Você está na página 1de 8

Teste Intermédio 4

12º Ano - Biologia

A resposta inflamatória é uma sequência complexa de acontecimentos que envolve


muitas substâncias químicas e células. Resumidamente pode descrever-se do
seguinte modo: as bactérias lesam os tecidos e libertam mediadores químicos que
iniciam a inflamação, tendo como resultado a destruição das bactérias.

A figura 1 representa o processo descrito.

Fig. 1- Resposta inflamatória

(Retirada de www.moderna.com.br/moderna/didaticos/em/biologia/temasbio/transparencias/celulas_14.pdf)

1- Tendo por base a figura 1, coloque por ordem as letras que identificam as
afirmações seguintes, respeitantes ao mecanismo de uma resposta inflamatória, de
modo a estabelecer a sequência temporal correcta.

A- A libertação de histamina origina a vasodilatação


B- Entrada de microrganismos no organismo.
C- Produção de histamina pelos mastócitos.
D- Digestão das bactérias por enzimas lisossómicas.
E- Filtração abundante de fluido para o tecido lesado.
F- Aumento da permeabilidade dos vasos sanguíneos.
G- Monócitos diferenciam-se em macrófagos.

1
2- Seleccione a alternativa que permite preencher os espaços, de modo a obter
afirmações correctas.

2.1- Quando ocorre a lesão do tecido, são libertadas substâncias químicas que
provocam a vasodilatação e o aumento da permeabilidade dos capilares, o que facilita
a _____. Essas substâncias desencadeiam ainda a migração de células imunitárias para
a região afectada, fenómeno conhecido por _____.

A- diapedese […] fagocitose.


B- exocitose […] quimiotaxia.
C- diapedese […] quimiotaxia.
D- exocitose […] fagocitose.

2.2- Devido ao aumento da permeabilidade, os neutrófilos e os _____ atravessam os


vasos sanguíneos por um processo designado _____.

A- macrófagos […] diapedese.


B- monócitos […] exocitose.
C- macrófagos[…] exocitose.
D- monócitos […] diapedese.

2.3- No tecido lesionado os fagócitos emitem expansões da membrana plasmática


designados _____, que lhes permitem realizar a _____ das bactérias.

A- pseudópodes […] fagocitose.


B- invaginações […] digestão.
C- peseudópodes […] digestão.
D- invaginações […]fagocitose.

3- A fagocitose é um processo importante no contexto de uma resposta inflamatória,


fundamental para limitar ou até parar uma invasão microbiana.

Descreva os processos que ocorrem ao nível dos leucócitos fagocitários, depois de


fagocitarem o agente patogénico.

4- Relativamente ao interferão, seleccione a alternativa que classifica correctamente


as afirmações que se seguem

1- É uma proteína anti-microbiana, produzida por células infectadas.


2- Induz células do organismo a produzir proteínas antivirais..
3- É um mecanismo de defesa específico.

A- 1 é verdadeira; 2 e 3 são falsas.


B- 1 e 2 são verdadeiras; 3 é falsa.
C- 2 e 3 são verdadeiras; 1 é falsa.
D- 3 é verdadeira; 1 e 2 são falsas.

2
5- As barreiras físicas e as secreções são mecanismos de defesa não específicos
importantes, que actuam como uma primeira linha de defesa impedindo a entrada de
microrganismos.

Atribua a cada a gente de defesa da coluna I a respectiva função expressa na coluna II.

Coluna I Coluna II
1- Movem o muco e retêm materiais longe do tracto
respiratório
A- Pele 2- Inibem o crescimento bacteriano na pele.
B- Secreções ácidas 3- Previne a entrada de agentes patogénicos e substâncias
estranhas.
C- Membranas mucosas 4- Capturam bactérias e outros agentes patogénicos nos
tractos digestivo e respiratório.
D- Secreções mucosas 5- Lubrifica, limpa e contém lisozimas, que destrói
bactérias.
E- Pêlos nasais 6- Concentrado de HCL e proteases que destroem agentes
patogénicos.
F- Cílios 7- Filtram as bactérias.
8- Previnem a entrada de agentes patogénicos.
G- Suco gástrico

