Você está na página 1de 26

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS

ICEI – Instituto de Ciências Exatas e Informática


Engenharia de Computação

Mateus Felipe Mendes Viana


Matheus Gontijo Dias

Relatório Parcial
“Conversor Digital Analógico”

Belo Horizonte
29 de Abril de 2019
Mateus Felipe Mendes Viana
Matheus Gontijo Dias

Relatório Parcial
“Conversor Digital Analógico”

Relatório Parcial apresentado ao curso de


Engenharia de Computação, como parte,
dos requisitos necessários para elaboração
de um Conversor Digital Analógico.

Professor: Paulo José da Costa Cunha

Belo Horizonte
29 de Abril de 2019
RESUMO

O presente relatório descreve o funcionamento do CI 555 e um contador binário up de


quatro bits. Sendo previsto um ponto de inserção de um clock externo no lugar do primeiro
bloco, e um indicador visual da contagem por meio de um decodificar e display de 7 segmentos,
para elaboração de um conversor Digital analógico (DAC), sendo descrito as características
necessárias para se obter um oscilador astável com frequência definida em aproximadamente
100 Hz, e o Duty Cycle (Ciclo de Trabalho) em 50% com intuito de se obter uma onda quadrada.
É demonstrado os materiais utilizados sendo eles resistores de 4.7KΩ e 150KΩ, capacitores de
47nF e 10nF, protoboard para montagem do circuitos além de fios, e LED (para teste do
circuito), CI 7493 e CI 7447 e display de 7 segmentos, os cálculos realizados para atingir os
valores desejados sendo eles obtidos de 100.55 Hz e Duty Cycle de 50.35% bem próximos do
desejado, e o desenvolvimento prático do oscilador, demonstrando dificuldades apresentadas
durante a montagem, como verificar se a frequência gerada pelo circuito corresponde a
frequência desejada, e o ciclo de trabalho, sendo assim necessário um osciloscópio. Sendo
analisado por fim através de simulações que a saída (Output) se obteve a frequência de 99,82Hz
e um duty cycle de 50,32%. A simulação feita para o contador e os testes e dificuldades
encontrados durante o desenvolvimento do contador de 4 bits.

Palavras-Chave: Oscilador. CI 555. Frequência. Duty Cycle. Contador.


LISTA DE ILUSTRAÇÕES

Figura 1 – Organização CI NE555.................................................................................. 7


Figura 2 – Organização do SN74LS93 Visão do Topo...................................................9
Figura 3 – Organização do SN74LS47 Visão do Topo.................................................10
Figura 4 – Esquema Ânodo comum.............................................................................. 11
Figura 5 – Resultados designados ao display................................................................ 12
Figura 6 – Diagrama base de ligação do oscilador astável........................................... 14
Figura 7 – Diagrama final de ligação do oscilador astável........................................... 16
Figura 8 – Esquema montado no simulador.................................................................. 16
Figura 9 – Simulação no osciloscópio Multisim.......................................................... 17
Figura 10 – Simulação do circuito no Multisim............................................................ 17
Figura 11 – Medições das frequências.......................................................................... 18
Figura 12 – Simulação Osciloscópio Formas de Onda................................................. 19
Figura 13 – Esquema Prático........................................................................................ 20
Figura 14- Esquema Prático ligado com o LED........................................................... 20
Figura 15 – Teste do circuito no Osciloscópio..............................................................21
Figura 16 – Montagem do contador up de 4 bits.......................................................... 22
Figura 17 – Medição das frequências no Osciloscópio................................................. 22
Figura 18 – Gerador de Funções................................................................................... 23
LISTA DE TABELAS

Tabela 1 – Especificações da pinagem do NE555 ................................................ 8


Tabela 2 – Materiais utilizados e seus respectivos valores ............................... ..13
SUMÁRIO
1. INTRODUÇÃO .................................................................................................... 7

1.1 OBJETIVO GERAL ........................................................................................... 12

1.2 OBJETIVO ESPECIFICOS ............................................................................... 12

2. LISTA DE MATERIAS ..................................................................................... 13

3. DESENVOLVIMENTO ..................................................................................... 14

4. MONTAGEM E TESTES .................................................................................. 20

5. ETAPAS FUTURAS .......................................................................................... 24

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ......................................................................... 25


