Você está na página 1de 2

Lula faz lobby para a Vale Moçambique

Escrito por {ga=agencias}


Sábado, 15 Dezembro 2012 10:44 - Actualizado em Sábado, 15 Dezembro 2012 16:40

A empresa brasileira Vale do Rio Doce foi uma das patrocinadoras da viagem que o antigo
Presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, fez em Novembro último pelo continente
africano. Em Moçambique Lula terá feito lobby junto a Ministra do Trabalho para benefício da
multinacional que explora carvão em Moatize, na província central de Tete.

Segundo a brasileira Revista Veja, o presidente da empresa Vale, Murillo Ferreira, viajou no
mesmo jatinho do ex-presidente até Moçambique, onde da agenda oficial apenas sabe-se que
Lula entregou os primeiros anti-retrovirais empacotados na fábrica construída pela sua
fundação e foi o orador principal num Conferência organizada pelo Centro de Documentação
Samora Machel.

Contudo, de acordo com a publicação brasileira, Lula e o Presidente da Vale reuniram-se com
a ministra do Trabalho de Moçambique, Maria Helena Taipo, que tem colocando barreiras para
a exploração de carvão pela empresa brasileira na mina de Moatize, uma das maiores do
mundo.

Na reunião, Lula tentou, sem sucesso, convencê-la a derrubar a exigência de empregar 85%
de mão de obra moçambicana no empreendimento. Segundo vários relatórios independentes,
em quase todos os 38 países onde actua, a Vale é acusada de violar os direitos dos
trabalhadores, das comunidades, de incumprimento e violação de leis ambientais e colocar
em perigo a saúde pública, entre estes estão Moçambique, Brasil, Peru, Chile, Nova Caledônia
e Canadá.

Muita influência no Governo

De acordo com a ONG moçambicana Justiça Ambiental, entre os impactos directos citados
pelos atingidos, figuram a perda de soberania sobre as terras, assassinato de lideranças
comunitárias, prostituição, aumento do custo de vida nas comunidades próximas de onde um
empreendimento é instalado, chegada de um grande número de população flutuante e até
aumento da incidência de doenças psíquicas, neurológicas e físicas, entre as quais doenças
respiratórias, de pele e cancros.

1/2
Lula faz lobby para a Vale Moçambique

Escrito por {ga=agencias}


Sábado, 15 Dezembro 2012 10:44 - Actualizado em Sábado, 15 Dezembro 2012 16:40

Em alguns países a empresa é tambem denunciada pela sua excessiva e perigosa influência
nos governos nacionais. Em Moçambique, onde a Vale está presente desde 2004, o
expresidente da Vale Roger Agnelli continua a fazer parte da equipa de conselheiros do
Presidente Armando Guebuza.

Recentemente o Governo de Guebuza concessionou o sistema ferroportuário Moatize Nacala à


Vale levantando acesas suspeitas e críticas na opinião pública nacional. Aliás, esta decisão do
executivo moçambicano aconteceu sensivelmente um mês depois de Armando Guebuza ter
participado num jantar na residência do actual presidente executivo da Vale Murilo Ferreia, no
Rio de Janeiro.

2/2