Você está na página 1de 40

O CALENDÁRIO DA PAZ http://www.pan-portugal.

com

O Novo Tempo: Conceitos Básicos

O Calendário da Paz

Este é o calendário do Novo Tempo, também conhecido como o “Calendário da


Paz”. É um calendário galáctico para toda a humanidade. Trata-se do instrumento
para a sincronização galáctica do ser humano na sua freqüência natural conhecida
como 13:20.

Ele é assim denominado porque, se você o seguir regularmente, pouco a pouco irá
entrando em um processo de sincronicidade. A conseqüência será que, com
certeza, você passará a estar, com muito mais freqüência, no lugar certo, na hora
certa, encontrando a pessoa certa e fazendo a coisa certa. E nem precisará de
relógio para isso, pois o relógio biológico que existe em você, começará a funcionar.

A harmonia se instalará em sua vida e a paz, que sempre começa com cada um de
nós, será uma realidade para você e contagiará outros. Pode ter certeza de que
funciona. É só experimentar.

Vamos Sair da Freqüência Errada 12:60

É nesta freqüência, que é uma freqüência artificial do tempo, que está vivendo o
ser humano.

Ela é produzida pelo calendário gregoriano que nos rege em nosso dia a dia e que
tem 12 meses irregulares, com números diferentes de dias nos meses (como 28,
29, 30 e 31, que não representam os ciclos naturais) e pelo relógio mecânico, agora
digital, que nos mantêm prisioneiros na terceira dimensão, marcando horas de 60
minutos.

Estes foram os ingredientes que nos tiraram da nossa freqüência natural (que é
13:20 e não 12:60), após tantos anos de utilização dos mesmos.

A conseqüência, para o ser humano, de viver fora da sua freqüência natural, é que
somos os únicos seres do planeta que precisamos pagar para nascer, pagar para
viver e pagar para morrer, o que não acontece com as demais espécies.

Com isso criamos uma sociedade completamente materialista, dominada pelo


dinheiro, pelas máquinas, pelas bolsas de comércio e outras, e somos nós que
estamos provocando todos os tipos de desequilíbrios existentes, como guerras
absurdas; contaminação atmosférica criminosa; produção de armas e bombas
destrutivas para matar nossos próprios irmãos; desigualdades sociais gritantes;
utilização de drogas que causam dependência física e psíquica; consumismo
absurdo, com desperdício criminoso de recursos naturais; construção de cidades
gigantescas, que se tornam cada vez mais inabitáveis e todos os demais problemas
que conhecemos.

A propósito de cidades gigantescas, vejam o exemplo de São Paulo, onde existem


mais de oito milhões de habitantes e transitam por suas ruas e avenidas em torno
de quatro milhões e duzentos mil veículos, ou seja, mais ou menos um veículo para
cada dois habitantes. E observem a que ponto chega a nossa insensatez: as ruas já
estão abarrotadas de automóveis e não há mais espaços a serem aproveitados para
aumentar a área de circulação. Apesar disso, diariamente, estamos colocando mais
centenas e centenas de novos automóveis para circularem pelos espaços existentes
e já congestionados.
Não bastasse toda essa irracionalidade, imaginem quantas milhares de toneladas
de monóxido de carbono, gás mortífero, estamos atirando diariamente na
atmosfera!

Freqüência Natural 13:20

A freqüência 13:20 é a freqüência natural para todos os seres de todos os pontos da


galáxia, em que se vive em harmonia com a natureza e, por isso, nada lhes falta e
não há desequilíbrio entre eles.

Ela é 13:20 porque é formada por ciclos naturais, sendo os dois principais o 13 e o
20, que representam os 13 tons galácticos da criação e as 20 freqüências solares,
que são os 20 selos das 20 tribos solares. É preciso respeitar os ciclos naturais se
quisermos viver em harmonia com a natureza e 13:20 é a nossa freqüência natural.

Um Calendário Diferente e Harmonioso

Ele é um calendário regular, harmonioso, que respeita os ciclos naturais. É formado


por 13 períodos anuais, os quais, ao invés de meses, são chamados de luas, e todos
eles tem 28 dias cada um, que é o ciclo biológico natural. O grande exemplo do
ciclo biológico natural é o ciclo menstrual da mulher, que dura 28 dias. Este
calendário respeita isso. Os nomes das treze luas são: Lua Magnética do Morcego,
que vai de 26/7 a 22/08 do calendário gregoriano; Lua Lunar do Escorpião, que vai
de 23/08 a 19/09 do calendário gregoriano; Lua Elétrica do Veado, que vai de 20/09
a 17/10 do calendário gregoriano; Lua Auto-Existente da Coruja, que vai de 18/10 a
14/11 do calendário gregoriano: Lua Harmônica do Pavão, que vai de 15/11 a 12/12
do calendário gregoriano; Lua Rítmica do Lagarto, que vai de 13/12 a 09/01 do
calendário gregoriano; Lua Ressonante do Macaco, que vai de 10/01 a 06/02 do
calendário gregoriano; Lua Galáctica do Falcão, que vai de 07/02 a 06/03 do
calendário gregoriano; Lua Solar do Jaguar, que vai de 07/03 a 03/04 do calendário
gregoriano; Lua Planetária do Cachorro, que vai de 04/04 a 01/05 do calendário
gregoriano; Lua Espectral da Serpente, que vai de 02/05 a 29/05 do calendário
gregoriano; Lua Cristal do Coelho, que vai de 30/05 a 26/06 do calendário
gregoriano, e Lua Cósmica da Tartaruga, que vai de 27/06 a 24/07 do calendário
gregoriano.

Os Dois Aspectos do Tempo

Neste calendário estão os dois aspectos do tempo: o físico ou material e o


espiritual.

Aspecto físico: são os dias da semana e os dias de cada lua. Aspecto espiritual: são
as energias solares e galácticas que se fazem presentes a cada dia, formadas por
cinco dos 20 selos solares e por um dos 13 tons galácticos.

Na página 36 você poderá visualizar os 20 selos solares e os 13 tons galácticos e


conhecer as informações básicas de cada um, para ir familiarizando-se com eles.

Os Vinte Selos Solares são:

Dragão(1) DRAGÃO VERMELHO


Vento(2) VENTO BRANCO

Noite(3) NOITE AZUL

Semente(4) SEMENTE AMARELA

Serpente(5) SERPENTE VERMELHA

Enlaçador de ENLAÇADOR DE MUNDOS


Mundos(6) BRANCO

Mão(7) MÃO AZUL

Estrela(8) ESTRELA AMARELA

Lua(9) LUA VERMELHA


Cachorro(10) CACHORRO BRANCO

Macaco(11) MACACO AZUL

Humano(12) HUMANO AMARELO

Caminhante do CAMINHANTE DO CÉU


Céu(13) VERMELHO

Mago(14) MAGO BRANCO

Águia(15) ÁGUIA AZUL

Guerreiro(16) GUERREIRO AMARELO

Terra(17) TERRA VERMELHA


Espelho(18) ESPELHO BRANCO

Tormenta(19) TORMENTA AZUL

Sol(20) SOL AMARELO

Eles sempre aparecem nesta ordem no calendário, de Dragão a Sol, na seqüência


acima e sempre se repetem sucessivamente.

Os Treze Tons Galácticos São:

Magnético ( ), Lunas ( ), Elétrico ( ), Auto-Existente (

), Harmônico ( ), Rítmico ( ), Ressonante ( ),

Galáctico ( ), Solar ( ), Planetário ( ), Espectral ( ),

Cristal ( ) e Cósmico ( ).

Eles também obedecem a esta ordem no calendário, sempre de 1 a 13 e se


repetem sucessivamente.

No quadro de cada dia das treze luas do calendário você vai encontrar um selo
grande com um dos treze tons acima dele. Os selo e o tom formam o umbral ou
assinatura galáctica do dia, que é a energia solar associada à energia galáctica, que
se encontram presentes naquele dia. É o aspecto espiritual do tempo. Ao lado do
selo grande, à sua direita, há um selo menor, que é o poder de guia do dia,
representando a energia guia para o dia. Os dois são sempre da mesma cor.

Ao lado do selo grande, à sua direita, estará a palavra Kin, seguida de um número -
de 1 a 260 -, que será sempre uma das 260 “chaves” da associação dos 13 tons
com os 20 selos, formando o que é conhecido como a freqüência natural do ser
humano: 13:20.

No mesmo quadro do dia, abaixo, você vai encontrar o que é conhecido como o
“oráculo do dia”, uma figura em forma de cruz com cinco dos vinte selos solares. O
selo que aparece ao centro, em tal figura, é o selo do umbral ou assinatura
galáctica do dia: é a repetição do selo grande do dia, que está na parte superior do
quadro do dia. O que está acima do selo do oráculo é o poder de guia do dia, que
também aparece na parte superior do quadro do dia. O que está à esquerda é o
poder antípoda do dia. O selo abaixo é o poder oculto e o que está à direita é o
poder análogo do dia.

É importante visualizar diariamente a figura do oráculo de cada dia, pois ela


representa as energias completas que se manifestam naquele dia, sendo que o selo
do UMBRAL OU ASSINATURA GALÁCTICA, que é o selo central do oráculo, traz a
energia solar mais importante presente naquele dia, que você deve acessar. O
ANTÍPODA é o selo que destaca o desafio, fortalecendo a reconstrução da
memória. (O antípoda se opõe e desafia para fortalecer a memória da gênese). O
ANÁLOGO é o poder de mentes gêmeas, do par planetário solar galáctico. Eles vão
juntos e dão reforço. São seres que têm afinidade entre si e que se ajudam
reciprocamente. O OCULTO representa fatores inesperados e escondidos.
O PODER DE GUIA representa o resultado favorecido pela dominação cromática de
uma cor. O selo guia é sempre da mesma cor do selo do umbral galáctico. É
coerente com o que o nome indica, pois é como uma lâmpada que ilumina o
caminho e, portanto, um guia.

O kin do dia, que você deve ler e meditar diariamente, contém uma síntese do que
representam o selo e o tom do umbral ou assinatura galáctica e do selo do poder de
guia do dia.

Para formar o texto completo do kin do dia você encontra as instruções na página
36 do calendário ou, se preferir, leia-o nas páginas de 48 a 59, nas quais estão os
textos completos dos 260 kins.

Mais informações e pormenores sobre o oráculo de cada dia você encontra no texto
do nosso companheiro Randy Bruner, que trata especificamente do assunto.

É importante visualizar o quadro de cada dia das treze luas do calendário, dia por
dia, contemplando os selos e o tom que se encontram presentes, informando-se
sobre o que cada um representa, e também é preciso ler e refletir sobre o texto do
kin do dia, pois é assim que você acessa o fluxo natural do tempo
quadridimensional, a quarta dimensão, e entra na sincronicidade.

Em alguns quadros de determinados dias das treze luas, você vai encontrar além
dos elementos já descritos, algumas variações. Por exemplo, sempre que você
encontrar um asterisco (*), quer dizer que aquele é um dia “portal de ativação
galáctica” e significa que naquele dia todas as dimensões estão alinhadas, como se
houvesse uma passagem entre elas. São dias muito especiais, em que você tem a
possibilidade de transitar por outras dimensões e poderá ter experiências muito
interessantes. Fique bem atento nesses dias. São 52 dias portais de ativação
galáctica em cada ciclo de 260 dias. Em tais dias, no texto do kin do dia, vai constar
o seguinte acréscimo: “Sou um portal de ativação galáctica, entra por mim”.

Outra variação ocorre quando aparece no quadro do dia as letras “PV”. Está
indicando que aquele é um dia Pacal Votan, no qual a energia do dia chega
diretamente da tumba de Pacal Votan (1) e vem com força redobrada. Tais dias
referem-se aos chamados treze sinais claros da profecia Telektonon (2) de Pacal
Votan. (Observações importantes: 1ª PACAL VOTAN - líder maia que teve seu
reinado em Palenque, no México, de 631 a 683 d.C. e deixou junto com seu corpo,
em sua tumba, os hieróglifos sobre a Lei do Tempo, que foram decifrados pelo Dr.
José Argüelles, com a ajuda de sua esposa Lloydine, mensageiros do novo tempo. 2ª
TELEKTONON - é a profecia de Pacal Votan, que você deve conhecer. O texto da
mesma está à página 66 do calendário. Dessa profecia, foi criado o Jogo da Profecia,
a Revelação Divina do Tempo, que reúne todas as verdades proféticas dos últimos
mensageiros do despertar: Buda, Cristo, Maomé e seus porta-vozes
Padmasambava, São João de Pátmos e Quetzalcoatl.

A cada 4 dias você vai encontrar a palavra Harmônica, seguida de um número que
vai de 1 a 65. Refere-se ao ciclo de tempo de 4 dias, que contém 1 selo de cada
uma das quatro raças cósmicas raízes, sempre na ordem das cores (vermelha,
branca, azul e amarela) e, acima de cada selo, um dos 13 tons galácticos, formando
4 kins. São 65 harmônicas x 4 = 260 kins, ou um ciclo galáctico de 260 dias.

A cada 13 dias, estará a palavra Onda Encantada, seguida de um número que vai
de 1 a 20 e do nome da respectiva onda. Ao todo são 20 ondas encantadas, uma
para cada selo. 20 ondas encantadas x 13 dias = 260. O ciclo de tempo de 13 dias,
da Onda Encantada, é o módulo do tempo galáctico através do qual as 20 tribos
solares se movem.

As treze articulações da onda encantada recapitulam os treze tons da criação. Estes


treze tons da criação sincronizam as treze lunações do planeta Terra no calendário
de treze luas. Desse modo, tudo pode ser criado e podemos afirmar: “Tempo é
Arte”!

Cada onda encantada começa com um dos 20 selos solares tendo acima o tom

magnético ( ), e termina com outro dos 20 selos, tendo acima o tom

cósmico ( ), sempre na seqüência dos tons de 1 a 13. Nas páginas à


esquerda das 13 luas do calendário, você encontra a figura da Onda Encantada, que
contém os 13 tons na seqüência de 1 a 13.

O ciclo da onda encantada que tem a duração de 13, que pode ser 13 dias, 13 luas,
13 anos, etc é um dos mais importantes ciclos da natureza e você poderá começar
a seguí-lo e utilizá-lo para planejar ações em seu dia a dia. Proceda do seguinte
modo: sempre que no quadrinho do dia, de cada lua do calendário, acima do selo

grande aparecer o tom magnético ( ), é porque está iniciando uma onda


encantada, que vai durar 13 dias. Pois bem, você pode, em tal data, estabelecer
metas a serem alcançadas, respondendo à pergunta: Qual é o meu propósito?
Depois, você vai seguindo o ciclo da onda encantada, respondendo às perguntas de
cada dia, que aparecem nos quadrinhos da onda encantada, na página do lado
esquerdo de cada lua, observando o significado do tom do dia e também do selo do
dia. É muito provável que você venha a ter agradáveis surpresas, pois de uma
forma simples, você estará sincronizando-se com os ciclos naturais, voltando a viver
novamente em harmonia com a natureza e aí vão acontecer coisas muito boas na
sua vida. Experimente!

