Você está na página 1de 4

Resumo sobre Definições e diferenças vs Projecto Educativo

Definições e diferenças
Conceito e componentes de um Plano
O plano é o conjunto de métodos e medida para execução de um empreendimento,
(KISIL, 2001: 213). Este delineia as decisões de carácter geral do sistema, as suas
grandes linhas políticas, suas estratégias, suas directrizes e precisa responsabilidades.
Tem o sentido específico de sistematizar e compatibilizar objectivos e metas,
procurando optimizar o uso dos recursos do sistema.
Um plano é composto pela síntese dos factos e necessidades que motivam o plano e a
formulação de objectivos; a formulação da política de prioridades (explicita) e a razão
da escolha. Por outro lado, fazem parte do plano os quadros, cronológico das metas a
alcançar no final do período e o ordenado por itens das mudanças a operar, quanto a
expansão de diferentes e modalidade do sistema à estrutura e ao conteúdo dos sectores e
dos níveis dos rendimentos previstos; os recursos humanos disponíveis; o cronograma
dos momentos de disponibilidades, etc.

Programa
O programa é um aprofundamento do plano. É o documento que detalha por sector, a
política, directrizes, metas e medidas instrumentais.
É no programa onde se presume que as finalidades e propósitos gerais que se
estabelecem no processo de planejamento se definam em objectivos concretos e se
traduzem em metas indicando o número, natureza e grau de realização; onde se faz a
selecção de acções necessárias para o alcance dos objectivos previstos.
Porém, para que seja possível alcançar os objectivos previstos o programa deve conter
alguns elementos básicos, como é o caso da síntese de informações sobre a situação a
ser modificada com a programação; uma formulação explicita das funções confiadas
aos órgãos e/ou serviços ligados ao programa, com responsabilidades em sua
execução; a formulação de objectivos gerais e específicos e a explicitação de sua
coerência com as políticas, directrizes e objectivos do sistema maior, e de sua relação
com os demais programas do mesmo nível, bem como a estratégia e a dinâmica de
trabalho a serem adoptadas para a realização do programa.

Projecto
Projecto é o esboço ou uma tentativa claramente detalhada sobre a execução, realização
ou implementação de uma determinada ideia, delimitando sobretudo os seus objectivos,
suas actividades, sua abrangência temporal e financeira, seus beneficiários directos e
indirectos. No entanto, este é o mais detalhado do que o programa. Trata-se de um
documento que sistematiza e estabelece o traçado prévio da operação de uma unidade
de acção.
Para a sua elaboração é necessário seguir-se um roteiro predeterminado, o qual é
definido de acordo com as necessidades e exigências próprias do órgão de execução
e/ou financiador. Requer um ambiente, tempo e paciência adequados para o
desenvolvimento das ideias do grupo.

Actividades e Tarefa
Actividades são as acções previstas para a realização do projecto, devendo
ser claramente descritas e relacionadas aos objectivos específicos, com vista a atingir o
objectivo geral. Porém, estas devem ser numeradas em ordem cronológica de execução.
Por sua vez, considera-se tarefa, a uma actividade que precisa ser realizada dentro de
um período de tempo definido ou por um prazo. Ou seja, uma tarefa é uma actividade
ou um trabalho que há a fazer.
Sumariamente, pode se perceber que o plano é maior que o programa. Por sua vez, o
programa é maior que o projecto, onde este é maior que as actividades e tarefas.

Conceito e função do projecto educativo


Designa-se projecto educativo ao empreendimento de duração finita, com objectivos
claramente definidos na solução de problemas, oportunidades, necessidades, desafios ou
interesses de um sistema educacional, de um educador ou grupo de educadores, com a
finalidade de planejar, coordenar e executar acções voltadas para melhoria de processos
educativos e de formação humana, em seus diferentes níveis e contextos.
O projecto educativo tem o papel de orientar a escola, explicando sobretudo os valores,
as metas e as estratégias segundo as quais a escola se propõe cumprir a sua função
educativa. Além disso, tem também a função de enunciar alguns princípios e explicitar
criteriosamente os valores em que assentam, na proposta das metas e objectivos, que
decorrem desses valores e princípios.
Por outro lado, o projecto Educativo permite à escola a apropriação de um certo espaço
de liberdade face à comunidade, como detentora de um projecto que lhe proporcionará
identificação e o reconhecimento, e se revela capaz de inflectir a direcção, em resultado
de uma avaliação permanente. Entretanto, o projecto educativo visa viabilizar a reforma
escolar a fim de favorecer a expansão.
No entanto, para que um projecto educativo possa ser um instrumento operatório, é
imprescindível a participação total da comunidade educativa relativamente aos
diferentes aspectos da educação e formação, como a organização escolar, relação
pedagógica, recursos humanos e materiais, a fim de que todos os seus membros sintam
que o projecto lhes pertence e façam dele um instrumento de trabalho contínuo. Por
outro lado, é preciso que os pais e encarregados de educação escolham a escola onde
vão colocar os seus educandos e os cursos que melhor garantam o seu futuro, por meio
de um inquérito no desenvolvimento do processo sobre o tipo de educação e formação
que gostariam de ver para os seus filhos, a fim de que se possam conhecer as suas
aspirações e preocupações.
Contudo, este deve ser conduzido por uma pequena equipa orientada sob
responsabilidade directa do conselho pedagógico e/ou do director da escola.
Assim, no acto de preparação/elaboração de um projecto educativo é necessário ter em
conta os seguintes aspectos:
 Caracterização do problema e justificativa;
 Traçar os objectivos (Geral e específicos)
 Envolvimento da comunidade, recolha e tratamento da informação;
 Liderança de todo o processo, e definição das linhas orientadoras;
 definição dos assuntos a abordar, à reflexão;
 Identificar a Metodologia;
 Elaborar o Cronograma e o respectivo orçamento;
 Revisão bibliográfica e redacção final do documento

Tipos de Projectos Educativos


 Projectos de Intervenção - desenvolvidos com intuito de promover uma
intervenção, visando a introdução de modificações na estrutura e/ou na dinâmica
(operação) da organização ou contexto, afectando positivamente seu desempenho.
 Projectos de Pesquisa – desenvolvidos com a finalidade de obtenção de
conhecimentos sobre determinado problema, questão ou assunto, com garantia de
verificação experimental.
 Projectos de Desenvolvimento (ou de Produto) – desenvolvidos com a finalidade
de produção de novos serviços, actividades ou “produtos”.
 Projectos de Ensino – desenvolvidos dentro de uma (ou mais) disciplina (s) ou
conteúdo (s) curricular (es), dirigidos à melhoria do processo ensino-
aprendizagem. São próprios para a área educacional;
 Projectos de Trabalho (ou de Aprendizagem) – desenvolvidos por alunos em
uma (ou mais) disciplina (s) ou conteúdo (s) curricular (es), no contexto escolar,
sob orientação de professor, e têm por objectivo a aprendizagem de conceitos e
desenvolvimento de competências e habilidades específicas.

Principais características do projecto educativo


 Deve ter um objectivo formulado pelos autores e executores do projecto;
 Recursos determinados e disponíveis para a sua execução e autonomia;
 Autenticidade;
 Complexidade e incerteza.
 De Carácter prolongado e faseado.