Você está na página 1de 26

Psicólogo e

terapeuta:
aumente sua
agenda com essas
5 dicas
Sobre o autor
4 Os desafios no trabalho
7 A necessidade de terapeutas na
SUMÁRIO

sociedade
10 Aumente sua agenda
11 1 – Explicar o que você oferece
13 2 – Comunicação
15 3 – Primeira impressão
16 4 – Mídias socias
18 5 – Mindset
19 Ferramenta Mindset
24 Referências e Créditos
Os desafios no trabalho

Geralmente quando iniciamos uma faculdade ou um


curso, imaginamos que no final quando recebermos o
diploma, estaremos prontos para exercer a profissão. Mas
muitas vezes não é bem assim que acontece. Percebemos
que o tempo que ficamos apesar de conter várias horas
pode não ter sido o suficiente.

Isso é natural, desde pessoas com a formação em


áreas exatas até as pessoas com formação em áreas
humanas. Chega um momento em que nos damos conta de
que faltou algo na faculdade ou na escola. Percebemos que
não aprendemos o suficiente em cuidar da parte financeira
e do marketing necessário para mostrar que você está
disponível para atender as muitas pessoas necessitadas
em nossa sociedade.

4
E diante desse cenário percebemos que precisamos
buscar o que falta. Buscar algo a mais que pode trazer a
situação que você imaginou quando iniciou aquele curso.
Muitos desanimam ou pior: acreditam que são eles que não
tem a capacidade ou não são bons o suficientes. Mas isso
não é verdade Se você já despertou, buscou e se manteve
firme na formação e tem o desejo de exercer a sua
profissão é sinal de que está preparado para contribuir com
a sociedade, mas principalmente fazer aquilo que deseja.
A boa notícia é que você não está sozinho nessa
situação e que muitas pessoas já conseguiram alcançar o
status que gostariam. Seja com a ajuda de um profissional
da área, seja por conta própria. O primeiro grande passo é
você acreditar em você e saber que é capaz. É preciso que
você aceite o sucesso em sua vida e acredite que vai
chegar lá.
Como diz Henry Ford:

“Se você pensa que pode ou se pensa que


não pode, de qualquer forma você está certo.”

5
Por isso pensamos em oferecer para os terapeutas e
psicólogos esse material para ajudar com conceitos e
métodos que já ajudaram outras pessoas.
E diante desse cenário percebemos que precisamos
buscar o que falta. Buscar algo a mais que pode trazer a
situação que você imaginou quando iniciou aquele curso.
Muitos desanimam ou pior: acreditam que são eles que não
tem a capacidade ou não são bons o suficientes. Mas isso
não é verdade Se você já despertou, buscou e se manteve
firme na formação e tem o desejo de exercer a sua
profissão é sinal de que está preparado para contribuir com
a sociedade, mas principalmente fazer aquilo que deseja.
A necessidade de terapeutas na
sociedade

Se por um lado existem terapeutas com a agenda


lotada, por outro existem terapeutas com poucas pessoas.
Isso se dá por diversos fatores. Pode estar relacionado com
a estrutura que a pessoa tem, experiência nas mais
diversas formas, tempo dedicado ao trabalho, faltar
acreditar no seu desempenho, falta de marketing,
divulgação e muitos outros fatores que poderíamos ficar um
dia inteiro só para falar de cada um.
Já vi muitas pessoas que gostariam de iniciar uma
terapia com um ótimo profissional que não tinha mais
agenda. E que a próxima possível “vaga” seria apenas
quando alguém chegasse no final do processo. Talvez no
ano seguinte. E muitos acabam seguindo outras indicações
mas há pessoas que deixam de fazer terapia simplesmente
por não terem alguém que confiem ou não conhecerem
como é o profissional.
As pessoas que nunca tiveram contato com terapia
sentem dificuldade em saber o que é e como funciona. Não
sabem o que as espera e muito menos se vai ser bom.

7
Se soubessem os benefícios que a terapia traz, tratariam
com a mesma prioridade que tem para outras coisas que
consideram fundamentais.
Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS),
houve um aumento de mais de 18% de pessoas com
depressão entre 2005 e 2015. E isso mostra que mais de
300 milhões de pessoas vivem com depressão. Somente
na América, 5% da população sofre de depressão, o que
mostra que a cada 20 pessoas, 1 será depressiva segundo
pesquisa de 2015. Isso é um alerta para todos repensarem
sobre a urgência das abordagens e trabalhos sobre a
saúde mental.
E isso estamos considerando apenas um tipo de
doença que é a depressão. Imagine o quanto de pessoas
que necessitam ser cuidadas e o tamanho desse campo de
trabalho. Por isso você pode ser uma dessas pessoas a
ajudar essas milhões de pessoas, divulgando e trabalhando
com com a terapia.
Claro que existem muitos desafios, como por exemplo,
muitas pessoas necessitam mas não tem condições de
pagar por uma terapia. Infelizmente isso é uma realidade
que desejamos que mude, que melhore e todos tenham
capacidade de realizar um tratamento.

