Você está na página 1de 68

1 de 68

Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -


Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

ÍNDICE

1.0 Propósito................................................................................................................... 2
2.0 Escopo ...................................................................................................................... 2
3.0 Definições ................................................................................................................. 2
4.0 Procedimento............................................................................................................ 6
4.1 Riscos e Controles ............................................................................................. 6
4.2 Verificações Preliminares ................................................................................... 8
4.3 Mobilização do Umbilical .................................................................................. 12
4.4 Mobilização de Equipamentos de Manobra ..................................................... 21
4.5 Sequência de descida ...................................................................................... 28
4.6 Sequência de Fundo ........................................................................................ 39
4.7 Troca de fluído ou Bombeio de EDTA .............................................................. 49
4.8 Retirada da coluna ........................................................................................... 52
4.9 Desmobilização dos equipamentos da MR ...................................................... 61
5.0 Materiais Necessários............................................................................................. 62
6.0 Documentos de Referência .................................................................................... 63
7.0 Requisitos de Treinamento e Competência ............................................................ 64
8.0 Registro de Alteração de Documento ..................................................................... 64

© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 1 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
2 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

1.0 Propósito

Instruir detalhadamente sobre a etapa de execução dos serviços relacionados a operação de mar
fechado, abrangendo todos os equipamentos e ferramentas que compõem o Sistema DPR 10K
Lote C quando utilizados em operações de mar fechado, fornecendo assim, informações para a
equipe de serviços offshore as normas e procedimentos operacionais e de segurança necessários
para a operação. É objetivo deste documento também informar as diretrizes de registro de dados
para com a operação á ser executada.

2.0 Escopo

Esse documento abrange informações pertinentes a execução da operação offshore de “Mar


Fechado” com o Sistema DPR 10K Lote C. Ressaltando que o mesmo não abrange todas as
questões que podem surgir durante a operação do sistema.

3.0 Definições

3.1 Cronograma do Poço – Descrição cronológica de todas as etapas da construção do poço.

3.2 APRI do Poço – Análise Preliminar dos Riscos e Incertezas, é um estudo existente para
cada operação, onde são levantados todos os riscos de erro para cada tarefa e o que pode
ser feito para reduzir a probabilidade (chance) e/ou o impacto (efeito) das consequências.

3.3 Cronograma EQSB – É um documento que contém a sequência operacional da operação é


confeccionado pelo EQSB com base nas informações colhidas do cronograma do poço,
APRI e outras operações similares.

3.4 OCEANOP – Ferramenta com previsões meteoceanográficas disponível na rede Petrobras.

3.5 Software 2HOffshore – É um programa desenvolvido pela 2H em parceria com a WFT, onde
o mesmo é capaz de projetar a variação de Heave para o período da operação, de acordo
com os dados colhidos das previsões do OCEANOP.

3.6 Relatório Diário de DP – Boletim emitido diariamente pela ponte de controle da Sonda, onde
estão registrados os valores reais das condições ambientais e de posicionamento dinâmico.

3.7 Balanceio da COT – Planilha com as características e quantidade de componentes (DPR ou


DP) definidos para a coluna de operação e trabalho.

3.8 Análise de Tally – Avaliação da condição de segurança da coluna, com o posicionamento


dos clamps e último centralizador dentro da SlipJoint.

3.9 RDO – Relatório Diário de Operações (DPR WFT).

3.10 BDOS – Boletim Diário de Operações Submarinas é um relatório digital dentro do software
OpenWells, onde é possível efetuar os registros das atividades diárias, anexar documentos
pertinentes e comentários relevantes.

3.11 Off-Set – Afastamento da sonda em relação ao poço. Geralmente em metros ou em


porcentagem em relação a lamina d’agua.

© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 2 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
3 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

3.12 Heave, Pitch e Roll – Oscilação no eixo vertical, inclinações longitudinal e transversal.
Index Line – Método físico para verificação do Heave presente na embarcação.

3.13 ADV: Válvula de desconexão automática (Automatic Disconnection Valve).

3.14 ANM: Árvore de Natal Molhada.

3.15 JHA: Análise dos Riscos do Trabalho (APR: Análise Preliminar de Riscos).

3.16 BAP: Base Adaptadora de Produção.

3.17 BOP: Blow Out Preventer.

3.18 CLF: Conector das linhas de fluxo.

3.19 DCV: Válvula de Controle Direcional (Directional Control Valve).

3.20 DHPT: Sensor permanente de fundo de poço (Down Hole Permanent Transmiter).

3.21 DHSV: Válvula de segurança do poço (Down Hole Safety Valve).

3.22 DPR: Coluna de trabalho (Drill Pipe Riser).

3.23 EPC: Equipamento de Proteção Coletiva.

3.24 EPI: Equipamento de Proteção Individual.

3.25 FDR: Ferramenta de Desconexão Rápida.

3.26 FSC: Fail Safe Close (Fechamento automático em caso de falha).

3.27 HC: Acoplador Hidráulico.

3.28 HCR: High Collapse Resistance (Alta resistência à colapso).

3.29 HP: Suprimento de alta pressão.

3.30 LP: Suprimento baixa pressão.

3.31 HPU: Unidade de Potência Hidráulica.

3.32 JHA: Job Hazardous Analyser (Análise dos perigos do trabalho).

3.33 JRC: Junta de Riser Cisalhável.

3.34 LH: Linha hidráulica.

3.35 LMR: Lower Marine Riser.

3.36 MCB: Disjuntor (Mechanical Circuit Breaker).

© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 3 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
4 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

3.37 MCC: Centro de controle de motores/potência.

3.38 MR: Mesa Rotativa.

3.39 N2: Nitrogênio.

3.40 P/T: Pressão / temperatura.

3.41 PDG: Sensor Permanente de Fundo de Poço (pressão e temperatura).

3.42 PLC: Controlador lógico programável.

3.43 PN: Número de peça (Part Number).

3.44 PT: Transmissor de pressão.

3.45 PT: Permissão de Trabalho.

3.46 RA: Relatório de Anomalia.

3.47 RC: Teste de condutividade.

3.48 RI: Teste de isolação.

3.49 SCS: Sistema de Controle Submarino.

3.50 SFT: Árvore de Superfície de Completação (Surface Flow Tree).

3.51 STT: Árvore de testes na superfície (Surface Test Tree).

3.52 S/N: Serial Number (número de série).

3.53 TCS: Topside Control System (sistema de controle de superfície).

3.54 TDR: Time-Domain Reflectometry (Instrumento para medições elétricas).

3.55 TF: Função hidráulica Topside.

3.56 TH: Tubing Hanger (suspensor de coluna).

3.57 THRT: Tubing Hanger Running Tool (ferramentas de instalação do TH).

3.58 TPT: Transmissor de pressão e temperatura.

3.59 TRA: Task Risk Assessment (avaliação de risco da tarefa).

3.60 TRT: Tree Running Tool (FIANM - Ferramenta de instalação da árvore).

3.61 TWI: Instrução de técnica de trabalho.

3.62 UEH: Umbilical eletro-hidráulico.


© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 4 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
5 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

3.63 XO: Crossover.

Os símbolos seguintes são usados durante esta Instrução de Trabalho para indicar uma
consciência relacionada à QHSE ou item de ação.

Controles de Qualidade Identificação de Perigo

Controles de Saúde e Segurança Ponto Importante

Controles de Meio Ambiente Marque ou registre a informação

Inspeção Visual Necessária

© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 5 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
6 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

4.0 Procedimento

TRA 4.1 Riscos e Controles Figuras de Instrução

1. Complete a JHA (GL-WFT-HSE-L4-02.01) antes


do início de cada tarefa e preencha a PT
conforme necessidade.

ATENÇÃO: Todos os controles definidos na JHA


deverão ser implementados pelo responsável. Caso
algum controle não possa ser implementado, a
situação deverá ser reportada ao supervisor
imediato e a justificativa registrada no campo de
observações, da JHA.
Figura 1: JHA.

2. Pessoal - Usar e manter todos os EPIs


necessários de acordo com o Manual de
Segurança Global da Weatherford durante todo o
tempo (GL-WFT-OEPS-L3-18). EPIs e roupas
que entrarem em contato com qualquer tipo de
combustível devem ser removidos assim que
possível.

Figura 2: EPI.
3. Instruções Gerais de QHSSE
A. Nunca inicie um trabalho sem autorização.
B. Antes do início de qualquer trabalho, todos os
equipamentos e ferramentas devem ser
inspecionados, a fim de detectar possíveis
problemas, que possam comprometer a saúde
e segurança dos funcionários e a preservação
do meio ambiente.
C. Só utilize ferramentas manuais que estejam em
boas condições e sejam seguras.
D. Não limpe e/ou não execute manutenção em
partes de equipamentos que estejam em
movimento.
Figura 3: Cartão Radar.
E. Não permaneça sob cargas suspensas e não
ande na trajetória delas.
F. Conheça e mantenha desobstruídas as rotas
de fuga, as saídas de emergência, os painéis
© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 6 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
7 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.1 Riscos e Controles Figuras de Instrução


elétricos e os acessos aos equipamentos de
segurança/emergências.
G. Não execute seu trabalho sozinho sem que a
sua localização seja conhecida pelo seu
supervisor.
H. Leia atentamente todas as etapas do
procedimento operacional e/ou da instrução de
trabalho e, em caso de dúvidas, consulte o seu
supervisor.
I. Utilize a ferramenta RADAR para registrar os
quase-acidentes, os perigos e os desvios. Isso
inclui eventos relacionados à Saúde, Figura 4: Cartão Stop Work.
Segurança e Meio Ambiente.
J. Qualquer tipo de acidente e/ou quase-acidente
deverá ser informado IMEDIATAMENTE ao
supervisor do departamento da ocorrência e ao
setor de QHSSE.
K. Descarte os resíduos que forem gerados nos
coletores de resíduos coloridos apropriados
para cada tipo de resíduo, contribuindo para o
Programa de Coleta Seletiva de Resíduos e
para a preservação do Meio Ambiente.
L. Somente execute atividades de lavagem de
equipamentos em áreas apropriadas e
designadas para isso (áreas que possuam
direcionamento dos efluentes líquidos gerados
para a Estação de Tratamento de Efluentes ou
para caixas coletoras).
M. Mantenha seu local de trabalho limpo e
organizado durante e após a realização do
trabalho.
N. Todos os funcionários deverão estar com seu
ASO (Atestado de Saúde Ocupacional) em dia.
Figura 5: Avaliação Take 5.
O. Nenhuma atividade é tão importante que não
possamos tirar tempo para fazê-la com
segurança. Todos os funcionários não apenas
têm o direito, mas a obrigação de PARAR o
trabalho se as condições forem inseguras
(Utilize o cartão STOP WORK Authority).
P. Execute o programa Take 5 antes do início de
cada atividade.

© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 7 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
8 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.2 Verificações Preliminares Figuras de Instrução

1. Monitoração antecipada
A. No início da descida da COP/COI, solicitar ao
STO BR ou Fiscalização a bordo, o OCEANOP
para o período.
NOTA: No OCEANOP, os pontos importantes a
serem checados são a ‘Altura Máxima’ de onda
(m) e ‘Período’ de onda (s).
B. Encaminhar o OCEANOP para base WFT e
anexa-lo ao BDOS.
C. Nos 3 (três) dias que antecedem o inicio das
atividades, solicitar para a base WFT a
projeção do Heave no programa 2H-Offshore
para o período da operação.
NOTA: Caso a projeção para o Heave seja acima
do limite operacional durante período de
operação, emitir comunicado por email para o
STO BR e efetuar os registros em RDO e BDOS
(anexar projeção).
D. Durante os mesmos 3 (três) dias, realizar
comparativo entre projeção e dados lidos nos
sensores da sonda através do relatório de DP.
NOTA: Caso as leituras no físico estejam muito
discrepantes da projeção, solicitar ao STO BR ou
Fiscalização a bordo, o OCEANOP atualizado
para que seja revisada a projeção de Heave para
o período.
E. Monitorar o comportamento das operações de
retirada da bucha de desgaste (RWBRT),
operação de descida da COP/COI e operação Figura 6: Relatório OCEANOP.
de descida para marca de balanceio (caso
aplicável), verificando situações como:
• Ocorrência de algum tipo interferência
mecânica da coluna com outros
componentes durante operação;
• Dificuldade da coluna em passar pela
Flexjoint inferior, anulares e BOP.
• Arraste ou resistência mecânica dentro do
poço (Liner, Mandril, Sapatas, etc.);
• Dificuldade de posicionamento da sonda
para alinhamento com o poço;
• Coluna de marca de balanceio retornou
com marcas de arraste de dentro do
Marine Riser;
• Ocorreu alguma anomalia que seja
© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 8 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
9 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.2 Verificações Preliminares Figuras de Instrução


relevante para a operação DPR.
F. Todas as operações de Sonda nas quais
envolvam o sistema DPR Weatherford, deverão
em todo o tempo ser acompanhadas pelo
Supervisor ou Técnico de DPR, ou torná-lo
ciente da forma que será executada para que
seja analisado, garantindo a integridade do
equipamento e / ou segurança operacional e
pessoal.
G. As operações descritas neste procedimento
são mandatórias e devem ser seguidas
conforme especificado. Caso haja algum
impasse entre a equipe DPR e o técnico de
ANM e respectivos equipamentos, o suporte
técnico operacional deverá ser notificado
imediatamente para que o impasse seja
solucionado e as operações sejam
normalizadas e tenham continuidade.
H. Foi definido pelo EQSB, a não utilização do
Insert Packer nas operações de ITH, caso
encontre alguma restrição, entrar em contato
com Suporte operacional Weatherford /
Coordenador EQSB.
NOTA: Esta definição se aplica onde o ID do
Insert Packer não permite o uso dos
centralizadores e/ou Clamps.
I. Verificar com antecedência junto à fiscalização
a sequência operacional do poço a fim de
constatar se realmente está prevista a
realização da troca de fluidos ou bombeio de
EDTA na fase de assentamento.
NOTA: Caso esteja definida a etapa da troca de
fluidos ou injeção de EDTA na fase de ITH, entrar
em contato com o suporte WFT para análise de
Tally e solicitação de APRI. Deve-se comunicar
ao STO BR sobre esta operação.
Cuidado: Confirmar e conferir todas as
informações. Somente receber informações de
pessoas designadas para tal.

© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 9 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
10 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.2 Verificações Preliminares Figuras de Instrução

2. Verificação de Layout
A. Antes de executar a atividade, deve-se realizar
reunião pré-trabalho com todos envolvidos,
inclusive com a presença de terceiros, sobre as
atividades que serão executadas e realizar o
registro da mesma no documento “Registro de
Reunião” (GL-WFT-OEPS-L2-01.03). A ATA da
reunião deve compreender pelo menos os
requisitos mínimos abaixo:
− Preenchimento e leitura da JHA relativa
a atividade;
− Leitura e entendimento da TWI
“Montagem de layout para operações
com Umbilicais Eletro Hidráulicos e
HCRs” (BR-SSI-OEPS-L4-47);
− Leitura e entendimento da TWI
“Instalação e Desmobilização do
Dispositivo de Proteção de Umbilical”
(BR-SSI-OEPS-L4-60);
− Leitura e entendimento da TWI
“Operação de Carretéis Pneumáticos
SSI” (BR-SSI-OEPS-LA-57);
− Abordagem dos principais tópicos
presentes no documento “Relatório de
Conformidade de Layout de Umbilicais –
Form” (BR-SSI-OEPS-LA-38.11); Figura 7: Representação de Layout de UEH.

− Informar com clareza para a equipe da


sonda os aspectos de manuseio e
operação do carretel/umbilical
contemplando os itens de segurança
pessoal e do equipamento.
B. Realizar a conclusão do Checklist “Relatório de
Conformidade de Layout de Umbilicais” (BR-
SSI-OEPS-LA-38.11) e enviar para aprovação
do STO WFT / Coordenação de Operações.
NOTA: Qualquer alteração ocorrida no
posicionamento dos umbilicais deve ser
imediatamente informada ao suporte operacional
e somente deverá ser aprovada por Gestão de
Mudanças (MOC – GIM/FAMS).
Cuidado: Verificar junto ao setor de segurança da
embarcação os requisitos necessários para a
utilização de máquina fotográfica.
© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 10 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
11 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.2 Verificações Preliminares Figuras de Instrução

3. Planilha de Balanceio
A. Verificar se a planilha do balanceio está de
acordo com as diretrizes do documento 5-4-LA-
BR-PRO-00019.
B. Solicitar aprovação do STO WFT quanto ao
Balanceio e Tally a ser implementado na
operação.
Cuidado: Atentar-se em formalizar que toda a
equipe envolvida na operação está ciente dos
limites operacionais de uso do sistema WFT e do
Tally / Balanceio á ser utilizado na operação.

