Você está na página 1de 3

DIREITO ADMINISTRATIVO

Licitações – Contratação Direta – Dispensa e Inexigibilidade II


Viu algum erro neste material? Contate-nos em: degravacoes@grancursosonline.com.br

LICITAÇÕES – CONTRATAÇÃO DIRETA – DISPENSA


E INEXIGIBILIDADE II

7.2 Licitação dispensável (continuação)

VI – quando a União tiver que intervir no domínio econômico para regular


preços ou normalizar o abastecimento;

 Obs.: Também conhecida, no meio da economia, como política de estoques


reguladores; a União pode intervir, fazendo flutuar as quantidades com-
pradas de um produto para fazer os preços também flutuarem.

VII – quando as propostas apresentadas consignarem preços manifesta-


mente superiores aos praticados no mercado nacional, ou forem incompatíveis
com os fixados pelos órgãos oficiais competentes, casos em que, observado o
parágrafo único do art. 48 desta Lei e, persistindo a situação, será admitida a
adjudicação direta dos bens ou serviços, por valor não superior ao constante do
registro de preços, ou dos serviços;

 Obs.: O parágrafo único é agora o § 3º.

§ 3º Quando todos os licitantes forem inabilitados ou todas as propostas


forem desclassificadas, a administração poderá fixar aos licitantes o prazo de
oito dias úteis para a apresentação de nova documentação ou de outras propos-
tas escoimadas das causas referidas neste artigo, facultada, no caso de convite,
a redução deste prazo para três dias úteis.

 Obs.: Grupo restrito aos que compareceram inicialmente; só aqueles que apre-
sentaram suas propostas poderão comparecer.

VIII – para a aquisição, por pessoa jurídica de direito público interno, de bens
produzidos ou serviços prestados por órgão ou entidade que integre a Adminis-
ANOTAÇÕES

Produção: Equipe Pedagógica Gran Cursos Online


1
www.grancursosonline.com.br
DIREITO ADMINISTRATIVO
Licitações – Contratação Direta – Dispensa e Inexigibilidade II
Viu algum erro neste material? Contate-nos em: degravacoes@grancursosonline.com.br

tração Pública e que tenha sido criado para esse fim específico em data ante-
rior à vigência desta Lei, desde que o preço contratado seja compatível com o
praticado no mercado;

Obs.:
• Vale para autarquias/fundações públicas de direito público/entes federativos.
• A instituição a ser contratada deve ter sido criada antes da vigência da Lei
n. 8.666/1993 para que o Estado não precise criar novas entidades para a
prestação de serviços.
XI – na contratação de remanescente de obra, serviço ou fornecimento, em
consequência de rescisão contratual, desde que atendida a ordem de classifi-
cação da licitação anterior e aceitas as mesmas condições oferecidas pelo lici-
tante vencedor, inclusive quanto ao preço, devidamente corrigido;

 Obs.: A legislação, na Lei n. 8.666/1993, demanda que o segundo ofereça as


mesmas condições contratuais que o primeiro em caso de rescisão. Por
outro lado, a Lei n. 13.303/2018 dispõe que o segundo pode ser convoca-
do com suas próprias condições contratuais.

XIII – na contratação de instituição brasileira incumbida regimental ou esta-


tutariamente da pesquisa, do ensino ou do desenvolvimento institucional, ou
de instituição dedicada à recuperação social do preso, desde que a contratada
detenha inquestionável reputação ético-profissional e não tenha fins lucrativos;
XV – para a aquisição ou restauração de obras de arte e objetos históricos,
de autenticidade certificada, desde que compatíveis ou inerentes às finalidades
do órgão ou entidade.

Obs.:
• Vale mencionar o exemplo do IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e
Artístico Nacional).
ANOTAÇÕES

Produção: Equipe Pedagógica Gran Cursos Online


2
www.grancursosonline.com.br
DIREITO ADMINISTRATIVO
Licitações – Contratação Direta – Dispensa e Inexigibilidade II
Viu algum erro neste material? Contate-nos em: degravacoes@grancursosonline.com.br

• A diferença fundamental entre o inciso XV, art. 24, e o art. 13 é: no inciso XV,
a atividade é inerente à aquisição ou restauração da obra; o art. 13 trata de
serviços de restauração, não é uma área de atuação inerente à instituição
licitada.

XIX – para as compras de material de uso pelas Forças Armadas, com exce-
ção de materiais de uso pessoal e administrativo, quando houver necessidade
de manter a padronização requerida pela estrutura de apoio logístico dos meios
navais, aéreos e terrestres, mediante parecer de comissão instituída por decreto;
XXII – na contratação de fornecimento ou suprimento de energia elétrica e gás
natural com concessionário, permissionário ou autorizado, segundo as normas
da legislação específica;

 Obs.: Em muitos estados, os distribuidores de energia são exclusivos.

XXIV – para a celebração de contratos de prestação de serviços com as orga-


nizações sociais, qualificadas no âmbito das respectivas esferas de governo,
para atividades contempladas no contrato de gestão.

Obs.:
• Trata-se de contratos para as OSs e não OSCIPs.
• Para firmar contrato de gestão, não se aplica legislação de licitações.

Atenção!
Art. 26. As dispensas previstas nos §§ 2o e 4o do art. 17 e no inciso III e seguintes
do art. 24, as situações de inexigibilidade referidas no art. 25, necessariamente
justificadas, e o retardamento previsto no final do parágrafo único do art. 8o desta
Lei deverão ser comunicados, dentro de 3 (três) dias, à autoridade superior, para
ratificação e publicação na imprensa oficial, no prazo de 5 (cinco) dias, como con-
dição para a eficácia dos atos.

�Este material foi elaborado pela equipe pedagógica do Gran Cursos Online, de acordo com a
aula preparada e ministrada pelo professor Sandro Henrique.
A presente degravação tem como objetivo auxiliar no acompanhamento e na revisão do con-
teúdo ministrado na videoaula. Não recomendamos a substituição do estudo em vídeo pela
leitura exclusiva deste material.

Produção: Equipe Pedagógica Gran Cursos Online


3
www.grancursosonline.com.br