Você está na página 1de 18

Curso de Licenciatura em Pedagogia

Equipa 2017

Modulo: Combantendo ao Lado do Pobre II

Tema: Escola/Comunidade: Uma Relação Necessária no Processo de Ensino e


Aprendizagem

Estudante: Docente:

Cidler Penena Paulo de Souza

Márcio Nhampossa

Moniz Mazembe

Paulino Mafuiane

Changalane, Abril de 2019


Resumo

O presente relatório, é o resultado de uma pesquisa e acção no período de dez dias, na


comunidade de Mahelane, onde o principal objectivo é o de estabelecer uma ligação forte
entre a comunidade e a escola. Isto é necessário que o projecto escolar tenha uma relação
directa com a situação real da própria comunidade.

Primeiro é necessário perceber, como a comunidade de Mahelane se situa perante a


educação escolar, qual é a influência da própria comunidade no ensino e aprendizagem,
assim como o impacto da própria escola sobre as necessidades da própria comunidade.

Contudo, o presente relatório também demostra a relevância do tema na área de pedagogia


e principalmente em Moçambique, uma vez que existe uma dificuldade acrescida nas
zonas rurais da comunidade se aproximar e participar de maneira activa na educação
escolar. Isto deve-se muito ao elevado grau de analfabetismo nas comunidades interiores
de Moçambique.

Assim sendo através do conhecimento adquirido, tratando-se de uma pesquisa-acção, o


relatório mostra uma nova estratégia de modo a integrar a comunidade de forma activa
nos processos de ensino e aprendizagem.

Palavras Chave: Comunidade, Escola.


Sumário
Introdução ........................................................................................................................... 1
Revisão Literária ................................................................................................................. 2
Problema ............................................................................................................................. 3
Problematização .................................................................................................................. 3
Justificativa ......................................................................................................................... 3
Objectivo Geral ................................................................................................................... 3
Objectivos específicos.......................................................................................................... 4
Hipótese ............................................................................................................................... 4
Metodologia ......................................................................................................................... 5
População/Universo............................................................................................................. 6
Amostra ............................................................................................................................... 6
Cronograma ........................................................................................................................ 6
Comunidade ........................................................................................................................ 7
Escola................................................................................................................................... 8
Conclusão .......................................................................................................................... 10
Recomendações ................................................................................................................. 11
Referencial Bibliográfico .................................................................................................. 12
Apêndices .......................................................................................................................... 13
Introdução
A seguinte pesquisa teve lugar na “Escola Primária Completa de Mahelane”, e teve como
estudo de caso, 47 alunos de uma turma da 5ªclasse e uma professora da mesma turma,
trata-se de uma pesquisa-acção, de carácter qualitativo/quantitativo. Onde o objectivo é
perceber, a relação existente entre a escola e a comunidade, contudo é necessário perceber
algumas especifidades da comunidade em que está inserida a escola.

É neste âmbito em que o grupo, teve uma interação com os alunos e a professora, durante
uma semana, onde os dois primeiros dias, basearam-se numa observação da aula,
avaliando os métodos e técnicas do professor na sala de aula.

No terceiro dia, o grupo abriu espaço para distribuição de um questionário dirigido aos
pais/encarregados de educação dos alunos, e um dirigido ao professor, como forma de
perceber a maneira como ambas as partes entendem a integração dos pais no processo de
ensino e aprendizagem.

Nos dois últimos dias o grupo desdobrou-se junto dos alunos, numa intervenção mais
directa e conjunta, apresentando temas em forma de palestras expositivas, com alguns
temas relacionados com a importância desta relação entre a comunidade e a escola.
Havendo ainda espaço para que cada membro pudesse visitar a casa de quatro alunos,
com o objectivo de transmitir a importância que, tem a influência dos pais/encarregados
de educação na educação escolar dos seus educandos.

