Você está na página 1de 2

Transtornos de Personalidade

Personalidade: padrão de comportamento global típico de um indivíduo.

Existem quatro tipos de comportamentos

 De ordem cognitiva: formas de perceber, lembrar, pensar, elaborar experiencias,


fantasiar etc.
 De ordem afetiva/emocional: modo como o individuo é afetado e como lida, reage as
afetações, além das ligações afetivas desse individuo com pessoas situações, coisas etc.
 De ordem conativo-motora: relacionado às ações voluntárias, explicitas.
 De ordem interpessoal: o modo de se relacionar com outras pessoas.

Apesar de não reagirmos da mesma forma em todas as ocasiões, o padrão de variação é típico
da nossa estrutura de personalidade, visto que o funcionamento da psique ser dinâmico.

Como a personalidade é formada: a personalidade se forma pelo cruzamento de três tipos de


fatores no decorrer de nossa vida:

De ordem biológica: o temperamento.

De ordem ambiental: interações com o meio, coisas e pessoas, que gera padrões de
comportamento.

De ordem simbólica:

 marcado motricidade (o andar): domínio do próprio corpo, sensações localização,


motricidade fina, sente seu corpo em sua totalidade.
 Aquisição da linguagem: começa a ter ideias objetivas, a ter um pensamento coerente,
a ter autoconsciência desses pensamentos e a comandar esses pensamentos, ou seja,
ela passa ter noção de quem tem uma mente, ela coloniza sua mente,
 e o reconhecimento da imagem especular: ao reconhecer seu próprio rosto passa a
desenvolver a noção de “eu”, um eu que tem um rosto como os demais, um rosto que
pertence a um corpo e que quem todo tipo entendimento e de sentimento por trás.

O cruzamento desses três fatores resulta por volta dos 5-6 anos de idade o aparecimento da
segunda grande estrutura de personalidade, chamada caráter.

Caráter: uma noção consistente de si, do outro e do mundo. Recheada de desejos, de valores e
de referencias simbólicas. A criança agora tem ama ideia de si, ela gosta ou não de si, do que
pode ou não fazer, do que ela deseja e do que não deseja etc. Essa montagem global, esse
posicionamento do ser humano no mundo é o caráter.

Puberdade: quando a puberdade chega o corpo muda radicalmente, em questão de semanas


ou poucos meses o individuo cresce, o corpo muda de forma, e com frequência se estranha a
própria imagem, o indivíduo esta maduro sexualmente. A sexualidade agora pulsa de uma forma
diferente. O individuo precisa ajustar suas idiossincrasias à sua sexualidade e quando tiver
ajustando seus desejos a seus valores, a personalidade está consolidada.

Transtorno de Personalidade

Transtorno: é uma condição associada a intenso sofrimento subjetivo e/ou desajustamento


social. Transtorno não é doença porque não tem causa física.
O transtorno de personalidade indica um padrão de comportamento profundamente
desajustado quando a personalidade foi consolidada. O tipo de desajustamento, que afeta um
ou mais tipos de comportamento, indica o tipo de transtorno.

Grupo A: Transtorno de Personalidade Paranoide (suspeita), Esquizoide (radical isolamento


social), Esquizotípico (fragmentação).

Comportamentos estranhos ou excêntricos, tendência a isolamento social e sentimentos de


suspeita. Certa aproximação coma estrutura psicótica.

Grupo B: Transtorno de Personalidade antissocial (total falta de empatia), borderline (vazio


subjetivo) e histriônico (dramatização), narcisista (arrogância)

Extrema impulsividade, baixa tolerância a frustração, falta de empatia e tendência a quebrar


normas sociais. Certa aproximação com a estrutura perverso.

Grupo C: Alancastica ou Obsessivo-compulsivo (controle/perfeição), ansiosa (insegurança e


esquiva ou fuga), dependente (dependência emocional radical)

Ansiedade crônica, associada a estratégias pouco adaptativas de enfretamento. Certa


aproximação com a estrutura neurótica.

Transtornos de personalidade são categorias que só se aplicam a adultos, quando se trata de


crianças trata-se como transtorno de conduta.