais como por exemplo
em um motor aspirado com baixo nível de vácuo na admissão que
é o caso de comandos de válvulas de alta graduação, pode-se
utilizar a pressão de combustível fixa e estável,deixando a tomada
de vácuo do dosador desconectada.
Principalmente para motores turbo, deve-se dimensionar a
bomba de combustível considerando-se a pressão máxima de
turbo utilizada que somada à pressão inicial do regulador de
combustível, tem-se a pressão máxima de trabalho da linha de

16 PANDOO PERFORMANCE PARTS


combustível.
Por exemplo, se tiver um motor com 4 bicos injetores de 80lb/
hr e uma pressão de combustível de 3 bar. Caso esse motor seja
aspirado, será necessário uma bomba de combustível capaz de
fornecer 320lb/hr de combustível a 3 bar de pressão. Mas caso
esse motor seja turbo e trabalhe com uma pressão de turbina de
2 bar, será necessário uma bomba de combustível que forneça
320lb/hr de combustível a 5 bar de pressão de combustível.

Sensores

Sensor de Temperatura do Ar Admitido

Este sensor deve ser instalado o mais próximo possível do


cabeçote no coletor de admissão e fornece em tempo real a
informação referente à temperatura do ar admitido proporcionando
correção automática de ponto de ignição e quantidade de
combustível injetado através dos mapas de correção que podem
ser programados no módulo de injeção.
O sensor deve ser do modelo MTE-5053 (IG901 - Fiat Nº 75.479.76),
o mesmo usado em outros módulos de injeção, a fim de manter a
compatibilidade. Este sensor é de fácil adaptação e pode ser fixado
através de uma porca usinada e soldada no coletor de admissão.
Esta em desenvolvimento a adição de outros sensores
para facilitar a escolha na hora de instalar a injeção, tornando
desnecessário adaptações de sensores fora de linha.

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 17


Sensor de Temperatura do Motor

Este sensor é muito importante para o bom funcionamento do


motor em diversas situações, como por exemplo, partida fria e
partida quente e aceleração rápida entre outras.
Fornecendo em tempo real a temperatura do motor, permite
que a injeção efetue correções automáticas quanto a quantidade
de combustível ou ponto de ignição através dos valores
programados e mapas de correção inseridos.
Deve ser instalado o mais próximo possível do cabeçote em
motores refrigerados à água. Em motores refrigerados à ar, pode
ser instalado em contato com o óleo do motor por onde passe o
óleo com pressão, nunca no retorno do óleo ao carter.
O sensor deve ser do modelo MTE-4053 (IG802 - Fiat Nº
026.906.161.12), o mesmo usado em outros módulos de injeção, a
fim de manter a compatibilidade. Este sensor é de fácil adaptação
e pode ser fixado através de uma porca usinada e soldada no
duto de água o mais próximo possível do cabeçote.
Esta em desenvolvimento a adição de outros sensores
para facilitar a escolha na hora de instalar a injeção, tornando
desnecessário adaptações de sensores fora de linha.

Sensor de Posição da Borboleta (TPS)

O sensor de posição da borboleta (TPS) é um dos sensores


vitais ao bom funcionamento da injeção. Em motores aspirados

18 PANDOO PERFORMANCE PARTS


pode ser configurado para ser o principal. Em motores turbo
ou aspirados por MAP, é utilizado para controlar a aceleração
rápida, o corte de desaceleração (CUT-OFF) e ainda podendo
controlar a marcha lenta para casos de vácuo instável devido a
comandos de válvulas com graduação muito elevada.
Trata-se de um potenciômetro colocado no eixo da borboleta
de modo que tenha sua resistência variada de acordo com a
variação da abertura da borboleta.
Todos os corpos de borboleta vêm com um TPS, sendo
recomendado a utilização do TPS original do mesmo, pois este tem
a sua fixação e curso de trabalho adequado ao corpo utilizado.
Caso o corpo de borboleta não possua sensor TPS
originalmente, pode-se adaptar qualquer sensor TPS, pois a
injeção deverá ser calibrada para que funcione corretamente.
Após a instalação ou troca de um sensor TPS, deve-se executar
a calibração da injeção para que obtenha-se o funcionamento
correto do sensor.

Sensor de Pressão Absoluta do Coletor de Admissão (MAP)

O sensor de Pressão Absoluta do Coletor de Admissão (MAP)


é outro sensor vital ao bom funcionamento da injeção, exceto
em caso de Motor Aspirado por TPS. Com este sensor a injeção
consegue determinar com maior precisão a quantidade de
combustível necessária em qualquer situação de carga para se
obter uma mistura ideal de ar/combustível.
Deve ser ligado através de uma tomada de vácuo no coletor
de admissão e obrigatoriamente não dividir esta saída de vácuo
com nenhum outro componente ou sensor. A saída ou tomada de
vácuo deve ser exclusiva para este sensor.
Pode-se também ser instalado diretamente no coletor de
admissão, no caso de motores aspirados que utilizam o MAP

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 19


original do motor.
No caso do motor turbo, obrigatoriamente deve-se utilizar o
sensor PANDOO MAP 1+6 BAR que consegue efetuar a leitura de
pressão negativa ou vácuo e pressão positiva de turbo até 6 bar.

Procure instalar o sensor PANDOO MAP 1+6 BAR dentro do


habitáculo do veículo, protegendo da incidência de calor e umidade.
Os 3 fios deste sensor devem ser ligados diretamente ao
chicote da injeção, nas respectivas cores. O fio vermelho ligado
ao vermelho do chicote, assim como o preto ligado ao preto do
chicote e por final o fio azul com listra branca também diretamente
ao de mesma cor do chicote.
No caso dos motores aspirados pode-se utilizar também
sensores originais de fábrica como segue abaixo:
-Sensor MAP VW/MI – 4 BICOS
PINO 1 – TERRA
PINO 2 – SINAL DE TEMPERATURA DO AR
PINO 3 – ALIMENTAÇÃO 5V PARA O SENSOR
PINO 4 – SINAL DO SENSOR MAP

-Sensor MAP GM/MPFI - 4 BICOS


PINO A – SINAL DO SENSOR MAP
PINO B – ALIMENTAÇÃO 5V PARA O SENSOR
PINO C – SINAL DE TEMPERATURA DO AR
PINO D – TERRA

-Sensor MAP Fiat – UNO/TEMPRA MONOPONTO


PINO A – ALIMENTAÇÃO 5V PARA O SENSOR
PINO B – TERRA
PINO C – SINAL DO SENSOR MAP

20 PANDOO PERFORMANCE PARTS


Saídas Auxiliares
Todas as saídas auxiliares controlam apenas o acionamento de
reles ou leds, não podendo ser utilizadas para acionar diretamente
qualquer atuador. Estas saídas controlam o negativo ou o terra do
rele, portanto o positivo deverá ser ligado a um sinal pós chave.

Exemplos de ligação de relê nas saídas auxiliares

Existem 6 saídas auxiliares que executam as seguintes funções:


Shift-Light: controla um canhão de luz ou qualquer outro
atuador que será acionado assim que o motor atingir uma rotação
pré programada.
Eletro-Ventilador: saída ativada assim que o motor atinge a
temperatura programada e sendo desligada quanto a temperatura do
motor estiver abaixo da temperatura estabelecida na programação.
Bomba: ativada quando liga-se a injeção e permanece
ligada enquanto existir sinal de rotação do motor, desligando-
se automaticamente se permanecer mais de 5 segundos com o
motor parado. Voltando a situação de ligada, somente quando
houver sinal de rotação do motor.
Booster 1 e 2: controla o acionamento de solenóides de
booster para alterar a pressão de turbo utilizada. Com essas duas
saídas pode-se ter alem da pressão inicial, duas outras pressões
de trabalho (booster 1 e booster 2) mas controladas através de
apenas um botão ligado à injeção.
Atuador Marcha Lenta: saída que controla uma válvula que
permite a entrada de ar extra para o coletor de admissão, evitando
que o motor fique abaixo da rotação desejada em diversas

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 21


situações como segue:
- Na partida: permanece ativa por alguns segundos até que a
rotação se estabilize.
- Enquanto o motor está frio: mantem-se ativa até que o motor
seja considerado aquecido, evitando que o motor afogue por falta
de ar na admissão.
- Quando a rotação cai excessivamente: fica ativado por um tempo
pré-programado evitando que o motor apague. Ocorre principalmente
quando o motor em marcha lenta é forçado a uma situação de maior
carga como por exemplo quando o eletroventilador é acionado.

22 PANDOO PERFORMANCE PARTS


Ignição Eletrônica
A PANDOO EFI-4 possui controle eletrônico do ponto de ignição
permitindo eletronicamente através dos mapas programados
atuar avançando e atrasando o ponto de ignição. Esse controle é
realizado a partir da leitura da rotação do motor através do sensor
hall instalado no distribuidor.
O distribuidor utilizado deve ser do tipo fixo com sensor hall
fixo de 3 fios, que fará a correta leitura da posição do motor e
também distribuirá a centelha gerada ao cilindro correto.
Para a linha GM, temos a opção de utilizar o distribuidor que é
utilizado na injeção eletrônica Lê-Jetronic ou do Corsa de 3 fios.
Para a linha VW, motores AP, deve-se utilizar distribuidores usados na
injeção Mi com uma janela maior ou todas janelas iguais. Nunca utilize
distribuidores que tenham avanço, o sensor hall deve ser do tipo fixo
Em motores de 4 cilindros, 6 cilindros e 8 cilindros que não possuem
originalmente distribuidor com o sistema Hall fixo, deve-se executar uma
adaptação para implementar um sensor hall nestes distribuidores. (em
caso de dúvidas entre em contato com nosso suporte técnico).
Antes da primeira partida no motor, posicione o distribuidor na
posição mais original possível. Posteriormente essa posição será
calibrada com o auxilio da injeção.
Existem duas possibilidades para a saída de ignição:
- bobinas com ignição interna (3 fios Gol Mi - Bosch código
F000ZS0104)
- módulos de ignição como MSD ou similares.

F000ZS0104 (original do VW Gol 1.0 8V) com módulo de ignição integrado.

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 23


Atenção: quando se trabalha com bobinas de ignição interna,
existe a necessidade de configurar corretamente o tempo de carga
da bobina, também chamado de DWELL. Caso seja aplicado
DWELL maior do que o necessário, o circuito de ignição interno
da bobina poderá ser avariado. Portanto para que a bobina não
queime instantaneamente ao ligar a injeção, deixe totalmente
desconectada até que execute esta configuração no módulo
de injeção e somente depois de ter certeza que foi informado
corretamente o tempo de carga e o tipo da bobina em uso, volte
a conectá-la. O tempo de carga DWELL não deve ultrapassar o
valor de 4,30ms. Acima deste valor o risco de queima aumenta
muito. Um valor entre 3,00ms e 3,60ms provavelmente será o
ideal. Monitore a temperatura da bobina após a primeira partida
para detectar um aquecimento excessivo já de início. Caso isso
ocorra, abaixe o tempo de carga imediatamente. Não se esqueça
de selecionar o tipo de bobina correto, evitando assim que a
bobina seja danificada.
A pinagem da bobina é a seguinte:
Pino 1: Terra de Potência (aterrado no corpo metálico
da bobina juntamente com a fixação desta no chassis)
Pino 2: Sinal da Saída de Ignição da PANDOO EFI-4
Pino 3: Positivo 12V pós-chave de potência
Sempre utilize a bobina devidamente fixada no chassis do
veiculo, evitando danos físicos e interferências no funcionamento
do modulo de injeção.

Módulos de ignição como MSD e Similares

Quanto estiver utilizando módulos de ignição externo como


MSD e Similares, deve-se ligar a saída de ignição da Pandoo
EFI-4 ao fio de entrada do sinal de rotação destes módulos em
questão.

24 PANDOO PERFORMANCE PARTS


Toda a instalação do modulo de ignição MSD ou similar, deve
ser feita de acordo com as instruções de seu fabricante, bem
como a escolha da bobina a ser utilizada.
Não instale o módulo de ignição próximo ao módulo de injeção
Pandoo EFI-4, sob risco de causar interferências. Na verdade o
ideal é que o modulo de ignição fique o mais próximo possível da
bobina encurtando dessa forma, os fios que os conectam.
Também não é indicado a instalação do módulo de ignição
dentro do habitáculo do veículo.
Deve-se configurar no tipo de ignição, a escolha por módulos
MSD ou Similares.

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 25


Guia de Instalação
Antes de iniciar a instalação, tenha certeza de que a bateria
esta desligada e o chicote da injeção desconectado do módulo
PANDOO EFI-4.
Defina o local onde será fixado o módulo de injeção e simule a
colocação do chicote elétrico da injeção até o motor de modo que
fique o mais curto possível. Lembre-se de nunca enrolar os fios
e cortar as sobras e fios não utilizados, pois estes podem captar
ruídos e interferências eletromagnéticas causando problemas no
funcionamento da injeção.
Neste momento, toda a parte mecânica deve estar pronta,
inclusive bicos, sensores e bobina.
Depois de escolhido o local definitivo de fixação do módulo
no interior do veículo, separe os fios que serão ligados no cofre
do motor e passe-os para fora. Cuidado ao passar para fora o
chicote, não use furos que possam cortar ou desencapar os fios
e proteja colocando borrachas ou proteções para evitar curtos-
circuitos. Procure não deixar o chicote da injeção próximo ao
chicote de ignição ou mesmo cabos de vela e bobina.
É muito importante que o módulo de injeção não seja instalado
no cofre do motor ou qualquer outro local que não esteja protegido
do calor e de líquidos como água ou combustível.
Outro item importante é sempre utilizar os fios de cor preta
para ligar aterramento de sensores e módulos, mantendo assim
o padrão na instalação elétrica, bem como fios de cor vermelha
para distribuir 12V para os sensores e atuadores que o utilizam.
Distribua os fios no motor através dos sensores e atuadores
de forma que não fiquem expostos ao calor excessivo proveniente
de escapamentos. E ao final da instalação procure encapar todo o
chicote com capas plásticas ou espaguetes.

