Você está na página 1de 4

1.

Resumo

Neste relatório será analisado e calculado com base nos valores obtidos do tubo
em U, manômetro e vacuômetro a pressão absoluta que é obtida em uma instalação
hidráulica com uma bomba de sucção.

2. Introdução

O termo pressão é utilizado em diversas áreas da ciência como uma grandeza


escalar que mensura a ação de uma ou mais forças sobre um determinado espaço,
podendo este ser líquido, gasoso ou mesmo sólido. A pressão é uma propriedade
intrínseca a qualquer sistema, e pode ser favorável ou desfavorável para o homem: a
pressão que um gás ou vapor exerce sobre a pá de uma hélice, por exemplo, pode ser
convertida em trabalho.

Todo sistema de medição de pressão é constituído pelo elemento primário, o qual


estará em contato direto ou indireto ao processo onde se tem as mudanças de pressão e
pelo elemento secundário (transmissor de pressão) que terá a tarefa de traduzir esta
mudança em valores mensuráveis para uso em indicação, monitoração e controle. Onde
uns dos principais nomes que fizeram a história da medição de pressão são Stein, Pascal
e Torricelli.

Para problemas que envolvem gases e sólidos a expressão matemática utilizada para
expressar pressão é dada por:

𝐹
𝑃=
𝐴
Onde:
P é a pressão;
F é a força normal a superfície;
A é a área total onde a força é aplicada.

Para líquidos, a pressão pode ser escrita como:


UNIVERSIDADE SANTA CECÍLIA Faculdade de Engenharia
UNISANTA Mecânica
DISCIPLINA: Laboratório de Engenharia Mecânica IV Sigla: Turma:
MÓDULO: Laboratório Sistemas Fluidomecânicos Página: 2 de 7

𝑃 = 𝜌𝑔ℎ

P é a pressão;
𝝆 é a força normal a superfície;
h é a área total onde a força é aplicada.

3. Materiais e Métodos
3.1 Materiais

Figura 1 - Manômetros e vacuômetro da instalação a ser estudada.

3.2 Métodos
Foi feita a medição dos valores de pressão conforme foi alterando a vazão
do fluido.

4. Desenvolvimento

Os dados observados no tubo em U e também no manômetro que estava antes da


bomba, são os seguintes:
UNIVERSIDADE SANTA CECÍLIA Faculdade de Engenharia
UNISANTA Mecânica
DISCIPLINA: Laboratório de Engenharia Mecânica IV Sigla: Turma:
MÓDULO: Laboratório Sistemas Fluidomecânicos Página: 3 de 7

htubo U 220 mm
Patm 755 mmHg
Pman 1,2 kgf/cm²
Pvacuo -0,8 kgf/cm²

Para calcularmos a pressão absoluta da pressão manométrica se faz necessário


somar a pressão observada com a pressão atmosférica, que varia dependendo da
variação de altura que está sendo realizado o experimento, nesta experiência a pressão
atmosférica estava em 755 mmHg.
A formula fica da seguinte forma:

𝑃𝑎𝑏𝑠 = 𝑃𝑎𝑡𝑚 + 𝑃𝑒𝑓𝑒𝑡

Utilizando a formula (1) vamos inserir os dados que encontramos das pressões que
é representativo como a pressão efetiva e somarmos com pressão que a atmosfera
exerce sobre todos os corpos para conseguirmos a pressão absoluta, mas antes se faz
necessário converter a pressão atmosférica que está em mmHg para Kgf/cm², fazendo
essa conversão ficamos com:

755 𝑚𝑚𝐻𝑔 = 1,006 𝐾𝑔𝑓/𝑐𝑚²

Usando essa conversão e a fórmula (1), teremos:

𝑘𝑔𝑓
𝑃𝑎𝑏𝑠 = 1,006 + 1,2 = 2,006
𝑐𝑚2

E para a pressão de vácuo:

𝑘𝑔𝑓
𝑃𝑎𝑏𝑠 = 1,006 − 0,08 = 0,926
𝑐𝑚2
UNIVERSIDADE SANTA CECÍLIA Faculdade de Engenharia
UNISANTA Mecânica
DISCIPLINA: Laboratório de Engenharia Mecânica IV Sigla: Turma:
MÓDULO: Laboratório Sistemas Fluidomecânicos Página: 4 de 7

E por fim para calcularmos a pressão exercida no tubo em U, utilizaremos o teorema de


Stevin que a formula sugere que:

𝑃1 − 𝑃2 = ℎ(𝛾𝐻𝑔 − 𝛾𝐻20)

𝑘𝑔𝑓 𝐾𝑔𝑓
Sabendo que o 𝛾 de Hg é 13600 e o da água é 103 , iremos realizar a substituição
𝑚 𝑚2

desses valores na formula.

𝐾𝑔𝑓
𝑃1 − 𝑃2 = 0,22 ∗ (13600 − 103 ) = 2772 𝑚2

5. Conclusão

Pode-se concluir que os dados obtidos através da exercia poderia ser utilizado em
uma situação real onde o controle e acompanhamento da pressão e necessário para que
o equipamento ou instalação funcione conforme o planejado em projeto.

6. Referências Bibliográficas

https://pt.wikipedia.org/wiki/Press%C3%A3o
https://brasilescola.uol.com.br/fisica/pressao.htm