Você está na página 1de 20

PUB

Quinta-feira • 23 de maio de 2019 • •1

PUB
1011
23 maio 2019
Ano 19
quinta-feira
 0.75 iva incluído
Diretor: Luís Baptista-Martins
semanário

Covilhã
Empresário
acusa Câmara
Ministra ainda não decidiu
de atrasar
empreendimento
turístico no Barco
sobre Pavilhão 5 do
Hospital da Guarda
O projeto turístico da Quinta
das Minas da Recheira aposta
na recuperação de uma antiga
exploração mineira de estanho
e volfrâmio. O empreendimento
está parado há cerca de três A reabilitação do Pavilhão 5 do Hospital Sousa Martins, na Guarda,
anos por falta de licenciamento continua parada e à espera de decisão do Ministério da
da Câmara da Covilhã. O promo-
tor responsabiliza a autarquia Saúde sobre o projeto a implementar, que terá que
pelo impasse, mas o município custar menos que o previsto Pág.5
responde que «não pode ultra-
passar as leis» _____________ 4

Guarda
Para que não
fique Entregue à
Bicharada
Veterinária Marta Vieira espe-
cializou-se em Comportamento
Animal e ajuda os donos a re-
solver problemas de comporta-
mento de cães e gatos _______ 6

Europeias
Rangel andou pela
Guarda, Costa foi
jantar à Covilhã ___ 7
PUB

Conclusão da autoestrada A25


ameaça futuro de Vilar Formoso
Infraestruturas de Portugal consignou na segunda-feira a construção do último troço
da A25 entre Vilar Formoso e a fronteira, seis meses depois da assinatura do contrato
de empreitada. A ligação direta ao país vizinho está a causar apreensão na vila raiana,
cuja população e comerciantes receiam ficar a ver os carros passar ao lado Pág.11
PUB
2• • Quinta-feira • 23 de maio de 2019

Cara
Entrevista
no  fio  da  navalha

a P e r f i l
cara

«Há cobertores
Maria do Céu Reis
Autarcas da região Naturalidade: Sé (Guarda)

As prospeções de minério solicitadas Idade: 50 anos

de papa
para a região estão a gerar ondas de indigna-
ção e preocupação por parte de associações Profissão: Desempregada
locais e populações em geral. Em causa
estão áreas protegidas e paisagens naturais Currículo: Trabalhou na fábrica Jofrei

industriais que
que, em caso de avanço das explorações, durante 27 anos
podem ser afetadas negativamente, com
consequências para as populações en- Filme preferido: “Fuga de Alcatraz”, de
volventes. Alguns dos autarcas da região Don Siegel

se apropriaram
são unânimes ao defender a importância
da análise do impacto ambiental destes Livro preferido: “O Principezinho”, de
projetos e a salvaguarda do bem-estar Antoine de Saint-Exupéry
das populações, embora não descartem o

do nome e
interesse económico que pode advir destas Hobbies: Viajar, ler, ouvir música e fazer
explorações. arranjos florais

enganam os
como descrenças, a falta de apoios e
concorrência de produtos industriais
que se fazem passar pelo cobertor de
Maria do Carmo Borges papa artesanal têm um grande impacto.

consumidores»
Os bombeiros de Vila Franca das Naves Tudo isto acrescido das dificuldades
homenagearam a antiga Governadora Civil decorrentes da escassez e preço da lã
da Guarda pelo seu empenho na aprovação churra e do encerramento de tinturarias
do novo quartel da corporação. Na cerimónia próximas, o que nos obriga a recorrer
Maria do Carmo Borges foi ainda distinguida DR
a tinturarias longínquas e se reflete em
com o Crachá de Mérito e Cidadania da Liga P – Quais as principais atividades preços elevados e logística mais morosa.
de Bombeiros, naquela que será, porventura, desenvolvidas pela Associação Genu- No entanto, não desistimos. Conseguimos
a primeira distinção oficial da ex-presidente íno Cobertor de Papa? não só voltar a fazer todos os tipos de co-
da Câmara da Guarda. R - A Associação Genuíno Cobertor bertores tradicionais – manta do pastor,
de Papa (AGCP) mantém em funciona- manta lobeira ou espanhola, cobertor
mento todo o processo da produção do bordado, cobertor branco e cobertor
cobertor de papa tradicional, artesanal branco com listas castanhas nas pontas
e autêntico de Maçaínhas (Guarda), ao –, como também testámos com sucesso
mesmo tempo que desenvolve atividades o uso alternativo do castanho e branco
ligadas à tecelagem e participa e organiza naturais em combinações diferentes.
exposições e eventos de caráter lúdico e Criámos também sabonetes e rocas de
cultural. Recebe visitantes comuns, tu- cheiro, a partir do fio do cobertor, como

Hortense Martins ristas e estudantes, dos vários níveis de


ensino, colabora com universidades e tem
se pode ver na nossa página de facebook
O Genuíno Cobertor de Papa.
A deputada e líder do PS de Castelo capacidade para dar formação em tecela-
Branco está sob suspeita por ter obtido gem e derivados. A associação participa P – Quais os planos para o futuro?
fundos comunitários para um projeto fa- ainda em atividades da comunidade e da O que pretende a associação desen-
miliar que já estava concluído. Hortense autarquia. volver e quais as maiores dificuldades
Martins é a protagonista da mais recente que enfrenta para o conseguir?
polémica com dirigentes socialistas em P – Quais as motivações que a leva- R – Queremos certificar o produto,
Castelo Branco, onde começam a ser por ram a fundar esta associação? difundi-lo o melhor possível, incluí-lo
demais evidentes os efeitos perniciosos do R – Proteger, defender, divulgar e em circuitos turísticos e estabelecer
domínio rosa naquele distrito. produzir o cobertor de papa de Maçai- parcerias com escolas, do 1º ciclo às uni-
nhas, que se encontrava em vias de extin- versidades, passando pelo IEFP, formação
ção. Por outro lado, salvaguardar os seus profissional, lares, centros de dia e todo
processos artesanais perante produtos o tipo de instituições e coletividades
industriais que se apropriaram do nome que connosco queiram trabalhar. Para
e, com isso, enganam os consumidores, já, temos trabalhos acertados com uma
Campanha eleições desonram um património histórico e este ícone da identidade de Maçainhas universidade alemã e estamos a criar uma

europeias cultural e concorrem deslealmente com


quem continua a usar os processos fieis à
e, para além de produzir cobertores,
também organiza atividades que trazem
base de trabalho com uma universidade
nacional. Pretendemos prestar formação
O interior tem sido percorrido pelos tradição secular e artesanal, e respeita a animação à localidade. Consideramos a pessoas empregadas, reformados e,
cabeças de lista às europeias e todos autenticidade do produto e seus proces- que, com as atividades que temos de- claro, a desempregados, pois esperamos
defendem a importância do investimento sos, bem como a cultura e memória dos senvolvido, trazemos animação à aldeia que alguns jovens possam interessar-se
nestas regiões. Até aqui nada de novo, que no-lo legaram. e contribuímos para a economia local – e dedicar-se a esta arte. Por outro lado,
apesar das declarações serem apenas pelo fio que compramos, pelos serviços a AGCP não possui instalações nem os
isso: declarações e nunca ações. O que P – Maçainhas já viveu desta ativi- de restauração, alojamento, reprografia e aparelhos necessários à produção do
é de lamentar é que estas visitas servem dade em tempos passados. Atualmen- outros a que recorremos e pagamos. Tudo cobertor de papa pelo que tem de alu-
apenas para apontar o dedo a quem «não te, qual é a relevância da produção do isto é feito sem que ninguém na associa- gar o espaço ao proprietário – o senhor
contacta com as populações» ou a quem cobertor de papa para a região? ção seja remunerado, pois o trabalho é José Pires Freire, que possui algumas
«voa de helicóptero» sobre florestas ar- R – Há décadas atrás em cada ha- feito em regime de voluntariado. peças únicas no mundo –, o que nos traz
didas. A proposta de medidas concretas bitação havia um tear manual e quem grandes problemas para conseguirmos
é largamente suplantada pela troca de circulava pelas ruas de Maçainhas ouvia P – A Associação completou um manter tudo a funcionar. Acreditamos
acusações, transformando (mais uma vez) a cadência regular proveniente da lan- ano de existência. Qual o balanço que que, com o passar do tempo e perante a
as ações de campanha num mero concurso çadeira a cruzar a teia com o fio trama. faz, neste primeiro aniversário? nossa resiliência, surgirão mais apoios
partidário. Também se podiam ver as ramblas cheias R – O balanço é francamente positi- que nos permitirão algum desafogo e,
de cobertores multicoloridos que enfeita- vo, apesar de reconhecermos que muito assim, a sobrevivência do cobertor de
vam algumas ruas. Hoje, apenas existem ainda há para fazer. O começo é quase papa autêntico pelo menos enquanto
nas instalações onde funciona esta asso- sempre a parte mais difícil pois, além pudermos fazê-lo. Todas as ajudas são
ciação, que procura não deixar morrer de naturais dificuldades e resistências, necessárias e serão bem recebidas.
Quinta-feira • 23 de maio de 2019 • •3

editorial Luís Baptista-Martins


baptista-martins@ointerior.pt

Construir a Europa
1
Há dias, enquanto conduzia, distraidamente, ouvi na rádio Rúben
Carvalho (PCP) e Jaime Nogueira Pinto (intelectual pró-fascista de
extrema direita) convergindo em tudo no ataque à própria existência
da União Europeia – supostamente Ruben Carvalho está nos antípodas de
Jaime Nogueira Pinto, mas sobre a Europa aparentemente eles pensam
o mesmo. Os extremos tocam-se! Mesmo! E há que ter isso em conta
no momento de votar. Ou antes, inclusive, no momento de escolhermos
votar ou abstermo-nos. No momento de escolhermos estar com os extre-
mistas que querem destruir a Europa ou estar com aqueles que, mesmo
identificando defeitos, e muitos, à União Europeia, preferem defender as
muitas conquistas conseguidas, nomeadamente o extraordinário espaço
de liberdade, democracia, paz e desenvolvimento. Por isso, votar nas
próximas eleições tem de ser uma forma de ser partícipe no progresso
europeu. Não votar será estar com o comunista ortodoxo Ruben de
Carvalho ou com o pró-fascista Nogueira Pinto é ficar lá atrás, parado
no tempo inexorável e ser contra a mudança, contra o futuro e contra a
coesão europeia – a construção da Europa das Nações não pode parar
(com ou sem Brexit).
2. A semana passada encontraram-se em Vilar Formoso sindicatos
e empresários, portugueses e espanhóis, para protestarem contra as
portagens nas autoestradas (ex-Scut). A mobilização ficou aquém das
expetativas porque estranhamente todos achamos um roubo ter de pagar
portagens caras, mas quando se trata de protestar e levantar a voz contra
a cobrança indevida desta taxa (por falta de alternativas) as pessoas ficam
em casa à espera que outros lutem pela abolição. As antigas Scut foram
financiadas por fundos comunitários precisamente com o objetivo de
promoverem a coesão territorial e contribuírem para o desenvolvimento
das regiões periféricas.
Como bem sabemos, quando um imposto ou uma taxa são aplicados,
tarde ou nunca serão abolidos. Não há volta atrás. Por isso, em 2011,
antes da implementação das portagens nas antigas Scut, apresentei uma
petição subscrita por mais de quatro mil pessoas e fui à Assembleia da
República defender a não introdução de portagens. Falei aos deputados
Entrementes (que obviamente não ouviram nada do que eu disse) sobre os prejuízos

Da boca grande à que iriam infligir à economia do interior do país, do aumento de assime-
trias ao consequente despovoamento, dos custos acrescidos de viver no
interior à falta de oportunidades… Infelizmente, e apesar das mais de
opinião
Norberto Gonçalves grande boca quatro mil pessoas que me apoiaram assinando a petição, fui sozinho
reivindicar algo que nos deveria preocupar a todos (também lá esteve,
Manuela Moura Gudes provou, há uns dias atrás, existem porque têm leitores, ouvintes e telespetadores com o mesmo intuito, a Comissão de Utilizadores, ligada à CGTP, e que,
que é uma “boca grande”. Assim mesmo, entre aspas, que gastam o seu tempo para os lerem, ouvirem e apesar de muito politizada, defendeu e mantém essa luta quase sozinha).
para remeter para a sabedoria popular que, quando uti- verem. Passados oito anos, e reconhecendo o meu completo fracasso nessa luta,
liza a expressão, o faz para se referir a alguém que não Claro que, usando a mesma linha argumentativa, cada vez mais acho absurdo que tenhamos de pagar, e tenhamos de pagar
sabe estar calado, que fala de tudo e de nada cuidando sempre poderíamos dizer que a senhora jornalista/ tão cara, a utilização da autoestrada, em especial a A25, que deveria ser
estar a prestar um grande serviço à comunidade. Para comentadora não o seria se não fossem os professores um corredor para o desenvolvimento, para a Europa. Por isso, continuo
estes casos tem a sabedoria popular resposta na ponta que teve ao longo da vida. Será assim?... a aplaudir aqueles que continuam a defender a abolição das portagens –
da língua que pode passar por um “a palavras loucas, Acredito, aliás, que os professores que ao longo ainda que a maioria, quando os convidei a irem comigo à Assembleia da
orelhas moucas” ou por um “pobre de quem as ouve, da vida teve a tenham ensinado a saber (procurando República não tenham considerado oportuno.
quem as diz fica aliviado”. o Saber) e a saber ser. Parece, todavia, que o esque- Sem a mobilização massiva das pessoas, dos utilizadores, dos cida-
Vem isto a propósito dos comentários que produ- ceu, o que não abona nada em favor da memória da dãos, o Estado centralista nunca irá abdicar dessa renda extraordinária.
ziu num programa televisivo do qual é comentadora senhora… Mas as empresas e os cidadãos do interior não podem calar perante um
residente. Entre outras pérolas, produziu uma que, De facto, se há alguma coisa que possa ser retida custo tão elevado, a todos os níveis. Temos de reinventar formas de pro-
apesar de tudo, consegue superar todas as outras. daquela verborreia contra a classe docente, essa é testo que possam ser ouvidas pelos decisores. E temos de exigir a tomada
Pois, dizia a comentadora (ou comentadeira?...) que a conclusão de que a ignorância da senhora, afinal, de posição de forma clara aos partidos políticos e aos deputados, que
nisto da questão dos professores, toda a gente fala consegue ser maior que a própria boca, aqui sem entre a disciplina partidária e a falta de protagonismo, sempre se escondem
deles, mas ninguém fala dos alunos e que os primeiros aspas e no sentido objetivo da linguagem… nas brumas do silêncio. Discutir a Europa, nestas eleições, também deveria
não existiriam sem os segundos. Como se vê uma Bem se sabe que não é tarefa fácil… ser discutir as ligações à Europa, a coesão territorial da Europa e o desenvol-
excelente argumentação para quem tem décadas vimento das regiões periféricas. Infelizmente os nossos candidatos querem
de profissão nisto da comunicação… Uma “grande P.S.: À hora a que escrevo já o Benfica foi campeão ir para Bruxelas de avião e não terão de pagar portagens.
boca”, portanto!!!... Em sentido figurado, já se vê… e, como vem sendo da praxe, estas e muitas outras
Ora, se recorrermos a uma analogia, e para seguir situações foram já remetidas para uma memória PS 1: Entretanto, a Alta Velocidade espanhola já chegou a Salamanca
à risca a sua linha de raciocínio, então poderíamos longínqua como se tivessem acontecido num tempo (70 minutos separam-na de Madrid). E o Estado espanhol está a lançar
muito bem afirmar que jornalistas e comentadores só distante e obscuro… o concurso para a construção da linha ferroviária de alta velocidade até
à fronteira portuguesa!
PUB

PS 2: A autovia de Fuentes de Oñoro a Salamanca é gratuita. E


enquanto Portugal consignou a empreitada da construção da ligação da
A25 a Espanha, o país vizinho está a terminar as obras de ligação da A62
a Portugal. Dois a três anos de atraso. E os partidos e os políticos nada
dizem, nem quando falamos de integração europeia!
4• • Quinta-feira • 23 de maio de 2019