26 PANDOO PERFORMANCE PARTS


A seguir, esta a tabela com a descrição de cada fio do chicote elétrico da PANDOO EFI-4:

Cor do Fio Ligação Observações


Entrada de alimentação 12V do módulo, deve ser Recomenda-se a utilização de um fusível
Vermelho
ligado ao Positivo 12V após a chave do veiculo de 10A.
Não deve existir emendas e não aterrar
Preto Diretamente ao negativo da Bateria
ao chassi do veículo
Amarelo Negativo da Bancada A de Bicos Injetores Verifique as possibilidades de ligação
Branco Negativo da Bancada B de Bicos Injetores dos bicos injetores mais a frente.

Vermelho – Positivo do Distribuidor O cabo Manga é exclusivo para o


Cabo Manga 3 vias Branco – Sinal de Rotação Distribuidor, não utilize para alimentar ou
Preto – Negativo do Distribuidor aterrar outros sensores ou atuadores.

Verde com listra Entrada do Botão para Corte de Arrancada e


Branca acionamento de booster
Roxo com listra
Entrada para Sensor de Temperatura do Ar
Branca Todos sensores devem ser ligados a estas
entradas através de seu pino positivo (de
Roxo com listra
Entrada para Sensor de Temperatura do Motor sinal) e seus respectivos pinos negativos
Preta
devem ser aterrados diretamente ao pólo
Azul com listra Entrada para Sensor de MAP Pandoo ou negativo da bateria.
Branca Original
Amarelo com listra
Entrada para Sensor (em desenvolvimento)
Preta
Azul com listra Caso ligue erroneamente o sensor
Sinal do sensor TPS (posição da borboleta)
Preta TPS, a Pandoo EFI-4 irá lhe informar o
erro depois de executar a calibração.
Laranja com listra Sempre ligue o negativo do sensor TPS
Alimentação 5V do TPS ou MAP Original
Preta diretamente ao pólo negativo da bateria.
Sinal que aciona a bobina com ignição interna
Marrom com listra
Saída de Ignição ou módulo de ignição MSD ou similar. Não
Branca
use este fio como sinal para conta-giros.
Marrom Saída Auxiliar – Booster 1 Estas saídas auxiliares não suportam
Roxo Saída Auxiliar – Booster 2 corrente superior a 0,5A ou 6W de
potencia. Portanto deve-se utilizar
Laranja Saída Auxiliar – Shift Light estas saídas para controlar os reles
Cinza Saída Auxiliar – Eletroventilador que executarão as respectivas funções.
Utilize estes fios para controlar o negativo
Verde Saída Auxiliar – Bomba Combustível do rele e ligue o positivo do rele ao 12V
Azul Saída Auxiliar – Válvula de Marcha Lenta pós-chave.

Cinza com listra Saída com sinal de rotação para Conta-giros Utilize esta saída para alimentar o sinal
Preta de rotação de conta-giros e qualquer
outro módulo eletrônico que necessite
de sinal de rotação.

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 27


Ligue diretamente ao pólo negativo da bateria o fio preto
da injeção sem emendas e não ligue mais nada a este fio.
A alimentação do modulo de injeção que é feita através do
fio vermelho que também deve ser exclusiva. Utilize um rele
controlado pelo pós-chave para alimentar este fio vermelho com
12V direto do pólo positivo da bateria, evitando assim mais uma
vez, a captação de ruídos.
Caso esteja utilizando o sensor MAP PANDOO, procure não instalar
no cofre do motor, evitando contato com líquidos e altas temperaturas.
Este sensor pode ser alimentado ligando seus fios diretamente ao
chicote da injeção, inclusive 12V (vermelho) e terra (preto).
O aterramento de todos os sensores devem ser ligados
através de um fio exclusivo para o pólo negativo da bateria. Caso
esteja utilizando bobina com ignição interna, aterrar o negativo da
bobina juntamente com a carcaça metálica da bobina diretamente
ao chassis do veiculo.
Os bicos injetores e bobina devem ser alimentados por 12Volts
diretamente da bateria, passando por um rele controlado pelo
pós-chave e protegido por fusível e preferencialmente destinado
exclusivamente para este fim.
Todas as saídas auxiliares devem ser ligadas a reles para controlar
as respectivas funções, pois estas saídas não suportam cargas
maiores do que 0,5A de corrente ou 6W de potencia em 12Volts.
Não ligue conta-giros na saída de ignição, o correto é utilizar a
saída própria para este fim, ou seja, o fio Cinza com listra Preta –
Saída com sinal de rotação para conta-giros.
Quando for utilizar bicos de baixa impedância, lembre-se de
instalar drivers Peak and Hold.
Todos sensores MAP e TPS são alimentados com 5V, exceto o
sensor MAP PANDOO 1+6 bar que utiliza alimentação 12V.
Todas emendas de fios e conectores deverão ser feitas com cuidado
para evitar erros de leitura dos sinais e inclusive utilizar soldagem. Mas
evite ao máximo emendar os fios do chicote da injeção, pois poderá
causar interferências no funcionamento do módulo.

28 PANDOO PERFORMANCE PARTS


Para prevenir problemas com curto-circuito, como queima
do módulo, utilize fusíveis na saída de todos os reles que
forem instalados. Podendo ser de 20A ou maior se necessário
dependendo da carga a ser acionada.
O cabo Manga utilizado para ligar o distribuidor, deve ter sua
malha descartada e somente utilizar seus fios internos. Atenção
para soldar o cabo o mais próximo possível do conector do
distribuidor, evitando assim a captação de interferências no sinal
de rotação.

Pode-se utilizar tanto bobinas com ignição interna, como


módulos de ignição MSD ou Similares. Lembre-se de aterrar o
negativo (terra) da bobina com ignição interna diretamente ao
chassis do veiculo. Antes de configurar corretamente o módulo
PANDOO, deixe a bobina totalmente desconectada a fim de evitar
a queima da mesma.

Exemplo de ligação com uma bobina de ignição interna.

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 29


Exemplo de ligação com um módulo de ignição MSD ou Similares.

Exemplos de Ligação dos Bicos Injetores de Alta Impedância

Os bicos injetores devem ser ligados diretamente ao modulo de


injeção se forem de alta impedância. Respeitando o limite de 6 bicos em
cada bancada. Segue abaixo um exemplo de ligação de 8 bicos injetores
em duas bancadas que poderíamos utilizar em um motor 8 cilindros
ou em um motor 4 cilindros com duas bancadas de bicos (principal e
auxiliar). Todos os bicos são ligados sempre em paralelo, ou seja, os pinos
positivos dos bicos são ligados ao 12V pós chave e os pinos negativos
dos bicos são ligados à saída da injeção eletrônica PANDOO EFI-4.

30 PANDOO PERFORMANCE PARTS


Exemplos de Ligação dos Bicos Injetores de Baixa Impedância
Devido a diferença de funcionamento dos bicos de baixa
impedância, é obrigatório a utilização de drivers para o
acionamento deste tipo de bico. Isso faz com que a injeção não
opere com sobrecarga o que poderia causar danos aos circuitos
eletrônicos do módulo. Utilizando drivers Peak and Hold, podemos
aumentar a quantidade de bicos injetores o quanto for necessário.
Neste tipo de ligação os positivos dos bicos são ligados ao 12V
pós chave, enquanto o negativo de cada bico individualmente é
alimentado por um fio vindo do driver Peak and Hold. Mas deve-
se seguir o manual do fabricando do Driver Peak and Hold para
executar a instalação.

Exemplo 1: Utilização com 4 bicos de baixa impedância e um Peak and Hold

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 31


Funcionamento das teclas
Toda a operação da injeção é feita através das seis teclas
disponíveis e em determinadas funções, através da combinação
de duas teclas apertadas simultaneamente. Para entrar em uma
função ou aceitar dados inseridos, utilize a tecla OK. Quando quiser
cancelar ou descartar modificações efetuadas, ou mesmo sair de
uma mapa ou função deixando todos parâmetros inalterados,
utilize a tecla CANCEL.
As setas têm a função de auto-repetição se qualquer uma for
mantida pressionada. Elas são o único meio de navegar dentro
das diversas opções dos menus, mapas e configurações. Quando
não estiver dentro de nenhuma função ou mapa, utilize as setas
para cima e para baixo para navegar entre os menus existentes.

Os menus disponíveis são: MENU RAPIDO, MAPAS DE INJEÇÃO,


MAPAS DE IGNIÇÃO, FUNÇÕES ESPECIAIS, CONFIGURAÇÃO e
MEMÓRIA E BLOQUEIOS.
Dentro de cada um destes menus, existem opções relacionadas
ao respectivo menu que podem ser escolhidas através das setas
para direita para próxima opção e seta para esquerda para voltar
a opção anterior, alternando-se assim entre as opções de cada
menu.

32 PANDOO PERFORMANCE PARTS


Quando encontrar a opção desejada, lembre-se de utilizar a
tecla OK para entrar na função, mapa ou opção escolhida.
Dentro de cada função, as setas são o único meio de selecionar
novos parâmetros, modificar valores e programar opções. As setas
para cima e para baixo assumem a função de aumentar ou diminuir
o valor do parâmetro que estiver programando ou selecionando.
Enquanto as setas para direita e esquerda possibilitam a navegação
dentro das faixas dos mapas ou parâmetros que necessitam serem
programados dentro de cada função.
Quando estiver programando um mapa de injeção ou ignição,
terá sempre duas opções para retornar ao menu saindo do
mapa em edição. Pode-se retornar ao menu salvando todas as
modificações executadas utilizando a tecla OK ou ainda descartar
essas modificações fazendo com que a injeção deixe o mapa
inalterado pressionando a tecla CANCEL.
Dentro dos mapas de injeção e ignição as setas para cima e
para baixo são utilizadas para aumentar ou diminuir os valores
de cada faixa do mapa em edição. Com as setas para direita
e esquerda alterna-se entre as faixas do mapa atual. Toda
modificação feita no mapa, é imediatamente utilizada e aplicada
no motor. De forma que pode-se perceber os resultados práticos
imediatamente em tempo real.
Existe ainda, dentro dos mapas, uma função especial, o MENU
DE AJUSTE RÁPIDO. Para ter acesso a esta função especial,
pressione simultaneamente as teclas para direita e esquerda
dentro de qualquer mapa. Esta função possibilita a modificação
dos valores do mapa inteiro que estiver em edição de uma só vez,
manipulando assim todas as faixas rapidamente. Por exemplo,
caso queira adicionar 10% de combustível em todo o mapa de
injeção, mas queira ver o resultado prático antes de confirmar e
gravar, entre nesta função de ajuste rápido utilizando as setas para
direita e esquerda simultaneamente dentro do mapa de injeção e
selecione a adição de 10% de combustível no mapa e tecle OK.
Após isso, todo o mapa ficará 10% mais rico em combustível,

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 33


porem ainda não estará memorizado definitivamente, existindo
ainda a possibilidade de cancelar a alteração apertando CANCEL
e com isso fazer com que a injeção descarte toda a alteração feita
e deixe o mapa como estava antes da adição de combustível.
Dentro do menu de ajuste rápido existe a possibilidade de
adicionar ou retirar porcentagens ou valores absolutos. Novamente
utilize as setas para navegar entre as opções de ajuste rápido.
Lembrando que neste ponto as teclas OK e CANCEL também
têm a função de aceitar ou cancelar o que estiver sendo editado.

Antes de dar a partida no motor


Inicialmente é necessário efetuar a completa configuração da
injeção programando os dados do motor e seus sensores para
que o módulo de injeção possa reconhecer os valores corretos
que serão obtidos através da leitura destes sensores, aplicando
assim os ajustes corretos para o funcionamento do motor.
Além disso, um mapa de injeção e ignição básicos devem ser
configurados para executar uma partida e posteriormente pode-
se ajustar esses mapas à necessidade do motor.
Lembre-se de deixar totalmente desconectada a bobina até
terminar a configuração da injeção.

Siga os seguintes passos:

1-Finalize toda a instalação elétrica da injeção e


chicotes.
2-Mantenha desconectada a bobina de ignição.
3-Execute todas as funções do menu de configuração.
4-Execute todas as funções do menu de injeção.
5-Execute todas as funções do menu de ignição.
6-Execute todas as funções do menu de funções

34 PANDOO PERFORMANCE PARTS


especiais.
7-Desligue a injeção.
8-Conecte novamente a bobina de ignição.
9-Dê a partida no motor
10-Entre no menu de ignição e execute a calibração.

