Você está na página 1de 2

ATIVIDADE DIDÁTICA

ÁREA DO CONHECIMENTO: Ciências humanas e suas tecnologias

COMPONENTE CURRICULAR: Ensino Religioso

PÚBLICO ALVO: 6° Ano

UNIDADE: II

TÍTULO: Caruaru, cidade poema

TEMA: Caruaru, arte e cultura

HABILIDADE: (EF06ER05CRU) Dialogar sobre o estudo e a interpretação dos


textos religiosos e como influenciam os adeptos a vivenciarem os
ensinamentos das tradições religiosas.

Nº DE AULAS: 3 aulas

ATIVIDADE 1 – DESPERTANDO A
CURIOSIDADE Orientação ao Professor (a):
esta atividade de sensibilização
a) Formar na sala de aula um círculo com os e introdução ao tema é de
estudantes de modo que todos se vejam. fundamental importância.
Podem ficar sentado em suas respectivas Sugerimos que os alunos,
bancas. motivados por você, possam –
b) Pedir que seguindo uma ordem todos mesmo já se conhecendo – se
possam se apresentar: dizer seu nome, se
apresentarem e mais do que
gosta de ser chamado daquele jeito, quem
escolheu, se sabe o significado... isso, falarem se conhecem o
c) Suscitar na turma um clima de respeito e motivo de serem chamados por
escuta. Afinal, existem motivos de escolhas seu nome próprio. Ou seja,
de nomes marcados por experiências muito deseja-se que cada um conte a
emotivas e/ou dolorosas. história de seu nome. Pode-se,
d) Destacar – no caso o professor – aquelas
quem sabe, antes desta aula
situações em que os nomes escolhidos tem
a ver com dados do religioso, por exemplo: pedir que eles realizem um
nome de um santo, uma santa, promessa pesquisa para tal atividade.
realizada, nome bíblico...

ATIVIDADE 2 – APRESENTAÇÃO DA ESCRITA: TREM DA SAUDADE,


GENTE DA GENTE – NELSON BARBALHO

1
Orientação ao Professor (a): Antes da leitura do texto, deixar claro que se trata de um autor
caruaruense que no intuito de preservar as memórias de sua terra, resolveu registrá-las através
da escrita/memória. Salientar a importância da escrita como forma de preservação das
memórias culturais de um povo. O texto pode ser lido pelo professor ou coletivamente se houver
a possibilidade de reprodução para todos. Dependendo da necessidade do professor e havendo
Barbalho, Nelson. Trem da saudade. 1ª edição. Gente da gente, pág. 16 a 18.
a possibilidade, tal momento de leitura pode ser realizado na biblioteca.

Pontos a serem observados durante a leitura:

 Os aspectos da cultura material e imaterial da cidade;

 O passado e o presente: a noção de permanência e as lentas


transformações sociais e culturais;

 A cidade e suas atividades: trabalho, cultura e lazer;

 Nomes dos cidadãos citados no texto e que são “gente da gente” e tem
suas vidas marcadas pelo drama da realidade em que estão inseridos;

 Destacar atitudes atribuídas aos cidadãos e ver que muitas delas são
pautadas por valores, ideias, conceitos religiosos... como o caso de
“Santa” citada no texto.

ATIVIDADE 3 – MEU NOME É ARTE


Orientação ao Professor (a): Esta
Momento de realização de uma síntese das atividade tem como foco encontrar
elementos que possibilitem realizar
aulas realizadas. Através da atividade
uma avaliação de forma que se
artística e lúdica faça de seu nome uma
sinta as construções que os
obra de arte.
estudantes foram capazes de
realizar, digo, o desdobramento da
1 – Escreva seu nome (apenas o primeiro
habilidade elencada. Buscamos ver
ou que gosta de ser chamado) numa folha nestas aulas que textos religiosos
de papel dobrada ao meio. influenciam a vida, o cotidiano das
pessoas e, naturalmente, das
2 – Ao término, com uma tesoura recorte cidades também. Caruaru, cidade
contornando o nome; poema é marcada por situações
desta. O texto selecionado também
3 – Ao abrir você vai olhar o formato que ilustra esta realidade. Vamos ver se
ficou após ter sido cortado e solte sua nesta atividade também se
imaginação! constata a presença de elementos
religiosos na escolha dos nomes
4 – Desenhe e pinte algo que o formato do próprios (se sim, já foram
seu nome inspirou; Ao término, socialize perceptíveis na atividade primeira).
com a turma.

Você também pode gostar