Você está na página 1de 1

Crescimento e desenvolvimento da soja

Vegetativo Reprodutivo
R1 R3 R4 R5 R6 R7 R8

Estádios = N trifólios

VE VC V1 V2 R1 R2 R3 R4 R5 R6 R7 R8
Emergência Cotiledonar Primeiro trifólio Segundo trifólio Início do Florescimento Início da formação de Vagens completamente Início do enchimento Grão cheio Início da Maturação
florescimento pleno vagens desenvolvidas de grãos maturação plena

Estádios de desenvolvimento da soja


Hipocótilo
Emergência (VE) Início do florescimento (R1) Início da maturação (R7)
Durante a germinação e a emergência, os A planta tem uma flor aberta em algum nó Ao menos uma vagem na haste principal com
Cotilédones
cotilédones rompem a superfície do solo e da haste principal. Plantas indeterminadas coloração característica de maturidade.
inicia-se o crescimento das raízes primárias começam a florescer no terço médio ou
e laterais. Pelos radiculares funcionais se inferior e florescem de baixo para cima. Senescência
de folhas
Práticas de manejo
desenvolvem logo após a emergência, sendo Plantas de hábito determinado iniciam o Observar a síndrome da haste verde (que é
essenciais para a absorção de nutrientes e florescimento em um dos quatro nós apicais quando a haste permanece verde quando
R1 R7 os grãos já estão maduros e prontos para
água quando a planta está nesse estádio Flor
e, em seguida, a floração prossegue para
inicial. cima e para baixo na haste. a colheita), além de outros problemas que
poderão afetar a colheita como por exemplo:
Práticas de manejo acamamento, brotação de sementes e abertura

Reprodutivo
Práticas de manejo Monitore insetos e doenças. Aplicar de vagens.
Avalie se a emergência está adequada; inseticidas e fungicidas foliares, se
cheque o estande inicial e a uniformidade. A necessário.
profundidade ótima das sementes varia entre Maturação plena (R8)
2,5 e 5 cm. Semeadura profunda (maior que 5 Nó superior Vagem
Aproximadamente 5 a 10 dias antes da
cm), elevada temperatura do solo e ataque de Florescimento pleno (R2) imatura colheita, as vagens devem ter atingido
insetos e doenças prejudicam a emergência Flor A planta de soja tem uma flor aberta em maturidade plena, quando 95% apresentam
final. Se o estande for inadequado a um dos dois últimos nós no ápice da haste Vagem coloração de vagem madura.
Madura
ressemeadura poderá ser necessária. principal com folha desenvolvida.
R8 Práticas de manejo
Práticas de manejo Observe a síndrome da haste verde. Se a planta
Cotiledonar (VC) Monitore insetos e doenças. Aplicar ainda estiver verde, a melhor opção é colher
Ponto de
Crescimento
Folhas unifolioladas expandem-se (bordas inseticidas e fungicidas foliares, se em velocidade mais baixa e certificar-se de
Hilo
Folha unifoliolada das folhas não se tocam). Os cotilédones necessário. negro que a colhedora esteja regulada e em ótimas
desenrolada Cultivar
são a principal reserva de nutrientes para indeterminada condições de operação.
plantas de soja jovens (7 a 10 dias após a
Cotilédones
emergência). Cotilédones danificados podem
reduzir a produtividade.

Práticas de manejo
Avalie se a emergência está adequada; o
controle de plantas daninhas é importante Início da formação de vagens (R3) Formação da vagem e maturação
Vegetativo

antes e depois do estabelecimento da soja. A planta apresenta vagens com 5 mm R3 é o começo da formação da vagem, alcançando o tamanho máximo em
Se o estande for inadequado a ressemeadura de comprimento em um dos quatro nós R5. A mudança de cor da vagem de verde para amarelo claro ocorre de R6
poderá ser necessária. superiores da haste principal com uma folha para R7, tornando-se castanha na maturidade total (R8).
totalmente desenvolvida.
Bordas das aprox. 3 semanas aprox. 1 ½ semanas
Folha unifoliolada
desenvolvida
folhas não se
tocam
Primeiro trifólio (V1) Práticas de manejo
Primeiro trifólio se desenrola (completo Monitore insetos e doenças. Aplique
desenvolvimento das folhas unifolioladas). A inseticidas e fungicidas foliares, se
R3
planta torna-se autossustentável assim que as necessário. Identifique estresse hídrico, o
Nó 1 5 mm
folhas novas começam a realizar fotossíntese. qual afeta a formação das vagens. Caso
Nó 0 A partir de então, novos nós surgirão a utilize irrigação, tal pratica é crítica neste
cada 3 a 5 dias até V5 (estádio do quinto nó estádio fenológico da cultura. Danos 5 mm 2 cm
estabelecido) e, após V5, a cada 2 a 3 dias até foliares severos no final do ciclo afetarão a
o último nó vegetativo. produtividade final da cultura. R3 R4 R5 R6 R7 R8
Práticas de manejo
Monitore plantas daninhas, insetos e doenças
Reprodutivo

característicos do início do ciclo da cultura.