Empreendimento turístico
suspenso no Barco por falta
de licenciamento DR
Câmara da Covilhã
está «a fazer tudo
Sofia Craveiro
para defender este
empreendimento»
O projeto turístico da
Quinta das Minas da Confrontado por O INTE-
Recheira, na freguesia RIOR sobre este caso, o vereador
do Barco, aposta na José Armando dos Reis afirma
recuperação de uma que «a lei tem de ser respeitada»,
antiga exploração assegurando que, através de
mineira de estanho pedido aos ministérios compe-
e volfrâmio. O tentes, «pode ser levantada a
empreendimento proibição». O eleito acrescenta
está parado há cerca ainda que vai «desenvolver os
de três anos por falta mecanismos necessários para
de licenciamento levantar a proibição no mais curto
da Câmara da espaço de tempo – como, aliás, já
Covilhã. O promotor fiz recentemente para outras duas
responsabiliza a obras no concelho – mas o senhor
autarquia pelo [Luís Sabido] não nos pode pedir
impasse, mas o para ultrapassar leis». Segundo
município responde o vereador do Urbanismo, o ex-
que «não pode ecutivo covilhanense «entende
ultrapassar as leis». que este é um projeto inovador
e muito importante» para o mu-
A Quinta das Minas da Re- nicípio e sublinha que «estamos
cheira é um empreendimento a fazer tudo para defender este
turístico que pretende dinami- empreendimento». Contudo,
zar os terrenos das antigas «não se pode começar um proc-
minas de estanho e volfrâmio esso todo ferido de ilegalidades
O avanço da obra foi travado por uma denúncia na Câmara, que embargou os trabalhos
daquele lugar da freguesia do e depois querer celeridade. Como
Barco, no concelho da Covilhã. cia na Câmara, que embargou sentados, além de colocar em a pedido do próprio arquiteto se costuma dizer, “pôs-se a carroça
O investimento, de 3,5 milhões os trabalhos e aplicou uma causa pareceres obtidos pelos municipal, de acordo José Ar- à frente dos bois”, por isso agora,
de euros, da responsabilidade contraordenação, tendo havido promotores junto da Entidade mando Reis, em declarações a O para resolver as lacunas existentes,
da sociedade Os Melhores Ra- ainda uma participação do caso Regional da Reserva Agrícola INTERIOR. Numa segunda notifi- é necessária a colaboração de to-
biscos, Lda (sediada em São ao Ministério Público (MP). Nacional do Centro (ERRANC), cação, assinada por outra técnica dos», afirma José Armando Serra
Domingos de Rana, Cascais), Na altura, Luís Sabido ficou Comissão de Coordenação e superior do município, já não é dos Reis, para quem «não será isso
que junta Luís António Sabido, a saber que «o pedido de licen- Desenvolvimento Regional do feita referência aos elementos que nos vai impedir de tratar este
engenheiro civil de Lisboa, e ciamento para as obras desa- Centro (CCDRC), Direção-Geral analisados e apontados pelo an- projeto com carinho e dedicação».
quatro investidores nacionais pareceu do Departamento de de Energia e Geologia do Centro tecessor, sendo postos em causa Sobre o afastamento do téc-
e internacionais, está parado Urbanismo da Câmara», tendo e Agência Portuguesa do Am- aspetos como a localização das nico superior do processo, o
desde 2016. o processo sido arquivado pelo biente. Relativamente a estes edificações, por se encontrarem vereador adianta que «o promo-
A ideia dos promotores era MP. «Este arquivamento foi-nos pareceres lê-se repetidamente «em espaços naturais e culturais», tor não teve um comportamento
«recuperar os 10 edifícios em comunicado telefonicamente no documento que «não foi e integrarem «parcialmente em adequado e o técnico em causa
estado degradado e requalificar pelo vereador do pelouro do apresentada planta autenti- zona adjacente ao rio Zêzere (área não se sentiu à vontade para con-
o espaço das minas, de forma a urbanismo sem nunca termos cada pela entidade sobre a qual inundável)», lê-se no documento. tinuar com o projeto». Já quanto
criar um resort de turismo rural sido notificados pelo Ministério emitiu parecer», sendo também A autarquia chama também a ao alegado desaparecimento do
e mineiro», aproveitando a ex- Público. Nunca mais tivemos apontadas «incoerências» rela- atenção para o facto do projeto se primeiro pedido de licenciamen-
istência das minas para aliar o conhecimento do processo de tivas à localização e à área total encontrar «em área percorrida to, o autarca refere que «não era
turismo e lazer a visitas lúdicas contraordenação», estranha o do empreendimento. por incêndio em 2017», o que, o vereador responsável na altura,
e geológicas. Luís Sabido, diretor promotor do empreendimento de acordo com o Decreto-Lei por isso não posso responder com
técnico da obra, acrescenta que suspenso há cerca de três anos. Localização leva a nº55/2007, estabelece «a proi- certezas. Contudo, acompanhei
o projeto iria «criar 20 postos No início de 2019 Luís Sabi- «indeferimento» bição, pelo prazo de 10 anos, de este projeto desde a sua génese
diretos de trabalho», mas que do fez um novo pedido de licen- várias ações nos terrenos com e duvido que isso tenha aconte-
não avançou mais porque a ciamento para poder continuar a A notificação recebida levou povoamentos florestais percor- cido, pois existe uma organização
autarquia da Covilhã não deu desenvolver o projeto. Contudo, Luís Sabido a corrigir alguns as- ridos por incêndios, em áreas muito perfeita».
«despacho final» a um pedido a autarquia considerou haver petos, mas na resposta não escon- não classificadas nos planos Perante o imbróglio em que
de licenciamento realizado «elementos em falta ao pedido, deu a sua indignação e considerou municipais de ordenamento se transformou este caso José
em 2014, para «recuperar e bem como peças do processo que houve «exagero de minúcia», do território como solos urba- Armando Reis deixa claro que
reconstruir as construções ex- indevidamente elaboradas que «falta de experiência do técnico» nos». Esta situação leva a uma «tem de haver paciência e não
istentes» com o objetivo da sua necessitam de correção», de e até «desconhecimento da lei», proposta de «indeferimento se pode considerar todos como
posterior exploração hoteleira. acordo com a notificação envia- lê-se no documento enviado pelo do pedido», apesar do mesmo inimigos sempre que a resposta
«Passados estes anos e todos os da pela autarquia a Luís Sabido, proprietário ao vereador José Decreto-Lei referir a possibili- não é favorável», e reitera que
prazos legais para o município a que O INTERIOR teve acesso. Armando Reis, responsável pelo dade de «levantamento das proi- «não obstante, a realização destes
se pronunciar, começámos a A notificação data de 12 de pelouro do Urbanismo na Câmara bições» no ano subsequente ao procedimentos não muito ade-
executar a limpeza da quinta fevereiro deste ano e o técnico da Covilhã. As acusações e revolta incêndio «nos referidos casos de quados [por parte de Luís Sabido],
e a reconstrução de alguns ed- superior que a assina ressalta do proprietário resultaram ainda ações de interesse público ou de estamos empenhados em desen-
ifícios», recorda o responsável. vários aspetos desfavoráveis, num requerimento para substi- empreendimentos com relevante volver este grande e belíssimo
O avanço da obra foi, no en- como incoerências da área in- tuição do referido técnico, que interesse geral reconhecidos empreendimento».
tanto, travado por uma denún- dicada nos documentos apre- acaba por ser concretizada, mas como tal».
Quinta-feira • 23 de maio de 2019 • •5

Ainda não há
Autoestradas
Movimento quer abolição das portagens
na agenda das legislativas

decisão sobre
Cerca de 400 pessoas recla- Obreras de Espanha, considerou
maram a abolição das portagens que o Governo português tem de
na A23 e A25 no passado dia 15, retirar as portagens da A23 e A25
em Vilar Formoso, e apelaram aos porque encarecem os produtos

reabilitação
partidos que coloquem o assunto que as empresas “produzem e
na agenda das legislativas. fabricam”, sendo também pe-
A tribuna pública convocada nalizadoras para os trabalhadores
pela Plataforma Pela Reposição dos dois lados da fronteira, pelo
das SCUT naquelas duas au- que é «imprescindível» que as

do Pavilhão 5
toestradas que servem a região portagens sejam abolidas.
juntou sindicalistas, empresários, Presente na ação, o presi-
autarcas e populares portugueses dente da Câmara de Almeida,
e espanhóis. Um dos oradores foi António Machado, admitiu aos

do Hospital da
Luís Garra, da União de Sindicatos jornalistas que as portagens
de Castelo Branco, que disse que foram «um arrombo para o inte-
a luta pela abolição das portagens rior», que paga «um preço dema-
vai continuar tendo em conta que siado elevado». E exemplificou,
os defensores estão «cada vez dizendo que quem «visitavam

Guarda
mais unidos» e cada vez são mais. constantemente a região deixou
«Desafiamos os partidos políticos de o fazer» e que as empresas «até
a inscreverem a abolição das por- têm saído» do território devido
tagens nos seus programas eleito- aos custos com as portagens.
rais para as legislativas», declarou Já Luís Veiga, representante do
o sindicalista, avisando que quem Movimento de Empresários pela Projeto continua parado e à espera de aval do Ministério da
não o fizer, «de forma clara e Subsistência do Interior, declarou Saúde sobre a solução a implementar, que terá que custar
taxativa», vai ter «a nossa denún- «uma vergonha» o que se passa em
cia e oposição». Vicente Andrés, Portugal, porque não há vias alter- menos que o previsto
representante das Comissiones nativas às autoestradas portajadas. DR

Fornos de Algodres continua em rutura


financeira
Segundo análise do Conselho das Finanças
Públicas divulgada na semana passada
Fornos de Algodres é um dos Alfândega da Fé, Fundão, Portimão,
quatro municípios que estavam, em Vila Franca do Campo e Vila Nova
2018, em rutura financeira entre os de Poiares. Em situação de «rutura
24 com dívida acima do limite. Esta financeira» encontravam-se o Car-
é uma das conclusões da análise à taxo, Fornos de Algodres, Nordeste
execução da Administração Local e Vila Real de Santo António. «O
pelo Conselho das Finanças Públi- número de municípios que, de
cas (CFP), cujos resultados foram acordo com a classificação legal,
divulgados na quinta-feira. estão em situação de rutura finan-
Cartaxo, Fornos de Algodres, ceira terá diminuído para quatro”,
Nordeste (Açores) e Vila Real de precisa o relatório, assinalando
Santo António encontram-se em que os quatro casos em questão se
Projeto está na gaveta desde julho de 2017, data do indeferimento de uma candidatura ao Programa Operacional do Centro
situação de «rutura financeira» encontram ao abrigo de programas
porque o rácio de dívida total su- de ajustamento municipais, no âm- Luis Martins ho de Administração da ULS que Programa de Investimentos na
perou os 300 por cento, segundo o bito do recurso ao Fundo de Apoio as obras terão de custar metade, Área da Saúde, com uma dotação
CFP. Tendo por base este indicador, Municipal (FAM). ou seja, não poderão exceder os de 90 milhões de euros, aprovado
24 dos 308 municípios portugueses A análise do CFP mostra ain- A reabilitação do Pavilhão 5 3 milhões. no final de março pelo Governo. A
«encontravam-se acima do limite da que os pagamentos em atraso do Hospital Sousa Martins con- É este diferendo que está candidatura da obra, considerada
de dívida total» no final de 2018, diminuíram 10 milhões de euros tinua parada e à espera de decisão na base das modificações so- fundamental para a melhoria
número que compara com os 28 (-10,5 por cento). Além disso, no do Ministério da Saúde sobre o licitadas, sendo que ARS e ULS dos cuidados de saúde naquela
contabilizados um ano antes. De final do ano passado eram menos projeto a implementar. terão agora de alcançar um com- área, foi indeferida em julho de
acordo com a Lei das Finanças os municípios com pagamentos Segundo apurou O INTERI- promisso para que os serviços 2017 pela Comissão Diretiva do
Locais, no último dia de cada ano, a em atraso superiores a um mil- OR, a Administração Regional de de Coimbra possam emitir os Programa Operacional do Centro
dívida total do município não pode hão de euros. Aos 16 registados Saúde (ARS) do Centro solicitou pareceres necessários à aprov- «por não terem sido cumpridos os
ultrapassar 1,5 vezes a média da re- em 2018, somavam-se, no final no final de 2018 «alterações e a ação da requalificação do edifício. critérios de elegibilidade da oper-
ceita corrente líquida cobrada nos do primeiro semestre, sete mu- adequação do projeto, que tem Recentemente, a ministra Marta ação e do beneficiário» previstos
três anos anteriores. Entre as quase nicípios: Alcochete, Celorico da dez anos e tem de ser atualizado. Temido oficiou à administração na lei e no aviso de concurso.
duas dezenas e meia de situações Beira, Lamego, Moimenta da Uma tarefa que só o arquiteto que guardense a dar conta da receção A elaboração do projeto de
com excesso de endividamento, o Beira, Paços de Ferreira, Vila do o projetou poderá fazer», disse na ARS Centro dos documen- requalificação deste pavilhão
CFP identificou 15 com rácios de Bispo e Macedo de Cavaleiros. fonte conhecedora do processo. tos necessários para «proceder tinha sido entregue à empresa
dívida entre 1,5 e 2,25 vezes média Confrontado com estes dados, o Esta solicitação teve ainda como à análise da proposta da ULS João Madalena Arquitetura, da
da receita líquida cobrada nos três presidente da Câmara de Fornos finalidade “cortar” no valor fi- Guarda». Na mesma missiva, a Guarda, em novembro do ano
anos anteriores, sendo eles Aland- de Algodres declarou «não ser nal da obra, cenário a que se que O INTERIOR teve acesso, a anterior pela administração da
roal, Aveiro, Caminho, Celorico da uma surpresa» as conclusões do têm oposto a administração da governante acrescenta que vai ULS então presidida por Carlos
Beira, Évora, Freixo de Espada à CFP. «O plano de restruturação Unidade Local de Saúde (ULS) determinar «a necessária articu- Rodrigues. O objetivo era adaptar
Cinta, Gondomar, Lamego, Nazaré, da dívida, através do FAM, tem da Guarda e a própria Federação lação com a Administração Cen- o espaço para acolher uma nova
Paços de Ferreira, Peso da Régua, o prazo de 35 anos e passaram Distrital do PS, que já o terá mani- tral do Sistema de Saúde (ACSS), maternidade, bem como o Depar-
Reguengos de Monsaraz, Santa apenas dois. Portanto, durante festado a Marta Temido. É que de forma a poder concluir, com tamento da Criança e da Mulher.
Comba Dão, Seia e Tabuaço. pelo menos 30 anos essa situação a proposta saída do Parque da urgência, a análise e estabilizar o Atualmente, o espaço alberga os
O grupo inclui ainda cinco vai-se manter, porque desde que Saúde da cidade mais alta assenta projeto a executar». serviços de Ginecologia, Terapia
municípios em que aquele rácio se estou na Câmara, a autarquia não num «investimento necessário» A requalificação do Pavilhão da Fala, Anestesiologia, Unidade
situa entre os 2,25 e os 3 vezes o fez mais dívida», disse Manuel de 6 milhões de euros, enquanto a 5 para acolher o serviço materno- de Cirurgia de Ambulatório, Uni-
indicador referido, nomeadamente Fonseca. ARS Centro terá avisado o Consel- infantil da ULS não foi incluída no dade de AVC, entre outros.
6• • Quinta-feira • 23 de maio de 2019

Entregue à Bicharada
S
Sociedade
ajuda donos de animais
Marta Vieira especializou-se em Comportamento Animal e ajuda os donos a resolver
problemas de comportamento de cães e gatos
DR
Patrícia Correia

