Você está na página 1de 1

EXERCÍCIOS BRASIL COLÔNIA

01) São características econômicas do período Pré-Colonial no Brasil:


a) latifúndios – escravidão – monocultura – exportação.
b) servidão coletiva – policultura – subsistência – sesmarias.
c) escravidão – policultura – mercado externo – minifúndios.
d) extrativismo – escambo – mercado externo – monopólio.
02) Acerca das pretensões iniciais da exploração e conquista do Brasil, assinale a alternativa correta.
a) Interesses antropológicos levaram os portugueses a fazer contato com outros povos, entre eles os índios do Brasil.
b) Os portugueses estavam interessados nas riquezas que as novas terras descobertas podiam conter, além de garantir a segurança
da rota para as Índias.
c) O interesse científico de descobrir e classificar novas espécies motivou cientistas portugueses para lançarem-se à aventura
marítima.
d) Os conquistadores estavam interessados em encontrar terras férteis para desenvolver a cultura do trigo e, assim, dar solução às
crises agrícolas que sofriam em Portugal.
3) Enumere os eventos, de acordo com o período em que ocorreram e indique a alternativa que apresente a ordem CORRETA:
1. Período Pré-colonial (1500-1530) a) 1 - 1 - 2 - 2
2. Período Colonial (1530-1808) b) 1 - 2 - 1 - 2
( ) extração assistemática de pau-brasil. c) 2 - 2 -1 - 1
( ) criação das Capitanias Hereditárias (D. João III). d) 2 - 1 - 1 – 2
( ) envio das expedições "exploradoras" e "guarda-costas".
( ) chegada dos jesuítas para catequese dos índios e educação dos colonos.
04) Durante o período colonial, para melhorar a organização, o rei resolveu dividir o Brasil em Capitanias Hereditárias. O território
foi dividido em faixas de terras que foram doadas aos donatários. Estes podiam explorar os recursos da terra, porém ficavam
encarregados de povoar, proteger e estabelecer o cultivo da cana-de-açúcar.Com base nesse entendimento, analise as afirmações
abaixo:
I) No geral, o sistema de Capitanias Hereditárias fracassou, em função da grande distância da Metrópole, da falta de recursos e dos
ataques de indígenas e piratas. As capitanias de São Vicente e Pernambuco foram as únicas que apresentaram resultados satisfatórios,
graças aos investimentos do rei e de empresários.
II) A capital do Brasil neste período foi Olinda, pois a região Nordeste era a mais desenvolvida e rica do país em função da agro
manufatura açucareira.
III) Após a tentativa fracassada de estabelecer as Capitanias Hereditárias, a coroa portuguesa estabeleceu no Brasil o Governo-
Geral.
Era uma forma de centralizar e ter mais controle da colônia. O primeiro governador-geral foi Tomé de Souza, que recebeu do rei a
missão de combater os indígenas rebeldes, aumentar a produção agrícola no Brasil, defender o território e procurar jazidas de ouro
e prata.
IV) Também existiam as Câmaras Municipais que eram órgãos políticos compostos pelos "homens-bons". Estes eram os ricos
proprietários que definiam os rumos políticos das vilas e cidades. O povo não podia participar da vida pública nesta fase.
Estão corretas somente:
a) I, II e III.
b) I, III e IV.
c) II, III e IV.
d) I e IV.
05) Sobre o período inicial da colonização do Brasil, na primeira metade do século XVI, assinale a alternativa correta:
a) Com a nomeação de Tomé de Souza, primeiro Governador Geral do Brasil, as Capitanias Hereditárias foram, de imediato,
extintas. Tendo perdido suas terras, os capitães donatários retornaram a Portugal.
b) Os degredados, isto é, criminosos de alta periculosidade condenados pela justiça de Portugal, constituíram o principal núcleo dos
primeiros povoadores do Brasil.
c) As feitorias foram os primeiros estabelecimentos instalados pelos portugueses no litoral brasileiro e tinham por finalidade
armazenar mercadorias, pau-brasil, armas e ferramentas e servir de abrigo.
d) O escambo, isto é, a troca de produtos sem a utilização de moeda, possibilitou aos portugueses a utilização da mão-de-obra
indígena na exploração do pau-brasil e posteriormente no cultivo da cana-de-açúcar.
06) Quanto à produção de açúcar no Brasil colonial, é correto afirmar que:
a) consolidou no nordeste uma economia baseada no latifúndio monocultor e escravocrata, que atendia aos interesses do sistema
colonial português.
b) como não exigia muitos braços, desencorajou a importação de escravos, liberando capitais para atividades mais lucrativas.
c) contribuiu para a formação de uma sociedade mais democrática e menos elitizada, havendo maior possibilidade de ascensão
social.
d) possibilitou o povoamento e a ocupação de todo o território nacional, pois permitiu a formação de estradas que interligam todo o
Brasil.
07) Assinale as alternativas que apresentam características da sociedade colonial brasileira.
a) Os trabalhadores livres e assalariados compunham a base da sociedade.
b) O clero católico pouco interferia nos comportamentos sociais.
c) Predominava o patriarcalismo, e as mulheres tinham a função de cuidar do lar e dos filhos. No nordeste açucareiro, os senhores
de engenho ocupavam o topo da pirâmide social.
d) Os grupos indígenas tiveram papel determinante na formação do modelo social, a começar pela imposição do idioma tupi-guarani,
língua oficial da colônia.