7

1. INTRODUÇÃO

O projeto consiste em desenvolver um conversor Digital-Analógico, divido em três


partes distintas que após interligados permitirão a conversão de um sinal binário de quatro bits
em um sinal analógico com dezesseis níveis de tensão. O primeiro bloco do projeto é um
multivibrador astável, os multivibradores são circuitos que podem variar sua saída para dois
estados distintos tendo como características principais à amplitude do sinal oscilante bem
definidas, ganho de malha bem elevado e onda quadrada na saída, o seu funcionamento astável
não apresenta um estado constante com isso ele se comporta como um oscilador, que são
configurações encontradas em praticamente todos os circuitos eletrônicos. Gerando sinais com
as mais diversas frequências e formas de onda.
Para a construção do oscilador foi utilizado um circuito integrado 555 de 8 pinos que é
capaz de uma de suas configurações emitir pulsos em sua saída com um período configurável.
Ou seja, ele é capaz de criar um clock, ele é capaz de operar em três modos distintos sendo eles,
monoestável (atua como um disparador), astável modo que será utilizado no projeto (atua como
oscilador), e biestável (utilizado como flip - flop).
O circuito integrado escolhido foi o NE555, é um componente para produzir as
oscilações ou intervalos de tempo com precisão, sendo um excelente timer que encontramos
em aplicações em sistemas de alarme, automação residencial, automóveis, biometria entre
outros. A organização da pinagem do NE555 pode ser verificada na Figura 1.

Figura 1 – Organização CI NE555

Fonte: Blog Fazedores (2014)


8

As especificações detalhadas da pinagem do CI NE555 utilizado, são encontrados na


Tabela 1.

Tabela 1 – Especificações da pinagem do NE555

Pino Nome Descrição


1 GND Terra – Este pino deve estar sempre conectado ao terra da
alimentação.
2 TRIGGER Gatilho – Este Pino ativa o biestável interno e a saída
(OUTPUT) quando estiver abaixo de 1/3 da tensão VCC.
3 OUTPUT Saída – Quando ativado permanece em VCC por um
intervalo de tempo. O intervalo de tempo é definido por
alguns componentes.
4 RESET Resetar – Interrompe um ciclo de temporização quando
conectado ao terra (“puled low”).
5 CONTROL Tensão de Controle – Usado para alterar o funcionamento
do comparador interno do chip ligado ao pino limiar
(THRESHOLD) tornando-o mais ou menos sensível.
6 THRESHOLD Limiar – Desativa o biestável interno e a saída (OUTPUT)
quando estiver com uma tensão 2/3 da tensão VCC.
7 DISCHARGE Descarga – É usado para descarregar o capacitor conectado
a este terminal. O capacitor é um dos componentes externos
que citamos ao descrever o pino de saída.
8 VCC Positivo – Este pino deve estar sempre conectado ao
positivo da alimentação.
Fonte: Blog Fazedores (2014)

As especificações de funcionamento do CI NE555 são:


➢ Tensão de alimentação: 4.5 à 18 VDC.
➢ Corrente máxima de saída: +/- 200 mA
➢ Corrente de limiar típica: 30 nA
➢ Nível de disparo típico com alimentação de 5V:1,67 V.
➢ Temporização desde microssegundos até horas.
➢ Temperatura de operação -40ºC a +85ºC
9

O segundo bloco, consiste em utilizar como clock o sinal gerado pelo primeiro bloco,
tendo como objetivo o desenvolvimento de um contador binário up de quatro bits. Sendo
previsto um ponto de inserção de um clock externo no lugar do primeiro bloco, e um indicador
visual da contagem por meio de display de 7 segmentos.
Para realização da contagem foi utilizado o circuito integrado (CI) SN74LS93, da marca
Texas Instruments um contador assíncrono de 4 bits, contendo 4 flip-flops do tipo JK master-
slave, que elimina todos os problemas de temporização usando dois flip-flops SR conectados
juntos em uma configuração em série. Um flip-flop atua como o circuito “Master”, que dispara
na borda inicial do pulso do relógio enquanto o outro atua como o circuito “Slave”, que dispara
na borda descendente do pulso do relógio. Um gating adicional é usado para fornecer um
contador de divisão por dois e um contador binário de três estágios para o qual o comprimento
do ciclo de contagem é dividido por oito. A organização da pinagem do CI, pode ser observado
na figura 2.

