Você está na página 1de 2

FACULDADE ANÍSIO TEIXEIRA DE FEIRA DE SANTANA

CURSO: Psicologia SEMESTRE: 6º


DISCIPLINA: Psicopatologia I TURMA: Extra
PROFESSOR: Claudson Santana DATA:___/___/___
DISCENTE:
1ª chamada da Unidade I 2ª chamada da Unidade I
Avaliação X 1ª chamada da Unidade II 2ª chamada da Unidade II
1ª chamada da Final 2ª chamada da Final

Instruções:
 Está avaliação consta de 05 questões e o valor total é de 7,0 pontos;
 Questões respondidas a lápis ou rasuradas NÃO serão consideradas;
 Só é permitido utilizar canetas com a tinta azul ou preta;
 O tempo de avaliação será de 02 horas;
 Durante a avaliação não é permitido consultar o material bibliográfico ou conversar com
os colegas;
 Questões plagiadas serão zeradas;
 Leia as questões com atenção;
 Atentar as normas padrão da Língua Portuguesa.

Analise o noticiário abaixo:

“José Mauro é um rapaz de seus 19 anos, estudante do último ano do nível médio de uma escola
pública de sua cidade, reside com os pais, com quem parece ter um relacionamento satisfatório e
mais duas irmãs, de 15 e 06 anos de idade. Sem histórico de problemas clínicos ou neurológicos
significativos no momento ou no passado, é tabagista e faz uso eventual de bebidas alcoólicas.
Não há registro de problemas relacionados ao uso de drogas. Seus pais começaram a ficar
preocupados com ele, especialmente nos últimos 03 meses, quando começou a ter
comportamentos estranhos. Ás vezes, aparentava estar zangado, teria comentado com um amigo
seu que estava sendo seguido por policiais e agentes secretos, outras vezes era visto sorrindo
sozinho, sem nenhum motivo aparente. Começou a passar cada vez mais tempo sozinho, chegava
a se trancar no quarto, parecia distraído com seus próprios pensamentos. Passou também a perder
noites de sono e seu rendimento escolar, que sempre havia sido bom, estava se deteriorando.
Durante a visita, José Mauro estava um pouco inquieto, parecia assustado, mas aceitou conversar
com o profissional de saúde e o agente comunitário, que também participou da visita. Perguntado
sobre o que lhe estava ocorrendo, disse que ouvia vozes comentando seus atos ou lhe insultando.
Disse também que seus professores de escola pareciam estar conspirando com os policiais para
1
prejudicar sua vida, já que no desfile de sete de setembro, os viu conversando na rua. Não tem
conseguido ver televisão ou escutar o rádio porque tem a impressão que seu nome é divulgado
por estes meios de comunicação para toda a população da cidade. Seus pais queriam leva-lo para
o psiquiatra, mas achou a ideia absurda, já que ele não estava doido!”

Questão 01 (2,0): No caso acima, podemos observar algumas alterações das funções psíquicas.
Acerca da sensopercepção, a alucinação é uma característica marcante de uma alteração
qualitativa. Descreva sobre essa alteração e cite os comportamentos do paciente que demonstram
a sua presença.

Questão 02 (2,0): Os delírios são alterações características das alterações de juízo de realidade.
Define-se pelos juízos patologicamente falsos. Descreva quais os indícios que nós, profissionais,
podemos ter, que são indicativos de delírio, e apresente, no caso acima, a ocorrência de delírio, e
de qual tipo.

Questão 03 (2,0): Na avaliação clínica, a consciência é uma das funções psíquicas principais
para a avaliação do estado mental. Como os estados alterados de consciência se manifestam nos
casos de abuso de álcool?

Questão 04 (1,0): Acerca dos transtornos de personalidade, quais as características subdividem


os transtornos nos agrupamentos: A) esquisitice e/ou desconfiança; B) impulsividade e/ou
manipulação; C) ansiedade e/ou controle.