8
Podemos fazer a nossa parte e contribuir com o que
está em nosso alcance. E também existem muitos outros
que não fazem terapia mas fazem muitas outras coisas que
ao invés de serem ajudadas, acabam inclusive
atrapalhando a vida. E muitas pessoas que poderiam ter
uma vida melhor com terapia, que estão abertas para isso
mas que ainda falta o primeiro passo.

As pessoas dificilmente vão bater e entrar no seu


consultório sem uma referência, sem saberem quem você
realmente é. Isso não acontece apenas com profissionais
da área de humanas, apesar de ser mais comum, mas
também nas mais diversas áreas profissionais. Assim como
você procura referências de escola, restaurantes, cidades
para viajar, cursos, advogados, médicos, etc, também vão
procurar referência sobre você.
E é nesse momento que buscam por terapia que você
pode ter a chance de mostrar realmente quem é você. Esse
trabalho de mostrar ao mundo quem você é e o que pode
oferecer.

9
Aumente sua agenda

Muitos psicólogos e terapeutas possuem espaço na sua


agenda e a capacidade de atenderem mais pessoas.
Porém a sua disponibilidade pode ser maior do que a
procura das pessoas. No ambiente empresarial poderíamos
dizer que a oferta está maior que a demanda.
Mas como acabamos de ver isso não é verdade. Por
que alguns então possuem a demanda maior do que a
oferta? Por que alguns não tem mais tempo nem espaço
para colocar mais pessoas em suas agendas? E a pergunta
mais importante: o que está faltando para você?
Em Coaching é muito comum as perguntas bem feitas,
chamadas de perguntas poderosas, indicarem o caminho
necessário para alcançar o seu estado desejado. Portanto
vamos considerar alguns aspectos que podem te ajudar
para identificar possíveis caminhos para chegar onde você
quer.

10
1 – Explicar o que você oferece

No início algo muito importante é você explicar qual é a


sua abordagem e o que a pessoa pode esperar durante as
sessões. Será muito difícil alguém fechar algo no escuro,
sem saber o que lhe aguarda.
E por mais que aquilo que você fala pareça simples
para você, explique com detalhes o que a pessoa vai
encontrar nas sessões e qual será o seu papel. Temos a
tendência de achar que o outro já sabe o que sabemos.
Mas nos enganamos. Quantas pessoas não sabem o
básico de algo mas ficam com vergonha ou inibidas de
perguntar mais. E muitas vezes na dúvida, acabam
deixando para lá.
E hoje em dia as opções são muitas. Temos as mais
variadas abordagens e mesmo entre os profissionais de
psicologia existem muitas dúvidas pois são caminhos
diferentes uns dos outros.

11
A terapia ideal vai depender de cada pessoa, como
sabemos. Existe a psicologia, a psicanálise, a junguiana, a
lacaniana, o cognitivo, o analítico-comportamental, gestalt-
terapia, psicodrama, emor e muitas outras terapias
alternativas como o Reiki, Constelação Familiar, Hipnose e
muitas outras. Cada forma de atendimento é totalmente
diferente e obedece determinadas regras e conceitos de
tratamento, principalmente a psicologia que é estruturada
na formação universitária e compreende os conceitos
regulatórios.
Independente da terapia que você oferece, existirá
pessoas que buscarão informações e é fundamental você
saber explicar qual a sua abordagem. Saber levantar os
pontos positivos e mostrar para a pessoa quais os
possíveis benefícios.
2 – Comunicação

Pode ser que você nunca tenha pensando sobre a


importância da comunicação na divulgação do seu trabalho.
A comunicação é o que possibilita você transmitir quem
você é para os outros. Através dela é que a sociedade te
enxerga. Você pode ser uma pessoa muito boa e
competente, mas se não souber transmitir aquilo que sabe,
pode não atingir o objetivo almejado.

Ter as pessoas que você oferece seu trabalho como o


foco das atenções e saber atendê-los da maneira mais
assertiva e efetiva possível pode determinar que alguém
opte pelo seu trabalho. Conheço muitos profissionais
excelentes que não sabem como transmitir aquilo que
desejam.
Se os profissionais não tiverem uma boa comunicação,
inclusive se comunicando bem através da utilização das
novas tecnologias, correm o risco de perder possíveis
clientes e oportunidades.

