Você está na página 1de 9

CENTRO DE ENSINO ALBERT EINSTEIN

“A educação centrada em três esferas: Aluno, Família e Professor”


DISCIPLINA: PROFESSORA: NAYRA SOUSA NOTA
SOCIOLOGIA
NOME: Nº PROVA AA
1° ANO_________ DATA:_____/_____/2016
OBSERVAÇÕES:
AVALIAÇÃO BIMESTRAL – 1° PERÍODO

1) Assinale a alternativa que contém as ciências que compões as Ciências Sociais:


a) Filosofia, senso comum e Biologia.
b) Biologia, matemática e antropologia.
c) Ciência Política, sociologia e antropologia.
d) Sociologia, antropologia e matemática.

2) Os discursos ou as teorias científicas são desenvolvidos através de um conjunto de técnicas e de experimentos


no intuito de compreender ou resolver um problema anteriormente apresentado. As Ciências Sociais, por exemplo,
possuem entre as suas diferentes missões o objetivo de investigar os problemas sociais que vivenciamos durante o
nosso cotidiano. Levando isso em consideração, qual das respostas abaixo é a correta?
a) O senso comum corresponde aos conhecimentos produzidos individualmente e que ainda não passaram por uma
validação científica.
b) O senso comum pode ser considerado um sinônimo da ignorância da população e uma justificativa para o atraso
econômico.
c) O senso comum e o conhecimento científico correspondem a duas formas de entendimento excludentes e possuidor
de fronteiras intransponíveis.
d) O senso comum corresponde a um conhecimento não científico utilizado como solução para os problemas
cotidianos, geralmente ele é pouco elaborado e sem um conhecimento profundo.

3) No que diz respeito às relações entre sociologia e mudanças sociais pode-se dizer que:
a) A sociologia é uma ciência que visa apreender cada sociedade em um dado momento sem poder explicar suas
transformações, que são objeto da História.
b) A sociologia só e capaz de explicar as transformações derivadas das lutas entre as classes.
c) Os estudos o qual a sociologia se dedica fundamentam-se no senso comum sendo impossível dar respostas aos
fenômenos sociais.
d) A sociologia estuda as relações sociais e as formas de associação, considerando as interações que ocorrem na vida
em sociedade.

4) “A sociologia é a ciência dos problemas sociais que emergem com a chegada do século XVIII. Que tem como
marco econômico e outro político social”. TELES, Maria Luiza. Sociologia para Jovens. Petropólis – RJ, Ed. Vozes:
2002. Baseado nas discussões em sala de aula e em seus conhecimentos - aponte as duas grandes revoluções que
contribuíram para o surgimento da sociologia:
_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________

5) “Antes de entrar em contato com a Sociologia, eu acreditava que as coisas aconteciam no mundo – e comigo –
porque fatores físicos e emocionais as causavam. Como grande parte das pessoas, eu achava que a fome ocorria por
causa das secas; a guerra, por causa da ganância territorial; o sucesso econômico, pelo trabalho árduo; o casamento,
pelo amor. (...) Mas meus professores de Sociologia conseguiram me mostrar, ao longo do meu curso de graduação,
evidências que contradiziam minhas respostas simplistas para essas questões. Se as secas são responsáveis pela fome,
por que tantos grupos passam fome em condições climáticas normais? Se o trabalho árduo gera a prosperidade, por
que tantas pessoas que trabalham duro durante toda a vida são pobres? Se o amor é a casa do casamento, por que
tantas famílias são lócus de violência contra a mulher e a criança? (BRYM, Robert. Sociologia: sua bússola para um
novo mundo. São Paulo: Cengage Learning, 2010, p.3). A perspectiva sociológica estabelece seu método de análise
com base na:
a) A busca de soluções definitivas para toda questão proposta.
b) Observação, construção de hipótese e verificação.
c) A observação casual de qualquer fenômeno social.
d) observação criteriosa dos fenômenos físicos e químicos.
6) A Sociologia surgiu com o objetivo de compreender as complexas relações sociais, ocasionadas pelas
transformações ocorridas ao longo da história do ocidente, para então explicar, as origens e as consequências desse
novo modelo de organização social. Sobre o surgimento da Sociologia e as transformações naquele período histórico,
assinale a alternativa correta.
a) A mecanização das fábricas, nas cidades, possibilitou o desenvolvimento econômico da população rural, que
recebeu investimentos pesados.
b) A Sociologia pretendia ser uma resposta intelectual aos problemas sociais, que surgiram com a Revolução
Industrial.
c) O controle religioso da sociedade foi possível com o emprego sistemático da razão e da ciência como solução para
os fatores sociais.
d) As atividades rurais foram os principais objetos de estudo dos intelectuais que deram origem à Sociologia como
ciência.

