Você está na página 1de 2

REDES DE ATENÇÃO À SAÚDE

Objetivos

Entender os problemas com os sistemas de saúde contemporâneos

Conhecer o conceito de Rede de Atenção à Saúde

Conhecer os elementos constitutivos das redes

Conhecer a normatização das redes de saúde no SUS

Leituras complementares

As redes de atenção à saúde (Mendes, 2010)

Decreto nº 7.508, de 28 de junho de 2011

Situação de Saúde no Brasil

Transição demográfica

Transição epidemiológica

Transição nutricional

Crise nos sistemas de atenção

Incoerência entre o padrão etário/doenças, e as respostas às necessidades das populações. (tripla carga de doença)

Fracasso no setor Público e Privado

Sistemas fragmentados e voltados para manifestações agudas

Usuário passivo, serviço reativo à demanda, ênfase em procedimentos, centrado no profissional de saúde

Redes de atenção

Organizações Poliárquicas (As formas de governo mais próximas da poliarquia são aquelas que permitem a participação ativa do povo na tomada de decisões, respeitando os direitos de todos os cidadãos e garantindo a liberdade individual)

Missão e objetivos comuns

Operar de forma cooperativa e interdependente (Diz-se das coisas que dependem umas das outras)

Atenção contínua entre os níveis

Elementos constitutivos das redes

A população

A estrutura operacional

O modelo de atenção

Decreto 7.508

Dispõe sobre a organização do SUS regulamenta a lei 8.080.

Trata sobre o planejamento em saúde, assistência à saúde e a articulação interfederativa

Região de Saúde

Região de Saúde: ações e serviços (mínimos)

1. I - atenção primária

2. II - urgência e emergência

3. III - atenção psicossocial

4. IV - atenção ambulatorial especializada e hospitalar

5. V - vigilância em saúde

Referência para as transferências de recursos entre os entes federativos

Redes de Atenção à Saúde: compreendidas no âmbito de uma Região de Saúde, ou de várias delas, em consonância com diretrizes pactuadas nas Comissões Intergestores.

Contrato Organizativo da Ação Pública da Saúde COAP - acordo de colaboração firmado entre entes federativos com a finalidade de organizar e integrar as ações e serviços de saúde na rede regionalizada e hierarquizada, com definição de responsabilidades, indicadores e metas de saúde, critérios de avaliação de desempenho, recursos financeiros que serão disponibilizados, forma de controle e fiscalização de sua execução e demais elementos necessários à implementação integrada das ações e serviços de saúde

Portas de Entrada

Comissões Intergestores

Mapa da Saúde

Rede de Atenção à Saúde - conjunto de ações e serviços de saúde articulados em níveis de complexidade crescente, com a finalidade de garantir a integralidade da assistência à saúde

Serviços especiais de acesso aberto - serviços de saúde específicos para o atendimento da pessoa que, em razão de agravo ou de situação laboral, necessita de atendimento especial. Centro de referência de AIDS, Pacientes com deficiência.

Protocolo clínico e Diretriz Terapêutica - documento que estabelece: critérios para o diagnóstico da doença ou do agravo à saúde; o tratamento preconizado, com os medicamentos e demais produtos apropriados, quando couber; as posologias recomendadas; os mecanismos de controle clínico; e o acompanhamento e a verificação dos resultados terapêuticos, a serem seguidos pelos gestores do SUS