13
Há um aumento da complexidade em geral e saber se
adaptar ao que o mercado nos oferece é fundamental para
manter um agenda preenchida. A comunicação assertiva
torna-se algo indispensável na sociedade moderna com a
fase de transição deixando de ser um país com foco em
produtos e se tornando um país que oferece cada vez mais
serviços.
Os interlocutores que são habilidosos conseguem fazer
o possível para garantir que todas as suas ideias foram
transmitidas da melhor forma possível. Quando uma
pessoa ou um cliente tem acesso a exposições de ideias e
informações mais precisas e relevantes, podem fazer
escolhas melhores.
As habilidades de comunicação podem ser desen-
volvidas através da prática de técnicas eficazes e
aprimoramento contínuo. Esse aperfeiçoamento das
habilidades é muito relevante para desenvolver a sua
imagem profissional.
Em uma comunicação por telefone, por exemplo,
segundo pesquisas, o que mais conta é o seu tom de voz.
As palavras que você utiliza correspondem a uma
porcentagem bem baixa do que a pessoa interpreta.

14
3 – Primeira impressão

Pode não parecer justo. Mas é a primeira impressão a


que fica. Se você estiver participando de um seminário ou
alguém te conheceu em algum evento em que você
participou, certifique-se de causar uma primeira boa
impressão. Os contatos geralmente não tem o tempo
suficiente para que você mostre quem realmente é.
Quando uma pessoa te procura pela primeira vez em
seu consultório ou até mesmo fica interessada sobre os
seus atendimentos, essa pessoa já está formando a
imagem que tem de você. E hoje é fundamental você
transmitir não apenas o que você é, mas também mostrar
através das mídias sociais a sua capacidade e autoridade
no assunto.
Referente aos encontros, segundo Pease (2013), as
pesquisas indicam que os primeiros quinze segundos de
uma entrevistas são os mais importantes. Isso mesmo! 90%
da opinião dos outros a seu respeito será formada nos
primeiros quatro minutos e que de 60% a 80% do impacto
que você causa está relacionado com a sua linguagem não
verbal.

15
4 – Mídias Socias

Quando o assunto é comprar algo, encontrar um


profissional ou serviço, as pessoas geralmente procuram
referências. E essa referência antigamente existia muito na
indicação de amigos, família ou colegas de trabalho. Ainda
existe, claro, mas hoje em dia a internet é um ponto de
referência imbatível. E existem pessoas que ainda não
compreendem que a terapia vai te tornar alguém melhor,
possuem uma visão negativa que a pessoa que faz terapia
é problemática ou algum outro conceito que não é real.
Com isso também podem buscam conteúdo na internet.
As mídias sociais já são uma realidade e continuam
sendo uma tendência para o futuro. Se você ainda não
possui uma marca, um logo, um blog, uma página ou
qualquer outra forma de se mostrar ao mercado, com
certeza você tem muitas oportunidades de aumentar as
suas chances de sucesso. E se já possui o básico nas
redes sociais, você também tem um campo enorme para
expandir ao máximo o seu trabalho. Sempre há espaço e
oportunidades para expandir, vai depender do seu tempo e
da disposição que você tem para investir no seu trabalho.

16
Se você ainda não possui nada digital, sugiro que
comece a pensar sobre o tema. É muito mais difícil você
fazer cartões e começar a entregar para as pessoas e
deixar nos lugares, esperando que alguém entre em
contato com você e adentre seu consultório.
É preciso que sejamos ativos e não reativos. Buscar e
fazer tudo que está ao nosso alcance, fazer o extraordinário
e não somente o básico para quebrar um galho. É através
da ação e das decisões que impulsionamos nossa vida.
Lembrado que se esperarmos para fazer apenas quando
tiver tempo ou quando estiver perfeito, aquilo nunca vai sair
do papel.

17
5 – Mindset

O modo que temos de pensar está ligada ao mindset.


Tem a ver com a mentalidade que a pessoa tem, o seu
modelo mental. O mindset ideal é aquele progressivo, em
que você é uma “metamorfose ambulante”.
Quando iniciamos algo diferente, geralmente requer
mais esforço. E com o passar do tempo aquilo se torna
mais fácil, muitas vezes algo automático. Portanto, para
que você aumente sua agenda e possa ajudar a você e as
pessoas que atende, é necessário se utilizar de tudo que
está ao seu alcance. Citamos nesse Ebook apenas 5
formas que podem transformar o seu trabalho naquilo em
que deseja. Mas com certeza temos muitas outras formas,
inclusive ferramentas de Coaching que podem te ajudar no
desenvolvimento do seu plano.
E para você preparamos uma surpresa: incluímos aqui
uma ferramenta para você trabalhar o seu mindset. Nas
próximas páginas você terá uma base para preencher a
ferramenta baseada no mindset e obter algumas respostas
importantes para a sua comunicação como terapeuta.