Os cães e os gatos são os


animais de estimação mais co-
IPG muns em todo o mundo, mas,
por vezes, dão muito trabalho.
Curso de É preciso paciência e algum
Engenharia Civil tempo. Eles alteram a rotina fa-
miliar e, apesar de proporciona-
comemora 30 rem momentos felizes e serem
anos os “amigos fiéis”, por vezes
O Instituto Politécnico causam inquietações e dúvidas.
da Guarda (IPG) assinala, Ou porque desarrumam a casa
esta sexta e sábado, o 30º e destroem sofás ou porque, por
aniversário do curso de En- vezes, são agressivos e outras
genharia Civil lecionado na ciumentos.
Escola Superior de Tecno- Perante a habitual dificul-
logia e Gestão (ESTG). O dade que alguns donos têm em
programa do primeiro dia lidar com os seus animais, como
começa com uma sessão é que podem agir? O que podem
Marta Vieira ajuda os donos a alterar o que mais lhes desagrada nos seus animais de estimação
evocativa (14h30), uma apre- fazer? Marta Vieira é médica
sentação técnica (17 horas) e veterinária e especializou-se curso de Medicina Veterinária à Bicharada”, que está sedeado dades fora do sítio certo». Marta
um jantar comemorativo. No em Comportamento Animal. E na Universidade de Lisboa em no Policasulos do Politécnico Vieira ajuda os donos a alterar
dia seguinte realiza-se o IX dedica-se a ajudar os donos que 2008 e veio para a Guarda, da Guarda, para dar resposta aquilo que mais lhes desagrada
Encontro dos Antigos Alunos têm dificuldades com os seus apesar de ser natural de Bar- às dificuldades dos donos dos nos seus animais de estima-
de Engenharia Civil e decor- animais de estimação através de celos, porque «na altura era animais e pela necessidade de ção através de um tratamento:
rerá uma visita às obras da estratégias comportamentais. onde havia trabalho», graceja. compreender melhor os animais «Pode ter vários aspetos, não é
linha férrea da Beira Baixa, Há pouco mais de um ano criou Durante sete anos trabalhou ex- para resolver os problemas que só clínico, poderá ser também
entre a Covilhã e a Guarda, na Guarda o “Entregue à bicha- clusivamente em clínicas e foi no surgem entre estes e a família. comportamental e, por isso,
que antecederá o almoço de rada - Comportamento Felino e dia-a-dia que se apercebeu que Para melhorar o bem-estar demora algum tempo e implica
encerramento. Canino” para ajudar quem tem «havia pessoas com dúvidas so- dos animais há que, segundo a a dedicação dos donos», refere.
problemas com os seus amigos bre o comportamento dos seus jovem médica veterinária, fazer Por vezes basta mudar rotinas
de quatro patas. O objetivo é animais e nem sempre sabia o conhecimento do local em que ou a forma de interação, acres-
Solidariedade ajudar a resolver problemas de responder a essas perguntas». os animais passam os dias, por centa a médica, mas há sempre
Banco Alimentar comportamento dos animais e
proporcionar informação aos
Começou a estudar e a frequen-
tar formações para responder
isso a consulta é feita ao domicí-
lio. A maioria dos animais que
muita coisa para mudar não só
na vida do animal, mas também
recolhe alimentos donos, «para que aprendam a às dúvidas que tinha e, em 2017, consulta são cães, mas também na vida familiar. Para o fu-
no fim de semana mesma linguagem e percebam fez o mestrado em Comporta- há gatos. A «agressividade» é turo, Marta Vieira está a pensar
O Banco Alimentar da melhor» cães se gatos, adianta mento Animal na Universidade um dos problemas mais comuns em promover mais workshops
Cova da Beira realiza no a médica veterinária, de 35 anos. Autónoma de Barcelona. Foi nos cães e logo a seguir os teóricos para os felinos e mais
fim de semana mais uma Marta Vieira terminou o assim que nasceu o “Entregue gatos por «fazerem as necessi- práticos para os canídeos.
campanha de recolha de
alimentos em várias grandes Castelo Branco
superfícies da região.
Aos interessados em Hortense Martins conseguiu fundos europeus para projetos familiares já concluídos
a j u da r rec om e n da-se a DR

compra de alimentos não Hortense Martins, depu- diretor executivo e coordenador


perecíveis, como conservas, tada do Partido Socialista (PS), da equipa técnica da associação
grão e feijão, arroz, azeite e conseguiu um subsídio de 171 que, desde 1992 até agosto
óleo, açúcar, bolachas, mas- mil euros em 2010 para a con- do ano passado, acumulou es-
sas, cereais, farinhas, entre strução de um Centro de Lazer e sas funções com as de vice-
outros. Quem não tiver dis- Turismo Gastronómico”, um pro- presidente e com a gerência de
ponibilidade de se deslocar jeto familiar que já funcionava múltiplas empresas. Realinho
ao supermercado também há dois anos, noticiou o jornal cumpre desde agosto de 2018
pode contribuir, através do “Público” na segunda-feira. uma pena de quatro anos e meio
portal online www.alimen- Em 2013, apenas três anos de prisão por burla e falsificação
teestaideia.pt, que aceita do- depois, a deputada, que é líder em negócios relacionados com
nativos até 2 de junho. Até à do PS no distrito de Castelo uma das suas empresas.
mesma data está igualmente Branco e mulher do presidente Ao “Público”, Hortense Mar-
disponível a campanha “Ajuda da Câmara local, Luís Correia, presa da qual Hortense Martins do pedido de financiamento, tins não confirmou as reuniões
Vale”, que permite a compra conseguiu mais 105 mil euros era gerente e que pertencia à lembra o jornal. com António Realinho e refere
de vales nos supermercados, para uma unidade de turismo família da deputada. De acordo Na presidência da Adraces, que «nunca contratou os serviços
que equivalem à compra de que também já estava a funcio- com o regulamento, a aprovação uma associação de desenvolvi- do mesmo». No entanto, o jornal
um produto, ficando a logís- nar na altura em que a respetiva deste tipo de apoio determina mento regional, responsável dá conta de mais de uma dúzia
tica a cargo das cadeias de candidatura foi aprovada. Se- que as despesas efetuadas só pela aprovação dos subsídios de reuniões que foram registadas
distribuição. gundo o diário, a candidatura podem ser reembolsadas se o in- estava na altura Arnaldo Brás, entre ambos. A deputada refere
para obter financiamento foi vestimento em causa não estiver vereador na Câmara de Castelo ainda que renunciou em 2011 à
feita através da Investel, em- concluído à data de aprovação Branco. Já António Realinho era gerência da Investel.
Quinta-feira • 23 de maio de 2019 • •7

EUROPEIAS 2019
Rangel acusa Costa de admitir cortes «Quando falamos do interior não nos
nos fundos comunitários metemos num helicóptero», disse António
Costa na Covilhã
LM

DR

Paulo Rangel veio à Guarda acusar Paulo Rangel chamou ainda a atenção
António Costa de admitir cortes nos para uma prioridade do PSD, o combate
fundos europeus «por oportunismo à evasão fiscal e à corrupção, adiantando
eleitoral». que há estimativas que apontam que a
Numa intervenção no jantar-comício perda de receitas a nível comunitário A campanha de Pedro Marques teve o secretário-geral do PS. «Há uns que
realizado na sexta-feira, quase à mesma com estas práticas «ronda um bilião de um reforço de peso no jantar-comício da falam, falam, falam… e há aqueles que
hora em que o secretário-geral do PS euros, sete orçamentos anuais da União Covilhã. Na sexta-feira, António Costa, fazem», acrescentou António Costa, que
discursava na Covilhã, o candidato do PSD Europeia». «Não podemos tolerar a ideia secretário-geral do PS e primeiro-min- perguntou «o que fez Paulo Rangel pelo
às europeias aproveitou as declarações de que há esquemas de tentar retirar istro, acusou o social-democrata Paulo interior, para além de ter vindo passear
do líder socialista nessa tarde, em Coim- recursos públicos para enriquecimentos Rangel de não ter feito nada em Bruxelas de helicóptero, em 10 anos de presença
bra, onde afirmou que se baterá «até ao privados ilícitos e inaceitáveis», disse. pelo país, em particular pelo interior. no Parlamento Europeu?».
último dia» para melhorar a proposta Por sua vez, Álvaro Amaro, presidente «Quando falamos do interior não Sobre a troca de acusações que tem
de fundos comunitários para Portugal. da Câmara da Guarda com mandato nos metemos num helicóptero», ironi- marcado a campanha, o dirigente do PS
«Hoje mesmo, o primeiro-ministro veio suspenso e quinto elemento da lista do zou o líder socialista aludindo ao voo do considerou que aos social-democratas
desmentir e desautorizar o candidato ao PSD, considerou que «muita coisa pode cabeça de lista do PSD sobre a zona de «lhes dói muito e é por isso que, em vez
lado do qual figura nos cartazes, Pedro mudar na última semana da campanha», pinhal dos distritos de Coimbra e Leiria, de dizerem alguma coisa de bem pela Eu-
Marques: veio reconhecer que nos fundos garantido que a Guarda será «o seu farol» atingida pelos incêndios em 2017. Já ropa e por Portugal, a única coisa que são
de coesão há cortes e até prometeu lutar no Parlamento Europeu. Ao final da tarde, Pedro Marques mereceu de António capazes de dizer é mal do PS. A política
contra esses cortes. Há cortes ou não há a ruidosa e numerosa comitiva laranja Costa o elogio pelo trabalho realizado no não é local para maledicência, é local para
cortes? O PS tem de se decidir», declarou fez uma arruada pelo centro da cidade, Governo, em particular as obras no IC3, a bem fazer». Antes, Pedro Marques já tinha
Paulo Rangel. Para o eurodeputado, «isto é onde havia pouca gente, e terminou com requalificação da ligação ferroviária entre centrado a sua intervenção no apoio a
oportunismo eleitoral» e «um atestado de uma foto final na escadaria da Sé. A ação a Guarda e a Covilhã – obra em curso – e a empresas inovadoras. «Não queremos
menoridade passado ao seu candidato», tinha sido antecedida de uma visita à reprogramação dos fundos comunitários agências de emigração, mas agências de
que disse ter passado toda a campanha maternidade do Hospital Sousa Martins, do Portugal 2020 «que permitiram alocar inovação e redes de empreendedorismo»,
a acusar os sociais-democratas de «falsi- numa jornada dedicada aos problemas do 1.700 milhões de euros para apoio à fix- disse o cabeça de lista socialista. O jantar-
dades» a propósito dos fundos europeus. interior, como a desertificação. ação de empresas no interior», recordou comício juntou cerca de 400 apoiantes.

Marinho e Pinto diz que é preciso «distribuir melhor» O que muda nestas eleições europeias
os fundos europeus A mais recente alteração aos procedimentos de voto aboliu o
António Marinho e Pinto,
DR
número de eleitor. Assim, para votar deve ter consigo o seu Cartão
cabeça de lista do Partido De- de Identificação (Bilhete de Identidade ou Cartão do Cidadão),
mocrático Republicano (PDR), pois os cadernos eleitorais serão elaborados por ordem alfabética.
passou sábado pelo mercado mu- Na freguesia da Guarda, o Posto C, Antiga Freguesia de S. Miguel
nicipal da Guarda onde defendeu da Guarda «vai passar a funcionar no Centro Escolar da Sequeira,
que, para desenvolver as regiões na Rua da Treija», de acordo com a página da freguesia. A mesma
do interior, «mais do que pedir entidade informa que «esta alteração deve-se às melhores con-
mais fundos à Europa, é preciso dições de acessibilidades que este edifício proporciona». Também
distribuir melhor os fundos que os eleitores do Posto A «vão votar na Escola Augusto Gil, Largo
a Europa tem mandado e vai João de Deus», de acordo com a página da freguesia da cidade
continuar a mandar». mais alta, que acrescenta que irá «eliminar o local de voto da
O eurodeputado acrescentou Escola de Santa Zita». Por fim, a Junta guardense acrescenta que
que «o problema das regiões os eleitores do Posto B vão votar no edifício da Câmara Municipal,
interiores do país, do seu atraso, eliminando-se os locais de votos das Escolas do Bonfim e Adães
do seu subdesenvolvimento, do Bermudes.
seu abandono, não se deve à falta Estas alterações decorrem da aplicação da nova lei (Lei do
de dinheiro europeu. Deve-se ao Recenseamento Eleitoral - Lei nº 47/2018, de 13 de agosto),
facto desse dinheiro que vem da que ditou o fim do número de eleitor. Para saber onde votar
Europa ser praticamente quase clientes, a quem disse ser preciso e as portagens nas autoestradas, pode consultar a comissão recenseadora, na respetiva Junta de
todo usado nas regiões mais «uma voz no Parlamento Europeu mas acrescentou que pode «de- Freguesia, ou contactar os números de telefone 271 213 150,
desenvolvidas do país, por razões que denuncie esta situação de nunciar as situações que levaram 967 460 904, 271 239 56 e 969 511 862. Pode ainda enviar uma
meramente eleitoralistas». Nesta iniquidade e de injustiça em Por- a esses problemas», bem como as mensagem de texto para o 3838 escrevendo RE <espaço> número
ação de campanha o candidato do tugal». Marinho e Pinto afirmou omissões «muitas vezes politica- de identificação civil <espaço> data de nascimento no formato
PDR visitou o mercado municipal também que não pode resolver mente dolosas» dos governantes AAAAMMDD. Mais informação disponível no portal www.recen-
e contactou com vendedores e problemas como a interioridade em não os resolverem. seamento.mai.gov.pt.
8• • Quinta-feira • 23 de maio de 2019

Pedido de exploração na
Serra da Argemela chumbado
pelo Governo DR
O pedido para uma escavação com recurso a
aprofundamento de explosivos numa área de 0,8
trabalhos apresentado hectares, sendo que os restantes
pela empresa PANN foi sete hectares destinar-se-iam à
negado pela Direção- acomodação de infraestruturas
Geral de Energia e e áreas de circulação. Neste caso,
Geologia. O motivo a empresa requeria autorização
prende-se com a falta para, durante cinco anos, escavar
de estudos de impacte cerca de cem mil toneladas de
ambiental. materiais, das quais 30 mil seriam
de minério, com o objetivo de «se-
A PANN, empresa de Con- lecionar e verificar a viabilidade
sultores de Geociências, que do método de escavação, do trans-
tem desde 2011 concessão para porte de material, da separação
prospeção e pesquisa de minérios e concentração do minério, do
na Serra da Argemela (Covilhã), tratamento de águas e da gestão
apresentou no ano passado um de materiais», noticia o “Público”.
pedido de exploração experimen-
«Não haverá exploração sem estudo e sem declaração de impacte ambiental», garante secretário de Estado da Energia
tal para intensificar os trabalhos Exploração de minério
numa área de 7,8 hectares. na região deve ser Associação Geopark Estrela que implicadas e «a realização prévia que promovem o desenvolvi-
Esta intenção foi chumbada «ponderada», dizem manifestaram mesmo «profun- de rigorosos» estudos de impacto mento do concelho não podemos
pela tutela e confirmada pelo autarcas da apreensão» relativamente ambiental. automaticamente descartá-los. Se
secretário de Estado da Energia, ao pedido da Fortescue Metals Estes receios e exigências houver um estudo aprofundado
João Galamba, ao jornal “Público”: O distrito da Guarda pos- Group, de atribuição de direi- são, em certa medida, confirma- que permita analisar o impacto
«Esse pedido vai ser chumbado sui várias zonas com potencial tos de prospeção e pesquisa de dos pelos autarcas, que referem que as explorações teriam no
porque não haverá exploração de exploração de minérios. A depósitos minerais». comummente a importância bem-estar das populações e no
nenhuma sem estudo e sem de- avaliação dos territórios levou Apesar de reconhecerem que da avaliação para assegurar o ambiente, penso que seria sem
claração de impacte ambiental», vários cidadãos e associações da se trata apenas de «um pedido de bem-estar das populações e a dúvida algo de positivo», afirma
disse o governante, adiantando região a tomarem posição contra prospeção» e não de «uma con- preservação do ambiente. Carlos o autarca.
que só haverá luz verde se o es- as prospeções e eventuais ex- cessão de exploração», estas or- Chaves Monteiro, presidente da Já António Robalo, edil sabu-
tudo for entregue e «se houver plorações. É o caso do Movimento ganizações salientam, em comu- Câmara da Guarda, afirma não galense, declara-se «nem com-
respeito por todas as exigências de Cidadãos por uma Estrela nicado, os perigos ambientais ser contra «do ponto de vista da pletamente contra, nem com-
ambientais e de ordenamento do Viva, dos Guardiões da Serra da adjacentes a estas explorações, análise. É importante que esta pletamente a favor». O presidente
território». O pedido remetido Estrela, do Centro de Ecologia, nomeadamente a «contaminação seja feita para verificar recursos do município raiano considera
em 19 de junho do ano pas- Recuperação e Vigilância de Ani- atmosférica, de solos e lençóis que possam trazer mais desen- que «qualquer território deve
sado explica que terá de ser feita mais Selvagens (CERVAS) e da freáticos e o impacto visual e volvimento à região». Para o edil, tirar partido dos seus recursos,
sonoro», que irá afetar a classi- «uma eventual exploração terá mas é claro que esse facto deve
ficação da Serra da Estrela como de ser bem ponderada, pois se o ser acautelado. Temos áreas pro-
património natural da UNESCO. bem-estar das populações entrar tegidas e de grande riqueza ambi-
Agradecimento Os signatários pedem «absoluta
transparência na condução do
em conflito com a exploração dos
recursos é claro que não acho que
ental que devem ser devidamente
protegidas». E acrescenta que
processo de atribuição de licenças deva prosseguir». Rui Ventura, «é evidente que o Governo deve
de prospeção e/ ou exploração», presidente da Câmara de Pinhel, promover a avaliação dos impac-
bem como um «efetivo esclareci- corrobora estas afirmações, as- tos de eventuais trabalhos que
mento» das populações das áreas sumindo que «se temos recursos possam alterar os ecossistemas».