Uma das novidades deste ano é que os quadrinhos de cada dia das treze luas foram
mudados e em seus lugarres aparecem agora os sete plasmas radiais, Dali, Seli,
Gama, Kali, Alfa, Limi e Sílio, que substituem os nomes antigos dos dias da semana,
Domingo, Segunda, Terça, Quarta, Quinta, Sexta e Sábado. Há várias razões para
isto e você encontra os esclarecimentos completos a respeito nas páginas do
calendário.

Seguindo o calendário de 13 luas você também se tornará un kin planetário e


participará da fantástica experiência de mudar a freqüência do nosso planeta,
substituindo a freqüência atual, conhecida como 12:60, que é artificial, inarmônica
e inadequada, pela freqüência correta, conhecida como 13:20, que é a freqüência
natural do ser humano, de acordo com os ciclos da natureza.

Estas são as informações mais elementares para a utilização do calendário na sua


vida diária, em um nível inicial, mas existem muitas outras formas de participação,
que estão sendo explicadas nas páginas seguintes. Há muita coisa repetida nos
textos que seguem, mas isso foi feito propositalmente, pois vai ajudá-lo a entender
a importante mensagem que o calendário do novo tempo traz.
VANDIR NATAL CASAGRANDE
HUMANO HARMÔNICO AMARELO
(que durante 16 anos foi o Editor do Calendário da Paz no Brasil)

Os textos que se seguem nos foram cedidos por nosso companheiro Randy Bruner,
Mão Cósmica Azul, dos Estados Unidos, que nos autorizou a utilizá-los. Todos eles
ajudam no entendimento do novo calendário e das diferentes exercícios e
meditações que podemos utilizar seguindo o seu conteúdo.

Um Novo Calendário para um Novo Milênio

Com a aproximação do novo milênio, torna-se mais intensa a discussão sobre o “fim
do mundo”. Este fato é citado por muitos profetas, em profecias antigas. O “fim do
mundo” é uma má interpretação do que foi previsto por aqueles profetas. Na
verdade eles estavam referindo-se ao “fim do tempo”, o fim do velho tempo de
guerras, separações, desarmonias e medo.

O paradigma corrente embasa-se na utilização de um calendário absolutamente


errado, que foi arbitrariamente criado pelo imperador romano Júlio César, em um
esforço para dominar o mundo, fazendo com que as pessoas ficassem alheias ao
Espírito, à Terra, à Natureza e a elas mesmas. Tal fato criou o paradigma atual de
separação e medo. E o mesmo calendário foi reformulado, também de forma
arbitrária, em 1582, pelo papa Gregório XIII, permanecendo com inúmeros erros.

Pode haver algum espanto ou dúvida com relação aos resultados infrutíferos que se
tem observado, na busca da paz, no ambiente global do nosso planeta, cujo
calendário foi projetado para conquistar o mundo? Claro que não, pois esse é o
efeito da pretensão de tal conquista.

O Dr. José Argüelles e sua esposa Lloydine (hoje conhecidos mundialmente como
Valum Votan e Bolon Ik), desenvolveram um trabalho exaustivo na investigação do
erro que há no calendário que utilizamos, resultando na descoberta da “Lei do
Tempo”. Foi através do entendimento da natureza do tempo que eles deram início
ao Plano de Paz do Calendário de 13 luas. Eles concluiram que, através da
compreensão do tempo natural, nós podemos retornar a uma existência que é
espiritual na natureza. Eles preparam o caminho para um novo paradigma de amor
e igualdade. Este calendário é o veículo que possibilita essa transformação e é
inteiramente baseado em informações providas pelos Argüelles.

Examinemos o calendário que é utilizado atualmente pela maioria das pessoas,


denominado “calendário gregoriano”, para verificarmos o quanto ele é incorreto.
Inicialmente, existem meses de tamanhos diferentes, ou seja, com 28, com 29, com
30 e com 31 dias. Um calendário é um instrumento de medida do tempo. Imagine o
seguinte: se alguém lhe der uma régua e as medidas na escala forem de diferentes
tamanhos, você poderia utilizar tal instrumento como um confiável padrão de
medida? Claro que não!

Quantas pessoas podem atualmente lembrar-se, com certeza, de quantos dias tem
cada mês? Isso constantemente causa-nos um retrocesso aos níveis mais baixos de
consciência, o que ocorre sempre que pensamos sobre o tempo.

Outro ponto a ser examinado: os nomes dos meses, Setembro, Outubro, Novembro
e Dezembro. São palavras de origem romana e os mesmos referem-se ao 7º, 8º, 9º
e 10º meses. Mas na verdade eles o são? Claro que não, pois setembro é o mês 9;
outubro é o mês 10; novembro é o mês 11 e dezembro é o mês 12.

Julho e Agosto, são ambos nomeados após César. O início do ano foi arbitrariamente
escolhido por César e o 1º mês, Janeiro é assim denominado em homenagem ao
Deus romano da guerra: Janus. Cerca de 2000 anos depois, por que motivo ainda
estamos glorificando os conquistadores romanos e dando-lhes tantos tributos
através do uso de um calendário incorreto?

Quando nós nascemos ninguém nos pergunta sobre qual o calendário que
deveremos usar. Nós simplesmente recebemos um calendário que nos foi imposto
por nossos antepassados. O tempo é um conceito mental e um ritmo natural
simultaneamente. Nós, como uma cultura de paz, podemos escolher mudar o
tempo para um calendário em sincronicidade com a natureza e com o espírito,
implementando um novo paradigma de paz para o mundo.

O princípio básico da Lei do Tempo é embasado na certeza de que “o tempo é a 4ª


dimensão”. Este fato foi também descoberto por Einstein. Entretanto, ele não foi
capaz de expandir essa assertiva.

O tempo, como 4ª dimensão, é a conexão entre o domínio físico da 3ª dimensão e o


domínio espiritual da 5ª dimensão. No entanto, o tempo tem ambos os aspectos:
físico e espiritual. O atual calendário de 12 meses não possui, em absoluto, nenhum
aspecto espiritual e o seu aspecto físico é incorreto. Os maias antigos eram mestres
do tempo. Seu sistema de calendários permanece como a mais exata medida de
tempo jamais inventada.

A antiga cultura maia vivenciava o tempo tanto sob o aspecto físico quanto sob o
aspecto espiritual. Sua compreensão do tempo ultrapassava qualquer entendimento
que temos atualmente. Este calendário é baseado na percepção do tempo
assimilada pelos Argüelles em razão de seus estudos sobre os antigos Maias. Cabe
ressaltar, no entanto, que este não é o calendário maia. Nem tampouco constitui-se
numa tentativa de reviver a cultura maia. De acordo com o Dr. Argüelles, este
calendário constitui-se na “nova dispensação do tempo”. Portanto, trata-se de um
calendário galáctico, para toda a humanidade, que serve para a sincronização dos
seres humanos no tempo natural.

Tempo Natural

O tempo natural é um aspecto da existência que é prontamente observável por


todos aqueles que prestarem atenção. Ele é encontrado dentro dos ciclos da
natureza. Os ciclos do tempo natural continuam transcorrendo interminavelmente.
Tudo o que precisamos fazer é nos sintonizarmos com os ciclos e seguirmos com
eles.

Os ciclos naturais do tempo são:

O DIA – A Terra gira em torno do seu eixo para criar o dia e a noite. A lua gira em
torno da Terra através de suas fases cíclicas. Este aspecto varia entre os tempos
aparente e atual, de 27 e 29 dias. Portanto, o período adotado para o ciclo lunar é
de 28 dias.

O ANO – A Terra gira em torno do Sol em 365 dias. Quando você divide o ano pelo
número de luas, você obtém 13 luas de 28 dias cada, mais um dia extra. Cada lua
constitui-se em 4 semanas perfeitas de 7 dias cada uma. Cada ano tem 52 semanas
perfeitas. Cada lua e cada ano começam em um domingo e terminam em um
sábado. Estes são os ciclos que governam os aspectos físicos da vida.

Para encontrar os aspectos espirituais do tempo, devemos considerar o firmamento.


A “estrela” mais brilhante no céu, não é uma estrela, mas sim o planeta Vênus, que
possui um ciclo de 260 dias. Os antigos maias se referiam a este ciclo de Vênus
como o Tzolkin ou o Calendário Sagrado. De conformidade com eles, o Tzolkin é
constituído de pequenos ciclos de 13 e 20 dias cada um, formando um ciclo de 260
dias. Este é, também, um ciclo repetitivo. Atualmente, a estrela mais brilhante no
céu é a estrela SIRIUS. Da perspectiva da Terra, o Sol parece mover-se através do
céu contra a formação de estrelas. Quando o Sol nasce com a estrela Sirius, inicia-
se o ciclo do ano. Este dia corresponde ao dia 26 de julho no corrente calendário.
Portanto, o início deste calendário está relacionado com esse evento cósmico.

Nossos corpos são também codificados com os ciclos naturais do tempo. Homens e
mulheres são reciclados a cada 28 dias por um ciclo denominado bioritmo. Nós
possuímos 13 juntas em nossos corpos, que nos proporcionam o movimento, e 20
dedos nas mãos e nos pés. Nós somos a personificação do sagrado tempo natural.

Definição dos 20 Selos Solares


1 DRAGÃO VERMELHO
Nutrir, nascimento, ser
A causa primeira, origem de tudo. Nutre o nascimento, poder do nascimento.
Nascimento, começo, fonte de vida. Água primordial, sangue, nutrição.
Proximidade cósmica em relação ao aspecto feminino de Deus. Enérgico,
criativo, protector e dominador de um modo paternal. Vive pelo instinto no
IMIX nível físico. Está sempre lidando com uma profusão de sentimentos.
2 VENTO BRANCO
Comunicar, espírito, alento
Vida e alento. Representado por Quetzalcoatl, deus do vento. Comunica o
espírito. Espírito, alento, energia cósmica, inspiração, princípio vital, sistema
respiratório. Desfruta de proximidade cósmica com o aspecto masculino de
Deus que, com seu alento, sopra a vida na forma. Comunicação consigo
IK mesmo e com os demais. Interessado na verdade. Consciência individual. Ágil,
inteligente e multifacetado.
3 NOITE AZUL
Sonhar, abundância, intuição
É o interior, a caverna, a introspecção, o desconhecido. Sonha a abundância.
Despertar da intuição. As formas da criação assumem um aspecto e
transformam-se no templo. Profundo, pensativo, introspectivo. Recebe
informações e transmite-as. Conservador, demonstra lógica e habilidades
AKBAL organizacionais. Dá muita importância ao lar. Receba e expresse o poder do
Sonho e da Abundância. Focalize a entrada no santuário do seu Eu - a
escuridão interior - o lugar do mistério dentro de você. Una-se com sua
quietude e intuição.
4 SEMENTE AMARELA
Focalizar, florescimento, percepção
Potência criadora. Semear. Poder do ordenamento, do crescimento espiritual,
através do florescimento da ideia do ser. Refere-se ao florescimento, à
sabedoria, amadurecimento, ideia, princípio de geração, sexo e reprodução.
Interesse cósmico pelos mistérios da criação. Activo, dinâmico, sexual e
KAN influente, possuindo altos padrões. Relaciona-se com o mundo através dos
cinco sentidos físicos.
5 SERPENTE VERMELHA
Sobreviver, força vital, instinto
Serpente celestial. Signo afortunado, felicidade, prosperidade, favorável aos
comerciantes, não se deixa escravizar; tem bom humor. Poder vital do
crescimento corpóreo. Força vital. Gera a força; sistema nervoso, analítico e
certeiro; integração e sucesso das funções físicas. Inicia ou gera ideias e
CHICCHAN criações. Forte consciência de sua individualidade. Recorda e recebe
conhecimento.
6 ENLAÇADOR DE MUNDOS BRANCO
Igualar, morte, oportunidade
Morte. A porta dimensional na qual se unem dois aspectos da existência: vida
e morte. Consciência do aqui e do além, reencarnação, regeneração, iguala a
morte, transmutação, ponte entre dois mundos. A morte mística do iniciado
CIMI esotérico como desapego do mundo e de sua própria forma corpórea. Vive no
reino da razão e da actividade mental.
7 MÃO AZUL
Conhecer, realização, cura
Terra, bem-aventurança, nobreza, temor, nervosismo, preocupação,
sensibilidade, atenção e tensão constantes. Generoso, altruísta. Acção,
realizar, concretizar, tornar-se responsável, actuar. Cura física. Representa a
perfeição do eu material como superação do ego; conhece a realização,
MANIK trabalho, cura física, entendimento, conhecimento do poder de completar.
Mundo da razão, mundo mental. Realização. Pode ser artístico e inspirar
outras pessoas. Gosta de estar vivo. Faz modificações suaves em sua vida.
Franco e individualista.
8 ESTRELA AMARELA
Embelezar, elegância, arte
Conscientes de sua meta; a luz do amor, a beleza do plano cósmico.
Embeleza a elegância. O cálculo perfeito; a harmonia; o artístico.
Aprendizado do amor. Transforma o auto-amor em profundo amor pela
humanidade e pelo planeta Terra. Práticos, férteis, prósperos, lutadores.
LAMMAT Compreensão intuitiva do padrão da vida superior.
9 LUA VERMELHA
Purificar, água universal, fluxo
Agua. Deusa da água. Água universal, purificação do espírito. Princípio de
comunicação e expansão da vida superior. Vive pela razão. Inicia e gera, mas
também formula e transmite o impulso criativo. Tendo a ser dominado por
sentimentos fortes e pode ter poderes psíquicos. Desejo de entender a
MULUC natureza do homem em um nível cósmico.
10 CÃO BRANCO
Amar, coração, lealtade
Vinculado às energias do amor e do coração. Lealdade, nobreza, fidelidade,
amor incondicional, defesa, protecção, bravura, valentia. Fazem-se valer,
impõem-se. Prestimoso. Trabalha bem em equipe e é bom líder. Necessita de
variedade na vida. Aprimora as informações do espírito e torna-as acessíveis a
OC outras pessoas. Integridade, honestidade, sentimentos e emoções, vida
emocional, guia e princípio da lealdade, fidelidade que dá força na viagem
espiritual.
11 MACACO AZUL
Brincar, magia, ilusão
Cientista, matemático. artesanato, habilidade, truques, magia, brincadeira,
movimento, diversão, canto, dança, músicos, actores, ofícios mecânicos,
jogos. Sempre se movendo; inteligente, imitador, bufão. Atrai a atenção.
Formula informações e as transmite. Opera a partir dos mundos emocional e
CHUEN psíquico. Abundância geral de energia. Estabelece a ponte de passagem entre
as etapas evolutivas. O homem cientista, o matemático, o que brinca com a
magia porque possui o conhecimento. Artista.
12 HUMANO AMARELO
Influenciar, livre arbítrio, sabedoria
Terra, Receptáculo das forças cósmicas, recipiente da mente superior,
antenas de sintonia. Percepção da presença de Deus dentro de si. Ligação
muito estreita com Deus. Sabedoria. Vive pelo corpo emocional e opera a
partir do mundo psíquico. Constitui a consciência global. Humano como
EB recipiente para a penetração da mente superior.
13 CAMINHANTE DO CÉU VERMELHO
Exploara, espaço, vigilância
Pilares de luz. Emociona-se facilmente. Canal céu-terra. Desejo de unir Céu e
Terra. Expansão da luz. Deus percorrendo todas as coisas. Anseio por paz e
harmonia. Pacificador. Lutador por princípio. Explora o espaço. A eterna
busca. Pilar entre o céu e a terra. Assume desafios, mas é sempre desafiado a
BEN domar sua natureza obstinada. Conexão universal. Aspiração pela unificação
do céu com a Terra; princípio, crescimento da mente superior.
14 MAGO BRANCO
Encantar, intemporalidade, receptividade
O momento presente, o aqui e agora. Vive no reino das emoções e pode ter
poderes psíquicos. Interessa-se por religião e espiritualidade. Deus forte e
valoroso, companheiro da águia que protege os guerreiros. Sigiloso, lutador,
muita força potencial, livre caçador, o nível mais alto da evolução e
IX crescimento da consciência superior; a energia do felino, o vidente nocturno,
adivinhador, profeta; encanta a intemporalidade, o momento presente, o
aqui e agora. Visionário. Poder de curar a si mesmo e aos outros. Consciente
de maneira global. Energia construtiva, o visionário nocturno, obtenção dos
poderes mágicos.
15 ÁGUIA AZUL
Criar, visão , mente
Visão ampla, vidência, cria a visão. Valente, ousado, fanfarrão, soberbo,
cuidadoso. Mente superior colectiva, mente planetária e consciência. Opera a
partir dos mundos emocional e psíquico. Expressa as informações que recebe.
Independente e ambicioso. Inclinação científica ou técnica. Natureza crítica e
MEN exigente. Pode tornar-se telepático.
16 GUERREIRO AMARELO
Questionar, inteligência, intrepidez
Deus do fogo, longa vida, prosperidade, alegria, vida metódica, planificada,
disciplinada, maturidade, brilham na maturidade, solteirões, economistas.
Guerreiro pelo Espírito, age a partir do coração universal. Questionador,
inteligência. Transmite informações. Pode adquirir a capacidade de entender
CIB e usar a telepatia. O guerreiro é aquela pessoa que, através da inteligência, é
capaz de harmonizar as massas. Força cósmica, habilidade de contactar e
comunicar com a consciência galáctica.
17 TERRA VERMELHA
Evoluir, navegação, sincronicidade
Movimento, tremor, tudo se move. Vive nos reinos espirituais. Inicia e gera
ideias, mas também se auto governa. Pessoa muito activa mentalmente, com
muita energia, sempre em movimento. Enfrenta tudo. Coração da galáxia;
evolui a navegação, desenvolve. Evolução, movimento, força da Terra,
CABAN sincronicidade, poder de sincronização inteligente, alinhamento das forças
planetárias. Liberal, progressista, controvertido.
18 ESPELHO BRANCO
Refletir, infinito, ordem
Faca de sacrifício. Vive no reino do mundo espiritual e actua com o coração
universal. O auto-sacrifício do ego, que produz luz e consciência verdadeira
de si, valor renúncia, enfrentamento, luta interna, caminho direito, enfrenta
a vida com estratégia, combativo, temperança. Vincula-se às energias do
ETZNAB reflexo, eternidade e ordem. Muito sociável. Padrão, ritual do não tempo,
golpe rituaiístico,, espada da sabedoria e purificação; mundo da verdade
onde as imagens reais ou virtuais se confundem.
19 TEMPESTADE AZUL
Catalisar, auto geração, energia
Geralmente alegre, contagiante; agudiza as contradições. O trovão que brota
do ser é a palavra divina do coração do céu. Cataliza a auto geração; acelera
ou diminui a auto geração. Nuvem de trovão e ser do trovão, transformação
que precede a realização completa. Opera a partir do mundo espiritual e do
CAUAC coração universal. É um transmissor das informações que recebe. Amigável e
prestativo. Pode ser atraído pela filosofia e religião e preocupa-se com a cura
e a purificação.
20 SOL AMARELO
Iluminar, fogo universal, vida
Vive pelo espírito e age a partir do coração universal. Consciência, iluminação
e fogo universal. Auto-regulador. Amoroso, dedicado, artístico, sonhador e
romântico, embora às vezes seja desajeitado socialmente. Bem intencionado,
beleza, nobreza, dignidade. Animador, cristificado; Mente solar, mestria,
realização do corpo solar, sabedoria, conhecimento, habilidade de enfocar o
AHAU todo galáctico.

