Você está na página 1de 8

Aluno: JULIO CESAR FAQUER ZAMBONI Matrícula: 20131102383

Avaliação: A3 Data: 29 de Junho de 2018 - 18:20 Finalizado


Local: 203 - Sala de aula / Andar / Polo Cabo Frio / CABO FRIO
Acadêmico: VIRAUM-002

Correto Incorreto Anulada  Discursiva  Objetiva Total: 6,00/10,00

1  Código: 16745 - Enunciado: Com vistas ao cumprimento da função social da propriedade, utilizam-se índices 0,00/ 0,50
urbanísticos para a caracterização dos imóveis como ociosos ou subutilizados. Identifique, para esse caso, o
índice correto a ser utilizado:

 a) O coeficiente de aproveitamento mínimo.


b) A taxa de permeabilidade máxima.
c) A taxa de ocupação máxima.
d) A taxa de ocupação mínima.
e) O gabarito máximo.

Alternativa marcada:

d) A taxa de ocupação mínima.

Justificativa: Resposta correta: O coeficiente de aproveitamento mínimo. O coeficiente de aproveitamento,


também conhecido por índice de aproveitamento, é definido pelo plano diretor de cada município como um
número que, multiplicado pela área do lote, estabelece a quantidade máxima de metros quadrados possíveis de
serem construídos nesse lote, somando-se a área de todos os pavimentos. Ou seja, é calculado dividindo-se a
área útil construída pela área total do lote. Assim, ele é mais adequado para avaliar o adensamento demográfico
do imóvel ou a adequação de sua utilização. Distratores: O gabarito máximo. Errada, porque o gabarito máximo
refere-se à altura das construções permitida para a cidade. A taxa de ocupação máxima e a taxa de ocupação
mínima. Errada, pois estão relacionadas ao percentual utilizado pela edificação em relação à área total do lote,
considerando apenas sua projeção horizontal, não importando, assim, a altura da edificação e o número de
pavimentos. A taxa de permeabilidade máxima. Errada, pois trata da relação entre a parte do terreno (lote ou
gleba) que permite a infiltração da água (SP: Superfície Permeável) e a sua área total; todas sem relação com
a adequação de utilização e, consequentemente, com a função social da propriedade.

2  Código: 15161 - Enunciado: “As cidades milionárias (com mais de um milhão de habitantes) que eram apenas 1,50/ 1,50
duas em 1960 – São Paulo e Rio de Janeiro são cinco em 1970, dez em 1980, doze em 1991, treze em 2000 e
quinze em 2010 (IBGE). Esses números ganham maior significação se nos lembrarmos que, historicamente, em
1872 a soma total das dez maiores cidades brasileiras não alcançava um milhão de habitantes, pois somavam
apenas 815.729 pessoas. Esta é a nova realidade da macro urbanização ou metropolização brasileira”
(Adaptado. Santos, M. Urbanização Brasileira). Tomando como referência o texto abaixo, avalie qual a afirmação
reflete melhor o processo de urbanização brasileira.

a) A urbanização brasileira, com seu caráter metropolitano, indica definitivamente a passagem de nosso
país para o estágio de país desenvolvido e moderno. Sabe-se que todos os países considerados desenvolvidos
são aqueles que apresentam elevados índices de urbanização.
b) Um ritmo de metropolização tão elevado, como o do Brasil, corresponde a índices equivalentes de
crescimento industrial. Assim, a maior parte da população que se dirige às cidades é empregada no setor
secundário.
 c) No Brasil, a modernização do campo teve relação direta com a aceleração da urbanização, caracterizada
por uma metropolização que se disseminou por várias regiões brasileiras.
d) Embora o ritmo de urbanização e metropolização no Brasil tenham sido muito elevados, o fenômeno
ficou restrito às regiões Sul e Sudeste, pois foi justamente nessas regiões que ocorreu o maior crescimento
industrial.
e) Embora no mundo globalizado a tendência migratória campo-cidade seja pequena, o Brasil, em função
da desorganização econômica e social e das ilusões de que a vida nas cidades apresenta mais perspectivas,
mantém taxas elevadas de fluxo migratório.

