Você está na página 1de 90

Aula 18

Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB - 2015 (com videoaulas)

Professor: Felipe Lessa

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18

Aula 18:
9. Geometria Básica.

SUMÁRIO
I. Geometria Plana ............................................................................ 2
I.1 Reta, Semirreta e Segmento de Reta ........................................... 2
I.2 Circunferência .......................................................................... 6
I.3 Triângulos ................................................................................ 9
I.4 Quadriláteros.......................................................................... 27
I.5 Polígonos ............................................................................... 32
I.6 Teorema de Tales.................................................................... 35
I.7 Semelhança de Polígonos ......................................................... 37
I.8 Áreas..................................................................................... 42
II. Geometria Espacial ..................................................................... 48
II.1 Volumes ............................................................................... 52
III. Geometria Analítica ................................................................... 60
III.1 Eixos Coordenados ................................................................ 60
III.2 Equação da Reta ................................................................... 61
III.3 Área de um triângulo nos eixos coordenados ............................ 69
III.4 Equação da Circunferência ..................................................... 70
IV. Mais questões comentadas... ...................................................... 71
V. Lista das Questões Apresentadas .................................................. 74

Olá, Pessoal, como estão os estudos?

Nesta Aula de hoje, não tenho o compromisso de varrer toda a teoria das
Geometrias Plana, Espacial e Analítica. Se assim fosse, este nosso curso
deveria durar, pelo menos, um ano. Não! Nós não temos esse tempo todo!

Por essa razão, nossa Aula de hoje será focada na Resolução de exercícios
e eu vou pontuar os assuntos e fórmulas que julgo mais importantes para
76979202391

a sua prova! Como eu sempre falo, este não é um curso de doutorado em


Matemática; este é um curso voltado para sua aprovação no concurso da
Receita! E eu te espero lá!

Um forte Abraço!

Vamos começar?

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 1 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18

I. Geometria Plana

I.1 Reta, Semirreta e Segmento de Reta

Uma reta é a figura geométrica formada apenas por uma linha de


comprimento infinito em ambas os sentidos e que representa a menor
distância entre quaisquer dois pontos pertencentes a ela.

Uma semirreta é um pedaço da reta, ilimitado apenas em um sentido.


Possui início, mas não possui fim.

Um segmento de reta é um pedaço da reta limitado por dois pontos.

A
B

Questão 1: ESAF - ATRFB/SRFB/2009


76979202391

Sejam X, Y e Z três pontos distintos de uma reta. O segmento XY é


igual ao triplo do segmento YZ. O segmento XZ mede 32
centímetros. Desse modo, uma das possíveis medidas do segmento
XY, em centímetros, é igual a:

a) 27
b) 48
c) 35
d) 63
e) 72

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 2 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18
SOLUÇÃO:
A primeira tentação em que caímos nessa questão é desenhar os pontos
X, Y e Z nessa ordem. Como XY é o triplo de YZ, chamei-os de 3a e a
respectivamente.

3a a

X Y Z

Como XZ=32,
3a+a=32
a=8
XY=24

Ao olhar as opções de resposta, não encontramos o 24. Mas releiam o


enunciado e percebam que a questão não afirma nada quanto a ordem
dos pontos. A solução que nós achamos é uma solução possível, mas
não era essa que o examinador queria. Vamos inverter a ordem dos
pontos Y e Z e você nota que o desenho fica ligeiramente diferente:

3a

X Z Y

Como XZ=32,
3a-a=32
a=16
XY=48
76979202391

Gabarito: Letra B
*******

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 3 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18

Questão 2: (TFC 1996 ESAF) Os pontos X, Y e Z estão todos no


mesmo plano. A distância, em linha reta, do ponto X ao ponto Y é
de 30 cm, e do ponto X ao ponto Z é de 22 cm. Se d é a distância
em centímetros, também em linha reta, do ponto Y ao ponto Z,
então o conjunto dos possíveis valores para d é dado por:

a) 8 ≤ d ≤ 30
b) 8 ≤ d ≤ 52
c) 22 ≤ d ≤ 30
d) 22 ≤ d ≤ 52
e) 30 ≤ d ≤ 52

SOLUÇÃO:

Vamos desenhar os pontos no plano. Primeiro, desenhamos o segmento


de reta XY de 30cm. Depois, a partir de X, traçamos uma circunferência
imaginária de raio 22cm, pois qualquer ponto nesta circunferência pode
ser o nosso Z, uma vez que a distância XZ=22cm.

30

X d Y
22

76979202391

A questão quer saber quais são os possíveis valores para a distância YZ


= d.

Ora, repare o seguinte: o valor mínimo de d ocorrerá quando o ponto Z


for exatamente o ponto da circunferência que corta o segmento XY.
Neste caso d = 30-22 = 8

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 4 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18

30

22 d

X Z Y

Por fim, você também deve notar que o valor máximo de d ocorrerá
quando o ponto Z for exatamente o ponto da circunferência
diametralmente oposto ao ponto de d mínimo, ou seja, o ponto da
circunferência que corta o prolongamento do segmento XY. Neste caso
d = 30+22 = 52

30

22

Z X Y

Portanto, 8 ≤ d ≤ 52 76979202391

Gabarito: Letra B
*******
Se de um ponto P qualquer forem traçados dois segmentos tangentes a
uma circunferência, então as medidas dos segmentos determinados pelo
ponto P e os respectivos pontos de tangência serão iguais.

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 5 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18
I.2 Circunferência

A circunferência é uma figura constituída de infinitos pontos, que tem a


seguinte propriedade: a distância de qualquer ponto da circunferência até
o seu centro C é sempre igual ao seu raio R.

Se, de um ponto P externo a uma circunferência, eu


traçar duas retas tangentes à circunferência nos
pontos A e B, a distância PA=PB.
Nos pontos de tangência, o ângulo que o raio forma
com a reta tangente é de 90º (ou ângulo reto)

Questão 3: ESAF/MPOG – 2006


Considere um triângulo ABC cujos lados, AB, AC e BC medem, em
metros, c, b e a, respectivamente. Uma circunferência inscrita
neste triângulo é tangenciada pelos lados BC, AC e AB nos pontos
P, Q e R, respectivamente.
Sabe-se que os segmentos AR, BP e CQ medem x, y e z metros,
respectivamente. Sabe-se, também, que o perímetro do triângulo
ABC é igual a 36 metros. Assim, a medida do segmento CQ, em
metros, é igual a

a) 18 - c.
b) 18 - x.
c) 36 - a.
d) 36 - c.
e) 36 - x
SOLUÇÃO:
A

x
76979202391

c b
R Q

B P C

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 6 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18
Como os segmentos AR e AQ são tangentes à circunferência, podemos
afirmar que AR = AQ = x. Analogamente, CQ=CP=z e BP=BR=y.
Redesenhando, ficamos com:

x x

c b
R Q

y z

B P C

y z

Agora, vejam que interessante:


a = y+z
b = x+z
c = x+y

Somando tudo:
a + b + c = 2(x + y + z)

Só que a + b + c é o perímetro do triângulo, que vale 36. Logo:


36 = 2(x + y + z)
x + y + z = 18 76979202391

Como a questão nos pede o valor de CQ = z, temos:


z = 18 – (x+y)

Como x+y = c,
z = 18 – c

Gabarito: Letra A
*******

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 7 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18

O comprimento de uma circunferência é dado por:

onde
R é o raio da circunferência

Questão 4: ESAF - TFC (CGU)/CGU/2001

As rodas de um automóvel têm 40 cm de raio. Sabendo-se que cada


roda deu 20.000 voltas, então a distância percorrida pelo
automóvel, em quilômetros(Km), foi de:

a) 16 Km
b) 16 Km
c) 16 2 Km
d) 1,6 . 103 Km
e) 1,6 . 103 2Km
SOLUÇÃO:
O comprimento de uma circunferência é dado por:

A roda do automóvel tem comprimento:

A distância percorrida em 20.000 voltas é igual a:

Convertendo para km,

Gabarito: Letra B
******* 76979202391

Questão 5: ESAF / EPPGG – MPOG – 2002

Se o raio de uma circunferência tiver um acréscimo de 50%, então


o acréscimo percentual em seu comprimento será igual a:
a) 25%
b) 50%
c) 75%
d) 80%
e) 85%

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 8 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18
SOLUÇÃO:
O comprimento de uma circunferência é dado por:

O comprimento da nova circunferência com raio aumentado em 50%


seria:

Para obter a relação entre os dois comprimentos, dividimos um pelo


outro. Assim:

Ou seja, C`é 50% maior do que o comprimento inicial.

Gabarito: Letra B
*******

I.3 Triângulos

Triângulos são os polígonos de três lados que conhecemos. Eles possuem


muitas propriedades interessantes e por isso são alvo de muitas questões
de concurso.

Um triângulo muito famoso que nós conhecemos é o triângulo retângulo.


Nele, há um ângulo de 90º ou reto. O lado oposto ao ângulo de 90º é
chamado hipotenusa e os demais, catetos.

a
b

Deste triângulo, deriva uma das propriedades mais “famosas” da


Matemática: o Teorema de Pitágoras:
76979202391

Teorema de Pitágoras: o quadrado da Hipotenusa é


igual à soma dos quadrados dos Catetos.

onde:
a é a hipotenusa
b e c são os catetos

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 9 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18

Questão 6: ESAF - ATRFB/SRFB/2009

Duas estradas retas se cruzam formando um ângulo de 90 graus


uma com a outra. Qual é o valor mais próximo da distância
cartesiana entre um carro que se encontra na primeira estrada, a
3 km do cruzamento e outro que se encontra na outra estrada a 4
km do mesmo cruzamento?

a) 5 km.
b) 4 km.
c) 4 km.
d) 3 km.
e) 5 km.
SOLUÇÃO:

X 4

Trata-se de um triângulo retângulo. Pelo teorema de Pitágoras:

Gabarito: Letra A
*******

Questão 7: ESAF - APO (MPOG)/MPOG/Planejamento e


76979202391

Orçamento/2005
Se de um ponto P qualquer forem traçados dois segmentos
tangentes a uma circunferência, então as medidas dos segmentos
determinados pelo ponto P e os respectivos pontos de tangência
serão iguais. Sabe-se que o raio de um círculo inscrito em um
triângulo retângulo mede 1 cm.
Se a hipotenusa desse triângulo for igual a 20 cm, então seu
perímetro será igual a:
a) 40 cm
b) 35 cm
c) 23 cm
d) 42 cm
e) 45 cm

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 10 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18
SOLUÇÃO:

y
20

y
1
1 x

1 1

1 x

Como a hipotenusa vale 20, podemos escrever x+y=20

O perímetro vale: 20+(y+1)+(x+1) = 22+(x+y).


Como x+y=20, o perímetro vale: 22+20 = 42

Gabarito: Letra D
*******

Questão 8: ESAF / AFTN – 1996

Uma ferrovia será construída para ligar duas cidades C1 e C2,


sendo que esta última localiza-se a vinte quilômetros a leste e vinte
quilômetros ao sul de C1. No entanto, entre essas duas cidades,
existe uma grande lagoa que impede a construção da ferrovia em
linha reta. Para contornar a lagoa, a estrada deverá ser feita em
dois trechos, passando pela cidade C3, que está a dezesseis
quilômetros a leste e dezoito quilômetros ao sul de C1. O
comprimento, em quilômetros, do trecho entre a cidade C3 e a
76979202391

cidade C2 é igual a:

a) 2 /
b) /2
c) 4 /
d) 2
e) 4
SOLUÇÃO:

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 11 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18
C1

18
20

C3
x
2 2 C2
16 4
M
20

Ora, se trabalharmos com o triângulo retângulo C2C3M, podemos aplicar


o teorema de Pitágoras:

Gabarito: Letra D
*******

Outro triângulo que costuma cair bastante em prova é o triângulo


isósceles. O triângulo isósceles é aquele que possui dois lados iguais e os
ângulos da base são iguais.

l h l
76979202391

Uma propriedade interessante do triângulo isósceles é que sua altura


relativa à base divide a mesma em duas partes iguais. Traçada a altura h,
repare que você fica com um triângulo retângulo de catetos h e b/2 e
hipotenusa l. A aplicação do teorema de Pitágoras aqui é bastante
recorrente em questões de concurso...