Contudo é importante referir que o grupo realizou algumas acções, para criar um ambiente
saudável para a recolha de dados, acções estas que tem a ver com limpeza da escola,
especificamente a sala de aula e recomposição de algum material didático em falta na sala
de aula, e ainda se ajudou o professor na correção dos exercícios.

Por fim o grupo, analisou e discutiu entre si todos dados recolhidos durante a pesquisa,
foi esse conjunto de actividades que tornou possível a elaboração do presente relatório.

1
Revisão Literária
Segundo Médici (s/a:49), “Na idade escolar o essencial da vida para o pequeno aluno
são, indiscutivelmente, as relações que o ligam aos outros. Essas relações são também,
sem interrupção, marcadas por uma necessidade de valorização. É delas que a criança
retira a confiança em si mesma, a força do
seu impulso”.
Construir para que seres se relacionem bem com o novo espaço: a escola, é essencial na
construção de outras relações, e através delas as crianças constroem, outras tantas, em
diversos contatos sejam dentro do primeiro núcleo social a família ou no seu segundo
núcleo a escola neste ponto é vital que a criança sinta que existe uma relação entre ela e
os espaços onde desenvolve a sua vida.
Segundo Valadão; Santos (1997:47) “O que ocorre é que se torna difícil caracterizar os
papéis dessas instituições. As funções da família e da escola encontram-se muito difusas
numa sociedade tão complexa como a atual. Há uma confusão de papéis, sendo que tanto
os pais quanto os professores sentem dificuldades em definir suas funções”.
A Criação, implementação e manutenção de um canal de comunicação que favoreça o
entendimento e respeito por ambos, a família e a escola elementos primordiais no
processo de educação, em especial nas series iniciais da educação infantil, com o
reconhecimento e entendimento na possibilidade de mudanças de estratégias e
metodologias. Este é o cerne principal deste projeto de pesquisa.
De acordo com Freire (1991:18), “o fracasso da educação no ensino, não é o fracasso da
escola, mas sim da sociedade inteira, como comunidade educativa”. Pois a educação
começa na família, é importante que a família se aproxime a escola de modo a criar em
parceria com o professor (escola), para um ambiente de melhores condições de educação
e instrução das crianças naquela escola. É importante que se olhe para esta relação de um
ponto de vista novo para o nosso país, esta relação entre a sociedade e a escola, está mais
dependente da própria sociedade em relação a comunidade escolar.

2
Problema
De que maneira a relação entre a comunidade e a escola pode influenciar no processo de
ensino e aprendizagem e desenvolvimento da própria comunidade?

Problematização
As crianças e a família quando em seus primeiros contactos com a escola cada um
apresenta reações adversas, ora pelo encantamento, com a novidade, ora medo e distância
pelo medo do desconhecido, e por todo o folclore de que na escola é um espaço onde se
impõem regras e normas de convivência não sendo, admitido, faltas, insubordinações e
comportamentos distante do padrão exigido por pessoas educadas. Este foi e em muitos
casos é o retrato ou cartão de visita das escolas, para a família e para a criança,
desconstruir este tipo de ensino, rígido e conservador é necessário dentro do processo de
construção de uma educação no ensino básico, humanizado e comprometido com a
integralidade da criança e o seu desenvolvimento.

Justificativa
Este projecto, a ser executado justifica-se pela relevância do tema e a sua
contemporaneidade e frequência com que é abordado em debates do campo da educação,
principalmente no ensino primário, neste intuito temos como pontos crucias a criança,
família, e a escola, contudo nenhum estudo pode ser realizado separando estes pontos
como elementos estanques e sem interferência do contexto sociocultural onde estão, onde
vivem e com quem convivem, é de suma importância que estudos desta natureza sejam
realizados para que os professores das classes inicias do ensino primário, tenham como
referência o cenário próximo das suas realidades socioculturais, e que sejam analisados
por pessoas que vivenciam esses contextos. A problemática ora levantada tem sido alvo
de diversos estudos, e todos apontam aspectos distintos nos seus meios e fins, e
contribuem diretamente na mudança cultural da comunidade escolar e dos núcleos
familiares envolvidos directa ou indirectamente na pesquisa.

