Você está na página 1de 3

AUDITORIA CONTÁBIL - ATIVIDADES

Profa: Msc. Luciane Dagostini

1 - Um dos principais objetivos do auditor interno:

a) Verificar a necessidade de aprimorar as normas internas vigentes;


b) Examinar a demonstração de resultado do exercício e emitir seu relatório;
c) Examinar os controles internos e emitir sua opinião via relatório;
d) Descobrir todas as irregularidades e emitir relatório sobre o fato.

2 - Um dos sistemas que diferenciam o auditor interno do externo:

a) A forma de avaliar o sistema de controle interno;


b) Volume dos testes nos serviços realizados;
c) Forma de se portar na empresa e suas responsabilidades;
d) Forma de preparar os papeis de trabalho.

3 - A característica principal do auditor externo em relação ao auditor interno decorre de sua


supremacia em relação:

a) Ao conhecimento profissional auferido;


b) À independência profissional;
c) À experiência profissional obtida;
d) Ao treinamento específico a que se submete.

4 - Quando um auditor independente utilizar relatórios elaborados pelos auditores internos para
concluir seus trabalhos nas áreas de estoques e imobilizado, a responsabilidade do relatório:

a) Deve ser compartilhada com a administração da empresa;


b) Deve ser compartilhada com o auditor interno;
c) É do auditor interno, se os estoques forem relevantes;
d) É única e exclusiva do auditor independente.

5 - A responsabilidade do auditor independente sobre as demonstrações contábeis é até:

a) A data-base das demonstrações contábeis;


b) O último dia de serviço da equipe de campo;
c) A data de assinatura do relatório de auditoria;
d) A data da carta de responsabilidade da administração.

6 - A opção que representa o objetivo da auditoria externa é:

a) A elaboração das normas e procedimentos econômicos, financeiros e de auditoria da empresa


auditada;
b) Expressar um palpite sobre a posição patrimonial e financeira da empresa sem assegurar que elas
representem adequadamente as operações da empresa;
c) Assegurar que as demonstrações financeiras irrelevantes representem a situação contábil-financeira
da empresa de forma fidedigna;

ALMEIDA, Marcelo Cavalcanti. Auditoria: um curso moderno e completo. 8ª ed. São Paulo: Atlas, 2012.
CREPALDI, Silvio Aparecido. Auditoria contábil: teoria e prática. 9ª ed. São Paulo: Atlas, 2013.
LINS, Luiz dos Santos. Auditoria: uma abordagem prática com ênfase na auditoria externa. 3ª ed. rev. atual. São Paulo: atlas,
2014.
AUDITORIA CONTÁBIL - ATIVIDADES
Profa: Msc. Luciane Dagostini
d) O processo pelo qual o auditor se certifica de que as demonstrações financeiras representam
adequadamente, em todos os aspectos relevantes, a posição patrimonial e financeira da empresa.

7 - Assinale a assertiva correta quanto às características da auditoria interna e externa.

a) A auditoria interna é obrigatória, conforme determina a lei 6.404/76, e a auditoria externa, devem
disponibilizar seus papeis de trabalho sempre que solicitados;
b) A auditoria interna tem como objetivo atender à gestão da empresa e a auditoria externa, atenderem à
necessidade da diretoria da empresa;
c) A auditoria interna não avalia os controles internos e a auditoria externa os elabora, modifica e
implanta na empresa auditada;
d) A auditoria interna tem como objetivo a revisão das atividades da empresa continuamente e a
auditoria externa é independente em todos os aspectos.

8 - Entre as habilidades e competências profissionais que o auditor não deve possuir, estão:

a) Capacidade para aplicação das normas, procedimentos e técnicas na execução das auditorias;
b) Capacidade de supor e imaginar quando não conseguir evidenciar, em seus procedimentos de
auditoria, confirmação dos fatos analisados;
c) Conhecimentos e fundamentos de economia, direito comercial, impostos, finanças, entre outros;
d) Capacidade na área dos princípios, convenções, postulados e técnicas contábeis.

9 - Assinale a alternativa falsa:

a) O auditor independente deverá comprovar a participação em programa de educação continuada;


b) O auditor independente deverá submeter-se ao exame de competência técnica profissional;
c) O auditor independente é responsável pela prevenção de fraudes nas demonstrações contábeis;
d) O auditor independente pode utilizar os trabalhos de engenheiros legalmente habilitados.

10 - Das atribuições adicionais do auditor independente, quando na execução de trabalhos de


auditoria de empresas que tenham ações negociadas no mercado de valores mobiliários, não está
previsto:

a) Verificar se as demonstrações e o relatório de auditoria publicada estão de acordo com as


demonstrações contábeis auditadas e com o relatório emitido;
b) Verificar se as informações divulgadas no relatório da administração estão em consonância com as
demonstrações auditadas;
c) Elaborar o relatório sobre deficiências encontradas nos controles internos das companhias auditadas,
informando à administração e ao Conselho Fiscal;
d) Verificar se as informações constantes na Demonstração de Fluxo de Caixa, bem como a estrutura
utilizada, correspondem à determinada pela CVM.

11 - O principal objetivo da auditoria independente é:

a) Revisar os controles internos da entidade, para a identificação de possíveis fraudes;


b) Emitir uma opinião sobre as demonstrações contábeis de uma entidade, com a finalidade de avaliar a
sua viabilidade econômica;
ALMEIDA, Marcelo Cavalcanti. Auditoria: um curso moderno e completo. 8ª ed. São Paulo: Atlas, 2012.
CREPALDI, Silvio Aparecido. Auditoria contábil: teoria e prática. 9ª ed. São Paulo: Atlas, 2013.
LINS, Luiz dos Santos. Auditoria: uma abordagem prática com ênfase na auditoria externa. 3ª ed. rev. atual. São Paulo: atlas,
2014.
AUDITORIA CONTÁBIL - ATIVIDADES
Profa: Msc. Luciane Dagostini
c) Emitir uma opinião sobre as demonstrações contábeis de uma entidade, quanto sua adequação
consoante aos princípios de contabilidade e as normas brasileiras de contabilidade;
d) Avaliar o risco de fraudes nas demonstrações contábeis.

12 - Uma característica do auditor interno é:

a) Não possuir vínculo empregatício com a organização;


b) Executar apenas auditoria contábil;
c) Executar auditoria contábil e operacional;
d) Realizar menor volume de testes.

13 - Uma das diferenças entre o auditor independente e o auditor interno é que o primeiro:

a) Está dispensado de recomendar modificações no controle interno e o segundo, não;


b) Precisa ter conhecimento sobre tecnologia da informação e o segundo não;
c) Não pode ficar subordinado a pessoas que possam ter seus trabalhos por ele examinados e o segundo,
sim;
d) Tem por obrigação emitir uma opinião sobre as demonstrações contábeis da entidade e o segundo,
não.

14 - Quais as que influenciaram o desenvolvimento da auditoria externa no Brasil?

15 - Diferencie Auditor Externo, Auditor Interno e Auditor fiscal.

ALMEIDA, Marcelo Cavalcanti. Auditoria: um curso moderno e completo. 8ª ed. São Paulo: Atlas, 2012.
CREPALDI, Silvio Aparecido. Auditoria contábil: teoria e prática. 9ª ed. São Paulo: Atlas, 2013.
LINS, Luiz dos Santos. Auditoria: uma abordagem prática com ênfase na auditoria externa. 3ª ed. rev. atual. São Paulo: atlas,
2014.