Você está na página 1de 4

LISTA DE EXERCÍCIOS

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO

1- Por que o Direito tem por objetivo a busca da justiça, como pensavam os Romanos?

R- O Direito está ligado ao termo latim jus, que significa reto e justo. Nesse sentido, a
justiça busca dar a cada um o que é seu. Por isso, busca-se a justiça através do Direito
para garantir igualdade e bem estar social. Ademais, o Direito na figura romana
apresenta-se pela deusa Justitia, aparecendo de olhos vendados simbolizando a
imparcialidade da justiça e a igualdade dos direitos.

2- Por que o Direito é, fundamentalmente, uma ciência normativa-ética?

R- O Direito é ciência pois tem seu próprio objeto, método e academia. Mas também,
estuda o sistema das normas que são criadas e impostas por um conjunto de instituições
para regular as relações éticas sociais.

3- Diferencie Direito positivo e Direito natural.

R- O Direito positivo é institucionalizado pelo Estado, é escrito e codificado. Enquanto


isso, o Direito natural é com base na natureza (ir, vir, votar), não tem dono, não é
formalizado pelo Estado e nem criado pela sociedade.

4- Diferencie Direito norma e Direito faculdade.

R- Direito norma é normatizado, estabelecido no termo da lei e codificado. Entretanto, o


Direito faculdade é o privilégio de gozar das prerrogativas do Direito subjetivo.

5- Por que a lei é a mais importante fonte do Direito?

R- Pois preenche a todos os requisitos de segurança e certeza do sistema, que são: ser
escrita, editada por autoridades competentes, estabelecida consoante os critérios fixados
por normas superiores e objetiva regulamentar a sociedade sendo base do ordenamento
jurídico.

6- O que é Ordenamento jurídico?


R- É todo conjunto de leis de um Estado, reunindo a constituição, leis, emendas,
decretos, resoluções, medidas provisórias, etc.

7- Qual a importância da História do Direito no estudo do Direito, como dizia


Savigny: “Todo jurista deveria ser um historiador.”

R- O Direito é adequado a partir das mudanças que ocorrem na sociedade. Logo,


compreender a história do Direito é de fundamental importância para uma interpretação
que observa o aspecto sociocultural na construção do mundo jurídico.

8- Justifique a característica da exterioridade da norma jurídica e a interioridade da


norma moral.

R- A norma jurídica tem como peculiaridade a exterioridade pois ela coage de forma
psicológica e material. Enquanto isso, q norma moral é ligada ao lado subjetivo
psicológico, onde o indivíduo analisa sua ação e sendo moral ou não, o mesmo não terá
uma pena material.

9- Justifique a Bilateralidade da norma jurídica e a unilaterilidade da norma moral.

R- A Bilateralidade da norma jurídica parte da imposição de obrigações e a concessão de


direitos, enquanto que a norma moral somente impõe deveres unilateralmente, apenas
esperando obediência.

10- O que é hierarquia das leis?

R- É a disposição hierárquica das leis através de camadas.

11- Como preencher lacunas na lei?

R- Quando a lei for omissa, recorre-se aos costumes, à jurisprudência, aos princípios
gerais do Direito, à analogia e a segundos juristas, também à equidade.

12- Explique as acepções da palavra direito como: Norma, ciência, faculdade, fato
social e justiça.

R- Direito norma - normatizado, estabelecido no termo da lei, codificado, imposto por um


conjunto de instituições para regular as relações sociais.
Direito ciência - o estudo do sistema de normas, com método específico e academia
definida.

Direito faculdade - o privilégio de gozar das prerrogativas do Direito subjetivo. (Ir, vir,
votar)

Direito fato social - o direito nasce do fato ( Factor oritur jus)

Direito justiça - parte da premissa de dar a cada um o que é seu. Assim, se a justiça não
for o escopo do direito, van seria o próprio direito.

13- O que é Doutrina?

R- conjunto coerente de ideias fundamentais a serem transmitidas, ensinadas formando


uma síntese de regras e ensinamentos.

14- Defina fontes do Direito.

R- Fontes do Direito são as origens do Direito, a matéria prima da qual ele nasce. Ou
seja, a forma que o Direito se manifesta.

15- Cite algumas características da Constituição federal.

R- A atual Constituição Federal de 1988 pode ser classificada como dogmática, escrita,
promulgada, material-formal e de caráter super-rígido.

16- Justifique a autonomia da norma moral e a heteronomia da norma jurídica.

R- As normas morais revelam-se autônomas pois o sujeito moral ostenta a prerrogativa


de orientar-se conforme a sua vontade. Entretanto, as normais jurídicas são
heterônomas, uma vez que são impostas por um ente distinto do indivíduo, independente
da vontade do sujeito de direito.

17- Discorra sobre a zetética jurídica e a dogmática jurídica apresentando suas


diferenças.

R- A dogmática jurídica representa o estudo do Direito como ciência ou sistema


normativo. A zetética jurídica representa o estudo do Direito sob o ponto de vista de
outras disciplinas que o têm como objeto, tais como a Filosofia do Direito e a Sociologia
do Direito
18- Discorra sobre as características garantidas na magistratura.

R- Vitaliciedade - 75 anos para aposentadoria compulsória.

Inamovibilidade - hierarquia da comarca.

Irredutibilidade de vencimento - o salário não reduz.

19- Qual o procedimento de escolha de um ministro do STF?

R- A partir da indicação do presidente, há a sabatina pela Comissão de Constituição e


Justiça do Senado.

20- O que é promulgação da lei?

R- Promulgar significa introduzir a nova lei no compêndio jurídico. Ou seja,


reconhecê-la como válida e ordenar seu cumprimento por todos.