18
5.1 – Aprenda a ouvir a as crenças
sobre seus atendimentos

Temos crenças que nos limitam para a realização


daquilo que desejamos. É como uma voz interior, um
pensamento que vem sabotar aquilo que você deseja
mudar. Abaixo temos perguntas que podem estar
presentes em muitas pessoas:

•  Você tem certeza de que consegue ser um bom


terapeuta?
•  Se você tentar divulgar seu trabalho e falhar
nessa mudança, você é um fracasso!
•  Ainda não é o momento para realizar isso!

Escreva abaixo qual é a crença que você ouve


quando pensa na sua agenda:
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________

19
5.2 – Reconhecer que você tem
uma escolha

É você que vai escolher como interpretar as


dificuldades que surgem. A dificuldade de comunicação
ou de atender mais pessoas podem ser interpretadas
com a mentalidade fixa de que você é assim e não
consegue melhorar. Ou pode ter um mindset progressi-
vo de que tudo que você identificou até agora pode te
ajudar a conseguir aquilo que você deseja, a sua meta.

Você acredita que não pode realmente aumentar


sua agenda de atendimentos?

Coloque abaixo quais são os pontos que você pode


trabalhar para atingir a meta aumentar os seus
atendimentos:
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________

20
5.3 – Responda com mentalidade
de crescimento
Quando você ouvir novamente as crenças que
surgem na sua mente, tenho um mindset de sucesso:

“Tem certeza que você pode fazer isso? Talvez eu


não tenha talento o suficiente.”

“Não tenho certeza se posso fazer 100% agora,


mas posso realizar da forma que sei e me
desenvolver ainda mais com o tempo.”

“Se você falhar na apresentação será um fracasso.”

“A maioria das pessoas de sucesso tiveram


falhas ao longo do caminho.”

21
5.4 – Responda suas crenças com
mentalidade de crescimento

Escreva abaixo qual a crença que mais te atrapalha


quando precisa atingir o seu objetivo:
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________

Agora reescreva utilizando o mindset progressi-


vo, o que você vai interiorizar quando essa crença
surgir na sua mente:
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________
____________________________________________

22
5.5 Torne a mentalidade de
crescimento uma realidade

Com o tempo, o pensamento que você escolhe


acaba se tornando a sua escolha. Assuma os desafios
que você tem, aprenda com eventuais tropeços e tente
novamente. Esteja preparado para encontrar situações
e trabalho que você ainda não conhece, como por
exemplo as mídias digitais. Tenha em suas mãos a
possiblidade de fazer dar certo.
Quando você começa a buscar outras formas e ter
ações diferentes, os resultados são diferentes. Você já
sabe isso! Mas saber é diferente de praticar. Estabelece
uma meta. Quanto você quer crescer? Pratique ouvir as
crenças que aparecem te sabotando e responda com o
mindset de crescimento para atingir sua meta.

23
Espero que tenha gostado J

Espero que você tenha gostado desse material.


Desenvolvi exclusivamente para que você já tenha
algumas ideias de como pode ter uma agenda mais
preenchida e principalmente, trabalhar e ajudar a tornar
nossa sociedade melhor. Acredito que com terapias e
auto conhecimento podemos nos transformar e
transformar onde vivemos em um lugar melhor.

Obrigado!

Denis Valder - contato@casadamente.com.br


Bruna Dias -

24
Referências

CARNEGIE, Dale. Como fazer amigos e influenciar pessoas. São


Paulo: Companhia Editora Nacional, 2003.

CIALDINI, Robert B. Sim!: 50 segredos da persuasão. Rio de


Janeiro: BestSeller, 2009.

CLUTTERBUCK, David. Coaching Eficaz: como orientar sua


equipe para potencializar resultados. São Paulo: Gente, 2008.

DARLING, Diane. Networking: Desenvolva sua carreira criando


bons relacionamentos. Rio de Janeiro: Sextante, 2007.

MUNIR, Denis. A influência da comunicação para uma


negociação bem sucedida entre um consultor de vendas e um
cliente de veículos comerciais. Dissertação – Business School
São Paulo. São Paulo, 2012.
______. A utilização do Coaching para a Eficiência no
Gerenciamento de Projeto. Dissertação, São Paulo, 2018.

PEASE, Barbara; PEASE, Allan. Como conquistar as pessoas.


Rio de Janeiro: Sextante, 2006.
______. Desvendando os segredos da Linguagem Corporal. Rio
de Janeiro: Sextante, 2005.

25
Referências

UNYLEYA. Inteligência Interpessoal e Emocional. Distrito


Federal, out, 2017.
______. Coaching. Distrito Federal, nov, 2017.

MARTINS, Vera. Seja Assertivo!. Rio de Janeiro: Campus, 2005.

Créditos

Pexels – www.pexels.com

Kisspng – www.kisspng.com

Canva – www.canva,com.br

Pensador – www.pensador.com

26