Você está na página 1de 3

1.

Explique, em termos químicos:


a) Um procedimento para obtenção de compostos de origem vegetal para uso
fármaco/medicinal.
b) Um fator que pode interferir na extração de um composto vegetal essencial.
c) Uma técnica de extração e suas vantagens e desvantagens.

2. Por que a destilação por arraste a vapor é preferida a destilação simples quando se
trata de óleos essenciais?

R - É mais adequada pois a temperatura que a destilação acontece é menor do que


o ponto de ebulição dos compostos, isso garante que os compostos não se
desintegrem a altas temperaturas pois como o sistema é fechado, a pressão no
interior do aparelho é alta e favorece que a água que é utilizada neste caso, entre
em ebulição em temperatura menor do que o normal assegurando a integridade do
produto final.

2. Citar e explicar duas desvantagens do uso da destilação por arraste a vapor na


obtenção de óleos essenciais, também conhecida como hidrodestilação.

R - A destilação por arraste a vapor ou hidrodestilação deixa a desejar no que tange


o rendimento e o tempo. Por muitas vezes o óleo essencial obtido é muito pouco e o
tempo para a obtenção desta pequena fração foi extenso. Uma outra desvantagem
é que este método não pode ser utilizado por algumas espécies que são frágeis
quando expostas a altas temperaturas, resultando numa perda de propriedades
químicas ou até mesmo na sua decomposição. Este tipo de extração de óleo
essencial é bastante antiga, porém muito utilizada até os dias atuais.

3. Um dos métodos de extração de óleos essenciais é a extração com solventes. Qual


a desvantagem desse método? Esse método foi utilizado nesse experimento?

R - A extração com solventes apresenta a desvantagem de que resíduo do solvente


pode ficar no absoluto e causar efeitos colaterais, um outro problema também é a
técnica que é complicada pois exige conhecimento sobre reações químicas e
especificidades de cada óleo. Este método foi utilizado no experimento e o solvente
utilizado foi o diclorometano.

4. Que entende por cromatografia?

R - A cromatografia é um método físico-químico de separação.

5. Que entende por fase móvel e fase estacionária?


R - Fase móvel e fase estacionária são componentes imiscíveis da cromatografia.A
fase estacionária é formada de um material escolhido para reter de forma
diferenciada os componentes da amostra que se deseja separar. A fase móvel é o
material que se desloca pela fase estacionária, arrastando os componentes da
amostra.

6. Em que consiste a técnica de separação dos métodos cromatográficos?

R - Ela está fundamentada na migração diferencial dos componentes de uma


mistura, que ocorre devido a diferentes interações, entre duas fases imiscíveis, a
fase móvel e a fase estacionária. Após transitar pela fase estacionária, por um
percurso de distância adequadamente escolhida, os componentes da amostra se
separam e são assinalados pelo sistema detector na seqüência: do primeiro
componente menos retido, ao último componente mais retido pela fase estacionária.

A mistura é adsorvida em uma fase fixa, e uma fase móvel "lava" continuamente a
mistura adsorvida. Pela escolha apropriada da fase fixa e da fase móvel, além de
outras variáveis, pode-se fazer com que os componentes da mistura sejam
arrastados ordenadamente. Aqueles que interagem pouco com a fase fixa são
arrastados facilmente e aqueles com maior interação ficam mais retidos.

Os componentes da mistura adsorvem-se com as partículas de sólido devido a


interação de diversas forças intermoleculares. O composto terá uma maior ou menor
adsorção, dependendo das forças de interação, que variam na seguinte ordem:
formação de sais > coordenação > pontes de hidrogênio > dipolo-dipolo > Van der
Waals.

7. A cromatografia em papel é um método de separação que se baseia na migração


diferencial dos componentes de uma mistura entre duas fases imiscíveis. Os
componentes da amostra são separados entre a fase estacionária e a fase móvel
em movimento no papel. A fase estacionária consiste de celulose praticamente
pura, que pode absorver até 22% de água. É a água absorvida que funciona
como fase estacionária líquida e que interage com a fase móvel, também líquida
(partição líquido-líquido). Os componentes capazes de formar interações
intermoleculares mais fortes com a fase estacionária migram mais
lentamente. Uma mistura de hexano com 5% (v/v) de acetona foi utilizada
como fase móvel na separação dos componentes de um extrato vegetal obtido a
partir de pimentões. Considere que esse extrato contém as substâncias
representadas.

Observando as estruturas das substâncias e o procedimento descrito acima sobre a


técnica de cromatografia de camada, qual das substancias será extraída mais
lentamente? Explique.

Você também pode gostar