Alternativa marcada:

c) No Brasil, a modernização do campo teve relação direta com a aceleração da urbanização, caracterizada por
uma metropolização que se disseminou por várias regiões brasileiras.
Justificativa: Alternativa A, porque o crescimento urbano brasileiro ocorreu de forma muito acentuada e
desordenada, graças a um movimento migratório intenso, inicialmente, devido a industrialização e ao término
do período escravagista. Em momentos mais recentes, a modernização do campo provocou um fluxo,
principalmente da região nordeste em direção às metrópoles da região sudeste, e posteriormente para outras
regiões. Disto resultou a “periferização” das cidades, com infraestrutura insuficiente para esse novo contingente
populacional. Distratores: As demais alternativas não estão corretas porque, não foi a desorganização
econômica e social a causa do fluxo campo-cidade (item b); a maior parte da população se dirige, nesse
momento, ao setor terciário (item c); a migração se deu não só para o sudeste (item d); e a característica de
nossa urbanização desordenada não caracteriza o país como desenvolvido (item e).

3  Código: 4650 - Enunciado: O Plano Diretor, aprovado por lei municipal, é instrumento básico da política de 1,00/ 1,00
desenvolvimento e expansão urbana. Com base na Lei 10.257/01, indique qual assertiva é verdadeira:

a) O Plano Diretor deverá ser revisto a, pelo menos, cada vinte anos.
 b) O Plano Diretor deve conter a delimitação das áreas onde poderá ser aplicado o parcelamento,
edificação ou utilização compulsórios.
c)  O Plano Diretor tem nele inserido o plano de transporte urbano integrado, que é obrigatório para
cidades com mais de um milhão de habitantes.
d) O Plano Diretor engloba apenas o território urbano do Município.
e) O Plano Diretor é obrigatório apenas para cidades com mais de trinta mil habitantes.

Alternativa marcada:

b) O Plano Diretor deve conter a delimitação das áreas onde poderá ser aplicado o parcelamento, edificação ou
utilização compulsórios.

Justificativa: Correto: O Plano Diretor deve conter a delimitação das áreas onde poderá ser aplicado o
parcelamento, edificação ou utilização compulsórios. Porque menciona a necessidade de delimitação de áreas
para aplicação do instrumento disponibilizado na Lei.   Distratores:  Na alternativa (b), o erro se encontra no
número de habitantes, que é de vinte mil. No item (c), o erro se encontra na limitação da aplicação do
planejamento apenas à área urbana. Na alternativa (d), o prazo de revisão preconizado na lei é de dez anos. E na
alternativa (e), o erro se evidencia na preconização da inserção de um plano de transporte integrado. 

4  Código: 8051 - Enunciado: Em uma cidade hipotética, discute-se a alteração do perfil de zoneamento de um 1,50/ 1,50
bairro. Atualmente ele é definido como zona estritamente residencial. A proposta em perspectiva é sua
alteração legal para uma zona mista, que admitirá uso comercial e de serviços diversificados. Os parâmetros de
gabarito e coeficiente de aproveitamento serão mantidos.  Pela análise da situação, o efeito esperado de uma
mudança como essa dentre as opções apresentadas será:

 a) Valorização imobiliária, devido ao valor mais alto dos aluguéis obtidos com a locação comercial.
b) Redução dos conflitos de vizinhança entre diferentes usos do solo.
c) Redução imediata no tráfego de veículos, devido à nova mistura de usos.
d) Maior mistura de classes, devido à redução do preço de imóveis, característica do uso misto. 
e) Redução de pressões para verticalização.

Alternativa marcada:

a) Valorização imobiliária, devido ao valor mais alto dos aluguéis obtidos com a locação comercial.