7) A Sociologia, juntamente com as outras ciências humanas surgiu em um contexto histórico que foi marcado
por vários fatores sociais, políticos, econômicos, exceto:
a) pela Revolução Industrial e pela afirmação do modo de produção capitalista.
b) pelo êxodo rural e por um processo de urbanização acelerado nos países industrializados.
c) pelo aparecimento de direitos trabalhistas e de mecanismos de proteção social.
d) pela explosão demográfica e pelo movimento migratório das populações europeias.

8) Com a afirmação do capitalismo estruturou-se, também uma nova sociedade, dividida em duas camadas:
a) os homens livres e os escravos.
b) os pequenos e os grandes proprietários.
c) a burguesia e o proletariado.
d) os operários e os agricultores.

9) A corrente teórica sociológica funcionalista que foi fundada por Émile Durkheim, procura entender a
sociedade através:
a) Das relações de produção, que determinam a estrutura social.
b) Do método compreensivo, que estuda as ações sociais dos indivíduos.
c) De explicações metafísicas, que apelam para seres divinos e heroicos.
d) Das funções exercidas pelos indivíduos e pelas instituições na sociedade.

Bom Desempenho!
CENTRO DE ENSINO ALBERT EINSTEIN
“A educação centrada em três esferas: Aluno, Família e Professor”
DISCIPLINA: PROFESSORA: NAYRA SOUSA NOTA
SOCIOLOGIA
NOME: Nº PROVA AA
2° ANO_________ DATA:_____/_____/2016
OBSERVAÇÕES:
AVALIAÇÃO BIMESTRAL (1° PERÍODO)

1) O trabalho
2) O emprego
3) Trabalho para Emile Durkheim
4) Trabalho para Karl Marx
5) Flexibilização do processo de trabalho
6) Desemprego
7) Fordismo
8) Taylorismo
9) Toyotismo
10) Trabalho semiescravo no século XXI

1- Frederick Winslow Taylor (1856-1915) elaborou um método de racionalização do trabalho chamado taylorismo.
Sobre este método, assinale a alternativa INCORRETA:
A) O objetivo desse método era sistematizar a produção capitalista, a fim de aumentar a produtividade do trabalho,
acarretando, segundo alguns críticos do taylorismo, um aumento da exploração da mais-valia.
B) A cronometragem de cada etapa da produção determinava o tempo médio, que passava a ser a referência a partir de
então para aquele conjunto de tarefas.
C) Havia uma separação rígida entre planejamento e execução no processo produtivo.
D) A economia do tempo de trabalho, propiciada pelo taylorismo, buscava ampliar o tempo livre dos trabalhadores,
garantindo-lhes, assim, maior possibilidade de lazer e de convivência social.

2- Acerca do fordismo, assinale a alternativa correta.


A) Corresponde a uma forma de organização do trabalho social datada historicamente, prescindindo da figura do
Estado e estabelecendo a livre negociação entre capital e trabalho.
B) Corresponde a uma forma de organização da produção e do trabalho, que vem possibilitando grande expansão e
acumulação do capital nos dias atuais, particularmente ao longo da década de 90.
C) Corresponde a uma forma de organização do trabalho social que sempre existiu na sociedade capitalista e que
envolve um compromisso entre capital e trabalho, mediado pelo Estado.
D) Corresponde a uma forma de organização do trabalho social datada historicamente e envolveu um compromisso
entre capital e trabalho mediado pelo Estado.