Objectivo Geral
- Conhecer como se estabelecem as relações das famílias na escola e vice-versa em turmas
de uma escola de ensino primário em Mahelane.

3
Objectivos específicos

- Identificar os canais de comunicação promovidos pela escola


• Observação da aula, avaliando os métodos e técnicas do professor na sala
de aula.
- Analisar como a família vê a escola.
• Distribuição de um questionário dirigido aos pais/encarregados de
educação dos alunos, e um dirigido ao professor, como forma de perceber
a maneira como ambas as partes entendem a integração dos pais no
processo de ensino e aprendizagem.
- Propor a criação de uma associação, que vele pela qualidade e condições de ensino da
comunidade, composta por país/encarregados.
• O grupo propôs a escola assim como algumas famílias de 16 alunos
visitados, a criação de uma associação com membros da comunidade, de
maneira a responder, de forma conjunta, aos problemas diretamente
relacionados com a própria comunidade.
Hipótese
- Conhecendo como são estabelecidas as relações entre a família e a escola, é possível
despertar o interesse das famílias pela escola e integrar as mesmas no processo educativo
das crianças daquela escola. Construir uma educação, de cooperação e
complementariedade entre os professores e as famílias, assim como criar um ensino com
base nas necessidades e desejos daquela comunidade.
• Assim foi possível perceber que, os pais/encarregados de educação não
tem a informação de que eles como comunidade também devem fazer parte
do processo de ensino e aprendizagem dos seus educandos, de maneira que
se possa garantir uma relação de complementariedade entre a comunidade
e a escola, como o objectivo de construir uma educação que se adeque
melhor à aquela comunidade.

4
Metodologia
A metodologia a ser empregada na realização desta pesquisa, é de pesquisa-acção, que
será aqui apresentada em etapas conforme a apresentação do cronograma e suas
possibilidades de execução. A voz, a manifestação do outro diante das indagações
sugeridas pela pesquisa, a qualifica como um método qualitativo por dar visibilidade as
opiniões e factos relacionados aos sujeitos envolvidos diretamente no estudo. Por se tratar
de um universo amplo com diversas possibilidades o grupo a achou conveniente reduzir
o material de pesquisa em um estudo de caso na Escola Primária de Mahelane, assim o
grupo alvo irá envolver, 4 professores, 4 crianças e suas famílias (Pais, tios, avós, irmãos
ou aparentados que levem ou busquem as crianças na escola). Esse processo será
realizado na escola primária de Mahelane, em espaços onde os participantes sintam-se à
vontade.
1ª Etapa: Observação (07.03.2019 - 08.03.2019)
No período de dois dias, será feita a apresentação entre grupo e a comunidade escolar
assim como a comunidade em geral, em seguida realizaremos uma acção comum de
limpeza na escola, onde grupo poderá observar, os professores, aspectos inerentes a eles
e seus relacionamentos com alunos, famílias e as crianças assim como os demais públicos
no universo da escola, dando ênfase aos discursos e comportamentos. As crianças e suas
famílias, como chegam à escola, o tempo de permanência, as partidas e os diálogos. Sendo
registrados factos e fenômenos importantes referentes à problemática abordada, durante
todo o período de observação.

2ª Etapa: Entrevistas (11.03.2019 – 12.03.2019)


No período de 2 dias, serão entrevistados os professores, as crianças e seus familiares,
através de processo de entrevistas sem padrão (bate-papo), através das quais pretendemos
obter o máximo de informações em seu estágio original de veracidade, por ser uma
captura informal onde o entrevistado, escolherá o melhor local para conversar, o dialogo
sempre que permitido será gravado. Neste período também buscaremos através de
pesquisa documental nos registros da escola as actas de reuniões onde possamos averiguar
a que ponto se dá o envolvimento da família com a escola e vice-versa.