Justificativa: Resposta correta: Valorização imobiliária, devido ao valor mais alto dos aluguéis obtidos com a
locação comercial. Já que os aluguéis comerciais são, normalmente, mais altos que os residenciais. Distratores: 
- Maior mistura de classes, devido à redução do preço de imóveis, característica do uso misto. 
A alternativa não representa um resultado da alteração porque a reclassificação como zona mista residencial e
comercial não promove mistura de classes sociais.  - Redução dos conflitos de vizinhança entre diferentes usos
do solo.
Na alternativa pode ser esperado que em vez da redução dos conflitos de vizinhança é provável que ocorra um
aumento dos conflitos.  - Redução imediata no tráfego de veículos, devido à nova mistura de usos.
Na alternativa, é logico que em uma área comercial o tráfego de veículos aumente.  - Redução de pressões para
verticalização.
Na alternativa, se os parâmetros de gabarito e coeficiente de aproveitamento estão mantidos, não haverá
aumento da pressão de verticalização.

5  0,00/ 0,50
Código: 8094 - Enunciado: Indique qual afirmativa está correta em relação aos instrumentos disponibilizados
na legislação que estabelece os parâmetros da política urbana.

a) O Plano Diretor poderá fixar áreas nas quais o direito de construir poderá ser exercido acima do
coeficiente de aproveitamento básico adotado.
b) O Plano Diretor, aprovado pela Assembleia Legislativa e obrigatório para cidades com mais de cem mil
habitantes, constitui o instrumento básico da política de desenvolvimento e expansão urbana.
c) O proprietário urbano poderá dispor do seu direito de uso de superfície como lhe aprouver, podendo,
inclusive, promover sua cessão mediante escritura pública registrada no cartório de registro de imóveis.
 d) As desapropriações de imóveis urbanos refletirão o valor da base de cálculo do IPTU, descontado o
montante incorporado em função de obras realizadas pelo Poder Público na área onde o mesmo se localiza.
e) Aquele que possuir como sua área urbana de até duzentos e cinquenta metros quadrados, por três anos,
ininterruptamente e sem oposição, utilizando-a para sua moradia ou de sua família, adquirir-lhe-á o domínio,
desde que não seja proprietário de outro imóvel urbano ou rural.

Alternativa marcada:

b) O Plano Diretor, aprovado pela Assembleia Legislativa e obrigatório para cidades com mais de cem mil
habitantes, constitui o instrumento básico da política de desenvolvimento e expansão urbana.

Justificativa: Resposta correta: 


As desapropriações de imóveis urbanos refletirão o valor da base de cálculo do IPTU, descontado o montante
incorporado em função de obras realizadas pelo Poder Público na área onde o mesmo se localiza.
Porque está em acordo com o parágrafo segundo, do artigo oitavo da Lei 10257/01. Distratores: 
- O Plano Diretor, aprovado pela Assembleia Legislativa e obrigatório para cidades com mais de cem mil
habitantes, constitui o instrumento básico da política de desenvolvimento e expansão urbana.
Na alternativa o erro encontra-se no número de habitantes, que é de 20 mil.  - O proprietário urbano poderá
dispor do seu direito de uso de superfície como lhe aprouver, podendo, inclusive, promover sua cessão
mediante escritura pública registrada no cartório de registro de imóveis.  Na alternativa o erro está na afirmação
de que “o proprietário urbano poderá dispor do seu direito de uso de superfície como lhe aprouver”. O uso deve
atender à legislação urbanística do município.   - Aquele que possuir como sua área urbana de até duzentos e
cinquenta metros quadrados, por três anos, ininterruptamente e sem oposição, utilizando-a para sua moradia
ou de sua família, adquirir-lhe-á o domínio, desde que não seja proprietário de outro imóvel urbano ou rural.
Na alternativa, o erro está no prazo, que é de cinco anos.  - O Plano Diretor poderá fixar áreas nas quais o direito
de construir poderá ser exercido acima do coeficiente de aproveitamento básico adotado.
E, na alternativa, a afirmativa não faz menção à contrapartida a ser prestada pelo beneficiário dessa concessão.

6  Código: 7909 - Enunciado: Sobre a legislação brasileira para o uso do solo, afirma-se: 1,00/ 1,00
I-    O objetivo fundamental do Plano Diretor é estabelecer como a propriedade cumprirá sua função social.
II-    Reconhecer a todos os cidadãos o direito à moradia e aos serviços urbanos.
III-    São instrumentos de controle do uso do solo.
Podemos indicar como corretas:  

a) Apenas a II.
 b) Apenas as I e II.
c) Apenas a III.
d) Apenas a I.
e) Apenas as I e III.