Definição dos 13 Tons Galácticos


1 MAGNÉTICO
Unifica o propósito. Atrai.
Iniciar a execução de algo; trazer para si; o princípio e a origem, a unidade, o
HUN
todo; o ser humano como todo. Qual é o meu propósito? Tom do Propósito e
da vibração da Unidade e Atracção. Atraia tudo de que precisa para unificar-
se com seu propósito. Quando identificar seu propósito e unir-se totalmente a
ele, abrirá o caminho para que forças naturais o apoiem. Seja receptivo e
receba bem todas as pessoas e coisas que alimentem e dêem poder a seu
propósito.

2 LUNAR
Polariza o desafio. Estabiliza.
Reto; opor-se; posição de uma coisa ou de uma acção ao enfrentar outra;
KA
equilíbrio; manter; constante; permanente, duradouro. Rótulas (joelho
direito). Ka (Maia). Pulsar da primeira dimensão, dimensão da vida. Qual é o
meu desafio? Tom do Desafio e da vibração da Polaridade e Estabilidade. O
desafio é algo que o fortalece e expande seu potencial e espiritualidade. Não
é um problema. Precisamos crescer para vencer os obstáculos É um dom do
Universo para que estabilize seu verdadeiro propósito e fortaleça as partes
profundas de si mesmo. Aprenda com a polaridade. Agradeça a visão e a
consciência que a polaridade traz a sua vida.

3 ELÉCTRICO
Activa o serviço. Une.
Avivar; excitar. Mostra acção. Fazer algo em favor de outrem. Associação de
OX
diferentes coisas de maneira que formem um todo. O líquido precioso que dá
calor e energia ao corpo, o sangue, a água da natureza, seiva; a chuva. Qual é
minha melhor maneira de servir? Tom do Serviço e vibração do Ritmo,
Activação e Ligação. Serviço é a expressão de nossa gratidão por viver e
aprender neste planeta. Significa ajudar e apoiar os outros das formas que só
nós podemos fazer. Amor, louvor e gratidão são as mais elevadas formas de
serviço e despertam a energia criativa em nós. Ative o ritmo natural de seu
serviço diário. Tenha consciência de quando está servindo à Luz e ao Coração
único.

4 AUTO-EXISTENTE
Define a forma. Mede.
Indicar de uma maneira precisa. Sinonimo de configuração. Estrutura. Modelo.
KAN
Modo de proceder. Determinar uma quantidade comparada com a unidade. As
quatro forças principais. Os quatro rumos sagrados. Os quatro elementos. O
calor, o vento e a água sobre a Terra. O Universo plano. A flor cósmica. A
carne. O homem como um todo. Qual é a forma de acção? Tom da Forma e
vibração da Definição, Medida e Ordem. A forma ideal emerge quando
entregamos nosso propósito e desejos ao Plano Maior e nos tornamos
receptivos e confiantes em relação à forma que é canalizada através de nós.
Use o poder da Definição para ver, compreender e relacionar-se com a vida
mais autenticamente. A medida lhe permite ver a dimensão das coisas e lhe
dá poder de discernimento, para que manifeste seu alinhamento correcto.
5 HARMÓNICO
Potencializa a radiação. Manda.
Ter a faculdade ou meio de fazer uma coisa. Brilhar. Emitir novos raios de luz;
HO
ordenar uma coisa sem impor. A capacidade de realização. A mobilidade dos
dedos. Perceber a beleza da quarta dimensão. Qual a melhor maneira de me
conferir poder? Tom da radiação e vibração do Centro, que recebe Poder e
toma o Comando. Radiação é a qualidade de irradiar a partir do centro,
expandindo a própria essência e energia para que possa ser percebida de
longe. Dê poder a sua radiação sendo fiei a seu centro. Ela cria um efeito de
onda, causando impacto em todos com quem você tiver contacto e
influenciando o mundo. Estando intimamente ligado a si mesmo irá tornar-se
uma força invencível, capaz de tomar o comando e de criar muitos recursos.

6 RÍTMICO
Organiza a igualdade. Equilibra.
Dar as partes de um todo. A organização necessária para que possam
UAK
funcionar; assemelha a natureza. Balancear, aplumar; igualdade, harmonia,
contrapeso, estabilidade, compensar. O primeiro passo para uma
transformação interior. O princípio de integração da introspecção. Como
posso organizar-me rumo à igualdade? Tom da Igualdade e vibração do
Equilíbrio Orgânico. Igualdade significa equilíbrio e proporções iguais. É
preciso consciência e compromisso para criar igualdade e equilíbrio. Equilíbrio
orgânico significa que a vida está sempre crescendo, evoluindo e
transformando, portanto é preciso estar sempre equilibrando as coisas. Então
tudo flui com eficiência, sem esforço, pacifica e harmoniosamente. Trabalhe
com sua mente para nutri-ia com energias que a equilibrem, levando-a a um
estado de cooperação com o espírito.

7 RESSONANTE
Canaliza a entoação. inspira.
Orientar numa direcção. Acção de entoar; ajustar-se ao tom. Grau de
UUK
elevação de uma vibração determinada por sua frequência. A semana. As
fases lunares de sete dias. O segundo passo da transformação interior; o
intelecto activo, inquieto; a influência lunar. Fazer brotar um sentimento;
infundir entusiasmo. Como posso harmonizar meu serviço em relação aos
outros? Tom da Harmonização e vibração da Inspiração, Canalização e Poder
Místico. Harmonização significa estar alinhado com as vibrações desejadas.
Harmonize-se com seu Eu superior para ajustar-se e entrar em harmonia.
Quanto mais sintonizar-se com sua natureza superior, mais fácil se tornará
canalizar informações, energias e formas. Preste atenção à ressonância de
pessoas, lugares, situações, pensamentos, emoções, conversas e veja com o
que se sintoniza, para perceber o que alimenta seu espírito. Deixe todo o
resto de lado.

8 GALÁCTICO
Sintoniza a integridade. Modela.
Fazer vibrar em uníssono. Qualidade de íntegro, totalidade, pureza; um ser
UAXAC
completo, honrado. Reproduzir, ajustar-se a um modelo. Copiar. A essência
interior. O ser como recipiente da essência cósmica. Eu vivo aquilo em que
acredito? Tom da Integridade e vibração da Harmonização e do Modelo.
Integridade é decorrente do conhecimento de si mesmo e de um senso de
reverência por toda a vida. Significa fazer o melhor, mas também aceitar suas
imperfeições humanas, harmonizando os dois aspectos. Desenvolva uma
relação de integridade com seu espírito -- comprometa-se a viver sua verdade
e será um modelo para os outros.

9 SOLAR
Pulsa a intenção. Realiza.
Vibrar. Movimento oscilatório rápido. Crescer e diminuir. Desejo deliberado
BOLON
de fazer uma coisa. Cumprir e fazer. A centralidade; o vento e a chuva; o
centro onde se juntam o calor e a força do céu e da Terra. Como atingir meu
propósito? Tom da Intenção e vibração da Realização e Mobilização. A
intenção é o combustível que motiva e cria todas as manifestações.
Desenvolva a força de suas intenções, pois o único bloqueio à manifestação é
não ter uma intenção clara, não ter desejos claros. Seja claro a respeito de
onde vem e para onde vai, depois aja de modo a chegar lá, com suas
intenções como guias. Determine coisas específicas que pode fazer para
realizar as intenções de seu Eu Místico.

10 PLANETÁRIO
Aperfeiçoa a manifestação. Produz.
Fazer perfeita uma coisa ou melhorara; que possui todas as qualidades; acção
LAHUN
e efeito de manifestar, dar a conhecer, expressar, revelar, fazer uma
demonstração colectiva ou pública. Deus manifesta-se por suas obras.
Engendrar, criar. As mãos juntas; a dualidade das mãos equilibrando-se
mutuamente. As mãos juntas como flecha num objectivo e juntas como
recipiente para o coração. Como aperfeiçoar o que faço? Tom da Manifestação
e vibração da Produção e Aperfeiçoamento. Manifestações ocorrem a todo
momento. O importante é ser um manifestador consciente. Com consciência
você pode accesar a liberdade e o poder para expressar suas capacidades
plenas. Manifeste o que o planifica, o que alimenta sua alma e lhe dá uma
sensação de sucesso, satisfação e auto-amor. Abra-se para receber o apoio do
Universo a fim de criar abundância e aperfeiçoar suas manifestações.

11 ESPECTRAL
Dissolve. Liberta.
Expressar as ideias com demasiadas palavras; acção de liberdade, livrar,
BULUC
redimir, declarar livre de uma obrigação. Poder de operar ou não operar;
poder de escolher; eximir, publicar uma coisa que estava ignorada; revelar,
descobrir, anunciar. Um descanso no processo da transformação, o interesse
pelo supérfluo, o ligeiro e agradável; facilidade de expressão; o esplendor; a
diversão, o repouso que reúne forças para prosseguir. Como posso libertar-me
e deixar ir? Tom da Libertação e vibração do Abrir Mão, Deixar Ir e Dissolver.
Liberte se de todas as fronteiras, crenças, estruturas e limitações. Seja
verdadeiramente livre. Traga a energia da liberação a todas as áreas de sua
vida que precisam ser preenchidas com liberdade. Acredite que tudo é
possível, que você existe em um Universo ilimitado. Dissolva todas as formas-
pensamento de derrota e hábitos que lhe tirem o poder. Deixe ir ou abra mão
de qualquer coisa que o impeça de fazer brilhar sua Luz.

12 CRISTAL
Dedica a cooperação. Universaliza.
Destinar, entregar-se, aplicar-se, ocupar-se de algo. Acção e efeito de
LAHAC
cooperar; operar conjuntamente com outras pessoas. Colaborar, fazer
universal; generalizar; cosmopolita; ecumênico; mundial, o que vai adquirindo
beleza interna de essência e espírito como a luz do Sol ou o resplendor de
Vénus; a translucidez e a claridade da água que os homens devem alcançar
para que a luz os atravesse e para que se vejam claramente nossas ideias e
intenções; que emane de nosso interior a luz, sem obscurecimentos. Como
posso dedicar meu ser a tudo que possui vida? Tom da Cooperação e vibração
da Estabilidade Complexa e Dedicação. A cooperação emerge quando você
expande a percepção, abre o coração e está disposto a criar o resultado Maior
que beneficia a todos. a cooperação é impossível quando você é rígido ou
deseja controlar o resultado. Isso com todas as situações da vida, sendo
aberto e fluido. Torne-se um Eu mais expandido. Integre as experiências da
vida e os novos horizontes com fluidez.