Figura 8: Planilha de Balanceio.

4. Conexão de Pipe Joint na JRC


A. Verifique a compatibilidade da rosca superior
com o DPR em uso. Poderá haver necessidade
de uso de XO.
B. Realize a conexão de um PJ na JRC para
possibilitar o acunhamento futuro do conjunto
pelo Hang Off. Será necessário um espaço total
de 4,5m aproximadamente para esta tarefa.
NOTA: Fique atento, pois em algumas sondas
esta conexão só pode ser realizada antes do
início da descida da COP/COI, por causa do uso
da MR.
C. Realize a conexão de acordo com a equipe
ANM a bordo; Veja se é possível remover
somente o “POV” da JRC e realizar o torque
com o Iron Roughneck ou se toda a JRC terá
de ser enviada para a MR.
NOTA: Este torque poderá ser realizado pela
sonda, porém o acompanhamento da equipe DPR
é mandatório.
Cuidado: Planejar todas as etapas
antecipadamente e realizar a conexão o quanto
antes. Figura 9: JRC + PJ.

5. Limites operacionais
N/A
A. Os limites operacionais máximos para
© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 11 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
12 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.2 Verificações Preliminares Figuras de Instrução


operação com sistema DPR 10K 2500 metros,
na fase de descida e retirada do Tubing Hanger
utilizando-se umbilical UEH 14F, deve ser
avaliado de acordo com o documento Petrobras
mais atualizado, PE-3ED-02346 - “Limites
Operacionais para Instalações de
Equipamentos Submarinos com SS E NS”.
Verificar os seguintes parâmetros:
• Heave máximo, Off Set, Pitch e Roll.
NOTA: Qualquer divergência na aceitação destes
parâmetros deve ser imediatamente comunicada
ao suporte operacional.
Cuidado: Acompanhar pelo sistema de previsão
das condições climáticas se para o período da
operação poderá ocorrer variações acima dos
limites operacionais, caso positivo analisar junto
com o suporte operacional WFT a continuidade
da operação.

6. Monitoramento da Operação
A. Durante a operação a equipe Weatherford
deverá preencher o documento “Relatório de
Serviço - Operações de Mar Fechado - SSI”
(BR-SSI-OEPS-L4-38.24) com o
monitoramento e inspeção das atividades e
equipamentos.

TRA 4.3 Mobilização do Umbilical Figuras de Instrução

1. Mover o umbilical e a roldana meia-lua para


plataforma.
A. Para içar o UEH podemos utilizar dois métodos:
• Usar a meia-lua (Figura 11: Roldana meia
lua.) como ponto de içamento; Nesta opção
passa-se o umbilical pela meia-lua e fixa-se
a extremidade do mesmo ao seu próprio
corpo por meio de cinta-catraca. Deixe
folga suficiente na extremidade para
posicionamento seguro na sonda. Prenda o
cabo do guindaste à meia-lua. Este método
é muito seguro.
• Usar cinta de içamento de 5T no mínimo;
Nesta opção deve-se escolher e fixar a
cinta ao UEH em dois pontos de forma que Figura 10: Dispositivo de Umbilical

© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 12 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
13 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.3 Mobilização do Umbilical Figuras de Instrução


ao içar, seu raio mínimo de curvatura não
seja atingido. Deixe folga suficiente na
extremidade para o posicionamento seguro
na sonda. Prenda o cabo do guindaste à
cinta.
B. Verificar se a roldana meia-lua possui perfil
adequado ao umbilical.
NOTA: Não içar o UEH por mais de 40m, isto
evitará que seja excedida a tração máxima do
umbilical. Se o Layout da sonda exige distância
superior à 40m, faça o içamento em duas ou mais
etapas.
NOTA: Não utilizar cabo de aço diretamente na
capa do UEH. Não utilizar corda como ponto de
sustentação do UEH.
Figura 11: Roldana meia lua.
NOTA: Sempre que o UEH estiver içado através
de dispositivo que permita giro, o mesmo deve ter
sua extremidade ancorada, o que evitará danos
aos conectores elétricos e as conexões hidráulicas
pelo retorno inesperado do UEH pelo dispositivo
durante a movimentação.
NOTA: Nesta movimentação, se disponível, ainda
poderá ser operado o carretel por técnico DPR.
Cuidado: Içar preferencialmente o UEH utilizando
a meia-lua. Não utilizar cabos de aço diretamente
na capa do UEH. Acompanhar e orientar a equipe
de movimentação da sonda sobre os riscos
associados. Durante a movimentação da JRC com
UEH acompanhar o percurso do umbilical evitando
danos. Comunicação direta com a equipe de
cargas da sonda. Realizar o manuseio correto das
ferramentas manuais. Evitar o uso de ferramentas
improvisadas. Se for necessário utilizar, o fazer
somente após uma análise prévia do risco e
autorização do suporte operacional.

2. Movimentação do UEH sem a JRC


A. Utilizando um dos dois métodos acima
descritos, faça o transporte do UEH para o piso
de perfuração. N/A
B. Deixe folga suficiente de umbilical para
instalação da roldana ao V-Door e para o
içamento da JRC.
C. Já com a JRC no piso de perfuração, posicione

© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 13 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
14 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.3 Mobilização do Umbilical Figuras de Instrução


o UEH sobre o PJ previamente torqueado na
junta.
D. Trave o carretel, remova a alimentação
pneumática e conecte as alimentações
hidráulicas.
E. Realize a conexão do umbilical de HCR na JRC
utilizando o adaptador já manutenido conforme
TWI BR-SSI-OEPS-L4-52.
NOTA: Conectar umbilical HCR 1 1/4” (linha do
anular) conexão 85,5 ACME, mesmo não sendo
aplicável na operação de descida e retirada do TH,
com a finalidade de prevenir a não ocorrência de
deformação ou dano na linha do umbilical de
serviço do anular.
NOTA: Verificar antecipadamente os anéis de
vedação antes da conexão do HCR na JRC.
F. Instale dois Clamps fixando o UEH ao PJ.
NOTA: Confira o torque dos parafusos dos
Clamps.
G. Disponibilize o UEH para a equipe ANM realizar
a plumbagem.
NOTA: Comunique a equipe de ANM, para após
término da plumbagem e antes do içamento da
JRC, liberar para a equipe DPR realizar o
empacotamento das linhas e conectores.
NOTA: Em navios sonda, onde o carretel com
UEH fique muito distante do Piso de Perfuração,
deverá ser utilizado o Dispositivo de Umbilical de
acordo com a TWI “Instalação e Desmobilização
do Dispositivo de Proteção de Umbilical” (BR-SSI-
OEPS-L4-60) conforme visto na Figura 10:
Dispositivo de Umbilical.
Cuidado: Içar preferencialmente o UEH utilizando
a meia-lua. Não utilizar cabos de aço diretamente
na capa do UEH. Acompanhar e orientar a equipe
de movimentação da sonda sobre os riscos
associados. Durante a movimentação da JRC com
UEH acompanhar o percurso do umbilical evitando
danos. Comunicação direta com a equipe de
cargas da sonda. Realizar o manuseio correto das
ferramentas manuais. Evitar o uso de ferramentas
improvisadas. Se for necessário utilizar, o fazer
somente após uma análise prévia do risco e
autorização do suporte operacional.
© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 14 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
15 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.3 Mobilização do Umbilical Figuras de Instrução

3. Movimentação do UEH com a JRC


A. Pague folga suficiente para o deslocamento do
UEH até a JRC para realizar a plumbagem.
B. Trave o carretel, remova a alimentação
pneumática e conecte as alimentações
hidráulicas. Conecte o Jumper do HCR no
carretel. Verifique sua conexão na sonda.
NOTA : Sendo necessária a instalação do Jumper
de HCR em níveis diferentes da sonda, deve-se
aplicar as seguintes precauções:
- Durante a mobilização do jumper, fixar o mesmo
em pelo menos um ponto antes de iniciar a descida
para decks inferiores. Realizar a fixação somente
com cinta catraca;
- Durante a descida para deck inferior, manter área
isolada e todos afastados.
- Ao término da mobilização do jumper, realizar a
ancoragem em dois pontos. Realizar a fixação
somente com cinta catraca;
NOTA : Ao término da operação/utilização do
jumper, manter o jumper ancorado e realizar a
mobilização do mesmo de forma que o jumper fique
disposto no mesmo nível reduzindo o risco de queda
do mesmo. Realizar a remoção da fixação com cinta
catraca somente quando o jumper estiver disposto
no mesmo nível. Figura 12: JRC + PJ + UEH + Roldana Meia Lua.
C. Com a JRC no deck, posicione o UEH sobre o
PJ previamente torqueado na junta.
D. Realize a conexão do umbilical de HCR na JRC
utilizando o Adaptador já manutenido conforme
TWI BR-SSI-OEPS-L4-52.
NOTA: Conectar umbilical HCR 1 1/4” (linha do
anular) conexão 85,5 ACME, mesmo não sendo
aplicável na operação de descida e retirada do TH,
com a finalidade de prevenir a não ocorrência de
deformação ou dano na linha do umbilical de
serviço do anular.
NOTA: Verificar antecipadamente os anéis de
vedação antes da conexão do HCR na JRC.
E. Instale dois Clamps fixando o UEH ao PJ.
NOTA: Confira o torque dos parafusos dos
Clamps.

© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 15 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
16 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.3 Mobilização do Umbilical Figuras de Instrução


F. Disponibilize o UEH para a equipe ANM realizar
a plumbagem.
NOTA: Comunique a equipe de ANM, para após
término da plumbagem e antes do içamento da
JRC, liberar para a equipe DPR realizar o
empacotamento das linhas e conectores.
NOTA: Para movimentação da JRC+UEH do deck
para o piso da sonda, instale um Lift Cap no PJ e
instale a roldana meia lua no Lift Cap de modo a
não permitir tração excessiva do UEH em sua
fixação ao PJ pelo Clamp superior.

4. Empacotamento do UEH na JRC


A. O UEH deve sempre ser posicionado na direção
da área mais protegida da JRC.
NOTA: No caso da JRC com Pipe excêntrico,
posicionar o UEH na direção das conexões do
bloco da JRC. Para o caso de JRC com Pipe
concêntrico, posicionar o UEH na direção da
conexão de acesso ao anular (conexão do HCR
JIC ou ACME).
B. Sempre utilizar um PJ acima da JRC que
possibilite o acunhamento após passagem do
conjunto pela mesa rotativa. Para isso, utilizar
sempre PJ de 15’ ou 20’ (sistemas DPR-HD) e
20’ (sistema DPR-MUX).
C. Previamente à plumbagem das linhas
hidráulicas, posicionar UEH e fixar o mesmo
com 02 clamps. Tanto o UEH quanto os clamps
devem estar alinhados conforme descrição do
passo anterior.
D. Posicionar e torquear o HCR na conexão de
acesso ao anular (conexão do HCR JIC ou Figura 13: Exemplo de empacotamento atendendo
ACME). requisitos operacionais.
NOTA: Quando não for possível esta conexão, a
extremidade do umbilical de HCR deverá ser
ancorada de forma eficiente para evitar danos
durante a operação. Quando o HCR não for
conectado e sua conexão for JIC, o mesmo deverá
descer tamponado. Quando sua conexão for
ACME, o mesmo descerá sem o tampão (o
diâmetro do mesmo é muito grande e oferece
muitos riscos).
© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 16 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
17 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.3 Mobilização do Umbilical Figuras de Instrução

E. Torquear os 02 clamps previamente


posicionados no PJ WFT.
F. Posicionar as linhas hidráulicas e cabos
elétricos, garantindo que os mesmos não
excedam o diâmetro externo do corpo da JRC e
do centralizador Weatherford que será utilizado
na operação. Importante garantir que, ao enrolar
os cabos em torno do PJ da JRC, não ocorra
dobras/quebras das linhas e dos cabos
elétricos. Façam quantas voltas forem
necessárias para facilitar posterior
envelopamento.
G. Prover fixação das linhas com abraçadeiras
plásticas (tire up).
H. Envolver as linhas com corda de nylon ou
poliéster, realizando pontos de ancoragem
distribuídos pela extensão da amarração.
I. Envolver a corda utilizada com Silver Tape.
Importante não deixar pontas soltas.
J. Certifique-se de realizar o acondicionamento do
UEH no XO da JRC de forma que o (envelope)
não exceda o OD do XO da JRC.
K. Realizar registro fotográfico dos clamps, das
conexões e do envelopamento finalizado.
L. Manter contato com STO EQSB e Weatherford
relatando qualquer mudança na sequência
operacional ao longo da operação.

5. Após a liberação da sonda para a movimentação


da JRC, proceda ao içamento da mesma com o
UEH. Antecipadamente prepare o carretel para
giro.
NOTA: Não permita que ocorra tração excessiva
do UEH em sua fixação ao PJ pelo Clamp N/A
superior. Instale um Lift Cap no PJ de modo a
permitir a fixação da meia-lua ou cinta de içamento
para apoio do umbilical. No caso de utilização da
cinta de içamento, a mesma deve ser fixada em
dois pontos do umbilical.
NOTA: Esta movimentação é muito arriscada para
© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 17 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
18 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.3 Mobilização do Umbilical Figuras de Instrução


nosso umbilical, todas as suas etapas devem ser
discutidas e realizadas com perfeita comunicação
entre todas as partes envolvidas.
Cuidado: Não utilizar cabos de aço diretamente na
capa do UEH. Acompanhar e orientar a equipe de
movimentação da sonda sobre os riscos
associados. Durante a movimentação da JRC com
UEH acompanhar o percurso do umbilical evitando
danos. Comunicação direta com a equipe de
cargas da sonda. Realizar o manuseio correto das
ferramentas manuais. Evitar o uso de ferramentas
improvisadas. Se for necessário utilizar, o fazer
somente após uma análise prévia do risco e
autorização do suporte operacional.

6. Fixação da roldana com UEH ao V-Door


A. Esse passo do procedimento não
obrigatoriamente deve ser executado nessa
ordem cronológica (de acordo com a sequência
do EQSB).
B. Com o UEH passado pela roldana e com a
mesma liberada para giro, ocorrerá o içamento
para fixação ao V-Door.
NOTA: Confirme antes do içamento de que a
extremidade do umbilical está devidamente
ancorada e sem esforços excessivos.
C. Para facilitar a fixação pode-se efetuar o
içamento já com o cabo de segurança instalado
à roldana.
NOTA: A roldana deverá ser instalada ao olhal do
V-Door e com um cabo de segurança (ambos com
capacidade de 10T). Caso a sonda não possua
olhal certificado no V-Door, a fixação deverá ser
realizada por cabo de sustentação e ter outro de
segurança (ambos com capacidade de 10T). Estes
cabos são de fornecimento da sonda.
Cuidado: Atente-se quanto ao manuseio devido às
partes móveis do equipamento; Cuidado durante o
içamento com o chicoteamento do umbilical.
Realizar o manuseio correto das ferramentas Figura 14: UEH e sua fixação ao V-Door.
manuais. Evitar o uso de ferramentas
improvisadas. Se for necessário utilizar, o fazer
somente após uma análise prévia do risco e
autorização do suporte operacional.

© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 18 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
19 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.3 Mobilização do Umbilical Figuras de Instrução

7. Verticalização da JRC
A. Este passo pode ser realizado antes do passo
de “Movimentação do UEH com a JRC” ou de
acordo com a sequência EQSB.
B. Após a plumbagem e empacotamento do
umbilical na JRC, a mesma será verticalizada
para sua conexão na THRT e/ou TH.
C. Com o elevador que permita giro de 90 graus,
conecte o mesmo ao PJ acima da JRC.
NOTA: O elevador pneumático 500T da
Weatherford não permite esse giro.
D. Passe o UEH pela meia-lua e fixe a mesma com
cabo ao braço do elevador.
NOTA: O comprimento deste cabo deve ser
suficiente para sustentar o UEH acima do Clamp
superior instalado e não permitir o dobramento do
umbilical sobre o mesmo.
E. Durante o içamento deve-se observar se o
umbilical sofrerá algum esforço excessivo e agir
antecipadamente evitando este evento.
NOTA: Verifique se haverá necessidade de
liberação de mais umbilical no carretel e
antecipadamente libere o carretel para giro.
F. Após descida do conjunto THRT + JRC + UEH
pela MR e instalação do Hang Off, retirar a
meia-lua do braço do Topdrive e posicioná-la no
UEH próximo ao carretel para sua função na
operação.
Cuidado: Utilização de todos os EPIs adequados a Figura 15: Verticalização da JRC.
tarefa; Isolamento de área; Somente pessoal
envolvido estar na área; Utilização da meia lua
fixada ao braço do Topdrive como ponto de
sustentação do umbilical. Observar durante o
içamento se as medidas de segurança foram
efetivas, caso negativo retornar com a JRC e
analisar novamente.

8. Teste do HCR
A. Operacionalmente o teste do HCR ocorre
somente após a conexão da THRT no TH e
N/A
contra o Plug que foi instalado no TH, porém a
fiscalização e/ou EQSB poderá solicitar outro
teste antecipadamente para assegurar a
© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 19 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
20 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.3 Mobilização do Umbilical Figuras de Instrução


estanqueidade do umbilical. Este teste poderá
ser realizado contra o tampão na JRC ou contra
a base de teste da THRT.
B. Considerar as premissas e critério de aceitação
do procedimento Petrobras PE-2SUB-00406
(Critérios para Aceitação de Testes de
Estanqueidade com Sesv e Sonda).
NOTA: Realizar o teste do HCR de acordo com a
pressão máxima do poço definida conforme
planejamento da operação (PQS), respeitando o
limite operacional do equipamento.
NOTA: Os parâmetros de segurança do umbilical
de HCR devem ser seguidos em todos os testes
realizados, sejam pré-operacionais ou
operacionais.
NOTA: Quando for realizar testes com injeção ou
drenar a linha anular não desconectar a linha
chicksan (jumper) do manifold da plataforma,
independente de existir a válvula de segurança
PACSON no interior do carretel.
NOTA: Não é permitida nenhuma operação de
retorno da linha de serviço do anular pelo
umbilical. Qualquer solicitação do cliente para tal
operação deve ser comunicado imediatamente ao
suporte operacional.
NOTA: Não é permitido manobrar coluna com
HCR pressurizado. Durante a conexão da
umbilical da linha de serviço do anular, o conjunto
deverá estar apoiado no trolley ou vigas de
sustentação e a STJ com elevador. Após aperto
da conexão chicksan, reapertar a conexão JIC de
1”.
NOTA: Durante a circulação de N2, monitorar a
temperatura de saída da unidade de N2. Não
podendo atingir uma temperatura abaixo de – 5ºc
e ultrapassar os 60ºc.
NOTA: Garantir que o trabalho de montagem e
desmontagem na ferramenta será realizado pelo
número mínimo de 02 pessoas.
NOTA: As Mangueiras/Jumpers que tenham baixo
volume (Jumper de HCR) deverão ser testadas
com unidades de pressão que permita o controle
da taxa de pressurização informada neste
procedimento. (500psi/min até atingir pressão do

© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 20 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
21 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.3 Mobilização do Umbilical Figuras de Instrução


teste)
Cuidado: Isolar toda a área; Emitir todos os
documentos pertinentes; Avisar no sistema da
sonda; Seguir todas as recomendações de
segurança. Realizar o teste com fluído não
contaminante.

9. Teste do Bore de Produção


A. Com o auxílio da sonda e equipe ANM deverá
ser realizado o teste do Bore de produção. Para
este teste poderá ser utilizado o Pino de teste 6
5/8” do sistema DPR.
NOTA: Os anéis de vedação devem ser
inspecionados antes da conexão. Verificar os
selos de vedação antes da instalação do Pino de
teste.
B. Verifique a integridade dos olhais de içamento N/A
do pino antes do içamento. Instruir o
plataformista que irá instalar o Pino de teste
para promover aperto até que os espelhos
encostem.
NOTA: No içamento do Pino de Teste para
torquear na coluna, utilizar a configuração Catline
+ Swivel + Pino de Teste, de modo a facilitar o
torque do pino de teste na coluna.
Cuidado: Não transportar cargas manualmente
acima de 20Kg; Solicitar ajuda se necessário.

TRA 4.4 Mobilização de Equipamentos de Manobra Figuras de Instrução

1. Mobilização do Hang Off (com coluna DPR ou DP)


A. Mova o Hang Off, painel de controle,
mangueiras e sua unidade para o piso de
perfuração.
B. Posicione o Hang Off próximo da MR, Posicione
o Painel de controle em seu local de operação
(local com visão direta para o sondador e para a
cunha do equipamento) e conecte suas
mangueiras de acordo com o código de cores
(Figura 17: Mangueiras de conexão.).
C. Posicione a Unidade a uma distância que as
mangueiras alcancem. (25m linear) Figura 16: Hanf Off.
NOTA: Se possível posicione em local onde o
© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 21 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
22 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.4 Mobilização de Equipamentos de Manobra Figuras de Instrução


barulho produzido pela unidade seja atenuado.
D. Realize previamente a movimentação para o
piso de perfuração o teste funcional do sistema.
Ao final do teste mantenha a cunha e guias
abertas para a instalação na MR.
NOTA: Efetuar marcação entre mesa rotativa e
Hang-Off com o objetivo de identificar eventual
giro de algum dos dois equipamentos. Figura 18:
Exemplo de Hang-off com diferencial de posição
por giro.
Figura 17: Mangueiras de conexão.
E. Após liberação pela equipe ANM, realize uma
reunião de segurança e defina com a equipe de
sonda todos os passos para a instalação do
Hang Off na MR.
NOTA: Deve-se utilizar 2 Catlines para a
instalação, isto facilita a distribuição de peso e a
inserção na MR.
F. Suspender o conjunto e retirar a cunha manual
da COP / COI.
G. Isolar a área e retirar a bucha e Master Bushing
bipartida.
NOTA: Ao retirar as buchas da MR verificar a
necessidade de limpeza para a instalação do Hang
Off. Figura 18: Exemplo de Hang-off com diferencial de
H. Arriar o conjunto até a altura do pack-off da posição por giro.
JRC.

I. Remover pino trava e abrir a porta do Hang-off.


J. Com o auxilio de 02 Catlines posicioná-lo na
MR.
K. Efetuar o acunhamento do conjunto no Pipe
Joint com extremo cuidado para não danificar o
UEH.
NOTA: Quando não estiver em operação a válvula
de saída de óleo hidráulica do tanque deve
permanecer fechada (Figura 19: Saída de óleo do
tanque.).
Figura 19: Saída de óleo do tanque.
Cuidado: Cuidado com os pés; Posicionar as
mangueiras de forma segura para evitar seu
rompimento e vazamento durante o transporte;
Inspecionar todas as mangueiras antes da
pressurização; Cuidado com as mãos ao abrir as
guias. Realizar o teste funcional para verificar
© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 22 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
23 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.4 Mobilização de Equipamentos de Manobra Figuras de Instrução


qualquer falha; Verificar localização do Kit SOPEP
mais próximo; Todo vazamento deve ser contido e
sanado; Para retirada das buchas da MR os
plataformistas devem estar com sistema trava-
quedas; Remover e instalar o pino de trava da
porta com uso de corda; Não transportar cargas
manualmente acima de 20Kg; Solicitar ajuda se
necessário. Realizar o manuseio correto das
ferramentas manuais. Evitar o uso de ferramentas
improvisadas. Se for necessário utilizar, o fazer
somente após uma análise prévia do risco e
autorização do suporte operacional.

2. Mobilização do Kit de Instalação de Clamps (com


coluna DPR ou DP)
A. Transporte para o piso de perfuração o kit de
instalação dos Clamps (abraçadeiras dos
umbilicais).
NOTA: O kit é composto por:
• Torqueadeira pneumática;
• Soquete compatível com o Clamp;
• Mangueira de alimentação de ar;
• Sistema com Lubrifil e Reguladora;
• Torquímetro.
B. Conecte a alimentação de ar, verifique ajuste
correto na reguladora para que se tenha um
torque de 40 a 60 lb.ft e completar o lubrificador
na linha de ar. A pressão máxima de
alimentação é 90 psi.
C. Realize teste funcional da Torqueadeira e ajuste
o torquímetro.
Figura 20: Torqueadeira pneumática.
Cuidado: Inspecionar todas as mangueiras antes
da pressurização; Verificar nível de óleo do Lubrifil.
Checar, regular e testar antecipadamente o
sistema de torqueadeira. Cuidado no manuseio
com o golpe no pulso, segure firmemente.

3. Mobilização Sistema de Chave Hidráulica


(somente com coluna DPR)
A. Transporte a Chave hidráulica para o piso de
perfuração. Se possível realize o transporte com
o Skid e só retire a mesma já no piso de
perfuração com o auxílio de um Catline.
NOTA: Caso seja necessária utilização do
© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 23 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
24 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.4 Mobilização de Equipamentos de Manobra Figuras de Instrução


JAMPro, utilize a TWI de Instrução de Montagem e
Operação do Sistema JAMPRO BR-SSI-OEPS-L4-
56;
B. Transporte se possível a caixa de manobra para
o piso de perfuração e retire seus componentes
com o auxílio de Catline.
C. Instale o suporte do pino bola de 4,5m a 4,8m
do nível da MR. Se necessário providencie
borracha para interpor entre o suporte e a
coluna da sonda.
NOTA: Para diretrizes técnicas de instalação do
Pushmaster, utilizar documento de TRS BR-TRS-
OEPS-L4-03.IG02 (Instalação do Pushmaster).
Somente utilizar documentos em sua última
revisão.
NOTA: A instalação do PushMaster é obrigatória
em qualquer atividade que utilize a chave Figura 21: Unidade de Diesel da Chave Hidráulica.
hidráulica e em caso de impossibilidade do uso,
realizar contato imediato com o suporte
operacional para mapeamento e registro dos
riscos.
D. Conecte um Catline ao Push Master e este ao
Cilindro de elevação da chave. Eleve os dois e
faça a conexão do cilindro com a chave.
E. Eleve este conjunto e faça a fixação do Push
Master a coluna estaleirada.
NOTA: O operador de chave deverá ficar na chave
para aliviar a abertura do cilindro.
Figura 22: Inspeção e substituição das vedações.
F. Interligue as mangueiras de pressão e retorno
entre a Chave e sua unidade hidráulica.
NOTA: Utilizar o documento de TRS referente à
Unidade Diesel "GL-TRS-OEPS-L4-564" como
referência para procedimentos pré-operacionais,
operação, pós operação e manutenção de campo
do equipamento.
Antes de realizar a operação e após o uso das
mangueiras, deve-se realizar a inspeção visual
verificando qualquer tipo de anomalia no corpo da
mangueira, analisar as tampas de proteção para
ver se há algum tipo de dano (ex. empeno),
inspecionar todas as vedações, incluindo a
vedação interna da conexão fêmea, e realizar a
substituição se necessário. Para visualizar e
substituir a vedação do engate das mangueiras de
pressão (1”) e retorno (1 ¼”) deve-se retirar o anel
© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 24 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
25 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.4 Mobilização de Equipamentos de Manobra Figuras de Instrução


trava (Anel C) utilizando uma chave de fenda e
deslocar o engate, de forma a acessar e substituir
o o-ring de vedação, conforme Figura 22: Inspeção
e substituição das vedações.
Realizar o aperto da borboleta da mangueira ao
longo da operação devido ao afrouxamento
decorrente de vibrações.
Quando fora de operação as mangueiras deverão
estar com tampa e devem ser recolhidas para o
skid da unidade, pois possui contenção. Quando
for colocar a tampa de proteção deve-se segurar a
tampa e rosquear somente a borboleta para evitar
dano ao o-ring de vedação.
Cuidado: Verificar validade do extintor de incêndio;
Testar sistema de corte de emergência do motor.
G. Verificar a correta instalação dos mordentes na
chave. Figura 23: Chave Hidráulica 8.0.

H. Instalar indicador de torque e verificar se a


válvula do manômetro do torquímetro está
aberta.
I. Instalar cabo de segurança na Chave de acordo
com a operação a ser realizada.
NOTA: Esta instalação poderá ser postergada
para antes do primeiro torque, com o objetivo de
observar o melhor posicionamento do cabo, porém
não se deve efetuar nenhum torque sem o cabo de
segurança.
Cuidado: Somente abastecer a unidade com o
motor desligado.
J. Ligue a Unidade Diesel e efetue o teste
funcional no conjunto da Chave Hidráulica.
Cuidado: Sempre desligue a unidade diesel para
abastecer, evitando incêndio. Certificar que as
bombonas usadas para abastecimento de diesel
estejam limpas e isenta de água ou produtos
químicos.
NOTA: Realizar o Checklist da Unidade Diesel
conforme documento BR-SSI-OEPS-L4-07. Antes
de cada operação realizar verificação do nível de
óleo do torquímetro seguindo o procedimento de
troca de óleo (5-3-LA-BR-TRS-00029).

© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 25 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
26 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.4 Mobilização de Equipamentos de Manobra Figuras de Instrução

4. Mobilização do Sistema de Compensação de


Roscas e Elevadores (somente com coluna DPR)
NOTA: O sistema de compensação de roscas
poderá ser substituído pelo equipamento TDSC
(Definido em planejamento operacional).
A. Transporte a caixa de manobra para o piso de
perfuração.
B. Solicite à sonda a instalação de braços
compatíveis com o sistema de compensação. É
necessário espaço livre de 2,5m entre o
elevador principal e o Top Drive.
C. Solicite a instalação de elevador principal
compatível com os tubos DPR 6 5/8” e a
operação.
D. Retire todos os componentes do sistema de
compensação e realize a inspeção visual de
todos.
Figura 24: Painel de controle do sistema de
E. Posicione o Painel de controle (Figura 24: Painel compensação.
de controle do sistema de compensação.) em
seu local operacional.
F. Posicione o painel de visualização do sondador
em local definido pelo próprio.
G. Realize a interligação dos painéis.
H. Realize a pressurização do painel de controle e
regule o alarme sonoro (buzina).
I. Solicite à sonda a instalação do sub olhal (rosca
4 ½” IF) e do cilindro ao Top Drive.
J. Interligue o cilindro ao painel de controle e
pressurize o cilindro.
K. Instale as eslingas simples de acordo com a Figura 25: Fixação do Jumper ao Mangote.
necessidade da sonda.
NOTA: Utilize o Anelão fixado ao braço do
elevador principal (lado oposto às mangueiras de
atuação) e passe a eslinga simples pelo Anelão.
L. Instale o distorcedor e o elevador auxiliar à
eslinga simples.
M. Solicite à sonda a instalação do Jumper de
controle ao Mangote do Top Drive. Fixar em
formato de “e” conforme Figura 25: Fixação do
Jumper ao Mangote.
Figura 26: Elevador auxiliar.

© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 26 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
27 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.4 Mobilização de Equipamentos de Manobra Figuras de Instrução


NOTA: Para verificar se a instalação está correta,
solicite que o sondador eleve a Catarina ao
máximo que será utilizado na operação e verifique
durante a subida se o Jumper está corretamente
fixado.
N. Ao final da montagem execute o teste funcional
do sistema, atentando para o acionamento da
buzina.
NOTA: Verifique ao final do teste os pinos de
cisalhamento do cilindro.
NOTA: Inclua no RDO e OPEN WELLS o peso
registrado no Martin Deck da sonda no momento Figura 27: Elevador principal.
do teste.
NOTA: A cada 03 operações completas substitua
os pinos de cisalhamento.
NOTA: Durante a operação, toda vez que soar a
buzina, devido tração excessiva, inspecione os
pinos de cisalhamento.
NOTA: O Cabo de segurança deve ser montado
na manilha posicionada no Sub-olhal do XO 4 ½”
IF com objetivo de obter maior aproveitamento do
cabo de segurança (Folga deverá ser de 3 à 3,5m
após compensador estar estendido). O Loop será
fixado com abraçadeiras plásticas e ancorado no
tirante do Sistema de Compensação, com objetivo
não permitir que Loop fique exposto durante a
manobra correndo risco de prisão.
NOTA: Não passar o Cabo de Segurança por
dentro da grade de Proteção das conexões
pneumáticas.Figura 28: Esquema de montagem
do sistema de compensação Single Joint. Figura 28: Esquema de montagem do sistema de
NOTA: Realizar a regulagem do sistema de compensação Single Joint.
acordo com a Tabela 1: Tabela de regulagem de
pressão.
Operação / Conexão Desconexão
Cuidado: Atente-se com manuseio dos
Valores (psi)
equipamentos ao tirá-los da caixa de manobra;
Realizar a regulagem e teste de todo o sistema Unidade 25 – 30 psi 30 – 35 psi
antes de iniciar a operação. Verificar as condições Seção 50 – 55 psi 55– 60 psi
dos pinos de cisalhamento; Verificar o correto
posicionamento do Jumper pneumático no Pipe Joint 10 – 15 psi 15 – 20 psi
mangote do Top Drive. Realizar o manuseio Tabela 1: Tabela de regulagem de pressão.
correto das ferramentas manuais.

© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 27 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
28 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.4 Mobilização de Equipamentos de Manobra Figuras de Instrução

5. Mobilização do TDSC (somente com coluna DPR)


NOTA: Este equipamento poderá substituir o
sistema de compensação (de acordo com
planejamento operacional).
A. Proceda para a mobilização do TDSC de acordo
com o documento BR-SSI-OEPS-L4-14.
Cuidado: Seguir as orientações de TWI e TRA do
respectivo equipamento.

Figura 29: Top Drive Stand Compensator (TDSC).

TRA 4.5 Sequência de descida Figuras de Instrução

1. Coluna DP da sonda
A. É de responsabilidade da sonda a planilha de
descida da coluna de completação DP. Os
representantes das operações a serem
realizadas, tanto EQSB como fabricante e
Weatherford devem verificar e dar o aval
confirmando ou não tal composição a ser
utilizada.
B. A sonda deverá controlar a sequência de
descida de todos os equipamentos no poço.
C. Realizar o controle dos Clamp’s utilizados, N/A
marcar numeração de controle nos Clamps.
D. Para o torque dos tubos, deverão ser utilizados
equipamentos instalados previamente e
operados pela sonda.
E. Realizar marcação de 2m no tubo durante a
descida para auxiliar na retirada do Clamp no
momento da subida para não danificar o mesmo
durante a passagem pelo centralizador do
Hang-Off.
F. Os centralizadores serão posicionados da
seguinte forma: O primeiro entre 70 a 130 m
acima da THRT, e o último ficará dentro do Slip
© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 28 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
29 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.5 Sequência de descida Figuras de Instrução


Joint a uma altura de aproximadamente 5m
acima do Inner Barrel da Slip Joint. Os demais
centralizadores deverão ser distribuídos em toda
a extensão da coluna. Para que esta situação
ocorra, será necessária em alguns casos a
utilização de Pipe Joints de 8’, 10’ e/ou 20’.
NOTA: Os centralizadores não possuem Tool Joint
para fixar o elevador e suportar o peso da coluna
de trabalho, os mesmos deverão ser montados
previamente na sonda.
NOTA: Como neste caso há uma
incompatibilidade das roscas da coluna e dos
centralizadores, será necessária a utilização de
crossovers FH x DPR HP para a adaptação.
G. Realize a descida da coluna com o conjunto
com velocidade controlada para a segurança do
UEH.
NOTA: A velocidade média de descida da coluna
de completação DP não deve ser superior a 0,92
metros/minuto.
NOTA: A descrição de utilização do Hang Off e
instalação de Clamps será melhor descrita nos
passos á seguir.
H. Ao acunhar o último tubo antes da seção de
assentamento, passe para a fase “Sequência de
fundo”
Cuidado: Não manusear as seções ou mover
equipamentos sem que todos estejam atentos;
Manter a velocidade de descida ou retirada de
forma que o UEH esteja seguro. Somente mover a
coluna com a liberação do operador do carretel.
Não transportar cargas manualmente acima de
20Kg; Solicitar ajuda se necessário.

2. Coluna DPR Weatherford


NOTA: Somente se aproximar e realizar qualquer
intervenção nos tubos de Drill Pipe e DPR quando
a lingada já estiver desconectada!
NOTA: Quando em uso da coluna DPR, transporte
para o piso de perfuração o crossover 4 ½” IF
caixa x 6 5/8” VAM RISER HP, e solicite ao
sondador para que seja montada uma válvula de
segurança TIW da sonda. Este conjunto será
utilizado em caso de necessidade de fechamento

© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 29 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
30 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.5 Sequência de descida Figuras de Instrução


da coluna DPR. Nesta situação este conjunto será
conectado à caixa 6 5/8” na MR e a válvula TIW
será fechada manualmente.
A. É de responsabilidade da sonda a planilha de
descida da coluna de completação DPR. Os
representantes das operações a serem
realizadas, tanto EQSB como fabricante e
Weatherford devem verificar e dar o aval
confirmando ou não tal composição a ser
utilizada.
B. A sonda deverá controlar a sequência de
Figura 30: Rosca HP (pino) e suas sub-partes.
descida de todos os equipamentos no poço.
C. Realizar o controle dos Clamp’s utilizados,
marcar numeração de controle nos Clamps.
D. Na máscara de balanceio devem constar a
numeração de controle dos Clamps e o NS dos
tubos, o nome do operador responsável pela
conexão/desconexão, assim como o torque
aplicado.
NOTA: Caso ocorra Overtorque na desconexão
registrar o valor na máscara de balanceio de
acordo com sua posição e registrar em RDO.
E. Desmobilizar as lingadas de tubos DPR no deck
da plataforma e transportar os mesmos com
seus protetores de caixa e pino.
Preferencialmente esta movimentação deve ser
feita com cintas.
F. Posicionar o tubo da coluna de completação no
acesso a MR (rampa ou Catwalker), retirar o Figura 31: Stabing Guide em uso.
protetor da caixa e passar gabarito de 5”.
NOTA: A velocidade média de descida da coluna
de completação DPR não deve ser superior a 0,92
metros/minuto, ou seja, 04 tubos de 43’ por hora.
G. Içar (utilizando o elevador auxiliar do sistema de
compensação) o tubo para a MR, retirar o
protetor de pino e retirar o gabarito.
NOTA: O sistema de compensação deverá estar
ajustado de acordo com o peso a ser içado.
H. Realizar a limpeza das conexões pino e caixa
antes da operação e certificar que as roscas,
área de selagem e os Shoulders (ombros)
estejam limpos e livres de sujeira ou outro
material estranho.

© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 30 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
31 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.5 Sequência de descida Figuras de Instrução


I. Aplicar uma fina camada de graxa de operação
ILEX (JET-LUBE) SEAL-GUARD ECF com
pincel de forma uniforme nas áreas designadas.
NOTA: A limpeza e lubrificação das roscas é de
responsabilidade da equipe DPR. A camada de
graxa deve ser aplicada com moderação para que
o perfil da rosca ainda fique visível conforme
Figura 30: Rosca HP (pino) e suas sub-partes.
J. Utilizar Stabbing Guide para guiar e assentar
cuidadosamente o pino na caixa. Utilize o
Stabing Guide 6 5/8” VAM RISER WO-HP.
Figura 31: Stabing Guide em uso.
K. A Chave Hidráulica deverá ser conectada nos
tubos 2” acima do Pino e 6” abaixo do espelho
da Caixa. Figura 32: Chave hidráulica
posicionada na coluna.
Cuidados na etapa de posicionamento da
chave hidráulica no tubo:
• Antes de iniciar a operação, verifique o
correto alinhamento do pushmaster em
relação a mesa rotativa. Figura 32: Chave hidráulica posicionada na coluna.
• Verifique se o catline utilizado para
elevação da chave permite o livre
movimento da mesma até o tubo.
• Em situações climáticas adversas onde
há grande movimento da chave de um
lado para o outro, a equipe deverá
auxiliar no alinhamento da chave até o
tubo para evitar golpes na porta da
mesma (utilizar os pontos pintados na
cor verde).
NOTA: Somente operadores WFT treinados e
capacitados devem operar a chave hidráulica. Na
reunião pré-operacional instruir o pessoal
envolvido na operação sobre os locais que podem
manusear a mesma e os cuidados com as partes
móveis (porta, back-up, rotor, etc.);
NOTA: Caso seja necessária utilização do
JAMPro, utilize a TWI de Instrução de Montagem e
Operação do Sistema JAMPRO BR-SSI-OEPS-L4-
56;
L. Atuar o cilindro de elevação, o Push Master e
mover a chave hidráulica do local de repouso

© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 31 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
32 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.5 Sequência de descida Figuras de Instrução


para a coluna de completação DPR;
NOTA: Pode-se usar a Master bucha da MR como
base de apoio para repouso da chave.
M. Abrir porta, levar a chave hidráulica até que o
tubo encoste nos mordentes e depois fechar
porta;
NOTA: Durante o torque ou quebra do torque,
somente o operador da chave hidráulica deverá
permanecer próximo.
N. Torquear as juntas utilizando torque de 41.000
ft.lb + 2000 ft.lb. A velocidade da Chave
Hidráulica não deverá ser menor que 8 rpm e
maior que 25 rpm.
NOTA: Os gráficos gerados pelo JAMPRO dos
torques realizados nos tubos DPR deverão ser
anexados ao Sistema Petrobras (Open Wells).
Deverão ser considerados os gráficos dos torques
realizados em todos os tubos utilizados na
operação, inclusive os tubos estaleirados. Caso o
torque tenho sido realizado por equipamentos da
sonda, deve-se solicitar ao responsável os
gráficos gerados e então anexá-los no Sistema
Petrobras – Open Wells.
NOTA: Após o processo de torque ou quebra de
torque, alinhar rotor para sair da coluna de
completação, liberar backup, abrir porta, sair com
a chave hidráulica da coluna de completação e
apoiar a mesmo em seu local de repouso.
O. Inicialmente, o enroscamento dos tubos deverá
ser realizado manualmente utilizando o sistema
de compensação ou TDSC, com a finalidade de
ter a certeza da integridade da rosca até o final
da mesma.
NOTA: Ao final de cada operação, mudar o ponto
de desconexão das seções, evitando assim que
um mesmo Tool Joint fique muito tempo
conectado. Ou seja, ao retirar a coluna por seção
quebrar o torque na junta acima da que foi
torqueada.
NOTA: Toda operação com o conjunto dispositivo
de acoplamento da coluna e registrador de torque
deve estar operacional registrando o torque
aplicado na coluna de completação.
P. Realizar marcação de 2m no tubo durante a
© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 32 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
33 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.5 Sequência de descida Figuras de Instrução


descida para auxiliar a retirada do Clamp no
momento da subida para não danificar o mesmo
durante a passagem pela guia do Hang-Off.
Q. Os centralizadores serão posicionados da
seguinte forma: O primeiro entre 70 a 130 m
acima da THRT, e o último ficará dentro do Slip
Joint a uma altura de aproximadamente 5m
acima do Inner Barrel da Slip Joint. Os demais
centralizadores deverão ser distribuídos em toda
a extensão da coluna. Para que esta situação
ocorra, será necessária em alguns casos a
utilização de Pipe Joint de 8’, 10’ e/ou 20’.
NOTA: Ao instalar o centralizador na coluna,
realizar marcação na face das aletas de modo a
verificar ocorrência de marcas/anomalias durante
a desmobilização.
NOTA: Os centralizadores não possuem Tool Joint
para fixar o elevador e suportar o peso da coluna
de trabalho, os mesmos deverão ser montados
previamente na sonda.
NOTA: O Stick-up, altura máxima entre o Swivel
da SFT e a mesa rotativa, deve ser calculado para
valores finais, entre 4 e 8 metros. Recomenda-se,
sempre que possível, o valor de 6 metros em
navios. Atentar-se ao fato que a COFLEX 2”
precisa de um stickup mínimo de 4 metros,
enquanto a COFLEX 3” precisa de no mínimo 5
metros.
R. Cronometrar o tempo gasto em cada operação
de movimentação e instalação de material e
equipamento (descontando o aguardo por
guindaste ou pessoal da sonda).
S. Ao acunhar o último tubo DPR antes da
instalação da SFT, passe para a fase
“Sequência de fundo”.
NOTA: Atentar para o momento de substituição do
elevador auxiliar pelo elevador principal. O
sondador deve manter o elevador principal
afastado do centro e só aproximar quando o
mesmo estiver abaixo do Tool Joint, evitando
assim que o elevador principal tope sobre o
espelho da caixa provocando danos. Caso o
sondador tenha dificuldade em realizar esta
manobra, furar um protetor de caixa e utilizá-lo no
tubo durante a operação.

© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 33 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
34 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.5 Sequência de descida Figuras de Instrução


Cuidado: Somente o operador da chave deve ficar
próximo durante o torque ou quebra do mesmo;
Instalar cabo de segurança na chave; Cuidado no
manuseio dos equipamentos devido ao grande
peso dos mesmos; Manter velocidade de
segurança para os umbilicais; Cuidado com as
partes móveis da chave hidráulica.

3. Manuseio do Hang Off durante a descida da


coluna
A. Após a descida da primeira junta ou seção,
realize o teste de escorregamento da coluna na
cunha do Hang Off. Siga os passos abaixo:
• Posicionar o elevador principal no Tool
Joint;
• Solicitar que todos os envolvidos na
atividade se afastem;
• Solicitar ao sondador que inicie o
movimento de subida do conjunto
lentamente;
• Observar se a coluna DPR desliza na
cunha do Hang Off; A cunha deverá aliviar
sua pressão, permitindo o deslocamento do
tubo e o Hang-off deverá ficar estático na
MR.
• Cessar o movimento de subida, abrir a
cunha e prosseguir com a operação.
N/A
B. Após conexão do tubo, aguardar o fechamento
completo do elevador principal e sinal do
sondador. Certifique que o mesmo esteja
fechado através da haste indicadora;
C. Retire a “saia da baiana” , abra a cunha e
depois a guia.
D. Desça a coluna até a posição de instalação do
Clamp. Proteja o poço com a “saia da baiana”.
E. Instale o clamp e confira seu torque. Retire a
“saia da baiana”.
F. Após passagem do clamp pela guia, feche a
mesma para centralizar a coluna e clamp na
passagem pelo Diverter.
G. Quando o elevador principal aproximar da guia
centralizadora, o sondador deve cessar o
© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 34 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
35 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.5 Sequência de descida Figuras de Instrução


movimento de descida, podendo assim atuar a
cunha. Acunhe a coluna.
NOTA: Ocorrendo dificuldade de acunhamento,
verifique a necessidade de adernamento da
sonda.
Cuidado: O Hang Off (dispositivo de ancoragem)
deve ser operado apenas pelos técnicos da
Weatherford;
NOTA: Orientar o sondador para que não haja
impacto do elevador principal contra as guias
centralizadoras do Hang Off, pois pode empená-
las.
H. Alertar toda equipe envolvida na operação
quanto a proximidade dos pés nas regiões da
bucha do Hang Off, principalmente nas bordas
devido risco de 35ensamento dos pés.
NOTA: Antes do acunhamento por tempo
prolongado, lubrifique a área de contato entre a
cunha e corpo do Hang Off.
NOTA: Antes do início da operação efetuar
regulagem através da agulha no conta-gotas caso
necessário (2 a 4 gotas por acionamento) para
evitar que o motor trabalhe sem lubrificação. E ao
final de cada manobra (descida/subida) verificar o
nível do fluido de Lubrifil e caso o nível esteja
abaixo do indicador de nível, complete o nível de
fluido destravando a lingueta de fixação
do reservatório de Lubrifil e complete o
reservatório com fluido atendendo a especificação
Morlina 10.
NOTA: Limpeza contínua do desumidificador deve
ser feita sempre que o técnico responsável
verificar acúmulo de água, evitando assim que
esta água seja enviada para o motor.
I. Durante operação, monitorar o manômetro da
linha de retorno, evitando que o filtro trabalhe
sujo e gere calço hidráulico, podendo ocorrer o
rompimento das linhas de atuação.
J. Realizar inspeção e lavagem da cunha
(mordentes) do hang-off a cada 10
acunhamentos e, caso aplicável, troca de
mordentes durante a manobra;
NOTA: Toda vez que for efetuar limpeza dos
mordentes deve-se lubrificar o local de apoio da
© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 35 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
36 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.5 Sequência de descida Figuras de Instrução


cunha.
K. Realizar a lubrificação do Bowl (interior do
spider) e da face da cunha (parte traseira da
cunha) a cada 10 acunhamentos ou quando for
necessário permanecer acunhada por longo
período de tempo (considerar o tempo de
acunhamento máximo limitado à 2 horas).
NOTA: O tempo de acunhamento máximo do
Hang-off deve ser limitado em 2 horas. Acima
deste tempo deverá verificar a possibilidade de
lubrificação do interior do Bowl e da face da cunha,
e o Top Drive deverá sustentar o maior peso,
apoiando somente 20Klbs na cunha do Hang Off.
L. A cada 50 Acunhamentos lubrificar os graxeiros
das gavetas do centralizador, o graxeiro e a
área de contato da bucha do braço de
movimentação das cunhas e com os slips aberto
lubrificar o graxeiro dos pinos da porta e verificar
se ambos estão movimentando livremente
(girando e removendo o pino aproximadamente
5 cm).
NOTA: Utilizar graxa grafitada LUBRAX HILITH
EP 0/1. Realizar verificação e lubrificação do Hang
Off durante operação conforme Checklist BR-TRS-
OEPS-L4-13.01.
Cuidado: Manter próximo um Kit SOPEP; Manter
boa comunicação com o sondador; Somente abrir
a cunha com a corfirmação de o elevador principal
estar fechado. Acordar com o sondador os sinais
pertinentes à operação. Tenha certeza da atuação
antes de acionar a alavanca. Mantenha o poço
protegido; Se for necessário abrir as guias muito
cuidado com as mãos. Conferir a limpeza e
lubrificação periodicamente. Realizar o manuseio
correto das ferramentas manuais. Evitar o uso de
ferramentas improvisadas. Se for necessário
utilizar, o fazer somente após uma análise prévia
do risco e autorização do suporte operacional.