Ambiente
Resiestrela lança app Recycle BinGo que é um jogo
Lançado em fevereiro pela da reciclagem mais divertida muito mais. Além desta missão,
Valorsul, Amarsul e Valorlis, com e compensadora, pois a mis- a aplicação vai lançando missões
o apoio do Fundo Ambiental são principal do jogo é fazer especiais surpresa com o intuito
António Pereira dos Santos do Ministério do Ambiente, o visitas ao ecoponto habitual. de melhorar os conhecimentos
Recycle BinGo acaba de chegar «Através da geolocalização o dos portugueses sobre a reci-
(António da Quinta Branca) à Resiestrela. nosso smartphone sabe que nos clagem e manter o envolvimento
------ Trata-se de uma aplicação encontramos perto dele. Ao faz- com o Recycle BinGo, que está
14/12/1936 • 18/05/2019 móvel para promover a reci- ermos “check-in” desbloquea- disponível na App Store e no
------
clagem das famílias residentes mos um conjunto de simpáticos Google Play. Saiba mais sobr o
Guarda
nos municípios de Almeida, bichinhos, os EcoGifts, com os jogo em em www.recyclebingo.
------
Belmonte, Celorico da Beira, quais vamos preenchendo os pt . A Resiestrela é uma empresa
A família de António Pereira dos Santos, na Covilhã, Figueira de Castelo nossos cartões BinGo», adianta de referência no setor ambi-
impossibilidade de o poder fazer pessoalmente, vem Rodrigo, Fornos de Algodres, a Resiestrela em comunicado. ental, sendo responsável por
agradecer a amizade e o conforto que todos lhes Fundão, Guarda, Manteigas, Cada vez que completa um reciclar e tratar mais de 65 mil
deram neste momento de grande dor.
Meda, Penamacor, Pinhel, cartão, o jogador ganha “Eco- toneladas de resíduos, servindo
A todos um Bem Haja.
Sabugal e Trancoso. Esta app Moedas” – que podemos trocar 14 municípios e mais de 192 mil
Missa do 7º dia: Sexta, 24/05/2019, 18h funciona sobretudo como um por prémios, como bilhetes de habitantes nas Beiras e Serra da
na Sé Catedral jogo que torna a experiência cinema, vales de desconto e Estrela.
Quinta-feira • 23 de maio de 2019 • •9
DR
Vila Franca das Naves

Maria do Carmo Borges recebe


Crachá de Mérito e Cidadania
da Liga de Bombeiros
Oito anos depois de inaugurado o novo emérito), João Ferreira e Joaquim Caetano
quartel dos Bombeiros Voluntários de Vila (honorários), e “batizou” as novas viaturas
Franca das Naves (Trancoso), a Associação recebidas.
Humanitária outorgou à antiga Governa- Antes, porém, a Associação Humani-
dora Civil da Guarda o Crachá de Mérito e tária promoveu alguns dos seus integrantes
Cidadania, a terceira distinção mais impor- e nove fizeram “juramento de bandeira”. A
tante da Liga de Bombeiros Portugueses. corporação tem atualmente cerca de 70
A homenagem decorreu no sábado, operacionais e presta serviço à população
no quartel dos “soldados da paz” vilafran- das freguesias entre Trancoso e Pinhel.
quenses, e visou reconhecer o «papel pre-
ponderante» que Maria do Carmo Borges PUB

teve na construção daquelas instalações.


Como afirmou o comandante da corpora-
ção, «mostramos assim a nossa gratidão»
a quem «muito nos ajudou a resolver um
problema». António Santos recordou que
«antes habitávamos num barracão» e sub-
linhou que a ajuda da então Governadora
Civil foi «determinante» para ter «um quar-
tel condigno». Já o presidente da Federação
de Bombeiros do Distrito da Guarda, que,
em representação do presidente da Liga
Portuguesa de Bombeiros, entregou o
crachá à homenageada, considerou a hom-
enagem «de elementar justiça». Para Paulo
Amaral «bem andaram» os bombeiros de
Vila Franca das Naves ao prestarem esta
homenagem «a uma das grandes figuras
da região».
Também Álvaro Guerreiro, presidente
da Assembleia-Geral da Federação distrital,
e que sucedeu a Maria do Carmo Borges na
presidência da Câmara da Guarda, mostrou
o «grande afeto» pela homenageada, sin-
tetizando que «não é a Maria do Carmo que
merece esta medalha, é esta medalha que
merece a Maria do Carmo».
Por sua vez, o presidente da Câmara
de Trancoso afirmou ser «uma distinção»
assistir a «esta gratidão para com os
bombeiros e para com Maria do Carmo
Borges». Já a homenageada agradeceu e
destacou «as palavras amigas e de gra-
tidão», acrescentando que fez «o que devia
fazer porque os bombeiros ajudam toda a
gente e devem ter boas instalações». Pre-
sentes na cerimónia estiveram também os
deputados Santinho Pacheco (PS) e Ângela
Guerra (PSD) e o comandante operacional
sistrital, António Fonseca. A Associação
Humanitária de Vila Franca das Naves dis-
tinguiu ainda os sócios José Santiago (ben-

Internet
Rede WiFi gratuita cresce
na região
Os municípios de Celorico da Beira,
Fornos de Algodres, Gouveia, Mêda, Pinhel
e Trancoso viram aprovadas as suas candi-
daturas ao projeto “WIFI 4EU”, financiado
pela União Europeia e que permitirá o
acesso à Internet de forma gratuita em
espaços públicos. As autarquias vão rece-
ber um “voucher” de 15 mil euros para
avançar com a iniciativa e a instalação de
equipamento sem fios (hot spots) em zonas
públicas que ainda não disponham de um
ponto de acesso sem fios gratuito. Serão
contemplados parques, praças, edifícios
públicos, bibliotecas, centros de saúde, mu-
seus, escolas e equipamentos municipais
destes seis concelhos da região.
10 • • Quinta-feira • 23 de maio de 2019

Rota de casas tradicionais


dinamiza freguesias do Fundão DR
Sofia Craveiro cina Cerdeira, responsável pelos de dinamização económica e
pelouros da Cultura e Patrimó- urbana», sublinha Alcina Cer-
nio da autarquia do Fundão. A deira, acrescentando que são
O Centro UNESCO – funcionar estão já a Casa das «muito importantes» para coesão
Casas e Lugares do Tecedeiras, em Janeiro de Cima; a territorial por «fomentarem o
Sentir é uma estrutura Casa do Barro, no Telhado; a Casa sentimento de pertença» das po-
criada para dinamizar do Bombo, em Lavacolhos; a Casa pulações e comunidades locais. A
as várias freguesias Redonda, a Casa do Mel e Casa do O INTERIOR a vereadora revelou
do Fundão com casas Cogumelo, todas localizadas em que, além de estarem a ser proje-
museológicas temáticas Bogas de Cima. Integram também tadas outras casas, encontra-se
que valorizam os a rede a Casa Grande da Barroca, em fase de conclusão a Casa da
saberes e tradições na freguesia homónima, a Casa do Cereja, em Alcongosta, que será
locais. Pastor, em Salgueiro, e a Casa dos «“a cereja no topo do bolo” desta
Ofícios, no Souto da Casa. Além rede». De resto, em março último
Em 2017, a Câmara do Fun- destes espaços, que já existiam a autarquia estabeleceu mais um
dão e a UNESCO celebraram um à época de candidatura, o plano As casas temáticas do Fundão são «transversais na estratégia de dinamização protocolo para dinamizar este
protocolo que deu origem ao tinha em fase de desenvolvimen- económica e urbana», afirma a vereadora do munícipio Maria Cerdeira centro da UNESCO. A cooperação
Centro UNESCO – Casas e Lugares to a Casa da Poesia Eugénio de de desenvolvimento rural, tendo visitados maioritariamente por com a Universidade da Beira Inte-
do Sentir, uma rede de casas temá- Andrade, já inaugurada na Póvoa como ponto de partida a sua rede grupos escolares e universidades rior permite «benefícios mútuos»
ticas em diferentes freguesias do da Atalaia, terra natal do poeta, a Casas da Floresta que tinha como séniores. A rede foi crescendo como a utilização da biblioteca da
município que honram os saberes Casa do Brincar (Aldeia Nova do objetivo estabelecer uma “rota e acabou por dar origem a uma UBI no acesso a dados relevantes
e tradições locais e formam um Cabo), a Casa da Imprensa Antó- das tradições” pelas freguesias candidatura a Centro UNESCO em e a abertura das “Casas e Lugares
roteiro de interesse turístico. nio Paulouro (Fundão), a Casa da do Fundão, valorizando elemen- 2017. A aprovação da candidatura do Sentir” a estágios da UBI nos
De acordo com a autarquia, Romaria (Castelejo), a Casa da tos específicos. Essa rede era culminou no estabelecimento das espaços museológicos. Estas
estas casas procuram dar a conhe- Cereja (Alcongosta) – em fase de constituída pela Casa do Bombo, “Casas e Lugares do Sentir”, um casas temáticas estão abertas a
cer uma determinada temática e conclusão – e a Casa das Nações, Casa Grande da Barroca, Casa do conjunto de casas semelhantes a visitas durante todo o ano, mas
também integrar os territórios projetada como prolongamento da Mel, Casa do Cogumelo e Casa das museus interativos, onde é pos- são também integradas em fes-
envolventes através de «percur- Casa das Memórias António Guter- Tecedeiras. A iniciativa permitiu sível aprender e experimentar tividades sazonais, de forma a
sos pelas áreas circundantes, res, também localizada nas Donas. requalificar espaços inutilizados antigos ofícios e tradições. dinamizar os pontos de interesse
integrados no planeamento de O projeto começou com a As- nas freguesias, como antigas Atualmente, «estas casas da região e a valorizar os eventos
visitas», adianta a vereadora Al- sociação Pinus Verde, organização escolas primárias, em centros são transversais na estratégia culturais, refere Alcina Cerdeira.

PUB
Quinta-feira • 23 de maio de 2019 • • 11

Autoestrada A25
PUB

concluída em
agosto de 2020
Atente às alterações para o ato eleitoral do próximo domingo

ELEIÇÕES EUROPEIAS
26 de maio de 2019

Infraestruturas de Portugal consignou na segunda-


feira a construção do último troço da A25 entre Vilar
Formoso e a fronteira ALTERAÇÕES GERAIS
DR
Tendo sido abolido o número de eleitor o cidadão é identificado, na mesa de
voto, pela apresentação do Cartão de Cidadão ou do Bilhete de Identidade.
Com o desaparecimento do número de eleitor os cadernos de recenseamento
são organizados por ordem alfabética podendo, por isso, alterar o seu local de voto.

O QUE VAI MUDAR NA SUA FREGUESIA

Os Cidadãos que normalmente votavam nas escolas do 1ºciclo do Bonfim e


Adães Bermudes - posto B - passam agora a votar no Edifício da Câmara Municipal.
Os cidadãos que normalmente votavam na escola 1º ciclo de Santa Zita
– posto A – passam agora a votar na escola do 1º Ciclo Augusto Gil.
As seções de voto da Guarda-Gare deixam de funcionar na escola do 1º ciclo e
passam a funcionar no Centro Escolar da Sequeira.
Troço final de 3,5 quilómetros vai custar 13,2 milhões de euros
Esta mudança de local favorece uma melhoria das condições de acessibilidade e
mobilidade a todos os cidadãos.
Luis Martins A ligação direta ao país vizinho está
a causar apreensão em Vilar Formoso,
Nota: Em razão das alterações registadas nas leis eleitorais e o recenseamento eleitoral (Lei Orgânica nº3/2018 de
cuja população e comerciantes receiam 17/08 e Lei nº47/2018 de 13/08)
A autoestrada A25, que liga Aveiro à ficar a ver os carros passar ao lado da vila
fronteira de Vilar Formoso, deverá ficar fronteiriça. Os malefícios do chamado
SAIBA ONDE VOTAR
concluída em agosto do próximo ano com “efeito túnel” da autoestrada já tinham
a construção dos últimos 3,5 quilómetros sido lembrados pelo presidente da Câmara
de ligação à A62 – Autovia de Castilla, do de Almeida na cerimónia de assinatura do Pode dirigir-se à Junta de Freguesia ou contactar-nos.
lado espanhol. A empreitada deste troço contrato de empreitada, em novembro pas- Telefones: 271 213 150 | 271 239 563 | 967 460 904 | 969 511 862
do antigo IP5 foi consignada na segunda- sado, onde marcaram presença o primeiro-
Email: geral@freguesiadaguarda.pt | Site: www.freguesiadaguarda.pt
feira pela Infraestruturas de Portugal (IP) ministro António Costa e o então ministro
à Conduril e representa um investimento do Planeamento Pedro Marques. Na oca-
de 13,2 milhões de euros. sião, António Machado lamentou que esta A partir do seu telemóvel enviando uma MENSAGEM (gratuita) para 3838 com
Segundo a IP, a obra, aguardada há ligação seja um «problema para as nossas RE (espaço) nº de Bilhete Identidade ou cartão de cidadão (espaço) data de
mais de uma década, vai contribuir para povoações» e reclamou a requalificação do nascimento (no formato AAAAMMDD)
a «melhoria da ligação rodoviária com a parque TIR e a construção de uma «ligação
Europa». A via terá perfil de autoestrada direta» a Vilar Formoso, lembrando que do No portal www.recenseamento.mai.gov.pt
e ligará à A62 junto a Fuentes de Oñoro, outro lado da fronteira, Fuentes de Oñoro
estando prevista a reformulação do atual vai ter essa ligação. O edil pediu ainda um
nó da vila de Vilar Formoso, no concelho serviço de apoio ao viajante, ao transporte
de Almeida. A intervenção, que tem um e à logística na vila fronteiriça.
prazo de execução de 450 dias, contempla Também o presidente da Junta de
ainda, entre outros trabalhos, a construção Freguesia de Vilar Formoso disse na altura
DESDOBRAMENTOS DE ASSEMBLEIAS DE VOTO
de um viaduto com 330 metros de extensão a O INTERIOR que esta obra é vista com
Secções de voto Localização Postos
sobre a ribeira de Tourões, a realização de «preocupação» pelo futuro da economia
dois ramos de acesso ao nó de Fuentes de local. «A população e os comerciantes Escola Augusto Gil
1a5 A
Oñoro, a criação de duas rotundas e de esperam alguma coisa em troca», disse - Largo João de Deus -
sete restabelecimentos que assegurarão a Manuel José Gomes, que também defende
Escola Primária do Mileu
ligação com a rede viária local. A IP acres- que o Parque TIR «seja tido em conta de 6e7
- Rua Dr. Alberto Garcia -
AA
centa que esta empreitada irá permitir a uma vez por todas», pois carece de ilumi-
conclusão da autoestrada A25, ligando o nação e casas-de-banho, «uma situação 8
Escola Primária Bairro do Pinheiro AC
- Praceta António Oliveira Matos-
porto de Aveiro a Espanha através de au- vergonhosa». Já Pedro Marques deixou a Escola de Alfarazes
9 BA
toestrada, e «assegurar ao tráfego de longo promessa, «em nome do Governo», que se- - Rua Francisco Pissarra de Matos -
curso, sobretudo de veículos pesados, uma riam encontradas «boas soluções» através Casa do Povo de Galegos
via mais eficiente, com melhores condições de um trabalho com a Câmara de Almeida e 10 BB
- Galegos -
de comodidade e de segurança na ligação a Junta de Freguesia de Vilar Formoso. Mas
11
Escola Primária das Lameirinhas BC
com a Europa». seis meses depois tudo continua na mesma. - Rua das Flores -

12
Salão de Convívio de Quintazinha do Mouratão BD
Vila Nova de Foz Côa - Quintazinha do Mouratão -
Escola do Bairro da Luz
Melhores vinhos do Douro Superior revelados 13
- Rua Tenente Pedro Joaquim -
AB

Câmara Municipal
O Quinta da Pedra Escrita branco dores do concurso de vinhos do Douro 14 a 17
- Praça do Município -
B
2017, de Rui Roboredo Madeira Vinhos; Superior. A iniciativa é um dos pontos
Centro Escolar da Sequeira
Crasto Superior Syrah tinto 2016, da altos do Festival do Vinho do Douro Su- 18 a 23
- Rua da Treija -
C
Quinta do Crasto e o Quinta do Grifo Porto perior, que terminou no domingo em Vila
Vintage 2016, da Rozès, foram os vence- Nova de Foz Côa.
12 • • Quinta-feira • 23 de maio de 2019
DR
Serra da Estrela

Tritão-de-ventre-laranja
em risco de desaparecer
O tritão-de-ventre-laranja, um peque- de Londres, no Reino Unido. Citado num
no anfíbio com cauda, pode estar em risco comunicado do cE3c, o investigador alerta
de desaparecer dentro de dez anos da Serra que se o vírus em causa, uma estirpe agres-
da Estrela, onde tem sido dizimado por um siva de ranavírus que tem matado anfíbios
tipo de vírus, revela um estudo divulgado na Serra da Estrela, não for mitigado, as
na semana passada. populações de tritão-de-ventre-laranja
Publicado na revista científica “Ani- «podem ficar em risco de extinção no
mal Conservation”, o trabalho tem como espaço de dez anos». Para chegar a esta
primeiro autor o investigador Gonçalo conclusão, Gonçalo Rosa e restante equipa
Rosa, do Centro de Ecologia, Evolução e desenvolveram projeções para esta es- um cenário otimista em que há um ces- de tritão-de-ventre-laranja, quando pos-
Alterações Ambientais (cE3c) da Univer- pécie de anfíbio para os próximos 20 anos. sar de surtos desta infeção, o especialista sível, «é severamente condicionada» pela
sidade de Lisboa e do Instituto Zoológico Partindo dos modelos, mas considerando defende que a recuperação de espécimes mortalidade das fêmeas «a médio e longo
prazo».
PUB
O primeiro surto de ranavirose
(doença infeciosa causada por ranavírus)
foi detetado na Serra da Estrela em 2011.
Desde então, vários surtos têm afetado di-
versas espécies de anfíbios, em particular o
tritão-de-ventre-laranja, acrescenta o cE3c.
Com 65 a 90 centímetros de comprimento,
este anfíbio é uma espécie endémica da
Península Ibérica que se caracteriza pela
coloração laranja da barriga.