13 CÓSMICO
Persevera a presença. Transcende.
OXLAHUN Assistência pessoal de uma pessoa, a Santíssima Trindade. Estender. O
conhecimento interno; a introspecção, centralidade e transparência. A
sabedoria do Universo. A mãe Terra, o respeito a tudo que existe; o que
floresce e dá frutos. Como posso expandir minha alegria e meu amor? Tom da
presença e vibração da Perseverança, Transcendência e voo Mágico. Presença
é o fio que conecta tudo na vida. A presença do amor. A presença do seu Eu
Cósmico. Esteja presente em todos os momentos. Rejubile-se na possibilidade
de transcender todas as limitações e perseverar através das ondas da vida -
estar totalmente presente durante toda a sua duração.
Encantamento do Sonho
A Viagem da Nave do Tempo Terra 2013
Nota ao Usuario

O Encantamento do Sonho é a porta para o infinito


Na sua apresentação, as partes estão completas. Contudo, os textos só podem oferecer
facetas da totalidade do Encantamento do Sonho. Sob esse aspecto, esta apresentação e
incompleta. E impossível haver urna versão completa do Encantamento do Sonho, a não ser
na totalidade de sua forma dimensional mais elevada.

Cabe ao leitor decidir em que aspecto vai se concentrar. Urna vez entendida uma única
faceta, poderá abrir perspectiva que não tenha sido incluída nesta apresentação. A
imaginação não tem fronteiras. A forma do Encantamento do Sonho não pode ser limitada;
pode apenas proliferar e expandir-se.

O Encantamento do Sonho é uma dádiva


E um conhecimento para toda a família humana. E um conhecimento que abre caninho para
verdades ate agora ocultas ou desconhecidas pelo mundo actual. Tais verdades não podem ser
compradas nem vendidas visando lucro. Tais verdades deveram ser compartilhadas corno uma
Linguagem comum a todas as pessoas da Terra.

Faltava pouco tempo para a chegada do ponto em que se dana a inversão do tempo, em 26 de
Julho de 1992, quando esta obra foi publicada pela primeira vez. Use bem esta dádiva. A
Quinta Forca Galáctica deseja ver se a nação do arco-íris pode ou não comandar seu tempo e
retornar a Nave do Tempo Terra como kin planetários.

O Encantamento do Sonho depende de vocêO Génese do


Encantamento do Sonho

A Nave do Tempo Terra 2013


Nascida do Dragão
Instruída pelo Macaco
Colocada em voo pela Lua
Assim como o falcão que, tendo iniciado seu giro, dá voltas sem olhar para trás, também um
kin planetário, tendo entrado pelo portal magnético do dragão do castelo do girar, já não
terá volta. A partir daí ele passará a girar e girar pelas espirais sem fim dos castelos da
poderosa Nave do Tempo Terra 2013.

A nave do tempo terra: cinco majestosos castelos de esplendor insondável, unidos num só
pelo caminho dos giros espiralados da génese do Encantamento do Sonho, não uma só vez,
nem duas, mas sim três vezes foi originada esta génese.

Nascidas do dragão, as vinte tribos solares dos kins planetários apareceram na nave do tempo
terra. Instruídos pelo macaco, os kins planetários aprenderam a magia das treze luas que
guiam a nave do tempo terra. Posta em voo pela lua, o lançamento galáctico da Nave do
Tempo Terra é o destino dos kins planetários.

A nave do tempo terra: cinco castelos sempre girando juntos na génese do tempo do
Encantamento do Sonho. Um Castelo Vermelho ao Leste, um Castelo Branco ao Norte, um
Castelo Azul a Oeste, um Castelo Amarelo ao Sul e um Castelo Verde Encantado no Centro.
Em cada castelo se entra por quatro portais magnéticos.
Em cada castelo, um Portal Magnético Vermelho abre o Quadrante Leste do Castelo, um
Portal Magnético Branco abre o Quadrante Norte do Castelo, um Portal Magnético Azul abre o
Quadrante Oeste do Castelo e um Portal Magnético Amarelo abre o Quadrante Sul do Castelo.

Cada quadrante dos castelos é uma onda encantada de treze passos. Cada onda encantada é
formada por dois portais, duas torres e nove câmaras. Cinco castelos de quatro ondas
encantadas cada um somam vinte ondas encantadas.

Cada uma das vinte ondas encantadas, da poderosa nave do tempo terra, abrange treze
séculos segundo a contagem humana. Quatro portais magnéticos, quatro ondas encantadas no
total, cada castelo abrange cinquenta e dois passos ou cinquenta e dois séculos do
Encantamento do Sonho.

O Encantamento do Sonho é o retorno das vinte tribos solares seguindo as treze luas através
da Nave do Tempo Terra 2013. Três géneses do Encantamento do Sonho. Cinco castelos. Vinte
ondas encantadas. Duzentos e sessenta passos. Duzentos e sessenta séculos do Encantamento
do Sonho lançados.

Foi há quase 260 séculos, há 26.000 anos atrás, que a Nave do Tempo Terra entrou em sua
primeira génese, a Génese do Dragão do Encantamento do Sonho primário. Tecida pelo
dragão, para dentro da Terra, a viagem humana do Encantamento do Sonho começou. O
Castelo Vermelho do Girar foi penetrado. A primeira das poderosas ondas encantadas foi
lançada.

Primeiro vieram os treze séculos da onda encantada do dragão, seguidos pelos treze séculos
da onda encantada do mago. Apesar de grande parte da Terra estar coberta de neve e gelo, o
dragão nutriu a todos, deu a todos um lugar de kin dentro da abóbada da onda encantada do
nas cimento.

Uma vez lançada a onda encantada do dragão, apareceu o mago que encantou a todos.
Dentro do castelo vermelho do girar, todos cresceram em poder e intemporalidade. Do
encantamento do mago veio o conhecimento que abre o terceiro portal magnético. A onda
encantada da mão lançou o poder da cura, uma chama sombreada de azul incandescente
sobre as paredes do castelo do girar do Encantamento do Sonho.

Então, do conhecimento da cura da onda encantada da mão chegou o quarto portal magnético
do castelo do girar. A onda encantada do sol chegou a ser conhecida em todo o seu poder e
finalmente foi lançada a onda encantada do fogo universal para que os corações de todos
pudessem conhecer a fonte do calor e da vida.

Apesar do manto da era do gelo que vestia o planeta terra, com a onda encantada do sol se
completou o castelo leste do girar. Cinquenta e dois séculos do Encantamento do Sonho
primário haviam passado. Agora há via chegado o momento de entrar no castelo norte do
cruzar.

Enquanto o castelo do girar brilha com uma aura quente, líquida e vermelha como o
amanhecer, o castelo do cruzar emerge branco, austero, incrivelmente majestoso. Para
completar sua viagem pela era do gelo, a Nave do Tempo Terra teve então que viajar para o
norte galáctico e ali construir o castelo do cruzar.

Em preparação para o cruzar, o caminhante do céu veio primeiro para lançar a quinta onda
encantada do espaço ilimitado, onde todos os kins planetários são livres para explorar. Então
chegou o enlaçador de mundos, aquele ser imortal, lançando a onda encantada que atravessa
tudo, desde a morte até o reino encantado.

Tendo estabelecido a onda encantada do espaço e a onda encantada da morte, o passo


seguinte foi lançar a onda encantada da tormenta azul incandescente, criando um armazém
universal de auto geração.
Quando os três primeiros portais magnéticos do castelo do cruzar foram completados, então
veio o quarto portal. O humano chegou e lançou a onda encantada do livre arbítrio. Então
foram completados os próximos cinquenta e dois passos da nave do tempo terra. Cinquenta e
dois séculos durante os quais foram criados os quatro grandes armazéns universais do espaço,
da morte, da auto geração e do livre arbítrio. Até hoje nenhuma viagem guerreira ocorreu
sem que tivesse passado a salvo pelo castelo branco norte do cruzar.

Dois castelos haviam sido completados, cento e quatro passos, cento e quatro séculos do
Encantamento do Sonho, dez mil e quatrocentos anos da Terra haviam se passado. A idade do
gelo vai se desvanecendo, sua carga de kins planetários cresce em amor mútuo,
conhecimento e poder. A poderosa Nave do Tempo Terra está agora preparada para receber o
castelo oeste do queimar. Equipado com os poderes dos primeiros castelos do nascimento e
da morte, o castelo do poder da magia foi preparado para a nave do tempo terra.

Em preparação para a magia, primeiro a serpente lançou a onda encanta da força vital.
Durante treze passos a força vital abriu seu caminho pelo primeiro quadrante do castelo do
queimar. Então chegou o espelho, lançando sua perfeita onda encantada do infinito. No
brilhante portal branco do cachorro cósmico, o décimo terceiro passo da onda encantada do
espelho, a génese do dragão se cumpriu.

Ali no centro do castelo do queimar, o poder da magia chegou com a força de um trovão.
Cento e trinta passos, cento e trinta séculos do Encantamento do Sonho, treze mil anos da
Terra haviam passado. A génese primária do Encantamento do Sonho do dragão fora atingida
e destruída. De forma igualmente repentina surge a matriz do Encantamento do Sonho da
magia, seis ondas encantadas, setenta e oito passos, setenta e oito séculos do Encantamento
do Sonho da Génese do Macaco.

Desaparecida estava a era do gelo. Equipados com o poder de dez ondas encantadas, os kins
planetários abriram os portais da décima primeira onda encantada da magia e inauguraram a
génese do macaco. Por meio dos treze passos da onda encantada do macaco, os kins
planetários da Nave do Tempo Terra aprenderam a tecer as treze luas que criam o jardim do
Encantamento do Sonho.

Então, ao atravessar o quarto portal do castelo azul do queimar, chegou a onda encantada da
semente, lançando o poder do florescimento. O mágico brilho das treze luas teceu seu
encantamento da génese do ma caco através do jardim humano.

Os cinquenta e dois passos do castelo oeste azul do queimar se haviam completado. O poder
da magia se cumpriu ao transformar a génese do dragão na génese do macaco. Três castelos,
cento e cinquenta e seis passos, cento e cinquenta e seis séculos do Encantamento do Sonho
se completaram. A viagem da Nave do Tempo Terra se voltou então para o sul galáctico, para
continuar a génese do macaco e construir o quarto castelo, o castelo radiante amarelo do
dar.

Assim como os kins planetários receberam os poderes do nascimento, da morte e da magia ao


atravessarem os três primeiros castelos, o quarto castelo lhes concederia o poder guerreiro da
inteligência.

Chegou então o primeiro portal magnético do castelo do dar. A décima terceira onda
encantada, a onda encantada da terra, lançando o poder da navegação. Poderosos eram os
kins planetários ao entrarem por esse portal, poderosos eram eles ao navegarem a magia do
treze.

Depois veio a onda encantada do cachorro, abrindo o poder do coração. Depois dos treze
degraus da onda encantada do cachorro, os kins planetários se tornaram ricos em amor e
lealdade, tudo como uma preparação para a onda encantada da noite. Os treze degraus da
onda encantada da noite azul permitiram que o poder de sonhar dos kins planetários
amadurecesse com abundância sem paralelo. Finalmente, completando o castelo sul do dar,
apresentou-se o portal magnético do guerreiro.
Lançando a onda encantada da inteligência do guerreiro, os kins planetários aumentaram sua
intrepidez diante da magia do dar. A capacidade dos kins planetários para compartilhar seus
dons já era absoluta. A habilidade de entregarem-se um ao outro era igual em cada um deles,
de acordo com as necessidades de qualquer aventura que pudesse surgir em seus caminhos.

Quatro castelos haviam sido completados, dezes seis ondas encantadas haviam sido lançadas,
duzentos e oito degraus haviam sido galgados. Haviam transcorrido duzentos e oito séculos do
Encantamento do Sonho. Descrevendo espirais ascendentes pela génese do dragão, fazendo
espirais outra vez pela génese do macaco, os kins planetários estavam preparados para a
terceira e última génese da nave do tempo terra: a génese da lua, a génese do voo mágico.
Só cinquenta e dois degraus, cinquenta e dois séculos pelo castelo verde central do encantar,
e a incrível viagem da Nave do Tempo Terra 2013 se completaria.

Tendo demonstrado os poderes das treze luas, ao tecerem o jardim da magia do


Encantamento do Sonho durante as seis ondas encantadas da génese do macaco, os kins
planetários da poderosa Nave do Tempo Terra esperavam a transferência para o castelo verde
central do encantar. Todavia, no voo mágico do degrau duzentos e oito, estrela cósmica, ao
degrau duzentos e nove, lua magnética, que iniciava a Génese da Lua, ocorreu um roubo.

Impostores, sacerdotes e guerreiros masculinos, usurparam o poder das treze luas.


Esconderam o poder do treze entre eles mesmos e tentaram apagar toda a memória da matriz
do Encantamento do Sonho da magia.

A Génese da Lua deveria outorgar a dádiva da proporção 13:260 aos kins planetários da nave
do tempo terra. A proporção 13:260 abre os imensos poderes do voo mágico do castelo
central do encantar. Em vez disso, foi imposto aos kins planetários o poder diminuído da
proporção 12:60. Já não possuíam a magia das treze luas, senão um calendário de doze meses
de significado incerto. Não mais o giro intemporal do voo mágico, mas uma hora de sessenta
minutos para ganhar a vida.

O tempo foi comprimido num círculo plano. O poder das vinte tribos solares dos kins
planetários foi reduzido ao poder do cinco em vez do poder do vinte. Pouco a pouco os kins
planetários foram entregando seu poder aos sacerdotes, enquanto os sacerdotes do
calendário lançavam o encantamento do sonho da história.

Apesar de a corporação dos sacerdotes masculinos ter-se apoderado da Terra tridimensional,


a quarta dimensão da nave do tempo continuou sendo tecida. Entretanto, os cinquenta e dois
degraus do castelo central do encantar foram cobertos com uma camada cada vez mais
densa, o encantamento do sonho da história.

Durante a abertura da onda encantada da lua do castelo do encantar, os sacerdotes


conseguiram desviar o poder da água universal e estabelecer a civilização por meio da
irrigação, da escrita, da guerra e do calendário de doze meses. Mediante a segunda onda
encantada do vento, o poder do espírito foi canalizado através da metalurgia, da guerra a
cavalo e com carro e da construção de cidades imperiais. O domínio dos sacerdotes guerreiros
foi-se estendendo. Vinte e seis séculos do castelo do encantar foram capturados pelos
sacerdotes masculinos.

O poder da Nave do Tempo Terra persistiu. Durante a terceira onda encantada da génese da
lua, a águia lançou a onda encantada da visão. Mestres filósofos e filhos visionários do tempo
ancestral fizeram um chama do para que se recordasse a ordem original da nave do tempo
terra. Mas a mente e a memória dos kins planetários já estavam obscurecidas e essa condição
se intensificava cada vez mais.

Finalmente chegou a vigésima onda encantada, a onda encantada da estrela. Ao lançar o


poder da elegância, a onda encantada da estrela marcou a viagem dos últimos treze degraus,
os últimos treze séculos do Encantamento do Sonho dos duzentos e sessenta degraus da
fortaleza da Nave do Tempo Terra e o final do voo mágico da génese da lua.

O poder dos sacerdotes masculinos continuou navegando seu próprio curso. A proporção 12:60
espalhou-se por todo o planeta, numa vitória mecanizada. Contudo, os sonhadores secretos
da nave do tempo continuaram, sem cessar, a tecer a verdadeira visão do tempo, de acordo
com as petições invisíveis da poderosa nave do tempo terra.

Agora cegos e sem uma memória coerente, os tripulantes humanos do planeta Terra
tridimensional conduzem a nave da civilização dentro das fronteiras auto criadas de sua
própria desagregação.