Com estes passos executados, faltará agora o acerto com o


motor ligado. Deverão ser ajustados os tempos de injeção e ponto
de ignição.
Ao executar as funções dos menus durante a configuração inicial,
ajuste os parâmetros de acordo com o motor e aplicação do veiculo.

Configuração
Primeiramente deve-se ajustar todas as opções do menu
CONFIGURAÇÃO, então utilizando a seta para baixo ou para cima,
vá até o menu CONFIGURAÇÃO, para iniciar a configuração da
injeção. Utilize as setas para direita e esquerda para se mover dentro
das opções deste menu e tecle OK para entrar na opção desejada.

Mensagem Personalizada

Quando terminar de modificar a mensagem utilize a tecla


OK para aceitar e gravar a mensagem na memória da injeção.
Assim toda vez que ligar o módulo de injeção, essa mensagem
será apresentada na tela por alguns segundos. Caso queira a
qualquer momento cancelar toda a alteração feita sem gravar na

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 35


memória da injeção, utilize a tecla CANCEL, assim a mensagem
permanecerá inalterada como estava antes de entrar nesta opção
de edição.

Número de Cilindros

Informe o número de cilindros do motor utilizando as teclas


para cima e para baixo.

Para aceitar a escolha feita utilize a tecla OK e para cancelar


tecle CANCEL.

Modo de Operação

Escolha o modo de operação da injeção, utilizando as setas


para cima e para baixo, dentro das seguintes opções:

36 PANDOO PERFORMANCE PARTS


Aspirado por MAP – motor aspirado com sensor de pressão
absoluta no coletor de admissão (MAP) para calculo do mapa
principal de injeção de combustível. Utilizado em motores com
vácuo estável, consegue-se um acerto mais fino do que na
operação apenas com sensor TPS pois representa de forma mais
precisa a carga do motor. Em motores equipados com comando
de válvulas de alta graduação, que em baixas rotações deixam
muito instável o vácuo no coletor de admissão e mesmo assim
deseja-se fazer a opção por utilizar o sensor MAP, pode-se utilizar
a opção de Marcha Lenta Especial, dentro do menu MAPAS DE
INJEÇÃO, para que se consiga uma marcha lenta estável.

Aspirado por TPS – motor aspirado apenas com sensor de


posição de borboleta (TPS) para calculo do mapa principal de
injeção de combustível. Opção mais comum para motores que não
possuem vácuo estável, seja por causa da utilização de comandos
de competição ou corpos de borboleta de diâmetro muito elevado.

Turbo por MAP – motor turbo com sensor de pressão absoluta no


coletor de admissão (MAP) para calculo do mapa principal de injeção
de combustível. Seria a única opção para motores turbo, diante da
necessidade de informar à injeção a carga correta do motor em

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 37


situações de pressão positiva no coletor de admissão. Novamente a
pode-se utilizar a opção de Marcha Lenta Especial, dentro do menu
MAPAS DE INJEÇÃO, no caso de vácuo instável em baixas rotações.
Para aceitar a escolha feita utilize a tecla OK e para cancelar
tecle CANCEL

Modo de Injeção

Nesta opção informa-se com que freqüência os bicos injetores


receberão os pulsos com base na rotação do motor ou pulsos de
ignição. Selecione a opção desejada utilizando-se as setas para
cima e para baixo:

Injeção Normal – Os bicos pulsam juntamente com a ignição,


ou seja, para cada pulso na ignição (centelha) será comandado
também um pulso de injeção de combustível.

Injeção Alternada – Os bicos pulsam alternadamente em


relação à ignição. Para cada dois pulsos de ignição, ocorrerá
apenas um pulso de injeção de combustível.

38 PANDOO PERFORMANCE PARTS


Injeção Sincronizada – Neste modo os bicos pulsam uma vez a
cada rotação do motor. Em um motor 4 cilindros ocorrerá um pulso
de injeção para cada duas centelhas, no motor 6 cilindros será um
pulso de injeção a cada três centelhas e no 8 cilindros cada pulso
de injeção ocorrerá a cada 4 pulsos de ignição ou centelha.
Para aceitar a escolha feita utilize a tecla OK e para cancelar
tecle CANCEL.

Sensor de Rotação

Aqui determina como será a captação do sinal de rotação


do motor, por hora temos apenas uma opção disponível, que é
Distribuidor Hall.

Tipos de Ignição

Esta opção é muito importante, pois uma escolha errada aqui


pode acarretar na queima de componentes, como bobinas de

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 39


ignição interna. Aconselha-se a deixar a bobina desconectada
até finalizar a configuração correta da mesma. Esta opção é
muito importante, pois uma escolha errada aqui pode acarretar
na queima de componentes, como bobinas de ignição interna.
Aconselha-se a deixar a bobina desconectada até finalizar a
configuração correta da mesma.

As opções disponíveis são:

BOBINA IGN. INTERNA – quando utilizar bobina com ignição


interna (3 fios) como a do gol 1.0 8V da marca BOSCH modelo F
000 ZS0 104.

MSD-HALL-OUTROS – quando utilizar módulos de


amplificação de faísca como MSD ou Ignição HALL. Cuidado ao
selecionar erroneamente esse tipo de ignição, pois caso exista
uma bobina de ignição interna conectada à saída da injeção,
poderá queimar a bobina instantaneamente.
Novamente utilize as setas para escolher e OK para aceitar a
escolha.

40 PANDOO PERFORMANCE PARTS


Sensor TPS

Nesta opção tem-se a possibilidade de configurar e calibrar o


sensor de posição da borboleta ou sensor TPS. Para tanto basta
seguir os passos que são apresentados na tela da injeção como
na página seguinte:

Aqui você tem a opção de verificar se o sensor está calibrado,


apenas pressionando o pedal do acelerador será apresentado a
porcentagem de abertura da borboleta, desta maneira, é possível
certificar-se que a injeção está lendo corretamente o sensor TPS.
Tanto que no caso de o sensor TPS estar desconectado, será
apresentado uma mensagem como segue:

Para cancelar e sair desta opção, tecle CANCEL a qualquer


momento. Se for necessário executar uma calibração do sensor,
tecle OK, iniciando assim, os passos que seguem.

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 41


Com o pedal do acelerador todo acionado, tecle OK para
que a injeção memorize o valor certo para a posição de 100% da
borboleta.

Agora com o pedal do acelerador completamente solto, tecle


OK para que a injeção memorize o valor correto para a posição de
borboleta fechada.
Em seguida lhe será apresentado o resultado da calibração.

Em caso de erro, verifique o sensor, observando se os fios


não foram ligados invertidos ou se o mesmo não se encontra
realmente com defeito.

Para finalizar a calibração, utilize a tecla OK para voltar ao menu


de opções. Caso deseje cancelar o procedimento de calibração,
basta apertar a tecla CANCEL.

42 PANDOO PERFORMANCE PARTS


Sensor MAP

Aqui deve-se escolher qual o sensor de pressão absoluta que


está sendo usado. No caso de motor aspirado, pode-se utilizar
os sensores MAP originais do motor, obtendo-se um melhor
funcionamento do mesmo. Agora para motores Turbo, a única
opção será a utilização do sensor MAP PANDOO 1+6, que faz a
leitura de vácuo e pressão de turbo de até 6,0bar.
Utilizando as setas para cima e para baixo escolha a opção desejada
e tecle OK para aceitar a escolha feita. Para cancelar e voltar ao menu de
opções sem memorizar a escolha feita, utilize a tecla CANCEL.
Opções disponíveis:

Pandoo MAP 1+6 bar – sensor MAP utilizado em motores


turbo, faz a leitura de 1,0bar de vácuo e mais 6,0bar de pressão
positiva (turbo).

Sensor MAP Fiat – sensor MAP utilizado em motores aspirado,


faz a leitura apenas de vácuo do motor. O modelo aceito nesta
opção é o Fiat Tempra 2.0 Injeção Monoponto.

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 43


Sensor MAP VW / MI – sensor MAP utilizado em motores
aspirado, faz a leitura apenas de vácuo do motor. O modelo aceito
nesta opção é o sensor utilizado originalmente no motor AP com
módulo de injeção MI 1.6, 1.8 e 2.0 – 4 bicos.

Sensor MAP GM / MPFI – sensor MAP utilizado em motores


aspirado, faz a leitura apenas de vácuo do motor. O modelo utilizado
é o original Chevrolet da injeção MPFI que utiliza 4 bicos.
E indicado o uso de sensores MAP originais para motores aspirado,
pois tem-se melhor resposta da leitura de vácuo do motor.

Sensor TEMP AR

O sensor de temperatura do AR é muito importante para efetuar


correções automáticas no tempo de injeção e também no ponto de
ignição. Por isso é altamente recomendado a utilização do mesmo.

No momento a única opção de sensor é:

MTE-5053 – sensor comumente encontrado no mercado de


autopeças e original de linha Fiat e VW, possui carcaça metálica,

44 PANDOO PERFORMANCE PARTS


de fácil fixação através de porca soldada no coletor ou furo com
rosca. Padrão NTC 3,3K a 20°C.
Outras opções de sensor de temperatura do Ar estarão sendo
disponibilizadas em breve.
Após utilizar as setas para cima e para baixo na escolha do
sensor instalado, tecle OK para confirmar e memorizar a escolha
feita. Caso deseje cancelar a escolha, utilize a tecla CANCEL.

Sensor TEMP MOTOR

Assim como o sensor de temperatura do AR, o de temperatura do


MOTOR também é importante para efetuar correções automáticas no
tempo de injeção e ponto de ignição e para o bom funcionamento da
partida do motor em diferentes condições de temperatura.
Dê preferência por instalar no local original do motor ou o mais
próximo possível do cabeçote ou bloco do motor.
No momento a única opção de sensor é:

MTE-4053 – sensor comumente encontrado no mercado de


autopeças e original de linha Fiat e VW, possui carcaça metálica
com rosca de fácil instalação. Padrão NTC 3,3K a 20°C.
Outras opções de sensor de temperatura do motor estarão
sendo disponibilizadas em breve.
Depois de selecionar o sensor correto utilizando as setas para
cima e para baixo, tecle OK para confirmar e memorizar a escolha

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 45


feita. Caso deseje cancelar a escolha, utilize a tecla CANCEL.

Testes dos Sensores

Utilize as setas para navegar entre os sensores TPS, MAP,


TEMP AR e TEMP MOTOR para obter a informação se estão
conectados ou desconectados.
Não será mostrado os valores lidos pelos sensores, apenas se
estão conectados ou não.
Depois de verificar os sensores tecle OK para sair desta função.

Rotação Máxima Mapa

Utilize as setas para cima e para baixo para determinar a


rotação máxima utilizada nos mapas da injeção. Este valor é a
referencia principal de quanto pretende girar o motor. É usado
para calculo da porcentagem de abertura dos bicos injetores e
também limita a apresentação dos mapas de rotação na injeção,
facilitando sua programação, uma vez que faixas de rotação
superior a esse valor ficarão ocultas, pois não serão utilizadas.
Sendo assim sempre informe o valor correto de Rotação Máxima
dos Mapas para um bom funcionamento da injeção.

46 PANDOO PERFORMANCE PARTS


Após a escolha do valor desejado, tecle OK para gravar na
memória ou CANCEL para cancelar as modificações.

Pressão Máxima Mapa

Este valor é usado para limitar os mapas de injeção, pois como


o modulo suporta até 6,0bar de pressão positiva, dependendo
da pressão máxima que se deseja trabalhar, muitas faixas não
seriam usadas e apenas aumentaria o trabalho de configuração
dos mapas. Assim sendo configure um valor de pressão com
0,5bar superior ao limite de pressão que o motor irá trabalhar,
desta forma temos uma folga de segurança para os ajustes de
combustível. Se o seu motor for trabalhar com pressão de no
máximo 1,0bar, deixe configurado o valor de 1,2bar ou 1,4bar por
exemplo. No caso da injeção configurada para operar no modo
Aspirado, a Pressão Máxima dos Mapas ficará travada em 0,0bar,
não havendo necessidade de qualquer modificação.

Novamente utilize as setas para cima e para baixo para alterar


o valor e OK para gravar sua escolha.

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 47


Bicos Bancada B

Os bicos injetores ligados a saída “B” tem a possibilidade


de funcionamento diferenciado dos injetores da bancada “A”.
Primeiramente pode-se bloquear seu funcionamento abaixo de
determinada rotação do motor, fazendo com que os mesmos
somente injetem combustível acima desse limite informado.
Portanto assim que entrar nessa função, a primeira tela que será
apresentada é esta:

Caso não deseje utilizar o limitador de funcionamento dos


bicos da bancada “B”, deixe o valor de 0RPM (zero) configurado.
Dessa forma os bicos pulsarão de acordo com os mapas de
injeção apenas, não se limitando em função da rotação do motor.
Utilize as setas para cima e para baixo para configurar o valor
de rotação desejado.
Depois de escolhido esse valor, utilize a seta para a direita para
entrar na segunda tela de configuração da Operação Bancada B.
Neste momento deve-se escolher o modo de funcionamento da
bancada “B”, que pode ser:

INDEPENDENTE – funcionamento totalmente independente da

48 PANDOO PERFORMANCE PARTS


bancada “A”, neste modo a injeção fornecerá dois mapas distintos
para configuração dos tempos de injeção, um para cada bancada
de bicos injetores. Em motores aspirado pode-se utilizar um
conjunto para operação em baixa carga e outro conjunto de bicos
para situações que exijam maior quantidade de combustível. Nos
turbos pode-se utilizar uma bancada para a fase aspirada, ou seja,
até 0,0bar e outra para a fase turbo, quando em pressão positiva.
Ou ainda como desejar, pois no modo independente os dois mapas
de injeção, A e B, trabalham de forma totalmente independente.