3ª Etapa: Limpeza da escola e despedida (13.03.2019)


É nesse momento em que transmitindo alguma noção de limpeza e organização,
aproveitamos para uma conversa descontraída e mais produtiva com os alunos.

5
4ª Etapa: Partilha e análise dos dados (13.03.2019 – 14.03.2019)
No período de 2 dias, uma vez que cada membro do grupo, terá trabalhado com um
professor, uma criança e uma família respectivamente, o grupo vai partilhar e analisar os
dados colhidos por cada membro.

5ª Etapa: Entrega do relatório (16.03.2019)


No último dia, após revisão e elaboração do relatório, é o momento de o grupo entregar
o relatório, como resultado da pesquisa e para que possa servir de para futuros estudos na
mesma temática.

6ª Etapa: Apresentação do relatório (02.04.2019)


O grupo vai elaborar um esquema de apresentação do relatório de modo a clarificar o
trabalho, a metodologia, a efectivação dos objectivos e dos resultados alcançados.

População/Universo
- 13 professores
- 350 alunos
- 47 Famílias

Amostra
- 1 Professor;
- 47 Alunos;
- 16 Famílias.

Cronograma
1ª Etapa: Observação: Alunos, famílias e professores (07.03.2019 - 08.03.2019)
2ª Etapa: Entrevistas: Alunos, famílias e professores (11.03.2019 – 12.03.2019)
3ª Etapa: Limpeza da escola e despedida (13.03.2019)
4ª Etapa: Partilha e análise dos dados: Grupo (14.03.2019 – 14.03.2019)
5ª Etapa: Entrega do relatório: (01.04.2019)
6ª Etapa: Apresentação do relatório: (02.04.2019)

6
Comunidade
Para Freire (1991:18), “o fracasso da educação no ensino, não é o fracasso da escola,
mas sim da sociedade inteira, como comunidade educativa”. Pois a educação começa na
família, é importante que a família se aproxime a escola de modo a criar uma parceria
com o professor (escola), para um ambiente de melhores condições de educação e
instrução das crianças naquela escola. O processo de ensino e aprendizangem, é muito
complexo, por isso deve haver uma relação de complimentariedade entre a escola e a
comunidade. Contudo em Mahelane, assim como na maior parte das comunidades de
Moçambique, maior percetangem dessa população não sabe ler nem escrever, as razões
podem variar de acordo com o tempo e ou espaço.

Em Mahelane específicamente, a falta de emprego têm sido o factor muito forte na subida
deste indíce de analfabetismo, ou pouca instrução. Assim sendo a maior parte da
população depende do emprego disponibilizado pelas empresas de produção de bananas.

Empresas estas, que para além de pagar um salário extremamente baixo, ocupa a maior
parte do tempo dos pais/encarregados de educação das nossas crianças. Daí que, a criança
não tem quem fazer o acompanhamento em casa, não tem quem o ajudar nos trabalhos de
casa e principalmente não tem alguém para o ajudar naquilo que são as suas dificuldades
específicas.

Tambem apartir destes problemas, discortina-se o terceiro problema, a criança chega a


escola sem alimentar-se, é por isso que depois do intervalo maior, quase 1/3 das crianças
ausenta-se da sala de aula. A concetração exige um esforço adicional, e com fome a
criança ve-se numa situação de tortura, onde então tem de satisfazer a primeira
necessidade básica, á fome.

O outro problema é que a maioria dos pais/encarregados de educação, devido a sua falta
ou inexistente instrução vêm no professor uma autoridade inquestionável, e isso vai
dificultar ainda mais essa interação entre a família e escola.

O outro fator tem haver com a parte econômica, ou rendimento familiar, em Mahelane
não existe nenhuma escola secundária, e o ensino é grátis só até a sétima classe, o último
ano do ensino primário. Então o ensino secundário vai trazer mais custos, para além da
própria matrícula e todo material básico escolar, há também o valor adicional do
transporte.