É como se um homem, subindo uma escada em espiral de duzentos e sessenta degraus,


chegasse aos últimos e, tendo se esquecido do seu propósito, tropeçasse no último de todos.
Cairia o homem e teria sido em vão todo seu esforço ou aconteceria algo nesse instante fugaz
da queda? Quem sabe um “déjà vu”, um retrospecto, uma recordação fugaz de toda a
aventura. Isso poderia ser suficiente para trazer o homem de volta à consciência e colocá-lo
no lugar certo para galgar, com sucesso, o degrau duzentos e sessenta.

Assim, aconteceu que o encantamento do sonho da história se completou no dia 16 de Agosto


de 1987 do calendário de doze. Agora está ocorrendo um “déjà vu” de cinco anos por meio do
qual todos podemos despertar para o Encantamento do Sonho. Todos podemos voltar a obter
a oportunidade de receber finalmente a dádiva do voo mágico, a proporção 13:260,
restaurando a magia dos kins planetários tal como era no amanhecer da génese da lua.

Desde o final do encantamento do sonho da história em 1987 d.C. ao lançamento


planejado da Nave do Tempo Terra no ano 2013, só restam 26 anos. Cinco anos para decifrar
o encantamento do sonho da história, oito anos para recuperar a magia do Encantamento do
Sonho, treze anos para testar a direcção da poderosa nave do tempo terra, pelo castelo
central do encantar, para então passar ao ponto do lançamento 2013 da nave do tempo terra.

O Encantamento do Sonho galáctico apenas começou. A história da Nave do Tempo Terra está
em posição neste momento para entregar a dádiva, os tons galácticos das treze luas, a onda
encantada do calendário que abre todas as ondas encantadas.

A Dádiva

A mudança do tempo, 1992


O tempo da dádiva
Uma onda encantada traça o mapa da aventura
que abre todas as ondas encantadas
traçando a Viagem do Encantamento do Sonho
da Nave do Tempo Terra 2013
Desde o tempo da Génese do Macaco, no meio do Castelo Oeste Azul do Queimar, os kins
planetários continuaram seguindo e praticando a magia das treze luas. Sendo os kins
planetários descendentes das vinte tribos solares, cada um deles possui vinte dedos nas mãos
e pés. Desta forma os kins planetários do encantamento do sonho da magia da Génese do
Macaco viviam de acordo com a proporção lunar-solar 13:20.

A proporção 13:20 é a base que opera o ciclo da Nave do Tempo Terra. As treze luas e as
vinte tribos solares, vivendo em harmonia, sustentam a Nave do Tempo Terra em sua órbita
ao redor do Sol.

Então chegou o tempo de os kins planetários completarem a Génese do Macaco e entrarem na


Génese da Lua. De acordo com o código dos castelos do Encantamento do Sonho, ao deixarem
o castelo amarelo sul do dar e entrarem no castelo verde central do encantar, os kins
planetários deviam receber a dádiva da proporção operacional intensificada 13:260 da Nave
do Tempo Terra .

No profundo espaço entre o final da Génese do Macaco e o princípio da Génese da Lua do


castelo encantado, houve uma trapaça, ocorreu um roubo e o poder foi usurpado. Como? E
por quê?

O Encantamento do Sonho actual da Nave do Tempo Terra está agora aproximando-se do final
dos seus vinte e seis mil anos. Este Encantamento do Sonho é só o mais recente Encantamento
do Sonho lançado no sistema planetário do Sol. Numerosas vezes antes, em diferentes
planetas dentro do sistema estelar local, foram lançados outros encantamentos do sonho.
Nem todos esses encantamentos do sonho acabaram bem. Um planeta foi destruído, Maldek,
o quinto planeta a partir do Sol, hoje é conhecido como o cinturão de asteróides, sua história
foi perdida. Os despojos de seu Encantamento do Sonho, todavia, mantêm a posição orbital
de Maldek.

Distúrbios catastróficos também ocorreram em Marte, o quarto planeta a partir do Sol o poder
que uma vez animara Maldek e Marte foi então absorvido e usurpado por Júpiter, o sexto
planeta, e controlado por Saturno, o sétimo.

Com ciúme de seu crescente poder, as forças de Júpiter e de Saturno conspiraram para que os
kins planetários não recebessem a dádiva da proporção 13:260. Esta dádiva teria dado à Terra
poder igual e teria estabelecido uma conexão directa entre a Terra e Urano, o oitavo planeta.

Porque, assim como a Terra é o terceiro planeta a partir do Sol, Urano é o terceiro planeta a
partir do centro da galáxia. Juntos, Terra e Urano mantém o equilíbrio orbital do sistema
solar.

Ambos, Terra e Urano, têm duas órbitas planetárias a cada lado. Enquanto Júpiter e Saturno
continuam mantendo o poder de Maldek e Marte, o canal entre a Terra e Urano está fechado.
Só a proporção 13:260 da Nave do Tempo Terra pode restaurar a conexão entre Terra e
Urano.

Naquele momento crítico do voo mágico, do degrau duzentos e oito da estrela cósmica à
Génese da Lua, outro encantamento foi lançado. Em vez da proporção 13:260, já
profundamente armazenada dentro do núcleo de cristal da Nave do Tempo Terra , os kins
planetários receberam a proporção 12:60, o escuro encantamento do sonho da história. A
promessa da magia do tempo galáctico e do ser cósmico foi roubada dos kins planetários.

O propósito do doze foi apagar toda memória da Génese do Macaco quando os kins
planetários, homens e mulheres, iguais em seus poderes mágicos, viveram de acordo com as
treze luas; por esta razão, a décima terceira lua foi desmembrada e adicionada como dias
extras ao calendário de doze.

Essa absorção dos treze em doze foi chamada de um melhoramento pelos sacerdotes
masculinos impostores, hipnotizados pelos poderes combina dos de Júpiter e Saturno. Júpiter
leva doze anos para completar sua órbita solar. Júpiter e Saturno levam sessenta anos para
entrar em conjunção.

Doze vezes cinco é igual a sessenta, uma sexta parte do círculo plano de trezentos e sessenta
graus. A diferença entre doze e cinco é sete. Quando os sacerdotes do calendário da antiga
babilónia baniram o poder das treze luas, substituíram esse poder pelo poder do sete.

Assim como o doze diminuiu em um o poder do treze, o sessenta aumentou em três o poder
do vinte, ocorreu um aparente aumento do poder. Mas foi um aumento somente no plano
linear do tempo tridimensional, ao qual os kins planetários estavam agora confinados.

Com o desaparecimento das treze luas, a magia do tempo quadridimensional dos kins
planetários tornou-se propriedade da classe sacerdotal. Estabelecendo religiões e governos
para manter os kins planetários dentro da terceira dimensão, os sacerdotes asseguravam-se
de que qualquer um que tivesse experiências quadridimensionais fosse assimilado pela
religião ou pelo governo, ou então, fosse destruído.

Desde o principio, uma vez que a proporção 12:60 tornou-se padrão do encantamento do
sonho da história, os kins planetários foram ficando cada vez mais desfasados com relação à
Nave do Tempo Terra , que ainda operava na base proporcional 13:20.

Durante o encantamento da história, somente na América Central e no México, longe dos


sacerdotes da babilónia, o calendário de treze floresceu. Apesar de sua própria corrupção, os
sacerdotes chamados maias mantiveram tanto o calendário de treze luas quanto a memória
de Vénus, o voo estelar cósmico que iniciava a Génese da Lua. Deste modo, o ritmo
operacional da proporção 13:20 da Nave do Tempo Terra continuou a ser mantido bem dentro
do castelo encantado central da Génese da Lua.

Apesar disso, quinhentos anos atrás os sacerdotes e guerreiros da proporção 12:60 se


vingaram e destruíram tudo o que puderam do conhecimento e da memória da proporção
13:20 dos maias. Uma vez conseguido isso, a missão da Nave do Tempo Terra entrou em
hibernação.

A proporção 12:60 triunfou então em todo o planeta. O tempo tridimensional podia agora ser
mecanizado. Enquanto se oferecia aos kins planetários, desprovidos de magia, um aumento
de riqueza material, conforto e poder pela aplicação do lema “tempo é dinheiro”, os
sacerdotes masculinos confundiram toda a memória do treze com a ignorância e a
superstição.

Apesar do materialismo sinistro dos sacerdotes masculinos, o poder suite do castelo do


encantar continuou avançando. O encantamento do sonho da história forjou seu próprio
caminho imprevidente pelos últimos degraus da vigésima onda encantada. Enquanto isso, os
santos, os mártires, os poetas e os visionários de todo tipo acenaram para a humanidade com
seus vislumbres sobre a nave do tempo e seu glorioso destino.

Ao operar sem levar em conta a proporção natural 13:20 da Nave do Tempo Terra, a
civilização do encantamento do sonho da história adquiriu cada vez mais a qualidade de uma
aberração do tempo.

O tempo quadridimensional é radial, dispara simultaneamente em todas as direcções a partir


do eterno agora. A simultaneidade radial do tempo quadridimensional cria uma holosfera com
funções de sincronicidade cada vez mais complexas.

Ao operar exclusivamente por seu próprio poder, o tempo tridimensional é plano. Como um
disco, a aberração do tempo da terceira dimensão é apenas uma fina fatia da holosfera total
do tempo quadridimensional.

Como um disco, a distorção do tempo é limitada em tamanho e duração. Só há 5.200 anos


disponíveis para serem gravados nos sulcos do disco, e depois nada mais pode ser gravado.
Naturalmente, os sacerdotes do tempo tridimensional estão cegos em relação aos limites do
disco sobre o qual estão gravando e sendo gravados.

Assim é que, no dia 16 de Agosto de 1987, a gravação da proporção 12:60 chegou ao seu final.
A agulha está agora dando saltos frenéticos sobre o disco, enquanto os sacerdotes tentam
continuar a gravação. Sons estranhos, dissonâncias e “déjà vus” ocorrem com uma insistência
desenfreada. O grande despertar já começou.

Com o encantamento do sonho da história despedaçando-se, o momento da dádiva da


proporção 13:260 voltou mais uma vez. Este momento é a mudança do tempo, o dia 26 de
Julho de 1992, quando a Nave do Tempo Terra reactivada emergirá em todas as partes, em
meio do disco danificado e aplanado da terceira dimensão.

A dádiva que permite afastar-se da proporção 12:60 e entrar na proporção 13:260 é o


calendário de treze luas, para lançar a onda encantada do ser viço planetário. Estando em
sintonia com o tabuleiro de Viagem do Encantamento do Sonho, a onda encantada de treze
meses abre todas as ondas encantadas dos castelos e abre os duzentos e sessenta portais
galácticos da Nave do Tempo Terra .

Treze luas perfeitas de vinte e oito dias cada uma. Cada lua um reflexo perfeito da outra. Em
sequência, cada uma das treze luas carrega um dos treze tons galácticos.

Treze luas perfeitas, uma onda encantada perfeita. A onda encantada de treze luas é um
reflexo perfeito de cada onda encantada dos castelos.

A primeira lua é o portal magnético, as três luas seguintes são as três primeiras câmaras da
onda encantada. A quinta lua é a torre harmónica e as próximas três luas são as próximas três
câmaras. A nona lua é a torre Solar seguida pelas últimas três câmaras da onda encantada. A
décima terceira lua é o portal cósmico.

O voo mágico ocorre no dia verde, entre o último dia da décima terceira lua cósmica e o
primeiro dia da primeira lua magnética. O dia verde sincroniza-se com o dia 25 de Julho do
calendário Solar actual. O primeiro dia da lua magnética é o dia 26 de Julho.

O propósito do calendário de treze luas é reunir os serviços de todos os kins planetários em


favor da Nave do Tempo Terra . Como qualquer onda encantada, a onda encantada do serviço
planetário do calendário de treze luas segue o mesmo padrão de aventura e de magia do
tempo que as ondas encantadas dos castelos.

Todas as vinte ondas encantadas da proporção 13:260 estão traçadas no tabuleiro de Viagem
do Encantamento do Sonho. Enquanto a onda encantada das treze luas serve para converter o
tempo de tri para quadridimensional, as vinte ondas encantadas do tabuleiro de viagem
traçam to dos os harmónicos radiais do tempo quadridimensional.

Ao abandonarem a proporção 12:60 e aceitarem a perfeição da onda encantada do calendário


de treze luas, todos os kins planetários descobrirão seus próprios umbrais galácticos.

Após a mudança do tempo em 26 de Julho de 1992, os kins planetários poderão beneficiar-se


do poder armazenado do castelo do encantar.

Pela aplicação da magia harmónica do tempo galáctico, dentro de 20 anos os kins planetários
poderão completar a viagem da Nave do Tempo Terra 2013.

Sem nada mais a perder, sem nenhum outro lugar para ir, é o momento de todos os kins
planetários entrarem na aventura da Nave do Tempo Terra .

A Terra prevalecerá.
O jardim será renovado.
O poder mágico dos kins será restabelecido.
O túnel do tempo entre a Terra e Urano será aberto.
O voo mágico da Génese da Lua será completado.
O Encantamento do Sonho galáctico será finalmente
penetrado com sucesso.
Congratulações! Você abriu agora o umbral galáctico para o
tempo quadridimensional e entrou de novo na Nave do
Tempo Terra 2013! Seja bem-vindo a bordo!

REGRAS DO JOGO DO ENCANTAMENTO DO SONHO

Assinatura galáctica: hólon, kin planetário e ego


O nome assinalado em seu umbral galáctico converte-se em sua assinatura pessoal galáctica.

A assinatura galáctica é tirada do título do kin, no Livro dos Kin, correspondente ao umbral
galáctico na bússola. Sua assinatura galáctica converte-se em seu nome-código pessoal do
Encantamento do Sonho.

A cor, o tom galáctico e o selo solar de sua assinatura galáctica são sua base de operações.
identificam-no como kin planetário.

Para jogar com o oráculo do Encantamento do Sonho, você tem uma personalidade que
interpreta três papéis diferentes: hólon, kin planetário e ego.

I. Hólon: E o equivalente quadridimensional de seu ego tridimensional. E o poder do


livre arbítrio da sua imaginação, que o identifica com pessoas, acontecimentos e
lugares não acessíveis para a sua forma tridimensional. 0 hólon é seu aspecto
imaginativo.

II. Kin planetário: Mediador entre o hólon e o ego, de acordo com a lei do kin. 0 kin
planetário e quem tem a responsabilidade pelo que ocorre. 0 kin planetário é seu
aspecto que estabelece relações.

III. Ego: Representa os papéis quadridimensionais no tempo tridimensional. Quando o ego


tn dimensional se identifica com sua assinatura galáctica, é um kin planetário. 0 ego
é seu aspecto amante dos prazeres.

Lei do kin
A lei do kin é a lei quadridimensional. E a única lei conhecida pelo hólon
quadridimensional. Autonomia, igualdade e lealdade são as três expressões mutuamente
auto-regulados da lei do kin.

I. Autonomia descreve como o hólon utiliza o livre-arbítrio para explorar a imaginação


na busca de suas metas. E impossível a um hólon impor-se a outro ou proibi-lo de
exercer seu livre arbítrio.

