Você está na página 1de 3

COLÉGIO XIX DE MARÇO

Educação do jeito que deve ser

2016

3ª PROVA PARCIAL DE LITERATURA – QUESTÕES FECHADAS


Aluno(a): Nº

Ano: 1º Turma: Data: 23 /11/2016 Nota:

Professor(a): Renato Gorgulho Valor da Prova: 20 pontos

Orientações gerais:
1) Número de questões desta prova: 10
2) Valor das questões: 2,0 pontos cada.
3) Provas feitas a lápis ou com uso de corretivo não têm direito à revisão.
4) Aluno que usar de meio ilícito na realização desta prova terá nota zerada e conceituação
comprometida.
5) Tópicos desta prova:
- Iracema;
- Romantismo em Portugal.

1ª Questão: O romance Iracema (1865), de José de Alencar, representa o ponto mais alto da prosa
romântica no conjunto de sua obra. Nela o autor sugere a cultura indígena como caminho para se
construir uma autêntica literatura brasileira. Assinale a alternativa CORRETA sobre a obra desse autor.
a) Enquanto estética romântica, ele não idealiza a figura feminina, mas exalta a natureza, valoriza o
amor e o patriotismo, numa linguagem que pode ser chamada de “poesia em prosa”.
b) A expressão do nacionalismo dele se dá, nesta obra, através da criação da heroína Iracema, “a
virgem dos lábios de mel”, cujo enredo retorna ao que o próprio escritor denominou “a Lenda do
Ceará” e “o nascimento do primeiro cearense”.
c) A história de amor de Iracema e Martim Cererê, contada em terceira pessoa, conduz à narrativa,
que se passa nas matas do Ceará no século XVII. A índia é filha de Araquém, pajé da tribo dos
tabajaras. Com sua virgindade, guarda o segredo da jurema, símbolo da fecundidade de sua tribo.
d) Peri é o homem branco que vive num conflito interno, dividido entre viver em terra estrangeira ou
retornar à pátria. Sua chegada à tribo dos tabajaras é que vai gerar o conflito na narrativa.
e) Iracema é ambientado em terras brasileiras, com seu povo nativo, suas cores e sua cultura,
representando o espírito antinacionalista da obra.

2ª Questão:
Simão Botelho amava. Aí está uma palavra única, explicando o que parecia absurda reforma
aos dezessete anos.
Amava Simão uma sua vizinha, menina de quinze anos, rica herdeira, regularmente bonita e
bem-nascida. Da janela do seu quarto é que ele a vira a primeira vez, para amá-la sempre. Não ficara
ela incólume da ferida que fizera no coração do vizinho: amou-o também, e com mais seriedade que
a usual nos seus anos.
Os poetas cansam-nos a paciência a falarem do amor da mulher aos quinze anos, como paixão
perigosa, única e inflexível. Alguns prosadores de romances dizem o mesmo. Enganam-se ambos. O
amor dos quinze anos é uma brincadeira; é a última manifestação do amor às bonecas; é a tentativa
da avezinha que ensaia o voo fora do ninho, sempre com os olhos fitos na ave-mãe, que a está da
fronde próxima chamando; tanto sabe a primeira o que é amar muito, como a segunda o que é voar
para longe.
Teresa de Albuquerque devia ser, porventura, uma exceção no seu amor.

(Camilo Castelo Branco, Amor de perdição.)

3ª PPF de Literatura/1º ano/ Prof. Renato/ Pág. 1


De acordo com o narrador do excerto acima, o amor entre Simão e sua vizinha
a) apresentava traços intensos de inexperiência e infantilidade.
b) se caracterizava como uma paixão avassaladora, mas efêmera.
c) era surpreendente devido à maturidade incomum em jovens casais.
d) provava que os poetas iludem-se ao julgarem relacionamentos juvenis.
e) constituía uma espécie de chaga, já que não era realmente correspondido.