SIMULTANEO – funcionamento espelhado na bancada “A”,


neste modo apenas o mapa de injeção da bancada “A” será
utilizado para calculo do tempo de injeção e todos os bicos das
bancadas “A” e “B” pulsarão o mesmo tempo de injeção. Desta
maneira a bancada “B” trabalha simultaneamente à bancada “A”.
Para escolher o modo de operação utilize as setas para cima e
para baixo. Caso deseje voltar a tela anterior da função de Operação
Bancada B, use as setas para direita e esquerda, possibilitando
assim a navegação dentro destas duas telas da mesma função.
Somente quando finalizar sua configuração, utilize a tecla OK
para aceitar e gravar as modificações executadas. E a qualquer
momento cancele suas alterações com a tecla CANCEL.

Temperatura Motor Quente

Trata-se de outro fator importante para o bom funcionamento

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 49


da injeção, pois representa a temperatura que determina a situação
de motor completamente aquecido. Este parâmetro é usado como
referencia em diversas funções da injeção, por exemplo, para
determinar se a partida é quente ou fria. O limite mínimo é de 25°C.
Se for configurado por exemplo, uma temperatura de 60°C, a
injeção entenderá que acima desta temperatura o motor se encontra
aquecido. Na faixa de 20°C a 60°C o motor estará em aquecimento e
abaixo de 20°C o motor será considerado frio. Acontece que o valor
de 20°C para motor frio, é padrão da injeção e não pode ser alterado.
Somente o valor de motor quente pode ser modificado.

Configure um valor real para que a injeção considere o motor


aquecido na faixa correta de temperatura, assim o funcionamento
de partida e aceleração rápida funcionarão com maior eficiência.
Novamente utilize as setas para cima e para baixo e em
seguida tecle OK.

Dead-Time dos Injetores

Função importante para o bom funcionamento dos bicos


injetores, pois trata-se do tempo que o bico injetor demora para iniciar
a injeção de combustível. Como o bico injetor possui em seu interior
peças mecânicas que se movimentam para liberar a passagem de
combustível, esse processo demora um certo tempo para acontecer,
que é chamado de DEAD-TIME ou TEMPO MORTO do bico injetor.

50 PANDOO PERFORMANCE PARTS


Esse tempo é de aproximadamente 0,6ms (milissegundo) para a
maioria dos bicos injetores disponíveis no mercado e de 1,0ms para
a maioria dos bicos injetores de alta vazão.
Esse tempo deve ser configurado pois também é utilizado
para o calculo da porcentagem de abertura dos bicos. Uma vez
que o modulo de injeção sempre adicionará ao tempo de injeção
calculado através dos mapas, esse valor de DEAD-TIME para
que possa ser configurado o valor real de abertura dos bicos.
Por exemplo, se for colocado no mapa de injeção um valor de
1,0ms e o DEAD-TIME estiver configurado para 0,6ms. Dentro do
monitoramento do tempo de injeção, aparecerá o valor de 1,60ms
sendo injetado pois a injeção somou o tempo de injeção calculado
com o DEAD-TIME do bico injetor. Mas o calculo de abertura do
bico injetor apenas considera o tempo real de injeção.

Utilize as setas para cima e para baixo para alterar o valor


desejado e tecle OK ao final para armazenar sua escolha.

Mapas de Injeção
Os mapas de injeção determinam a quantidade de combustível
a ser injetada em todas as situações possíveis. Por isso temos alem
do mapa principal que é em função do vácuo/pressão no coletor
de admissão (MAP) ou em função da posição de borboleta (TPS),
temos também mapas de correção em porcentagem baseados
na rotação do motor, temperatura do ar e temperatura do motor
e também um mapa de correção baseado na tensão da bateria,
para corrigir eventuais quedas de tensão.

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 51


A unidade de medida de tempo utilizada no mapa principal
de injeção é o milissegundo. E o valor configurado em cada
posição do mapa de injeção é chamado de tempo de injeção ou
simplesmente TI. Por exemplo um TI de 1,2ms é a mesma coisa
que 1,20ms que equivale a 0,0012 segundos. Para se ter uma
idéia, um motor a 1000rpm demora 60ms (0,06 segundos) para
girar 1 vez. Esse mesmo motor a 8000rpm demora 7,5ms (0,0075
segundos) para girar 1 vez.
Assumindo que seja um motor 4 cilindros e supondo que
tenha configurado a injeção no modo ALTERNADO, e ainda com
um DEAD-TIME de 0,6ms, em 1000rpm será possível um tempo
de injeção máximo de 59,4ms para cada pulso de injeção de
combustível. Mas como temos de levar em conta a rotação máxima
que esse motor irá trabalhar, então sugerindo que sejam 8000rpm,
teremos um tempo máximo de 6,9ms, ou seja, 7,5ms menos 0,6ms
referente ao DEAD-TIME que precisa ser deduzido para calculo da
porcentagem que está sendo utilizada de abertura do bico injetor.
Assim se o motor estiver configurado no modo ALTERNADO de
injeção de combustível e 8000rpm como rotação máxima para os
mapas, quando o tempo de injeção for configurado para 6,9ms
será mostrada uma abertura de 100% do bico injetor. A partir
desse tempo de injeção e rotação o bico ficará constantemente
aberto, pois representará uma abertura de mais de 100%. Vale
lembrar que não é aconselhável utilizar uma abertura de bico
injetor superior a 90%, pois acima disso os bicos estarão quase
saturados e podendo provocar mal funcionamento.
Caso a bancada de bicos “B” tenha sido configurada para
operar no modo INDEPENDENTE, dois mapas estarão disponíveis
para entrada de dados, o mapa (A) e o mapa (B) em função de
MAP ou TPS, dependendo do modo de operação da injeção.
Todos os mapas possuem diversas posições que interpolando
os valores inseridos, formam o mapa completo. Por exemplo, se
for inserido 1ms para tempo de injeção na posição de 10% de
abertura de borboleta e 2ms para tempo de injeção na posição de

52 PANDOO PERFORMANCE PARTS


20%, os valores de 11% a 19% serão calculados automaticamente
através de interpolação pelo módulo de injeção, baseado nos
valores informados nas posições 10% e 20%. Neste exemplo
teríamos um valor de 1,3ms para 13% de abertura de borboleta.
Alem dos mapas de injeção, é necessário configurar mais
algumas funções da injeção para ajustar a partida do motor,
aceleração e marcha lenta.
Dependendo de como foi configurado o modo de operação
da injeção, será apresentado o mapa de injeção por TPS ou por
MAP.
Para entrar no mapa de Injeção por TPS ou MAP, navegue
pelos menus com as setas para cima e para baixo até encontrar
o Mapa de Injeção e então use as setas para direita ou esquerda
para selecionar o mapa que deseja editar.

Injeção por MAP ou TPS

OU

Enquanto estiver configurando os valores deste mapa, será


apresentado uma tela dividida em 3 colunas.

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 53


OU

A primeira coluna indica qual mapa esta sendo configurado,


podendo aparecer uma das seguintes opções:
TPS(A) – mapa de injeção por TPS da bancada de bicos A
TPS(B) – mapa de injeção por TPS da bancada de bicos B
MAP(A) – mapa de injeção por MAP da bancada de bicos A
MAP(B) – mapa de injeção por MAP da bancada de bicos B

Portanto, com essa informação é possível saber sempre qual


mapa esta sendo modificado.
Logo abaixo, ainda na primeira coluna, temos a informação
em tempo real do respectivo sensor a que se refere o mapa em
edição. Caso seja um mapa baseado no TPS, será mostrado a
porcentagem de abertura da borboleta em tempo real. Mas se o
mapa for baseado em MAP – sensor de depressão/pressão do
coletor de admissão, será apresentado o vácuo ou pressão em
tempo real presente no coletor de admissão.
Esta função de monitoramento em tempo real do sensor dentro
do mapa de injeção, facilita muito o trabalho de acerto do mapa
com o motor em funcionamento. Desta forma é possível saber
qual faixa do mapa precisa ser alterada para obter o rendimento
e acerto desejado.
Na segunda coluna, a primeira linha refere-se a posição em que
se encontra o mapa. Assim sendo, utilizando as setas para direita e
para esquerda, pode-se verificar a mudança de faixa do mapa.

54 PANDOO PERFORMANCE PARTS


No caso do mapa por TPS será possível navegar entre as
seguintes opções:

0% 10% 20% 30% 40% 50% 60% 70% 80% 90% 100%

No caso do mapa por MAP, será possível navegar entre as


seguintes opções:

-1bar -0,9bar -0,8bar -0,7bar -0,6bar -0,5bar -0,4bar -0,3bar -0,2bar

-0,1bar 0,0bar 0.2bar 0.4bar 0.6bar 0.8bar 1bar 1.2bar 1.4bar

1.6bar 1.8bar 2bar 2.2bar 2.4bar 2.6bar 2.8bar 3bar 3.5bar

4bar 4.5bar 5bar 5.5bar 6bar

Dependendo de como estiver configurado o modo de operação


da injeção, a quantidade de opções será reduzida. Por exemplo,
se estiver configurado para operar Aspirado x MAP, o mapa será
limitado automaticamente até 0,0bar. Caso esteja operando Turbo
x MAP e com pressão máxima configurada para 2,0bar, o mapa
será limitado automaticamente para a posição de 2,0bar.
A medida que aperta-se as setas para direita ou esquerda, a
faixa é alterada e o valor correspondente é mostrado na segunda
linha da coluna do meio. Para facilitar a visualização, a posição
atual do mapa em edição é mostrada piscando constantemente.
Na segunda linha da segunda coluna, logo abaixo da posição
do mapa, é mostrado o valor em milissegundos do tempo de
injeção que será aplicado nos bicos injetores referente a faixa do
mapa que estiver sendo mostrada (piscando).
Esse é o tempo de injeção que será usado para calcular a
quantidade de combustível a ser injetada quando a injeção efetuar
a leitura do sensor MAP ou TPS.
Utilize as setas para cima e para baixo para aumentar e diminuir
o tempo de injeção programado em cada faixa do mapa.
Na terceira coluna temos apenas a informação de porcentagem
de abertura do bico, que refere-se ao tempo de injeção programado
e sendo mostrado na coluna do meio. Essa porcentagem de

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 55


abertura de bico injetor leva em consideração no calculo, apenas a
operação da injeção na rotação máxima programada previamente
no menu Configuração – Rotação Máxima Mapa. Assim sendo,
se aparecer por exemplo, 90% de abertura do bico, significa que
quando o motor atingir a rotação máxima programada e a injeção
estiver injetando o Tempo de Injeção programado nesta faixa,
o bico estará injetando 90% de sua capacidade. Ao passo que
esse mesmo tempo de injeção, se injetado em menor rotação,
não representará os 90% da capacidade de injeção do bico, e
sim uma menor porcentagem. Mas como os mapas de injeção
devem estar aptos a operar na faixa máxima de rotação do motor,
é necessário apresentar o parâmetro de abertura de bico baseado
na rotação máxima.
Use as setas para cima e para baixo para aumentar ou
diminuir o tempo de injeção de cada faixa do mapa em questão. A
medida que aumenta-se o tempo de injeção, aumenta também a
porcentagem que representa a abertura do bico injetor.
Toda e qualquer modificação feita dentro dos mapas de injeção,
são imediatamente utilizadas e aplicadas em tempo real nos bicos
injetores. Isso facilita muito o acerto do carro em movimento.
Para aceitar as modificações executadas e torná-las definitivas
e armazenadas na memória do módulo, deve-se teclar OK, pois
caso a tecla CANCEL for acionada, toda a modificação feita será
descartada e o mapa voltará para os mesmos valores do momento
anterior as modificações. Isso facilita testes com o motor em
funcionamento sem a necessidade de memorizar as modificações.

56 PANDOO PERFORMANCE PARTS


Ajuste Rápido dos Mapas de Injeção
Existe ainda um menu dentro dos mapas de injeção por TPS
ou MAP, chamado de Ajuste Rápido. Essa função da suporte para
alterações no mapa por inteiro com muita facilidade. Para acessar
essa função, basta apertar simultaneamente as teclas para direita
e para esquerda. Desta maneira, ira aparecer a primeira opção
de um total de três. Para navegar dentre as opções disponíveis,
utilize as setas para direita ou para esquerda:

A primeira opção significa aplicar no mapa inteiro uma correção


para cima ou para baixo em porcentagem. Exemplos: +10% ou -6%

A segunda opção de correção, significa aplicar no mapa inteiro


uma correção baseada em milissegundos, também para cima ou
para baixo. Exemplos: +2,3ms ou -1,8ms

E a terceira opção é usado para aplicar um valor fixo no mapa


inteiro, ou seja, o valor escolhido será aplicado em todas as faixas
do mapa. Exemplo: 2,1ms – neste caso, todas as faixas do mapa
terão o mesmo valor de 2,1ms.

