Você está na página 1de 9

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO

INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS


DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS ADMINISTRATIVAS E CONTÁBEIS

Curso: Administração
Disciplina: IH 122 Contabilidade Geral I
Professora: Maria da Graça Rissi

DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO
DO EXERCÍCIO - DRE

Conceito: DRE é a apresentação, em forma resumida, das operações realizadas


pela empresa, durante o exercício social, demonstradas de forma a destacar o
resultado líquido do período.

Artigo 187 § 1o. Lei 6404/76: Na determinação do resultado do exercício serão


computados:

a) as receitas e os rendimentos ganhos no período, independentemente de sua


realização em moeda; e

b) os custos, despesas, encargos e perdas, pagos ou incorridos, correspondentes


a essas receitas e rendimentos.

⇒ tais conceituações representam basicamente o Princípio da Competência:


receitas, custos e despesas são contabilizadas como tais no período da ocorrência
do seu fato gerador e não quando são recebidas ou pagas em dinheiro.

Objetivo: fornecer aos usuários das demonstrações financeiras da empresa, os


dados básicos e essenciais da formação do resultado (lucro ou prejuízo) do
exercício.

Apresentação: dedutiva (vertical), isto é, subtrai-se ou soma-se:


Receitas
(-) Despesas
= Resultado (Lucro/Prejuízo)
2

ESTRUTURA DA DEMONSTRAÇÃO
DO RESULTADO DO EXERCÍCIO

Receita Operacional Bruta de Vendas/Serviços1


(-) Deduções
Abatimentos2
Devoluções3
Descontos Comerciais4
Impostos s/Vendas/Serviços5
= Receita Operacional Líquida de Vendas/Serviços6
(-) Custos
Custo do Produto Vendido (CPV)
Custo da Mercadoria Vendida (CMV)
Custo do Serviço Prestado (CSP)
= Lucro/Prejuízo Operacional Bruto7
(-) Despesas Operacionais8
de Vendas9
Administrativas10
Financeiras, Líquidas11
Variações Monetárias12
Outras Receitas/Despesas Operacionais13
= Lucro/Prejuízo Operacional Líquido14
1 Total bruto vendido no período, inclusos os impostos.
2 Ocorrem após a venda e emissão da nota fiscal.
3 Ocorrem após a venda e emissão da nota fiscal.
4 Ocorrem antes da venda.
5 IPI, ICMS, ISS, Imp. de Exportação, PIS/PASEP, IVVC, COFINS, ...
PIS = programa de integração social
PASEP = programa de assistência ao servidor público
IVVC = imposto s/vendas a varejo de combustíveis líquidos e gasosos
COFINS = contribuição para financiamento da seguridade social
6 Receita real da empresa excluídos os impostos.
7 Diferença entre a receita de vendas e serviços e os custos, desprezando as despesas
administrativas, financeiras e de vendas.
8 Contribuem para a manutenção da atividade operacional da empresa; são necessárias para
comercializar os produtos/serviços, bem como, gerenciar e financiar as operações.
9 Comercialização/distribuição de produtos/serviços.
10 Visam à gestão empresarial.
11 Receita Financeira (-) Despesa Financeira; visam à remuneração do Capital de 3 os .
deduzidas as receitas oriundas de aplicações financeiras realizadas.
12 Variações cambiais e correção monetária (TR) de dívidas.
Variações Monetárias:
- Ganho (receita) = valorização da moeda nacional;
- Perda (despesa) = desvalorização da moeda nacional.
13 Despesas Tributárias: Multas fiscais, IPVA, IPTU, Taxa s/prevenção e extinção de incêndio;
Venda esporádica de matérias-primas (se freqüente reduzir do custo de Produção);
Prejuízo/Lucro s/aplicações em outras cias.; Dividendos e rendimentos de outros
investimentos.
14 Resultante da atividade operacional da empresa.
3

(+/-) Receitas/Despesas Não Operacionais15


= Lucro/Prejuízo Antes do Imposto de Renda
(-) Contribuição Social 16
(-) Provisão para Imposto de Renda17
= Lucro/Prejuízo Após Imposto de Renda
(-) Participações18
Debêntures19
Empregados20
Administradores21
Partes Beneficiárias22
Contribuições e Doações23
= Lucro/Prejuízo Líquido do Exercício24
= Lucro por Ação25