3ª Questão: Um dos personagens fundamentais do romance neogótico O médico e o monstro (The


Strange Case of Dr. Jekyll and Mr. Hyde), romance de Robert Louis Stevenson publicado em 1886, é
o Dr. Utterson. Assinale a alternativa que melhor resume seu papel no enredo da obra.
a) Mordomo de Dr. Jekyll que, por ocupar a posição mais alta na hierarquia de criados da casa, tinha
um contato maior com as estranhas transformações sofridas pelo patrão.
b) Advogado austero que passa a investigar a enigmática identidade do sr. Hyde, terminando por
solucionar o mistério por meio de depoimentos dos indivíduos envolvidos no caso.
c) Médico ambicioso que se propôs investigar as contradições da natureza humana, mas acabou
perdendo o controle sobre a própria experiência.
d) Médico que testemunhou a transformação do sr. Hyde em Dr. Jekyll e morreu em função do abalo
emocional sofrido ao presenciar a terrível experiência.
e) Parente de Dr. Jekyll , com quem realizava caminhadas semanais e que primeiro chamou a atenção
para o estranho comportamento do sr. Hyde.

4ª Questão: Sobre Amor de perdição (1862), do escritor português Camilo Castelo Branco, assinale
a alternativa INCORRETA:
a) Amor de perdição é uma novela ultrarromântica, marcada pelo sentimento passional e pelo
idealismo amoroso, confirmando, assim, duas das principais características do período, que foram o
subjetivismo e a luta individual do herói.
b) Narrada em terceira pessoa, a novela segue as convenções tradicionais da narrativa de ficção,
como a sequência temporal dos acontecimentos e a linearidade do enredo, apresentando também
referências históricas e biográficas.
c) O ultrarromantismo da novela é quebrado por tendências realistas observadas no posicionamento
da personagem Mariana e na forma pouco subjetiva como a realidade é tratada numa ficção
documental.
d) Mariana é a principal agente de comunicação entre Simão e Teresa, figurando como personagem
auxiliar que promove a união amorosa entre os dois adolescentes apaixonados, embora não possa
dela participar.
e) A personagem Mariana, encarnando o amor romântico, com pureza e resignação, e a personagem
Teresa, representando a mulher inacessível e idealizada, encontram na morte a plenitude do amor
idealizado, nesta novela da segunda fase romântica da literatura portuguesa.

5ª Questão: Examine as proposições a seguir e assinale a alternativa INCORRETA.


a) A relevância da obra de José de Alencar no contexto romântico decorre, em grande parte, da
idealização dos elementos considerados como genuinamente brasileiros, notadamente a natureza e o
índio. Essa atitude impulsionou o nacionalismo nascente, por ser uma forma de reação política, social
e literária contra Portugal.
b) Ao lado de O guarani e Ubirajara, Iracema representa um mito de fundação do Brasil. Nessas obras,
a descrição da natureza brasileira possui inúmeras funções, com destaque para a "cor local", isto é, o
elemento particular que o escritor imprimia à literatura, acreditando contribuir para a sua
nacionalização.
c) Embora tendo sido escrito no período romântico, Iracema apresenta traços da ficção naturalista
tanto na criação das personagens quanto na tematização dos problemas do país.
d) A leitura de Iracema revela a importância do índio na literatura romântica. Entretanto, sabe-se que
a presença do índio não se restringiu a esse contexto literário, tendo desembocado inclusive no
Modernismo, por intermédio de escritores como Mário de Andrade e Oswald de Andrade.
e) O contraponto poético da prosa indianista de Alencar é constituído pela lírica de Gonçalves Dias.
Indiscutivelmente, em "O canto do guerreiro" e em "O canto do piaga", dentre outros poemas, o índio
é apresentado de maneira idealizada, numa perpetuação da imagem heroica e sublime adequada aos
ideais românticos.