3- Fordismo é um termo que se generalizou a partir da concepção de Antonio Gramsci, que o utiliza para caracterizar o
sistema de produção e gestão empregado por Henry Ford, em sua fábrica, a Ford Motor Co., em Highland Park,
Detroit, em 1913. O método fordista de organização do trabalho produziu surpreendente crescimento da
produtividade, garantindo, assim, produção em larga escala para consumo de massa. O papel desempenhado pelo
fordismo, enquanto sistema produtivo, despertou, por exemplo, a atenção de Charles Chaplin, que o retratou com
ironia no filme Os Tempos Modernos.
Assinale a alternativa que apresenta características desse método de gestão e de organização técnica da produção de
mercadorias.
A) Unidade entre concepção e execução, instaurando um trabalho de conteúdo enriquecido, preservando-se, assim, as
qualificações dos trabalhadores.
B) Substituição do trabalho fragmentado e simplificado, típico da Revolução Industrial, pelas “ilhas de produção”,
onde o trabalho é realizado em equipes.
C) Supressão progressiva do trabalhador taylorizado e, conseqüentemente, combate ao “homem boi”, realizador de
trabalhos desqualificados, restituindo-se, em seu lugar, o trabalhador polivalente.
D) Controle dos tempos e movimentos do trabalho, com a introdução da esteira rolante, e de salários mais elevados
em relação à média paga nas demais empresas.
E) Redução das distâncias hierárquicas no interior da empresa, como forma de estimular o trabalho em grupos,
resultando em menos defeitos de fabricação e maior produção.
1- Os meios de comunicação social têm destacado o papel internacional que o Brasil pode ter quanto à produção dos
biocombustíveis. Essa inserção é vista por alguns economistas europeus ou dos EUA como se o Brasil fosse
uma fazenda para o mundo.
A respeito dessa inserção do Brasil no plano internacional, assinale a alternativa INCORRETA.
A) Significa também uma potencial ampliação das áreas a serem devastadas para o plantio, por exemplo, da cana-de-
açúcar e da soja.
B) Representa uma inserção na divisão internacional do trabalho ainda marcada pela condição de país da periferia do
capitalismo.
C) Trata-se de uma inserção que garantirá uma efetiva soberania nacional, pois aumentará as exportações.
D) Pode implicar relações de trabalho como as que se utilizam do deslocamento de mão-de-obra, impactando a
demanda por assistência médica e educacional em certas regiões.

2- Considerando a relação entre o desenvolvimento tecnológico e o trabalho nas sociedades capitalistas


contemporâneas, assinale a alternativa INCORRETA.
A) O discurso empresarial atribui aos trabalhadores desempregados grande parte da responsabilidade pelo desemprego
que vivenciam, pois eles não estariam se qualificando adequadamente.
B) A introdução da informática e de robôs na indústria exige dos trabalhadores que permanecem empregados
múltiplas habilidades para que operem vários equipamentos, sob pena deles não atenderem às exigências da
lucratividade desejada pelas empresas.
C) A diminuição de postos de trabalho na atividade industrial não expressa uma tendência histórica do capitalismo, de
substituição do trabalho vivo (trabalhadores) pelo trabalho morto (máquinas e equipamentos).
D) O desemprego estrutural e massivo que atinge, atualmente, cerca de 1,3 bilhões de trabalhadores(as) determina
uma diminuição no número de greves.

3- (UEL)
“No tempo em que os sindicatos eram fortes, os trabalhadores podiam se queixar do excesso de velocidade na linha
de produção e do índice de acidentes sem medo de serem despedidos. Agora, apenas um terço dos funcionários da IBP
[empresa alimentícia norte-americana] pertence a algum sindicato. A maioria dos não sindicalizados é imigrante
recente; vários estão no país ilegalmente; e no geral podem ser despedidos sem aviso prévio por seja qual for o
motivo. Não é um arranjo que encoraje ninguém a fazer queixa. [...] A velocidade das linhas de produção e o baixo
custo trabalhista das fábricas não sindicalizadas da IBP são agora o padrão de toda indústria.” (SCHLOSSER,
Eric.País Fast- Food. São Paulo: Ática, 2002. p. 221).