Figura 2 – Organização do SN74LS93 Visão do Topo

Fonte: Datasheet SN74LS93 (1988)

As especificações de funcionamento do CI SN74LS93 são:


➢ Tensão de alimentação: 7 V.
➢ Tensão de entrada: 5.5 V.
➢ Temperatura de operação 0ºC a +70ºC.
➢ Dissipação de energia: 45mW.
➢ Frequência máxima suportada: 42Mhz.
As funções dos pinos são:
➢ CKB (1) – Entrada de clock do B.
➢ R0 (1) (2) – Entrada do reset em nível alto zera o contador (0000).
➢ R0 (2) (2) – Entrada do reset em nível alto zera o contador (0000).
➢ VCC (5) – Alimentação do respectivo CI.
10

➢ CKA (14) – Entrada de clock do A.


➢ QA (12), QB (13), QC (8), QD (9) – Saídas dos quatro flip – flops respectivamente.
➢ GND (10) Terra do respectivo CI.

Para a verificação da saída do contador, foi feito através de um indicador visual por
meio de um display de 7 segmentos. Como a indicação será na forma crescente, a indicação dos
bits será feita partindo do bit menos significativo (LSB) para o bit mais significativo (MSB).
Utilizamos o CI SN74LS47 também da marca Texas Instruments, que funciona como um
conversor de código BCD (Binary-Coded Decimal), um sistema usado para representar
números decimais internos onde cada dígito decimal é representado por quatro bits. A
organização da pinagem do decodificador, pode ser observado na figura 3.

Figura 3 – Organização do SN74LS47 Visão do Topo

Fonte: Datasheet SN74LS47 (1988)

As especificações de funcionamento do CI SN74LS47 são:


➢ Tensão de alimentação: 7 V.
➢ Tensão de entrada: 5.5 V.
➢ Temperatura de operação 0ºC a +70ºC.
➢ Frequência máxima suportada: 35Mhz.
As funções dos pinos são:
➢ ‘A’ (7), ‘B’ (1), ‘C’ (2), ‘D’ (6) – Entradas do decodificador.
➢ ‘a’ (13), ‘b’ (12), ‘c’ (11), ‘d’ (10), ‘e’ (9), ‘g’ (14), ‘f’ (15) – Saídas do
decodificador.
➢ LT (3) – Lamp Test utilizado para testar os segmentos do display.
➢ BI (14) – Blank Input apaga todos os segmentos.
➢ RBI (5) – RIPPLE BLANKING INPUT Apaga os 0s que estão à esquerda ou a direita
de um número mostrado em 'displays' de vários dígitos; funciona em conjunto com a
11

saída RIPPLE BLANKING OUTPUT para controlar o 'display' dependendo dos valores
adjacentes.
➢ VCC (16) – Alimentação do respectivo CI.
➢ GND (8) Terra do respectivo CI.

O display de 7 segmentos, utilizado foi um anodo comum com todos os ânodos do diodo
emissor de luz conectados juntos. Estes necessitam um excitador da exposição com saídas que
se tornam baixas para iluminar cada segmento, que tem como respectivo esquema a figura 4.

Figura 4 – Esquema Ânodo comum

Fonte: Electronica PT (2019)


12

1.1 OBJETIVO GERAL

Este trabalho tem como objetivo utilizar o circuito integrado NE555, para projetar um
oscilador astável, e um contador binário up de 4 bits, para utilizar na montagem de um conversor
Digital-Analógico (DAC).

1.2 OBJETIVO ESPECIFICOS

O oscilador deve ter as seguintes características:


➢ Possuir uma frequência de 100 Hz.
➢ Apresentar um duty cycle (ciclo de trabalho) de 50%.

O contador deve contar em hexadecimal, ou seja, de ‘0’ a ‘F’, a simbologia de do


decodificador em relação ao display pode ser observado na figura 5.

Figura 5 – Resultados designados ao display


13

2. LISTA DE MATERIAS

Tabela 2 – Materiais utilizados e seus respectivos valores

Nome Especificações Quantidade Preço(unitário)


Circuito integrado, utilizado
CI NE555 como temporizador ou 1 R$ 0,77
oscilador
Resistores nos valores de 4,7kΩ
Resistores e 150kΩ e 2,2kΩ. Com 2 R$ 0,15
potência de 250mW.
Capacitores de cerâmica pcs
Capacitores nos valores de 10nF e 47nF. 2 R$ 0,17
Com tensão de 400V.
Fonte reutilizada de um
Fonte de 5V carregador de celular 1 -

Protoboard 760 furos Posições


Protoboard Syb-130 2 R$ 22,00**

Circuito integrado 1 R$ 10,00


CI SN74LS47 decodificador BCD. Tensão
máxima de alimentação 7 V.
Display 166 BA Display anodo comum. 1 R$ 3,00
Anodo
Circuito integrado contador de 1 R$ 1,35
CI SN74LS93 4 bits. Tensão máxima de
alimentação 7 V.
** Placa foi emprestada, preço sugerido pelo mercadolivre.com
14

3. DESENVOLVIMENTO

Incialmente utilizamos um diagrama de ligação da estrutura interna de NE555 como


base.

