Você está na página 1de 2

Cultivando um coração de Maria no cumprir da missão de Marta

Lucas 10.38-42

Vivemos num mundo em que a quantidade e intensidade das demandas que envolvem nossas
vidas tem nos conduzido a sentimentos crônicos de preocupação, angústia e ansiedade. O
cristianismo moderno desenvolveu uma espiritualidade mais voltada para o ativismo do que
para o silêncio e a contemplação advinda do relacionamento com Deus.

* O que define a “ESPIRITUALIDADE” do cristão moderno é: agenda cheia de compromissos;


reuniões; trabalhos evangelísticos; pregações; visitas; etc.

* As igrejas não desejam um líder que passe algumas horas do dia recolhido no silêncio e na
oração, na leitura das Escrituras e na reflexão; mas alguém que seja dinâmico, cheio de ideias,
pronto a empreender grandes eventos.

* A ocupação se tornou um “STATUS”, pois agenda cheia dá-nos a sensação de importância e


de valor... * Admiramos os líderes bem-sucedidos, com suas mega igrejas e orçamentos
empresariais, mas aqueles que trilham o caminho da humildade, da renúncia, da auto negação
e da piedade não inspiram suspiros das multidões...

* Na verdade, invertemos a prioridade de Deus - Pois Deus requer de nós em 1º lugar ,


exatamente o que hoje relegamos em 3º ou 4º lugar : a oração, leitura da Palavra, reflexão e
solitude.

* A ênfase na espiritualidade contemporânea está no “FAZER”, no “ativismo religioso”, como


forma de serviço cristão, contrariando a prioridade de Deus, que é no “SER”, isto é, aquilo que
efetivamente somos em Cristo.

• Como criar e manter a ordem em nosso mundo interior?


• Atenção ao contexto: Envio dos setenta e bom samaritano

Esse texto vem entre o envio dos setenta (evangelização) e oração dominical

• Lucas 10:38-42: Crítica ao fazer e servir?

Maria passiva e contemplativa e Marta: Ativa e dinâmica

Atenção a três verbos relacionados a Marta

1) Marta, porém, estava ocupada com muito serviço. v 40 - (ser drenada, tornar-se alienada)
2) "Marta! Marta! Você está preocupada ... muitas coisas; 41 – estar ansiosa
3) "Marta! Marta! Você está ... Inquieta com muitas coisas; 41 – perturbada, em desordem

... todavia apenas uma [coisa] é necessária. Maria escolheu a boa parte, e esta não lhe será
tirada". (verso 42) – De um todo maior

Maria:

1) Uma opção baseada no fator prioridade – Maria escolheu a boa parte

2) Uma opção com efeitos duradouros – não lhe será tirada


3) Uma opção que demanda exclusividade – Maria, ficou sentada ... ouvindo a palavra
a) Demonstra sua intenção: não perder uma só palavra.
b) Demonstra sua atitude: Ser discípula (ouvir como autoridade).

“A colheita é grande, mas os operários são poucos. Pedi, pois, ao Senhor da


colheita que envie operários para sua colheita.” (Lucas 10,2)

Somos uma geração que desaprendeu a orar. Poucas pessoas hoje oram. "os santos do passado
passavam horas na presença de Deus que pareciam segundos, nos passamos segundos que
parecem horas". (Shedd) Muitas vezes tenho a mesma impressão de Charles Brown, quando
está estudando e pensa que já está naquela tarefa a quase duas horas e quando olha no
relógio foram apenas 20 segundos. Nossas orações são superficiais e vagas, oramos pouco por
causa de nossa incredulidade com a oração. Não estamos muito certos de que somos ouvidos e
por isto não faz muito sentido orar.

Devemos cultivar:

1) Tempo com Deus - Solitude


2) Tempo com a palavra de Deus
3) Tempo com a Prática da Oração

Você também pode gostar