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 57


Em todas as opções, deve-se utilizar as setas para cima e para
baixo para encontrar o valor desejado da correção a ser aplicada
no mapa. Em caso de desistência, basta apertar a tecla CANCEL
que automaticamente o controle voltará para o mapa em edição e
nenhuma correção será aplicada.
Se desejar aplicar a correção escolhida, depois de
selecionar o valor correto, aperte a tecla OK que o módulo de
injeção irá calcular os valores corretos de cada faixa do mapa em
edição, baseado no tipo de correção selecionada.

Mapas de Correção da Injeção

Ainda referente a injeção de combustível, temos as diversas


e possíveis correções automatizadas baseadas nos sensores do
motor. Os mapas de correção disponíveis são:

Correção de injeção por rotação

Correção de injeção por Temperatura do Ar

Correção de injeção por Temperatura do Motor

58 PANDOO PERFORMANCE PARTS


Correção de injeção por Tensão da Bateria

Cada um destes mapas corrige o valor a ser injetado


de combustível individualmente através de uma tabela de
porcentagem previamente configurada dentro destes mapas.
Por exemplo, se for necessário uma quantidade maior de
combustível na faixa de 4500 RPM a 6000 RPM, basta navegar
dentro do mapa de correção da injeção por rotação e programar a
porcentagem desejada nas faixas de 4500, 5000, 5500 e 6000 RPM.
Feito isso, a injeção automaticamente executará a correção.
Em outro exemplo, se quando a temperatura do ar admitido
ficar abaixo de 30 graus, for necessário aplicar uma correção de
+20% de combustível. É só ir até o mapa de correção da injeção
por Temperatura do Ar e inserir o valor de +20% em todas as
faixas de correção abaixo de 30 graus, que novamente a injeção
se encarregará de executar as devidas correções.
Estes mapas de correção dão total suporte para qualquer
ambiente externo a que venha ser submetido o veiculo e seu
motor.
Para acessar os mapas de correção da injeção, utilize as setas
para cima e para baixo até encontrar Mapas de Injeção e depois
use as setas para direita e para esquerda para encontrar os mapas
de correção.
Use a tecla OK para entrar no mapa desejado.
Nos mapas de correção é mostrado 3 colunas que apresentam
os valores anterior e posterior a faixa que esta sendo programada.
Na coluna do meio temos a posição que estamos programando,
mostrada piscando na primeira linha do display e na segunda linha,
a porcentagem programada para a faixa em questão. A primeira
coluna mostra a faixa anterior e a terceira coluna mostra a faixa

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 59


posterior, facilitando a visualização e programação do mapa.
Para navegar entre as faixas de cada mapa utilize as setas para
direita e para esquerda. As faixas disponíveis de cada mapa são:

Mapa de correção por rotação

0 500 1000 1500 2000 2500 3000

3500 4000 4500 5000 5500 6000 6500


7000 7500 8000 8500 9000 9500 10000
10500 11000 11500 12000 12500 13000 13500
14000 14500 15000 15500 16000

Lembrando que a rotação final deste mapa é limitada pelo


parâmetro configurado de Rotação Máxima Mapa dentro do menu
de Configuração.

Mapa de correção por temperatura do ar

-20ºC -10ºC 0ºC 10ºC 20ºC 30ºC 40ºC


50ºC 60ºC 70ºC 80ºC 90ºC 100ºC 110ºC
130ºC 180ºC

60 PANDOO PERFORMANCE PARTS


Mapa de correção por temperatura do motor

-20ºC -10ºC 0ºC 10ºC 20ºC 30ºC 40ºC


50ºC 60ºC 70ºC 80ºC 90ºC 100ºC 110ºC
130ºC 180ºC

Mapa de correção por tensão da bateria

9V 10V 11V 12V 13V 14V 15V

Da mesma forma que nos mapas de injeção, aqui os dados


também são interpolados para gerar o mapa final que será
utilizado na correção dos tempos de injeção.
Para alterar a porcentagem da faixa, utilize as setas para cima
e para baixo, selecionando um incremento de combustível ou
decremento.
Toda e qualquer modificação feita dentro destes mapas, são
imediatamente utilizadas e aplicadas em tempo real nos bicos
injetores. Isso facilita muito o acerto do carro em movimento.
Para aceitar as modificações executadas e torná-las definitivas
e armazenadas na memória do módulo, deve-se teclar OK,
pois caso a tecla CANCEL for acionada, toda a modificação
feita será descartada e o mapa voltará para os mesmos valores
do momento anterior as modificações. Isso facilita testes com o
motor em funcionamento sem a necessidade de memorizar as
modificações.

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 61


Ajuste Rápido dos Mapas de Correção
da Injeção
Existe ainda um menu dentro dos mapas de correção da
injeção, chamado de Ajuste Rápido. Essa função da suporte para
alterações no mapa por inteiro com muita facilidade. Para acessar
essa função, basta apertar simultaneamente as teclas para direita
e para esquerda. Desta maneira, ira aparecer a primeira opção
de um total de duas. Para navegar dentre as opções disponíveis,
utilize as setas para direita ou para esquerda:

A primeira opção significa aplicar no mapa inteiro uma correção


para cima ou para baixo em porcentagem. Exemplos: +10% ou -6%

E a segunda opção é usado para aplicar um valor fixo no mapa


inteiro, ou seja, o valor escolhido será aplicado em todas as faixas
do mapa. Exemplo: 21% – neste caso, todas as faixas do mapa
terão o mesmo valor de 21%.
Em todas as opções, deve-se utilizar as setas para cima e para
baixo para encontrar o valor desejado da correção a ser aplicada
no mapa. Em caso de desistência, basta apertar a tecla CANCEL
que automaticamente o controle voltará para o mapa em edição e
nenhuma correção será aplicada.
Se desejar aplicar a correção escolhida, depois de selecionar
o valor correto, aperte a tecla OK que o módulo de injeção irá

62 PANDOO PERFORMANCE PARTS


calcular os valores corretos de cada faixa do mapa em edição,
baseado no tipo de correção selecionada.

Ajustes Complementares a Injeção de


Combustível
Partida do Motor

Esta função fornece opções de ajuste para acerto da


partida do motor. Para chegar até esta opção utilize as setas
para cima e para baixo para encontrar o menu de Mapas de
Injeção e depois utilize a seta para direita para encontrar a
opção Partida do Motor.

Dentro desta função existem 4 telas onde se configura os tempos


de injeção para partida fria e quente, a rotação limite de funcionamento
e qual banco de injetores irá funcionar. Para navegar entre as opções
utilize as setas para direita e esquerda e para escolher os valores de
cada opção, utilize as setas para cima e para baixo.

A injeção irá utilizar o valor de partida a frio sempre que o


motor estiver com uma temperatura abaixo de 20ºC, acima disto e
até o valor da temperatura de motor quente (menu configurações
– temp.motor quente), será criado automaticamente pelo módulo

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 63


um mapa interpolado utilizando como referencia os valores de
tempo de injeção fornecidos (motor frio e motor quente).

E com a temperatura do motor acima da temperatura de motor


quente (menu configurações – temp. motor quente), será utilizado
o tempo de injeção informado na partida motor quente.
Cuidado ao configurar os valores de injeção de combustível na
partida a frio e quente, pois se informar um valor muito acima do
necessário, o motor irá afogar já na partida. E lembre-se que na
partida frio é necessário uma quantidade maior de combustível.
A próxima opção fornece a possibilidade de selecionar o limite de
rotação que será injetado o combustível referente a partida do motor.

Portanto configure até qual rotação o seu motor precisa e


combustível para dar partida, sendo que após esta rotação a injeção irá
manter o motor funcionando com a quantidade normal de combustível.
Normalmente usa-se um valor referente a metade da rotação de marcha
lenta do motor, mas pode-se testar qualquer valor que desejar.
E ainda é possível selecionar qual banco de injetores será
utilizado para injetar o combustível referente a partida do motor,
estando disponível as seguintes opções: DESLIG., A, B e A+B.

64 PANDOO PERFORMANCE PARTS


Quando as duas bancadas de bicos injetores estiverem
funcionando no modo simultâneo, somente estará disponível as
opções DESLIG. e A+B.
Quando o sensor de temperatura do motor estiver
desconectado, será considerado apenas o valor da partida a
quente, pois a injeção irá considerar o motor sempre quente.

Lenta Especial

Com esta função é possível determinar um valor de tempo de


injeção de combustível fixo para uma determinada situação. Muito
útil em caso de utilizar comando de válvulas de alta graduação,
ficando o vácuo do motor prejudicado em baixas rotações.
Proporciona uma marcha lenta estável para qualquer situação.
Para chegar até esta opção utilize as setas para cima e para baixo
para encontrar o menu de Mapas de Injeção e depois utilize a seta
para direita para encontrar a opção Lenta Especial.

Selecione primeiramente o tempo de injeção suficiente para


alimentar o motor em marcha lenta:

Agora selecione em qual faixa de abertura de borboleta


esta função atuará injetando o valor fixo definido acima. Utilize
preferencialmente valores baixos como por exemplo 4% de
abertura da borboleta. A injeção somente utilizará a lenta especial
abaixo da porcentagem de TPS que for selecionada.

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 65


E por final seleciona-se se a função de marcha lenta
especial esta desligada ou ligada e qual banco de bicos
injetores estará injetando o combustível referente a marcha
lenta especial. As opções disponíveis são DESLIG., A, B e
A+B. Caso os bancos injetores estiverem configurados para
modo simultâneo, apenas as opções DESLIG. e A+B estarão
disponíveis.

Aceleração Rápida

Esta função é utilizada para configurar a quantidade de


combustível necessária para executar uma aceleração rápida
no motor. Com os parâmetros que serão fornecidos aqui, pode-
se ter uma aceleração rápida do motor em qualquer situação.
Para chegar até esta opção utilize as setas para cima e para
baixo para encontrar o menu de Mapas de Injeção e depois
utilize a seta para direita para encontrar a opção Aceleração
Rápida.

É necessário determinar um valor de tempo de injeção que


servirá como base para a aceleração rápida, tanto para o motor

66 PANDOO PERFORMANCE PARTS


frio como para o motor quente.

Também selecione qual a porcentagem que a borboleta deve


variar para que seja injetado o pulso máximo de aceleração
rápida, pois se a borboleta variar menos que isso, será calculado
um tempo de injeção proporcional a variação que ocorreu na
borboleta. Dessa forma consegue-se uma aceleração rápida
perfeita. Para borboletas grandes que dão passagem para um
fluxo muito alto de ar, utilize valores menores como 20% a 25% e
para borboletas de tamanho reduzido ou originais, utilize valores
maiores como 40% a 60%.

Configure a faixa de rotação em que a aceleração rápida irá


atuar, pois acima de determinada rotação, a aceleração rápida não
será mais necessária para que o motor ganhe giro rapidamente.
Portanto selecione a rotação inicial e final que a injeção de
combustível por aceleração rápida funcionará:

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 67


E por final, defina qual banco de bicos injetores irá fornecer
o combustível para a aceleração rápida. Podendo operar com as
seguintes opções: DESLIG., A, B e A+B. Quando a bancada de
bicos B estiver configurada para operar simultaneamente com a
bancada de bicos A, somente as opções DESLIG. e A+B estarão
disponíveis.

CUT-OFF (Corte na desaceleração)

A função CUT-OFF ou Corte na Desaceleração, é uma opção


de economia e também opera como freio-motor. Faz com que a
injeção corte o combustível quando a borboleta estiver totalmente
fechada e o motor em altas rotações proporcionando economia
e motor seco na retomada da aceleração. Muito útil em muitas
situações como a utilização no dia a dia ou mesmo em corridas
de circuito onde consegue-se uma retomada limpa e rápida. Para
chegar até esta opção utilize as setas para cima e para baixo para
encontrar o menu de Mapas de Injeção e depois utilize a seta para
direita para encontrar a opção CUT-OFF.

68 PANDOO PERFORMANCE PARTS


Primeiramente selecione se a função está ligada ou desligada.

Determine acima de qual rotação o combustível será cortado


caso a borboleta esteja totalmente fechada. Utilize valores altos,
de preferência acima de 1600RPM.

Existe ainda o parâmetro de atraso do inicio do corte, que


contribui para que não ocorra oscilações entre aceleração e corte
com baixa carga do motor ou quando tira-se o pé do acelerador
e volta a acelerar logo em seguida. Alem de contribuir para a
refrigeração da câmara de combustão logo após uma aceleração
do motor. Utilize valores da ordem de 1,0segundos.