7
Isto vai propiciar uma oportunidade para o aluno desviar-se para o rendimento familiar,
abandonando a escola, e seguindo os passos dos pais/encarregados de educação, esta
criança também vai trabalhar para as fabricas de banana. Perpetuando o ciclo de
pais/encarregados de educação sem nenhuma ou pouca instrução para dar
acompanhamento ao seu educando.

Escola
Segundo Montandon e Perrenoud (1987: 7), “de uma maneira ou de outra, onipresente
ou discreta, agradável ou ameaçadora, a escola faz parte da vida quotidiana de cada
família”.

Assim sendo é necessário que, á própria escola conheça os problemas da comunidade,


onde esta escola poderá responder diretamente aos problemas de cada aluno. Preparando
deste modo um aluno como sujeito activo no desenvolvimento da sua própria
comunidade.

Em Mahelane um dos principais problemas, para separação entre a educação familiar e


escolar em vez de haver uma complementariedade, é devido ao facto dos professores não
fazerem parte da comunidade de Mahelane e deste modo não conhecer os possíveis
problemas habituais da comunidade, o que torna quase impossível conhecer
especificamente os problemas de cada criança.

O segundo problema tem a ver com o facto de não haver nenhum membro da comunidade
diretamente envolvido, com o conselho da escola. Onde poderiam haver alguns membros
da comunidade que defendam os interesses da comunidade em relação a elaboração de
conteúdos necessários para aquela mesma comunidade.

Para Freire (1987:5), “ Os métodos da opressão, não podem contraditoriamente, servir a


libertação do oprimido”. Pois no nosso país, principalmente nas zonas rurais, assim como
acontece em Mahelane a autonomia do professor confunde-se com autoridade. E em
Mahelane a violência infantil é uma das técnicas de ensino em Mahelane, e sem a
participação da comunidade esses métodos são uma lei que violam em vários níveis os
direitos humanos e da criança.

Assim sendo a escola monopoliza a educação em detrimento da participação dos


pais/encarregados de educação naquilo que é o processo de ensino e aprendizagem. O que
vai dificultar a interação entre a escola e a comunidade, a socialização na sala de aula,
assim como assimilação da matéria por parte dos alunos uma vez que o aproveitamento

8
pedagógico do aluno depende em grande parte do trabalho complementar dos
pais/encarregados de educação em casa com seus educandos.

9
Conclusão
Essa pesquisa buscou discutir e perceber a relação da comunidade/escola, para tal foi
necessário descrever acerca da relação comunidade/escola, na escola primária completa
de Mahelane, fazendo observação directa e questões, durante a interação com alguns
professores e diretor da escola foi-se percebendo que algumas famílias não tem uma boa
relação com a escola devido a vários fatores tais como: o trabalho dos pais encarregados,
a falta de informação da importância da escola da parte dos pais encarregado, assim como
o baixo nível de instrução académica.

É importante para nos salientar que, para o curso de pedagogia, pesquisa deste tipo irá
melhorar o entendimento do processo de ensino aprendizagem, pós permite a análise mais
profunda e completa sobre a relação comunidade/escola, de modo a facilitar trabalho do
professor e o entendimento do assunto. Para tal é importante também ressaltar que
nenhum trabalho desenvolvido irá esgotar as possibilidades de análise nos fornecera um
entendimento do total. Com isto espera-se que este trabalho contribua para uma boa
relação entre a comunidade/escola, através de reuniões, palestras ministradas pelos
professores na comunidade. Só assim os professores e os pais encarregados de educação
poderão ajudar os seus educandos no seu desenvolvimento intelectual e na aquisição do
conhecimento.

10
Recomendações
A relação entre a escola e a comunidade de Mahelane, é muito fraca e quase inexistente,
como já se prévia, tratando-se de uma comunidade onde a maior parte da população adulta
têm pouca ou nenhuma instrução académica.