4. Instalação de Clamps durante a descida


A. A instalação das abraçadeiras de ancoragem do
umbilical (Clamp) na coluna será efetuada
acima de cada uma das conexões, ou seja, em
torno de 50cm acima de cada tool joint.
B. Havendo necessidade, deve-se utilizar um
dispositivo de fechamento das abraçadeiras
© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 36 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
37 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.5 Sequência de descida Figuras de Instrução


(Figura 33: Ferramenta de fechamento de
clamps.).
C. Proceda ao aperto em duas etapas, ou seja,
encostar primeiramente todos os parafusos
manualmente (Figura 34: Posicionamento
manual dos parafusos.)
D. Após, volte ao primeiro parafuso encostado e
enrosque o mesmo utilizando a torqueadeira
pneumática (Figura 35: Encostando os
parafusos.).
E. Após, aplique o torque de 50 lb.ft (podendo
Figura 33: Ferramenta de fechamento de clamps.
variar +/- 10lb.ft) e confira com o torquímetro
(Figura 36: Conferência do torque aplicado.).
NOTA: A operação de instalação de Clamps em
“Mar Fechado” é de responsabilidade da equipe
DPR.
NOTA: Durante reunião pré-operação solicitar ao
sondador a devida atenção sobre a posição e
velocidade de descida da coluna, mantendo-a
sempre alinhada e atento para que os Clamps não
encostem nos mordentes do Hang Off, evitando
possíveis danos aos Clamps ou sua queda no
poço.
NOTA: Certifique-se que estejam sendo instaladas Figura 34: Posicionamento manual dos parafusos.
abraçadeiras novas ou previamente inspecionadas
(e em conformidade com as funcionalidades de
serviço) durante recebimento.
NOTA: Nas operações de descida de coluna de
completação DPR, devem ser utilizadas somente
as abraçadeiras de 6 5/8” para umbilical de 14
funções.
Cuidado: Todo o tempo manter o poço protegido
com a “saia da baiana”; Manusear firmemente
para evitar golpe no pulso. Utilize a reguladora e
faça a regulagem de acordo com o torque a ser
usado; Não ultrapassar a regulagem máxima de
90psi; Não jogar os Clamps; Aplicar o torque Figura 35: Encostando os parafusos.
recomendado; Em caso de falha na fixação,
substituir o Clamp.Realizar o manuseio correto das
ferramentas manuais. Evitar o uso de ferramentas
improvisadas. Se for necessário utilizar, o fazer
somente após uma análise prévia do risco e
autorização do suporte operacional. Não
transportar cargas manualmente acima de 20Kg;
Solicitar ajuda se necessário.
© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 37 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
38 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.5 Sequência de descida Figuras de Instrução


F. Após realizar a conexão do clamp abaixo e do
clamp acima do último centralizador, solicitar ao
sondador a elevação da coluna de modo a
visualizar o alinhamento do umbilical entre as
aletas do centralizador.
NOTA: Em caso de desalinhamento, reposicionar
os clamps de modo a garantir o correto
alinhamento entre o umbilical a as aletas do último
centralizador instalado na coluna.

Figura 36: Conferência do torque aplicado.

5. Operação do carretel com UEH


A. Após todos os testes a equipe DPR deverá
liberar o carretel para giro e notificar o sondador
que o mesmo encontra-se liberado.
NOTA: O umbilical somente deve ser utilizado
após aprovação de layout oriunda da base, sob
Checklist – CONFORMIDADE DE LAYOUT DE
UMBILICAIS (BR-SSI-OEPS-LA-38.11).
NOTA: No início da operação a equipe DPR deve
realizar um briefing de utilização do carretel para a
equipe da embarcação sobre como operar o
equipamento.
B. Manter o UEH levemente tensionadol para a
operação, acompanhando o deslocamento
requisitado de operação da coluna.
NOTA: Pouca tração deixará o umbilical folgado
na coluna e muita tração romperá ou danificará o
umbilical.
C. Manter a meia lua com contra peso flutuando,
isto garantirá a tração ideal ao UEH. Utilizar
peso de 40 a 50 Kg na meia lua. Figura 38: Meia
lua com contra peso. Figura 37: Carretel para UEH.
D. Toda a equipe envolvida na operação fica
responsável por visualizar o UEH durante o
movimento de descida da coluna,
acompanhando se o mesmo irá topar de
encontro à estruturas e ser danificado.
E. O sondador somente deverá descer a coluna
após confirmação de que o carretel está
© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 38 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
39 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.5 Sequência de descida Figuras de Instrução


liberado.
NOTA: O operador do carretel deverá ser
funcionário da sonda, conforme Matriz de
responsabilidades, para prover perfeita
comunicação com o sondador.
NOTA: O operador deverá portar rádio de
comunicação com o sondador.
NOTA: Durante a operação, caso ocorra qualquer
anormalidade a equipe DPR deverá ser
comunicada.
F. Monitorar a passagem do umbilical pelo rolete
guia instalado no Hang Off, garantindo que o
mesmo não tenha contato com as demais partes
do Hang Off.
G. Ajustar o rolete guia do Hang Off de modo que o
umbilical fique o mais próximo ao tubo da Figura 38: Meia lua com contra peso.
coluna.
Cuidado: Somente girar o carretel após
confirmação de liberação total do mesmo (linhas
hidráulicas, conectores elétricos e Jumper HCR);
Manter meia lua flutuando; Instalar limitador de
segurança na meia lua para evitar impacto contra
o carretel; Manter perfeita comunicação com o
sondador e somente liberar a movimentação da
coluna após liberação de giro do carretel. Não
transportar cargas manualmente acima de 20Kg;
Solicitar ajuda se necessário.

TRA 4.6 Sequência de Fundo Figuras de Instrução

© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 39 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
40 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.6 Sequência de Fundo Figuras de Instrução

1. Operação com coluna DP da sonda


NOTA: Antes do término da descida da coluna a
sonda deverá montar a seção de assentamento
para o TH (em paralelo quando possível).
A. Ao finalizar a descida do último tubo antes da
seção de assentamento, acunhar a coluna.
NOTA: Verificar qual a previsão de tempo que a
coluna deverá ficar acunhada no Hang Off, pois
deve-se realizar a lubrificação do Bowl (interior do
spider) e da face da cunha (parte traseira da
cunha) quando for necessário permanecer
acunhada por longo período de tempo (considerar
o tempo de acunhamento máximo limitado à 2
horas). Acima deste tempo deverá verificar a
possibilidade de realizar nova lubrificação, e o Top
Drive deverá sustentar o maior peso, apoiando
somente 20Klbs na cunha do Hang Off.
B. Realizar a conexão da seção de assentamento.
NOTA: A composição da seção de assentamento
deve seguir as mesmas diretrizes de Figura 39: Esquemático de posicionamento de
posicionamento do último centralizador, observada centralizador dentro da Slip Joint.
na descida com coluna DPR. O último
centralizador deve ficar posicionado dentro do
Inner Barrel da Slip Joint, à aproximadamente 5m
da Flex Joint superior (ou conforme Tally
aprovado).
NOTA: Nas operações que contemplem troca de
fluído do poço e/ou bombeio de EDTA antes do
assentamento do TH, devem-se observar as
orientações descritas no item específico sobre
EDTA nessa TWI.
NOTA: Mudanças ou situações não previstas
pelos documentos operacionais WFT devem ser
geridas por MOC / GIM-FAMs.
NOTA: No caso de utilização do Hang-Off da
DENCON deve-se posicionar o dispositivo de
travamento mecânico desenvolvido para manter a Figura 40: Dispositivo de trava da Cunha (Hang-Off
cunha do Hang-Off aberta durante a compensação DENCON).
da coluna, para não ocorrer o fechamento
involuntário quando o equipamento estiver em
standby (aberto). A trava é posicionada na haste
do cilindro, fixada com parafuso, desta forma não
é possível que este se feche ao perder pressão,
ou ao se romper uma mangueira, e até mesmo ao
acionamento incorreto do fechamento da cunha.
© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 40 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
41 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.6 Sequência de Fundo Figuras de Instrução


Figura 40: Dispositivo de trava da Cunha (Hang-
Off DENCON).
Além disso, como uma segunda medida deve-se
acionar a válvula esfera de bloqueio hidráulico
instalada na linha de pressão que atua a abertura
da cunha do Hang-Off (localizada no painel).
Figura 41: Válvula da Linha Abre Cunha (Hang-Off
DENCON).
Cuidado: Realizar a montagem antecipada da
seção de assentamento sob orientação do suporte
opeacional WFT com respeito ao posicionamento
seguro do UEH dentro da Slip Joint. Analisar em
conjunto com o supervisor, Tool Pusher e suporte
operacional a segurança do umbilcal durante todas
as fases da operação. Figura 41: Válvula da Linha Abre Cunha (Hang-Off
DENCON).
Ao manusear o Hang-off, atentar-se para o
posicionamento dos dedos e evitar ponto de
aprisionamento. Utilizar luvas de impacto.

2. Operação com coluna DPR


A. Ao finalizar a descida do último tubo antes da
conexão da SFT, solicite à sonda a
movimentação prévia da mesma para o piso de
perfuração (se possível).
NOTA: Inspecione a correta configuração de
montagem do conjunto SFT + Swivel + SS quanto
ao tipo de rosca utilizado no projeto conforme
Figura 42: Exemplo de errônea conexão Buttress
X Acme.
B. Desmobilizar todos os equipamentos de
manobra DPR. Se possível deixa-los no piso de
perfuração para montagem de retirada da
coluna.
C. Remova os braços do Topdrive e instale os
Links de 15 m da WFT ou EQSB.
D. Instale entre o tubo da SFT e o tubo acunhado
na MR um Save Sub. Isto servirá para em caso
de dano na rosca durante a conexão, a
substituição dos tubos danificados seja mais
rápida. O Saver Sub deve proteger a rosca do
tubo da SFT.
Figura 42: Exemplo de errônea conexão Buttress X
NOTA: Comunicar e registrar se não houver Acme.
condições de realizar esta conexão.
E. Mover SFT/STT para sonda, conectar jumper e
© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 41 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
42 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.6 Sequência de Fundo Figuras de Instrução


efetuar teste funcional e de estanqueidade nos
atuadores.
NOTA: Realizar o registro fotográfico das gavetas
totalmente fechadas e a meio curso. Enviar check
lit pré-operacional da SFT para base e efetuar
armazenamento para posterior anexo no JOB.
F. Ao fazer a plumbagem das linhas hidráulicas do
jumper na SFT/STT, cuidado com o giro de sua
estrutura, pois é um equipamento excêntrico.
Para melhorar e dar maior segurança a esta
operação é necessário fixar a SFT/STT no piso Figura 43: Fixação da COFLEX para içamento.
da sonda nos pontos pré-orientados, após a
fixação instalar o elevador principal ou EBE no
pescoço do XO.
NOTA: Sendo necessária a instalação do Jumper de
Funções em níveis diferentes da sonda, deve-se
aplicar as seguintes precauções:
- Durante a mobilização do jumper, fixar o mesmo
em pelo menos um ponto antes de iniciar a descida
para decks inferiores. Realizar a fixação somente
com cinta catraca;
- Durante a descida para deck inferior, manter área
isolada e todos afastados.
- Ao término da mobilização do jumper, realizar a
ancoragem em dois pontos. Realizar a fixação
somente com cinta catraca;
NOTA: Ao término da operação/utilização do Figura 44: Buchas bi-partidas fora de posição.
jumper, manter o jumper ancorado e realizar a
mobilização do mesmo de forma que o jumper fique
disposto no mesmo nível reduzindo o risco de queda
do mesmo. Realizar a remoção da fixação com cinta
catraca somente quando o jumper estiver disposto
no mesmo nível.
G. Conecte a COFLEX ou mangueira de bombeio
na entrada da válvula Wing.
NOTA: Realizar reunião pré-operacional com a
equipe da sonda e well testing informando os Figura 45: Posições da haste indicando a posição Aberta
riscos relacionados à operação, ressaltando a ou Fechada da válvula.
importância e atenção necessárias quanto ao
posicionamento da COFLEX, de modo a reduzir
os momentos de flexão no nipple.
• Informar a Fiscalização BR sobre os
riscos de rompimento do nipple da SFT
ou STT;
© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 42 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
43 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.6 Sequência de Fundo Figuras de Instrução


• Os equipamentos 10ksi estão aptos e
autorizados para operar tanto com
COFLEX 2” quanto para COFLEX 3”.
Para os equipamentos 5ksi, devemos
operar somente com COFLEX 2”;
• Caso a COFLEX do SCA prevista seja
de 3” e o T.Head/SFT seja incompatível
solicitar ao fiscal que verifique com a
sonda a disponibilidade de COFLEX de
2” da própria sonda;
• Avaliar necessidade de uso de catlines
para impedir e/ou minimizar o impacto
da COFLEX contra o piso de
perfuração. O seio formado deverá ficar
o mais próxima possível do piso, para
reduzir o ângulo de curvatura gerado
por este layout. Utilizar tantos catlines
quanto forem necessários para reduzir
esta curvatura;
• Minimizar o uso de
prolongadores/adaptadores na conexão
da COFLEX para a SFT ou Terminal
Head, respeitando o comprimento
máximo. COFLEX 2” + adaptador 65cm
e COFLEX 3” + adaptador 85cm;
• No caso de condições de mar adversas,
realizar desconexão programada da
ferramenta no fundo e aguardar
melhora.
NOTA: Para içar a SFT com COFLEX é
mandatório fixar a mesma com duas cintas
catracas ao tubo da SFT, evitando assim a quebra
do flange de entrada da Wing. Realizar ancoragem
da COFLEX, com talhas ou correntes a fim de
diminuir ao máximo o esforço aplicado no nipple,
desde a montagem até o momento do
assentamento, devendo estes permanecerem
montados durante todo tempo do workover. Figura
43: Fixação da COFLEX para içamento.
H. Conecte o Link de 15m no EBE e eleve a SFT
para a conexão. Para estabilizar este conjunto
devem-se utilizar dois Catlines com polias
presas à estrutura da SFT. Se disponível utilizar
“girafa” ou outro meio disponível para estabilizar
a inserção da rosca pino na caixa.

© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 43 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
44 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.6 Sequência de Fundo Figuras de Instrução


NOTA: Durante a verticalização da SFT/STT com
elevador de braços estendidos, deve-se informar a
equipe da sonda para içar apenas pelo Top Drive,
usando o TFM apenas para acompanhar o
movimento, sem forçar o tubo da SFT/STT para
frente, evitando que o elevador se desloque
ocasionando a saída da bucha bi-partida da
posição correta. Figura 44: Buchas bi-partidas fora
de posição.
I. Após inserção inicial, remova o Stabing Guide e
solicite ao sondador para descer lentamente,
porém mantendo o peso arriado no mínimo
possível. A inserção da rosca deverá ser
realizada com chaves de corrente, até que se
tenha certeza da correta conexão. Após isto
entre com a chave hidráulica para efetuar o
torque recomendado.
J. Após a conexão da SFT à coluna, deve-se
realizar o teste de pressão contra as suas
válvulas internas. Para este teste proceda da
seguinte forma:
• Fechar Master;
• Abrir Wing;
• Abrir Swab;
• Bombear o fluido pela Wing a baixa
pressão até verificar saída de fluido pela
Swab;
• Interromper bombeio;
• Fechar Swab e iniciar o teste de
estanqueidade do conjunto.
NOTA: Este teste também verifica a
estanqueidade das linhas de superfície. Este teste
deverá ser efetuado pela unidade de cimentação e
com registro em carta gráfica, garantindo assim a
integridade do equipamento antes da operação.
NOTA: A haste inferior da válvula indica a posição
de abertura e fechamento da mesma. A posição
da haste indicadora depende do fabricante e deve
ser verificada para realizar os testes (Figura 45:
Posições da haste indicando a posição Aberta ou
Fechada da válvula.). A válvula da SFT SRI abrirá
quando for pressurizada pelo pórtico inferior,
fazendo com que o pistão suba (ou acionando o
volante manualmente). Já a válvula da SFT
Cameron e Control Flow é o contrário, o pórtico
superior é pressurizado e o pistão desce (ou
acionando o volante manualmente). O mesmo
© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 44 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
45 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.6 Sequência de Fundo Figuras de Instrução


comportamento é verificado na wing, porém o
fechamento é através das molas.
K. Realizar teste com baixa pressão, verificar com
a fiscalização quais os valores dos testes de
baixa e alta pressão que serão utilizados e
aplicados. De acordo com informação do
Fabricante, a pressão mínima para teste não
deverá ser inferior a 500psi.
NOTA: Após a instalação da SFT / STT, o Hang
Off deverá ser mantido com as guias
centralizadoras fechadas a fim de assegurar a
centralização da coluna de completação em
relação ao Diverter e Slip Joint.
NOTA: No caso de utilização do Hang-Off da
DENCON deve-se posicionar o dispositivo de
travamento mecânico desenvolvido para manter a
cunha do Hang-Off aberta durante a compensação
da coluna, para não ocorrer o fechamento
involuntário quando o equipamento estiver em
standby (aberto). A trava é posicionada na haste
do cilindro, fixada com parafuso, desta forma não
é possível que este se feche ao perder pressão,
ou ao se romper uma mangueira, e até mesmo ao
acionamento incorreto do fechamento da cunha.
Figura 40: Dispositivo de trava da Cunha (Hang-
Off DENCON).
Além disso, como uma segunda medida deve-se
acionar a válvula esfera de bloqueio hidráulico
instalada na linha de pressão que atua a abertura
da cunha do Hang-Off (localizada no painel).
Figura 41: Válvula da Linha Abre Cunha (Hang-Off
DENCON).
L. Orientar a equipe de arame / flexitubo na
reunião operacional sobre de forma alguma
apoiar qualquer equipamento na gaveta da SFT
WFT.
Cuidado: Somente manusear a SFT/STT após
liberação de segurança da sonda; Realizar a
plumbagem com baixa pressão; Cuidado no
manuseio dos links de 15m; Efetuar teste funcional
da SFT/STT; Somente içar a COFLEX com a
fixação de duas cintas; Cuidado no manuseio do
EBE, devido as suas partes móveis e de grande
peso; Realizar o teste de estanqueidade contra as
válvulas; Verificar se as buchas do EBE não
sairam do lugar durante o içamento; Não arriar
peso excessivo na rosca do equipamento durante
© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 45 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
46 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.6 Sequência de Fundo Figuras de Instrução


a conexão; Manter a guia fechada após a
conexão; Não transportar cargas manualmente
acima de 20Kg; Solicitar ajuda se necessário.
Realizar o manuseio correto das ferramentas
manuais. Evitar o uso de ferramentas
improvisadas. Se for necessário utilizar, o fazer
somente após uma análise prévia do risco e
autorização do suporte operacional.
Ao manusear o Hang-off, atentar-se para o
posicionamento dos dedos e evitar ponto de
aprisionamento. Utilizar luvas de impacto.

3. Preparação do carretel
A. Ao término da descida da coluna prepare o
carretel e UEH para esta fase da operação:
• Deixe (pague) folga do UEH no deck suficiente
para o assentamento do TH. O sondador
deverá dar sua aprovação para a folga deixada.
NOTA: Calcular a distância para o assentamento
e desbobinar o umbilical em comprimento
equivalente ao cálculo da distância de
assentamento. O excesso de umbilical
desbobinado interfere na funcionalidade do contra-
peso instalado.
• Posicione a bobina do carretel de forma a
permitir o acesso ao painel e caixas de
passagem.
• Remova a alimentação de ar e instale placa de
advertência “Não gire o carretel, linhas e N/A
conectores instalados” na alavanca de controle.
• Trave mecanicamente a bobina do carretel.
• Instale as mangueiras hidráulicas de controle
no painel do carretel.
• Instale o Jumper de HCR.
• Disponibilize à equipe COPSEL a conexão do
conector de monitoração na caixa de
passagem.
• Libere a utilização das funções para a equipe
ANM.
NOTA: Sendo necessária a instalação do Jumper de
HCR e/ou Jumper de Funções em níveis diferentes
da sonda, deve-se aplicar as seguintes precauções:
- Durante a mobilização do jumper, fixar o mesmo
em pelo menos um ponto antes de iniciar a descida
para decks inferiores. Realizar a fixação somente
com cinta catraca;
© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 46 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
47 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.6 Sequência de Fundo Figuras de Instrução


- Durante a descida para deck inferior, manter área
isolada e todos afastados.
- Ao término da mobilização do jumper, realizar a
ancoragem em dois pontos. Realizar a fixação
somente com cinta catraca;
NOTA: Ao término da operação/utilização do
jumper, manter o jumper ancorado e realizar a
mobilização do mesmo de forma que o jumper fique
disposto no mesmo nível reduzindo o risco de queda
do mesmo. Realizar a remoção da fixação com cinta
catraca somente quando o jumper estiver disposto
no mesmo nível.
Cuidado: Manter o isolamento da área; Pagar folga
suficiente; Retirar a alimentação e travar o carretel;
Alimentar e liberar para uso; Confirmar com
sondador se a folga é suficiente; Instalar placa de
advertência para não girar o carretel; Realizar o
manuseio correto das ferramentas manuais. Evitar
o uso de ferramentas improvisadas. Se for
necessário utilizar, o fazer somente após uma
análise prévia do risco e autorização do suporte
operacional.

4. Assentamento, trabalhos no fundo e desconexão


Pressão de Trabalho Tração Máxima
A. Durante o assentamento observar o
posicionamento seguro do Jumper de controle Sem Pressão
da SFT/STT e passagem de componentes de
diâmetros acima 6 5/8” pelas guias do Hang Off. 1.000 psi

B. O acionamento das válvulas da SFT/STT deverá 2.000 psi


ser realizado pelo técnico DPR mediante
comando verbal oriundo do técnico ANM que 3.000 psi
em contato com o sondador e fiscalização
confirmará o comando. 4.000 psi
NOTA: Sempre confirmar o comando após 5.000 psi
recebimento da informação.
Tabela 2: Tabela de tração SFT / STT (Valores em
C. Após o assentamento atentar quanto à limitação revisão – Consultar Engenharia).
de giro da coluna com umbilical que não pode
ser superior a 180º em uma só direção. Caso
este giro ocorra, correremos o risco de danificar
o umbilical 14F por causa do enrolamento do
mesmo na coluna, ficando então com raio de
curvatura inferior ao especificado;
NOTA: Utilize a planilha de controle de giro da
sonda para monitoração.

© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 47 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
48 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.6 Sequência de Fundo Figuras de Instrução


D. Após o assentamento deve-se realizar
marcação do umbilical e coluna de completação
a fim de identificar qualquer indício de
desalinhamento ou escorregamento do umbilical
em relação à coluna.
NOTA: A marcação a ser realizada no tubo da
coluna servirá como referencial de modo a
possibilitar a identificação de escorregamento do
umbilical durante o período que o conjunto estiver
assentado.
E. Orientar a equipe de sonda e ANM sobre a
tração máxima a ser exercida na SFT durante
sua operação
NOTA: Quanto maior a pressão em seu bloco
menor tração poderá ser exercida, conforme
Tabela 2: Tabela de tração SFT / STT (Valores em
revisão – Consultar Engenharia).
F. Sempre utilizar barreira mecânica no topo da
SFT/STT, quando houver a necessidade de
realizar circulação com fluido contaminante (EX;
Diesel, Ácido, Óleo, etc), instalando o pino de
teste 4 7/8” com manifold no topo da SFT, para
evitar vazamento contido em caso de falha na
vedação das gavetas da SFT.
NOTA: Caso o BOP de Slickline ou Flexitubo
esteja instalado, solicitar o fechamento do mesmo.
Caso esteja instalado Adaptador 8 ¼” Stub Acme
X 9 2G-Otis (ACME), este deve ser substituído
pelo adaptador 8 ¼” Stub Acme X 4 7/8” Stub
Acme com pino de teste. A fiscalização deve ser
informada com antecedência sobre esta operação.
G. Verificar com o suporte operacional Weatherford
o atual critério de engraxamento das gavetas da
SFT/STT acerca do número de ciclos da mesma
(abertura e fechamento). Utilizar o documento
TWI Preparação, Lubrificação e Testes
Operacionais da SFT/STT – SSI (BR-SSI-
OEPS-L4-73) para realizar o engraxamento e
preencher Checklist de Engraxamento SFT/STT
GL-SSI-OEPS-L4-02;
NOTA: Antes de iniciar a lubrificação das gavetas,
verificar com equipe de Wireline / Slickline se
existe alguma ferramenta no interior da SFT.
NOTA: Realizar reunião pré-operacional com
equipe da sonda abordando a execução e riscos
© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 48 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
49 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.6 Sequência de Fundo Figuras de Instrução


envolvidos nessa tarefa. Gerar evidência de
realização da reunião (checklist).
H. Durante a desconexão observar o
posicionamento seguro do Jumper de controle
da SFT/STT e passagem de componentes de
diâmetros acima 6 5/8” pelas guias do Hang Off.
NOTA: Nas operações que contemplem troca de
fluído do poço e/ou bombeio de EDTA antes do
assentamento do TH, deve-se observar as
diretrizes descritas no item específico sobre EDTA
da presente TWI.
NOTA: No caso de utilização do Hang-Off da
DENCON deve-se posicionar o dispositivo de
travamento mecânico desenvolvido para manter a
cunha do Hang-Off aberta durante a compensação
da coluna, para não ocorrer o fechamento
involuntário quando o equipamento estiver em
standby (aberto). A trava é posicionada na haste
do cilindro, fixada com parafuso, desta forma não
é possível que este se feche ao perder pressão,
ou ao se romper uma mangueira, e até mesmo ao
acionamento incorreto do fechamento da cunha.
Figura 40: Dispositivo de trava da Cunha (Hang-
Off DENCON).
Além disso, como uma segunda medida deve-se
acionar a válvula esfera de bloqueio hidráulico
instalada na linha de pressão que atua a abertura
da cunha do Hang-Off (localizada no painel).
Figura 41: Válvula da Linha Abre Cunha (Hang-Off
DENCON).
Cuidado: Somente operar as válvulas da SFT/STT
após dupla confirmação; Não permitir tração
excessiva na coluna; Utilizar segunda barreira
sobre a SFT/STT quando o bombeio for de fluido
contaminante.
Ao manusear o Hang-off, atentar-se para o
posicionamento dos dedos e evitar ponto de
aprisionamento. Utilizar luvas de impacto.

TRA 4.7 Troca de fluído ou Bombeio de EDTA Figuras de Instrução

1. Quando em uso a coluna DP


A. Fornecer à sonda antecipadamente os
parâmetros de segurança para esta fase da
operação:

© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 49 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
50 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.7 Troca de fluído ou Bombeio de EDTA Figuras de Instrução


• Atentar para que o componente da coluna
que fique na guia centralizadora do Hang
Off, após o assentamento, seja de perfil 6
5/8” e que não haja Tool Joint em risco de
impacto durante a compensação da coluna.
Com isto as guias do Hang Off serão
fechadas mantendo a coluna centralizada.
• O último centralizador deverá ficar dentro
do Inner Barrel, em uma posição segura
(fora das interfaces) para garantir a
integridade do UEH. Sua posição ideal será
o mais próximo possível da Flex Joint
superior (com limite referencial de 5m).
Figura 46: Exemplo de análise com o último
centralizador dentro do Inner Barrel com
coluna DP.
• O posicionamento do TH deverá ser o mais
seguro possível. Realizar a análise das Figura 46: Exemplo de análise com o último centralizador
gavetas do BOPD para determinar esta dentro do Inner Barrel com coluna DP.
posição.
• Durante a troca de fluidos ou bombeio de
EDTA a coluna deverá ficar acunhada no
Hang Off, de modo a aumentarmos a
segurança dos equipamentos dentro do
sistema Riser.
NOTA: O sondador deverá arriar 20 Klbs do peso
da coluna na cunha do Hang Off. Isto evitará
possível prendimento da mesma no momento de
abertura.
B. Enviar a Planilha de Balanceio e a Análise do
Tally para aprovação do suporte operacional
WFT.
C. Após a aprovação do suporte operacional,
monta-se a seção de bombeio e assentamento
de forma que os parâmetros de segurança
sejam atendidos.
NOTA: Caso não sejam atendidos os requisitos
deste documento, o suporte operacional deve ser
imediatamente comunicado para que seja
analisada a mudança de acordo com os padrões
MOC – WFT e GIM/FAMS – BR.
Cuidado: A análise do Tally e a planilha de
balanceio devem ser analisadas e aprovadas pelo
suporte operacional WFT. Verificar a possibilidade
de realizar o bombeio antes da fase crítica para
© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 50 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
51 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.7 Troca de fluído ou Bombeio de EDTA Figuras de Instrução


nosso umbilcal.

2. Quando em uso a coluna DPR


A. Realizar a Planilha de Balanceio e a Análise do
Tally Figura 47: Análise do Tally DPR. E enviar
para avaliação e aprovação do suporte WFT.
NOTA: O último centralizador deverá ficar dentro
do Inner Barrel, em uma posição segura (fora das
interfaces) para garantir a integridade do UEH.
B. Na análise do Tally deverá ser considerado o
posicionamento do TH, de modo que o mesmo
fique em posição segura.
NOTA: Caso não sejam atendidos os requisitos
deste documento, o suporte operacional deve ser
imediatamente comunicado para que seja
analisada a mudança de acordo com os padrões
MOC – WFT e GIM/FAMS – BR.
C. Durante a troca de fluidos ou bombeio de EDTA
a coluna deverá ficar acunhada no Hang Off, de
modo a aumentarmos a segurança dos
equipamentos dentro do sistema Riser.
NOTA: Solicitar ao sondador que arrie 20 Klbs na
cunha do Hang Off. Isto evitará possível Figura 47: Análise do Tally DPR.
prendimento da mesma no momento de abertura.
NOTA: Durante toda a operação o alinhamento da
Flex Joint deve ser verificado.
Cuidado: A análise do Tally e a planilha de
balanceio devem ser analisadas e aprovadas pelo
suporte operacional WFT. Verificar a possibilidade
de realizar o bombeio antes da fase crítica para
nosso umbilcal.