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 12 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18

Questão 9: ESAF - Ana Tec (SUSEP)/SUSEP/Controle e


Fiscalização/2010

Um círculo está inscrito em um triângulo isósceles de base 6 e


altura 4. Calcule o raio desse círculo.

a) 1,50
b) 1,25
c) 1,00
d) 1,75
e) 2,00
SOLUÇÃO:

M 4

B H C

3 3

6
76979202391

Para encontrar o valor do lado l do triângulo isósceles, basta aplicar o


teorema de Pitágoras no triângulo ABH:

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 13 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18
Agora, repare que BH=BM, pois são tangentes à circunferência. Logo
BM=3 e AM=2, uma vez que acabamos de concluir que AB=5.
A

M
4
3

B H C

3 3

6
Agora, iremos desenhar o raio OM, sabendo que ele é perpendicular ao
segmento AB, pois M é ponto de tangência. Ao desenhar o raio OM,
observe que teremos um triângulo retângulo AOM, onde trabalharemos
para encontrar o valor do raio. Veja também que OH=r e que AO=4–r.
A

2
4-r

3 r O
76979202391

B H C

3 3

6
Aplicando Pitágoras no triângulo AOM, vem:

Gabarito: Letra A
*******

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 14 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18

Questão 10: ESAF -MPOG/2006

A base de um triângulo isósceles é 2 metros menor do que a altura


relativa à base. Sabendo-se que o perímetro deste triângulo é igual
a 36 metros, então a altura e a base medem, respectivamente

a) 8 m e 10 m.
b) 12 m e 10 m.
c) 6 m e 8 m.
d) 14 m e 12 m.
e) 16 m e 14 m
SOLUÇÃO:
Em um triângulo isósceles, a altura relativa à base divide a mesma em
dois lados iguais:

l l

76979202391

(h-2)/2

b=h-2

O perímetro é a soma dos lados. No nosso triângulo isósceles, ele vale:

Guarde este resultado por enquanto.

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 15 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18
Aplicando agora o teorema de Pitágoras em um dos triângulos
retângulos determinados pela altura relativa à base, ficamos com:

Substituindo o valor de l:

Desenvolvendo essa equação, chegamos a:

Resolvendo por Bháskara, chegamos às raízes: 12 ou -30. Por óbvio,


ficamos somente com a positiva. Logo:

h = 12
b = 12- 2 = 10
Gabarito: Letra B
*******

A soma dos ângulos internos em um triângulo é


igual a 180º

O ângulo externo a um triângulo é igual à soma dos


dois ângulos internos não adjacentes.

76979202391

Questão 11: ESAF - AFC (CGU)/CGU/Auditoria e Fiscalização/2004

Os ângulos de um triângulo encontram-se na razão 2:3:4. O ângulo


maior do triângulo, portanto, é igual a:

a) 40°
b) 70°
c) 75°
d) 80°
e) 90°

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 16 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18
SOLUÇÃO:
A soma dos ângulos internos de um triângulo vale 180º.

Se eles são proporcionais a 2, 3 e 4, posso escrever:


Ângulo 1 = 2x
Ângulo 2 = 3x
Ângulo 3 = 4x

Logo,
Ângulo 1 = 40º
Ângulo 2 = 60º
Ângulo 3 = 80º

Gabarito: Letra D
*******

Questão 12: ESAF - EPPGG/MPOG /2000

Os catetos de um triângulo retângulo medem, respectivamente,


A+X e A+Y, onde A, X e Y são números reais. Sabendo que o ângulo
oposto ao cateto que mede A+X é igual a 45º, segue-se que
a) Y = -2X
b) Y = (31/2)/2 X
c) Y = 31/2 X
d) Y = X
e) Y = 2X
SOLUÇÃO:
A soma dos ângulos internos de um triângulo vale 180º.

Como, neste exercício, trata-se de um triângulo retângulo, um dos


ângulos já vale 90º. A questão nos informou que um outro ângulo vale
76979202391

45º. Vamos calcular quanto vale o outro ângulo :

Ora, se o outro ângulo também vale 45º, temos um triângulo retângulo


que é também isósceles. E se é isósceles, os catetos são iguais:

Logo,

OBS.: Lembre-se disso: Sempre que, em um triângulo retângulo, um


dos ângulos valer 45º, os catetos serão iguais e a hipotenusa valerá o
cateto multiplicado pela raiz de 2: h=c√2
Gabarito: Letra D
*******

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 17 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18
Mediana: é o segmento de reta que une um vértice ao ponto médio do
lado oposto a esse vértice.

A M B

AM = BM

Altura: é o segmento de reta que parte de um vértice e é perpendicular


ao lado oposto a esse vértice.

Bissetriz Interna: é a reta que divide o ângulo interno em duas partes


iguais.

76979202391

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 18 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18

Questão 13: ESAF / MRE – 2002

Num triângulo ABC, o ângulo interno de vértice A mede 60°. O


maior ângulo formado pelas bissetrizes dos ângulos internos de
vértices B e C mede:
a) 45º
b) 60º
c) 90º
d) 120º
e) 150º
SOLUÇÃO:

As bissetrizes internas se encontram no incentro (I). A questão quer


saber o valor do ângulo CÎB

I 30º
30º
B A

As bissetrizes internas que saem dos vértices B e C dividem os ângulos


B e C em duas partes iguais, digamos b/b e c/c. Assim,

c c 76979202391

b I 30º
b 30º
B A

Pela soma dos ângulos internos do triângulo ABC, vem:

Pela soma dos ângulos internos do triângulo CIB, vem:

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 19 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18
Como:

Gabarito: Letra D
*******

Bissetriz Externa: é a reta que divide o ângulo externo em duas partes


iguais.

B C

Questão 14: ESAF / MRE – 2002

O ângulo A de um triângulo qualquer ABC mede 76°. Assim, o


menor ângulo formado pelas bissetrizes externas relativas aos
vértices B e C deste triângulo vale:
76979202391

a) 50°
b) 52°
c) 56°
d) 64°
e) 128°

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 20 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18
SOLUÇÃO:

76

180-2 180-2

B C

x=?

No triângulo ABC:
O ângulo do vértice B é o suplemento de 2 . Vale: 180-2
O ângulo do vértice C é o suplemento de 2 . Vale: 180-2
Pela soma dos ângulos internos:

No triângulo BOC: 76979202391

Pela soma dos ângulos internos:

Gabarito: Letra B
*******

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 21 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18

Questão 15: ESAF - AUFC/TCU/Controle Externo/Controle


Externo/2002
As medidas dos ângulos do triângulo AYG são tais que  < < 90°
e > 90°. As bissetrizes externas dos ângulos  e cortam os
prolongamentos dos lados opostos YG e AY nos pontos P e Q,
respectivamente. Sabendo que AP=GQ=AG, então a soma dos
ângulos e é igual a:

a) 48°
b) 64°
c) 144°
d) 148°
e) 168°
SOLUÇÃO:
Seja o triângulo YAG:

A G

Vamos traçar as bissetrizes externas (em verde) e os prolongamentos


dos lados YG e AY (em vermelho) para achar os pontos P e Q dos quais
fala o enunciado:

76979202391

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 22 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18

A G

Depois de fazer o desenho, você deve se ater a uma informação bem


76979202391

importante que a questão lhe deu: AP=GQ=AG. Com isto, você tem dois
triângulos isósceles na figura: APG e AGQ.
Ora, se o triângulo APG é isósceles, os ângulos dos vértices P e G são
iguais a, digamos, . Ora, se o triângulo AGQ é isósceles, os ângulos dos
vértices A e Q são iguais a, digamos, .

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 23 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18

+ /2
/2

180-
A G

90- /2

76979202391

Vamos focar no triângulo APG. O ângulo do vértice A é metade do


suplemento de . Lembre-se que a bissetriz divide o suplemento de
em duas partes iguais. Assim, o ângulo do vértice A vale: (1/2)(180- )
= 90- /2. Ainda no triângulo APG, vamos aplicar a soma dos ângulos
internos:

(i)

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 24 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18
Vamos focar agora no triângulo GQY. O ângulo do vértice G é metade
de . Temos ângulos opostos pelo vértice em G e a bissetriz divide-o em
duas partes iguais dentro do triângulo GQY.

Vamos finalmente focar agora no triângulo AGY. O ângulo do vértice Y é


o ângulo externo do triângulo GQY e vale a soma dos outros dois não
adjacentes. Assim, o ângulo do vértice Y vale + /2

Ainda no triângulo AGY, o ângulo do vértice G é o suplemento de e


vale 180- .

Vamos aplicar a soma dos ângulos internos no triângulo AGY

(ii)

Substituindo (ii) em (i), vem:

O ângulo Y vale:
O ângulo G vale:

132+36 = 168

Gabarito: Letra E
*******

Pontos Notáveis em um triângulo


Ponto O que é? 76979202391
Propriedade
BARICENTRO Ponto de encontro das Localiza-se a 2/3 do
Medianas vértice
ORTOCENTRO Ponto de encontro das -
Alturas
INCENTRO Ponto de encontro das É o centro da
Bissetrizes Internas circunferência inscrita
a um triângulo
CIRCUNCENTRO Ponto de encontro das É o centro da
Bissetrizes Externas circunferência
circunscrita a um
triângulo

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 25 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18

Questão 16: ESAF - FR (Pref RJ)/Pref RJ/2010

Um círculo está inscrito em um triângulo equilátero que, por sua


vez, está inscrito em outro círculo.

Determine a razão entre a área do círculo maior e a área do círculo


menor.

a)
b) 2
c) 3
d)
e) 4
SOLUÇÃO:
Para comparar as áreas dos círculos, temos que comparara seus raios.
Como tem um triângulo equilátero “no meio” dos dois, vamos tentar
escrever os raios em função do lado do triângulo equilátero.

R
C I O B
r

Lembre-se que, em um triângulo equilátero, o circuncentro C (centro do


círculo circunscrito) e o incentro I (centro do círculo inscrito) coincidem
com o ortocentro O (ponto de encontro das alturas) e o baricentro B
(ponto de encontro das medianas). Além disso, você deve se recordar
76979202391

que o baricentro divide a mediana em uma razão de 2/3 do vértice.


Logo,

Então,

Logo a área do círculo circunscrito é 4 vezes a área do inscrito.


Gabarito: Letra E
*******

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 26 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18
I.4 Quadriláteros

Sempre que um quadrilátero for circunscrito a uma


circunferência, a soma de seus lados opostos é
igual.

Questão 17: ESAF - AFC (CGU)/CGU/Auditoria e


Fiscalização/Saúde/2008

Um quadrilátero convexo circunscrito a uma circunferência possui


os lados a, b, c e d, medindo (4 x - 9), (3 x + 3), 3 x e 2 x,
respectivamente. Sabendo-se que os lados a e b são lados opostos,
então o perímetro do quadrilátero é igual a:

a) 25
b) 30
c) 35
d) 40
e) 50
SOLUÇÃO:
Sempre que um quadrilátero for circunscrito a uma circunferência, a
soma de seus lados opostos é igual.

O perímetro é a soma dos lados:

Como x=6
76979202391

Gabarito: Letra B
*******

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 27 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18

A diagonal do quadrado de lado é igual a:.