Em resumo,

DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO DO EXERCÍCIO

Receita Operacional Bruta de Vendas/Serviços


(-) Deduções
= Receita Operacional Líquida de Vendas/Serviços
(-) Custos
15 Ganho/Perda de Capital. Legislação Fiscal são transações realizadas no período, não
vinculadas à exploração do objeto da empresa. Ex.: Lucro/Prejuízo na alienação de ANC
Investimento e Imobilizado, Doações e subvenções.
16 Tributo cujo objetivo ao ser criado foi reduzir os repasses federais do IR aos estados e
municípios.
17 PIR = Lucro Real x Alíquota do IR.
18 Calculáveis sobre o Lucro após o Imposto de Renda de forma dedutiva.
19 Títulos que oferecem juros, correção monetária (TR) e participação nos lucros ⇒ dedutível
do IR.
20 Parcela complementar de salário - participação nos lucros ⇒ dedutível do IR.
21 Parcela complementar da remuneração dos executivos - participação nos lucros ⇒ não
dedutível do IR.
22 Títulos emitidos como remuneração por serviços prestados por terceiros à empresa -
participação nos lucros ⇒ não dedutível do IR.
23 Para Instituições ou Fundos de Assistência ou Previdência dos Empregados - participação
nos lucros ⇒ dedutível do IR.
24 É a sobra líquida à disposição dos proprietários da empresa.
25 LPA = Lucro Líquido / No . de Ações em Circulação.
4

= Lucro/Prejuízo Operacional Bruto


(-) Despesas Operacionais
= Lucro/Prejuízo Operacional Líquido
(+/-) Receitas/Despesas Não Operacionais
= Lucro/Prejuízo Antes do Imposto de Renda
(-) Provisão para Imposto de Renda/Contribuição Social
= Lucro/Prejuízo Após Imposto de Renda
(-) Participações
= Lucro/Prejuízo Líquido do Exercício
= Lucro por Ação

Lucro Real = Lucro Tributário ⇒ é o lucro líquido (contábil) do período-base


ajustado pelas adições, exclusões ou compensações prescritas ou autorizadas
pela legislação tributária.
 é necessário conhecer o valor do lucro/prejuízo líquido do período e os
valores que deverão ser acrescidos, excluídos ou compensados a esse lucro,
de acordo com a legislação fiscal.

Lucro Real = Lucro Antes do Imposto de Renda (LAIR) + Inclusões - Exclusões

Provisão p/Imposto de Renda = Lucro Real x Alíquota do IR

Legislação Fiscal (Leis nos. 8981 e 9065/95) ⇒ admite o cálculo do imposto de


renda a pagar com base no lucro real ou no lucro presumido (estimado).

Inclusões
De acordo com a legislação fiscal, deverão ser adicionados ao lucro líquido para
a determinação do Lucro Real (ou Tributável):

a) Os custos, despesas, encargos, perdas, provisões, participações e quaisquer


outros valores deduzidos na apuração do lucro líquido que, de acordo com a
legislação tributária, não sejam dedutíveis.
b) Os resultados, rendimentos, receitas e quaisquer outros valores não incluídos
na apuração do lucro líquido que, de acordo com a legislação tributária, devam
ser computados na determinação do lucro real.

Exemplos: o excesso de retirada dos sócios e administradores; as multas fiscais


pagas pela empresa cuja dedução não seja permitida pela legislação do IR; as
participações pagas a administradores e partes beneficiárias; depreciação
acelerada.
5

Exclusões
De acordo com a legislação fiscal, poderão ser excluídos do lucro líquido para a
determinação do Lucro Real (ou Tributável):

a) Os valores cuja dedução seja autorizada pela legislação tributária e que não
tenham sido computados na apuração do lucro líquido do período.

b) Os resultados, rendimentos, receitas e quaisquer outros valores incluídos na


apuração do lucro líquido que, de acordo com a legislação tributária, não sejam
computados no lucro real.

Exemplos: depreciação acelerada incentivada; investimentos realizados por


empresas agropecuárias; prejuízos de exercícios anteriores; participações de
debêntures e empregados; contribuições e doações; dividendos recebidos de
outras pessoas jurídicas; lucro na venda de ANC a longo prazo; lucro na
alienação de bens desapropriados.

EXERCÍCIOS:

01. Qual a diferença entre Lucro Operacional e Não Operacional?

02. O que é Lucro Líquido?

03. A taxa do dólar no início de 2009 era de $ 2,307 para US$ 1,00. Para um financiamento de
US$ 12.000 em 02.01.2009, qual foi à variação cambial no ano, sabendo-se que em
31.12.2009 o dólar estava cotado em $ 1,750?

