Você está na página 1de 6
Universidade da Madeira Centro de Ciências Exactas e da Engenharia Maio 2011 Regras para a

Universidade da Madeira

Centro de Ciências Exactas e da Engenharia

Maio 2011

Regras para a Elaboração de Relatórios de Trabalhos

Neste documento são apresentadas notas gerais sobre os cuidados a ter na elaboração de relatórios de trabalhos.

a) Evitar relatórios extensos. Devem ser sucintos e objectivos (para os trabalhos

desta disciplina algo como cerca de 10 páginas sem contar com anexos).

Usar margens de página adequadas;

Evitar

imagens

desnecessárias

quando

textualmente;

pode

ser

facilmente

explicado

Evitar textos extensos quando com a ajuda de uma imagem é mais simples a explicação;

A não ser a explicação de partes do código, remeter o código completo para anexo.

Preferencialmente, cada capítulo (secção principal) começará numa página nova.

b) Usar o texto justificado em vez de alinhado à esquerda.

c) Indicar as referências ao longo do texto. Colocá-las antes do ponto final, logo

depois da transcrição, com o número da mesma entre parêntesis recto. As referências devem indicar os autores e o local de onde foi obtida, não apenas o nome do documento/artigo/livro. Dá-se preferência a textos publicados em livros ou revistas científicas.

d) As figuras devem ser numeradas e legendadas por baixo, com letra mais pequena

que o texto normal. A referência à figura deve aparecer no texto antes da mesma.

e) Eventuais subsecções devem ser numeradas coerentemente (Ex: Se, na secção

2, abordam 4 assuntos distintos, eles devem estar numerados desde 2.1 a 2.4).

f) Para explicar o que foi feito no trabalho, evitar dar os nomes das alíneas usadas no guião (dificulta a leitura), substituindo-os por algo que identifique o que foi feito (Ex: em vez de "Alínea 3", usar "Definição da matriz M"). Não fazer copy & paste do guião.

g) O índice deve ter apenas uma secção em cada linha e com referência apenas à

1ª página onde começa essa secção.

h) Preferencialmente, ter uma secção com resultados e análise dos mesmos, depois

da secção do desenvolvimento do trabalho.

1

Evitar usar molduras em redor da página (elas fazem mais sentido numa apresentação Powerpoint).

i)

j) Cuidado com os erros ortográficos e com a semântica e sintaxe das frases. Deve ler-se pelo menos duas vezes o que se escreve.

l) As fórmulas devem estar centradas e numeradas para eventual referência

posterior. Usar preferencialmente a ferramenta “Equation” para escrever a equação

em vez de a colar como figura.

m) Na escrita do relatório, usar a forma impessoal, no tempo passado.

Como ajuda à compreensão das páginas seguintes deste documento, tem-se que:

O texto colocado sem caracteres especiais a delimitá-lo é de carácter obrigatório.

Quando

se

tem o traço:

"

",

isto significa mudança de

página.

Os caracteres < > delimitam texto a substituir.

Os caracteres ( ) delimitam as explicações apresentadas para a escrita do relatório.

2

(capa)

(capa) Universidade da Madeira Centro de Competência das Ciências Exatas e da Engenharia <Título do Relatório>

Universidade da Madeira

Centro de Competência das Ciências Exatas e da Engenharia

<Título do Relatório>

<Nome do autor>

<Relatório do trabalho desenvolvido>

Docentes: <Nome do orientador>

<Maio 2009>

(Índice, com o número necessário de páginas)

Índice (Arial 14 negrito)

(O títulos principais são em Arial 14 e os subtítulos em Arial 12)

1. <Introdução>

1

1.1 <Título apropriado>

1

1.2 <

>

2

2. <Introdução da teoria>

3

2.1 <Título apropriado>

4

2.2 <

>

3. <Procedimento realizado>

5

4. <Apresentação dos resultados e análise>

6

5. <Conclusões>

7

6. Referências

10

<Anexo A>

13

3

<1.Introdução> (Arial 16 negrito)

(A partir daqui, as folhas são numeradas com 1, 2, 3, …, na parte inferior da página, centrado.

O texto é escrito com letra Arial, 12 pontos, com espaçamento simples ou múltiplo

1,1.

Para os parágrafos o espaçamento anterior é de 6 pontos e o posterior de 0 pontos.

Margens do texto: superior 2,8 cm; inferior 2,8 cm; interior 3 cm; exterior 2 cm; cabeçalho 1,3 cm; rodapé 1,5 cm.

Esta secção deve conter o enquadramento do trabalho, a descrição do que será abordado e a enumeração dos objectivos do trabalho).

