Você está na página 1de 1

BAIXAR BIBLIOGRAFIAS SOBRE A PRAIEIRA (1848-1849)

- CARVALHO, Marcus J. M. de. “A Guerra do Moraes: A Luta dos Senhores de Engenho na


Praieira”. Recife: Diss. de Mestrado, UFPE, 1986.

- NEEDELL, Jeffrey D. “Provincial Origins of the Brazilian State: Rio de Janeiro, the Monarchy, and
National Political Organization, 1808-1835”. In Latin American Research Review, vol. 36, n. 3
(2001), pp. 132-151.

- CHACON, Vamireh. “Introdução”.In Autos, p. LXIII. Sobre a atuação política de Borges da


Fonseca no Rio, durante o Primeiro Reinado, veja-se RANGEL RICCI, Maria Lúcia de Souza. A
Atuação Política de um Publicista: Antonio Borges da Fonseca. Campinas: Pontifícia Universidade
Católica, 1995. RIBEIRO, Gladys Sabina. A Liberdade em Construção. Rio de Janeiro: Relume
Dumará, 2002, pp. 267-268.

- CARVALHO, Marcus J. M. de. “Que crime é ser cismático? As transgressões de um pastor negro
no Recife patriarcal, 1846”. In Estudos Afro-Asiáticos (Rio de Janeiro, Centro de Estudos Afro-
Asiáticos), 2000, vol. 36, pp. 97-122

- _____ De portas adentro e de portas afora: trabalho doméstico e escravo e escravidão no


Recife, 1822-1850. Afro-Asia, 29/30 (2003), pp. 41-78. p. 43

- Department of State: United States Consul in Pernambuco, Microfilm T 344, 6/9/1845 (O cônsul
americano no Recife, em 1845, observou que a interrupção das obras públicas durante o
governo praieiro jogou muita gente nas ruas)

-Veja-se ainda: NARO, Nancy. “The 1848 Praieira Revolt in Brazil”. Chicago: Univ. of Chicago, Diss.
de Doutorado, 1980.