Questão 18: ESAF - GeFaz (SEF MG)/SEF MG/2005


Considere um terreno quadrado com o comprimento do lado
medindo uma unidade. Indique qual o número racional p/q que
representa a medida do comprimento da diagonal desse terreno.

a) Tal número racional não existe porque essa medida é um


número irracional
b) p=1414, q=1000
c) p=1414-14=1400, q=990
d) p=141-14=127, q=90
e) p=1414-141=1273, q=900
SOLUÇÃO:
A diagonal do quadrado de lado é igual a .

Como o nosso quadrado tem lado igual a 1, sua diagonal vale , que,
por definição, é um número irracional e não existe um número racional
p/q que o represente.

Obs.: Nessa questão tem uma pegadinha: costumamos aproximar a


por 1,414. Isto pode ter levado muita gente a marcar a letra b). Mas
não se confunda, isto é apenas uma aproximação. O número é infinito
e irracional.

Gabarito: Letra A
*******

76979202391

Questão 19: ESAF - Ag Faz (Pref RJ)/Pref RJ/2010

Um quadrado possui um círculo circunscrito e um círculo inscrito.

Qual a razão entre a área do círculo circunscrito e a área do círculo


inscrito?

a)
b) 2
c) 2
d) 4
e) 1

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 28 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18
SOLUÇÃO:
Façamos o desenho:

R
r

Observe bem. O raio do círculo menor é igual à metade do lado do


quadrado.

O raio do círculo maior é igual à metade da diagonal do quadrado.

A razão entre as áreas será:

Gabarito: Letra C
*******

Questão 20: ESAF - ATEng (Pref RJ)/Pref RJ/2010

Um quadrado de lado unitário está inscrito em um círculo que, por


sua vez, está inscrito em outro quadrado de lado L.

Determine o valor mais próximo de L.

a) 1,732
b) 1,414
c) 2 76979202391

d) 1,5
e) 1,667
SOLUÇÃO:
L
1

O raio do círculo é igual à metade da diagonal do quadrado menor, cujo


lado é 1.

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 29 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18

L
1

O lado L do quadrado maior é igual ao dobro do raio:

Gabarito: Letra B
*******

Questão 21: ESAF - ATEng (Pref RJ)/Pref RJ/2010

Considere um terreno quadrado com área de 1600 m2 e vértices A,


B, C e D, sendo que A e C são vértices não adjacentes. Um ponto
está sobre a diagonal BD a uma distância de 10m da intercessão
das diagonais do quadrado.

Qual é o valor mais próximo da distância deste ponto até o vértice


C?
76979202391

a) 30 m
b) 17,32 m
c) 34,64 m
d) 28,28 m
e) 14,14 m
SOLUÇÃO:

Aplicando a fórmula da área do quadrado:

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 30 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18

D C

20√2

10

A B

Aplicando Pitágoras:

Gabarito: Letra A
*******

Questão 22: ESAF - EPPGG/MPOG /2000


Em triângulo equilátero de lado igual a 12cm, traça-se um
segmento XY paralelo ao lado BC de modo que o triângulo fique
decomposto em um trapézio e em um novo triângulo. Sabendo-se
que o perímetro do trapézio é igual ao perímetro do novo triângulo,
então o comprimento do segmento de reta XY em centímetros vale:
a) 5
b) 6
c) 9
d) 10
e) 12

SOLUÇÃO: A76979202391

X x
12 12
x

y y

B 12 C
Perímetro do Trapézio:

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 31 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18
Perímetro do novo Triângulo:

Como eles são iguais, fazemos:

Mas,

Ficamos com o sistema:

Resolvendo, x = 9

Gabarito: Letra C
*******

I.5 Polígonos

O número de diagonais de um polígono de n lados


é:

Questão 23: ESAF - AFT/MTE/2006

Em um polígono de n lados, o número de diagonais determinadas


a partir de um de seus vértices é igual ao número de diagonais de
76979202391

um hexágono. Desse modo, n é igual a:

a) 11
b) 12
c) 10
d) 15
e) 18
SOLUÇÃO:
O número de diagonais de um polígono de n lados é:

Para o hexágono,

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 32 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18

Para um polígono de n lados, o número de diagonais que saem de um


de seus vértices é igual a (n-3). Igualando, vem:

Gabarito: Letra B
*******

A soma dos ângulos internos de um polígono


convexo de n lados é igual a:

Questão 24: ESAF - Ana Tec (SUSEP)/SUSEP/Controle e


Fiscalização/2010 - ADAPTADA

A soma Si dos ângulos internos de um polígono convexo de n lados,


com n ≥ 3, é dada por Si=(n-2).1800. O número de lados de três
polígonos convexos, P1, P2 e P3, são representados,
respectivamente, por (x-3), x e (x+3).

Sabendo-se que a soma de todos os ângulos internos dos três


polígonos é igual a 32400, então o número de lados do polígono P1
e o total de diagonais do polígono P3 são, respectivamente, iguais
a:

a) 5 e 5
b) 5 e 44
c) 11 e 44
76979202391

d) 5 e 11
e) 11 e 5
SOLUÇÃO:
A soma dos ângulos internos de um polígono convexo de n lados é igual
a:

Para P1:
Para P2:
Para P3:

Soma dos ângulos internos de P1, P2 e P3:

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 33 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18

Logo, o número de lados do polígono P1 é igual a x-3, é igual a


5.

O número de lados de P3 é x+3=11


O total de diagonais de P3 é:

Gabarito: Letra B
*******

O ângulo interno de um polígono regular convexo


de n lados é igual a:

Questão 25: ESAF/MPOG /2008

Dois polígonos regulares, X e Y, possuem, respectivamente, (n+1)


lados e n lados. Sabe-se que o ângulo interno do polígono X excede
o ângulo interno do polígono Y em 5° (cinco graus). Desse modo,
o número de lados dos polígonos X e Y são, respectivamente, iguais
a:
76979202391

a) 9 e 8
b) 8 e 9
c) 9 e 10
d) 10 e 11
e) 10 e 12
SOLUÇÃO:
O ângulo interno de um polígono regular convexo de n lados é igual a:

Para o polígono X:

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 34 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18
Para o polígono Y:

Fazendo a diferença:

Aqui, você pode efetuar a multiplicação e achar a resposta da equação


do 2º grau OU...

Observar que você está buscando dois números consecutivos positivos


(n e n+1) cuja multiplicação vale 72. Esses números só podem ser 9 e
8.

Gabarito: Letra A
*******

I.6 Teorema de Tales

Um feixe de retas paralelas determina, sobre duas


retas transversais, segmentos proporcionais

Questão 26: ESAF - AFC (STN)/STN/Contábil-Financeira/2005


Um feixe de 4 retas paralelas determina sobre uma reta
transversal, A, segmentos que medem 2 cm, 10 cm e 18 cm,
respectivamente. Esse mesmo feixe de retas paralelas determina
sobre uma reta transversal, B, outros três segmentos. Sabe-se que
76979202391

o segmento da transversal B, compreendido entre a primeira e a


quarta paralela, mede 90 cm. Desse modo, as medidas, em
centímetros, dos segmentos sobre a transversal B são iguais a:

a) 6, 30 e 54
b) 6, 34 e 50
c) 10, 30 e 50
d) 14, 26 e 50
e) 14, 20 e 56

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 35 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18
SOLUÇÃO:
p q

2 x

10 y

18 z

r s

Pelo Teorema de Tales, os segmentos de reta são proporcionais:

76979202391

Gabarito: Letra A
*******

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 36 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18
I.7 Semelhança de Polígonos

Dois polígonos com mesmo número de lados são


semelhantes se possuírem:
- ângulos correspondentes iguais
- lados correspondentes proporcionais

Questão 27: ESAF / AFTN – 1998

Um trapézio ABCD possui base maior igual a 20 cm, base menor


igual a 8 cm e altura igual a 15 cm. Assim, a altura, em cm, do
triângulo limitado pela base menor e o prolongamento dos lados
não paralelos do trapézio é igual a:

a) 10
b) 5
c) 7
d) 17
e) 12

SOLUÇÃO:

h
8

15

20
76979202391

Como os triângulos são semelhantes, podemos fazer:

Resolvendo a equação,

Gabarito: Letra A
*******

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 37 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18

Questão 28: ESAF / MPOG – 2002

A razão de semelhança entre dois triângulos, T1, e T2, é igual a 8.


Sabe-se que a área do triângulo T1 é igual a 128 m2. Assim, a área
do triângulo T2 é igual a:

a) 4m2
b) 16 m2
c) 32 m2
d) 64 m2
e) 2 m2
SOLUÇÃO:
A área de dois triângulos semelhantes segue a seguinte razão:

Onde k é a razão de semelhança entre os triângulos:

Gabarito: Letra E
*******

Questão 29: ESAF / MRE – 2002

Um trapézio ABCD, com altura igual a h, possui bases AB = a e CD


= b, com a > b. As diagonais deste trapézio determinam quatro
triângulos. A diferença entre as áreas dos triângulos que têm por
bases AB e CD respectivamente e por vértices opostos a interseção
das diagonais do trapézio é igual a: 76979202391

a) (a + b)/2
b) (a + b).h/2
c) (a - b).h/2
d) (a - b)/2
e) (b -a).h/2

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 38 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18
SOLUÇÃO:
D b C

h2
O

h1

A a B

A área do triangulo ABO é igual a:

A área do triangulo CDO é igual a:

Perceba que os triângulos ABO e CDO são semelhantes. Logo, podemos


escrever:

Somando as duas frações, temos:

Ora, mas h1+h2=h. Podemos escrever:

Então:

76979202391

A área do triangulo ABO será:

A área do triangulo CDO será:

A diferença entre as áreas é:

Gabarito: Letra C
*******

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 39 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18

Questão 30: ESAF / Serpro – 2001

Um triângulo tem lados que medem respectivamente, 6m, 8m e


10m. Um segundo triângulo, que é um triângulo semelhante ao
primeiro, tem perímetro igual a 12m. A área do segundo triângulo
será igual a:
a) 6 m2
b) 12 m2
c) 24 m2
d) 48 m2
e) 60 m2
SOLUÇÃO:
Sejam a, b e c os lados do segundo triângulo.
Se eles são semelhantes, podemos escrever:

Ora, este triângulo de lados 3, 4 e 5 é o triângulo retângulo mais famoso


que existe! Se você não conhece, trate de conhece-lo!!!

