Você está na página 1de 4

CIRCUITO RC

Cauê Melgarejo Mendonça


Diego Monteiro da Silva
Edir Bueno da Silva
Frederico Goulart Soares
UNIPAMPA – Universidade Federal do Pampa
CTA – Centro de Tecnologia de Alegrete
Av. Tiaraju, 810 – CEP 97546-550 Alegrete (RS)
Email : cauemelgarejo@gmail.com

Resumo - Este artigo tem por objetivo analisar o Figura 1:


comportamento de um circuito RC(circuito com fonte de
tensão com capacitor e resistor ligados em série. Também
iremos verificar e comprovar, na prática, as validades
teóricas através de experimentos realizados em
laboratório.

Palavras-Chave – Circuito,resistor,capacitor,carga,
Descarga,constante capacitiva;

I. INTRODUÇÃO

“Um circuito resistor-capacitor (RC), é um dos mais


simples filtros eletrônicos.Ele consiste de um resistor e de
um capacitor, podendo estar ligados tanto em série quanto
em paralelo, sendo alimentados por uma fonte de tensão.”[1]

Os circuitos RC são usados como temporizadores de


sinais.Eles podem controlar quando um determinado
Fig. 1. Exemplo de montagem de um circuito RC;
dispositivo será acionado ou não.Isso se deve a sua
capacidade de variar o tempo de sua carga dependendo da
capacitância e da resistência empregados nos seus
componentes RC.
2) Carga do capacitor – “Quando a chave S é fechada,
imediatamente inicia uma corrente que correrá através do
Para cada circuito RC há um tempo característico, t=RC, circuito. Elétrons fluirão do terminal negativo da fonte E
denominado constante de tempo capacitiva. Quando t=RC, a através do resistor R e ficará acumulado na placa superior do
carga no capacitor atinge 63% do seu valor máximo. capacitor C. Consequentemente a mesma quantidade de
elétrons fluirá da placa inferior do capacitor deixando-a mais
negativa. Neste caso, a carga nas placas do capacitor vai
aumentando, em módulo, enquanto houver corrente elétrica
II. CIRCUITO RC
no circuito(Fig. 2). Este processo ocorrerá até que diferença
de potencial entre as placas do capacitor fique igual a E.” [2]
1) Como funciona o Circuito RC ? – É a combinação de
dois elementos frequentemente encontrados em circuitos,o
Resistor e o Capacitor. Podemos exemplificar essa
combinação através da figura 1.
Figura 2: Corrente x Tempo

Graf. 2 . Diminuição da corrente no circuito em função do tempo;

O aumento exponencial da tensão em relação ao tempo no


capacitor é descrito pela seguinte equação:

Onde:
Fig. 2. Esquema do circuito RC com chave S liga-desliga;
V(t) é a voltagem em função do tempo;
Este comportamento pode ser interpretado também através E é a tensão da fonte;
dos gráficos da Tensão x Tempo(Graf.1) e Corrente x Tempo R é a resistência;
(Graf. 2).Neles podemos ver que enquanto a tensão aumenta C é a capacitância;
exponencialmente no capacitor a corrente do circuito diminui t é o tempo;
exponencialmente também.
Para o circuito ,tem um tempo característico, t=RC, que
Tensão x Tempo se chama constante capacitiva.

Portanto,quando t=RC, a carga no capacitor atinge 63%


do seu valor máximo e a mais ou menos o valor de 5t a carga
chega a saturação.