3. Independente da coluna em uso


A. Verificar com a sonda se existe plano de
contingência em caso de falha no bombeio, pois
o aumento do tempo de exposição do umbilical
e dos Clamps no interior do sistema Riser
(Diverter, Flex Joint e Slip Joint) até o término N/A
do reparo, substituição da bomba ou novo
alinhamento para prosseguir com a operação,
poderá causar danos nas linhas hidráulicas ou
cabos elétricos do UEH e danos nos clamps.
NOTA: Em caso de falha do sistema de bombeio e

© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 51 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
52 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.7 Troca de fluído ou Bombeio de EDTA Figuras de Instrução


aumento do tempo da operação, desacunhar a
coluna e checar integridade dos equipamentos
(último centralizador, Clamps e UEH). Após
verificação e constatação da integridade, deverá
ser retornado à condição inicial (Coluna
acunhada). Caso seja constatado dano no
umbilical / clamps, interromper a operação e
avaliar. Informar ao suporte WFT imediatamente e
também ao STO BR.
B. Caso seja identificada alguma anomalia no
UEH, deve-se comunicar imediatamente o
supervisor para que seja efetuado registro
através de RA BR, RDO, BDOS, BDCA e ADP,
e em seguida analisar juntamente com suporte
WFT.
C. Após o assentamento do TH, realizar pintura no
umbilical e na coluna, de modo a facilitar a
monitoração dos mesmos, observando se está
ocorrendo folga do equipamento para o interior
da Flex Joint.
D. Equipes DPR Weatherford, ANM e COPSEL
devem realizar monitoramento das funções
hidráulicas e elétricas do umbilical de modo a
checar a sua integridade.
NOTA: Durante toda a operação o alinhamento da
Flex Joint deve ser verificado.
NOTA: Se a equipe ANM e/ou EQSB solicitar que
o TH fique fora do BOPD durante o bombeio, o
suporte operacional deverá ser imediatamente
comunicado para a gestão de mudanças MOC –
WFT e GIM/FAMS – BR.
Cuidado: A análise do Tally e a planilha de
balanceio devem ser analisadas e aprovadas pelo
suporte operacional WFT. Verificar a possibilidade
de realizar o bombeio antes da fase crítica para
nosso umbilcal.

TRA 4.8 Retirada da coluna Figuras de Instrução

1. Desmobilização da SFT / STT


A. Solicite antecipadamente que seja realizado

© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 52 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
53 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.8 Retirada da coluna Figuras de Instrução


teste de estanqueidade contra as gavetas da
SFT/STT para garantir sua integridade para a
próxima operação. Somente é necessário o
teste de alta pressão.
NOTA: Este teste deverá ser realizado pela
unidade de cimentação com emissão de carta
gráfica.
B. Após a desconexão garanta que a coluna esteja
limpa para a retirada.
C. Acunhe a coluna no Hang Off e aguarde a Figura 48: SFT com fixação da COFLEX.
preparação da sonda para a desconexão do
equipamento.
NOTA: Deverá haver local reservado no deck para
receber o equipamento.
NOTA: A sonda deverá preparar os cabos guias
para estabilização da SFT/STT.
D. Após a preparação da sonda, realize a
desconexão da SFT/STT com a chave
hidráulica. Durante a desconexão o sondador
deverá sustentar o peso do equipamento para
evitar sobrecarga na rosca do tubo.
NOTA: Se houver COFLEX instalada na SFT/STT,
antes de “deitar” o equipamento, deverão ser
fixadas duas cintas à coluna. Figura 48: SFT com
fixação da COFLEX.
NOTA: Se a SFT/STT for operar novamente deixe
o SS torqueado. Se a SFT/STT for desembarcar,
quebre o torque entre o SS e o tubo da SFT/STT.
E. Após desconexão, aguarde que a sonda
estabeleça segurança do equipamento para
somente então se aproximar do mesmo.
F. Efetue o registro fotográfico das gavetas do
SFT/STT (insira no checklist) para posterior
armazenamento no JOB.
G. Remova o Jumper de controle hidráulico e
posicione os atuadores de forma segura para
transporte.
NOTA: Ao término da operação/utilização do
jumper, caso o jumper esteja disposto em níveis
diferentes da sonda, manter a ancoragem e realizar a
mobilização do mesmo de forma que o jumper fique
disposto no mesmo nível reduzindo o risco de queda
© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 53 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
54 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.8 Retirada da coluna Figuras de Instrução


do mesmo. Realizar a remoção da fixação com cinta
catraca somente quando o jumper estiver disposto
no mesmo nível.
H. Acompanhe o posicionamento do equipamento
no deck da embarcação.
Cuidado: A sonda deve utilizar meios de estabilizar
o equipamento antes de sua desconexão; Avalei
as condições meteorológicas antes da
desconexão; Acompanhe e oriente a equipe de
sonda sobre as particularidades deste
equipamento; A área de recebimento deste
equipamento já deve estar estebelecida no deck;
Verificar junto ao setor de segurança da
embarcação os requisitos necessários para a
utilização de máquina fotográfica.

2. Preparação e uso do carretel


A. Após liberação da equipe ANM, promova a
liberação do carretel para giro:
• Solicite e verifique a liberação do carretel
pela equipe COPSEL (retirada dos
conectores de monitoração na caixa de
passagem).
• Despressurize e remova as mangueiras
hidráulicas de controle no painel do
carretel.
• Confirme a liberação pela sonda e remova
o Jumper de HCR.
• Destrave mecanicamente a bobina do
carretel.
• Instale a alimentação de ar e retire a placa
de advertência. N/A
• Recolha a folga de UEH e posicione a meia
lua com contra-peso.
• Libere a utilização do carretel pela sonda.
NOTA: Ao término da operação/utilização do
jumper, caso o jumper esteja disposto em níveis
diferentes da sonda, manter a ancoragem e realizar a
mobilização do mesmo de forma que o jumper fique
disposto no mesmo nível reduzindo o risco de queda
do mesmo. Realizar a remoção da fixação com cinta
catraca somente quando o jumper estiver disposto
no mesmo nível.

B. O operador do carretel deverá ser do efetivo da


sonda e portar rádio comunicador com o
© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 54 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
55 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.8 Retirada da coluna Figuras de Instrução


sondador.
C. Instalar limitador de segurança na meia lua para
evitar impacto contra o carretel.
D. Sempre antes de elevar a coluna, o sondador
deve verificar a liberação do carretel.
E. Caso ocorra alguma falha na operação do
carretel, o operador deverá parar a operação e
solicitar ajuda ao técnico DPR.
F. Sempre manter a meia-lua com contra-peso
flutuando em relação ao solo. Isto garantirá que
o UEH não folgue na bobina do carretel.
Cuidado: Somente girar o carretel após
confirmação de liberação total do mesmo (linhas
hidráulicas, conectores elétricos e Jumper HCR);
Manter meia lua flutuando; Manter perfeita
comunicação com o sondador e somente liberar a
movimentação da coluna após liberação de giro do
carretel.

3. Retirada de coluna DP da sonda


A. A sonda deverá controlar a retirada de todos os
equipamentos no poço. Inclusive quantidade de
Clamps.
B. Para a quebra do torque dos tubos, deverão ser
utilizados equipamentos instalados previamente
e operados pela sonda.
NOTA: Quando ocorrer Overtorque, havendo a
necessidade de utilizar chaves flutuantes, não é
permitido utilizar o Hang Off como contra chave,
deve-se usar duas chaves flutuantes em sentidos
opostos para quebrar o torque, obrigatoriamente
os funcionários Weatherford deverão se atentar
para solicitar o destravamento da MR, para caso
ocorra falha na chave flutuante que faz a função N/A
de back-up, a MR gire sem transmitir esforço para
o Hang Off.
C. Diminuir a velocidade de retirada quando se
aproximar a marcação de 2m no tubo para
auxiliar no momento de passagem do Clamps
pela guia centralizadora do Hang Off, evitando
danificar o Clamp.
D. Atenção na passagem dos centralizadores pelo
Hang Off.
E. Realize a retirada da coluna com o conjunto
com velocidade controlada para a segurança do

© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 55 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
56 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.8 Retirada da coluna Figuras de Instrução


UEH.
F. O término da retirada ocorre ao chegar com o
PJ instalado acima da JRC na MR.
Cuidado: Não manusear as seções ou mover
equipamentos sem que todos estejam atentos;
Manter a velocidade de subida ou retirada de
forma que o UEH esteja seguro. Somente mover a
coluna com a liberação do operador do carretel.

4. Retirada de coluna DPR


A. A sonda deverá controlar a sequência de
retirada de todos os equipamentos no poço,
inclusive dos Clamps.
B. Realize a retirada da coluna com o conjunto
com velocidade controlada para a segurança do
UEH.
C. Realizar a montagem do sistema de
compensação de roscas e regulagem do mesmo
de acordo com a operação. Realize o teste do
sistema de alarme sonoro.
D. Verificar junto à fiscalização se a retirada será
por unidade ou seção.
E. Içar a coluna com o elevador principal, acunhar
na posição de quebra.
NOTA: Os detalhes de uso do Hang Off e Clamps
serão descritos separadamente.
F. A Chave Hidráulica deverá ser conectada nos
tubos 2” acima do Pino e 6” abaixo do espelho
da Caixa. N/A

Cuidados na etapa de posicionamento da


chave hidráulica no tubo:
• Antes de iniciar a operação, verifique o
correto alinhamento do pushmaster em
relação a mesa rotativa.
• Verifique se o catline utilizado para
elevação da chave permite o livre
movimento da mesma até o tubo.
• Em situações climáticas adversas onde
há grande movimento da chave de um
lado para o outro, a equipe deverá
auxiliar no alinhamento da chave até o
tubo para evitar golpes na porta da
© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 56 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
57 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.8 Retirada da coluna Figuras de Instrução


mesma (utilizar os pontos pintados na
cor verde).
NOTA: Somente operadores treinados e
capacitados da WFT operam a chave hidráulica.
Na reunião pré-operacional instruir o pessoal
envolvido na operação sobre os locais que pode
manusear a mesma e os cuidados com as partes
móveis (porta, back-up, rotor, etc.);
G. Atuar o cilindro de elevação e o Push Master e
mover chave hidráulica do local de repouso para
a coluna de completação DPR;
H. Abrir a porta, levar a chave hidráulica até que o
tubo encoste nos mordentes e depois fechar
porta;
NOTA: Durante a quebra do torque, somente o
operador da chave hidráulica deverá permanecer
próximo.
I. Após o processo de quebra de torque, alinhar
rotor para sair da coluna de completação, liberar
backup, abrir porta, sair com a chave hidráulica
da coluna de completação e apoiar a mesmo em
seu local de repouso.
NOTA: Quando ocorrer Overtorque, havendo a
necessidade de utilizar chaves flutuantes, não é
permitido utilizar o Hang Off como contra chave,
deve-se usar duas chaves flutuantes em sentidos
opostos para quebrar o torque, obrigatoriamente
os funcionários Weatherford deverão se atentar
para solicitar o destravamento da MR, para caso
ocorra falha na chave flutuante que faz a função
de back-up, a MR gire sem transmitir esforço para
o Hang Off.
NOTA: No caso de utilização de chaves flutuantes
para quebra de Overtorque, a operação somente
pode ser executada com o elevador principal
sustentando a coluna (não utilizar o elevador
auxiliar).
J. Cronometrar o tempo gasto em cada operação
de movimentação e instalação de material e
equipamento (descontando o aguardo por
guindaste ou pessoal da sonda).
K. Retirar os tubos e encaminhar para o deck, ou
retirar as seções e estaleirar.
NOTA: Atentar para a passagem em velocidade
© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 57 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
58 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.8 Retirada da coluna Figuras de Instrução


reduzida dos centralizadores e Clamps pelo Hang
Off.
L. A retirada da coluna termina quando acunhar o
PJ que foi conectado à JRC.
Cuidado: Manter a regulagem correta de
compensador; Somente manusear a chave nas
áreas pintadas de verde; Cuidado com os pés;
Cuidado no manuseio dos centralizadores;
Somente o operador da chave deve ficar próximo
durante o torque ou quebra do mesmo; Instalar
cabo de segurança na chave; Cuidado no
manuseio dos equipamentos devido ao grande
peso dos mesmos; Manter velocidade de
segurança para os umbilicais; Cuidado com as
partes móveis da chave hidráulica.

5. Retirada de Clamps
A. Durante a retirada da coluna DPR ou DP da
sonda o procedimento de retirada dos Clamps é
o mesmo.
B. A sequência de retirada é :
• Após a passagem do Clamp pelo Hang Off,
fazer sinal de parada para o sondador.
• Proteja o poço com a “saia da baiana”.
• Com o auxílio de uma corda, aproxime o
UEH da coluna. Isto fará com que após a
abertura do Clamp o umbilical não seja
projetado de encontro há algum operador.
• Afrouxe totalmente os dois parafusos do
clamp com a Torqueadeira pneumática.
Figura 49: Remoção de clamps.
• Alivie a corda e prossiga com a retirada da
coluna.
• Retire o Clamp da coluna e armazene, para
posterior remoção. Os Clamps devem ser
manuseados fechados e não devem ser
jogados de encontro à outras estruturas.
Cuidado: Todo o tempo manter o poço protegido Figura 49: Remoção de clamps.
com a “saia da baiana”; Manusear firmemente
para evitar golpe no pulso. Utilize a reguladora e
faça a regulagem de acordo com o torque a ser
usado; Não ultrapassar a regulagem máxima de
90psi; Não jogar os Clamps; Aplicar o torque
recomendado; Em caso de falha na fixação,
substituir o Clamp. Não transportar cargas
manualmente acima de 20Kg; Solicitar ajuda se
© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 58 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
59 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.8 Retirada da coluna Figuras de Instrução


necessário. Realizar o manuseio correto das
ferramentas manuais.

6. Manuseio do Hang Off na retirada da coluna

A. Após o fechamento do elevador principal na


coluna e confirmação do sondador.
B. Retire a “saia da baiana” e abra a cunha e
mantenha a guia fechada.
C. Após inicio da elevação coloque o elevador
auxiliar na coluna.
D. Ao aproximar o Clamp solicite diminuição da
velocidade de subida. Abra a guia do Hang Off.
E. Retire a coluna até a posição de remoção do
Clamp. Proteja o poço com a “saia da baiana”.
F. Remova o clamp e retire a “saia da baiana”.
G. Retire a coluna até a altura de quebra do torque.
H. Feche a guia e acunhe a coluna.
I. Proteja o poço com a “saia da baiana”.
J. Aguarde a comutação do elevador principal para
o auxiliar. Quebre o torque e remova o tubo.
K. Desça o elevador principal, feche na coluna e N/A
repita o ciclo.
L. O Hang Off (dispositivo de ancoragem) deve ser
operado apenas pelos técnicos da Weatherford;
NOTA: Orientar o sondador para que não haja
impacto do elevador principal contra as guias
centralizadoras do Hang Off, pois pode empená-
las.
NOTA: Alertar toda equipe envolvida na operação
quanto a proximidade dos pés nas regiões da
bucha do Hang Off, principalmente nas bordas
devido risco de 59ensamento dos pés.
NOTA: Realizar teste de escorregamento da
cunha. Com a cunha fechada no tubo, suba a
coluna. A cunha deverá aliviar sua pressão,
permitindo o deslocamento do tubo e o Hang Off
deverá ficar estático na Mesa-rotativa
NOTA: Antes do início da operação, efetue a
regulagem através da agulha do conta-gotas caso
necessário (2 a 4 gotas por acionamento) para
© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 59 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
60 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.8 Retirada da coluna Figuras de Instrução


evitar que o motor trabalhe sem lubrificação.
NOTA: Limpeza contínua do desumidificador deve
ser feita sempre que o técnico responsável
verificar acúmulo de água, evitando assim que
esta água seja enviada para o motor.
NOTA: Durante operação, monitorar o manômetro
da linha de retorno, evitando que o filtro trabalhe
sujo e gere calço hidráulico, podendo ocorrer o
rompimento das linhas de atuação.
M. Realizar inspeção e lavagem da cunha
(mordentes) do hang-off a cada 10
acunhamentos e, caso aplicável, troca de
mordentes durante a manobra;
NOTA: Toda vez que for efetuar limpeza dos
mordentes deve-se lubrificar o local de apoio da
cunha.
N. Realizar a lubrificação do Bowl (interior do
spider) e da face da cunha (parte traseira da
cunha) a cada 10 acunhamentos ou quando for
necessário permanecer acunhada por longo
período de tempo (considerar o tempo de
acunhamento máximo limitado à 2 horas).
NOTA: O tempo de acunhamento máximo do
Hang-off deve ser limitado em 2 horas. Acima
deste tempo deverá verificar a possibilidade de
lubrificação do interior do Bowl e da face da cunha,
e o Top Drive deverá sustentar o maior peso,
apoiando somente 20Klbs na cunha do Hang Off.
O. A cada 50 Acunhamentos lubrificar os graxeiros
das gavetas do centralizador, o graxeiro e a
área de contato da bucha do braço de
movimentação das cunhas e com os slips aberto
lubrificar o graxeiro dos pinos da porta e verificar
se ambos estão movimentando livremente
(girando e removendo o pino aproximadamente
5 cm).
NOTA: Utilizar graxa grafitada LUBRAX HILITH
EP 0/1. Realizar verificação e lubrificação do
Hang Off durante operação conforme Checklist
BR-TRS-OEPS-L4-13.01.
Cuidado: Manter próximo um Kit SOPEP; Manter
boa comunicação com o sondador; Somente abrir
a cunha com a corfirmação de o elevador principal
está fechado. Tenha certeza da atuação antes de
acionar a alavanca. Mantenha o poço protegido;
© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 60 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
61 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.8 Retirada da coluna Figuras de Instrução


Se for necessário abrir as guias muito cuidado
com as mãos. Conferir a limpeza e lubrificação
periodicamente. Realizar o manuseio correto das
ferramentas manuais

TRA 4.9 Desmobilização dos equipamentos da MR Figuras de Instrução

1. Desmobilização do Hang Off e JRC da MR


A. Com o Pipe Joint acima da JRC acunhado,
desmobilize os equipamentos de manobra DPR.
NOTA: Quando em uso a coluna da DP da sonda,
prepare a mesma de forma adequada.
B. Remova a meia lua do UEH e traga para o piso
de perfuração.
C. Instale a meia lua ao braço do Topdrive para
proteger o UEH durante o içamento da JRC.
D. Feche o elevador principal na coluna e abra a
guia e cunha do Hang Off. Eleve o conjunto com
o elevador principal até a altura do Packoff da
JRC.
E. Remova o Hang Off da MR com o auxílio de
dois Catlines.