No texto, o autor aborda a universalização, no campo industrial, dos empregos do tipo Mcjobs “McEmprego”, comuns
em empresas fast-food. Assinale a alternativa que apresenta somente características desse tipo de emprego.
A) Alta remuneração da força-de-trabalho adequada à especialização exigida pelo processo de produção automatizado.
B) Alta informalidade relacionada a um ambiente de estabilidade e solidariedade no espaço da empresa.
C) Baixa automatização num sistema de grande responsabilidade e de pequena divisão do trabalho.
D) Altas taxas de sindicalização entre os trabalhadores aliadas a grandes oportunidades de avanço na carreira.
E) Baixa qualificação do trabalhador acompanhada de má remuneração do trabalho e alta rotatividade.

4- (UEL) No final de 2000 o jornalista Scott Miller publicou um artigo no The Wall Street Journal, reproduzido no
Estado de S. Paulo (13 dez. 2000), com o título “Regalia para empregados compromete os lucros da Volks na
Alemanha”. No artigo ele afirma:
“A Volkswagen vende cinco vezes mais automóveis do que a BMW, mas vale menos no mercado do que a rival. Para
saber por que, é preciso pegar um operário típico da montadora alemã. Klaus Seifert é um veterano da casa. Cabelo
grisalho, Seifert é um planejador eletrônico de currículo impecável. Sua filha trabalha na montadora e, nas horas
vagas, o pai dá aulas de segurança no trânsito em escolas vizinhas. Mas Seifert tem, ainda, uma bela estabilidade no
emprego. Ganha mais de 100 mil marcos por ano (51.125 euros), embora trabalhe apenas 7 horas e meia por dia,
quatro dias por semana. ‘Sei que falam que somos caros e inflexíveis’, protesta o alemão durante o almoço no
refeitório da sede da Volkswagen AG. ‘Mas o que ninguém entende é que produzimos veículos muito bons.’ E quanto
a lucros muito bons?”

A relação entre lucro capitalista e remuneração da força-de-trabalho pode ser abordada a partir do conceito de mais-
valia, definido como aquele:
“valor produzido pelo trabalhador [e] que é apropriado pelo capitalista sem que um equivalente seja dado em troca.”
(BOTTOMORE, Tom. Dicionário do pensamento marxista. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1998. p. 227).
Com o intuito de ampliar a taxa de extração de mais-valia absoluta, qual seria a medida imediata mais adequada a ser
tomada por uma empresa de automóveis?

A) Aumentar o número de veículos vendidos.


B) Transferir sua fábrica para regiões cuja força-de-trabalho seja altamente qualificada.
C) Incrementar a produtividade por meio da automatização dos processos de produção.
D) Ampliar os gastos com o capital constante, ou seja, o valor dispendido em meios de produção.
E) Intensificar a produtividade da força de trabalho sem novos investimentos de capital.

5- (UFU – Jul/2000) São características das transformações que estão ocorrendo no mundo do trabalho na sociedade
globalizada:
I – a principal estratégia das grandes empresas está na dispersão geográfica para outras zonas em que a exploração do
trabalho é mais barata;
II – a produção, longe da rigidez do fordismo, apóia-se na flexibilização organizacional do trabalho e das formas de
contratação;
III – com as novas tecnologias, o mercado de trabalho se apresenta como um bloco homogêneo, de fácil mobilidade e
intercâmbio;
IV – a inserção da população feminina no mercado de trabalho se dá de forma ampliada e igualitária.

Assinale a alternativa correta.


A) II e III estão corretas.
B) I e II estão corretas.
C) II, III e IV estão corretas.
D) I , II e III estão corretas.