Celorico da Beira
Novo museu vai
homenagear
Sacadura Cabral
Celorico da Beira vai ter um museu
dedicado às façanhas do aviador Sacadura
Cabral, «ilustre filho desta terra, cujos feitos
muito orgulham os celoricenses», sublinha
a autarquia.
Esta quinta-feira, no âmbito das
comemorações do feriado municipal que
celebra o nascimento do aeronauta, o
comendador José da Silva Henriques vai
celebrar com o município um protocolo
de cedência do espólio relativo aos feitos
do aviador e do navegador Gago Coutinho.
Esta coleção inclui peças relacionadas com
o desempenho da atividade profissional do
histórico aviador, além de objetos perten-
centes à sua vida privada. O futuro museu
deverá ocupar um edifício que a autarquia
irá ainda recuperar. O acordo será assinado
na biblioteca municipal, pelas 15 horas.
O dia do concelho integra várias outras
atividades, como uma homenagem a per-
sonalidades e organizações do concelho
(10h30), além da inauguração das obras
de requalificação do edifício de apoio ao
estacionamento e centro histórico no
Parque dos Hortelões. Segue-se a visita à
obra de reconstrução e ampliação da Escola
EB1 de Santa Luzia e a inauguração da
requalificação do Jardim de São Francisco,
nas Casas de Soeiro.
Pelas 21 horas será inaugurada a
exposição de fotografia “Casamentos de
Celorico”, pouco antes da estreia, também
no Centro Cultural, da peça de teatro “O Céu
de Sacadura”, pelo Grupo de Teatro Comu-
nitário de Celorico da Beira, com encenação
de Alexandre Sampaio. A 30 de março de
1922, Sacadura Cabral e Gago Coutinho
Media Partner: protagonizaram a primeira travessia aérea
do Atlântico Sul, ligando Lisboa ao Rio de
Janeiro a bordo do hidroavião Lusitânia.
A aventura abriu caminho a novas rotas
de navegação aérea entre a Europa e a
América do Sul.
Quinta-feira • 23 de maio de 2019 • • 13
DR

Arte Aniversário
Esculturas têxteis no Museu da Lanifícios
O Museu de Lanifícios da os visitantes podem tocar as Eduardo Lourenço
ganha estátua de
UBI tem patente até domingo a peças expostas. “LOVEisLOUD”
exposição “Sana Vinculum ou o é uma das obras em destaque,
vínculo que soa, o vínculo que pois baseia-se «na partilha, no
preenche o ar em volta”, de Ana toque e na experiência», sendo
Rita de Albuquerque
Trata-se de uma mostra de
esculturas têxteis da artista na-
tural da Covilhã, detentora da
que os visitantes são desafia-
dos a partilharem a sua expe-
riência pessoal na interação
com esta peça através de um
bronze em Lisboa
A União das Cidades Ca- posteriormente impresso em
marca Aka VolumeAtelier, cujo pequeno vídeo pelas redes so- pitais de Língua Portuguesa 3D, juntando mais de 100 pe-
percurso criativo teve início há ciais com o #sanavinculum ou (UCCLA) apresenta esta quinta- ças. O resultado final tem 210
vários anos com a feltragem. A para o email volumeatelier@ feira, em Lisboa, uma estátua em centímetros de altura e pesa
lã é aqui material de escultura gmail.com. No final da exposi- bronze de Eduardo Lourenço, da cerca de 800 quilos. Nascido
contemporânea, expressiva ção será realizado o sorteio de autoria de Leonel Moura, para a 23 de maio de 1923, em São
sensorial e interativa, pois uma peça de autor da VOLUME. celebrar o 96º aniversário do Pedro de Rio Seco (Almeida),
pensador. Eduardo Lourenço é o pensa-
Exposição A estátua ficará nos jardins dor português mais influente
da sede da UCCLA, na Aveni- das últimas décadas, contando
“InspirArte” mostra trabalhos da da Índia, e tem como base com uma extensa lista de publi-
de alunos da Sé o protótipo apresentado no cações e distinções. Na Guarda
Centro Nacional de Cultura, em é o patrono da biblioteca mu-
Os alunos do Curso de agem e pode ser visitada na
2016, e na União, em 2017. Este nicipal e mentor do Centro de
Artes do Agrupamento de sede da ACRASSA (Associação
esboço tinha sido realizado Estudos Ibéricos (CEI), fundado
Escolas da Sé, na Guarda, são Cultural, Recreativa e Ação
a partir da digitalização do pelas Universidades de Coimbra
os protagonistas da exposição Social de Santana D’Azinha).
próprio Eduardo Lourenço e e Salamanca e o IPG.
“InspirArte”, que decorre no A inauguração está marcada
fim de semana em Santana da para as 18 horas de sábado. A
Azinha. entrada é livre e haverá tatua- Teatro

Calafrio apresenta “Pedro”


A mostra reúne trabalhos gens ao vivo. No domingo o es-
de pintura, desenho e tatu- paço abre portas pelas 14h30.

Teatro
“Lano Kaj Nego” chega à Covilhã DR
no TMG até sábado
O Teatro do Calafrio estreou
DR
pela sua sede de justiça. Pela sua
na quarta-feira, no TMG, a sua revolta, diante da hipocrisia e da
nova peça, intitulada “Pedro”, injustiça da morte. Diante do
a partir da obra “D. Pedro I”, de absurdo da vida».
Manuel Poppe. A encenação é de Pedro
Nesta produção «desapren- Damião e a interpretação de
demos o que de belo nos ensina- Ana Couto, Carlos Morgado,
ram pelos livros. O romantismo é Francisco Pais e Pedro Damião,
carnal. O amor é apenas um pen- mas também dos estreantes
samento, apenas palavras. Obce- Emanuel Santos, Solange Mon-
cado com a perda, assim nos ajuda teiro, Rafael Ascensão e Caro-
a compreender melhor a época e line Zeiler. São quatro jovens
a sua personalidade. Num país atores profissionais da Guarda.
sem guerras, faz 10 anos, nunca O elenco conta ainda com a par-
A digressão de “Lano Kaj e a cidade, por volta dos anos umas mãos tiveram tanto sangue, ticipação especial dos elementos
Nego – A Lã e a Neve”, peça ins- 40 do século passado, durante sangue nosso; nosso sangue», da oficina de formação teatral
pirada no romance de Ferreira o período áureo da indústria adianta a produção. Para Manuel “Degelo”, promovida pelo Cala-
de Castro, chega esta quinta- têxtil na região». A encenação Poppe, autor que cresceu na frio. O espetáculo fica em cena
feira à Covilhã. A criação da é de Miguel Pereira e a inter- Guarda, a figura do rei português até sábado, sempre às 21h30.
companhia ASTA sobe ao palco pretação está a cargo de Bruno é «fascinante» pelo «seu excesso, “Pedro” é uma coprodução do
do New Hand Lab e continua Esteves, Carmo Teixeira e Sér- pela sua capacidade de paixão, Teatro Municipal da Guarda.
em cena até domingo, com ses- gio Novo. O espetáculo é uma
sões para os alunos da cidade coprodução das Câmaras da Pintura
e público em geral. Guarda, Gouveia, Freguesia de
Esta dramaturgia é base-
ada na obra “A Lã e a Neve”,
Famalicão da Serra, Teatro Mu-
nicipal da Guarda, Cine Teatro
Fátima Teles vence Prémio Abel Manta
considerada «uma referência de Gouveia e Casa da Cultura de A artista plástica Fátima estabelecendo uma simbiose en- do prémio, que tem periodici-
para a identidade da região Famalicão da Serra, tendo ainda Teles, natural de Penedono tre a linha, a cor e a geometria». dade bienal, vai acontecer a 9
da Beira Interior, abordando a o apoio do município da Covilhã, (Viseu), venceu a edição deste A oitava edição deste concurso de agosto, nas festas do Senhor
vida e o trabalho entre a serra IPDJ e Oriental de São Martinho. ano do Prémio Abel Manta de contou com 105 pinturas de 71 do Calvário, dia em que será
Pintura, com a obra “Timeless”. artistas que foram avaliados por inaugurada uma exposição alu-
O galardão instituído pela um júri formado pela arquiteta siva à edição deste ano com os
Covilhã Câmara de Gouveia, no valor de Isabel Manta (neta de Abel Man- quadros “I Had a Deram” (Ana
Alunos da Campos Melo expõem cinco mil euros, foi atribuído a ta), pela artista plástica Mónica Ferreira), “Keep on Changing
uma pintura em acrílico sobre Nogueira e pelo fotógrafo Ma- 1 e Keep on Changing 2” (Sofia
na Tinturaria tela, de 2017, cuja autora é nuel Ferreira, em representação Leitão), “As Musas” (José Ma-
A galeria Tinturaria, na escultura e instalação em que licenciada em Artes Plásticas do município de Gouveia. nuel Pereira), “Aurora” (Irene
Covilhã, tem patente até ao final os estudantes usaram ma- - Pintura, pela Escola Superior O galardão foi criado para Felizardo), “Marés” (Bela Bran-
do mês uma exposição coletiva teriais e técnicas diferentes. de Tecnologia de Tomar, e traba- homenagear o pintor Abel Man- quinho), “We can´t go home”
de alunos do 12º ano do Curso Organizada pela autarquia da lhou como docente de expressão ta (1888-1982), natural de (Rafael Oliveira), “Tiro - Um
Científico-Humanístico de Artes Covilhã, a exposição foi inau- plástica e de educação visual. Se- Gouveia, e tem como objetivo Homem que Consegue Mudar 7
Visuais da Escola Campos Melo. gurada na semana passada e gundo a autarquia, Fátima Teles «promover artistas plásticos ou Alterações Climáticas ou Uma
A m o s t ra , i n t i t u l a d a pode ser visitada de terça a «tem desenvolvido o seu traba- nacionais, proporcionando a Breve Reflexão Sobre o Pôr do
“Improvis’Art 2019”, é consti- domingo, das 10 às 18 horas. lho utilizando alguns princípios apresentação pública dos seus Sol” (Alexandre Coxo), além da
tuída por trabalhos de pintura, A entrada é gratuita. matemáticos e geométricos, trabalhos». A sessão de entrega obra vencedora.
14 • • Quinta-feira • 23 de maio de 2019 Publicidade

PUB

Odontopediatria - Medicina dentária para crianças :)

MEDICINA DENTÁRIA | Drª. Rita Vilar | Dr. Alexis Oliveira | Drª. Soraia Rocha
ODONTOPEDIATRIA | Drª. Rita Vilar

GINECOLOGIA / OBSTETRÍCIA | Drª. Cremilda Sousa PODOLOGIA | Dr. Cristóvão Polónio


CIRURGIA GERAL | Dr. Pedro Caldes MEDICINA CHINESA | Drª. Celina Barreto
ENDOCRINOLOGIA | Drª. Daniela Guelho PSICOLOGIA CLÍNICA | Drª. Maggie Vaz
MEDICINA GERAL E FAMILIAR | Drª. Ana Isabel Santos EXAMES PSICOTÉCNICOS | Drª. Liliana Tavares
PNEUMOLOGIA | Drª. Rita Gomes TERAPIA DA FALA | Drª. Ana Rita Gonçalves
PSIQUIATRIA | Dr. João Campos Mendes ENFERMAGEM | Enf. David Centeio
UROLOGIA | Dr. Gustavo Gomes NUTRIÇÃO CLÍNICA | Drª. Inês Costa
PEDIATRIA | Drª. Rita S. Oliveira OSTEOPATIA | Dr. João Araújo
REUMATOLOGIA | Drª. Joana Ferreira MEDICINA INTEGRATIVA | Drª. Sandra Grilo
ORTOPEDIA | Dr. António Mendes | Dr. Eduardo Ferreira COACHING | Drª. Susana Menoita
ACORDOS - Consulte as especialidades abrangidas
ADVANCECARE, SAMS CENTRO, SAMS QUADROS, SS CGD, CHEQUE DENTISTA, ZURICH, POPULAR SEGUROS, SANTANDER TOTTA
SEGUROS, UNA SEGUROS, GENERALLI, TRANQUILIDADE, MGEN, AÇOREANA, LUSITÂNIA, ASSOCIAÇÃO MUTUALISTA MONTEPIO

Dr. José João Dra Assunção Vaz Patto Prof. Doutor


Garcia Pires L. Taborda Barata
Neurologista
Especialista pelos Hospitais da Universidade de Coimbra
Consultas de Neurologia
Imunoalergologista
ORTOPEDIA Exames: Electromiografia
e Potenciais Evocados
Asma e Doenças Alérgicas
Rua Comendador Campos Melo, nº 29 – 1º Esq, Covilhã;
Consultas: CLIFIG – Clínica Fisiátrica da Guarda
CLIFIG - Rua Pedro Álvares Cabral - Tel: 275334876
Rua Pedro Álvares Cabral, Edíficio Gulbenkian
Edifício Gulbenkian, s/n Cliniform, Rua Mouzinho da Silveira nº 15 R/C, Guarda;
Telef.: 271 231 397 6300-745 Guarda Tel: 271211905

UNIDADE DE OTORRINOLARINGOLOGIA
Prof. Celso Pereira DA BEIRA INTERIOR
Alameda Pêro da Covilhã,

Imuno-Alergologia 29, r/c Esq – COVILHÃ


Telf: 275 324 236 www.uobi.pt
(Doenças Alérgicas) 2ª a 6ª feira 10-13h e 14-19h
Ass Graduado HU Coimbra / Consultas de Otorrinolaringologia
Fac Medicina UC (Ouvidos, Nariz e Garganta)
- Dra. Rafaela Teles Consultas todos os dias
- Prof. Dr. Rui Cerejeira Atendimento URGENTE
Covilhã: Clínica Médica Serra da Estrela Consultas de Pneumologia/Doenças Alérgicas
Galerias de S. Silvestre - Piso 3 Telf: 960023455 - Dr. Nuno Sousa
Guarda: Clínica de Fisioterapia da Guarda Terapia da Fala/Voz
Av. Rainha D. Amélia, nº 6 - 271238581/96 - Terap. Ana Rita Fonseca
Fisioterapia Respiratória / Reabilitação Vestibular
Coimbra: 239802700; 968574777 e 918731560
- Terap. Tânia Churro
EXAMES: Audiograma; Timpanograma; Reflexos
ADVOGADOS ADVOGADOS Estapédicos; Estudo do Sono; Provas funcionais
respiratórias; Testes Cutâneos de Alergia