NOTA: Os detalhes de desmobilização do Hang


Off e demais equipamentos DPR será descrito na N/A
TWI de Desmobilização BR-SSI-OEPS-L4-54.
F. Eleve a JRC até saída completa da MR e
instale as buchas da MR por segurança.
G. Durante içamento observe a segurança do UEH
e a necessidade de “pagar” mais umbilical.
H. Após serviços da equipe ANM e com a JRC
deitada e segura, proceda a desmobilização do
UEH da mesma. Remova todas as linhas e
conectores elétricos. Remova o umbilical de
HCR e o adaptador (este deve ser encaminhado
para o container oficina).Remova os dois
Clamps.
I. Com o UEH ancorado de forma segura na
plataforma, proceda a retirada da roldana do V-
Door.
J. Retire o UEH da roldana e recolha o mesmo
totalmente para o carretel.
© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 61 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
62 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

TRA 4.9 Desmobilização dos equipamentos da MR Figuras de Instrução


NOTA: Os cuidados no manuseio do UEH nesta
desmobilização são os mesmos descritos na etapa
de mobilização.
Cuidado: Acompanhar durante o içamento a
segurança do umbilical; Cuidado com o
chicoteamento do umbilcal; Sempre manter o
umbilcal ancorado em algum ponto evitando que o
mesmo retorne de forma brusca e descontrolado
pela roldana; Não permitir movimentação paralela
abaixo, quando estiver desmobilizando a roldana.

5.0 Materiais Necessários

Esta seção lista todas as ferramentas e materiais necessários para completar esta instrução técnica
de trabalho. Durante as operações todas as ferramentas e equipamentos devem permanecer em
boas condições de uso. Qualquer anormalidade deve ser reportada ao supervisor a bordo.
5.1 Lista de Materiais

© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 62 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
63 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

O sistema DPR 10K Lote C contempla o embarque de um container oficina, com todo
material necessário para preparação e teste dos componentes do sistema, assim, como
para execução de manutenções preventivas e corretivas do sistema.
Após o recebimento do container e ao final da operação a equipe a bordo deve realizar a
conferência dos itens constantes do Container Oficina, através da “Lista de Materiais do
Container Oficina Drill Pipe Riser Multiplex Lote C”.
5.2 Consumível
O Material Consumível deve ter seu uso controlado pela equipe a bordo e registrado no
Relatório Diário de Operações. Ocorrendo o uso de qualquer consumível, a equipe deve
solicitar a reposição dos itens utilizados através do Formulário de Solicitação de
Sobressalentes.

6.0 Documentos de Referência

Esta seção lista todos os documentos referenciados para completar esta instrução de trabalho.
6.1 Anexos
6.1.1 N/A
6.2 Fonte de Referência
6.2.1 Procedimento operacional close sea – DPR MUX 10KSI (BR-SSI-OEPS-L4-03).
6.2.2 Limites operacionais para instalações de equipamentos submarinos com SS e
NS. (PE-3ED02346-H).
6.2.3 Matrizes e responsabilidades (PE-5ED-00802).
6.2.4 Instalação do Pushmaster (BR-TRS-OEPS-L4-03.IG02).
6.2.5 Relatório Diário de Operações.
6.2.6 Formulário de Solicitação de Sobressalentes.
6.2.7 Relatório de Conformidade de Layout de Umbilicais (BR-SSI-OEPS-LA-38.11).
6.2.8 Relatorio de Balanceio de Coluna DPR (5-4-LA-BR-PRO-00019).
6.2.9 Mobilização de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C (BR-SSI-OEPS-L4-
52).
6.2.10 Instrução de Trabalho – Troca de Óleo do Indicador de Torque (5-3-LA-BR-TRS-
00029).
6.2.11 Operação do TDSC (BR-SSI-OEPS-L4-14)

6.2.12 Verificação e Lubrificação do Spider Hang Off Durante Operação (BR-TRS-


OEPS-L4-13.01).

© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 63 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
64 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

6.2.13 Checklist de Engraxamento SFT e STT (GL-SSI-OEPS-L4-02).


6.2.14 Desmobilização de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C (BR-SSI-OEPS-
L4-54).
6.2.15 TWI Preparação, Lubrificação e Testes Operacionais da SFT/STT – SSI (BR-
SSI-OEPS-L4-73).
6.2.16 Critérios para Aceitação de Testes de Estanqueidade com Sesv e Sonda (PE-
2SUB-00406).
6.2.17 Guia de Instrução – Mangueiras para Fluido Hidráulico e Nitrogênio (BR-SSI-
OEPS-L4-19.IG01)

7.0 Requisitos de Treinamento e Competência

A equipe responsável pela operação do Sistema DPR 10K MUX é capacitada e credenciada para
tal em conformidade com as diretrizes da empresa acerca do programa de garantia de competência
com suas diretrizes descritas no documento 04-2-LA-BR-GL-00001 além dos treinamentos
atendidos conforme particularidades contratuais entre linha de produto e cliente.
Os treinamentos pertinentes à capacitação da equipe de operações DPR 10K MUX podem ser
consultadas na Matriz de Treinamentos (PE-5ED-00802).

8.0 Registro de Alteração de Documento

Número de Data de Pessoa Parte Descrição da Alteração


Revisão Vigência Responsável afetada

Todo
0 30/08/2016 Gustavo Marinho Liberação Inicial
Documento
CPAR 2996123 – Inclusão de referência
Seção 4.4
ao procedimento de TRS BR-TRS-OEPS-
– 3 | Nota
L4-03.IG02 (Instalação do Pushmaster).
CPAR 2924936 – Inclusão de nota para
Seção 4.3 utilização de Catline + Swivel no içamento
– 9.B | Nota do Pino de Teste antes de ser torqueado
na coluna.
RTA SUB/EQSB/SAUP/OP-AUP
Seção 4.5
2016/0019ª – Inclusão de nota referente a
1 25/11/2016 Gustavo Marinho –2–Q
marcação do centralizador
RTA SUB/EQSB/SAUP/OP-AUP
Seção 4.5 - 2016/0019ª – Inclusão do tópico F
4 –F referente a alinhamento do umbilical nas
aletas do último centralizador.
RTA SUB/EQSB/SAUP/OP-AUP
Seção 4.5 2016/0019ª – Inclusão dos tópicos F e G
–5 referente aos cuidados para não danificar
o umbilical

© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 64 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
65 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

RTA SUB/EQSB/SAUP/OP-AUP
Seção 4.6
2016/0019ª – Inclusão de nota referente
–3–A|
ao desbobinamento do umbilical para
Nota
assentamento.
RTA SUB/EQSB/SAUP/OP-AUP
Seção 4.6
2016/0019ª – Inclusão de nota referente
–4–D|
verificação de desbobinamento
Nota
involuntário do umbilical.
CPAR 2969623 – Inclusão de nota
Seção 4.6
referente a realização de reunião pré-
– 4 –G |
trabalho de engraxamento da SFT/STT
Nota
durante operação.
Seção 4.4 CPAR 2810853 – Inclusão de referência a
–3–A TWI de Instrução de Montagem e
12/12/2016 Felipe Santos
Seção 4.5 Operação do Sistema JAMPRO BR-SSI-
–2–K OEPS-L4-56.
OFI 2895453 – Inclusão de nota referente
Seção 4.5
a verificação do nível de fluido do lubrifil da
13/12/2016 Felipe Santos –3–H|
unidade hidropneumática ao final de cada
Nota
manobra.
Seção 4.4 CPAR 2879450 – Inclusão de referência
19/12/2016 Felipe Santos –3–F| ao procedimento de TRS da Unidade
Nota Diesel “GL-TRS-OEPS-L4-564”.
Seção 4.5
–3–JaL| CPAR 2945243 – Inclusão de instrução e
Nota cronograma de inspeção, lavagem e
Seção 4.6 lubrificação do Hang-Off.
21/12/2016 Felipe Santos –1–A| Inseridas notas referentes aos requisitos
Nota de lubrificação do Hang-off e informação
Seção 4.8 de tempo máximo de acunhamento
–6–MaO permitido – Ação de RTA.
| Nota
Inclusão de referência ao documento
Petrobras mais atualizado PE-3ED-02346
Seção 4.2
04/01/2017 Felipe Santos – “Limites Operacionais para Instalações
–5–A
de Equipamentos Submarinos com SS e
NS”.
CPAR 2990512 e 2969623 – Inclusão de
referência ao documento TWI Preparação,
Seção 4.6 Lubrificação e Testes Operacionais da
–G SFT/STT – SSI (BR-SSI-OEPS-L4-73).
Remoção de Nota que pedia a substituição
dos graxeiros por tampão.
17/01/2017 Felipe Santos Seção 4.5
Inclusão de diretrizes para trabalho com
–2–Q|
COFLEX de acordo com INFORMATIVO
Nota
039-2016 _ Utilização de SFT e-ou STT x
Seção 4.6
Coflexip_Rev.02.
–2–G
Seção 4.3 Ação RTA SUB/EQSB/SARP/OP-ARP
–8–B| 2016/0034ª.005. Inclusão de nota para

© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 65 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
66 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

Nota realizar o teste do HCR de acordo com a


pressão máxima do poço.
Seção 4.5
CPAR 3016417 – Inclusão de cuidados na
–2–K
etapa de posicionamento da chave
Seção 4.8
hidráulica no tubo.
–4–F
Felipe Santos Meeting 520345 – Inclusão de nota para
Seção 4.4 Efetuar marcação entre mesa rotativa e
–1–D| Hang-Off com o objetivo de identificar
Nota eventual giro de algum dos dois
equipamentos.
CPAR 3046188 – Inclusão de nota
Item 4.4 – 3 referente à inspeção de mangueira, tampa
2 21/02/2017 Felipe Santos
– F | Nota de proteção, vedação, instalação e
substituição se necessário.
OFI: 3062528 – Inserido diferença de
Item 4.6 – 2 posicionamento da haste para abrir e
28/03/2017
– J | Nota fechar as gavetas para os diferentes tipos
de SFT (SRI/Cameron/Control Flow).
CPAR: 3129147 – Inclusão da
necessidade de realizar reunião pré-
trabalho com todos envolvidos, inclusive
Item 4.2 – 2 com a presença de terceiros, informando-
24/04/2017
–A os sobre os requisitos de manuseio e
operação do umbilical, e realizar o registro
da mesma no documento “Registro de
3 Felipe Santos
Reunião” (GL-WFT-OEPS-L2-01.03).
Item 4.6 – 1 CPAR: 3035734 – Inclusão de nota
– B | Nota contendo as recomendações para o uso
Item 4.6 – 2 do hang off com o dispositivo de trava
– K | Nota desenvolvido para manter a cunha aberta
durante a compensação da coluna e
25/04/2017
Item 4.6 – 4 acionamento de uma válvula extra quando
– H | Nota em operação com o Hang-off da DENCON
para bloqueio hidráulico.
Adição do item 3 referente a Instruções
Item 4.1 – 3
gerais de QHSSE.
CPAR: 3145012 – Inclusão da NOTA: A
instalação do PushMaster é obrigatória em
qualquer atividade que utilize a chave
Item 4.4 – 3
hidráulica e em caso de impossibilidade do
– C | Nota
uso, realizar contato imediato com o
suporte operacional para mapeamento e
registro dos riscos.
4 30/05/2017 Felipe Santos
CPAR: 3163708 – Inserido nota: Somente
Item 4.5 – 2 se aproximar e realizar qualquer
| Nota intervenção nos tubos de Drill Pipe e DPR
quando a lingada já estiver desconectada!
Inclusão de nota para preenchimento do
Item 4.2 – 6
documento “Relatório de Serviço –
–A
Operações de Mar Fechado – SSI” (BR-
© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 66 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
67 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

SSI-OEPS-L4-38.24) com o
monitoramento e inspeção das atividades
e equipamentos.
Item 4.3.3
Item 4.6.2 CPAR 3264750 – Adicionada NOTA com
precauções referentes a instalação de
5 17/08/2017 Carlos Campos Item 4.6.3
Jumper de Função e HCR em níveis
Item 4.8.1
diferentes da sonda.
Item 4.8.2

© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 67 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25
68 de 68
Execução de Operação Mar Fechado DPR 10K Lote C -
Instrução Técnica de Trabalho (TWI)
NÚMERO DO NÍVEL DO NÚMERO DA
CLASSIFICAÇÃO DATA DE EMISSÃO PREPARADO POR APROVAÇÃO
DOCUMENTO DOCUMENTO REVISÃO

BR-SSI-OEPS-L4-53 CONTROLADO TWI 25/05/2018 ENGENHARIA SSI SERVICE DELIVERY


8
MANAGER

MOC 5139: Adicionado nota referenciando


o procedimento Petrobras PE-2SUB-
00406 para teste hidrostático do UEH /
Item 4.3.8 UHCR.
Adicionadas notas de seguranças para
30/08/2017 Diego Basilio
realização de teste hidrostático do UEH /
UHCR.
6
MOC 5139: Adicionado procedimento PE-
Item 6.2.16 2SUB-00406 como documento de
referência.
RTA SUB EQSB SAUP 2017 0005ª:
31/08/2017 Carlos Campos Item 6.2.17 Adicionado documento de referência BR-
SSI-OEPS-L4-19.IG01.

Inclusão de diretriz referente ao


7 10/01/2018 Gustavo Marinho Item 4.1
preenchimento da JHA.
Carta SUB/EQSB/DISP/GES 0152/201
Inserida Nota orientando a anexar ao
Item 4.5 - N
8 25/05/2018 Carlos Campos Sistema Petrobras – Open Wells os
Nota
gráficos de torque aplicado nas conexões
dos tubos DPR.

© 2015 Weatherford Todos os direitos reservados Exclusivo e Confidencial. Este documento está protegido por direitos autorais e contém
informações exclusivas e confidenciais valiosas, patenteáveis ou não patenteáveis, da Weatherford. Os destinatários concordam que o documento é
emprestado com restrições confidenciais e com o entendimento de que nem ele, nem as informações contidas no mesmo serão reproduzidas, usadas ou
divulgadas, no todo ou em parte para qualquer finalidade exceto conforme especificamente autorizado por escrito pela Weatherford.
Page 68 of 68

D000947294 (J.2) PMTD: DE BARROS GASTARDELLI, BRUNO 2018-05-25 CHKD: BASILIO ARAUJO, DIEGO 2018-05-25