04. A variação cambial incide sobre:


(a)empréstimos de longo prazo efetuado em moeda nacional;
(b)financiamentos de curto prazo de ativos permanentes;
(c)somente em financiamentos de ativos permanentes imobilizados;
6

(d)empréstimos e financiamentos em moeda estrangeira;


(e)aplicações financeiras de curto prazo.

05. No período de carência de um empréstimo os juros são:


(a)calculados e apropriados, ainda que não pagos;
(b)apenas calculados;
(c)registrados apenas quando pagos;
(d)registrados apenas gerencialmente e não contabilizados;
(e)nenhuma das respostas acima.

06. Para um lucro de $ 2.868, quanto se pagará de imposto de renda, sabendo-se que há
inclusões no total de $ 1.272 e $ 140 de exclusões? A alíquota do imposto de renda utilizada é
de 15%.

07. As despesas financeiras de certa empresa atingem o total de $ 968.600. As receitas


financeiras são da ordem de $ 869.600. Qual o grupo e de que forma apresentaríamos tais
valores na DRE?

08. Estruture a DRE da Empresa LucroCerto em 31.12.2009, a partir das seguintes


informações: Lucro antes do Imposto de Renda $ 5.590; Despesas Administrativas $ 9.120;
Custo das Vendas $ 22.800; Lucro Bruto $ 27.770; Lucro Operacional $ 5.900; Despesas não
Operacionais $ 1.360; Receitas não Operacionais $ 1.050; Despesas de Vendas $ 12.750;
Lucro Líquido $ 2.840; Receita Líquida de Vendas $ 50.570; Participações Diversas $ 1.000;
Imposto de Renda $ 1.750; Lucro após Imposto de Renda $ 3.840.

09. Sabendo-se que o Lucro após o Imposto de Renda da Cia. Elétrica em 31.12.2009 foi de $
1.200, e que o estatuto prevê participações de Empregados (5%); Administração (15%);
Debêntures (10%) e Partes Beneficiárias (1%), calcule o Lucro Líquido do Exercício.

10. Com os dados abaixo elabore a Demonstração do Resultado do Exercício da Empresa


Light S.A. em 31.12.2009.

Despesas Financeiras Líquidas $ 23.349


ICM s/Vendas $ 989.690
Fundação de Empregados (Participações) $ 10.000
Abatimentos s/Vendas $ 485.379
Receitas Não Operacionais $ 1.820
Despesas Comerciais $ 814.325
Participação de Empregados $ 1.007
Lucro s/Investimento em outras Cias. $ 157.139
Custo das Mercadorias Vendidas $ 4.741.824
Despesas Administrativas $ 514.029
Despesas Não Operacionais $ 148
Participação dos Administradores $ 20.000
Receitas Operacionais Brutas (Vendas) $ 7.637.165
Devoluções de Mercadorias $ 30.296
Provisão para Imposto de Renda $ 43.128
Capital Social (1.000 ações de $ 5.000) $ 5.000.000

11. No final de 2009, o contador da empresa Betamax apurou os seguintes saldos nas contas
de despesas e receitas (em $ Mil):
7

Devolução de Vendas $ 50
Custo da Mercadoria Vendida $ 400
Descontos Comerciais Concedidos $ 12
Descontos Financeiros Concedidos $2
Receitas de Aplicações Financeiras $ 41
Vendas Brutas $ 1300
Despesa c/Pessoal Administrativo $ 38
Prejuízo na Venda de ANC Imobilizado $5
Impostos sobre Vendas $ 90
Aluguéis das Lojas de Vendas $ 30
Despesas de Juros $ 56
Despesas com Propaganda $ 130
Comissões Pagas aos Vendedores $ 45
Despesas c/Pessoal de Vendas $ 99

Prepare a DRE, sabendo que o capital social da empresa é constituído por 100 mil ações.
Calcule a PIR na base de 15% sobre o lucro.

12. Considerando as contas a seguir e sabendo que as participações estatutárias sobre o lucro
após o imposto de renda são Empregados (5%) e Administradores (10%), elabore a DRE da
Cia. Otimista para 31.12.2009.