Figura 6 – Diagrama base de ligação do oscilador astável

Fonte: Mundo Projetado (2017)

Com o diagrama é perceptível que é necessário para montagem em um protoboard, dois


resistores e dois capacitores, uma fonte de tensão, e fios para a conexão dos componentes. De
acordo com os objetivos específicos do trabalho precisamos de uma frequência de 100 Hz e um
duty cycle de 50%. Para chegarmos nestes valores foi necessário à utilização de um simulador
de CI 555 que calcula os tempos e frequência no modo astável do NE555. Sendo que a formulas
utilizadas para os cálculos são:

Frequência de oscilação é dada por:

(1)

O tempo em que a saída permanece em nível alto é dado por:

(2)
15

O tempo em que a saída permanece em nível baixo é dado por:

(3)
Para se calcular o duty cycle é necessário o período da função que é dado pelo inverso
da frequência, e o tempo em que a à saída permanece em nível alto, e para se obter a
porcentagem do ciclo de trabalho basta multiplica-lo por 100, ou seja:

(4)

Utilizando o simulador do CI 555, disponibilizado pelo site squids.com.br, variamos os


valores do capacitor C1 pois já tínhamos os resistores no valor de 4.7KΩ e 150KΩ, encontramos
o valor de 47nF para o capacitor (C1), para obtermos o mais próximo da frequência de 100 Hz
e 50% de duty cycle. Se substituímos nas formulas acima encontramos:

Valores bem próximos dos desejados. Com isso foi possível montar o diagrama final
para a realização da montagem no protoboard.
16

Figura 7 – Diagrama final de ligação do oscilador astável

Fonte: Autores

Antes da montagem prática do circuito foi realizado uma simulação no Multisim, para
verificar os valores calculados são compatíveis com o desejado, essa simulação pode ser
observada na figura 8.

Figura 8 – Esquema montado no simulador.

Fonte: Autores (Multisim 14.0)

Como podemos ver a frequência obtida pelo circuito acima foi de 100 Hz o valor
desejado. Com isso concluímos que a frequência foi obtida com exatidão. Na Figura 9 se
encontra a simulação no osciloscópio para se observar a forma da onda, consequentemente o
duty cycle.
17

Figura 9 – Simulação no osciloscópio Multisim.

Fonte: Autores (Multisim 14.0)

Para montagem do segundo bloco, utilizamos os respectivos datasheet apresentado nas


Figura 2 e 3, para fazermos as ligações necessárias no simulador Multisim e obtivemos o
diagrama da figura 9.

Figura 10 – Simulação do circuito no Multisim


Fonte: Autores (Multisim 14.0)
18

O sinal gerado, pelo primeiro bloco o pino OUT (3), do CI NE555, entra no clock A do
contador 7493, o clock B como verificado no datasheet (1988), ela está ligada a uma saída do
flip-flop, no caso a saída QA, os pinos de reset do contador foram aterrados, e as saídas
correspondentes ao contador foram ligadas, as entradas correspondentes do decodificador. Por
fim as saídas do decodificador foram ligadas ao correspondente do display de 7 segmentos.
Foi realizado as medições na saída QA e QB do contador para verificar a divisão de
frequência das respectivas saídas como podemos ver na Figura 11.

Figura 11 – Medições das frequências

Fonte: Autores (Multisim 14.0)

A Figura 12, demostra as formas de onda e a frequência de cada saída do contador up


de 4 bits através do simulador Multisim,
19

Figura 12 – Simulação Osciloscópio Formas de Onda


Fonte: Autores (Multisim 14.0)

É possível observar as respectivas divisões de frequência de cada saída do contador, e a


forma da onda que representa a contagem hexadecimal, do bit mais significativo ao menos
significativo.
20

4. MONTAGEM E TESTES

Utilizando o diagrama final do CI NE55, para a montagem do circuito obtivemos o


esquema prático da Figura 13.

Figura 13 – Esquema Prático

Fonte: Autores

Após verificar as ligações foi feito a ligação do circuito em uma fonte de 5 V, onde foi
colocado um resistor e 460 Ω, seguida de um LED, para teste do funcionamento do circuito que
pode ser observado na Figura 14.