A área dele será:

Gabarito: Letra A
*******

76979202391

Questão 31: ESAF / APOF - SEFAZ-SP – 2009

Em uma cidade, às 15 horas, a sombra de um poste de 10 metros


de altura mede 20 metros e, às 16 horas do mesmo dia, a sombra
deste mesmo poste mede 25 m. Por interpolação e extrapolação
lineares, calcule quanto mediria a sombra de um poste de 20
metros, na mesma cidade, às 15h30min do mesmo dia.

a) 20m
b) 35m
c) 65m
d) 50m
e) 45m

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 40 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18
SOLUÇÃO:

15h
16h

10

20 5

Por interpolação, vamos estimar quanto mediria a sombra do poste de


10m às 15:30. Veja, se em uma hora, ela avança 5 metros, quanto ela
avança em meia hora:
1h ------------------------------5m
0,5h----------------------------x
X = 2,5m

Logo, às 15:30, o poste de 10m tem sombra de 22,5m. Para calcular a


sombra de um poste de 20m nesta mesma hora, temos que fazer a
semelhança de triângulos:

15:30

20

10

x 22,5

Fazendo a semelhança, temos a seguinte proporção entre os triângulos:

76979202391

A sombra vale 45m

Gabarito: Letra E
*******

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 41 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18

Questão 32: ESAF / 2008

Dois triângulos, X Y Z e X’ Y’ Z’ são semelhantes. O lado X Y do


triângulo X Y Z mede 20 cm e seu lado homólogo X’ Y’, do triângulo
X’ Y’ Z’, mede 40 cm. Sabendo-se que o perímetro do triângulo X’
Y’ Z’ é igual a 200 cm, então o perímetro do triângulo X Y Z é, em
centímetros, igual a:

a) 100
b) 105
c) 150
d) 175
e) 205
SOLUÇÃO:
Questão imediata e direta. A razão de semelhança vale:

Ou seja, cada lado de XYZ é metade de cada lado de X’Y’Z’. Se o


perímetro de X’Y’Z’ vale 200, o perímetro de XYZ vale metade disso, ou
seja, 100;
Gabarito: Letra A
*******

I.8 Áreas

Área do Triângulo:

Área do Quadrado:

Área do Retângulo:
76979202391

Área do Paralelogramo:

Área do Trapézio:

Área do Círculo:

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 42 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18

Questão 33: ESAF - AUFC/TCU/1999


Um quadro retangular cobre exatamente 25% da área de uma
parede, também retangular, que mede 3 metros de altura por 2
metros de largura. Sabe-se que as dimensões do quadro estão na
mesma razão que as da parede, isto é, que sua altura está para sua
largura assim como 3 está para 2. Assim, se quiséssemos que o
quadro cobrisse exatamente toda a superfície da parede,
deveríamos multiplicar a sua altura e a sua largura por:
a) 2
b) 3
c) 4
d) 5
e) 6
SOLUÇÃO:
A área de um retângulo é o produto da base pela altura:

No nosso exercício, a área da parede vale:

A área do quadro vale 25% disso, ou seja, 0,25x6 = 1,5. Então:

As dimensões do quadro estão na razão 3 para 2, ou seja:

Substituindo (ii) em (i):

76979202391

Para que a área do quadro cubra toda a parede, vamos multiplicar cada
dimensão do quadro (base e altura) por uma constante k:

A nova área do quadro será

Igualando essa nova área à área da parede, vem:

Gabarito: Letra A
*******

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 43 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18

Questão 34: ESAF - APOFP SP/SEFAZ SP/2009


A e B são os lados de um retângulo I. Ao se aumentar o lado A em
20% e reduzir-se o lado B em 20% obtém-se o retângulo II. Se, ao
invés disso, se aumentar o lado B em 20% e diminuir-se o lado A
em 20%, tem-se o retângulo III.
Pode-se afirmar que:
a) os três retângulos têm a mesma área.
b) os retângulos II e III têm uma área igual, maior que a do
retângulo I.
c) o retângulo II tem a maior área.
d) o retângulo III tem a maior área.
e) o retângulo I tem a maior área.
SOLUÇÃO:
A área do retângulo I é:

A área do retângulo II é:

A área do retângulo II é:

O retângulo I tem a maior área.


Gabarito: Letra E
*******

Questão 35: ESAF - AFT/MTE/2010


Quando se faz alguns lados de um polígono tenderem a zero ele
degenera naturalmente em um polígono de menor número de lados
podendo até eventualmente degenerar em um segmento de reta.
Dessa maneira, considere um quadrilátero com duas diagonais
iguais e de comprimento cada uma. Sendo A a área desse
quadrilátero, então:
a) A = 25.
b) 25 ≤ A ≤ 50.
c) < A ≤ 25.
d) 0 ≤ A ≤ 25. 76979202391

e) A ≥ 25.
SOLUÇÃO:
A área máxima ocorre quando essas diagonais forem perpendiculares e
nós teremos um quadrado. Se a diagonal mede , o lado do quadrado
mede 5 e a área A=25.

A área mínima ocorrerá na situação extrema proposta no enunciado,


quando as diagonais tenderem a coincidir e o quadrilátero tender a se
degenerar em um segmento de reta, de área nula, ou A = 0

Gabarito: Letra D
*******

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 44 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18

Questão 36: ESAF - AFC (CGU)/CGU/2002


Um terreno triangular, localizado em uma esquina de duas ruas que
formam entre si um ângulo de /2 radianos, tem frentes de 12
metros e 16 metros. Um arquiteto, para executar um projeto
arquitetônico, calculou a área e o perímetro do terreno,
encontrando respectivamente:

a) 48 m2 e 40 m
b) 40 m2 e 48 m
c) 96 m2 e 48 m
d) 96 m2 e 60 m
e) 192 m2 e 96 m
SOLUÇÃO:
O ângulo de radianos nada mais é do que 90˚, ou seja, um ângulo
reto. Logo o nosso triângulo é retângulo de catetos 12 e 16. Para calcular
a hipotenusa, basta aplicar Pitágoras:

O perímetro vale:

A área vale:

Gabarito: Letra C
*******

Questão 37: ESAF / AFTN – 1998 Em um triângulo retângulo, um


dos catetos forma com a hipotenusa um ângulo de 45°. Sendo a
área do triângulo igual a 8 cm2, então a soma das medidas dos
catetos é igual a:
a) 8 cm2
b) 16 cm
c) 4 cm 76979202391

d) 16 cm2
e) 8 cm
SOLUÇÃO:
Em um triângulo retângulo, se um ângulo vale 45º, o outro também vale
45º e este triângulo é isósceles, ou seja, os catetos são iguais a “c”. A área desse
triângulo vale:

A soma das medidas dos catetos vale 8 cm.


Gabarito: Letra E
*******

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 45 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18

Questão 38: ESAF / TTN – 1997 Um triângulo isósceles tem um


perímetro de 32 cm e uma altura de 8 cm com relação à base. A
área do triângulo é:
a) 24 cm2
b) 16 cm2
c) 96 cm2
d) 100 cm2
e) 48 cm2
SOLUÇÃO:
l l

32-2l
Aplicando o Teorema de Pitágoras, temos:

Resolvendo a equação:

Como a questão pede a área:

Gabarito: Letra E
*******
Questão 39: ESAF - APO (MPOG)/MPOG/Planejamento e
Orçamento/2005
O raio do círculo A é 30% menor do que o raio do círculo B. Desse
modo, em termos percentuais, a área do círculo A é menor do que
a área do círculo B em:
a) 51%
b) 49%
c) 30%
d) 70% 76979202391

e) 90%
SOLUÇÃO:
A área do círculo de raio r é dada por:

Chamemos o raio do círculo B de r. Logo, o raio do círculo A vale 0,7r.

A área do círculo A, cujo raio é 0,7r, vale:

A área do círculo A vale 49% da área do círculo B, ou seja, ela é menor


em 51%. Cuidado com essa pegadinha!
Gabarito: Letra A
*******

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 46 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18

Questão 40: ESAF - AFC (CGU)/CGU/2001

Um hexágono é regular quando, unindo-se seu centro a cada um


de seus vértices, obtém-se seis triângulos equiláteros. Desse
modo, se o lado de um dos triângulos assim obtidos é igual a m,
então a área, em metros, do hexágono é igual a:

a)
b)
c)
d)
e)
SOLUÇÃO:
A área do triângulo equilátero de lado l vale:

Como o lado l vale: , a área do triângulo equilátero valerá:

Como o hexágono é composto por 6 desses triângulos equiláteros, para


achar a área do hexágono, devemos multiplicar a área do triângulo por
76979202391

6:

Reparem que não há alternativa correta; por isso a questão foi anulada.

Gabarito: Anulada
*******

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 47 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18

II. Geometria Espacial


Nos exercícios de Geometria Espacial, o candidato precisa treinar sua “visão
espacial” e fazer o desenho correto do que a questão está pedindo. Uma
vez desenhado corretamente, você mata a questão com a teoria de
Geometria Plana. Vamos fazer alguns exercícios para treinar?

Questão 41: ESAF - ATRFB/SRFB/2009


Em uma superfície plana horizontal, uma esfera de 5 cm de raio
está encostada em um cone circular reto em pé com raio da base
de 5 cm e 5 cm de altura. De quantos cms é a distância entre o
centro da base do cone e o ponto onde a esfera toca na superfície?

a) 5.
b) 7,5.
c)
d)
e) 10.
SOLUÇÃO:

A d O

5 5
M

A’ 5 76979202391
C O’

A distância a ser calculada é A’O’. Mas note que, como a altura do cone
é igual ao raio da esfera, a distância AO é igual à distância A’O’.

O ângulo AÂ’C é igual a 90º, pois trata-se de uma altura. Como os lados AA’ e
A’C são iguais a 5, o triângulo AA’C é isósceles e os ângulos A’AC e ACA’ valem
45º.

Ora, se o ângulo A’AC vale 45º, o ângulo OAM também vale. Note que o ângulo
AMO é reto, pois AC é uma tangente. Logo, o ângulo MOA também vale 45º e o
triângulo AMO é isósceles.

Se AMO é isósceles, AM=OM. Mas OM é o raio, igual a 5. Logo AM=5.

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 48 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18
Logo, AO é a hipotenusa de um triângulo retângulo isósceles de catetos iguais a
5.
Então:

Gabarito: Letra D
*******

Questão 42: ESAF / ANA – 2009 Três esferas rígidas estão imóveis
em uma superfície plana horizontal, sendo que cada esfera está
encostada nas outras duas. Dado que a maior delas tem um raio de
4cm e as outras duas têm raios de 1cm, os pontos em que as
esferas tocam o chão formam um triângulo cuja área é:

a) cm2
b) cm2
c) 2 cm2
d) cm2
e) cm2
SOLUÇÃO:
Olhando as esferas de cima, temos a seguinte situação:

A B

76979202391

O que nós estamos buscando é a área do triângulo formado pelas


projeções no chão dos centros das esferas: A’B’O’. Mas perceba que a
esfera maior tem altura maior e o triângulo ABO na figura está um pouco
inclinado com relação ao chão. Perceba o que estou dizendo pela vista
lateral de duas esferas:

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 49 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18

O
A

Vamos calcular quanto vale a projeção A’O’

O
A
D
1 4

A’ O’

O segmento OD vale a diferença entre os raios: 4-1=3cm


O segmento OA vale a soma dos raios: 4+1=5cm

Agora, olhando para o triângulo AOD, percebemos que ele é retângulo


de hipotenusa 5 e um dos catetos valendo 3. Logo, o outro cateto só
pode valer 4. Estão lembrados do famoso triângulo 3,4,5? Se não
estiverem lembrados, Pitágoras nele!

Ora, se AD=4cm, A’O’=4cm = B’O’. Resta-nos calcular A’B’. Mas esse é


muito fácil. As esferas de centros A e B têm mesmo raio e mesma altura
com relação ao solo, ou seja, o tamanho do seguimento projeção A’B’ é
exatamente igual ao tamanho do seguimento AB, que é igual à soma
dos raios da esferas menores. Logo, A’B’=2.
76979202391

Para finalizar, temos o seguinte triângulo A’O’B’ no solo, cuja área


queremos calcular:

A’ 2 B’

4 h 4

O’

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 50 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18
Trata-se de um triângulo isósceles, onde a altura relativa à base a corta
no ponto médio. Então, podemos fazer Pitágoras para achar o valor da
altura:

Logo, a área valerá:

Gabarito: Letra D
*******

Questão 43: ESAF - ATEng (Pref RJ)/Pref RJ/2010

Considere um cubo C no qual a área de cada face mede 4 cm2.

Sabendo-se que a diagonal do cubo é o segmento de reta que une


dois vértices não pertencentes à mesma face, então a diagonal do
cubo C mede, em centímetros:

a)
b)
c)
d)
e)
SOLUÇÃO:
Se a área de cada face mede 4cm2, temos que a aresta vale 2cm, pois
as faces do cubo são quadrados de lado l cuja área é:

Para calcular a diagonal do cubo, vamos considerar o triângulo ABC


destacado em vermelho abaixo.
76979202391

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 51 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18
Perceba que AB é uma aresta do cubo, AB=a; BC é a diagonal do
quadrado que é uma das faces do cubo, BC= . AC é o que nós
queremos saber.