II. Igualdade significa que todos os kins planetários estão relacionados e tem igualdade
de lugar e de poder no Encantamento do Sonho. O kin planetário cumpre e aplica a lei
do kin em todas as situações. O kin planetário e aquele que conhece e se torna hábil
na leitura do oráculo do Encantamento do Sonho.

III. Lealdade significa que o ego é fiel na execução das instruções do hólon com a
mediação do kin planetário.
Segundo a lei do kin, cabe ao kin planetário assegurar-se de que o ego não imponha sua
vontade a outros kins.

Por lealdade a lei do kin, nenhum kin planetário pode declinar do menor convite a urna
aventura proposta por outro kin planetário. Qualquer aventura que seja empreendida dessa
forma deve ser executada ate o final. Todas as aventuras devem ser relatadas na corte dos
kins.

A corte dos kins é uma mesa redonda convocada por qualquer kin planetário. 0 propósito de
reunir qualquer grupo de kins planetários é determinar novas aventuras e ouvir os relatos das
aventuras terminadas. Urna corte de kins pode ser convocada quando e onde um kin
planetário considerar necessário e apropriado. A reunião da corte deve ocorrer idealmente
num dia que tenha o tom 12 cristal da onda encantada.

Aventura é qualquer açäo empreendida pelos kins planetários a fim de atingirem-se as metas
da Nave do Tempo Terra 2013.

Como jogar o oráculo do Encantamento do Sonho


No oráculo do Encantamento do Sonho, os padrões das relações tridimensionais são funções
do tempo quadridimensional. Na terceira dimensão, esses padrões chamam-se sincronicidade.
Na quarta dimensão, esses padrões formam uma única matriz radial. Numa matriz radial cada
parte está relacionada igualmente com cada uma das outras partes.

Para jogar o oráculo do Encantamento do Sonho, usa-se a bússola galáctica para esquematizar
as sincronicidades que conectam todas as suas relações. Quando forem encontrados os
umbrais galácticos de todas as suas relações, você estará traçando a matriz radial do tempo
quadridimensional. Tudo no mundo é uma harmonia de relacionamentos que está sempre
mudando.

As relações que se podem traçar não são só as relações actuais, mas também qualquer
relação que se deseje, tirada do presente ou da história, seja urna pessoa ou um evento.

O propósito maior de se jogar o oráculo do Encantamento do Sonho e aumentar rapidamente


o numero de kins planetários aptos para participarem do lançamento épico da Nave do Tempo
Terra 2013. Assim, você aumentará sua própria sincronicidade conforme for adquirindo
prática com a bússola galáctica, os tabuleiros do oráculo e de viagem e os outros
instrumentos de operação do Encantamento do Sonho.

Conforme for aumentando sua própria sincronicidade, aprenderá a magia do tempo e se


converterá num decifrador dos códigos do Encantamento do Sonho. A arte de decifrar os
códigos do Encantamento do Sonho reside em sua habilidade para encontrar diferentes formas
de fazer com que cada dia seja seu próprio campo de jogo, e encontrar tantas formas quantas
possa para estender suas relações a quantas outras pessoas e eventos seja possível.

APÊNDICE
A Arte Planetária do Tempo Galáctico

A Terra é uma Nave do Tempo, um hólon planetário que viaja pelo tempo galáctico.

O tempo é a força-g, a Quinta Força Galáctica. A força-g contém o espaço. O tempo não é o
que se leva para chegar de um ponto a outro no espaço. O tempo não tem principio nem fim.
O tempo é a quarta dimensão. A força-g é a ordem da realidade quadridimensional. A
estrutura do tempo quadridimensional e o hólon. A galáxia e organizada como um hólon. Tudo
o que está dentro da galáxia também é organizado como um hólon.

A Terra se movimenta sobre a força-g. O hólon da Terra sincroniza-se com o hólon solar de
sua estrela local, o Sol. A relação do hólon da Terra com o hólon solar é determinada pelas
diferentes proporções da força-g ou fractais que interconectam as galáxias, os sistemas
estelares e os planetas.

A humanidade com seus 5,2 bilhões de membros individuais constitui um hólon potencial da
Terra. Para converter-se num hólon da Terra, cada membro da espécie humana deve tomar-
se autónomo, auto-organizador e auto-sincronizado.

Enquanto a opção de tomar-se holonómico for ignorada, o nível de entropia entre a espécie
humana se expande. A expansão entrópica da humanidade acontece a sua própria custa e em
detrimento do meio-ambiente planetário. Movimentando-se sobre a força-g, o destino da
Terra é tomar-se sintrópico em lugar de entrópico.

A sintropia governa a holonomia. A sintropia é a lei pela qual os hólons individuais aumentam
sua energia ao girar juntos, numa interdependência cada vez maior. A holonomia sem
autonomia é entropia, a dissipação de energia.

Tornar-se um humano sintrópico, florescendo dentro do hólon planetário, é sincronizar-se


com o tempo galáctico. Actualmente os humanos são incapazes de ser sintrópicos porque não
estão sincronizados com o tempo galáctico. O tempo galáctico é para os humanos
contemporâneos que a visão heliocêntrica do sistema solar era para os humanos da idade
Media.

Os humanos devem sincronizar-se com o tempo galáctico e tomar-se planejadores da Nave do


Tempo Terra. Movimentando-se sobre a força-g da Terra, os humanos na realidade são viajam
és do tempo. Devido a suas crenças limitadoras tridimensionais, os humanos erradamente
exploram o espaço em vez do tempo.

Todos os sistemas actuais dos humanos para calcular o tempo estão baseados na proporção
12:60, que cria um ano de doze meses e uma hora de sessenta minutos. Essa proporção é
tomada dos 360 graus de um circulo e não da rotação de 365 dias da Terra ao redor do Sol. A
rotação de 365 dias se divide de forma natural em treze sequências de 28 dias, que
correspondem as treze lunações que sucedem durante um ano solar, mais um dia extra, o
factor mais um, circulante, o 25 de Julho no actual calendário solar.

Negando o poder do treze, o calendário de doze meses utilizado pelo mundo civilizado é um
dispositivo patriarcal desenhado para marcar os dias santos. No mundo industrial, o
calendário de doze meses é um padrão para converter o tempo em dinheiro. Dos muitos
calendários usados pelos humanos, nenhum leva em conta a unidade do tempo planetário e
galáctico.

O calendário gregoriano é um exemplo da ilógica distribuição de dias por mês. Em vez de


treze meses de 28 dias cada um, o calendário gregoriano distribui o décimo terceiro mês
como dias extras, acrescentados ao acaso a onze dos doze meses. Usado mundialmente, o
calendário gregoriano teve por base um sistema de crença mantido apenas por 30 % da
humanidade. Continuar utilizando este calendário, sem levar em conta seus efeitos, só pode
acabar numa catástrofe global.

Não tendo entendido a natureza quadridimensional do tempo, os humanos não entenderam os


calendários. Um calendário e uma planilha do tempo. O propósito de um calendário
coordenado com o tempo galáctico é nada menos que uma completa organização sintrópico
da vida.

Toda a vida na galáxia e sincronizada de acordo com as proporções fractais da força-g. O


calendário galáctico é a planilha que conecta a vida diária humana com a ordem da força-g.

Como marco de referência do tempo tridimensional, o calendário gregoriano é distorcido por


suas inconsistências ilógicas. Tentar entender o tempo a partir da estrutura distorcida do
calendário gregoriano é como tentar convencer um prisioneiro de que o mundo que vê pelas
barras de sua prisão é tudo o que existe.

Na realidade, a estrutura do tempo do calendário gregoriano resultou na criação de uma


distorção do tempo tridimensional chamada materialismo. Ao viver esta distorção do tempo,
os humanos contemporâneos condenam-se a si mesmos a um mundo de problemas cada vez
mais intransponíveis. Por seus próprios padrões tridimensionais, os humanos estão a caminho
da autodestruição entrópica.

Para poder movimentar-se sobre a força-g e fazer parte do esquema da Nave do Tempo Terra,
os humanos só precisam corrigir seu calendário, sincronizando-o com o giro galáctico. Ao
fazélo, terão oportunidade de sair da distorção do tempo.

Liberados da distorção do tempo materialista, os humanos serão capazes de enfrentar seus


problemas a partir de uma perspectiva galáctica. Uma vez entendidos e resolvidos seus
problemas pela aplicarão dos princípios auto-organizadores do calendário galáctico, lhes será
possível praticar a arte planetária do tempo galáctico.

A Nave do Tempo Terra é um hólon planetário em processo de auto-evolução. Este hólon


planetário quadridimensional possui um esquema e um campo de movimento codificados com
informações solar-galácticas.

A informação que codifica o hólon planetário e a mesma informação codificada no calendário


galáctico. Os humanos que usam o calendário galáctico poderão sintonizar simultaneamente o
esquema do hólon planetário. Ao seguir o calendário galáctico e sintonizar-se com o hólon
planetário, os humanos tomam-se parte da equipe de planeamento da Terra.

Movimentando-se sobre a força-g e sincronizando-se com a ordem galáctica major, a


frequência da Terra inevitavelmente muda e também mudam seus pólos. A frequência actual
da Terra é 7,8 Hz. A partir do dia 16 de Agosto de 1987, a frequência ressonante da Terra
tomou-se cada vez mais dissonante. Tal dissonância deve-se ao campo mental inadequado
tridimensional dos humanos em relação ao hólon planetário quadridimensional da Terra.

Segundo sua própria medida do tempo, a Terra aproxima-se agora de um nível de frequência
superior a 8,0 Hz. Quando a frequência alcançar 8,0 Hz, a Terra experimentará uma mudança
de pólos a fim de estabilizar a nova frequência. Em 8,0 Hz, a Nave do Tempo Terra será aero
dinamizada para funcionar de acordo com os padrões galácticos.

Para aproveitar o aumento de frequência e a mudança iminente dos pólos, os humanos devem
primeiro experimentar uma inversão do tempo. A inversão do tempo marcará aquele ponto no
qual os humanos corrigem seu próprio calendário, voltando a seu ciclo original de 13 meses e
52 semanas. Ao sincronizar-se com o calendário galáctico, o calendário solar/lunar da Terra
funcionará como uma planilha de conversão.

Oito cicios anuais do novo calendário solar/lunar da Terra, começando em 26 de Julho de


1992 e indo ate 25 de Julho de 2000, é o tempo necessário para converter o materialismo em
arte planetária do tempo galáctico. A mudança de pólos será a culminação dessa conversão
da planilha do calendário.

Ate o dia 26 de Julho do ano 2000, a Nave do Tempo Terra será lançada para um giro de treze
anos através do tempo galáctico quadridimensional. A aventura que isto contém para a
humanidade e inconcebível dentro do entendimento limitado do tempo tridimensional. Esta
aventura será o resultado da conversão do “tempo é dinheiro” em “tempo é arte”.

A diferença entre o tempo como dinheiro e o tempo como arte é a diferença entre o tempo
como quantidade e o tempo como qualidade. O hólon e a chave para devolver qualidade ao
tempo. O hólon é para o tempo galáctico o que a máquina é para o tempo mecanizado.

Todo ser humano nasce com um corpo tridimensional e um hólon quadridimensional. O corpo
físico é o condutor biológico. O hólon é a unidade transportadora do tempo. O corpo e seu
hólon são inseparáveis.

O condutor biológico sustém o sistema nervoso sensorial, o instrumento humano para


processar a escala completa de experiências. A experiência do corpo é sincronizada dentro do
hólon quadridimensional. O hólon e a experiência do corpo físico no tempo, plasticamente
codificada. O corpo, no tempo, com seu hólon é arte.

No presente, os humanos não são conscientes de seus hólons e, como consequência, não tem
uma forma exacta para conectar-se com eles. O Livro dos Kins: O Épico Galáctico do Livre-
Arbítrio, e uma série de 260 comandos para sincronizar o hólon humano com o hólon
planetário, solar e galáctico.

O Livro dos Kins, o Tabuleiro de Viagem, o Tabuleiro do Oráculo e a Bússola Galáctica são
ferramentas de planeamento. Usando-se essas ferramentas de planeamento em fase com a
inversão do Tempo, em 26 de Julho de 1992, a arte planetária do tempo galáctico floresce
como uma realidade evolutiva.

O tempo é agora para a Nave do Tempo Terra 2013.

Glossário I
Alfa, Ómega:
No código galáctico-solar 0-19, Plutão e Mercúrio sustentam o começo alfa e o fim
ómega do inspirar galáctico e do expirar solar de Kinich Ahau.

Antípodas, Kin Antípoda:


Pontos polares opostos, relação de cores vermelho/azul, branco/amarelo; quaisquer
pares de selos solares de cores opostas, dentro da mesma família terrestre, cujos
números código estejam separados por dez unidades; no giro galáctico, quaisquer
pares de selos solares da mesma família terrestre, de cores opostas, que tenham o
mesmo tom galáctico e estejam separados por 130 kins ou dez ondas encantadas.

Ano Galáctico-Solar:
Ciclo de sincronização de treze luas, que vai de 26 de Julho do calendário gregoriano
ate 25 de Julho do ano seguinte.

Assinatura Galáctica:
Nome assumido pelos kins planetários, tirado do titulo do umbral galáctico
correspondente a data de nascimento, como está registrado no Livro dos Kins.

Átomo Cromático do Tempo:


Estrutura direccional das quatro constantes galácticas de cores ao redor de um quinto
centro verde; base das cinco células do tempo e dos cinco castelos; estruturado como
o Cubo de Cores, base de todas as relações análogas, antípodas e ocultas da génese
do oráculo.

Aventura:
Qualquer acção empreendida pelos kins planetários em beneficio da Nave do Tempo
Terra, formalizada e relatada na corte dos kins; idealmente, no tom cristal de
qualquer onda encantada.

Bússola Galáctica:
Ferramenta para converter qualquer data tridimensional em umbral
quadridimensional; contém efemérides galácticas, um disco verde de datas
correlacionadas e cinco discos móveis.
Calendário de 13 Luas:
Ciclo perpétuo de quatro semanas, 28 dias, chamado de uma lua; treze luas em um
ano solar, menos um dia (dia verde, 25 de Julho); expressão completa de um módulo
de sincronização de treze unidades para estabilizar as 13 lunares do planeta Terra.

Castelo:
Estrutura de tempo quadridimensional, contendo quatro ondas encantadas de 52 kins,
base estrutural da Nave do Tempo Terra 2013.

Castelo do Destino:
Quatro ondas encantadas codificadas pelas cores, a estrutura do tempo galáctico de
52 kins, a base para traçar várias equivalências do kin, incluindo a senda do destino
da vida de 52 anos, o ano de 52 semanas etc.

Célula de Memória da Génese:


Uma das cinco séries de dois pares antípodas; no oráculo, base da reconstrução dos
26.000 anos do Encantamento do Sonho da Nave do Tempo Terra 2013.

Célula do Tempo:
Uma das cinco unidades criadas pelo poder da Quinta Força, codificando as quatro
raças-raiz cósmicas; base auto circulatória da Nave do Tempo; combinada com os
treze tons galácticos, cria a base das 65 harmónicas do Índice harmónico e do Livro
dos Kins.