6- (UFU – Jul/1998) A mecanização do processo produtivo assume hoje dimensões nunca vistas, com o
desenvolvimento da robótica e, cada vez mais, as fábricas empregam um contingente menor de operários. Em vista
disso, podemos observar as seguintes mudanças nas relações de trabalho:

I – A concorrência desenfreada entre trabalhadores por empregos reforça um sentimento crescente de individualismo e
isolamento.
II – Com a transformação na indústria, novas relações de trabalho se organizam -trabalho individual, terceirizado e
prestação de serviços – substituindo relações de emprego tradicionais.
III – A concorrência desenfreada, entre trabalhadores por emprego, entre empresas pelo controle dos mercados e entre
nações pelos recursos escassos, abala antigas alianças e relações tradicionais de solidariedade.
IV – Nos países industrializados, surge o desemprego estrutural, com a diminuição constante e irreversível dos cargos
nas empresas, colocando em disponibilidade uma parcela cada vez maior da população.
A) I, III e IV estão corretas.
B) I, II e III estão corretas.
C) III e IV estão corretas.
D) I, II, III e IV estão corretas.

7- (UFU – Jul/1999) São fatores que hoje introduzem mudanças no mundo do trabalho.
I – O uso intensivo de novas tecnologias, como robôs e computadores, e a revolução na comunicação, com as redes
computadorizadas.
II – Uma acirrada competição comercial entre países de industrialização emergente, como Brasil, México, China e os
chamados Tigres Asiáticos (Coréia do Sul, Hong Kong, Taiwan).
III – A busca, em qualquer parte do globo, de mão-de-obra barata, de mercado de matéria prima, pelas empresas
multinacionais, decidindo onde, como e quando produzir.
IV – A diminuição do desemprego, nos países desenvolvidos e em desenvolvimento, como parte do cenário
globalizado.

Selecione a alternativa correta:


A) II, III e IV estão corretas.
B) I, II e III estão corretas.
C) I, III e IV estão corretas.
D) II e IV estão corretas.

8- (UFU – Jul/2001) Considerando a relação entre o desenvolvimento tecnológico e o trabalho nas sociedades
capitalistas contemporâneas, assinale a alternativa INCORRETA.
A) O discurso empresarial atribui aos trabalhadores desempregados grande parte da responsabilidade pelo desemprego
que vivenciam, pois eles não estariam se qualificando adequadamente.
B) A introdução da informática e de robôs na indústria exige dos trabalhadores que permanecem empregados
múltiplas habilidades para que operem vários equipamentos, sob pena deles não atenderem às exigências da
lucratividade desejada pelas empresas.
C) A diminuição de postos de trabalho na atividade industrial não expressa uma tendência histórica do capitalismo, de
substituição do trabalho vivo (trabalhadores) pelo trabalho morto (máquinas e equipamentos).
D) O desemprego estrutural e massivo que atinge, atualmente, cerca de 1,3 bilhões de trabalhadores(as) determina
uma diminuição no número de greves.

9- (UFU – Jul/2005) A produção flexível está inserida no novo contexto da acumulação do modo de produção
capitalista e no modo de regulação a ele associado. A partir desta afirmação, explique duas características da produção
flexível.
_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________

10- (UFU – Jul/1998)


“Em meados do século XIX, revoltados, operários europeus quebraram máquinas em uma tentativa de interromper o
progresso tecnológico. Em 1995, nos EUA, o sindicato dos gráficos invadiu as oficinas do Washington Post e quebrou
impressoras automáticas. Estes protestos indicam que o desenvolvimento tecnológico vem acarretando profundas
alterações no mercado de trabalho (cf. DO CARMO, Paulo Sérgio, "Tecnologia e Trabalho: a máquina substituir· o
homem?" In: Trabalho em debate. São Paulo: Moderna, 1997).
Apresente e discuta duas consequências dessas alterações.
_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________
CENTRO DE ENSINO ALBERT EINSTEIN
“A educação centrada em três esferas: Aluno, Família e Professor”
DISCIPLINA: PROFESSORA: NAYRA SOUSA NOTA
SOCIOLOGIA
NOME: Nº PROVA AA
3° ANO_________ DATA:_____/_____/2016
OBSERVAÇÕES:
AVALIAÇÃO BIMESTRAL – 1° PERÍODO