Como ABC é um triângulo retângulo, Pitágoras nele:

A diagonal do cubo vale:

No nosso exercício:

Gabarito: Letra A
*******

II.1 Volumes

Volume do Paralelepípedo:

Volume do Cubo:

Volume do Cilindro:

76979202391

Volume do Prisma:

Volume do Cone:

Volume da Esfera:

Volume do Tetraedro:

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 52 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18

Questão 44: ESAF - TFC (CGU)/CGU/2001

Em um depósito devem ser acondicionadas caixas em forma de


cubo medindo externamente 50 cm de aresta ou lado da face.
Considerando que se arrumaram as caixas face a face formando
uma base retangular de 10 por 30 caixas e sempre com 12 caixas
de altura, obtenha o volume do paralelepípedo formado, admitindo
que as caixas se encaixam ao lado e em cima das outras
perfeitamente, sem perda de espaço.

a) 450 m3
b) 360 kl
c) 288 m3
d) 240 m3
e) 150 kg
SOLUÇÃO:
O volume do paralelepípedo é dado pelo produto das três dimensões:
comprimento, largura e altura:

O comprimento da base do nosso paralelepípedo mede 10 cubos de


50cm de aresta cada. Logo, a=10x50=500cm

A largura da base do nosso paralelepípedo mede 30 cubos de 50cm de


aresta cada. Logo, b=30x50=1.500cm

A altura do nosso paralelepípedo mede 12 cubos de 50cm de aresta


cada. Logo, c=12x50=600cm

O volume será:

76979202391

Gabarito: Letra A
*******

Questão 45: ESAF / MPOG – 2008

Beatriz aposentou-se e resolveu participar de um curso de


artesanato. Em sua primeira aula, ela precisou construir uma caixa
retangular aberta na parte de cima. Para tanto, Beatriz colou duas
peças retangulares de papelão, medindo 200 cm2 cada uma, duas
peças retangulares, também de papelão, medindo 300 cm2 cada

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 53 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18

uma e uma outra peça retangular de papelão medindo 600 cm2.


Assim, o volume da caixa, em litros, é igual a:

a) 48
b) 6
c) 36
d) 24
e) 12
SOLUÇÃO:
Repare que nós só sabemos as áreas das faces. Para calcular o volume
da caixa, precisamos saber os comprimentos de cada lado de cada face.

Supondo que a área da parte inferior seja 600, a b=600 (i)


Supondo que a área frontal seja 300, b c=300 (ii)
Supondo que a área lateral seja 200, a c=200 (iii)

Dividindo (i) por (iii): b=3c (iv)

Substituindo (iv) em (ii): c=10


De (iv): b=30
De (iii): a=
76979202391

Gabarito: Letra B
*******

Questão 46: ESAF - Ana Tec (SUSEP)/SUSEP/Controle e


Fiscalização/2010

Um aquário em forma de cubo possui capacidade para abrigar 20


peixinhos coloridos por metro cúbico. Sabendo-se que uma
diagonal de face desse aquário mede 10 metros, então o volume
do aquário, em metros cúbicos (m3), e o número aproximado de

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 54 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18

peixinhos que podem ser abrigados neste aquário são,


respectivamente, iguais a:

a) ;
b) ;
c) ;
d) ;
e) ;
SOLUÇÃO:
Se uma diagonal de face do cubo mede 10,

A aresta vale:

O volume do cubo é dado por:

Como o aquário abriga 20 peixes por m3, para saber o número de peixes
que ele comporta, basta multiplicar o volume por 20. Assim:
76979202391

Jogando o 20 para dentro da raiz:

Gabarito: Letra A

Observação: eu entendo que esta questão deveria ter sido anulada.


Repare que as respostas da quantidade de peixes estão todas em kg,
mas a questão nunca nos disse a massa aproximada de um peixe. Assim,
a letra A só estaria correta se partíssemos da premissa que cada peixe
tem aproximadamente 1kg e peixes teriam aproximadamente
kg.

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 55 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18

Observação2: Em casos como esses, na hora, não adianta querer brigar


com a prova, ok? Veja que, depois que você encontra o volume, a
reposta fica entre as alternativas A e B. Daí você acha o número de
peixinhos igual a . À primeira vista, você fica meio preocupado
quando repara que todas as respostas estão em kg. Mas depois de
procurar no enunciado alguma menção à massa do peixe e não
encontrar, marque a alternativa A sem medo!
*******

Questão 47: ESAF - ATEng (Pref RJ)/Pref RJ/2010

Se o volume de um cone de altura h e diâmetro da base d é V, então


o volume de um cone de mesma altura h e diâmetro da base 2d é:

a) 2V.
b) 4V.
c) V.
d) 2V2.
e) V3.
SOLUÇÃO:
O volume de um cone é dado por:

No nosso caso, se a altura vale h e o diâmetro vale d (r=d/2), temos:

Quando o diâmetro valer 2d, r=d:

76979202391

Repare que as respostas estão todas em função de V. Então, para achar


V` em função de V, divida um pelo outro:

Logo,

Gabarito: Letra B
*******

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 56 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18

Questão 48: ESAF - AFC (CGU)/CGU/2002


Um dos lados de um retângulo é 7 cm maior do que o outro lado.
Se a diagonal deste retângulo mede 13 cm, então o volume de um
prisma regular, de 5 cm de altura, e que tem como base este
retângulo, é igual a:

a) 50 cm3
b) 65 cm3
c) 150 cm3
d) 200 cm3
e) 300 cm3
SOLUÇÃO:
Sejam os lados “a” e “b” do retângulo a seguir:

13
a=x

b = x+7

Para achar o valor de x, Pitágoras nele:

Dividindo tudo por 2:

76979202391

Os possíveis valores de x são: x = -12 ou x = 5

Como x é um comprimento, descartamos a opção negativa e ficamos


com x = 5. Os lados

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 57 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18

Observação: Depois do triângulo 3,4,5, este é o segundo triângulo


retângulo mais famoso: 5,12,13.
Sempre que a questão te der um triângulo retângulo de hipotenusa 13,
desconfie! Se um dos catetos for 5, o outro é 12 e vice-versa! Mas se
você não se lembrar dessa dica, sempre dá para fazer por Pitágoras!

O volume de um prisma é dado pelo produto da área da base pela altura:

No nosso prisma, a base é um retângulo de lados “a” e “b”, cuja área é


dada por:

O volume do prisma é dado por:

Gabarito: Letra E
*******

Questão 49: ESAF / TFC – 1997

Sabe-se que o volume de um cubo cujas arestas medem 1m é igual


76979202391

a 1000 litros. Um reservatório tem a forma de um prisma reto de


comprimento retangular cuja base em seu interior tem 30m de
comprimento e 10m de largura. A quantidade de litros a ser
acrescentada para elevar o nível de liquido do reservatório em 30
cm é igual a:
a) 1.500
b) 2.500
c) 45.000
d) 75.000
e) 90.000
SOLUÇÃO:

No nosso prisma, a base é um retângulo, cuja área é dada por:

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 58 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18

Agora, eu quero saber o volume de água que cabe em 30cm de altura


desse prisma

O volume de um prisma é dado pelo produto da área da base pela altura:

Transformando para dm3 (Lembrando que 1dm3 = 1 litro):

Gabarito: Letra E
*******

76979202391

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 59 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18

III. Geometria Analítica

III.1 Eixos Coordenados

A Geometria Analítica trabalha com a representação dos entes da


Geometria Plana nos eixos coordenados. Os eixos coordenados são o eixo
x (chamado de eixo das abscissas) e o eixo y (chamado de eixo das
ordenadas). Neles são representados todos os pares ordenados (x,y), que
representam os pontos.

2º 1º
Quadrante Quadrante
x<0 x>0
y>0 y>0

3º 4º
Quadrante Quadrante
x<0 x>0
y<0 y<0

76979202391

Questão 50: ESAF / TTN – 1998

A área de um círculo localizado no segundo quadrante e cuja


circunferência tangencia os eixos coordenados nos pontos (0,4) e
(- 4,0) é dada por

a) 16
b) 4
c) 8
d) 2
e) 32

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 60 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18
SOLUÇÃO:
y

(0,4)

(-4,0) x

Observe que, nessa situação, o raio do círculo vale 4 e sua área é dada
por

Gabarito: Letra A
*******

A Distância entre quaisquer dois pontos A(x1,y1) e B(x2,y2) é dada


por:

III.2 Equação da Reta

A Equação da Reta nos eixos coordenados é:


76979202391

onde:
a é o coeficiente angular
b é o coeficiente linear

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 61 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18

Questão 51: ESAF - Ag Faz (Pref RJ)/Pref RJ/2010

Um equipamento no valor D vai ser depreciado em n períodos,


ocorrendo a primeira depreciação no fim do primeiro período, a
segunda depreciação no fim do segundo período e assim por
diante. Plotando-se no eixo vertical de um gráfico bidimensional os
valores de Dk, onde Dk é o valor remanescente do equipamento
após a k-ésima depreciação, com k = 1, 2,..., n, os pontos (k,Dk)
estarão sobre a reta que passa pelos pontos (0,D) e (n,0).

Supondo n=10 e D = R$ 50.000,00, qual o valor remanescente do


equipamento após a sétima depreciação?

a) R$ 12.500,00
b) R$ 15.000,00
c) R$ 10.000,00
d) R$ 17.500,00
e) R$ 20.000,00
SOLUÇÃO:
Quando a questão nos informa dois pontos da reta, podemos desenhá-
la nos eixo cartesiano:

(0,D)
50.000

(n,0)
76979202391

10 x

Precisamos saber quem é D7.

De posse destes dois pontos, podemos encontrar a equação da reta:

onde:
a é o coeficiente angular
b é o coeficiente linear

Para encontrar o coeficiente angular, temos que achar a tangente do


ângulo que a reta forma com o eixo x.

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 62 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18

50.000

10 x

Como este ângulo é maior do que 90º, temos um macete. A sua


tangente será igual à “menos” a tangente do seu suplemento, ou seja:

Agora repare que 180 – é exatamente o ângulo interno do triângulo


retângulo que a reta delimita com os eixos e achar sua tangente é muito
fácil! Assim:

50.000

180 –
10 x
76979202391

Nosso coeficiente angular será:

Uma outra maneira de encontrar o coeficiente angular sem precisar


desenhar a reta e calcular a tangente é a seguinte.

O coeficiente angular de uma reta r que passa pelos pontos A(xA,yA) e


B(xB,yB) é dado por: (diferença dos “y”/diferença dos “x”):

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 63 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18
Como a nossa reta passa pelos pontos: (0,50.000) e (10,0), o
coeficiente angular é dado por:

Para encontrar o coeficiente linear, temos que achar a ponto em que


a reta corta o eixo y, ou seja, o par ordenado em que x=0. Esse é fácil
e foi dado no enunciado o ponto (0,50.000):

A equação da reta será:

Como eu quero saber o valor remanescente do equipamento após a


sétima depreciação, basta fazer x=7:

2ª SOLUÇÃO:
Por semelhança de triângulos.:

50.000

y
76979202391

7 10 x

Gabarito: Letra B
*******

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 64 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18

Questão 52: ESAF - AFC (CGU)/CGU/2001

Sabe-se que as retas de equações e interceptam-


se em um ponto P(x<0; y<0). Logo,

a)
b)
c)
d)
e)
SOLUÇÃO:
Esta questão é bem conceitual e requer uma análise qualitativa nossa.
Veja, a reta r1, onde y= x tem coeficiente linear nulo, pois quando x=o,
y=0. Isto quer dizer que a reta r1 cruza a origem dos eixos coordenados.
Logo, ela pode assumir duas inclinações. A depender do sinal de seu
coeficiente angular :

SITUAÇÃO 1 ( >0): SITUAÇÃO 2 ( <0):

r1 r1

OU

A questão nos fala que as retas se interceptam em um ponto P do


terceiro quadrante (x<0 e y<0). Logo. A situação 2 não é possível, pois
não cruza o terceiro quadrante. Disto concluímos que >0.
76979202391

Nos pontos em que as retas se interceptam, as ordenadas são iguais.