<Este trabalho surge na disciplina de Sinais e Sistemas como introdução à ferramenta de software MATLAB. Esta servirá de suporte à aplicação prática dos conceitos desenvolvidos na teoria. Abordar-se-ão temas como criação e operação sobre matrizes,…

Tem-se como principais objectivos aprender a criar e manipular matrizes, aprender a criar gráficos com representações distintas, …>

<1. Título principal> (Arial, 16 pontos, negrito)

<1.1 Título secundário> (Arial, 14 pontos, negrito)

<1.1.1 Subtítulo secundário> (Arial, 12 pontos, negrito)

(A distância dos títulos ao texto é de 18 pontos, antes e 6 depois.)

<2. Introdução da Teoria>

As fórmulas devem estar centradas, distanciadas do texto de 10 pontos antes e depois e numeradas à direita. Devem ser numeradas por capítulo. Exemplo: a função de saída é definida por

f w

(

)

=

l /(2

)

l /(2

)

i s e

(

)

j

2

ws

ds

(2.5)

As variáveis devem ser apresentadas em itálico e definidas após as equações. As equações devem ser referidas pelo seu número. A referência à equação é do tipo:

“ retira-se de (2.5) que

”.

No início da frase tem-se: “A equação (2.5) dá

4

As figuras devem estar centradas, com legenda centrada (letra Arial 10 pontos). Também são numeradas por capítulo. A referência a figuras no texto deve ser da

forma: “

Exemplo: a figura 2.6 apresenta o gráfico do

na figura 2.6 …”.

0 0

-10

-10

-20

-20

-30

-30

-40

-40

-50

-50

− −

(a) (a) 2 2     2 2 0 0 − − 
(a) (a)
2
2
 
 
2
2
0 0
− −
 
z z
 
 
 
 

(b) (b)

0 0 0 -10 -10 -10 -20 -20 -20 -30 -30 -30 -40 -40 -40
0
0 0
-10
-10
-10
-20
-20
-20
-30
-30
-30
-40
-40
-40
-50
-50
-50
0
0 0
20°
20°
20°
40°
40°
40°
60°
60°
60°
80°
80°
80°
100°
100°
100°
120°
120°
120°
140°
140°
140°
160°
160°
160°
180°
180°
180°
  

Fig. 2.6 - Factores de agrupamento: a) em função de z; b) em função de .

As tabelas devem estar centradas, com a legenda à esquerda por cima da tabela. Exemplo: a tabela 2.3 mostra o resultado para …

Tabela 2.3 - Coeficientes do polinómio.

polinómio

C0

C1

C2

C3

C4

A

0,30387530

-0,05042922

-0,00027989

-0,00000343

-0,00000002

1

0,98583020

-0,03338850

0,00014064

0,00000190

0,00000001

2

2,00337487

-0,01141548

0,00041590

0,00000373

0,00000001

3

3,00636321

-0,00683394

0,00029281

0,00000161

0,00000000

4

4,00518423

-0,00501795

0,00021735

0,00000088

0,00000000

Sempre que sejam apresentados resultados de outros autores deve-se introduzir a respectiva fonte [2]. A referência aparecerá na secção de Referências.

As siglas devem ser sempre definidas na primeira vez que aparecem no texto.

Evitar utilizar palavras em Inglês quando há uma tradução directa e coerente (consultar o "Dicionário Técnico"). No entanto, se for necessário, apresentar a palavra em itálico.

<2.1 Matrizes e operações>

<A ferramenta de software MATLAB (MATrix LABoratory), conforme evidenciado no nome, tem uma base de trabalho assente em matrizes. Uma matriz é um conjunto de números ou símbolos…

…representar os coeficientes de equações lineares [3]. A matriz…>

5

<3. Procedimento>

<Nesta secção do relatório descrever-se-á o procedimento executado…

…>

<3.1 Definição do directório corrente>

<Definiu-se o directório corrente onde ficariam armazenados os ficheiros “*.m”. O MATLAB permite, além da realização de cálculos no chamado ambiente de trabalho (workspace), a criação de ficheiros (com extensão “.m”) cujo código será executado quando se invocar o nome do ficheiro no workspace. Para que esse ficheiro seja reconhecido pelo MATLAB, tem-se duas opções. A primeira é definir a directoria actual (Current Directory) com a localização do ficheiro de interesse. A segunda é adicionar essa localização na path

…>

Referências

(As referências aparecem com a numeração sequencial inserida no texto, em Arial, 10 pontos e distanciadas de 6 pontos:

<

1Silver, S., "Microwave Antenna Theory and Design", McGraw-Hill Book Company, 1949.

[2]

Gaushell, D. J., “Synthesis of Linear Antenna Arrays Using Z Transforms”, IEEE Transactions on Antenna and propagation, vol. AP-19, Nº 1, pp. 75-80, January 1971.

>

Anexo A

(Os anexos seguem a mesma forma que a apresentada para os capítulos mas utilizando letras em vez de números para identificá-los.

A numeração das páginas segue a dos capítulos anteriores.

6