Nó superior
Vagens completamente
desenvolvidas (R4)
Segundo trifólio (V2) Vagens com 2 cm de comprimento em
Trifólio
Segundo trifólio se desenrola (folha um dos últimos quatro nós no ápice da
Gema apical trifoliolada totalmente desenvolvida no nó haste principal com folha desenvolvida.
acima do nó unifoliolado). Verifique se há A planta absorve 50% do nitrogênio do
Bordas das
nodulação efetiva. Nessa fase inicia-se a ciclo, dos estádios iniciais até R4. O restante
folhas não se nodulação nas raízes e a fixação de nitrogênio do nitrogênio será absorvido de R4 a R7.
tocam
Nó superior, nó 2
R4
Pecíolo
continuará no decorrer dos estádios Cultivar Quanto à produtividade final de grãos, o
Nó inferior, nó 1 reprodutivos. A nodulação efetiva resulta em indeterminada 2 cm
estádio R4 marca o início do período mais
Gema das alta produtividade e mais proteína no grão crucial do desenvolvimento da planta.
unifolioladas
quando comparado a plantas não noduladas. A partir de R5, o tamanho da semente aumenta até a cavidade da vagem ser
Práticas de manejo totalmente preenchida em R6.
Nós cotiledonares Gemas axilares
Práticas de manejo Monitore insetos e doenças. Doenças
Monitore plantas daninhas, insetos e doenças Em R5, as sementes estão ligadas à parede da vagem e separadas em R6.
no final do ciclo podem reduzir a
característicos do início do ciclo da cultura. produtividade. A irrigação também é crucial
Aplique herbicidas pós-emergentes, se
necessário. Se a nodulação for efetivamente
nesse estádio. O pico de uso da água pode Processo de enchimento de grãos
atingir de 65 a 75 mm por semana.
estabelecida a aplicação de fertilizantes
nitrogenados não se fará necessária. Se
Nó superior
houver aplicação de altas doses de nitrogênio
haverá a inibição da fixação biológica.
Início do enchimento de grãos (R5)
Grãos com 3 mm de comprimento em um
Estádio V3 a V6 dos quatro últimos nós no ápice da haste
O estádio vegetativo do terceiro trifólio (V3) ocorre quando o terceiro trifólio está principal. Raízes primárias e secundárias
desenrolado. Em caso de dano ao ponto de crescimento, gemas auxiliares permitem crescem intensamente até R5. Após R5,
que a planta compense a produtividade final. raízes superficiais se degeneram, mas raízes
O sexto trifólio desenvolvido indica o estádio fenológico V6. O sistema radicular R5
3 mm
mais profundas e laterais se desenvolvem
Cultivar
continua crescendo, podendo expandir-se em toda a área das entrelinhas. indeterminada até R6.5.
O estádio vegetativo continua enquanto houver a produção de trifólios. Cultivares
de soja com hábito de crescimento determinado geralmente completam o estágio
Cavidade
da vagem
Práticas de manejo
Monitore insetos e doenças. Doenças no R6 R6.5 R7 R8
vegetativo quando o florescimento se inicia. Cultivares de hábito de crescimento Teor de umidade
indeterminado produzem trifólios até o início do enchimento de grãos. final do ciclo podem reduzir severamente a Teor de umidade Teor de umidade Teor de umidade
<30%
75-80% 65-70% <50%
produtividade.
Exemplo de alterações no teor de água das sementes
A soja é uma leguminosa nodulante, a qual Matéria
estabelece uma relação simbiótica com Grão cheio (R6) seca
Conteúdo
espécies de Bradyrhizobium japonicum e Nó superior Vagens com ao menos um grão verde que de água
Sinorhizobium (bactérias do solo). preenche toda a sua cavidade em um dos
O processo de fixação de nitrogênio pode quatro últimos nós da haste principal. A
contribuir com uma grande porção do maioria dos nutrientes já foi absorvida até Ignacio A. Ciampitti, Especialista em Produção agrícola e Sistemas de Cultivo,
nitrogênio total necessário para a planta. este momento. Departamento de Agronomia, Kansas State University.
ciampitti@ksu.edu, TWITTER @KSUCROPS
Práticas de manejo
Nódulos Monitore insetos e doenças. Doenças no
R6 final do ciclo podem reduzir severamente
Cultivar Semente a produtividade. Aplicar inseticidas
indeterminada verde
preenche e fungicidas foliares, se necessário. A
ndo a
cavidade
redução na área foliar pode prejudicar a
Informações e desenhos sobre os estádios de desenvolvimento foram adaptados de Fehr e Caviness (1980).
da vagem produtividade. Se a redução ocorrer mais
Revisores: Bill Schapaugh, Kansas State University
Seções transversais de nódulos mostram diferentes concentrações de próximo à maturação, o dano será reduzido. Mark Licht, Iowa State University
leghemoglobina. O nódulo é mais ativo quando apresenta coloração Versão em português, revisores Dr. Eros Francisco (IPNI), Luiz Moro Rosso (Acadêmico visitante, KSUCROPS Lab,
Kansas State University) and Dâmaris Hansel (Aluna de PhD, KSUCROPS Lab, Kansas State University).
vermelho sangue ou rosa intenso, perdendo atividade quando rosa Kansas State University Agricultural Experiment Station and Cooperative Extension Service
pálido e não funcional quando marrom claro. K-State Research and Extension is an equal opportunity provider and employer. Issued in furtherance of Cooperative Extension Work, Acts of May 8 and June 30, 1914, as
amended. Kansas State University, County Extension Councils, Extension Districts, and United States Department of Agriculture Cooperating, John D. Floros, Director.
June 2017 | MF3339 BP