Logo, podemos igualar as equações:

Ora, mas no ponto de interseção, x<0. Como >0, o produto de x por


( +2) será sempre negativo. Disto concluímos que <0.
Gabarito: Letra B
*******

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 65 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18

Questão 53: ESAF / Serpro – 1996

O ponto de interseção das retas 2x+y-1=0 e x-y+16=0 tem


coordenadas iguais a:

a) (-11,-5)
b) (-11,3)
c) (-5,-1)
d) (11,5)
e) (-5,11)

SOLUÇÃO:
Para encontrar o ponto de interseção de duas retas, basta igualar as
suas equações.

Vamos escrever a equação das duas retas na forma: ax+b.

r1: y=-2x+1
r2: y=x+16

Igualando as equações, vem:

Substituindo x=-5 em qualquer das equações de reta para achar y:

O ponto de interseção é dado pelo par ordenado (x,y)=(-5,11)

Gabarito: Letra E
*******
76979202391

Quando duas retas são perpendiculares, o


produto de seus coeficientes angulares é igual a
-1.

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 66 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18

Questão 54: ESAF / TCE – RN – 2000

A reta R1 que possui coeficiente linear igual a 8 e que é


perpendicular à reta R2 = -(1/3)x+8, forma com os eixos
coordenados e com a reta x=2 uma figura cuja área, em metros
quadrados é igual a:

a) 16
b) 18
c) 22
d) 48
e) 50
SOLUÇÃO:
A reta R1 é da forma: y=ax+b. A questão nos informa seu coeficiente
linear b=8. Para achar seu coeficiente angular a, vamos usar a
informação de que R1 é perpendicular a R2.

Quando duas retas são perpendiculares, o produto de seus


coeficientes angulares é igual a -1.

Logo,

A equação da reta R1 é: y=3x+8.

Vamos esboçar a reta R1 nos eixos coordenados para calcular a área


que a questão pede.
Para esboçar a reta, precisamos de dois pontos.
Quando x=0, y=8. Ponto (0,8)
Quando y=0, x=-8/3. Ponto (-8/3,0)

76979202391

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 67 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18
Para calcular a área em vermelho, precisamos achar o valor de Y. Repare
que esta é a ordenada do ponto em que as retas x=2 e R1 se
interceptam Para achar esse ponto, basta fazer x=2 em R1:

Agora, devemos calcular a área do trapézio vermelho, onde:


Base Maior (B)= 14
Base menor (b) = 8
Altura (h) = 2

A área do trapézio é dada por:

Gabarito: Letra C
*******

Questão 55: ESAF - AFC (STN)/STN/Contábil/2013


Para que a reta de equação 2x - y + 2 = 0 seja perpendicular à reta
de equação kx + 2y + 4 = 0, o valor da constante k deve ser igual
a:
a) 3
b) 1/2
c) 2
d) 1
e) 1/3
76979202391

SOLUÇÃO:
Quando duas retas são perpendiculares, o produto de seus
coeficientes angulares é igual a -1.

Escrevendo as retas na forma ax+b:


y=2x+2 e
y=-kx/2-2

Gabarito: Letra D
*******

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 68 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18
III.3 Área de um triângulo nos eixos coordenados

A área de um triângulo formado pelos pontos


(x1,y1), (x2,y2),(x3,y3) é dada pelo seguinte
determinante:

Questão 56: ESAF - TFC (CGU)/CGU/2001

Um triângulo possui seus vértices localizados nos pontos P(1,4),


Q(4,1) e R(0,y). Para que o triângulo tenha área igual a 6, é
suficiente que y assuma o valor:

a) 2,5
b) -3,7
c) -4,2
d) 7,5
e) 9,0
SOLUÇÃO:
A área de um triângulo formado pelos pontos (x1,y1), (x2,y2),(x3,y3) é
dada pelo seguinte determinante:

76979202391

Vamos calcular:

Gabarito: Letra E
*******

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 69 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18
III.4 Equação da Circunferência

A equação da circunferência de raio R e centro em


(xc,yc) é dada por:

Questão 57: ESAF / AFC – 2002 A circunferência é uma figura


constituída de infinitos pontos, que tem a seguinte propriedade: a
distância de qualquer ponto P(x,y),da circunferência até o seu
centro C(a,b) é sempre igual ao seu raio R. A forma geral da
circunferência é dada por: (x - a)2 + (y - b)2 = R2. Assim, a equação
da circunferência de centro na origem dos eixos e que passa pelo
ponto (3,4) é:
a) x2 + y2 = 4
b) x2 + y2 = 9
c) x2 + y2 = 16
d) x2 + y2 = 25
e) x2 + y2 = 49
SOLUÇÃO:
A equação da circunferência de raio R e centro em (xc,yc) é dada por:

A questão nos informa que o centro da circunferência é a origem, ou


seja, o ponto (0,0). A equação fica:

Resta-nos agora calcular o raio R. Mas note que a questão fala que a
circunferência passa pelo ponto (3,4). Vamos desenhar:

(3,4)
4
76979202391

Aplicando Pitágoras,

A equação da circunferência fica:

Gabarito: Letra D
*******

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 70 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18

IV. Mais questões comentadas...

Questão 58: ESAF - AFRFB 2014


Um polígono regular possui 48 diagonais que não passam pelo seu
centro. A partir dessa informação, pode-se concluir que o número
de lados desse polígono é igual a:
a) 12
b) 36
c) 24
d) 48
e) 22

SOLUÇÃO:
O número total de diagonais (D) de um polígono de n lados é dado por

Quanto às diagonais que passam pelo centro (d), temos que fazer
algumas considerações. Se o número de lados do polígono n for par, o
número de diagonais que passam pelo centro é igual a d=n/2. Se o
número de lados do polígono (n) for ímpar, o número de diagonais que
passam pelo centro é igual a d=0 (zero).

Para achar o número de diagonais que NÃO passam pelo centro, basta
subtrair D - d

Suponhamos n par:

76979202391

Resolvendo a equação, temos n=12 ou n=-8. Desprezando a resposta


negativa, ficamos com n=12, o que é coerente com nossa suposição
inicial (n é par).

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 71 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18
Suponhamos n ímpar:

Esta equação nos leva a um delta ∆=393, que não é um quadrado


perfeito, ou seja, isso vai nos levar a um n não inteiro, o que não é
coerente com nossa suposição.

Logo, n = 12

Gabarito: Letra A
***********

Questão 59: ESAF - AFRFB 2014


Considere a reta R1 dada pela equação 3y = -4x e a circunferência
C1, dada pela equação x2 + y2 + 5x – 7y – 1 = 0.
A partir disso tem-se que:
a) R1 é tangente à C1 e o centro de C1 é o ponto (-5/2,7/2)
b) R1 é exterior à C1 e o centro de C1 é o ponto (-5/2,7/2)
c) R1 é secante à C1 e o centro de C1 é o ponto (5/2,7/2)
d) R1 é secante à C1 e o centro de C1 é o ponto (-5/2,7/2)
e) R1 é secante à C1 e o centro de C1 é o ponto (5/2,-7/2)

SOLUÇÃO:
Para avaliar a posição relativa da reta em relação à circunferência,
igualamos as duas equações. 76979202391

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 72 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18

Repare que o ∆ é positivo, ou seja, há duas raízes reais diferentes para


essa equação, o que quer nos mostrar que a reta corta a circunferência em
dois pontos distintos. Ou seja, são secantes.

A equação de uma circunferência com centro em (xc,yc) e raio R é dada


por:

Desenvolvendo, ficamos com:

Igualando:

O centro de C1 é o ponto (-5/2,7/2)

Gabarito: Letra D

Observação: Esta questão foi anulada. Muito provavelmente porque o Edital


76979202391

não citava EXPRESSAMENTE o tema Geometria Analítica... Mas devemos


estar preparados para tudo!

***********

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 73 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18

V. Lista das Questões Apresentadas


Questão 1: ESAF - ATRFB/SRFB/2009
Sejam X, Y e Z três pontos distintos de uma reta. O segmento XY é
igual ao triplo do segmento YZ. O segmento XZ mede 32
centímetros. Desse modo, uma das possíveis medidas do segmento
XY, em centímetros, é igual a:
a) 27
b) 48
c) 35
d) 63
e) 72

Questão 2: (TFC 1996 ESAF) Os pontos X, Y e Z estão todos no


mesmo plano. A distância, em linha reta, do ponto X ao ponto Y é
de 30 cm, e do ponto X ao ponto Z é de 22 cm. Se d é a distância em
centímetros, também em linha reta, do ponto Y ao ponto Z, então o
conjunto dos possíveis valores para d é dado por:
a) 8 ≤ d ≤ 30
b) 8 ≤ d ≤ 52
c) 22 ≤ d ≤ 30
d) 22 ≤ d ≤ 52
e) 30 ≤ d ≤ 52

Questão 3: ESAF/MPOG – 2006


Considere um triângulo ABC cujos lados, AB, AC e BC medem, em
metros, c, b e a, respectivamente. Uma circunferência inscrita neste
triângulo é tangenciada pelos lados BC, AC e AB nos pontos P, Q e
R, respectivamente.
Sabe-se que os segmentos AR, BP e CQ medem x, y e z metros,
respectivamente. Sabe-se, também, que o perímetro do triângulo
ABC é igual a 36 metros. Assim, a medida do segmento CQ, em
metros, é igual a
a) 18 - c. 76979202391

b) 18 - x.
c) 36 - a.
d) 36 - c.
e) 36 - x

Questão 4: ESAF - TFC (CGU)/CGU/2001


As rodas de um automóvel têm 40 cm de raio. Sabendo-se que cada
roda deu 20.000 voltas, então a distância percorrida pelo
automóvel, em quilômetros(Km), foi de:
a) 16 Km
b) 16 Km
c) 16 2 Km
d) 1,6 . 103 Km

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 74 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18
e) 1,6 . 103 2Km

Questão 5: ESAF / EPPGG – MPOG – 2002


Se o raio de uma circunferência tiver um acréscimo de 50%, então
o acréscimo percentual em seu comprimento será igual a:
a) 25%
b) 50%
c) 75%
d) 80%
e) 85%

Questão 6: ESAF - ATRFB/SRFB/2009


Duas estradas retas se cruzam formando um ângulo de 90 graus
uma com a outra. Qual é o valor mais próximo da distância
cartesiana entre um carro que se encontra na primeira estrada, a 3
km do cruzamento e outro que se encontra na outra estrada a 4 km
do mesmo cruzamento?
a) 5 km.
b) 4 km.
c) 4 km.
d) 3 km.
e) 5 km.

