Você está na página 1de 5

Suicídio e

Transtornos de Humor

Lena Nabuco de Abreu

Suícidio - História
• Sui (próprio) e cidium (matar)

• Exclusivo da espécie humana

• Século XIX
• Robert Burton “Anatomy of Melancholy” (1862)
• Jonh Donne “Blathanatos” (1887)

Jaminson K, 1999

Suicídio - Definições
• National Institute of Mental Health (1972)
• Suicídio completo
• Tentativa de suicídio
• Ideação suicida

• National Institute of Medicine (2002)


• “Atos auto-lesivos cometidos com alguma intenção de
morrer e cuja intencionalidade pode ser inferida por meio
da letalidade do ato ou pelas declarações feitas pelos
indivíduos antes ou depois do ato”

Beck, 1975, 1979; Goldsmith, 2002

© Copyright©2018 Editora Manole Ltda.


Modelos de Comportamento Suicida
Modelo BSM - Bipolar Suicidality Model (2013)

Mahli, 2013

Suicídio - Epidemiologia
• 90% das mortes por suicídio associadas a
transtorno mental
• 30% a 50% transtorno de humor

Diagnóstico Prevalência de Tentativas de


Suicídio

Depressão maior (n=1214) 12% (9-19%)

TB tipo I (n=606) 17% (10-18%)

TB tipo II (n=252) 24% (18-56%)

Cavanagh, 2003; Arsenauld, 2004, Nordentof, 2011; Rihmer et al, 2002

Suicídio – Fatores de risco


SUICÍDIO COMPLETO

 Sexo masculino
 Associação com história familiar para TB e suicídio
 Tentativas de suicídio prévias

TENTATIVAS DE SUICÍDIO

 Solteiros
 História familiar de suicidio
 História de abuso físico e sexual
 Idade de início precoce
 Hospitalização por depressão
 Ciclagem rápida
 Comorbidade com transtornos ansiosos, alimentares e dependência de
substâncias
 Sexo feminino
 Comorbidade com Axis II
 Tentativas de suicídio prévias.
Hawton, 2005

© Copyright©2018 Editora Manole Ltda.


Suicídio – Fatores de risco
• Gênero feminino
• Tentativas prévias
• Ideação suicida
• Idade de início precoce
• Desesperança e pessimismo
• Impulsividade, agressividade e hostilidade
• Estados mistos
• Ciclotimia
• Comorbidades -Transtornos por uso de substâncias
-Transtornos de personalidade
- Transtornos de ansiedade

Isometsa, 2014

Algoritmo para avaliação de pacientes com


comportamento suicida
Avaliação de fatores de risco agudos e crônicos

Se o risco piorar
se o risco for agudo

Segurança do paciente
Aliança terapêutica e suporte familiar
Plano de tratamento para fatores de risco agudos se o risco for crônico

Tratamento de fatores de risco crônicos


se o risco não for mais agudo
Medicamentos
Psicoterapia

Monitorização do paciente
Reavaliação do risco frente a fatores precipitantes

Goodwin and Jamison. Manic Depressive Illness, 2007

Suicídio - Tratamento

• Intervir em episódios
• Tratamento Agudo • Intervir em sintomas
Remissão do risco
•Farmacoterapia
• Tratamento Crônico •Psicoterapias
Prevenção de novos •Reabilitação neuropsicológica
comportamentos •Psicoeducação
•Exercício Físico

Goodwin and Jamison. Manic Depressive Illness, 2007

© Copyright©2018 Editora Manole Ltda.


Tratamento Medicamentoso
Tratamento Tempo Achados Limitações

Antidepressivos Curto e longo prazo não Achados contraditorios em Tempo real de de exposição
estabelecidos estudos controlados e não Suicidio como efeito
controlados em TDM colateral
Poucos estudos em TB Desfecho incidental
Antipsicoticos Possivel beneficio a curto Clozapina: unico Clozapina baseado em um
prazo reconhecido FDA unico estudo (sem efeito na
Clozapina a longo prazo (esquizofrenia) mortalidade)
Estudos limitados e
inconclusivos
Ansiolíticos Curto prazo Estudos limitados e Risco de desinibição
inconclusivos dependência
Anticonvulsivantes Curto e longo prazo não Valproato mais estudado: Comportamento suicida
estabelecidos similar ou pior que litio como desfecho incidental
Menos eficazes que lítio ?
Lítio Longo prazo Diminuição de risco de Suicídio como desfecho
suicídio em estudos incidental
controlados e não Viés de seleção
controlados (resposta/acompanhamento

Adaptado Tondo, 2015

Tratamento Psicoterápico

Meerwijk, 2016

..”.nós temos muito conhecimento sobre quem comete


suicídio: idade mais vulnerável, condição social,
gênero...sabemos também muito de como, onde e
quando...mas não temos certeza do porque as
pessoas cometem suicídio...inevitavelmente a
pesquisa e a literatura do suicídio refletem as
complexidades, inconsistências e falhas do nosso
entendimento. Também refletem séculos de tentativas
de explicar o incompreensível ato de se suicidar..."

Jamison K, 1999

© Copyright©2018 Editora Manole Ltda.


Obrigada

© Copyright©2018 Editora Manole Ltda.


Todos os direitos reservados.
O conteúdo aqui apresentado, na forma de imagens ou texto, é de responsabilidade exclusiva do
autor. Nenhuma parte deste conteúdo poderá ser reproduzida, por qualquer processo, sem a
permissão expressa dos autores e editores.

© Copyright©2018 Editora Manole Ltda.