1) O que caracteriza e distingue as ciências sociais é a noção de que a vida humana em sociedade está sujeita a uma
ordem e que o comportamento dos seres humanos, individual ou coletivamente, é regulado por normas, valores e
instituições sociais. Considerando, portanto, que a sociedade tem lógicas e padrões que podem ser observados e
compreendidos, os cientistas sociais fazem perguntas sobre a organização e a estrutura da sociedade. Assinale, entre as
alternativas abaixo, aquela que lista conceitos utilizados pela sociologia para investigar e explicar a ordem social e
como ela se constitui, se mantém e se transforma.
a) Socialização, estratificação social, ideologia.
b) Classe social, estruturalismo, individualismo.
c) Organização política, gênero, dialética.
d) Desigualdade, identidade, historicidade.

(UFF 2010 - adaptado) De acordo com o filósofo inglês Thomas Hobbes (1588-1679), em seu estado natural, os seres
humanos são livres, competem e lutam entre si. Mas como têm em geral a mesma força, o conflito se perpetua através
das gerações, criando um ambiente de tensão e medo permanentes. Para Hobbes, criar uma sociedade submetida à lei
e na qual os seres humanos vivam em paz e deixem de guerrear entre si, pressupõe que todos os homens renunciem a
sua liberdade original e deleguem a um só deles (o soberano) o poder completo e inquestionável.
Assinale a modalidade de governo que desempenhou importante papel na Filosofia Política Moderna e que é associada
à teoria política de Hobbes.
a) Democracia
b) Monarquia absoluta
c) Sistema parlamentar
d) Despotismo esclarecido

2) O uso da violência é cada vez menos frequente nas sociedades modernas. Segundo o sociólogo alemão Norbert
Elias, a pacificação é uma das características das sociedades contemporâneas, marcadamente mais "civilizadas". No
entanto, ele está ciente de que a paz é um estado apenas costumeiro, um hábito que por vezes é deixado de lado.
Existem espaços em que a violência é respeitada e mesmo desejada – caso de alguns esportes, por exemplo. Para além
de alguns ambientes esportivos, existem também aqueles em que a violência é utilizada como instrumento para a
manutenção da ordem estabelecida. Trata-se da violência praticada por agentes do Estado. Devemos, assim, lembrar as
palavras do também sociólogo Max Weber, que definiu o Estado como a instituição que detém o monopólio sobre o
uso legítimo da força. ASSINALE a afirmativa que indica instituições que fazem esse uso legítimo da força em nossa
sociedade:
a) A polícia e as gangues urbanas.
b) A polícia e as forças armadas.
c) Seguranças e grupos de extermínio.
d) Capangas e seguranças.

3) Problemas sociais como desagregação familiar, desemprego, analfabetismo e conflitos religiosos, vividos pelos
homens no atual contexto, levam À Sociologia não somente a estudá-los, mas, sobretudo, dar respostas aos mesmos.
Esses problemas que levam ao estudo da família, economia, educação e religião inserem se no conceito de:
a) Papéis e status sociais
b) Instituições Sociais
c) Sociedade de massa
d) Processo de comunicação
e) Assimilação

4) Considerando o tema das instituições sociais, assinale o que for INCORRETO sobre a família:
a) A família nuclear é aquela composta por um homem, o provedor primário, uma mulher, que trabalha em casa, e um
filho, ao menos.
b) A família extensa é aquela em que o casal e seus filhos passam a conviver com outros parentes, como avós ou tios.
c) As famílias podem ser monoparentais, quando convive apenas um dos cônjuges com os filhos.
d) Os novos arranjos familiares indicam que a família deixou de ser uma instituição social com força para efetuar o
processo de socialização dos indivíduos.