Questão 7: ESAF - APO (MPOG)/MPOG/Planejamento e


Orçamento/2005
Se de um ponto P qualquer forem traçados dois segmentos
tangentes a uma circunferência, então as medidas dos segmentos
determinados pelo ponto P e os respectivos pontos de tangência
serão iguais. Sabe-se que o raio de um círculo inscrito em um
triângulo retângulo mede 1 cm.
Se a hipotenusa desse triângulo for igual a 20 cm, então seu
perímetro será igual a:
a) 40 cm
b) 35 cm 76979202391

c) 23 cm
d) 42 cm
e) 45 cm

Questão 8: ESAF / AFTN – 1996


Uma ferrovia será construída para ligar duas cidades C1 e C2, sendo
que esta última localiza-se a vinte quilômetros a leste e vinte
quilômetros ao sul de C1. No entanto, entre essas duas cidades,
existe uma grande lagoa que impede a construção da ferrovia em
linha reta. Para contornar a lagoa, a estrada deverá ser feita em
dois trechos, passando pela cidade C3, que está a dezesseis
quilômetros a leste e dezoito quilômetros ao sul de C1. O

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 75 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18
comprimento, em quilômetros, do trecho entre a cidade C3 e a
cidade C2 é igual a:
a) 2 /
b) /2
c) 4 /
d) 2
e) 4

Questão 9: ESAF - Ana Tec (SUSEP)/SUSEP/Controle e


Fiscalização/2010
Um círculo está inscrito em um triângulo isósceles de base 6 e
altura 4. Calcule o raio desse círculo.
a) 1,50
b) 1,25
c) 1,00
d) 1,75
e) 2,00

Questão 10: ESAF -MPOG/2006


A base de um triângulo isósceles é 2 metros menor do que a altura
relativa à base. Sabendo-se que o perímetro deste triângulo é igual
a 36 metros, então a altura e a base medem, respectivamente
a) 8 m e 10 m.
b) 12 m e 10 m.
c) 6 m e 8 m.
d) 14 m e 12 m.
e) 16 m e 14 m

Questão 11: ESAF - AFC (CGU)/CGU/Auditoria e Fiscalização/2004


Os ângulos de um triângulo encontram-se na razão 2:3:4. O ângulo
maior do triângulo, portanto, é igual a:
a) 40°
b) 70°
c) 75° 76979202391

d) 80°
e) 90°

Questão 12: ESAF - EPPGG/MPOG /2000


Os catetos de um triângulo retângulo medem, respectivamente,
A+X e A+Y, onde A, X e Y são números reais. Sabendo que o ângulo
oposto ao cateto que mede A+X é igual a 45º, segue-se que
a) Y = -2X
b) Y = (31/2)/2 X
c) Y = 31/2 X
d) Y = X
e) Y = 2X

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 76 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18
Questão 13: ESAF / MRE – 2002
Num triângulo ABC, o ângulo interno de vértice A mede 60°. O maior
ângulo formado pelas bissetrizes dos ângulos internos de vértices
B e C mede:
a) 45º
b) 60º
c) 90º
d) 120º
e) 150º

Questão 14: ESAF / MRE – 2002


O ângulo A de um triângulo qualquer ABC mede 76°. Assim, o menor
ângulo formado pelas bissetrizes externas relativas aos vértices B
e C deste triângulo vale:
a) 50°
b) 52°
c) 56°
d) 64°
e) 128°

Questão 15: ESAF - AUFC/TCU/Controle Externo/Controle


Externo/2002
As medidas dos ângulos do triângulo AYG são tais que  < < 90°
e > 90°. As bissetrizes externas dos ângulos  e cortam os
prolongamentos dos lados opostos YG e AY nos pontos P e Q,
respectivamente. Sabendo que AP=GQ=AG, então a soma dos
ângulos e é igual a:
a) 48°
b) 64°
c) 144°
d) 148°
e) 168°

Questão 16: ESAF - FR (Pref RJ)/Pref RJ/2010


76979202391

Um círculo está inscrito em um triângulo equilátero que, por sua


vez, está inscrito em outro círculo.
Determine a razão entre a área do círculo maior e a área do círculo
menor.
a)
b) 2
c) 3
d)
e) 4

Questão 17: ESAF - AFC (CGU)/CGU/Auditoria e


Fiscalização/Saúde/2008

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 77 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18
Um quadrilátero convexo circunscrito a uma circunferência possui
os lados a, b, c e d, medindo (4 x - 9), (3 x + 3), 3 x e 2 x,
respectivamente. Sabendo-se que os lados a e b são lados opostos,
então o perímetro do quadrilátero é igual a:

a) 25
b) 30
c) 35
d) 40
e) 50

Questão 18: ESAF - GeFaz (SEF MG)/SEF MG/2005


Considere um terreno quadrado com o comprimento do lado
medindo uma unidade. Indique qual o número racional p/q que
representa a medida do comprimento da diagonal desse terreno.
a) Tal número racional não existe porque essa medida é um número
irracional
b) p=1414, q=1000
c) p=1414-14=1400, q=990
d) p=141-14=127, q=90
e) p=1414-141=1273, q=900

Questão 19: ESAF - Ag Faz (Pref RJ)/Pref RJ/2010


Um quadrado possui um círculo circunscrito e um círculo inscrito.
Qual a razão entre a área do círculo circunscrito e a área do círculo
inscrito?
a)
b) 2
c) 2
d) 4
e) 1

Questão 20: ESAF - ATEng (Pref RJ)/Pref RJ/2010


Um quadrado de lado unitário está inscrito em um círculo que, por
76979202391

sua vez, está inscrito em outro quadrado de lado L.


Determine o valor mais próximo de L.
a) 1,732
b) 1,414
c) 2
d) 1,5
e) 1,667

Questão 21: ESAF - ATEng (Pref RJ)/Pref RJ/2010


Considere um terreno quadrado com área de 1600 m2 e vértices A,
B, C e D, sendo que A e C são vértices não adjacentes. Um ponto
está sobre a diagonal BD a uma distância de 10m da intercessão
das diagonais do quadrado.

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 78 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18
Qual é o valor mais próximo da distância deste ponto até o vértice
C?
a) 30 m
b) 17,32 m
c) 34,64 m
d) 28,28 m
e) 14,14 m

Questão 22: ESAF - EPPGG/MPOG /2000


Em triângulo equilátero de lado igual a 12cm, traça-se um
segmento XY paralelo ao lado BC de modo que o triângulo fique
decomposto em um trapézio e em um novo triângulo. Sabendo-se
que o perímetro do trapézio é igual ao perímetro do novo triângulo,
então o comprimento do segmento de reta XY em centímetros vale:
a) 5
b) 6
c) 9
d) 10
e) 12

Questão 23: ESAF - AFT/MTE/2006


Em um polígono de n lados, o número de diagonais determinadas a
partir de um de seus vértices é igual ao número de diagonais de um
hexágono. Desse modo, n é igual a:
a) 11
b) 12
c) 10
d) 15
e) 18

Questão 24: ESAF - Ana Tec (SUSEP)/SUSEP/Controle e


Fiscalização/2010 - ADAPTADA
A soma Si dos ângulos internos de um polígono convexo de n lados,
com n ≥ 3, é dada por Si=(n-2).1800. O número de lados de três
76979202391

polígonos convexos, P1, P2 e P3, são representados,


respectivamente, por (x-3), x e (x+3).
Sabendo-se que a soma de todos os ângulos internos dos três
polígonos é igual a 32400, então o número de lados do polígono P1
e o total de diagonais do polígono P3 são, respectivamente, iguais
a:
a) 5 e 5
b) 5 e 44
c) 11 e 44
d) 5 e 11
e) 11 e 5

Questão 25: ESAF/MPOG /2008

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 79 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18
Dois polígonos regulares, X e Y, possuem, respectivamente, (n+1)
lados e n lados. Sabe-se que o ângulo interno do polígono X excede
o ângulo interno do polígono Y em 5° (cinco graus). Desse modo, o
número de lados dos polígonos X e Y são, respectivamente, iguais
a:
a) 9 e 8
b) 8 e 9
c) 9 e 10
d) 10 e 11
e) 10 e 12
Questão 26: ESAF - AFC (STN)/STN/Contábil-Financeira/2005
Um feixe de 4 retas paralelas determina sobre uma reta
transversal, A, segmentos que medem 2 cm, 10 cm e 18 cm,
respectivamente. Esse mesmo feixe de retas paralelas determina
sobre uma reta transversal, B, outros três segmentos. Sabe-se que
o segmento da transversal B, compreendido entre a primeira e a
quarta paralela, mede 90 cm. Desse modo, as medidas, em
centímetros, dos segmentos sobre a transversal B são iguais a:
a) 6, 30 e 54
b) 6, 34 e 50
c) 10, 30 e 50
d) 14, 26 e 50
e) 14, 20 e 56

Questão 27: ESAF / AFTN – 1998


Um trapézio ABCD possui base maior igual a 20 cm, base menor
igual a 8 cm e altura igual a 15 cm. Assim, a altura, em cm, do
triângulo limitado pela base menor e o prolongamento dos lados
não paralelos do trapézio é igual a:
a) 10
b) 5
c) 7
d) 17
e) 12 76979202391

Questão 28: ESAF / MPOG – 2002


A razão de semelhança entre dois triângulos, T1, e T2, é igual a 8.
Sabe-se que a área do triângulo T1 é igual a 128 m2. Assim, a área
do triângulo T2 é igual a:
a) 4m2
b) 16 m2
c) 32 m2
d) 64 m2
e) 2 m2

Questão 29: ESAF / MRE – 2002

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 80 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18
Um trapézio ABCD, com altura igual a h, possui bases AB = a e CD
= b, com a > b. As diagonais deste trapézio determinam quatro
triângulos. A diferença entre as áreas dos triângulos que têm por
bases AB e CD respectivamente e por vértices opostos a interseção
das diagonais do trapézio é igual a:
a) (a + b)/2
b) (a + b).h/2
c) (a - b).h/2
d) (a - b)/2
e) (b -a).h/2

Questão 30: ESAF / Serpro – 2001


Um triângulo tem lados que medem respectivamente, 6m, 8m e
10m. Um segundo triângulo, que é um triângulo semelhante ao
primeiro, tem perímetro igual a 12m. A área do segundo triângulo
será igual a:
a) 6 m2
b) 12 m2
c) 24 m2
d) 48 m2
e) 60 m2

Questão 31: ESAF / APOF - SEFAZ-SP – 2009


Em uma cidade, às 15 horas, a sombra de um poste de 10 metros
de altura mede 20 metros e, às 16 horas do mesmo dia, a sombra
deste mesmo poste mede 25 m. Por interpolação e extrapolação
lineares, calcule quanto mediria a sombra de um poste de 20
metros, na mesma cidade, às 15h30min do mesmo dia.
a) 20m
b) 35m
c) 65m
d) 50m
e) 45m 76979202391

Questão 32: ESAF / 2008


Dois triângulos, X Y Z e X’ Y’ Z’ são semelhantes. O lado X Y do
triângulo X Y Z mede 20 cm e seu lado homólogo X’ Y’, do triângulo
X’ Y’ Z’, mede 40 cm. Sabendo-se que o perímetro do triângulo X’ Y’
Z’ é igual a 200 cm, então o perímetro do triângulo X Y Z é, em
centímetros, igual a:
a) 100
b) 105
c) 150
d) 175
e) 205

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 81 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18
Questão 33: ESAF - AUFC/TCU/1999
Um quadro retangular cobre exatamente 25% da área de uma
parede, também retangular, que mede 3 metros de altura por 2
metros de largura. Sabe-se que as dimensões do quadro estão na
mesma razão que as da parede, isto é, que sua altura está para sua
largura assim como 3 está para 2. Assim, se quiséssemos que o
quadro cobrisse exatamente toda a superfície da parede,
deveríamos multiplicar a sua altura e a sua largura por:
a) 2
b) 3
c) 4
d) 5
e) 6

Questão 34: ESAF - APOFP SP/SEFAZ SP/2009


A e B são os lados de um retângulo I. Ao se aumentar o lado A em
20% e reduzir-se o lado B em 20% obtém-se o retângulo II. Se, ao
invés disso, se aumentar o lado B em 20% e diminuir-se o lado A
em 20%, tem-se o retângulo III.
Pode-se afirmar que:
a) os três retângulos têm a mesma área.
b) os retângulos II e III têm uma área igual, maior que a do retângulo I.
c) o retângulo II tem a maior área.
d) o retângulo III tem a maior área.
e) o retângulo I tem a maior área.

