Você está na página 1de 2

O CRESCENTE FÉRTIL:

• BERÇO DAS PRIMEIRAS CIVILIZAÇÕES;


• ATUAL IRAQUE ATÉ EGITO;
• GRANDES RIOS;
• TERRAS FÉRTEIS.
• IMPÉRIOS TEOCRÁTICOS DE REGADIO;
- LÍDER = DEUS OU REPRESENTANTE DELE;
- APROVEITAMENTO DE CHEIAS DOS RIOS
- CIVILIZAÇÕES FLUVIAIS;
• MODO DE PRODUÇÃO ASIÁTICO:
- ESTADO = DONO DAS TERRAS;
- POPULAÇÃO = OBRAS PÚBLICAS E PRODUÇÃO EM GERAL SOB FORMA DE SERVIDÃO COLETIVA;
- OBRIGAÇÕES BÁSICAS: PAGAMENTO DE IMPOSTOS, SERVIÇO MILITAR E PRODUÇÃO;
• RECURSOS AGRÍCOLAS DISTRIBUÍDOS PELO ESTADO.
EGITO MESOPOTÂMIA
· Rio Nilo – “Egito uma dádiva do Nilo”. O ciclo · “Terra entre rios” – Tigre e Eufrates.
das águas nesta região promovia o regular transbordamento · Região de passagem entre o oriente e o ocidente:
do rio que, durante a seca, deixava um rico material orgânico disputada.
na superfície de suas terras. Percebendo tal alteração, os · Alta Mesopotâmia: Norte  Montanhosa
egípcios tiveram a capacidade de desenvolver uma · Média e Baixa Mesopotâmia  Centro e Sul: o
civilização próspera que se ampliou graças às fartas colheitas mesmo processo de enchentes do rio Nilo no Egito.
realizadas. Dessa forma, temos definido o processo de
desenvolvimento e expansão dos egípcios.
· Defesas Naturais: Desertos, Mar Mediterrâneo,
Mar Vermelho;
- Comunidades primitivas = GENS; Sucessão de vários povos:
- União de GENS = NOMOS (Nomarca = líder); · Sumérios:
- União de NOMOS = REINOS (ALTO e BAIXO); – Origem semita
- União de REINOS = IMPÉRIO (Menés – 1º faraó) – Fundaram as primeiras cidades mesopotâmicas: Ur, Uruk e
Antigo Império (3200 – 2300 a.C); Lagash
· Tínis e Mênfis; – Formaram cidades-Estado governadas pelo patesi
· Grandes pirâmides e obras de irrigação; (supremo-sacerdote e chefe militar absoluto)
· ESTADO + altos funcionários = controle – Estabeleceram relações comerciais com vários povos da
administrativo; costa do Mediterrâneo e do Vale do Indo
· Revoltas no final do período (altos impostos e – Criaram a escrita cuneiforme
trabalho excessivo); · Acádios:
Médio Império (2000 – 1580 a.C); – Origem semita
· Tebas; – 2300 a.C.  Sargão I: unificou politicamente a
· Faraós X Nomarcas; mesopotâmia
· Entrada de Hebreus no Egito; “Soberano dos quatro cantos do mundo”
· Invasão dos Hicsos (introdução de cavalos e · 1º Império Babilônico (2000 – 175 a.C):
metalurgia). – Séc. XVIII a.C.  Império de Hamurábi
Novo Império (1580 – 517 a.C); Unificou a Mesopotâmia
· Tebas; Código de Hamurábi: “Lei de Talião”  “olho por olho,
· Xenofobia e militarismo; dente por dente”
· Escravização de hebreus (ÊXODO – retirada de – Hamurábi: transformou “Marduk” na principal divindade
hebreus do Egito); da Mesopotâmia
· –
Conquistas territoriais (Palestina, Fenícia e Síria); Morte de Hamurábi  invasão dos hititas e cassitas
· Tentativa monoteísta (Amenófis IV – Aton); · Assírios:
Em 525 a.C., os persas conseguiram conquistar os egípcios no – Estado militarizado  cultura de guerra: ligada à religião
momento em que se vivia um período de instabilidade, (Deus Assur)
marcado por diversas revoltas camponesas. Nos séculos – Governo de Sargão II  conquistaram o Reino de Israel
seguintes, os egípcios foram alvo da dominação de outros – Governo de Assurbanipal  máxima extensão da
diferentes povos: gregos, macedônios e romanos. Mesopotâmia
Conquistou o Egito
· 2º Império Babilônico ou Caldeu (612 – 539
a.C.)
– Governo de Nabucodonosor:
Derrotou os assírios
- Determinou a construção dos Jardins Suspensos da
Babilônia  homenagem ao Deus Marduk
- Expandiu o império: dominou a Fenícia, Síria e Palestina
- Escravizou os hebreus  “Cativeiro da Babilônia”
- Morte de Nabucodonosor (539 a.C.)  Conquista persa
liderada por Ciro, o “Grande”
Economia: Economia:
· Agrícola; · Agrícola (principal), com comércio e artesanato
· Comércio interno e externo (navegação pelo desenvolvidos;
Nilo) · Servidão coletiva;
· Servidão coletiva; · Propriedade da terra = deuses (governo e
· Propriedade da terra = Faraó (governo) templos)