Vitor Nascimento António Ferreira, Paula Camilo


& Associados Médico
Bárbara Brigas Sociedade de Advogados, RL
Diogo Cabrita
Telefone: 271 086 518 Telefone: 271 213 346 • Fax: 271 082 765 Cirurgião geral
e_mails:
e_mails: antonio.ferreira.adv@gmail.com • paula.m.camilo@gmail.com tratamento de varizes e suas complicações, pequenas
cirurgias, hérnias, hidrocelos, vesícula Litiásica.
vitor.nascimento-5874c@adv.oa.pt Rua Alves Roçadas, nº 27 A, 1º CM2 Marcações : (Clínica Cembi)
barbarabrigas-4041c@adv.oa.pt (ao lado da loja MANGO) Telef.: 271213445
Rua do Encontro, nº 9 - 3º • 6300-704 Guarda 6300-663 Guarda Protocolo com a Médis

Diretor e Editor: Luís Baptista-Martins • Rua da Corredoura, 80 - R/C Dto - C • 6300-825 Guarda •
Redação: Luis Martins (Chefe de Redacção) e Ana Eugénia Inácio. • Conselho Editorial: António Ferreira, Nuno Amaral Jerónimo, Cláudia Quelhas, João Canavilhas, José Carlos Alexandre, Diogo Cabrita e Maurício Vieira.
Colunistas e Colaboradores: Acácio Pereira, Albino Bárbara, Ângela Guerra, António Costa, António Ferreira, António Godinho, Cláudia Quelhas, David Santiago, Diogo Cabrita, Eduardo Lourenço, Fernando Pereira, Fidélia Pissarra, Frederico Lucas, Hélder Sequeira, Honorato Robalo, João Canavilhas, Joana C. Pereira,
Joana Dente, João Mendes Rosa, João Morgado, João Santiago Correia, Joaquim Igreja, Jorge Noutel, José Carlos Alexandre, José Carlos Breia Lopes, José Pires Manso, Júlio Sarmento, Melanie Alves, Miguel Castelo Branco, Miguel Moreira, Miguel Sousa Tavares, Norberto Gonçalves, Nuno Jerónimo, Telma Madaleno e
Víctor Afonso. Desporto: António Silva, Arlindo Marques, Cristina Sofia, Daniel Soares, José Luís Costa, Miguel Machado e Rui Geraldes. • Cartoon: Maurício Vieira. • Paginação: Jorge Coragem • Projeto Gráfico: Maurício Vieira. • Departamento Comercial: Natalina Martins • Impressão:
FIG-Indústrias Gráficas, S.A. • Rua Adriano Lucas – 3020-265 Coimbra • Telefone 239 499 922 • Fax 239 499 981 • e-mail: fig@fig.pt • Sede, Redação e Publicidade: Rua da Corredoura, 80 - R/C Dto - C • 6300-825 Guarda N.I.P.C. – P-504847422. • Nº de registo na ERC: 123436 • Depósito
Legal:146398/00 • Tiragem desta edição: 7.200 exemplares • Periodicidade: Semanário • Edição Internet: O Interior • Propriedade: JORINTERIOR - Jornal • O Interior, Ldª. Detentores de mais de 10% do capital da empresa: José Luís Carrilho Agostinho de Almeida e Luís Baptista-Martins.
Estatuto Editorial: https://www.ointerior.pt/ficha-tecnica/ • Guarda - Redacção/Publicidade: 271212153 • www.ointerior.pt • publicidade@ointerior.pt

Classificados
Imobiliário Vende-se/Arrenda-se/Diversos Emprego Diversos
Férias. Praia da Oura - Albu- Sta Cruz, Guarda: 5,69 ha - Cul- Procuro trabalho como Oferece-se Senhora desem- Executam-se trabalhos de con- Se tem problemas com o divórcio,
feira. T2. A 200 metros da praia. tura - Água - Lameiro - Pastagem. limpezas, passar a ferro, con- pregada cuida de senhora idosa strução civil, pinturas, aplicação nós apoiamos-te. Acolher. Con-
Telef.289367024 Vendo. Tlm. 964278087 domínios, umas horas na res- e trabalhos domésticos. Zona da de pladur, azulejos/mosaicos, en- tacto: 919568551
tauração, cuidar de idosos ou Guarda ou Covilhã. Tlm. 911996779 tre outros. Contacto: 960136446
Vende-se Casa c/ terreno, água Arrendamento parcial, crianças, etc. Contacto móvel: Cavalheiro viúvo, com boa
e árvores de fruto. Mizarela. Bons Apartamento Mobilado na Guar- 969497622 Cavalheiro solteiro, reformado, Senhora procura cavalheiro, situação, procura senhora até aos
acessos. Tlm. 965199646 da-Gare. Tlm.: 968362728 sem filhos, deseja encontrar compa- dos 50 aos 50 anos. Assunto 65 anos. Assunto sério e respeito.
Senhora precisa urgente de tra- nheira dos 50 aos 55 anos. Escrever sério. Tlm.: 965210062 Informa tlm: 916497810
Vende-se Apart. Duplex c/ cobe- balho na Guarda. Tlm. 912216331 para Luís Duarte Rato, Travessa das
rtura, 4 quartos, 3 WC, terraço, Moitinhas nº8, 6200-684 Teixoso Cavalheiro reformado com Cavalheiro reformado, não
garagem, 230m2, acab. de luxo. boa situação e casa própria, fumador e respeitador, com boa
Centro de Viseu. Telm. 910491439 Banda Mega Star - Grandes assunto muito sério, procura se- situação, procura senhora hon-
Músicas - João Marques Almeida. nhora ate aos 70 anos. Informa esta entre os 60 e os 70 anos
Tlm. 914889442/919546447 (24h) telemóvel 911017067 para companheira. Relação séria.
Contacto: 926501732
Quinta-feira • 23 de maio de 2019 • • 15

Mafra empata Sp. Covilhã na última


jornada da IIª Liga
Filó despediu-se dos adeptos no último domingo e vai orientar o recém-promovido à Iª Liga Paços de Ferreira
Filipe Pinto - Foto Académica
O Sp. Covilhã despediu-se dos Ficha de Jogo
seus adeptos com um empate a Árbitro: Nuno Almeida (AF Algarve)
uma bola na receção ao Mafra no Árbitros assistentes: António Godinho
domingo, na última e 34ª jornada e Ricardo Luz
da IIª Liga. O resultado garantiu E. Santos Pinto,
aos visitantes a permanência no
Covilhã
campeonato secundário, enquan-
to os covilhanenses conseguiram Sp. Covilhã.................. 1
a segunda melhor classificação de Bruno Bolas, Tiago Moreira, Jaime
sempre ao terminarem na sexta Simões, João Cunha, Soares, Gilberto,
posição da geral. Semedo (Leandro Pimenta, 65’), Mica
Silva, Adriano (Kisley, 80’), Diego Me-
A precisar de pontuar para
deiros (Bonani, 75’) e Kukula
continuar na IIª Liga, a equipa Treinador: Filó
do Mafra entrou muito ativa e
pressionante, tendo dominado a Mafra........................... 1
primeira parte de uma partida Godinho, Ruben Freitas, Ventosa,
que começou muito tática. Apesar Juary, Gui Ferreira, Ferreira, Rui
Pereira (Flávio, 77’), Ruca, Zé Tiago
disso, pertenceram aos visitantes
(Tanque, 90’+1’), Bruno e Harramiz
as reais ocasiões de golo deste (Mauro Antunes, 85’)
período. O primeiro remate à ba- Treinador: Nuno Capucho
liza foi protagonizado por Pedro
Ferreira (14’), mas Bruno Bolas Golos: Ruca (40’) e Gilberto (50’)
defendeu. Volvidos oito minutos, Ação disciplinar: Cartão amarelo para
Juary (48’), Jaime (51’) e Godinho
um contra-ataque protagonizado
Sexto lugar foi a segunda melhor classificação de sempre dos covilhanenses na IIª Liga (90’+3’).
por dois ex-serranos, Zé Tiago e
Harramiz, foi travado por uma menos oportunidades, com os portiva noticiou que Filó era tido que está de regressão ao escalão foi colega de Pedrinha, seu atual
boa defesa do guardião local. Aos locais a jogarem com mais inten- como o principal candidato à su- principal do futebol nacional. O adjunto, e de Carlos Carneiro,
25’, nova ocasião flagrante para sidade e agressividade, enquanto cessão de Vítor Oliveira no Paços treinador de 46 anos jogou três apontado como novo diretor
o Mafra. Bruno Bolas defendeu o Mafra recuou no terreno, foi de Ferreira, campeão da IIª Liga épocas no clube nortenho, onde desportivo dos “castores”.
a investida de Ruca e, na recarga, mais contido e menos pressio- Publicidade
Harramiz acertou no poste. A nante para não deixar escapar o PUB
formação orientada por Capu- ponto que se adivinhava. O nulo
cho não dava espaço os locais e manteve-se até ao apito final, já
chegou à vantagem aos 40’, num que nenhuma das equipas foi ca-
livre em zona frontal, muito longe paz de voltar a aproximar-se com
da baliza, que Ruca, de pé esquer- perigo da baliza adversária. No
do, não desperdiçou. O mesmo final do jogo Filó, treinador do Sp.
jogador podia ter aumentado a Covilhã, destacou «a capacidade
contagem pouco antes do interva- do grupo dar a volta a uma situa-
lo, novamente de livre, mas atirou ção muito difícil» nesta segunda
por cima da barra. volta do campeonato. «Isto só um
A partida foi mais dividida na grupo muito forte mentalmente.
segunda parte com os covilhanen- Sempre acreditámos que íamos
ses a darem sinal de si logo aos conseguir, mas não desta forma
50’, quando Gilberto restabeleceu tão brilhante», afirmou o técnico,
a igualdade, também de livre, à que não quis comentar a eventual
entrada da área em zona frontal. saída do clube.
O jogo perdeu qualidade e teve No sábado, a imprensa des-

Futebol
Ricardo Soares sucede a Filó no Covilhã
DR IIª Liga na sua página oficial
na Internet. No dia seguinte o
treinador assinou um contrato
válido por uma época.
Atualmente sem clube, Ricar-
do Soares, de 44 anos, treinou na
temporada 2017/18 a Académica
de Coimbra e, antes, o Desportivo
das Aves, da Iª Liga. O técnico de
Felgueiras conta também com
passagens pelo Desportivo de
Chaves, Vizela, Felgueiras, Ri-
beirão, Lixa e Taipas. O Covilhã
confirmou também a contratação
dos seus primeiros reforços para
próxima época. Trata-se do médio
Ricardo Soares é o sucessor defensivo Filipe Cardoso e do
de Filó no comando técnico do extremo Santiago Silva, ambos
Sporting da Covilhã, anunciou provenientes do Coimbrões, do
na segunda-feira o clube da Campeonato de Portugal.
16 • • Quinta-feira • 23 de maio de 2019 Publicidade

VIDENTE
Esgrima
Penta Clube da Covilhã é
Rua do Campo, 5 – 1º Dto - 6300-672 Guarda
Rua do Campo, 5 – 1º Dto --6300-672 Guarda
Lic. Nº 2890 – AMI
Lic. Nº 2890 – AMI Com longos anos de experiência vice-campeão nacional DR
Telefone: 271211730 967543140 www.predialdaguarda.pt
Telefone: 271211730 - 964126775 www.predialdaguarda.pt Trata inveja, mau olhado, espiritual, estudos, negócios,
VENDE
ID:1220 V3 Guarda Vivenda isolada, no centro de aldeia, arrumos….. ..27.000€ empresas, amor, problemas familiares, saúde, etc.
D:1143 Casa Rustica Bem localizada, toda em pedra c/ terrenos …. …35.000€
D:1258 Casa Rustica A necessitar algumas obras de remodelação……40.000€
Sempre pronto a dar resposta aos seus problemas.
ID:1158BT4Centro Bem localizado, necessitar obras de remodelação...52.000€
ID:0790 T2 Centro Em bom estado de conservação, coz. remodelada. .55.000€
Saiba tudo sobre o seu futuro e o porquê que tudo
ID:1235 V2 Centro Sala e coz. comum,2 quartos, anexos, logradouro.. 55.000€ corre mal em sua vida?
ID:1119 T3 Centro Boa localização,3 quartos, 2 wc, 2 varandas,sótão ..60.000€
ID:0691 T2 Guarda Cozinha mobilada, lareira e despensa, 1wc, sótão .60.000€ Não hesite, fale com quem sabe. Tenha FÉ:
271238451 ou 969012923
ID:1252 T2 Centro Lareira na sala, roupeiros, sótão,lugar de garagem .70.000€
ID:1158 T4 Centro Todo remodelado, 2 wc´s, lavandaria, 4 quartos…. .80.000€
2
ID:1237 Lote Com 480 m ,p/ construção de uma moradia isolada ……..85.000€
ID:0971 T3 Centro Remodelado, roupeiros, sótão, lugar de garagem....95.000€
ID:0829 T3 Duplex Com lareira, 3quartos, 2wc´s, lugar de garagem… ..95.000€
ID:1253 T3 Guarda Coz. mobilada, recuperador de calor, 2wc, sótão… 95.000€
ID:1254 T3 Guarda Lareira na cozinha, despensa, sótão, garagem .. ...95.000€
O Penta Clube da Covilhã (PCC) esteve em destaque
2
ID:1105 Casas Rústicas Em pedra c/ 710m de terreno envolvente….100.000€ nos Campeonatos Nacionais de seniores de esgrima, que
ID:0577 V3 Nova C/ roupeiros embutidos,3wc´s,varandas,logradouro. 107.500€
ID:1000 V4 Isolada C/4 quartos, 2 wc´s, adega, garagem, quintal…… 115.000€
decorreram no fim de semana, no Instituto Pupilos do
ID:1239 T3 Guarda Aquec. central a lenha e a gás, sótão, garagem… 125.000€ Exército, em Lisboa.
ID:1022 V4 Guarda Coz. e sala comum, aquec. central, garagem…… 145.000€
ID:0956B V4 Guarda C/4 quartos, sótão habitável, garagem, quintal.. .150.000€
O clube alcançou bons resultados, individuais e cole-
ID:0000 V5 Guarda Coz. c/ lavandaria, garagem, sótão, logradouro… 150.000€ tivos, na arma de sabre, com o lusodescendente Nicolas
ID:1236 V5 Guarda Sala e coz. comum c/ lareira,garagem p/2 carros. 185.000€
ID:1230 V4 Guarda Painéis solares,3wc´s, garagem,sótão,logradouro240.000€ Matias a sagrar-se tetracampeão nacional confirmando
ID:1251 V4 Quinta C/ 3ha, várias arvores de fruto, toda murada… …..245.000€ a supremacia nesta arma. Já Ana Campos conseguiu o
ARRENDA terceiro lugar em feminina. Por equipas, o PCC foi vice-
ID:0972C Escritório Guarda Centro Com 30m² e óptimas vistas………….150€
IID:1050 Loja Guarda Espaço amplo, 2 wc´s, e um armazém……… ……...220€
campeão nacional ao perder a final com o Ginásio Clube
ID:0489C T1 Centro Cozinha mobilada e equipada,quarto mobilado, 1 wc .225€ de Portugal por 45-40.
IID:0972B Loja Guarda Com 2 salas, recepção,2 wc´s, bem localizada…...225€
ID:1238 T2 Pinhel Coz. c/ lareira, 2 quartos, 1wc, garagem, logradouro… .250€
ID:0653 Escritório Centro Todo remodelado, sala ampla c/varanda,1 wc ..275€
ID:0604B T1 Centro Completamente equipado e mobilado, 1 wc, terraço. ..300€ Karate
ID:0982B V1+2 Guarda Coz. mobilada, 1 wc´s, logradouro, garagem..…....300€
ID:1005B T3 Guarda Coz. c/marquise, 3 quartos,2 wc´s, sótão e garagem. 330€ UKSB consegue oito medalhas
em Coimbra
ID:1257 T2 Centro Lareira na sala, roupeiro,2wc´s, garagem individual…..340€
2
IID:1240C Loja Guarda Loja para comércio c/ 163 m , 2 wc´s, 2 salas . .….350€
IID:1069 Loja Guarda Licença p/ comércio, 2 pisos, escritório,4 wc´s…. ....400€ DR