5) Considerando as diferentes concepções sociológicas do que é o Estado moderno, assinale o que for CORRETO:
a) Para Karl Marx, o Estado moderno funciona como representante dos interesses das classes subalternas.
b) Para Émile Durkheim, o Estado exerce o papel de representante dos interesses da classe dominante.
c) Segundo Max Weber, o Estado moderno não consegue manter o monopólio do uso da força física.
d)) O Estado moderno surgiu da desintegração do mundo feudal e das relações políticas até então dominantes na
Europa.

6) O início da Época Moderna está ligado a um processo geral de transformações humanística, artística, cultural e
política. A concentração do poder promoveu um tipo de Estado. Para alguns pensadores da época, que procuraram
fundamentar o Absolutismo:
a) a função do Estado é agir de acordo com a vontade da maioria.
b) a História se explica pelo valor da raça de um povo.
c) a fidelidade ao poder absoluto reside na separação dos três poderes.
d) o rei reina por vontade de Deus, sendo assim considerado o seu representante na Terra.
e) a soberania máxima reside no próprio povo.

7) Na perspectiva socialista, a luta de classes é o motor da história. Segundo essa perspectiva, na sociedade moderna, a
classe que se beneficia com o sistema capitalista e serve-se da ideologia liberal é:
a) os camponeses.
b) a aristocracia.
c) o proletariado.
d) a burguesia.

8) O liberalismo, como doutrina política atuante no cenário europeu, desde o final do século XVIII, apesar de servir
principalmente aos interesses da classe burguesa, contagiou as parcelas populares da sociedade oprimidas pelos nobres
e pelos reis absolutistas. A sociedade liberal burguesa, mesmo sendo essencialmente elitista, era mais livre do que a do
Antigo Regime, por
a) acreditar nos princípios democráticos, criando oportunidades para que todos pudessem enriquecer.
b) permitir maior liberdade de expressão e pensamento, e restringir a esfera de atuação do poder estatal.
c) aumentar, ao máximo, o poder do Estado, para que este defendesse as liberdades individuais de cada cidadão.
d) garantir a igualdade de todos perante a lei e o direito à participação política para todos os indivíduos.

9) Os regimes totalitários da primeira metade do século XX apoiaram-se fortemente na mobilização da juventude em


torno da defesa de ideias grandiosas para o futuro da nação. Nesses projetos, os jovens deveriam entender que só havia
uma pessoa digna de ser amada e obedecida, que era o líder. Tais movimentos sociais juvenis contribuíram para a
implantação e a sustentação do nazismo, na Alemanha, e do fascismo, na Itália. A atuação desses movimentos juvenis
caracterizava-se:
a) pelo sectarismo e pela forma violenta e radical com que enfrentavam os opositores ao regime.
b) pelas propostas de conscientização da população acerca dos seus direitos como cidadãos.
c) pela promoção de um modo de vida saudável, que mostrava os jovens como exemplos a seguir.
d) pelo diálogo, ao organizar debates que opunham jovens idealistas e velhas lideranças conservadoras.

10) É verdade que nas democracias o povo parece fazer o que quer; mas a liberdade política não consiste nisso. Deve-
se ter sempre presente em mente o que é independência e o que é liberdade. A liberdade é o direito de fazer tudo o que
as leis permitem; se um cidadão pudesse fazer tudo o que elas proíbem, não teria mais liberdade, porque os outros
também teriam tal poder.
MONTESQUIEU. Do Espírito das Leis. São Paulo: Editora Nova Cultural, 1997 (adaptado).
A característica de democracia ressaltada por Montesquieu diz respeito:
a) ao condicionamento da liberdade dos cidadãos à conformidade às leis.
b) à possibilidade de o cidadão participar no poder e, nesse caso, livre da submissão às leis.
c) ao livre-arbítrio do cidadão em relação àquilo que é proibido, desde que ciente das consequências.
d) ao direito do cidadão exercer sua vontade de acordo com seus valores pessoais.
Bom Desempenho!