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 69


Mapas de Ignição
Os mapas de ignição determinam a avanço do ponto de
ignição que será aplicado no motor em funcionamento em todas
as situações possíveis. Por isso temos alem do mapa principal que
é em função da rotação do motor, mapas de correção do ponto
de ignição baseados no MAP, TPS, Temperatura do Ar admitido e
Temperatura do Motor.
O ponto de ignição é expresso no mapa principal em graus
APMS (Antes do Ponto Morto Superior) e nos mapas de correção
em mais ou menos graus APMS que serão adicionados ou
subtraídos do ponto de avanço.
É possível aplicar ponto de ignição negativo (atrasado) ou
positivo (adiantado).
Sempre após a primeira partida do motor, execute a função
de calibragem do ponto de ignição, e ajuste o distribuidor.
Todos os mapas possuem diversas posições que interpolando
os valores inseridos, formam o mapa completo. Por exemplo, se
for inserido 10º na posição 1000RPM e 15º na posição 1500RPM
no mapa principal, as posições entre 1001RPM e 1499RPM
serão calculados automaticamente através de interpolação pelo
módulo de injeção, baseado nos valores informados nas posições
1000RPM e 1500RPM. Neste exemplo teríamos um valor de 13º
apms quando o motor estiver a 1300RPM.
O valores do ponto de ignição podem ser inseridos com
precisão de 0,25º, assim podemos aumentar ou diminuir os
valores a passos de 0,25º apms.
Dependendo de como foi configurado o modo de operação
da injeção, será apresentado o mapa de correção da ignição por
TPS ou por MAP.
Para entrar no mapa de Ignição, navegue pelos menus com
as setas para cima e para baixo até encontrar o Mapa de Ignição
e então use as setas para direita ou esquerda para selecionar o
mapa que deseja editar.

70 PANDOO PERFORMANCE PARTS


Mapa de Ignição – Avanço por RPM (mapa principal de
ponto de ignição)

Enquanto estiver configurando os valores deste mapa, será


apresentado uma tela dividida em 3 colunas que apresentam os
valores anterior e posterior a faixa que esta sendo programada.
Na coluna do meio temos a posição que estamos programando,
mostrada piscando na primeira linha do display e na segunda linha,
o ponto de ignição programado para a faixa em questão. A primeira
coluna mostra a faixa anterior e a terceira coluna mostra a faixa
posterior, facilitando a visualização e programação do mapa.

Para navegar entre as faixas de cada mapa utilize as setas


para direita e para esquerda. As faixas disponíveis no mapa de
ignição por rotação são:

0 500 1000 1500 2000 2500 3000

3500 4000 4500 5000 5500 6000 6500


7000 7500 8000 8500 9000 9500 10000
10500 11000 11500 12000 12500 13000 13500
14000 14500 15000 15500 16000

A maior faixa de rotação que será mostrada é determinada


pelo menu de configurações, na opção Rotação Máxima Mapa.
Desta forma, restringindo a programação apenas às faixas que
estiverem sendo utilizadas no motor, não sendo necessário a

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 71


programação de ponto de ignição para faixas superiores à rotação
máxima utilizada no motor.
Use as setas para cima e para baixo para aumentar ou diminuir
o ponto de ignição de cada faixa do mapa.
Toda e qualquer modificação feita dentro dos mapas de
ignição, são imediatamente utilizadas e aplicadas em tempo real
no motor. Isso facilita muito o acerto do carro em movimento.
Para aceitar as modificações executadas e torná-las definitivas
e armazenadas na memória do módulo, deve-se teclar OK, pois
caso a tecla CANCEL for acionada, toda a modificação feita será
descartada e o mapa voltará para os mesmos valores do momento
anterior as modificações. Isso facilita testes com o motor em
funcionamento sem a necessidade de memorizar as modificações.

Ajuste Rápido dos Mapas de Ignição


Dentro de todos os mapas de ignição, inclusive os de correção,
existe um menu de ajuste rápido. Essa função da suporte para
alterações no mapa por inteiro com muita facilidade. Para acessar
essa função, basta apertar simultaneamente as teclas para direita
e para esquerda. Desta maneira, ira aparecer a primeira opção
de um total de duas. Para navegar dentre as opções disponíveis,
utilize as setas para direita ou para esquerda:

A primeira opção significa aplicar no mapa inteiro uma correção


para cima ou para baixo expressa em graus apms. Exemplos:
+0,25º ou -1,50º
Com esta opção, escolhendo um valor positivo ou negativo,

72 PANDOO PERFORMANCE PARTS


o mapa inteiro de ignição que estiver sendo editado, sofrerá
uma adição ou subtração do ponto de ignição em cada faixa
individualmente.
Apertando as seta para a direita, temos a segunda opção de
correção, que significa aplicar no mapa inteiro em edição, um
valor fixo em todas as faixas. Por exemplo se escolher 10,00º e
teclas OK, todo o mapa será preenchido com o valor de 10,00º.

Em todas as opções, deve-se utilizar as setas para cima e para


baixo para encontrar o valor desejado da correção a ser aplicada
no mapa. Em caso de desistência, basta apertar a tecla CANCEL
que automaticamente o controle voltará para o mapa em edição e
nenhuma correção será aplicada.
Se desejar aplicar a correção escolhida, depois de selecionar
o valor correto, aperte a tecla OK que o módulo de injeção irá
calcular os valores corretos de cada faixa do mapa em edição,
baseado no tipo de correção selecionada.

Mapas de Correção da Ignição

Ainda referente ao avanço do ponto de ignição do motor,


temos as diversas e possíveis correções automatizadas baseadas
nos sensores do motor. Os mapas de correção disponíveis são:

Correção do ponto de ignição por MAP

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 73


Correção do ponto de ignição por TPS

Correção do ponto de ignição por Temperatura do Ar

Correção do ponto de ignição por Temperatura do Motor

Cada um destes mapas corrige o ponto de ignição a


ser aplicado através de uma tabela de adição ou subtração
previamente configurada dentro destes mapas.
Por exemplo, se desejar um ponto de ignição menor quando
a turbina estiver pressurizando 1,0bar, basta navegar dentro do
mapa de correção por MAP e programar uma queda do ponto
de ignição. Feito isso, o módulo automaticamente executará a
correção.
Em outro exemplo, se quando a temperatura do ar admitido
ficar abaixo de 30 graus, for necessário aplicar uma correção de
+5,25º no ponto de ignição. É só ir até o mapa de correção do
ponto de ignição por Temperatura do Ar e inserir o valor de +5,25º
em todas as faixas de correção abaixo de 30 graus, que novamente
a injeção se encarregará de executar as devidas correções.
Estes mapas de correção dão total suporte para qualquer
ambiente externo a que venha ser submetido o veiculo e seu

74 PANDOO PERFORMANCE PARTS


motor.
Para acessar os mapas de correção do ponto de ignição,
utilize as setas para cima e para baixo até encontrar Mapas de
Ignição e depois use as setas para direita e para esquerda para
encontrar os mapas de correção.
Use a tecla OK para entrar no mapa desejado.
Assim como no mapa principal de ignição (Avanço x RPM),
nos mapas de correção também é mostrado 3 colunas que
apresentam os valores anterior e posterior a faixa que esta sendo
programada. Na coluna do meio temos a posição que estamos
programando, mostrada piscando na primeira linha do display e
na segunda linha, o valor programado para correção do ponto
de ignição da faixa em questão. A primeira coluna mostra a faixa
anterior e a terceira coluna mostra a faixa posterior, facilitando a
visualização e programação do mapa.
Para navegar entre as faixas de cada mapa utilize as setas para
direita e para esquerda. As faixas disponíveis de cada mapa são:

Mapa de correção por TPS

0% 10% 20% 30% 40% 50% 60% 70% 80% 90% 100%

Lembrando que este mapa somente será apresentado


quando o modo de operação da injeção, estiver configurado para
ASPIRADO x TPS.

Mapa de correção por MAP

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 75


-1bar -0,9bar -0,8bar -0,7bar -0,6bar -0,5bar -0,4bar -0,3bar -0,2bar

-0,1bar 0,0bar 0.2bar 0.4bar 0.6bar 0.8bar 1bar 1.2bar 1.4bar

1.6bar 1.8bar 2bar 2.2bar 2.4bar 2.6bar 2.8bar 3bar 3.5bar

4bar 4.5bar 5bar 5.5bar 6bar

Lembrando que este mapa somente será apresentado quando


o modo de operação da injeção, estiver configurado para TURBO
x MAP e ainda será limitado a faixa de pressão configurada em
PRESSÃO MÁXIMA MAPA no menu Configuração.

Mapa de correção por temperatura do ar

-20ºC -10ºC 0ºC 10ºC 20ºC 30ºC 40ºC


50ºC 60ºC 70ºC 80ºC 90ºC 100ºC 110ºC
130ºC 180ºC

Mapa de correção por temperatura do motor

-20ºC -10ºC 0ºC 10ºC 20ºC 30ºC 40ºC


50ºC 60ºC 70ºC 80ºC 90ºC 100ºC 110ºC
130ºC 180ºC

Da mesma forma que no mapa de ignição por rotação, aqui os


dados também são interpolados para gerar o mapa final que será
utilizado na correção do ponto de ignição.
Para alterar o valor de cada faixa, utilize as setas para cima e
para baixo, selecionando um incremento ou decremento no ponto
de ignição.

76 PANDOO PERFORMANCE PARTS


Toda e qualquer modificação feita dentro destes mapas, são
imediatamente utilizadas e aplicadas em tempo real no motor.
Isso facilita muito o acerto do carro em movimento.
Para aceitar as modificações executadas e torná-las definitivas
e armazenadas na memória do módulo, deve-se teclar OK, pois
caso a tecla CANCEL for acionada, toda a modificação feita será
descartada e o mapa voltará para os mesmos valores do momento
anterior as modificações. Isso facilita testes com o motor em
funcionamento sem a necessidade de memorizar as modificações.

Ajuste Rápido dos Mapas de Correção


da Ignição
Assim como no mapa de ignição por rotação, nos mapas de
correção do ponto de ignição também existe o menu de ajuste
rápido. Essa função da suporte para alterações no mapa por
inteiro com muita facilidade.
O funcionamento aqui é idêntico ao mapa principal de ignição.
Assim sendo, para acessar essa função, basta apertar
simultaneamente as teclas para direita e para esquerda. Desta maneira,
ira aparecer a primeira opção de um total de duas. Para navegar dentre
as opções disponíveis, utilize as setas para direita ou para esquerda:

A primeira opção significa aplicar no mapa inteiro uma correção


para cima ou para baixo expressa em graus apms. Exemplos:

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 77


+0,25º ou -1,50º
Com esta opção, escolhendo um valor positivo ou negativo, o
mapa inteiro de ignição que estiver sendo editado, sofrerá uma adição
ou subtração do ponto de ignição em cada faixa individualmente.
Apertando as seta para a direita, temos a segunda opção de
correção, que significa aplicar no mapa inteiro em edição, um
valor fixo em todas as faixas. Por exemplo se escolher 10,00º e
teclas OK, todo o mapa será preenchido com o valor de 10,00º.
Em todas as opções, deve-se utilizar as setas para cima e para
baixo para encontrar o valor desejado da correção a ser aplicada
no mapa. Em caso de desistência, basta apertar a tecla CANCEL
que automaticamente o controle voltará para o mapa em edição e
nenhuma correção será aplicada.
Se desejar aplicar a correção escolhida, depois de selecionar
o valor correto, aperte a tecla OK que o módulo de injeção irá
calcular os valores corretos de cada faixa do mapa em edição,
baseado no tipo de correção selecionada.

Ajustes Complementares ao
funcionamento da Ignição
Tempo de Carga da Bobina

Esta função fornece a possibilidade de ajustar o tempo


DWELL. Esse tempo controla a carga da bobina de ignição. Para
chegar até esta opção utilize as setas para cima e para baixo para
encontrar o menu de Mapas de Ignição e depois utilize a seta para
direita para encontrar a opção Tempo Carga Bobinas.

78 PANDOO PERFORMANCE PARTS


Muita atenção na programação deste parâmetro, pois um
valor muito alto poderá causar danos ou queima imediata da
bobina de ignição. Portanto inicie os testes com valores próximos
a 3,0ms. Bobinas de ignição interna normalmente trabalham com
um tempo DWELL de no máximo 3,5ms.

Selecione o tempo desejado e confirme apertando OK.


Preferencialmente programe este tempo antes de conectar a
bobina ao chicote da injeção.

Limitador de Avanço do Ponto de Ignição

Esta é uma função que auxilia a proteção do motor limitando o


avanço do ponto de ignição. Para chegar até esta opção utilize as
setas para cima e para baixo para encontrar o menu de Mapas de
Ignição e depois utilize a seta para direita para encontrar a opção
Limite de Avanço.

Programando um determinado limite de ponto de ignição,


mesmo que existam valores maiores programados erroneamente
ou não nos mapas de ignição, o módulo nunca aplicará um ponto
de ignição maior que o limite aqui programado.
Com esta proteção extra, o preparador ou mecânico que
estiver instalando e acertando a injeção Pandoo EFI-4, poderá
ficar mais tranqüilo quanto a erros de programação ou descuidos

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 79


na hora de programar os mapas de ignição.
Sempre utilize a tecla OK para aceitar o valor programado e memorizar
no módulo e caso deseje cancelar a sua escolha, tecle CANCEL.

Calibrar Ponto de Ignição

Esta é uma função muito importante, pois auxilia no ajuste do


distribuidor para que o modulo de injeção aplique corretamente
o ponto de ignição programado nos diversos mapas de ignição
existentes. Para chegar até esta opção utilize as setas para cima e
para baixo para encontrar o menu de Mapas de Ignição e depois
utilize a seta para direita para encontrar a opção Calibrar Ponto Ign.

Quando entrar nesta função, o módulo PANDOO EFI-4


irá aplicar um ponto fixo de 20º apms. Isto serve para que o
distribuidor seja ajustado com o auxilio de uma pistola de ponto
para obter-se uma leitura de 20º. Assim que conseguir ajustar o
distribuidor, trave-o e aperte a tecla OK.