Empresa de transportes admite:


COMERCIAL
Procuramos profissional com o seguinte perfil:
Filipe Pinto
• Fluente na língua francesa (imprescindível);
Fotojornalista
• Conhecimentos de língua inglesa;
• Informática na ótica do utilizador;
• Valorizam-se conhecimentos e relações comerciais
no setor de transportes;
Escadas do Quebra Costas, Nº 2 • 6200-170 COVILHÃ
Oferecemos: Telef. 275 336 805 • Telem. 919 487 978 • Telem. 964 196 950
• Formação; E-mail: filipepintofoto@sapo.pt • fotoacademica@hotmail.com
• Disponibilização de computador portátil; Doze karatecas de dojos da União de Karate Shotokan
• Trabalho a partir de casa; das Beiras (UKSB) competiu no sábado no Torneio da
Enviar Curriculum Vitae para Apartado 196, 6300-909 GUARDA Queima das Fitas, em Coimbra.
Em representação do Centro Bushido da Guarda,
PUB José Barreiros venceu em kata e kumite, enquanto David
C.C.S.R. Bairro da Luz
Travessa Dr. Francisco Lucas Pires, s/n Fonseca também ganhou em kumite. Por sua vez, Rodrigo
Bº da Luz, 6300-521 Guarda Rodrigues (Centro de Artes Marciais da Guarda) foi primei-
CONVOCATÓRIA: ro em kata e terceiro da sua categoria em kumite e Cândida
Maria de Lurdes Saavedra Ribeiro, Presidente da Assembleia Geral da Associação,
Cardoso (Centro de Karate de Seia) foi terceira em kumite.
Centro Cultural Social e Recreativo do Bairro da Luz, ao abrigo do disposto no artº nº Já Inês Almeida (Escola de Karate de Celorico da Beira)
4, 13 nº 1 e artº 14º dos respectivos Estatutos, convoco a Assembleia Geral Ordinária venceu as provas de kata e kumite do seu escalão. Ainda no
desta Associação para o dia 04 de Junho às 21.00 horas, a realizar na sua sede e
subordinada à seguinte ordem de trabalhos fim de semana, Rodrigo Granjal e Mariana Veloso (Escola
1. Periodo antes da ordem do dia. de Karate de Celorico da Beira), Nuno Rodrigues e Duarte
2. Votaçao do Relatório e contas da gerência do ano anterior (2018) bem como do Simão (Centro Bushido da Guarda) participaram em trei-
parecer fiscal.
nos de seleção da Liga Portuguesa de Karate Shotokan com
NOTA:
a) Nos termos do disposto no artº 17º dos Estatutos da Assembleia Geral reunirá à hora vista à participação da seleção nacional no Mundial WSKA
marcada nesta convocatória se estiver presente mais de metade dos associados com agendado para setembro, em Portugal.
direito a voto, ou trinta minutos depois com qualquer número de presentes.

Vende-se
b) O relatório e contas de gerência do ano de 2018, encontra-se à disposição dos sócios

António Gil Advogado


para consulta na sede da Instituição das 13.00 às 24.00 horas.
Guarda. 15 de Maio de 2019
Tel. / Fax 271 238 344 A Presidente da Assembleia Geral
Quinta com Casa, cerca de 12 ha
R. Dr. Lopo de Carvalho, 30-2º • 6300-700 Guarda à beira do rio Mondego, perto das rotundas
da A25 e IP2 • Lageosa do Mondego
antonio.gil-5388C@adv.oa.pt (Maria de Lurdes Saavedra Ribeiro) O Interior, nº 1011 de 23/05/2019 Contactos: 966473371 • 271926638

Cupão de Anúncios Classificados


Envie o seu anúncio classificado para Jornal O Interior, Rua da Corredoura, 80 R/C Dto C • 6300-825 Guarda
Condições gerais dos classificados
Localização Identificação
do anúncio
1. Preencha o cupão com texto em maiúsculas,
deixando um espaço entre cada palavra. Nome: __________________________________________________________________
Grátis

2. O preço é acrescido de IVA à taxa legal em vigor. Imobiliário


*

3. É obrigatório o envio do número de contribuinte (NIF).


4. A identificação é um campo de preenchimento
Vende-se Aluga-se Morada: ________________________________________________________________
obrigatório. A falta de elementos pode implicar a não Trespassa-se Diversos
publicação do anúncio.
5. A “O Interior” reserva-se o direito de rejeitar a
Emprego Código Postal: ________ - _____ Localidade: ___________________________
Euros
2,50

publicidade que não esteja de acordo com a sua Oferece-se Precisa-se


orientação editorial.
6. A recepção de anúncios para cada edição Veículos Contribuinte nº: _________________ Contacto: ______________________
termina 72 horas antes da data da publicação. Vende-se Procura-se
7. Não se aceitam cópias, faxes ou emails deste cupão. Assinatura ________________________________ Data ___/___/______
Euros
4,00

Diversos
* Grátis até à 2ª publicação, a partir
da qual acresce um custo de 2 euros. Para esclarecimentos pode contactar-nos através do telefone 271212153 ou para ointerior@ointerior.pt

Modo de Pagamento: O recibo ser-lhe-á enviado posteriormente


Transferência Bancária (forma mais rápida e vantajosa) Transferência Avulsa Transfira o valor em questão para o NIB indicado e junte
Autorização de pagamento: Exmos Senhores, por crédito na conta abaixo indicada, queiram proceder,
até nova comunicação aos pagamentos das subscrições que vos forem apresentadas pelo Jornal O Interior. IBAN: PT50 001000002256785000177 a este cupão o talão comprovativo da transferência.

Banco _____________ Balcão _____________ NIB _________________________ Data ___/___/______ Assinatura ________________________________________
Nome do Titular _______________________________________________________ Cheque / Vale Postal nº _____________________ Banco _________________
Data ___/___/______ Assinatura ________________________________________ Numerário
Quinta-feira • 23 de maio de 2019 • • 17

Motocrosse Triatlo
Fernão Joanes acolhe provas do Nacional Sabugal acolhe prova pontuável
para o Nacional de Clubes
e Europeu no fim de semana DR
A sexta edição do Triatlo rida final e zona de chegada.
do Sabugal acontece no sába- Esta sexta-feira, o pavilhão e
do, tendo a prova de domingo piscinas municipais acolhem
sido cancelada por imprevistos um aquatlo jovem de promoção
de ordem logística. que será disputado no modelo
A competição realiza-se na segmentado, em que natação
distância sprint e é pontuável e corrida não se realizam de
para o Nacional de Clubes. O forma contínua, mas separa-
segmento de natação terá lugar damente. O resultado de cada
na barragem do Sabugal, o per- atleta é obtido com base no so-
curso de ciclismo foi traçado matório das cronometragens de
entre as localidades de Amiais cada segmento. As duas provas
e Aldeia de Santo António, são organizadas pelo município
ficando reservado o centro do Sabugal, com o apoio da Fed-
da cidade raiana para a cor- eração de Triatlo de Portugal.

BTT
Ana Antunes e Roberto Ferreira
vencem em Estremoz DR
Roberto Ferreira (BTT
Seia) – na foto – e Ana Antu-
nes (BTT Gardunha/ Fundão/
Create) venceram no domingo
Os melhores pilotos nacio- passaram a ter duas mangas 125cc). De resto, em 2018, a a terceira prova da Taça de Por-
nais de motocrosse vão medir cada – era uma no ano transa- prova de Fernão Joanes voltou tugal de Maratona (XCM), cor-
forças este fim de semana na to – mais a habitual manga de a ser considerada, pelo terceiro rida no domingo em Estremoz.
exigente pista do Crossódromo elite que terá em pista os 15 ano consecutivo, a melhor or- Em masculinos, o atleta da
das Lages, em Fernão Joanes. melhores pilotos de cada classe ganização do circuito europeu. formação senense estreou-se a
A localidade do concelho da nesse dia. Uma mudança que é Os pilotos entram em pista vencer ao terminar isolado os
Guarda acolhe, também pelo sinónimo de mais competição. no sábado para os treinos livres 95 quilómetros do percurso,
sexto ano consecutivo, a etapa Já a prova do Europeu será e cronometrados de EMX 65 que tinha mais de 2.400 me-
portuguesa do Europeu de EMX disputada por pilotos de dez pa- e EMX 85, que decorrem das tros de acumulado positivo,
65 e EMX 85. A organização é da íses. A etapa portuguesa integra 9h30 às 16h30. Uma hora depois tendo cortado a meta com uma
Associação Cultural e Recreativa a zona SW do campeonato e será realizam-se os treinos livres vantagem de 55 segundos so-
de Fernão Joanes. a terceira das quatro compe- das MX1 e MX2. A competição bre o colega de equipa Rodrigo
O Campeonato Nacional de tições calendarizadas. Fernão propriamente dita acontece no Gomes. Renato Ferreira (Vas-
Motocrosse está ao rubro com Joanes está no roteiro desta domingo a partir das 10h30 com conha BTT Vouzela) foi tercei- Loulé/ Elevis) e Flávia Lopes
o protagonismo e as exibições competição reservada aos mais as mangas do Europeu. A última ro a 7m46s do vencedor. Na (Vasconha BTT Vouzela). Nas
de pilotos como Rui Gonçalves, novos desde 2014 e a organiza- prova do dia está marcada para corrida feminina, Ana Antunes restantes categorias destaque
Paulo Alberto, Hugo Basaúla, ção recorda que pela pista das as 18h30, hora de partida da cor- foi a mais forte e também se es- para a vitória do manteiguense
Hugo Santos e Ruben Fernandez. Lajes já passaram alguns dos rida da classe Elite do Nacional treou a vencer na Taça, suplan- Tiago Craveiro na Classe D de
Atualmente, a classe de MX2 pilotos que atualmente se desta- que junta os melhores pilotos de tando Celina Carpinteiro (BTT Paraciclismo.
é dominada por Diogo Graça cam no Mundial da modalidade. MX1 e MX2. A organização, que
(Suzuki), campeão em título, É o caso de Florian Miot (EMX conta com o envolvimento de
enquanto Sandro Peixe (Suzuki) 250), Eddie Jay Wade (campeão 100 voluntários, tem o apoio do Basquetebol
lidera em MX1 e a classificação mundial júnior em 2017, ano em município da Guarda, IPDJ, Junta Guifões vence Nacional feminino
da Elite. A novidade deste ano que correu em Fernão Joanes), de Freguesia de Fernão Joanes
resulta de algumas alterações Brian Moreau (a disputar o MX2 e 70 empresas. O bilhete custa da Iª Divisão na Guarda
nos formatos das corridas, sen- Mundial), Thibault Benistant 5 euros (mais informações em O Guifões Sport Clube con- As duas equipas já garantiram
do que as classes MX2 e MX1 (atual campeão europeu de www.fernaojoanes.com). quistou, na Guarda, o título de a subida à Liga, o escalão prin-
campeão nacional da Iª Divisão cipal do basquete feminino.
de basquetebol feminino. Para 8 de junho (17 horas),
Judo adaptado No sábado, a equipa de também na cidade mais alta,
Maria Ribeiro é tetracampeã nacional Matosinhos derrotou o CPN está agendada a final da Taça
Basket, de Ermesinde, por 72- Nacional de seniores femini-
A sabugalense Maria Ribei- Intelectual (ANDDI). Ribeiro, da Associação de Moda-
63 na final da prova disputada nos novamente no pavilhão de
ro conquistou no fim de semana A proeza foi conseguida em lidades Desportivas Amadoras
no pavilhão de S. Miguel. Ta- São Miguel, numa organização
o quarto título consecutivo de Viseu, que acolheu os 2ºs Jogos (AMDA) do Sabugal, revalidou o
mara Milovac, com 17 pontos da Federação Portuguesa de
campeã nacional de judo adap- ANDDI Portugal, em que 600 título, mas desta vez teve concor-
e 11 ressaltos, foi a “MVP” de Basquetebol e da Associação
tado da Associação Nacional atletas competiram em 16 moda- rência à altura dada a evolução
um encontro bem disputado. de Basquetebol da Guarda.
de Desporto para a Deficiência lidade. No judo adaptado, Maria dos atletas nesta modalidade.

Cupão de Assinatura
Identificação: Nacional_ ____ Semestral.....(16€) Anual.. (30e)
Nome: _________________________________________________________________________________________________________
Estrangeiro_ Semestral.....(18€) Anual.. (35e)

Morada: ________________________________________________________________________________ Código Postal: _________ - ______ Localidade: _____________________________________________

NIF: ________________________ Telefone/Telemóvel: __________________________________________________ Email: ________________________________________________________________

Modo de Pagamento:
Enviar para: Rua da Corredoura 80, R/C Dto C • 6300-825 Guarda
Transferência Avulsa
IBAN: PT50 001000002256785000177
Data ___/___/______ Assinatura ________________________________________ Assinatura __________________________________________________ Data _____/_____/________
Transfira o valor da Assinatura para o NIB indicado e junte a este cupão o talão comprovativo da transferência.
O Jornal O Interior compromete-se a adoptar as medidas de segurança necessárias para garantir a salvaguarda dos dados
Cheque / Vale Postal nº _____________________ Banco _________________ pessoais / empresas dos assinantes contra a sua eventual utilização abusiva ou contra o acesso não autorizado.
O contrato de assinatura renovar-se-á por iguais e sucessivos períodos de tempo (seis/12 meses), até que qualquer das partes
Numerário denuncie a desistência por meio de comunicação escrita com antecedência mínima de 30 (trinta) dias.
18 • • Quinta-feira • 23 de maio de 2019