Célula Solar:
Uma das cinco séries que consistem em dois pares planetários; as cinco células solares
juntas regulam o inspirar galáctico e o expirar solar auto circulante do tempo
galáctico; interrompida durante “as Guerras do Tempo”, a reparação da célula de
baldeação intermédia na é essencial para que seja entoado o quinto acorde galáctico
de Kinich Ahau em 2013 d.C.

Clã:
Equipe de colonização galáctica primordial, baseada num dos quatro elementos
galácticos e correspondendo a uma das quatro cromáticas: clã do fogo amarelo, clã
do sangue vermelho, clã da verdade branca, clã do céu azul.

Código Ponto/Barra:
Base do sistema de notação galáctica, no qual as unidades de 1 a 4 são representadas
por um numero correspondente de pontos, e cinco (ou os múltiplos de cinco) por uma
barra; 1-5 = código cromático; 1-13 = treze tons galácticos da onda encantada; 0-19 =
sistema de notação completa de 20 algarismos da matriz radial; 1-20 = números
-código dos 20 selos solares, nos quais o zero é igual a “20” ou “0”.

Código Galáctico-Solar 0-19:


Circulação de informação galáctica desde o sol e para o sol por meio de dez órbitas
planetárias; cada Orbita planetária leva um numero codificado do inspirar (galáctico)
e do expirar (solar), associado com dois dos 20 selos solares; a soma dos números
codificados emparelhados e sempre dezanove; os pares formam kins análogos.

Código Encantado:
Descrição em três palavras do selo solar encontrado no verso das fichas dos selos
solares.

Corte dos Kins:


Qualquer reunião dos kins planetários convocada com o propósito de determinar e
ouvir relatos de aventuras; ocorre no décimo segundo kin (cristal) de qualquer onda
encantada.

Convergência Harmónica:
As dias 16 e 17 de Agosto de 1987, umbrais galácticos águia 3 e guerreiro 4, marcando
a ponto onde inicia a inversão do Encantamento do Sonho da Historia; o inicio dos 26
anos da contagem regressiva da Nave do Tempo Terra.

Créditos do Tempo:
Reserva de provisão armazenada de relações quadridimensionais, traduzi das em
bases tridimensionais de crédito pessoal do kin, a ser determinada criativa e
equitativa mente pelos kins planetários na carte do kin.

Cromática:
Qualidade do tempo quadridimensional como uma génese que volta a circular
continuamente; a sequência de cinco kins, na qual a primeiro e a quinto kins são da
mesma cor; dinamismo das quatro constantes de cores que evocam e são movidas
pela quinta harmónica.

Cubo de Cores:
Estrutura geométrica de seis lados, que demonstra as seis ralaçõezitas de cores; caixa
para guardar as 20 fichas dos selos solares.

Decifrador do Código do Encantamento do Sonho:


Quem joga a Encantamento do Sonho com habilidade para ler o oráculo e seguir as
pistas diárias.

Dia Verde:
Sempre corresponde a data de 25 de Julho do calendário gregoriano; é o dia fora do
tempo; para que o ano galáctico-solar sincronize-se com o ciclo de 52 anos;
independente mente das 13 luas, o dia verde é conhecido como o dia da liberdade
galáctica.

Efemérides Galácticas:
Os 52 umbrais galácticos para o dia 26 de Julho, (situados no lado branco da bússola
galáctica) que correlacionam o ano solar de acordo com o ciclo galáctico de 52 anos.
Cinco séries destes ciclos galácticos de 52 anos criam a Era da Transformação, de 1
754 d.C. ate o ano 2013 d.C.

Ego:
É o equivalente tridimensional do hólon quadridimensional; activa e anima o traje
espacial tridimensional; também conhecido como a personalidade.

Encantamento do Sonho:
Função da regulagem planetária galactica-solar pentadimensional; ciclo renovável de
26.000 anos da génese planetária dos castelos; qualquer realidade consensual. Ao
desconsiderar a realidade interdimensional, cria-se o encantamento entrópico da
história; a cura para a perda da memória galáctica.

Encantamento do Sonho da História:


Proporção 12:60 superposta, criando exclusivamente o mundo tridimensional ou a
distorçam do tempo; coincidente com a génese da lua do castelo do encantar de
5.200 anos, -3187 anos do Encantamento do Sonho.

Equivalência dos Kins:


Diferentes valores dados aos kins como unidade de medida; equivalência de
proporção.

Equivalência de Proporção:
Diferentes valores dados aos kins; também conhecida como equivalência dos kins.

Era da Transformação:
Os últimos 260 anos dos 26.000 anos do Encantamento do Sonho universal, de 1 754
d.C. a 2013 d.C. , base das efemérides galácticas que se encontram no verso da
bússola galáctica.

Estacão Galáctica:
Espectro de 65 kins, um quarto de giro espectral codificado pelos quatro kins polares:
serpente vermelha, cachorro branco, águia azul e sol amarelo.

Escudo Galáctico:
Emblema da Quinta Forca Galáctica que expressa o principio de desenho do
desdobramento cromático.

Família Terrestre:
Uma das cinco séries de quatro selos codificados pela cor; combinadas com os treze
tons galácticos, codificam os aniversários solares de acordo com os 52 anos do castelo
do destino; código horizontal do hólon do planeta.

Ficha do Selo Solar:


Um dos 20 quadrados impressos em ambos os lados, com informações sobre as 20
tribos solares, para utilizar no tabuleiro do oráculo; leituras do oráculo do destino e
das ondas encantadas; na parte da frente está impresso o ícone solar; no verso, o
número -código e o código encantado.

Génese:
Qualquer ponto de origem, um novo começo; no Encantamento do Sonho, a génese
ocorre em três pontos diferentes: dragão magnético, macaco magnético e lua
magnética recapitulando a proporção de involuto 5:3::3:2.

Giro Espectral:
Castelo do tempo de 52 cromáticas, no qual cada onda encantada é uma estação
galáctica de 65 kins (treze cromáticas); as estacões são codificadas pelas cores da
família terrestre polar: estação da serpente vermelha do leste, estacão do cachorro
branco do forte, estação da águia azul do oeste e estação do sol amarelo do sul; o
propósito dos giros espectrais é entrelaçar os giros galácticos com harmónicas
superiores da quinta forca.

Harmónica:
Código da célula do tempo que coopera com as quatro raças-raiz cósmicas; cinco
células do tempo codificadas com cada um dos treze tons galácticos, criam as 65
harmónicas do Livro dos Kins; em relação inversa a cada uma delas, as 65 harmónicas
criam o código do Índice Harmónico, os pares e quartetos ocultos.

Hólon:
Estrutura do universo quadridimensional; o corpo quadridimensional de qualquer
forma em evolução; equivalente quadridimensional do ego humano tridimensional,
chamado hólon humano.

Hólon Humano:
A quinta força, a codificação das 20 tribos solares que conecta o corpo
quadridimensional com o traje espacial tridimensional.

Hólon do Planeta:
A terra quadridimensional como um icosaedro (figura geométrica de 20 lados),
codificada pelas 20 tribos solares; estrutura da Nave do Tempo Terra 2013.

Índice Harmónico:
Índice completo de 260 kins ordenados de acordo com cinco células do tempo e treze
trajectórias harmónicas; mostra as 65 harmónicas de acordo com seus pares inversos;
usado para verificar todas as manobras da bússola e para estabelecer todos os pares e
quartetos ocultos, e kins antípodas.

Inversão do Tempo:
O dia 26 de Julho de 1992, umbral galáctico tormenta 13, ponto de implementação do
calendário de 13 luas e do despertar da nação do arco-íris, para o bem da Nave do
Tempo Terra 2013.

Kin:
Parente, afim, relacionado, igual, sol e dia (em maia); cada espaço capaz de tomar
diferentes dimensões no tempo afins aos outros restantes 260 kins. Unidade galáctica
de medida, base de proporções e relações; um dia; uma das treze unidades das ondas
encantadas; qualquer humano, qualquer umbral galáctico.

Kin Análogo:
Relação de cor vermelho/branco, azul/amarelo; quaisquer pares de selos cujos
números-código somem dezanove e que sejam pares planetários.

Kin Correlato:
Dezanove constantes de datas do disco verde da bússola galáctica, para converter o
tempo de tri a quadridimensional; qualquer umbral galáctico correspondendo a uma
dessas dezanove datas.

Kinich Ahau:
Sistema estelar com dez orbitas planetárias, localizado numa zona galáctica
experimental, foco de colonização da Quinta Força Galáctica; contém o potencial
para criar o quinto acorde harmónico galáctico inter dimensional, que será entoado
em 2013 d.C.

Kin Planetário:
Humano identificado com o umbral galáctico da data de nascimento e que adopta a
firma galáctica e volta a entrar na Nave do Tempo como um activador do hólon.

Magia do Tempo Transformacional:


Habilidade de mudar de posições no tempo; base das equivalências dos kins; base do
voo mágico e da viagem no tempo.

Maldek:
Nome do quinto planeta do sistema de Kinich Ahau destruído nas “guerras do tempo”,
agora conhecido como o cinturão de asteróides.

Matriz Radial:
Estrutura e padrão do tempo quadridimensional; base de sincronicidade; padrão de
pares análogos no código 0-19; estrutura subjacente do Índice harmónico.

Mesa Redonda:
Reunião dos kins planetários convocados na corte dos kins; em qualquer onda
encantada, a câmara cristal, o tom galáctico 12; lugar de completa igualdade dos kins
planetários.

Mudança de Pólos 2000:


Ponto de inversão do tempo tridimensional (que gira no sentido horário), para o
tempo quadridimensional (que gira no sentido anti-horario); esgotamento de todos os
processos históricos e materialistas; começo de teste de direcção da Nave do Tempo
Terra 2013, abrindo os ti do tempo Terra-Urano.

Nação do Arco-íris:
As quatro raças-raiz cósmicas, despertadas com o propósito de lançar a Nave do
Tempo Terra 2013; Os jogadores do Encantamento do Sonho que assumem o comando
planetário após a mudança do tempo, o dia 26 de Julho de 1992.

Nave do Tempo Terra 2013:


Veiculo de transporte inter dimensional; giro de 26.000 anos, consistindo em cinco
castelos codificados por 20 ondas encantadas e 260 umbrais galácticos, com o
propósito de estabilizar o planeta Terra e o sistema estelar de Kinich Ahau.

Número-Código:
Notação galáctica ponto-barra, 0-1 9, que se encontra na parte posterior das fichas
dos selos solares e no tabuleiro do oráculo.

Oculto, Kin Oculto:


Relação de cores azul/branco, vermelho/amarelo; quaisquer pares de selos solares
cujos números-código sempre somam 21: no oráculo, o elemento oculto, inesperado;
no Índice harmónico os kins ocultos são quaisquer pares de kins, seguindo a simetria
inversa das leis de cores ocultas e cujos tons galácticos sempre somam catorze.

Onda Encantada:
Molde ou planilha do tempo e módulo de sincronização, baseado em treze tons
galácticos.

Onda Encantada de 26 Anos:


Os últimos 26 anos do Encantamento do Sonho universal de 26.000 anos, 1987-2013,
organizada como um programa de inversão da história de cinco anos, campanha de
limpeza de oito anos e teste de direcção de treze anos da Nave do Tempo Terra, que
recapitulam a proporção de evolução 5:8::8:13.

Oráculo do Destino:
20 padrões-base abrindo os 100 códigos de memória, com o propósito de despertar as
quatro raças-raiz cósmicas e as 20 tribos solares da nação arco-íris.

Oráculo do Encantamento do Sonho:


100 padrões do destino, como base da recuperação da memória da génese galáctica e
do papel que assume o kin planetário para alcançar a meta do lançamento da Nave do
Tempo Terra 2013.

Pares Planetários:
Selos solares emparelhados de acordo com o planeta; a soma dos números código dos
selos emparelhados é sempre 19; o mesmo que os pares de cor análogos verme
lho/branco, azul/amarelo.

Padrão-Base do Destino:
Uma das 20 mandalas de cinco partes, (correspondendo as 20 tribos solares)
encontradas no tabuleiro do oráculo.

Polaridade Radial:
Principio de simetria inversa que governa as relações do kin antípoda no tabuleiro de
viagem e do kin oculto no Índice harmónico.

Portais de Activação Galáctica:


Umbrais para a consciência galáctica; os 52 umbrais galácticos em treze séries de
pares de kins ocultos chamados quartetos; a soma dos tons dos treze quartetos é 364,
ou treze luas; como o padrão no Índice harmónico, que se conhece como o “tear das
treze luas”.

Portal Magnético:
Primeiro tom de qualquer onda encantada.

Proporção:
Razão de relações que podem ser estendidas ou expandidas em escala, na qual a
proporção se mantém constante; no tempo quadridimensional, sempre governada
pelo principio da matriz radial.

Proporção 12:60:
Ano de doze meses, hora de 60 minutos do Encantamento do Sonho da História
tridimensional; propordes Júpiter/Saturno impostas a realidade tridimensional da
Terra.

Proporção 13:260:
20 ondas encantadas de treze tons, criando a proporção da despertada Nave do
Tempo Terra, revelada através da bússola galáctica e do Livro dos Kins, como pontos
de acesso universal aos 260 umbrais galácticos do tempo quadridimensional.

Proporção 20:13:
Proporção de operação base na Nave do Tempo Terra; 20 tribos solares Se guindo
treze luas; 20 selos solares em proporção na onda encantada de treze tons.

Provisão Acumulada:
Créditos de tempo do hólon acumulados durante o Encantamento do Sonho da
História, a disposição dos humanos que se identifiquem como kins planetários; para
serem descobertos e usados desenvolvendo-se a habilidade de recuperar a memória
do Tabuleiro do Oráculo e representação do Encantamento do Sonho.

Pulsar:
Geometria do tempo da onda encantada criada pelas quatro constantes de cores,
criando os quatro pulsares. A inteiração de quatro pulsares recapitula as quatro
dimensões: o pulsar do tempo como a quarta dimensão, o pulsar da vida como a
primeira dimensão, o pulsar dos sentidos como a segunda dimensão e o pulsar da
mente como a terceira dimensão.
Quarteto Oculto:
No índice harmónico, qualquer par igualado de kins ocultos, cuja soma dos tons
galácticos é sempre 28; base do “tear das treze luas”, 52 portais de activação
galáctica; vale o sistema de crédito do kin.

Quatro Elementos Galácticos:


Fogo amarelo, sangue vermelho, verdade branca, céu azul, base das quatro estações
galácticas e das quatro cromáticas.

Quatro Raças-Raiz Cósmicas:


Vermelho, branco, azul, amarelo, são as famílias de cores forma das pelas 20 tribos
solares para a Nave do Tempo Terra 2013, com o propósito de se unirem como a
nação do arco-íris depois da inversão do Tempo.

Quinta Força:
Factor cromático quatro mais um da circulação do tempo galáctico; principio da
matriz radial, representado como o escudo galáctico na parte externa do tabuleiro de
viagem; o poder organizador pentadimensional, também conhecido como força-g.

Quinto Acorde Galáctico:


Ressonância harmónica de um sistema estelar com a ordem galáctica da quinta força;
significa a obtenção da vida universal; a próxima vez que vai soar será no ano 2013
d.C.