Desta forma a injeção estará aplicando o ponto corretamente no


motor. Essa função sincroniza a leitura do ponto do motor com o ponto
de ignição a ser aplicado.
Dê preferência por utilizar uma pistola de ponto digital para obter
maior precisão na leitura do ponto de ignição quanto for ajustar o
distribuidor. A calibragem pode ser feita em qualquer rotação do motor.

80 PANDOO PERFORMANCE PARTS


Funções Especiais
O modulo de injeção Pandoo EFI-4 oferece além do controle
de injeção e ignição, diversas funções como acionamento de
eletro-ventilador, boosters, shift-light, 3-Step com corte para Burn-
out, Pré-Stage e Corte de Giro e limitar de temperatura do motor
e pressão de turbo.

Burn-out

A função de Burn-out oferece a possibilidade de um limitador


de giro do motor exclusivo para executar o aquecimento dos
pneus na tentativa de obter melhor aderência dos pneus. É
possível selecionar qual booster será utilizado no burn-out quando
a Pandoo EFI-4 for configurada para controlar o acionamento de
boosters. Para programar ou utilizar a função de burn-out, existem
duas maneiras; a primeira é navegando pelos menus utilizando
as setas par cima e para baixo até encontrar o menu Funções
Especiais e depois com a seta para direita encontrar a opção
Burn-out. A segunda maneira é utilizar um atalho, pressionando
simultaneamente as setas para direita e esquerda, desde que
esteja em qualquer parte dos menus ou do monitoramento
(computador de bordo).

A primeira opção dentro da função Burn-Out é a seleção da


rotação máxima do motor que será permitido quando estiver com
o Burn-Out ativado. Selecione utilizando as setas para cima e para
baixo:

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 81


Para selecionar o booster utilizado, use a seta para direita para
encontrar a próxima opção da função Burn-Out.

Utilize as setas para cima e para baixo para selecionar o


booster que será utilizado enquanto utilizar a função Burn-Out.
Depois de executar o Burn-Out, existem duas opções
para desativar a função. Apertando a tecla OK, tanto o corte de
giro como o booster selecionado serão memorizados para a
próxima vez que for utilizar esta função. Mas se for pressionado a
tecla CANCEL, nada será memorizado.

Corte de Arrancada

A função de Corte de Arrancada permite arrancar com o motor


em uma rotação pré-determinada e ainda selecionar parâmetros
de ponto de ignição e enriquecimento de combustível exclusivos
para esta situação. Este corte será ativado ao manter pressionado
o botão de corte normalmente colocado em local de fácil acesso
ao piloto e ligado diretamente à injeção. Este corte de ignição
auxilia o carro a arrancar com menor giro do motor.

Dentro desta função existem diversas opções para configurar.


Utilize as setas para direita e esquerda para navegar entre as
opções e as setas para cima e para baixo para selecionar os
valores desejados.

82 PANDOO PERFORMANCE PARTS


Selecione a rotação desejada para o corte de giro quando o
corte de arrancada estiver ativo.

Ajuste o ponto de ignição e de preferência por utilizar


ponto de ignição zerado ou negativo, conseguindo desta
forma um aquecimento maior dos gases do escapamento e
conseqüentemente uma elevação na pressão do escapamento
fazendo com que a turbina consiga gerar uma pressão maior
ainda com o carro parado.

Determine a porcentagem de enriquecimento necessário


para conseguir um melhor aproveitamento da função de corte de
arrancada.

Selecione com que antecedência a injeção irá aplicar os


ajustes de ponto de ignição e enriquecimento de combustível em
relação a rotação do corte de arrancada programado.

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 83


E por último, deve-se programar quanto tempo o botão de corte
precisa permanecer pressionado antes que o módulo de injeção
entenda que o corte de arrancada está ativo. Isso é necessário
para que o mesmo botão de corte funcione como acionamento
de boosters.
Depois de programado o corte de arrancada, toda vez que o
botão de corte permanecer pressionado por pelo menos o tempo
programado, a injeção aplicará o corte programado juntamente
com o ponto de ignição e enriquecimento selecionados. Assim
que soltar o botão de corte, a injeção voltará a seu funcionamento
normal.
Utilize com cautela o recurso de corte de arrancada, pois dependendo
do tempo de uso e parâmetros utilizados, pode-se danificar gravemente
as peças internas do motor, turbina e escapamento.
Este recurso quando usado, produz geralmente um barulho
muito forte no escapamento.

Limitador de Rotação

Quando as funções de Corte de Arrancada e Burn-Out não


estão em operação, o giro do motor é limitado por esta função, a
de Limitador de Rotação. Para chegar a esta função, navegue com
as setas para cima e para baixo dentro dos menus, até encontrar
o menu Funções Especiais e utilize as setas para direita e para
esquerda até encontrar a opção de Limitador de Rotação.

84 PANDOO PERFORMANCE PARTS


Dentro desta função é possível selecionar qual o tipo de corte
será executado para limitar a rotação ou mesmo desativar esta
função.
Utilize as setas para selecionar dentre as opções disponíveis:
IGNIÇÃO, COMBUSTIVEL, IGNIÇÃO/COMBUSTIVEL e
DESATIVADO.

Selecione também a rotação de corte.

Sempre mantenha habilitado o Limitador de Rotação para


proteger o motor contra giros excessivos.

Limitador de Temperatura

Esta função previne o trabalho do motor em temperaturas acima


da aqui determinada. Pode ser em corridas de circuito para forçar a
parada nos boxes quando o motor estiver fervendo. Utilize as setas
para cima e para baixo para encontrar o menu Funções Especiais e
depois para direita até encontrar a opção Limitar Temperatura.

Utilizando as setas para direita e esquerda, navegue dentro

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 85


das opções desta função, usando as setas para cima e para baixo
para selecionar os valores e opções desejadas.
Selecione primeiramente se deseja deixar o limitador de
Temperatura do Motor LIGADO ou DESLIGADO.

Determine qual a temperatura máxima permitida no


funcionamento do motor.

Selecione agora qual a rotação máxima permitida quando


o motor estiver com a temperatura de trabalho acima do limite
estabelecido.

Com esta função, pode-se ter mais uma proteção para o


funcionamento do motor.

Limitador de Pressão de Turbo

Esta função bloqueia o funcionamento do motor em pressões


de turbo acima do programado. Utilize as setas para cima e para
baixo para encontrar o menu Funções Especiais e depois para
direita até encontrar a opção Limitar Pressão.

86 PANDOO PERFORMANCE PARTS


Utilizando as setas para direita e esquerda, navegue dentro
das opções desta função, usando as setas para cima e para baixo
para selecionar os valores e opções desejadas.
Selecione primeiramente se deseja deixar o limitador de
Pressão de Turbo LIGADO ou DESLIGADO.

Determine agora qual a pressão de turbo que será permitida.

Com esta função ativada, toda vez que a pressão de turbo


exceder a determinada, a injeção irá cortar a ignição, forçando a
queda de pressão da turbina.

Shift-Light

Esta função ativa uma saída para Shift-Light existente no chicote


da injeção. Pode ser usada para realmente acender um canhão de luz
indicando a necessidade de troca de marcha ou ainda para acionar
funções que baseiam-se na rotação do motor como acionamento de
solenóide para variação de comando de válvulas ou troca automática
de marcha em câmbios powerglide entre outras. Utilize as setas para
cima e para baixo para encontrar o menu Funções Especiais e depois

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 87


para direita até encontrar a opção Shift-Light.

Selecione a rotação que deseja ativar a saída de Shift-Light e


pressione OK.

Sempre que o motor atingir a rotação determinada, a saída de


Shift-Light será acionada automaticamente.

Boosters

A função de Boosters permite controlar o acionamento de até 2


Booster, podendo o motor trabalhar com 3 pressões distintas de turbo
controlada por apenas um botão. Na verdade a injeção utiliza o mesmo
botão para corte de arrancada e para acionamento de boosters. O que
diferencia é que para acionar os boosters, deve-se pressionar o botão
e soltar logo em seguida. Para acionar o corte de arrancada, deve-se
manter pressionado o botão e soltar apenas quando desejar desabilitar
o corte de arrancada. Quando o corte de arrancada for acionado,
o controle de booster irá desligar os boosters simultaneamente.
Desta forma o carro irá largar com a pressão regulada na válvula
e os boosters somente serão ativados quando o botão voltar a ser
pressionado e solto logo em seguida. Os boosters serão acionados de
forma seqüencial ao comando do botão. Para encontrar esta função,
utilize as setas para cima e para baixo para encontrar o menu Funções
Especiais e depois para direita até encontrar a opção Boosters.

88 PANDOO PERFORMANCE PARTS


Utilizando as setas para direita e esquerda, navegue dentro
das opções desta função, usando as setas para cima e para baixo
para selecionar os valores e opções desejadas.
Selecione primeiramente se deseja deixar o acionamento de
Boosters pelo botão LIGADO ou DESLIGADO.

Determine agora a quantidade de boosters que serão


acionados: 0, 1 ou 2.

Mesmo com os solenóides instalados, é possível desligar o


acionamento dos mesmos apenas selecionando a opção DESLIG.
e também limitar a quantidade de boosters disponível através do
número de booster existente.

Eletro-Ventilador

Esta função controla o acionamento do eletro-ventilador ou


ventoinha do motor. Utilize as setas para cima e para baixo para
encontrar o menu Funções Especiais e depois para direita até
encontrar a opção Eletro-Ventilador.

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 89


Utilizando as setas para direita e esquerda, navegue dentro
das opções desta função, usando as setas para cima e para baixo
para selecionar os valores e opções desejadas.

Determine a temperatura que o eletro-ventilador deverá ser


ligado.

Em seguida determine qual a temperatura que deverá ser


desligado.
Com esta função, pode-se fazer com que o motor trabalhe em
uma faixa de temperatura determinada.

Atuador de Lenta

Esta função controla uma válvula solenóide para fornecer uma


entrada extra de ar para o motor, de forma que nas situações que
for necessário elevar a rotação, esta válvula é acionada, impedindo
que o motor afogue. Para encontrar esta função, utilize as setas
para cima e para baixo até o menu Funções Especiais e depois
para direita até encontrar a opção Atuador de Lenta.

90 PANDOO PERFORMANCE PARTS


Utilizando as setas para direita e esquerda, navegue dentro
das opções desta função, usando as setas para cima e para baixo
para selecionar os valores e opções desejadas.
Selecione primeiramente se deseja deixar a função Atuador de
Marcha Lenta LIGADO ou DESLIGADO.

Selecione agora, abaixo de qual temperatura do motor o


atuador de marcha lenta permanecerá acionado.

Em seguida, determine qual a rotação do motor que o atuador


de marcha lenta permanecerá acionado, se a rotação cair abaixo
do RPM programado.

Determine também, por quantos segundos o atuador de


marcha lenta ficará acionado quando a rotação cair abaixo do
RPM programado.

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 91


Também deve-se programar o tempo que o atuador de marcha
lenta permanecerá acionado logo após a partida do motor,
facilitando a estabilização da marcha lenta.

E por final, seleciona-se qual o enriquecimento desejado a


ser aplicado na injeção de combustível, toda vez que acontecer o
acionamento do solenóide de marcha lenta.

Com estes parâmetros, é possível impedir que o motor pare


quando a ventoinha é acionada ou ainda quando o ar condicionado
for ligado.

92 PANDOO PERFORMANCE PARTS


Memória e Bloqueios
Todos os ajustes programados na injeção Pandoo EFI-4, são
armazenados em chamados MAPAS. Existe a possibilidade de
utilizar armazenar até 3 mapas diferentes e dar nomes a cada um
destes mapas, facilitando o manuseio e escolha dos mesmos.
Pode-se também salvar o mapa em uso em cima de outro mapa e
ainda escolher qual mapa deseja utilizar.
Para proteger os ajustes programados, é possível com senha o
acesso aos mapas e ainda bloquear a partida através de outra senha.
O menu Memória e Bloqueios fornece estas opções.

Trocar Mapa em uso

Possibilita a seleção de qual mapa utilizar no funcionamento


da injeção. Sempre que entrar nesta função, será mostrado
como opção inicial o mapa que estiver sendo utilizado naquele
momento. Para acessar esta função, utilize as setas para cima e
para baixo para encontrar o menu Memória e Bloqueios e depois
com a seta para direita encontre a opção Trocar Mapa em uso.

Utilize as setas para cima e para baixo para selecionar o mapa


que deseja utilizar no funcionamento da injeção.

Para selecionar o mapa escolhido utilize a tecla OK.


Caso deseja cancelar a escolha e permanecer com o mapa
atual, utilize a tecla CANCEL.

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 93


Mudar Nome do Mapa

Permite a edição do nome do mapa em uso, facilitando a


identificação do mapa pelo nome e não somente pelo número.
Para acessar esta função, utilize as setas para cima e para baixo
para encontrar o menu Memória e Bloqueios e depois com a seta
para direita encontre a opção Mudar Nome do Mapa.

Utilize as setas para cima e para baixo para selecionar a letra


de cada posição do nome do mapa em edição e as setas para
direita e esquerda para se mover nas posições dentro do nome.

Quando terminar a edição do nome utilize a tecla OK para gravar


ou acione a tecla CANCEL para descartar toda a modificação feita
no nome do mapa.