Numa primeira fase e mais imediata, há uma necessidade de se implementar o ensino de


adultos em Mahelane, como forma de cultivar um hábito académico no seio familiar dos
habitantes daquela comunidade.

Numa segunda fase é importante estabelecer uma associação de país/encarregados de


educação que funcione na escola, esta mesma associação seria responsável pela eleição
de membros para representarem a comunidade no conselho escolar.

Assim a própria comunidade poderia propor certas actividades práticas, lúdicas e


tradicionais que poderiam fazer parte do ensino e aprendizagem daquela mesma escola,
deste modo o conselho escola poderia estabelecer um padrão para implementação do
currículo, com o conteúdo que mais se adeque à aquela comunidade.

Também é importante referir que a educação deve ser desenvolvida num ambiente de
liberdade, sendo que a liberdade de expressão e posicionamento crítico perante aos
conteúdos é primordial no processo de ensino e aprendizagem, a violência não deve ser
usada como técnica de ensino e muito menos de educação. No entanto, a violência
psicológica assim como a física, são um fator negativo no processo de educação da
criança, seja em casa ou na escola, daí a necessidade de uma relação de
complementariedade entre a escola e a comunidade, para garantir um ensino de qualidade.

11
Referencial Bibliográfico
• FREIRE, P. e ILLICH, I. Diálogo. Buenos Aires, Búsqueda, 1975

• MEDICI, Ângela: A escola e a criança. In: SOUZA, Ana Paula de; FILHO, Mario
José. A importância da parceria família e escola no desenvolvimento educacional.

• VALADÃO, Cláudia Regina, e SANTOS, Regina de Fátima Mendes: Família e


escola: visitando seus discursos. (Trabalho de Conclusão de Curso apresentado a UNESP-
França)1997.

12
Apêndices

1° Questionário
Dirigido aos pais/ encarregados de educação, dos alunos da 5ªclasse na Escola Primária
Completa de Mailane.
Nome do aluno:
______________________________________________________________
Nome do encarregado de educação:
______________________________________________________________

Questionário

1 – O que acha do aproveitamento do seu educando?


a) Bom ____
b) Razoável ____
c) Mau ____
2 – Tem ajudado o seu educando com o T.P.C?
a) Sim ____
b) Não ____
c) As vezes ____
3 – O que pensa do trabalho do professor?
a) Bom _____
b) Razoável ____
c) Mau _____
4 – Como tem sido a relação com o professor?
a) Boa _____
b) Razoável ____
c) Má _____

5 – O que acha da ideia de haver um conselho de pais ou encarregados


educação que funcione na escola, e represente a vontade dos pais?
a) Boa _____
b) Razoável ____

13
c) Má _____

6 – Em poucas palavras, o que acha que poderia melhorar na escola?

14
2° Questionário
Dirigido aos Professores da 5ªclasse na Escola Primária Completa de Mailane

Nome do Professor:............................................................................................................

1-Quais são as dificuldades de leccionar em Mailane?

2- Qual é o nível de aproveitamento dos seus educandos?

3- Existe uma ligação entre a comunidade e a escola?

4- Quais são os pontos de convergência notados entre a comunidade e a escola?

5-Qual é a importância da participação dos pais/encarregados?

6- Quais são as Técnicas usadas para a implementação do currículo local?

7- Como é que o ensino Bilingue pode ajudar no Processe de Ensino-Aprendizagem?

8-Quais são os métodos usados no processo de Ensino-Aprendizagem?

9- Quantos repetentes existem na Turma?

10- O Tipo de avaliação “Somativa” ajuda na melhoria do ensino na Escola Primaria de


Mailane?

11-Porque é que a maioria dos alunos abandonam a escola na metade do dia?

12-Qual é o nível de Participação dos Pais/Encarregados nas reuniões escolares?

15