Questão 35: ESAF - AFT/MTE/2010


Quando se faz alguns lados de um polígono tenderem a zero ele
degenera naturalmente em um polígono de menor número de lados
podendo até eventualmente degenerar em um segmento de reta.
Dessa maneira, considere um quadrilátero com duas diagonais
iguais e de comprimento cada uma. Sendo A a área desse
quadrilátero, então:
a) A = 25. 76979202391

b) 25 ≤ A ≤ 50.
c) < A ≤ 25.
d) 0 ≤ A ≤ 25.
e) A ≥ 25.

Questão 36: ESAF - AFC (CGU)/CGU/2002


Um terreno triangular, localizado em uma esquina de duas ruas que
formam entre si um ângulo de /2 radianos, tem frentes de 12
metros e 16 metros. Um arquiteto, para executar um projeto
arquitetônico, calculou a área e o perímetro do terreno,
encontrando respectivamente:
a) 48 m2 e 40 m
b) 40 m2 e 48 m

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 82 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18
c) 96 m2 e 48 m
d) 96 m2 e 60 m
e) 192 m2 e 96 m

Questão 37: ESAF / AFTN – 1998 Em um triângulo retângulo, um


dos catetos forma com a hipotenusa um ângulo de 45°. Sendo a
área do triângulo igual a 8 cm2, então a soma das medidas dos
catetos é igual a:
a) 8 cm2
b) 16 cm
c) 4 cm
d) 16 cm2
e) 8 cm
Questão 38: ESAF / TTN – 1997 Um triângulo isósceles tem um
perímetro de 32 cm e uma altura de 8 cm com relação à base. A
área do triângulo é:
a) 24 cm2
b) 16 cm2
c) 96 cm2
d) 100 cm2
e) 48 cm2

Questão 39: ESAF - APO (MPOG)/MPOG/Planejamento e


Orçamento/2005
O raio do círculo A é 30% menor do que o raio do círculo B. Desse
modo, em termos percentuais, a área do círculo A é menor do que
a área do círculo B em:
a) 51%
b) 49%
c) 30%
d) 70%
e) 90%

Questão 40: ESAF - AFC (CGU)/CGU/2001 76979202391

Um hexágono é regular quando, unindo-se seu centro a cada um de


seus vértices, obtém-se seis triângulos equiláteros. Desse modo, se
o lado de um dos triângulos assim obtidos é igual a m, então a
área, em metros, do hexágono é igual a:
a)
b)
c)
d)
e)

Questão 41: ESAF - ATRFB/SRFB/2009

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 83 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18
Em uma superfície plana horizontal, uma esfera de 5 cm de raio está
encostada em um cone circular reto em pé com raio da base de 5
cm e 5 cm de altura. De quantos cms é a distância entre o centro da
base do cone e o ponto onde a esfera toca na superfície?
a) 5.
b) 7,5.
c)
d)
e) 10.

Questão 42: ESAF / ANA – 2009 Três esferas rígidas estão imóveis
em uma superfície plana horizontal, sendo que cada esfera está
encostada nas outras duas. Dado que a maior delas tem um raio de
4cm e as outras duas têm raios de 1cm, os pontos em que as esferas
tocam o chão formam um triângulo cuja área é:
a) cm2
b) cm2
c) 2 cm2
d) cm2
e) cm2

Questão 43: ESAF - ATEng (Pref RJ)/Pref RJ/2010


Considere um cubo C no qual a área de cada face mede 4 cm2.
Sabendo-se que a diagonal do cubo é o segmento de reta que une
dois vértices não pertencentes à mesma face, então a diagonal do
cubo C mede, em centímetros:
a)
b)
c)
d)
e)

Questão 44: ESAF - TFC (CGU)/CGU/2001 76979202391

Em um depósito devem ser acondicionadas caixas em forma de


cubo medindo externamente 50 cm de aresta ou lado da face.
Considerando que se arrumaram as caixas face a face formando
uma base retangular de 10 por 30 caixas e sempre com 12 caixas
de altura, obtenha o volume do paralelepípedo formado, admitindo
que as caixas se encaixam ao lado e em cima das outras
perfeitamente, sem perda de espaço.
a) 450 m3
b) 360 kl
c) 288 m3
d) 240 m3
e) 150 kg

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 84 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18
Questão 45: ESAF / MPOG – 2008
Beatriz aposentou-se e resolveu participar de um curso de
artesanato. Em sua primeira aula, ela precisou construir uma caixa
retangular aberta na parte de cima. Para tanto, Beatriz colou duas
peças retangulares de papelão, medindo 200 cm2 cada uma, duas
peças retangulares, também de papelão, medindo 300 cm2 cada
uma e uma outra peça retangular de papelão medindo 600 cm2.
Assim, o volume da caixa, em litros, é igual a:
a) 48
b) 6
c) 36
d) 24
e) 12
Questão 46: ESAF - Ana Tec (SUSEP)/SUSEP/Controle e
Fiscalização/2010
Um aquário em forma de cubo possui capacidade para abrigar 20
peixinhos coloridos por metro cúbico. Sabendo-se que uma
diagonal de face desse aquário mede 10 metros, então o volume do
aquário, em metros cúbicos (m3), e o número aproximado de
peixinhos que podem ser abrigados neste aquário são,
respectivamente, iguais a:
a) ;
b) ;
c) ;
d) ;
e) ;

Questão 47: ESAF - ATEng (Pref RJ)/Pref RJ/2010


Se o volume de um cone de altura h e diâmetro da base d é V, então
o volume de um cone de mesma altura h e diâmetro da base 2d é:
a) 2V.
b) 4V. 76979202391

c) V.
d) 2V2.
e) V3.

Questão 48: ESAF - AFC (CGU)/CGU/2002


Um dos lados de um retângulo é 7 cm maior do que o outro lado. Se
a diagonal deste retângulo mede 13 cm, então o volume de um
prisma regular, de 5 cm de altura, e que tem como base este
retângulo, é igual a:
a) 50 cm3
b) 65 cm3
c) 150 cm3
d) 200 cm3

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 85 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18
e) 300 cm3

Questão 49: ESAF / TFC – 1997


Sabe-se que o volume de um cubo cujas arestas medem 1m é igual
a 1000 litros. Um reservatório tem a forma de um prisma reto de
comprimento retangular cuja base em seu interior tem 30m de
comprimento e 10m de largura. A quantidade de litros a ser
acrescentada para elevar o nível de liquido do reservatório em 30
cm é igual a:
a) 1.500
b) 2.500
c) 45.000
d) 75.000
e) 90.000
Questão 50: ESAF / TTN – 1998
A área de um círculo localizado no segundo quadrante e cuja
circunferência tangencia os eixos coordenados nos pontos (0,4) e
(- 4,0) é dada por
a) 16
b) 4
c) 8
d) 2
e) 32

Questão 51: ESAF - Ag Faz (Pref RJ)/Pref RJ/2010


Um equipamento no valor D vai ser depreciado em n períodos,
ocorrendo a primeira depreciação no fim do primeiro período, a
segunda depreciação no fim do segundo período e assim por diante.
Plotando-se no eixo vertical de um gráfico bidimensional os valores
de Dk, onde Dk é o valor remanescente do equipamento após a k-
ésima depreciação, com k = 1, 2,..., n, os pontos (k,Dk) estarão
sobre a reta que passa pelos pontos (0,D) e (n,0).
Supondo n=10 e D = R$ 50.000,00, qual o valor remanescente do
equipamento após a sétima depreciação? 76979202391

a) R$ 12.500,00
b) R$ 15.000,00
c) R$ 10.000,00
d) R$ 17.500,00
e) R$ 20.000,00

Questão 52: ESAF - AFC (CGU)/CGU/2001


Sabe-se que as retas de equações e interceptam-
se em um ponto P(x<0; y<0). Logo,
a)
b)
c)
d)

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 86 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18

e)

Questão 53: ESAF / Serpro – 1996


O ponto de interseção das retas 2x+y-1=0 e x-y+16=0 tem
coordenadas iguais a:
a) (-11,-5)
b) (-11,3)
c) (-5,-1)
d) (11,5)
e) (-5,11)

Questão 54: ESAF / TCE – RN – 2000


A reta R1 que possui coeficiente linear igual a 8 e que é
perpendicular à reta R2 = -(1/3)x+8, forma com os eixos
coordenados e com a reta x=2 uma figura cuja área, em metros
quadrados é igual a:
a) 16
b) 18
c) 22
d) 48
e) 50

Questão 55: ESAF - AFC (STN)/STN/Contábil/2013


Para que a reta de equação 2x - y + 2 = 0 seja perpendicular à reta
de equação kx + 2y + 4 = 0, o valor da constante k deve ser igual
a:
a) 3
b) 1/2
c) 2
d) 1
e) 1/3

Questão 56: ESAF - TFC (CGU)/CGU/2001


Um triângulo possui seus vértices localizados nos pontos P(1,4),
76979202391

Q(4,1) e R(0,y). Para que o triângulo tenha área igual a 6, é


suficiente que y assuma o valor:
a) 2,5
b) -3,7
c) -4,2
d) 7,5
e) 9,0

Questão 57: ESAF / AFC – 2002 A circunferência é uma figura


constituída de infinitos pontos, que tem a seguinte propriedade: a
distância de qualquer ponto P(x,y),da circunferência até o seu
centro C(a,b) é sempre igual ao seu raio R. A forma geral da
circunferência é dada por: (x - a)2 + (y - b)2 = R2. Assim, a equação

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 87 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18
da circunferência de centro na origem dos eixos e que passa pelo
ponto (3,4) é:
a) x2 + y2 = 4
b) x2 + y2 = 9
c) x2 + y2 = 16
d) x2 + y2 = 25
e) x2 + y2 = 49

Questão 58: ESAF - AFRFB 2014


Um polígono regular possui 48 diagonais que não passam pelo seu
centro. A partir dessa informação, pode-se concluir que o número
de lados desse polígono é igual a:
a) 12
b) 36
c) 24
d) 48
e) 22
Questão 59: ESAF - AFRFB 2014
Considere a reta R1 dada pela equação 3y = -4x e a circunferência
C1, dada pela equação x2 + y2 + 5x – 7y – 1 = 0.
A partir disso tem-se que:
a) R1 é tangente à C1 e o centro de C1 é o ponto (-5/2,7/2)
b) R1 é exterior à C1 e o centro de C1 é o ponto (-5/2,7/2)
c) R1 é secante à C1 e o centro de C1 é o ponto (5/2,7/2)
d) R1 é secante à C1 e o centro de C1 é o ponto (-5/2,7/2)
e) R1 é secante à C1 e o centro de C1 é o ponto (5/2,-7/2)

76979202391

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 88 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA


Raciocínio Lógico-Quantitativo e Matemática p/ AFRFB 2015
(com videoaulas)
Teoria e exercícios comentados
Prof. Felipe Lessa – Aula 18

1 2 3 4 5 6 7 8

B B A B B A D D

9 10 11 12 13 14 15 16

A B D D D B E E

17 18 19 20 21 22 23 24

B A C B A C B B

25 26 27 28 29 30 31 32

A A A E C A E A

33 34 35 36 37 38 39 40

A E D C E E A -

41 42 43 44 45 46 47 48

D D A A B A B E

49 50 51 52 53 54 55 56

E A B B E C D E

57 58 59

E A D

76979202391

Prof. Felipe Lessa www.estrategiaconcursos.com.br Página 89 de 89

76979202391 - EMANUEL PYTITINGA BARREIRA