anotações
opinião opinião
Hélder Sequeira Maria Afonso

112: Um Sanatório A inutilidade das coisas


em agonia… Como um relâmpago a rasgar o ar quente an-
tes da tempestade, ou a faísca que cai imprecisa
simples monossílabos que esmorecem até ao
emudecimento.
na esquina de uma casa habitada. O desmoronar Era tarde ou noite. Já não recorda. Vestiu
«O que mais me dói na pátria é não haver correspondência no es- de um baralho de cartas, lâminas roídas pela o primeiro casaco que encontrou, pegou num
pírito dos portugueses entre o seu passado e o seu presente», escrevia ferrugem de um tempo que ninguém quis acolher. velho livro e saiu de casa. A dor era uma onda
Miguel Torga, em 1977… No seu “Diário”, e na sequência destas notas, A tempestade inflexível no olhar desmedido de repleta de terminações nervosas que o obrigava
acrescentava que «olhamos os testemunhos da nossa identidade como uma criança. A casa sem paredes, escancarada ao a balançar servindo-se do seu corpo como de
trastes velhos, sem préstimo que apenas atravancam o quotidiano (…)». gelo e à pilhagem da noite. A inexistência de luz. um barco. Procurava o mar e o sal para poder
Relembramos estas palavras a propósito da recente passagem – no O negrume, alcatrão abrasado a colar-se aos pés. abrandar o sofrimento.
passado sábado, 18 de maio – do 112º aniversário da inauguração do A cicatriz escondida numa caixa de marfim. Passou pelo túnel que se seguia ao cande-
Sanatório Sousa Martins; um número que evoca emergência e socorro… A cicatriz que irrompe por dentro da caixa, que eiro de luz amarelada. A sombra do seu corpo
de auxílio, urgente, bem precisam os emblemáticos edifícios que restam detona o marfim e põe a nu uma infecção viru- aparentava a de um gigante acocorado. A dor
daquela que foi uma das mais destacadas estruturas da luta contra a lenta. As pessoas que se afastam e o pavor de era agora uma medusa translúcida disseminada
tuberculose, em Portugal. uma nova peste. A usual exclusão de quem se no seu olhar. Entrou. Sentou-se na cadeira de
A passagem da referida efeméride constitui mais um bom pretexto recolhe na plasticidade tranquila de vidas que sempre, no bar de há anos. Ensaiou uma primeira
para voltarmos a sublinhar, nestas colunas, o estado de ruína deste nada possuem. leitura para cair, de imediato, no logro de uma
património citadino, existente num espaço que em 2014 foi classificado A agrura imprudente dos animais enjaulados. peregrinação. Esquecer-se de si poderia trazer-lhe
como conjunto de interesse público. O som penetrante do clamor de um fogo que se de volta o perfume do âmbar ou o azul anil com
A portaria da Secretaria de Estado da Cultura, publicada em janei- anuncia ao longe. E os homens incapazes de que tingia as mãos.
ro desse ano, referia que esta classificação se baseava em critérios mudar o curso do dia, de provocar novos sóis ou Uma estranheza apodera-se da sua pres-
«relativos ao caráter matricial do bem, ao génio do respetivo criador», intimar luas antigas. Metem as mãos nos bolsos à são sistólica até à dormência das impressões
bem como «ao seu interesse como testemunho notável de vivências procura da navalha obsoleta, mas só o cotão dos digitais. A presença daquela pessoa, na mesa
ou factos históricos». séculos exala o odor de uma humidade bafienta. ao lado, era quase a sombra do seu ser. Aquele
Aludia ainda ao valor estético, técnico e sublinhando que «o antigo Há quem nunca tenha aberto uma nesga da gesto de abandono de si. O copo de vinho de
Sanatório Sousa Martins, projetado no início do século XX por Raul Lino caixa de Pandora. Desconhecem os males do costas voltadas. A sombra no olhar a beber
e instituído na Guarda, cujo clima favoreceria a cura de doenças respira- mundo que a curiosidade não matou. Da dor nada em pequenos goles a ferocidade das cores das
tórias graves, foi a primeira instituição criada de raiz para a assistência sabem e, em jeito de repulsa, tornam-se cegos. paredes. O casaco, esponja de muitos males,
a doentes com tuberculose, tendo-se constituído como um complexo Como se a dor se expulsasse para uma gruta sorvedouro de alegrias.
hospitalar de referência nas áreas social, científica e arquitetónica» … obscura inexorável. Mas a dor é um horizonte Continua sem recordar se aquele dia era
Os pavilhões Rainha D. Amélia e D. António de Lencastre continuam obstinado dentro de nós. Um colar de setas cer- tarde ou noite, mas garante serem ambos a
a ser uma imagem lancinante do desleixo continuado das entidades ofi- teiras que se vão incrustando na pele. Cada uma personagem secundária do livro que estava a ler.
ciais ou da incapacidade reivindicativa, das mesmas e dos guardenses, com uma incumbência determinada, sabendo de A esperança ficara prisioneira daquela caixa
para contrariarem o caminho da ruína e destruição conducente a «um cor o alvo a atingir. que arriscara espiar. Ignorava o que lhe reservava
túmulo de memória». A voz alucina e o corpo resiste aos queixu- o enredo do livro, ou o da vida, mas pesava a
Uma atitude tanto mais criticável quanto o Sanatório foi uma ins- mes. As palavras, hesitantes, emaranham-se em suspeita da esperança poder coexistir com a dor.
tituição que marcou – temos repetido esta nota em inúmeras ocasiões
– o desenvolvimento da cidade durante a primeira metade do passado
século. «Voltarmo-nos para o passado – dizia Vitorino Magalhães Godi-
nho – destina-se, em primeiro lugar, a enriquecer a nossa experiência,
enriquecê-la em contacto com as múltiplas e variadíssimas experiências
de todos os homens de todos os tempos e lugares».
Lembrar a data de 18 de maio de 1907 não é, contrariamente aquilo
que alguns pensam, um mero exercício de «comemorativismo ritualista
em que tantas vezes se refugia a incapacidade de enfrentar os problemas
opinião
Santinho Pacheco *
Somos Europa
da nossa época» (V. Magalhães Godinho); é mais um alerta para que
não se despreze a história da Guarda. Esta é a semana em que nós, Europeus, tendências nacionalistas que integram o racis-
A inauguração (inicialmente prevista para 28 de abril e depois para elegemos o nosso Parlamento. Em Portugal, mo, a xenofobia e o populismo como resposta
11 de maio) dos três pavilhões que integravam o Sanatório ocorreu a vamos a votos no domingo, 26 de maio. Ainda o política aos problemas. No berço da solida-
18 de maio de 1907, com a presença do rei D. Carlos e da Rainha D. Parlamento de uma Europa a 28 ou, na verdade, riedade e da fraternidade humana fecham-se
Amélia, que materializou nesta instituição de tratamento da tuberculose de uma União a 27? O Brexit baralha tudo! as portas aos refugiados e aos emigrantes,
a homenagem a Sousa Martins, atribuindo-lhe o nome daquele clínico; Quem diria? Tinha de ser mesmo o Reino esquecendo que a emigração foi a força que
cuja ação e dinamismo ela tinha já evocado numa intervenção pública, Unido a armar toda esta confusão. A velha In- reconstruiu a Europa no pós-guerra.
no seio da Associação Nacional aos Tuberculosos, realizada em 1889. glaterra, para lá do Canal da Mancha, é sempre No distrito da Guarda temos memória.
«Aos dezoito dias do mês de Maio de mil novecentos e sete, num dos Europa, sem nunca o assumir verdadeiramente. Fomos Europa antes de Portugal o ser pela
edifícios recentemente construídos no reduto da antiga Quinta do Chafa- Europeia q.b., tem dias. Quando convém sim; força da lei e dos tratados. Demos à França, ao
riz, situada à beira da estrada número cinquenta e cinco, nos subúrbios quando não interessa vira-nos as costas. Até a Luxemburgo, à Alemanha, o trabalho de centenas
da cidade da Guarda, estando presentes Sua Majestade a Rainha Senhora negociar a saída que referendou, quer ficar com de milhares de homens e mulheres que fugiam
Dona Amélia (...), procedeu-se à solenidade da abertura da primeira o bife do lombo e deixar o osso para os “amigos” à miséria de uma terra amordaçada e fizeram
parte dos edifícios do Sanatório Sousa Martins e da inauguração deste do continente. desses países a sua segunda pátria.
estabelecimento da Assistência Nacional aos Tuberculosos, fundada e E tudo isto a acontecer no momento mais Os passadores e contrabandistas da raia
presidida pela mesma Augusta Senhora (...)». Assim ficou escrito no crítico e difícil da União Europeia. Não é de eco- sabugalenses fizeram muito mais pela União
auto que certificou a cerimónia inaugural da referida estância de saúde. nomia que estou a falar, nem de crises monetárias Europeia que décadas de burocracia comunitária.
O Sanatório foi, durante décadas, o grande cartaz de propaganda da ou financeiras, das dívidas soberanas. A Europa Por isso, não podemos virar as costas à Europa
Guarda, “a cidade da saúde”; hoje, o que resta, está com péssimo prognós- é muito mais do que bancos e bolsas, paraísos quando ela mais precisa de nós. O nosso voto
tico e certamente nem os melhores “ares” das boas intenções vão travar a fiscais e capital… Há uma matriz cultural e no domingo faz toda a diferença contra os novos
“doença”, por enquanto ainda com cura… Na Guarda do património e da civilizacional europeia, onde as pessoas querem bárbaros da desordem mundial. A Europa tem de
cultura o estado de degradação dos Pavilhões D. António de Lencastre e ter voz. A Europa somos nós, é o nosso lugar voltar a ser um baluarte da liberdade, da paz e da
Rainha D. Amélia exige e merece medidas concretas e eficazes de defesa e no mundo. democracia. Ao voto, cidadãos!
salvaguarda, pois fazem parte da história da saúde em Portugal. Valores como a liberdade, a democracia, a
Esperemos que o número de emergência, 112, associado a este ani- paz e os direitos humanos estão a ser postos * Deputado do PS na Assembleia da
versário da inauguração do Sanatório Sousa Martins desencadeie decisões em causa por essa Europa fora. Em vários República eleito pelo círculo da Guarda e
e medidas, a par da uma intervenção cívica esclarecida e reivindicativa!… países da União Europeia já ninguém esconde antigo Governador Civil da Guarda
Quinta-feira • 23 de maio de 2019 • • 19
DR
opinião

mitocôndrias e quasares
opinião
Paprika Store, na cidade da Guarda
António Costa Joana Dente* to além do habitual conceito de standardização
antoniomanuelcosta@gmail.com e consumo em massa. É que na Paparika Store
Fica no cora- encontra acessórios que, além de marcarem

August Weismann ção da cidade da


Guarda e irradia
boa energia. Estou
pela diferença, não vai encontrar facilmente
noutras lojas e correr o risco de ver repetidos
em alguém...
Defensor convicto das teorias darwinia- de Lamar- a falar-vos da mais Eu sou apaixonada por brincos e deliciei-
nas, August Weismann é considerado um ck: não recente loja situada me com a coleção de Primavera/ Verão que já
dos pais da genética moderna graças aos via como na Rua Lopo de Car- se encontra à venda na loja! A tendência são
seus valiosos contributos, como a hipótese as mu- valho, a Paprika Store. os brincos grandes e volumosos, mas quem
do plasma germinativo, segundo o qual este danças no Abriu praticamente no início do ano com não aprecie o estilo pode sempre encontrar
é o componente das células responsáveis corpo podiam passar para as células e, daí, a promessa de Patrícia Vilela
na Paprika Store
pela hereditariedade. transmitirem-se às gerações seguintes. trazer à cidade excelentes alter-
Nascido em Frankfurt em 1834, no seio Numa apresentação de 1883 intitula- as mais incríveis nativas que se
de uma família abastada, August Friedrich da “Sobre a Hereditariedade”, Weismann tendências inter- coadunem com
Leopold Weismann cedo se interessou sugeria que era necessário encontrar outro nacionais e de o a sua preferência.
pelas ciências naturais e desde muito jovem mecanismo que pudesse explicar a evolução. fazer aos melho- Para os se-
iniciou uma vasta coleção de borboletas, Propôs a hipótese do plasma germinativo, res preços, pois nhores também
vermes, escaravelhos e todo o tipo de inse- o componente das células responsáveis claro! há algumas op-
tos. Trabalhou em Frankfurt e em Itália e foi pela hereditariedade. A novidade na teoria Falámos ções disponíveis.
médico do Grão-Duque da Áustria, de 1861 de Weismann é que ele separa as células com as respon- Um porta-moe-
a 1863, mas o seu cargo mais importante germinativas das células somáticas, sendo sáveis da loja, das ou uns ténis
foi a cadeira académica na Universidade de estas as restantes células do corpo incapazes Maria João Sena representam uma
Freiburg, onde ensinava Zoologia e trabalhou de transmitir os caracteres hereditários. e Alexandra Sena, excelente esco-
até se reformar. Defendia também que a informação que nos disseram lha, quer para
Os primeiros trabalhos de Weismann contida no soma (corpo) não podia passar que na Paprika oferecer numa
são experiências com insetos. Mas com o às células para ser transmitida às gerações Store podemos ocasião especial,
decorrer dos anos foi passando do particular seguintes, o que é conhecido por “Barreira encontrar uma quer, naturalmen-
ao geral para se dedicar às grandes questões de Weismann”. Esta ideia deixava sem efeito vasta gama de te, para o pró-
teóricas. Foi desde sempre seguidor da teoria a teoria lamarckiana da hereditariedade dos bijuteria de se- prio!
de Darwin e inúmeras vezes interveio em sua caracteres adquiridos. nhora, ideal para dar o toque final a qualquer É uma questão de passarem. Vai valer
defesa, como prova o seu livro “Justificação Weismann é ainda hoje universalmente look. Contudo, para além de colares, pulseiras a visita!
da Teoria Darwinista”, que escreveu para reconhecido. Embora alguns dos termos e anéis, podemos ainda encontrar lenços,
destronar as ideias criacionistas. No entanto, que ele utilizou tenham sido substituídos malas e até alguns sapatos, tudo pensado ao * @pitangaboss
não concordava com Darwin quanto à sua por outros, as suas descobertas ajudaram pormenor e preparado para arrasar! Jurista/ Makeup Artist/ Fashion Stylist
aceitação da teoria dos caracteres adquiridos a estabelecer as bases da genética moderna. Segundo as responsáveis, a ideia vai mui- Fotografia: Patrícia Vilela
PUB
opinião
20 • • Quinta-feira • 23 de maio de 2019

rua da corredoura, 80 - R/C Dto - C 6300-825 Guarda


bilhete postal
O primado
Redacção/Publicidade: 271212153 • www.ointerior.pt • publicidade@ointerior.pt • ointerior@ointerior.pt

População dcabrita@iol.pt

humano
Diogo Cabrita

Nove municípios do distrito com mais reformados


do que trabalhadores O problema é do mano. Tu não sabes porquê, mas o chefe que
é teu parente engendrou sozinho esta patranha. Viu que lhe davam
Em Figueira de Castelo Rodri- dados referem-se apenas ao se- (168,5 por cento). Já os concelhos seguro, viu que o seguro era melhor que o lucro das vendas, vinha
go, Pinhel, Aguiar da Beira, Almeida, tor privado, desfavorecendo os onde o número de trabalhadores aí o verão com dois salários para pagar, percebeu que o futuro era
Fornos de Algodres, Gouveia, Seia concelhos menores, nos quais as ultrapassa em muito a percenta- incerto, já tinha no bolso os incentivos do Estado para a montagem
e Sabugal há mais pensionistas do autarquias são as principais empre- gem de pensionistas situam-se, da fábrica, fez as contas e decidiu: primeiro mostrou as parcas
que trabalhadores, sendo que a per- gadoras. Em média, por cada 100 sem surpresas, maioritariamente encomendas e conseguiu que a malta se aquietasse em casa. O
centagem de pessoas aposentadas trabalhadores há 56 pensionistas, no litoral. O município de Albufeira povo gosta de ganhar estando em casa, mas não faz contas a que o
atinge valores entre 101 a 140 por existindo 201 municípios que se lidera esta tabela com apenas 31 salário não chove nem troveja. Depois, numa noite de sábado levou
cento. Manteigas é a situação mais encontram acima dessa média por cento de reformados, seguido a maquinaria, que vendera entretanto. Os trabalhadores regressaram
grave do distrito da Guarda, com por os pensionistas terem maior de Lousada (31,8) e Paços de Fer- e entraram na nave. Ora porra! ouviu-se, e o eco levou a porra mais
mais de 141 por cento de reforma- peso. As zonas do país onde há reira (32,5). Lisboa possui 55,8 por alta e mais longe. Já viste isto? Gritava uma das mulheres dos teares.
dos no concelho. maior número de pensionistas, cento de pensionistas e o Porto 70,9 O choque cresceu e na sua combustão chegou a revolta, vieram as
Os dados são do Instituto de comparativamente ao número de por cento. TV’s, apareceram os jornalistas, chegaram as famílias em combustão
Segurança Social e foram revelados trabalhadores ativos, são sobretudo Os valores divulgados confir- emocional. Foi uma reportagem de glória. O povo chorava, o povo
esta terça-feira pelo “Jornal de regiões de baixa densidade, como mam mais uma vez a falta de coesão gritava, o povo ruborizado. A fábrica escancarada mostrava-se nua.
Notícias”, que refere que «23 por Beira Interior, Trás-os-Montes e territorial existente no país, com O tipo levou tudo daqui – gritou alguém, agarrando-te na camisa.
cento dos municípios em Portugal Alentejo. Os municípios onde a situ- a maior concentração de municí- O mano não fazia isso!, disseste antes do primeiro murro. Depois
continental tem mais reformados ação é mais grave são Vinhais (193 pios envelhecidos nas regiões do soubemos que também te tinha roubado a ti. Só muitos dias depois
por velhice do que trabalhadores por cento de pensionistas), Val- interior, e maior número de trabal- percebeste que o mano era um bandalho que te ficara com tudo e
ativos». De salientar que estes paços (169 por cento) e Alcoutim hadores ativos nas zonas do litoral. fugira.
O problema não é a crise, não é a política, é o modo como alguns
se comportam na adversidade e quando são possuídos da ganância.
Serra da Estrela
Altice inaugura fibra óptica
A Altice vai ligar esta quinta- por Alexandre Fonseca, irá estar assimcomováriosautarcasdaregião.
feira, através de fibra ótica, o maciço presente em diferentes munícipios À tarde, o programa prossegue em
central da Serra da Estrela, num da região. A inauguração inicia-se Gouveia e Seia, locais onde serão
total de seis concelhos e mais de na Covilhã, pelas 9h30, no Data inauguradas Cabines de Leitura pro-
60 freguesias. Center, local onde estará presente o movidas pela empresa. Em Seia terá
A comissão executiva da opera-
dora de telecomunicações, liderada
secretário de Estado das Comuni-
cações, Alberto Souto de Miranda,
ainda lugar uma entrega de tablets
no Agrupamento Escolar.
www.facebook.com/ointerior
PUB

Interesses relacionados