Quinta Harmónica, Lei da:


Na sequência das quatro constantes de cores, o retomo a primeira cor leva a quinta
harmónica e cria uma cromática; a lei que determina a codificação das famílias
terrestres e dá poderes de guia na onda encantada; base dos pulsares harmónicos: um
ponto, tons 1-6-11; dois pontos, tons 2-7-12; três pontos, tons 3-8-13; quatro pontos,
tons 4 e 9 e barra, tons 5 e 10.

Raças-Raiz Cósmicas:
Génese quadridimensional das raças humanas, de acordo com o código de cores:
vermelho, branco, azul, amarelo; base da rotação das células do tempo das 20 tribos
solares; o destino cumprido como a nação do arco-íris da Nave do Tempo Terra 2013.

Selo Solar:
Impressão icónica de uma das 20 tribos solares.

Simetria Inversa, Lei da:


Principio da relação radial, na qual pontos opostos espelham um ao outro e o
movimento sempre cruza o centro, também conhecido como o principio da matriz
radial; base do Índice harmónico, código 0-19 e todas as relações ocultas, nas quais a
unidade do meio não tem igual nem espelho; também conhecida como a lei da
simetria oculta.

Sistema de Crédito do Kin:


Códigos ocultos dentro do Índice harmónico, baseados em quartetos ocultos; créditos
baseados em harmónicas de tons galácticos construídos por meio da habilidade em
descodificar os umbrais galácticos, em ler os oráculos do destino e representar o
Encantamento do Sonho.

Tabuleiro do Oráculo:
Disposição dos 20 padrões-base do destino de acordo com as cinco células do tempo,
em que a célula do tempo de entrada está a direita, a célula do tempo do armazém
está acima, a célula do tempo do processo está a esquerda, a célula do tempo de sal
da está abaixo e a célula do tempo da matriz está no centro. A disposição de cada
célula do tempo segue um padrão anti-horário das constante de quatro cores, com o
vermelho no canto superior direito, o branco no superior esquerdo, o azul no inferior
esquerdo e o amarelo no inferior direito.

Tabuleiro de Viagem:
Os cinco castelos da Nave do Tempo Terra que criam as 20 ondas encantadas do giro
galáctico de 260 kins, no qual o castelo vermelho está a direita, o castelo branco está
acima, o castelo azul a esquerda, o castelo amarelo abaixo e o castelo verde no
centro. A disposição das quatro ondas encantadas para cada castelo segue um padrão
anti-horário, em que a onda encantada vermelha está a direita, a onda encantada
branca está acima, a onda encantada azul a esquerda e a onda encantada amarela
abaixo.

Tom Galáctico:
Os treze poderes da criação, sempre em relapso um com o outro. Os treze tons
galácticos criam uma onda encantada.

Trajectória Harmónica:
20 selos na rotação das cinco células do tempo, indo do dragão vermelho ao sol
amarelo. Combinados com os treze tons galácticos, criam as treze trajectórias
harmónicas do Índice harmónico. Segue a lei da simetria inversa, estabelecendo as
seis séries de trajectórias espelho, 1 e 13, 2 e 12, 3 e 11, 4 e 10, 5 e 9, 6 e 8. A
trajectória 7 não tem espelho.

Transduzir:
Função de um transdutor ou conversor. Capacidade de tomar uma forma de energia
ou informação e mudá-la para outra. 0 agente de transdução no hólon humano e o
coração; no hólon do planeta, o núcleo da Terra.

Transpor:
Habilidade de mudar o valor posicional dos elementos-chave; exemplo: os selos
solares colocados como harmónicas, mudados em selos solares colocados como
cromáticas.

Tribo Solar:
20 agrupamentos de colonizadores galácticos gerados pelo principio cromático da
quinta forca, movendo-se através de quatro clãs; também conhecidas como as 20
tribos do tempo, cujo propósito é estabilizar as dez asas orbitais de Kinich Ahau.

Túnel do Tempo:
Eixo Terra-Urano, que atravessa os pólos da Terra ate o núcleo central; fonte de
armazenamento da informação solar-planetária, guardada e escavada pela família
terrestre central; base da mudança de pólos 2.000; ponto critico de reparação na
célula solar de baldeação intermediária.

Umbral Galáctico:
Na bússola galáctica, a combinarão de um dos treze tons galácticos com um dos 20
selos solares, 260 no total; o mesmo que o giro galáctico dos 260 kins e os 260
mandatos de sincronização do Livro dos Kins.

Viagem no Tempo:
Habilidade do hólon de localizar, recuperar e liberar informações de acordo com as
necessidades actuais e desempenhada pelo ego tridimensional; base do poder do voo
mágico.

Voo Mágico:
Capacidade de conectar ondas encantadas, castelos, giros galácticos, giros espectrais
e Encantamentos do Sonho; espaço criativamente conectado entre os portais cósmico
e magnético de duas ondas encantadas.

Glossário II
20 Selos Solares:
Código cromático ponto/barra de cinco kins, combinado com as quatro cores do código primário,
criam 20 frequências solares, cada uma definida como um selo-ícone; invariável na sequência,
ciclo de 20 kins de cinco células do tempo que se combinam com treze gamas de frequência para
criar um giro galáctico.

Arte Planetária:
Kins humanos galácticamente unidos, interagindo de acordo com a grade de
frequência do hólon planetário e das famílias planetárias; simbiose do hólon
quadridimensional humano terrestre com o hólon planetário.

Calendário Galáctico:
Planilha do giro galáctico de 260 kins; 13 frequências galácticas codificadas por 20 selos solares,
5 fractais galácticos, 20 formas de onda, 52 cromáticas de 5 kins, 65 harmónicas de células do
tempo de 4 dias, 4 espectros de 65 kins.

Célula do Tempo:
Sequência de 4 kins, codificada por 4 cores primárias; 5 células do tempo acomodam
a sequência de 20 selos solares; 65 células de tempo/harmónicas por giro galáctico.

Civilização:
Dominação patriarcal operando numa estrutura de 12 meses, sem levar em conta a
igualdade dos kins; processo de crescente dormitarão e separação da ordem natural.

Código Cromático:
Código primário no qual os números 1-4 são representados por um numero
correspondente de pontos, e o numero 5 por uma barra; o intervalo do 4 ao 5 é a base
das cromáticas harmónicas; o código cromático avança as cores numa sequência
primária na qual vermelho = 1 ponto; branco = 2 pontos, azul = 3 pontos; amarelo = 4
pontos; como a s do azul e amarelo, o verde é o s a barra que traz a harmónica.

Código de Frequência Galáctica:


Proporção 1:13; gama de treze frequências cada uma, representando uma magnitude
e uma função da totalidade galáctica; a Planilha de treze unidades, recapitulando a
cosmologia do hólon; código de notação binária de ponto/barra recombinante de
treze unidades; planilha da forma de onda do giro galáctico ou onda encantada.

Código Ponto/Barra:
Sistema de notação galáctico em sequência de 1 a 4 pontos, barra representando 5 ou
zero; base do código matemático do fractal galáctico com qualidades do ser:
holográfico, binário, cumulativo, recombinante, sequencial, vigésimal e posicional.

Cromática:
Uma das quatro sequências de 5 kins, que começa com o grupo barra/cinco e que
termina com o kin da mesma cor. As cromáticas codificam os quatro espectros do ser
galáctico de 65 kins; as 52 cromáticas conectam: as harmónicas/células do tempo, as
formas de onda, os fractais-g e os giros galácticos.

Distorção do Tempo:
Um sistema fechado tridimensional, governado por um calendário patriarcal não
circulante de 12 meses; condição na qual a entropia, o materialismo e a civiliza cão
são uma e a mesma função.

Entropia:
Função de um sistema fechado da distorção do tempo tridimensional, caracteriza do
pela dissipação de energia; o sistema entrópico e governado por leis que diminuirei a
autonomia dos kins; no reino humano, a entropia tem como resultado uma ci\filizaç2o
de materialismo autodestrutivo; desordem de um sistema.

Equação Fractal da Força-g:


5:8::8:13 descreve a relação do código cromático do 5 com o código da frequência
galáctica do 13; as unidades 5, 8 e 13 formam um conjunto na série de espirais
logarítmicas; a diferença entre o código cromático do 5 e o código da frequência
galáctica do 13 é a harmónica galáctica do 8; o código cromático do 5 combinado com
o código da força-g do 13 é a base do giro galáctico.

Espectros:
Código de 65 kins de três sequências de 20 kins e uma de 5 kins, sintonizado com as
cromáticas barra/cinco; quatro giros galácticos da harmónica do código de quatro
cores primárias de fractal-g se entrelaçam; base da proporção de 1:5 do fractal
mestre; funcionam corno fractais tractores que trazem o tempo tridimensional ao
tempo quadridimensional.

Família Planetária:
Cinco famílias planetárias correspondem a colocação do código cromático 1:5 dos 20
selos solares; cada família planetária consiste em quatro selos solares que
recapitulam o código das quatro cores primárias; a data do nascimento determina a
família planetária; qualquer aniversário solar que se move por quatro selos solares de
uma família planetária, combinado com as treze frequências galácticas num período
de 52 anos; as cinco famílias planetárias correspondem a formação da grade do hólon
planetário, também conhecida como familia terrestre.

Força-g:
Tempo galáctico quadridimensional como a quinta força; o principio de união fractal
do hólon; o raio de sincronização radial do tempo galáctico; a roda denteada
harmónica que une e harmoniza as dimensões.

Forma de Onda:
Fractal do hólon de treze kins, proporção de 1:20 do giro galáctico; quatro ondas do
tempo criam um fractal-g de 52 kins, também conhecido como a onda encanta da de
treze tons.

Fractal:
Uma gama de frequências que mantém uma simetria ao longo de uma escala; a
proporção do hólon dentro de um hólon maior que sempre recapitula a totalidade.

Fractal de 26 Anos:
Período entre 1987 e 2013 dividido em duas formas de onda de treze anos; recapitula
o ciclo evolucionário humano de 26.000 anos, no qual a historia é inverti da na
primeira forma de onda de treze anos e a pré-história se recicla no tempo galáctico
na segunda forma de onda de 13 anos; o fractal galáctico 26 define os ciclos
evolucionários.

Fractal-g:
Forma de quatro ondas, do hólon fractal de 52 kins, o qual coordena as permutações
das treze gamas de frequência e das quatro cores de códigos primários (vermelho,
branco, azul, amarelo) numa sequência não variável; cinco por giro galáctico, um
numa proporção 1:7 = um ano solar; um numa proporção 1:5 = um fractal mestre dos
quatro espectros do ser galáctico.

Germe da Arte Planetária:


Florescimento do ciclo evolucionário humano de 26.000 anos; fruto do giro do tempo
e da exploração da quarta dimensão; a nave do tempo terra 2013.

Giro Galáctico:
A sequência de 260 kins que liga os 365 dias do ano solar precisamente a cada 52 anos
solares; proporção de giros com os anos solares = 7:5; 7 giros galácticos = 5 anos
solares; 36,5 giros galácticos = 26 anos solares; 73 giros galácticos = 52 anos solares.

Harmónica:
Célula de tempo de 4 kins codificada por uma das treze frequências galácticas; 13
harmónicas por fractal-g, 5 fractais-g = 65 harmónicas por giro galáctico.

Harmónico:
Som que acompanha um som gerador ou um som fundamental.

Hólon:
A totalidade galáctica, caracterizada pela consistência integral, a capacidade de auto
organizar-se e a incluso multidimensional; a estrutura quadridimensional do tempo,
representada como um tetraedro; um subconjunto e qualquer de suas partes dentro
da totalidade galáctica.

Holonomia:
A ciência e as leis que governam o principio fractal do hólon.

Holonómico:
A qualidade da autonomia fractal que reflecte e mantém a totalidade.

Hólon Planetário:
A estrutura quadridimensional da nave do tempo terra codificada horizontalmente
pelas cinco famílias planetárias, codificadas diagonalmente desde o pólo norte ao
pólo sul, do oeste ao leste, como as quatro cromáticas de 5 kins, codificadas
diagonalmente do pólo forte ao pólo sul, do leste para o oeste, como as quatro
famílias de cor de 5 kins; estes três códigos actuam como giroscópio do hólon
planetário do tempo galáctico.

Inversão do Tempo:
26 de Julho de 1992 - ponto de implementação do calendário de 13 luas e do
despertar da nação do arco-íris. Liberação da distorção do tempo tridimensional para
entrar no tempo galáctico quadridimensional.

Kin:
Unidade de medida fractal, um kin por gama de frequência galáctica, treze kins por
forma de onda; um dia solar terrestre, 260 por giro galáctico; hólon humano
plasticamente unido.

Livre-Arbítrio:
Movimento sintrópico do fractal do hólon rurno a uma autonomia reguladora e a uma
major interdependência com outros hólons; base da arte planetária.

Materialismo:
Crença numa estrutura exclusivamente tridimensional, que mina a si própria pela
super exploração do piano físico; crença de que o tempo é uma função do espaço que
sela a distorção do tempo.

Matriz:
Regra do hólon, na qual cada kin tem valor igual, substitui qualquer regra ou lei
tridimensional não consistente com a equivalência de todos os kins; 5 célula do tempo
e s fractal-g do giro galáctico, contendo os tons harmónicos da cromática barra-cinco.

Mecanização:
Etapa final da civilização na qual o materialismo é mecanizado pela fórmula “tempo é
dinheiro”, que permite extensa inversão entrópica de valores e degradação
planetária.

Nave do Tempo Terra:


O planeta terra em sua orbita, criando a quarta dimensão que encerra em si a
terceira.

Planilha de Conversão:
Calendário terrestre solar-lunar de treze meses de 28 dias, mais um dia verde
circulante, sincronizado com o calendário solar-galáctico e o giro galáctico; oito
sequências codificadas de cor do calendário terrestre solar-lunar, indo de 26 de Julho
de 1992 ate 25 de Julho de 2000.

Quarta Dimensão:
O terno como piano do ser todo inclusivo e não físico, inteligência de ordem natural,
“continuum” do ser galáctico.

Quinta, Quinta Forca:


Harmónica matriz que mantém o centro; unidade posicional. Código matemático que
permite completo potencial harmónico; o terno corno uma matriz radial inter
dimensional que engrena com a forca-g.

Rede Planetária:
Sistema de dez planetas em relação a estrela local, o sol, orbital mente unido por
dois selos solares cada um, um para a entrada galáctica, outro para a salda solar.

Sequencia Bio Cromática:


Intercalação do código cromático do hólon humano, que se expande ao longo do ciclo
cromático de 5 kins; base para identificar o vinculo do kin humano com a grade do
hólon planetário.

Sintropia:
Lei pela qual os hólons autónomos se atraem e giram juntos para criar a totalidade
cada vez maior; o oposto da entropia; ordem de um sistema.

Sol, Hólon Solar:


Receptor transmissor local da força-g quadridimensional, base da grade de 20 selos
solares, unindo o corpo quadridimensional do planeta Terra ou hólon planetário.

Tempo Galáctico:
Matriz da quarta dimensão informando a terceira dimensão por meio das harmónicas
fractais.

Terceira Dimensão:
O espaço corno piano físico do ser; forma manifestada da ordem natural; campo
evolucionário do ser galáctico, inseparável da quarta dimensão.