H- Lágrimas e saliva

II
Anticorpos humanos neutralizam vírus H5N1
Possível vacina contra
mutações do vírus da Investigadores conseguiram imunizar ratos contra o vírus
gripe das aves H5N1 da gripe aviária, utilizando anticorpos humanos
retirados de sobreviventes infectados. Os anticorpos agora
Investigadores japoneses descobertos foram produzidos em grande quantidade a
afirmaram ter encontrado uma vacina partir de amostras de sangue de quatro adultos vietnamitas
que pode funcionar contra eventuais que sobreviveram, apesar de infectados com o vírus
mutações do vírus da gripe das aves. H5N1(…) Antonio Lanzavecchia, coordenador do estudo
A equipa testou a sua vacina num rato (…), sublinha que a descoberta faz renascer a esperança
sobre o qual foram implantados genes quanto à possibilidade do desenvolvimento de terapêuticas
humanos e a experiência confirmou para a doença. "Estamos convencidos que este elemento
que o tratamento funcionou mesmo no pode ser reproduzido no homem", acrescentando que os
caso de mutação do vírus, segundo anticorpos "procuram imediatamente imunidade a curto
anunciou Tetsuya Uchida, investigador prazo" em ratos (…). Segundo dados da Organização
no Instituto nacional das doenças Mundial da Saúde, desde o seu aparecimento no final da
infecciosas. De acordo com estes década de 90, o H5N1 matou 185 pessoas e infectou 306.
cientistas, esta descoberta pode permitir Os especialistas continuam a temer que o vírus sofra uma
evitar uma pandemia se o vírus H5N1 da mutação facilmente transmissível ao homem.
gripe das aves sofrer uma mutação para O desenvolvimento de uma vacina contra uma eventual
se transmitir de homem para homem, pandemia é um dos objectivos dos especialistas (…) Ainda
uma hipótese que provoca o receio de assim, este fármaco pode dar uma imunidade a longo
prazo, talvez permanente, mas demora algumas semanas ou

3
milhões de mortos por parte da meses a actuar, tornando-se inútil quando uma pessoa já
Organização Mundial da Saúde (OMS). está infectada. Os anticorpos, pelo contrário, agem
As vacinas habituais contra a doença imediatamente, são fáceis de reproduzir à escala industrial,
apoiam-se na proteína que abrange o mas a protecção dura apenas alguns meses (…)
conjunto dos vírus, mas esta é http://ciberia.aeiou.pt/gen.pl?
frequentemente sujeita a mutação, p=stories&op=view&fokey=id.stories/4142
tornando a vacina ineficaz (…).
Adaptado (Ciência Hoje, 2009-01-29)

1- As vacinas habituais contra a doença da gripe das aves provocada pelo vírus H5N1,
apoiam-se na proteína que abrange o conjunto dos vírus, mas esta é frequentemente
sujeita a mutação, tornando a vacina ineficaz.

Explique recorrendo aos dados fornecidos, a razão da ineficácia da


vacina contra o vírus da gripe das aves.

2- A imunização de ratos com o vírus H5N1 permite a obtenção de anticorpos que


podem ser usados para o tratamento e a imunização humana.

O diagrama que se segue mostra dois métodos de imunização que podem ser
aplicados na protecção contra doenças.

Método 1 Método 2

A pessoa recebe Vírus H5N1 injectada


pequenas doses de um num animal.
vírus da poliomielite,
atenuado na sua
virulência. Produção de anticorpos
O vírus multiplica-se pelo animal.
lentamente no
organismo. É removido sangue do
animal e separado o soro
O organismo produz com anticorpos dos
anticorpos. restantes constituintes.
Segunda dose de vírus
atenuado e, passado Soro injectado numa
algum tempo, produção pessoa infectada com
de anticorpos. vírus H5N1

Seleccione a alternativa que completa correctamente as afirmações seguintes:

2.1- As células efectoras do sistema imunitário humano implicadas no método 1 são...


A - … Linfócitos T
B - … Linfócitos B
C - … Macrófagos
D - … Fagócitos

4
2.2- Relativamente aos métodos referidos, pode afirmar-se que intervém…

A - … imunidade activa nos dois casos;


B - … imunidade activa em 2 e passiva em 1;
C - … imunidade passiva nos dois casos;
D - … imunidade activa em 1 e passiva em 2.

2.3- Relativamente aos métodos 1 e 2, no tratamento dos respectivos doentes, é


verdadeiro afirmar-se que…

A - … 1 é mais lento, mas mais duradouro do que 2;


B - … 1 é mais rápido e mais duradouro do que 2;
C - … 1 é mais lento do que 2 e menos duradouro;
D - … 1 é mais rápido do que 2, mas menos duradouro.

2.3.1- Explique as diferenças apontadas na questão 3.1.

3- Faça corresponder, a cada uma das


letras relativas a alguns intervenientes
na resposta imunitária, um dos
números das características a seguir
indicadas.
Intervenientes na Características
resposta imunitária
A- Macrófagos 1- Proteínas que se ligam aos antigénios ajudando a eliminá-los.
B- Plasmócitos 2- Estimuladas pelos antigénios, originam células produtoras de
C- Anticorpos anticorpos.
D- Linfócitos B 3- Maturados no timo actuam na mediação celular.
E- Linfócitos T 4- Derivados dos monócitos, fagocitam corpos estranhos.
5- Células efectoras produtoras de imunoglobulinas.

4- O sistema imunitário realiza uma acção de vigilância que permite eliminar células
cancerosas e que, em caso de transfusões sanguíneas, enxertos de tecidos ou
transplantes de órgãos, pode conduzir à sua rejeição.

O gráfico da figura 2 representa a percentagem de sucesso de transplantes realizados


com doadores
de diferentes
origens.