Para comprovarmos todas estas teorias analisamos o


comportamento da tensão em função do tempo (Tabela 1)
em um capacitor equivalente de 6600 uF (associação de 3
Graf. 1 . Crescimento da voltagem no capacitor em função do capacitores 2200 uF em paralelo) ligado em serie a um
tempo; resistor equivalente de 4000 ohms(4 resistores de 1000 ohms
ligados em série) e alimentados por uma fonte de 24 volts
CC(Fig. 3).
Tabela 1: De acordo com o cálculo usado para encontrar a constante
capacitiva de tempo (t=RC) obtivemos que o tempo em que
Tempo Tensão a voltagem chegaria a 63% do seu máximo é de 26,4 segun-
(seg) (v) dos.Então teoricamente 63% da carga total seria de 15,17
0 0
volts,mas analisando o gráfico vemos que esse valor só é
5 4.3
10 6.9 alcançado a 35 segundos após o inicio do carregamento do
15 9.2 capacitor.Esta diferença se deve ao fato de ocorrerem perdas
20 11.3 durante a alimentação do circuito,a resistência interna da
30 14.2 fonte e aos coeficientes de tolerância dos resistores,que eram
40 16.3 de +/- 5% em cada um.
50 18.0
60 19.2
70 20.2
150 23.0 3) Descarga do Capacitor - Quando abrimos a chave S de
200 23.4
240 23.6
um circuito em que o capacitor já está carregado,a voltagem
dentro do capacitor começa a se dissipar no circuito(Fig.4).

Tab 1 . Tabela da voltagem em função do tempo no capacitor A tensão começa a cair de forma exponencial até chegar a
descareegado; zero após um período de tempo muito grande.

Vemos que conforme o tempo passa a tensão aumenta Figura 4:


também e podemos perceber isso melhor no Gráfico 3
Tensão x Tempo que mostra o aumento exponencial da
tensão no capacitor.

Figura 3:

Fig. 4. Momento em que a chave S é aberta no circuito RC car-


regado;

Para entender melhor o comportamento da tensão na


descarga do capacitor vemos no Gráfico 4,da Tensão
variando no tempo,que ela diminui exponencialmente.
Fig. 3. Circuito RC montado na placa de testes e multímetro;
Tensão x Tempo
Tensão x Tempo

Graf. 4 . Diminuição da voltagem no capacitor em relação ao


Graf. 3 . O gráfico Tensão(y) x Tempo(x) mostra o crescimento tempo;
exponencial da tensão no tempo;
Tensão x Tempo
Essa diminuição de tensão no capacitor é descrita pela
seguinte equação:

Onde:

V(t) é a voltagem em função do tempo;


Vo é a voltagem inicial no capacitor;
t é a constante capacitiva de tempo;
t é o tempo;

Agora no circuito de descarga podemos ver que quando a Graf. 5 . O gráfico Tensão(y) x Tempo(x) mostra a queda
constante capacitiva for igual ao tempo,a voltagem chegará a exponencial da tensão no tempo;
37% do seu total inicial.
Da mesma forma que no carregamento do capacitor,o
circuito RC quando descarrega tem um tempo t para chegar a
37% da sua carga inicial de 23.6 volts,ou seja, 8,7 volts e
Vamos comprovar todas estas teorias analisamos o este tempo,segundo os cálculos é de 26,4 segundos,mas
comportamento da tensão em função do tempo(Tabela 2) analisando o gráfico 5,percebemos que o tempo em que a
usando o mesmo circuito usado na carga do capacitor (Fig. 3) voltagem é de 8,7 volts é de 35 segundos,exatamente como
no carregamento do capacitor e também pelos mesmos
Tabela 2: motivos.

Tempo Tensão III. CONCLUSÕES


(seg) (v)
0 23.6 Após analisarmos o trabalho aqui proposto pudemos
5 17.8 observar que um circuito RC é importante para aplicações
10 15.7
15 13.5
em circuitos maiores que exijam um determinado tempo para
20 11.6 começar a funcionar,pois quando projetado corretamente os
30 9.2 valores de resistência e capacitância determinam este tempo
40 6.9 de acionamento ou temporização.
50 5.4
60 4.3
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
70 3.4
150 0.7 [1]
200 0.3
240 0.2 http://pt.wikipedia.org/wiki/Circuito_RC

[2]
Tab 2 . Tabela da voltagem em função do tempo no capacitor
carregado;
http://www.unb.br/iq/kleber/EaD/Eletromagnetismo/Circu
A tensão no capacitor diminui exponencialmente de acordo itoRC/CircuitoRC.html
com o gráfico 5 da Tensão x Tempo.