3ª PPF de Literatura/1º ano/ Prof. Renato/ Pág. 2


6ª Questão: Sobre Iracema, de José de Alencar, podemos dizer que:
1) as cenas de amor carnal entre Iracema e Martim são de tal forma construídas que o leitor as
percebe com vivacidade, porque tudo é narrado de forma explícita.
2) em Iracema temos o nascimento lendário do Ceará, a história de amor entre Iracema e Martim e
as manifestações de ódio das tribos tabajara e potiguara.
3) Moacir é o filho nascido da união de Iracema e Martim. De maneira simbólica ele representa o
homem brasileiro, fruto do índio e do branco.
4) a linguagem do romance Iracema é altamente poética, embora o texto esteja em prosa. Alencar
consegue belos efeitos linguísticos ao abusar de imagens sobre imagens, comparações sobre
comparações.

Assinale:
a) se apenas 2 e 4 estiverem corretas.
b) se apenas 2 e 3 estiverem corretas.
c) se 2, 3 e 4 estiverem corretas.
d) se 1, 3 e 4 estiverem corretas.
e) se 1 estiver correta.

7ª Questão: Na poesia como na prosa do Romantismo, ocorre a idealização da figura do índio, o que
se pode observar em alguns dos poemas de Gonçalves Dias ou no romance Iracema, de José de
Alencar. Tal idealização atende ao seguinte compromisso desses autores:
a) enaltecimento dos padrões aristocráticos de conduta, comprometidos com os desdobramentos da
luta popular pela Independência.
b) exaltação das virtudes naturais dos indígenas, interpretadas num código que as identificava com a
coragem e a fidalguia cavalheirescas.
c) culto da simplicidade e da modéstia, vistas como bases morais inspiradoras para o desenvolvimento
da vida burguesa.
d) condenação do processo colonial, responsável pela descaracterização da cultura indígena e dos
valores populares.
e) valorização do lendário e do folclórico, tomados como inspiradores de uma arte nacional de estilo
primitivista.

8ª Questão: Sobre Simão, herói da obra Amor de perdição, de Camilo Castelo Branco, podemos
afirmar que:
a) parte do princípio que tudo é válido em nome do amor, até mesmo matar ou morrer, se preciso
for. Transgredi; redime-se, no entanto, ao aceitar a punição que a sociedade lhe impõe.
b) é um indivíduo cheio de defeitos e vícios, egoísta, egocêntrico, incapaz de amar ou expressar
qualquer sentimento. É, portanto, um total anti-herói.
c) é capaz dos maiores sacrifícios em nome do amor, até mesmo renunciar da companhia da amada
para preservar a pureza e a grandeza de seu sentimento.
d) mesmo acreditando ser tudo lícito, desde que praticado em nome do amor, recusa-se a seguir seu
coração por medo de trazer a infelicidade à sua amada.
e) é um anti-herói, representante da elite nobre, resquício do feudalismo em pela modernidade, e
acredita ter o direito de casar-se com a amada porque assim lhe foi prometido pela família da moça.

9ª Questão: Assinale a alternativa que não se relaciona com as personagens de “Amor de Perdição”:
a) Personagens ricas e pobres convivem lado alado.
b) As ações das personagens são marcadas pela contenção de sentimento e emoções.
c) Simão é caracterizado através de atributos antagônicos.
d) Teresa representa a mulher burguesa subjugada pela prepotência dos pais.
e) Mariana é a imagem da mulher do povo: franca, rude e generosa.

10ª Questão: Assinale a alternativa que traz a interpretação correta dos nomes das personagens do
romance Iracema (1865), de José de Alencar:
a) Iracema: Lábios de Mel; Martim: Deus do Trovão; Moacir: Filho da Dor.
b) Caubi: Filho da Dor; Poti: Camarão; Iracema: América.
c) Moacir: Filho da Dor; Iracema: América; Martim: Senhor dos Caminhos.
d) Caubi: Senhor dos Caminhos; Iracema: América; Moacir: Filho da Dor.
e) Martim: Deus da Guerra; Iracema: Lábios de Mel; Moacir: Filho da Dor.

3ª PPF de Literatura/1º ano/ Prof. Renato/ Pág. 3