Vendas $ 100.000
Comissões s/Vendas $ 1.800
Impostos s/Vendas $ 20.000
Publicidade e Propaganda $ 200
Descontos Comerciais Concedidos $ 1.000
Receitas Financeiras $ 900
Custo das Vendas $ 38.000
Honorários da Diretoria $ 2.400
Salários e Encargos $ 7.000
Impostos e Taxas Diversas $ 200
Depreciações e Amortizações $ 300
Despesas Administrativas $ 100
Despesas Financeiras $ 1.900
Prejuízo na Venda de ANC Imobilizado $ 5.000
Prejuizo em Invest. Cias. Controladas $ 1.600
Provisão para Imposto de Renda $ 8.000
Receitas Não Operacionais $ 9.000
Despesas Não Operacionais $ 1.900
Receitas de Dividendos $ 6.000
Lucro na Venda de Bens Móveis $ 500
Baixa de Ativos Obsoletos $ 1.000

13. Estruture a DRE e o BP a partir das seguintes informações:

Cia. Damaceno
Balanço Patrimonial em 31.12.2008
ATIVO PASSIVO
AC
Caixa $ 1.000
$ 1.000
8

ANC PL
Imobilizado Capital Social $ 4.500
Terrenos $ 4.000 Lucros Acum. $ 500
$ 4.000 $ 5.000
Ativo Total $ 5.000 Passivo Total $ 5.000

Outras informações:
•Imposto de Renda à base de 15%. O lucro contábil é igual ao lucro real.
•Dividendos provisionados à base de 40% do lucro líquido.
•Admita que a empresa vendeu durante o ano de 2009, $ 10.000, do qual a metade já foi recebida.
•Das parcelas subtrativas obteve-se:
Custos totalmente pagos $ 3.000
Despesas operacionais não pagas $ 2.000
•A empresa comprou à vista no final do ano prédios no valor de $ 1.950, e, também no final do ano,
aumentou o capital social em dinheiro no valor de $ 2.000.

14. A Cia. Trevo apresentou o seguinte Balanço Patrimonial em 31.12.2008:

Cia. Trevo
Balanço Patrimonial em 31.12.2008
ATIVO PASSIVO
AC PC
C AIXA $ 1.000 C ONTAS A PAGAR $ 2.000
Estoques $ 2.000 $ 2.000
$ 3.000
ANC PL
Imobilizado Capital Social $ 4.000
Terrenos $ 5.000 Lucro Acumulado $ 2.000
$ 5.000 $ 6.000
Ativo Total $ 8.000 Passivo Total $ 8.000

Durante o exercício social de 2009, ocorreram as seguintes operações:


• Venda da metade do estoque por $ 3.000, a prazo;
• Despesas operacionais de $ 800, sendo metade à vista;
• A empresa provisionou créditos de liquidação duvidosa (Pp/CLD) à base de 3% do saldo de
duplicatas a receber, e quitou 60% de suas contas a pagar de 2008;
• Calculou a provisão para imposto de renda à base de 15%.
• Em 30.01.09 obteve um financiamento a longo prazo de $ 4.000 e, na mesma data adquiriu
veículos no total de $ 3.000.
• Os veículos foram depreciados à base de 20% a.a.
• Provisionou dividendos a pagar à base de 25% do lucro líquido do exercício.

Pede-se: Estruture a DRE e o BP em 31.12.2009.

15. A Cia. Salinas, no dia 31.12.2009, após os ajustes, apresentava as seguintes contas de
Receitas e Despesas e outras de natureza semelhante: Vendas de Produtos $ 119.460;
Impostos sobre Vendas $ 16.650; Custo dos Produtos Vendidos $ 56.160; Despesas com
Vendas $ 11.360; Despesas Administrativas $ 7.980; Despesas Financeiras $ 8.380; Receitas
Financeiras $ 9.230; Receitas Operacionais $ 620; Despesas Operacionais $ 13.500. A
provisão para imposto de renda e contribuição social, calculada no livro de apuração do lucro
real, totalizou $ 6.420. As participações, determinadas extracontabilmente, somaram $ 130. O
9

Capital Social era dividido em 1.000.000 de ações. Estruture a DRE para o exercício social
encerrado em 31.12.2009.

16. A finalidade da Demonstração do Resultado do Exercício é:


(a)Apresentar a receita da empresa e as despesas de forma dedutiva, bem como os custos e
despesas agrupadas por categorias;
b)Apresentar a receita com vendas e as despesas administrativas de forma dedutiva;
c)Apresentar as compras de mercadorias para venda, vem como os custos e despesas;
d)Nenhuma das respostas anteriores.

17. Na elaboração da Demonstração do Resultado do Exercício consideram-se:


(a)O regime de caixa para as receitas e o regime de competência para as despesas;
(b)O regime de competência para as receitas e o regime de caixa para as despesas;
(c)O regime de competência tanto para as receitas quanto para as despesas;
(d)Nenhuma das respostas anteriores.

Você também pode gostar