5
Fig.2- Relações dador-receptor

4.1- Tendo em conta os mecanismos de defesa do organismo, justifique as diferentes


percentagens de sobrevivência dos transplantes.

5- As respostas imunitárias visam a protecção do organismo. Por vezes, o delicado


equilíbrio que envolve os mecanismos de regulação do funcionamento do sistema
imunitário é rompido, surgindo doenças imunitárias.

Classifique as seguintes afirmações, relativas aos desequilíbrios e doenças do sistema


imunitário, como verdadeiras (V) ou falsas (F).

A- Por vezes o sistema imunitário reage de forma tão intensa que ataca os seus
próprios tecidos.
B- As doenças auto-imunes resultam de uma deficiente produção de anticorpos pelo
organismo.
C- A SIDA é um exemplo de uma doença auto-imune.
D- Nas doenças auto-imunes há inflamação e destruição de tecidos.
E- Na Imunodeficiência congénita os indivíduos podem não possuir linfócitos B nem
T.
F- A exposição a agentes químicos e infecciosos é a principal causa de doenças auto-
imunes.
G- Uma pessoa seropositiva possui anticorpos anti-HIV.
H- Os anticorpos IgE são anticorpos específicos dos alergénios do ambiente.

6- As análises clínicas constituem um excelente auxiliar de diagnóstico sobre o estado


de saúde de uma pessoa.
Observe atentamente os resultados de um teste de alergologia expressos na figura 3.
VALOR DE REFERÊNCIA

Fig.3- Teste de alergologia

6
6.1- Averigúe, com base nos dados da análise, se a pessoa em causa apresenta
problemas de alergia.

7- Nos doentes com sindroma de imunodeficiência adquirida (SIDA), as células T


helper são destruídas por uma infecção viral. Estes doentes podem morrer por uma
pneumonia causada por um protozoário intracelular, ou por sarcoma de Kaposi, que
consiste no desenvolvimento de tumores na pele e gânglios linfáticos. Explique este
mecanismo

III

Um trabalho realizado pela investigadora portuguesa


Sílvia Vilarinho deu origem a estudos em amostras
humanas de doentes infectados pelo vírus da Hepatite
B, que podem culminar num novo medicamento contra
esta doença que afecta 400 milhões de pessoas (…) A
investigadora demonstrou que a Hepatite B pode ser
prevenida pela administração endovenosa de um
determinado anticorpo (…).
Em comunicado, ICBAS admite que o trabalho
desenvolvido pela investigadora portuguesa pode vir a
originar um novo tipo de tratamento para a Hepatite B, que afecta cerca de 400
milhões de pessoas em todo o mundo (…). A novidade da investigação realizada por
Sílvia Vilarinho resulta da identificação de um mecanismo pelo qual determinadas
células conseguem provocar a morte daquelas que estão infectadas. Desta forma,
abre-se a possibilidade de uma nova estratégia terapêutica para os doentes infectados
pela Hepatite B. “Apesar do vírus da hepatite B não ser maléfico para a célula
infectada, a resposta imunitária do organismo contra essa infecção conduz ao
mau funcionamento do fígado. A descoberta de Sílvia Vilarinho permitiu tratar
ratinhos infectados com a administração endovenosa de um anticorpo que
previne a lesão hepática”, salienta o comunicado do ICBAS.
Segundo destaca, a prevenção da lesão hepática e, consequentemente, do mau
funcionamento do fígado deve-se ao facto das células do sistema imunitário residentes
neste órgão serem capazes de reconhecer as células infectadas.
Na sequência destes estudos em animais, já tiveram início as investigações em
amostras humanas, além de ter sido registada a patente do anticorpo utilizado.

Na figura 3 apresenta-se um processo biotecnológico que leva à produção de


anticorpos com aplicações terapêuticas, como as descritas no texto.

7
1- Identifique o tipo de anticorpos referidos no texto e que podem ser produzidos pelo
mecanismo descrito na figura.

2- A Hepatite B pode ser prevenida pela administração endovenosa de anticorpos


como os produzidos pelo mecanismo identificado na figura.

Identifique as características desses anticorpos que lhes permitem fazer com que as
células do sistema imunitário do fígado sejam capazes de reconhecer as células
infectadas.

3- Seleccione a alternativa que completa correctamente as afirmações seguintes:

As células identificadas na figura pelas letras A, B e C são, respectivamente…

A - … Linfócitos T activados, Mielomas e Hibridoma.


B - … Linfócitos B activados, Mielomas e Hibridoma.
C - … Linfócitos B activados, Plasmócitos e Mieloma.
D - … Linfócitos T activados, Hibridomas e plasmócitos.

4- Actualmente, existem diversas substâncias utilizadas no diagnóstico e na


terapêutica de doenças que são produzidas por processos biotecnológicos. Por
exemplo, a partir da penicilina é possível realizar transformações que conduzem à
produção de penicilinas semissintéticas como a ampicilina ou a amoxicilina.

Explique de que modo a bioconversão tem mostrado vantagens na obtenção de


produtos, relativamente aos processos de síntese química tradicional.