Salvar Mapa Atual em...

Com esta função, é possível armazenar o mapa atual em uso


em cima de outra posição. Por exemplo, se o mapa em uso é o
mapa numero 1, pode-se salvar este mapa em cima do mapa 2
ou 3. Sempre que entrar nesta função, será apresentado como
opções apenas os mapas que não estão sendo utilizados. Para
acessar esta função, utilize as setas para cima e para baixo para

94 PANDOO PERFORMANCE PARTS


encontrar o menu Memória e Bloqueios e depois com a seta para
direita encontre a opção Salvar Mapa Atual em.

Ao entrar nesta função utilize as setas para cima e para baixo


para selecionar qual o mapa será sobreposto com os ajustes
atualmente em uso, ou seja, o mapa atual. Observe que o mapa
atual não será mostrado como opção.

Depois de selecionar onde deseja salvar o mapa atual,


tecle OK que o módulo irá gravar todos os ajustes atuais em
cima deste mapa escolhido, sobrepondo todas as informações
e programações que estavam salvas neste mapa. E por final a
injeção passará a utilizar este mapa, alterando o mapa em uso
para o número escolhido.
Caso desista de salvar o mapa em uso em cima de outro
mapa, tecle CANCEL.

Bloqueio da Partida

Fornece uma segurança extra, bloqueando a partida do motor


caso a senha programada não seja digitada antes de dar a partida
no motor. Esta senha não deve ser perdida, pois neste caso o
módulo deverá ser remetido à PANDOO para o reset da senha, não

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 95


sendo possível isso ser feito no local, somente nos laboratórios da
PANDOO. Para acessar esta função, utilize as setas para cima e
para baixo para encontrar o menu Memória e Bloqueios e depois
com a seta para direita encontre a opção Bloqueio da Partida.

Em todas as telas de digitação de senha, utilize as setas para


cima e para baixo para selecionar o numero correto e as setas
para direita e esquerda para selecionar o digito a editar.
Existe duas possibilidade quando se entra nesta função,
dependendo de como esta o bloqueio da partida atualmente,
ou seja, habilitado ou desabilitado. Caso o bloqueio esteja
desabilitado, significa que ao entrar nesta na função, tenta-se
habilitá-lo, então a PANDOO EFI-4 irá solicitar uma criação de
senha e depois a confirmação da senha como segue abaixo:

Neste caso, como a tentativa é de habilitar o bloqueio, após a


confirmação da senha, será mostrado uma mensagem que pode
ser de sucesso no procedimento:

96 PANDOO PERFORMANCE PARTS


Ou caso a senha tenha sido confirmada erroneamente, será
apresentado uma mensagem de senha inválida:

Caso tenha sucesso em habilitar o bloqueio, toda vez que ligar


a injeção será solicitado a digitação da senha escolhida. Memorize
esta senha pois sem ela não será possível em hipótese alguma
dar a partida no motor.
Para desativar o bloqueio de partida, desprotegendo a partida
do motor, que seria a segunda possibilidade quando se entra nesta
função. Ao entrar nesta função a PANDOO EFI-4 irá solicitar a digitação
da senha que atualmente é utilizada para desbloquear a partida.

Após digitar a senha atual de bloqueio de partida, será


fornecido uma mensagem que poderá ser a confirmação do
desbloqueio permanente:

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 97


Ou uma mensagem avisando da digitação de senha errada:

Sempre que desejar cancelar a digitação de senha utilize a


tecla CANCEL e para confirmar o final da digitação das senha,
utilize a tecla OK.

Bloqueio dos Mapas

Fornece uma segurança extra para o preparador, bloqueando


o acesso aos mapas e ajustes programados. Com o bloqueio
habilitado, sempre que tentar entrar nos mapas, será solicitado a
digitação da senha aqui escolhida. Muita atenção na memorização
desta senha pois sem ela não é possível desbloquear o módulo
PANDOO, sendo necessário o envio do mesmo para o reset da
senha, não sendo possível isso ser feito no local, somente nos
laboratórios da PANDOO. Para acessar esta função, utilize as
setas para cima e para baixo para encontrar o menu Memória
e Bloqueios e depois com a seta para direita encontre a opção
Bloqueio dos Mapas.

Em todas as telas de digitação de senha, utilize as setas para


cima e para baixo para selecionar o numero correto e as setas
para direita e esquerda para selecionar o digito a editar.
Existe duas possibilidade quando se entra nesta função,

98 PANDOO PERFORMANCE PARTS


dependendo de como esta o bloqueio dos mapas atualmente,
ou seja, habilitado ou desabilitado. Caso o bloqueio esteja
desabilitado, significa que ao entrar nesta na função, tenta-se
habilitá-lo, então a PANDOO EFI-4 irá solicitar uma criação de
senha e depois a confirmação da senha como segue abaixo:

Neste caso, como a tentativa é de habilitar o bloqueio, após a


confirmação da senha, será mostrado uma mensagem que pode
ser de sucesso no procedimento:

Ou caso a senha tenha sido confirmada erroneamente, será


apresentado uma mensagem de senha inválida:

Caso tenha sucesso em habilitar o bloqueio, toda vez que


entrar nos mapas será solicitado a digitação da senha escolhida.
Memorize esta senha pois sem ela não será possível em hipótese
alguma acessar os ajustes e mapas.
Para desativar o bloqueio dos mapas, desprotegendo assim
os ajustes e liberando o acesso aos mapas, que seria a segunda
possibilidade quando se entra nesta função. Ao entrar nesta
função a PANDOO EFI-4 irá solicitar a digitação da senha que
atualmente é utilizada para permitir o acesso aos mapas.

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 99


Após digitar a senha atual de bloqueio dos mapas será
fornecido uma mensagem que poderá ser a confirmação do
desbloqueio permanente:

Ou uma mensagem avisando da digitação de senha errada:

Sempre que desejar cancelar a digitação de senha utilize a


tecla CANCEL e para confirmar o final da digitação das senha,
utilize a tecla OK.

100 PANDOO PERFORMANCE PARTS


Menu Rápido
Monitoramento
O monitoramento ou computador de bordo como também é
conhecido, tem a função de informar dados sobre os sensores e atuadores
ligados à injeção. Assim é possível monitorar os tempos de injeção,
porcentagem de abertura dos bicos, rotação do motor, entre outros. E
informa também os valores mínimos e máximos de alguns sensores.
Sempre que não for pressionada nenhuma tecla dentro dos
menus da injeção por mais de 45 segundos, automaticamente a
função de monitoramento será ativada.
Para acessar esta função, utilize as setas para cima e para
baixo para encontrar o Menu Rápido e se necessário utilize as
setas para direita ou esquerda para encontrar esta função.

Se nenhuma tecla for pressionada, serão apresentadas todas


as telas do monitoramento automaticamente, mudando em
intervalos de tempo.
Caso deseje observar uma determinada tela do monitoramento, utilize
as setas para selecionar. Para voltar ao modo automático de amostragem
de telas, é necessário sair do monitoramento e entrar novamente.
Para sair do monitoramento utilize a tecla OK.
Dentro do monitoramento é possível zerar os valores de
mínimos e máximos dos sensores que foram memorizados. Basta
segurar pressionada a tecla CANCEL por 5 segundos.
Dependendo de como estiver configurado o modo de
funcionamento da bancada de bicos B, ou seja, simultâneo ou
independente, e ainda se a injeção estiver no modo aspirado
ou turbo, as telas mostram diferentemente as informações dos
sensores.
A seguir a descrição das telas disponíveis no monitoramento.

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 101


Monitoramento com bancada de bicos B – simultâneo

posição de abertura da borboleta


depressão/pressão absoluta do coletor
rotação do motor
avanço do ponto de ignição

posição de abertura da borboleta


depressão/pressão absoluta do coletor
rotação do motor
tempo de injeção do combustível

tempo de injeção do combustível


porcentagem de abertura dos bicos

máximo tempo de injeção atingido


máximo percentual de abertura dos bicos

temperatura atual do motor


temperatura mínima atingida no motor
temperatura máxima atingida no motor

temperatura atual do ar admitido


temperatura mínima atingida no ar admitido
temperatura máxima atingida no ar admitido

depressão/pressão absoluta do coletor


máxima depressão/pressão absoluta do
coletor

posição de abertura da borboleta


máxima abertura da borboleta

rotação do motor
rotação do motor – máximo atingido

avanço do ponto de ignição


máximo avanço do ponto de ignição atingido

tensão da bateria
mínima tensão da bateria
máxima tensão da bateria

102 PANDOO PERFORMANCE PARTS


Monitoramento com bancada de bicos B – independente

posição de abertura da borboleta


depressão/pressão absoluta do coletor
rotação do motor
avanço do ponto de ignição

depressão/pressão absoluta do coletor


rotação do motor
tempo de injeção do combustível – bancada A
tempo de injeção do combustível – bancada B

tempo de injeção do combustível


porcentagem de abertura dos bicos
bancada A e Bancada B

máximo tempo de injeção atingido


máximo percentual de abertura dos bicos
bancada A e bancada B

temperatura atual do motor


temperatura mínima atingida no motor
temperatura máxima atingida no motor

temperatura atual do ar admitido


temperatura mínima atingida no ar admitido
temperatura máxima atingida no ar admitido

depressão/pressão absoluta do coletor


máxima depressão/pressão absoluta do
coletor

depressão/pressão absoluta do coletor


máxima depressão/pressão absoluta do
coletor

rotação do motor
rotação do motor – máximo atingido

avanço do ponto de ignição


máximo avanço do ponto de ignição atingido

tensão da bateria
mínima tensão da bateria
máxima tensão da bateria

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 103


Ativar Burn-Out
Este é um atalho para a função de burn-out descrita em
Funções Especiais – Burn-Out.
Existe também outra forma de entrar nesta função de maneira
mais rápida, outra atalho através das teclas. Pressionando
simultaneamente as setas para esquerda e para direita, desde que
esteja dentro no monitoramento ou em alguma parte dos menus.
Feito isto, automaticamente a função Burn-Out será ativada.
Para acessar esta função, utilize as setas para cima e para
baixo para encontrar o Menu Rápido e se depois utilize as setas
para direita ou esquerda.

Zerar Mínimo/Máximo
Este função é usada para zerar a memória de valores mínimos
e máximos de cada sensor que é mostrada no monitoramento.
Esta função também pode ser executada de dentro do
monitoramento com um atalho. Pressionando-se por 5 segundos a
tecla CANCEL também consegue-se zerar a memória de mínimos
e máximos dos sensores.
Aqui na função é necessário confirmar a operação para zerar
a memória.
Para acessar esta função, utilize as setas para cima e para
baixo para encontrar o Menu Rápido e se depois utilize as setas
para direita ou esquerda.

104 PANDOO PERFORMANCE PARTS


Ao entrar nesta função, será apresentado uma solicitação de
confirmação como segue:

Caso queira confirmar utilize a tecla OK e então será


apresentado uma tela confirmando a execução da função.

Se for cancelar a função e desistir de zerar a memória de


mínimos e máximos, utilize a tecla CANCEL.

Controle de Brilho

Nesta função é possível programar o brilho do display para


modo dia e modo noite.
Para acessar esta função, utilize as setas para cima e para
baixo para encontrar o Menu Rápido e se depois utilize as setas
para direita ou esquerda.

Ao entrar nesta função, será apresentado a tela correspondente


ao modo atual de brilho do display que pode ser uma das
seguintes telas:

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 105


Para alternar entre o modo dia e modo noite, utilize as setas para
a direita ou esquerda e para aumentar ou diminuir a porcentagem
de intensidade do brilho use as setas para cima e para baixo.
Escolha o modo que deseja deixar o display e tecle OK.
Se desejar cancelar as modificações feitas e permanecer no
mesmo modo de brilho que estava, utilize a tecla CANCEL.
Nesta função é possível selecionar a porcentagem da intensidade
do brilho do display para dia e noite e também selecionar em qual modo
deseja permanecer. Mas existe um atalho através das teclas quando se
está em qualquer parte dos menus. Pressione a tecla CANCEL por 5
segundos em qualquer ponto do sistema de menus da injeção e alternará
de modo dia para modo noite e vice-versa, de maneira automática. Sem
a necessidade de entrar na função de controle de brilho.

Número de Série

Aqui é possível verificar o número de série do módulo de injeção


Pandoo, bem como a versão de software atualmente instalada.
Para acessar esta função, utilize as setas para cima e para
baixo para encontrar o Menu Rápido e se depois utilize as setas
para direita ou esquerda.

106 PANDOO PERFORMANCE PARTS


Ao entrar nesta função, será apresentado a tela contendo
estas informações.

Depois de verificar os dados, aperte a tecla OK para sair e


retornar ao menu.
O número de série e versão de software da injeção é necessário
sempre que for solicitar suporte técnico junto a PANDOO PERFORMANCE
PARTS ou ainda para enviar o módulo para atualizações.

INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 107


108 PANDOO PERFORMANCE PARTS
INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 109
110 PANDOO PERFORMANCE PARTS
INJEÇÃO ELETRÔNICA - EFI-4 111
site: www.pandoo.com.br
e-mail: pandoo@pandoo.com.br
telefone: (11) 3013-2866
suporte: (17) 7811-0724
112 PANDOO PERFORMANCE PARTS
nextel id: 80*12741

Você também pode gostar