Figura 14- Esquema Prático ligado com o LED

Fonte: Autores
21

Após a montagem do circuito, a dificuldade foi verificar se a frequência gerada pelo


circuito integrado era correta, como calculados acima, ou seja, uma frequência próxima ao
desejado.
No laboratório podemos testar utilizando o osciloscópio, a frequência e duty cycle do
circuito montado e os resultados obtidos pode ser verificado na Figura 15.

Figura 15 – Teste do circuito no Osciloscópio

Fonte: Autores

É observado que a frequência obtida é de 97.063 Hz, isto se dá pela variação encontrado
no resistor (R2) de 150kΩ, do oscilador astável quando medido apresentou um valor de 155
kΩ, os outros componentes se comportam bem próximos do esperado. O duty cycle encontrado
de 50,46% foi bem satisfatório.
A montagem do primeiro bloco, com o segundo pode ser observada na figura 16. As
dificuldades encontradas na montagem foram o espaço disponível na protoboard, como são
varias conexões, na parte final utilizamos jumpers, para facilitar as ligações do decodificador
ao protoboard. E os testes do divisor de frequência que acontece no contador, pois observamos
ruídos nas saídas do respectivo CI.
22

Figura 16 – Montagem do contador up de 4 bits.

Fonte: Autores

Na figura 17, verificamos a divisão das frequências observado no osciloscópio através


dos canais 1,2,3 e 4 respectivamente, foi observado ruídos na medição que serão devidamente
corrigidos.

Figura 17 – Medição das frequências no Osciloscópio

Fonte: Autores
23

Como a frequência, era alta para se observar a contagem, utilizamos para teste um
gerador de funções (Figura 18), na entrada do sinal do contador, operando a 2Hz, com isso
foi possível observar que a contagem atende a Figura 5 que representa a saída do decodificador
para o display.

Figura 18 – Gerador de Funções

Fonte: Autores
24

5. ETAPAS FUTURAS

Finalmente no terceiro bloco a saída do contador binário de quatro bits será aplicada a
um a um conversor Digital Analógico que utilize uma rede R-2R e um amplificador
operacional. O sinal na saída deste conversor será um conjunto de dezesseis valores de tensão
proporcionais às entradas binárias.
25

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELETRÔNICA E DE TELECOMUNICAÇÃO.


Orientação para projeto de um conversor digital analógico (dac). Disponível no ambiente
de gestão acadêmica SGA.

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA


CATARINA. Multivibradores com ci 555. Disponível em:
<http://www.professorpetry.com.br/Ensino/Repositorio/Docencia_CEFET/Osciladores_Multi
vibradores/2012_2/Apresentacao_Aula_08.pdf >. Acesso em 22 Mar. 2019.

INSTITUTO NEWTON C BRAGA. Osciladores. Disponível em:


<http://www.newtoncbraga.com.br/index.php/novos-componentes/52-artigos-
tecnicos/artigos-diversos/3664-art499>.

MUNDO PROJETADO. CI 555 – O que é e como funciona? Disponível em:


<http://mundoprojetado.com.br/ci-555-o-que-e-e-como-funciona/>. Acesso em 22.Mar.2019.

FLIPFLOP. NE555 CI Temporizador de Precisão. Disponível em:


<https://www.filipeflop.com/produto/ne555-ci-temporizador-de-precisao/>. Acesso em
22.Mar.2019.

FAZEDORES. CI 555 – Conheça o chip e o modo monoestável (parte 1). Disponível em:
<https://blog.fazedores.com/ci-555-conheca-o-chip-e-o-modo-monoestavel-parte-1/>. Acesso
em 22. Mar.2019.

TEXAS INSTRUMENTS. Sn5446a, ’47a, ’48, sn54ls47, ’ls48, ’ls49 sn7446a, ’47a, ’48,
sn74ls47, ’ls48, ’ls49 bcd-to-seven-segment decoders/drivers. Disponível em:
<http://www.ti.com/lit/ds/sdls111/sdls111.pdf>. Acesso em: 25 Abr. 2019.
26

TEXAS INSTRUMENTS. SN74LS93 Decade, Divide-By-Twelve and Binare Counters


Disponível em: <http://www.ti.com/lit/ds/sdls111/sdls111.pdf>. Acesso em: 25 Abr. 2019.

Electronica PT. Display de 7 segmentos. Disponível em: < https://www.electronica-


pt.com/eletronica-digital/display-7-segmentos>. Acesso em: 25 Abr.2019.