Sociedade: Sociedade:
· Faraó (considerado um deus vivo) e sua família · Dominantes: governantes, sacerdotes, militares e
· Sacerdotes, altos funcionários e nobreza. comerciantes.
Dominantes, detinham o poder de quatro formas básicas de Detinham o poder de quatro formas básicas de manifestação
manifestação desse poder: riqueza, política, militar e saber. desse poder: riqueza, política, militar e saber. Posição mais
elevada era do rei que detinha poderes políticos, religiosos e
· Camponeses (felás) e escravos (normalmente militares. Ele não era considerado um deus, mas sim
presos de guerra estrangeiros). representante dos deuses.
Dominados, consumiam diretamente o que produziam e eram
obrigados a entregar excedentes para os dominantes · Dominados: camponeses, pequenos artesãos e
escravos (normalmente presos de guerra).
Consumiam diretamente o que produziam e eram obrigados a
entregar excedentes para os dominantes

Religião: Religião:
· Politeísta, · Politeísta,
· Antropozoomórfica, · Deuses = fenômenos naturais, sem crença de vida
· Culto a diversos animais (vaca, touro, gato, após a morte, cerimoniais visando recompensas terrenas;
crocodilo...), · Embora cada cidade tivesse sua divindade, havia
· AMON-RÁ (Sol) – principal Deus, deuses cultuados em toda a Mesopotâmia
· Crença na vida pós-morte; · Sacerdote: representava os deuses – combinava
poder político com religioso: responsável pela adoração dos
deuses

Cultura: Cultura:
· Conhecimentos de medicina, anatomia, técnicas · ESCRITA CUNEIFORME
de mumificação, - Origem sumeriana  mas usada pelos assírios, sumérios,
sírios, hebreus e persas
· Calendário solar com o ano dividido em 12 meses
- Origem: religiosa  forma de cunha
de 30 dias, - Escrita Ideográfica  objeto representado expressava uma
ideia
· Arquitetura grandiosa especializando-se em · CÓDIGO DE LEIS
obras hidráulicas e religiosas, - Continha 282 leis: questões sobre comércio, propriedade,
família, herança, escravidão
· Pintura sem utilização de perspectiva voltada para
- Lei de Talião: “olho por olho, dente por dente”  a
a religião, punição deve ser idêntica/proporcional ao delito cometido
· Zigurates: templos religiosos
· Escrita de 3 tipos: HIEROGLÍFICA, · Astronomia: Sacerdotes grandes conhecedores de
HIERÁTICA e DEMÓTICA. Escrita Ideográfica  objeto astronomia. Ligada à Astrologia. Torres dos Templos:
representado expressava uma ideia observatórios astronômicos. Conheciam a diferença entre os
planetas e as estrelas
Dividiram o ano em 12 meses, os meses em semanas, as
semanas em 7 dias
· Matemática:
Conheciam a multiplicação e a divisão
Dominavam operações de raízes quadradas e cúbicas
Dividiram o círculo em 360 graus
· Medicina:
Catalogação de plantas medicinais
Medicina: ligada à adivinhação  mas não era confundida
com a simples magia
Médicos: trabalhava junto com os adivinhos  para
diagnosticar os males
Acreditavam que todos os males não tinham origem
sobrenatural  utilizavam plantas e faziam intervenções
cirúrgicas