Alternativa marcada:

b) Apenas as I e II.

Justificativa: Resposta correta: Apenas as I e II.


Porque segundo o guia de elaboração de um Plano Diretor, distribuído pelo Ministério das Cidades, “o objetivo
fundamental do Plano Diretor é estabelecer como a propriedade cumprirá sua função social, de forma a garantir
o acesso à terra urbanizada e regularizada, reconhecer a todos os cidadãos o direito à moradia e aos serviços
urbanos”. E, nesta perspectiva, “o Plano Diretor, deixa de ser um mero instrumento de controle do uso do solo
para se tornar um instrumento que introduz o desenvolvimento.   

7  Código: 15375 - Enunciado: Zonear é compartimentalizar uma região em porções territoriais. Para fazer isso, é 0,00/ 2,50
necessário avaliar os atributos mais relevantes da região e suas dinâmicas. Cada compartimento será
delimitado em função de sua homogeneidade de funcionamento. Embora apresente um resultado qualitativo, o
zoneamento é construído a partir de uma análise quantitativa e sistêmica dos atributos (ou temas) definidos,
elegíveis ou identificados para uma área. Diante do exposto, diferencie as duas formas de análise utilizadas na
construção de um zoneamento urbano:

Resposta:

Justificativa: Expectativa de resposta: O enfoque analítico quantitativo está associado a critérios adotados a
partir do inventário dos principais atributos identificados, enquanto o enfoque sistêmico está associado à
estrutura proposta para a integração dos atributos e à aplicação dos critérios.

8  Código: 15123 - Enunciado: Com a aprovação, em julho de 2001, da Lei no 10.257/01, mais conhecida como 1,00/ 1,50
Estatuto das Cidades, o Ministério das Cidades promoveu acesso à capacitação, à assistência técnica e a
recursos financeiros para todos os municípios brasileiros, quer os que estavam obrigados legalmente a produzir
planos diretores, quer aos demais. Diante dessa situação, descreva os quatro elementos básicos que compõem
um plano diretor municipal.

Resposta:

Justificativa: Os quatro elementos são: Os Princípios, que estabelecem, genericamente, as bases sobre as quais
as demais orientações serão definidas. São exemplos de princípios a Função Social da Propriedade; a gestão
democrática e participação da população; e a adequação dos instrumentos de política econômica, tributária e
financeira. As Normas, que limitam as possibilidades de escolha por parte dos atores individuais (privados) e
orientações que “removem” algumas opções do espectro de possíveis alternativas. São exemplos de normas a
Lei de Zoneamento; e a Lei de Edificações (código de obras). As Diretrizes, que estabelecem critérios por meio
dos quais as futuras alternativas de ações públicas ou privadas poderão ser avaliadas e escolhidas. São
exemplos de diretrizes a prioridade para as Zonas de Especial Interesse Social (ZEIS) na provisão de
infraestrutura de saneamento básico; e a garantia de continuidade viária entre loteamentos adjacentes. Os
Procedimentos, que delineiam ações ou programas (conjunto de procedimentos), são implementados em
determinados horizontes de tempo. São exemplo de procedimentos a identificação e o cadastro de famílias
carentes; e o levantamento topográfico de áreas.
(https://strtec.s3.amazonaws.com/ilumno/processamento/imagens_corrigidas/2018/06/30/93a82628-
7c8c-11e8-8571-0242ac110039.jpg?
Signature=dxSpP44jYnTWlgTmi38jetFqPGw%3D&Expires=1542984113&AWSAccessKeyId=AKIAJ5OVDHP63TNWC
(https://strtec.s3.amazonaws.com/ilumno/processamento/imagens_corrigidas/2018/06/30/9599fb0a-
7c8c-11e8-8571-0242ac110039.jpg?
Signature=cw5RpKeHAaPvgdESzErVz3Efrdw%3D&Expires=1542984113&AWSAccessKeyId=AKIAJ5OVDHP63TNW

Você também pode gostar