Você está na página 1de 28

AROMATERAPIA

MEDICINA DO FUTURO

Dominique Góis - Terapeuta


RT: 909495
Aromaterapia: Medicina do futuro

Sumário
Sobre a terapeuta.......................................................................................................................... 2
Introdução .................................................................................................................................... 3
1 - Aromaterapia: alquimia, definição, funções e situações especiais........................................04
2 - Óleos essenciais.....................................................................................................................07
3 - Onde comprar óleos essenciais..............................................................................................10
4 - Algumas formas de extração..................................................................................................11
5 - Ciência: quimiotipos e geotipos.............................................................................................11
6 - A arte da perfumaria..............................................................................................................12
7 - Óleos essenciais naturais e essenciais sintéticas....................................................................12
8 - Aromacologia.........................................................................................................................13
9 - Principais óleos essenciais.....................................................................................................13
10- Hidrolatos.............................................................................................................................20
11 - Cura Vibracional...................................................................................................................20
12 - Efeitos adversos e toxicidade...............................................................................................22
13 - Resumo inteligente..............................................................................................................22
14 -Óleos vegetais.......................................................................................................................23
15 - Referências Bibliográficas....................................................................................................25

1
www.forcaazularomaterapia.com.br – Dominique Góis • RTA 909495
Fone (41) 9 996635244 • dominiquegois@gmail.com
Aromaterapia: Medicina do futuro

Sobre a Terapeuta

Dominique Góis
Graduação em Enfermagem, Graduação em Música, Especialidade em Fitoterapia,
Terapeuta Holística com especialidade em Psicoterapia Espiritual, Regressão de
Memória, Vidas Passadas e Terapia Espiritual), Aromaterapia, Cristaloterapia, Terapia
Floral, Magnified Healing, Cura eletrônica, Massoterapia Ayurvédica, Massagem
integrativa, Cura pela frequência do som, Compositora com ênfase na cura pessoal,
Canalização dos Seres de Luz, Cura Xamânica, Radiestesia, Limpeza de lares-
encaminhamento espiritual, Reiki, Estimulação Neural, Benzimento, Técnicas de
Magia, Cura quântica.

2
www.forcaazularomaterapia.com.br – Dominique Góis • RTA 909495
Fone (41) 9 996635244 • dominiquegois@gmail.com
Aromaterapia: Medicina do futuro

Introdução - História

A moderna aromaterapia data dos idos da década de 1930 e do trabalho do


químico francês Rene-Maurice Gattefossé, que fez experimentos com os óleos
essenciais e percebeu o grande potencial de cura dos mesmos. Foi desses primórdios,
e também do trabalho pioneiro realizado no século passado, que a aromaterapia
evoluiu para a forma amplamente reconhecida de tratamento que é hoje. No entanto,
a utilização da essência das plantas aromáticas precede Gattefossé em muitos
milênios.
Os extratos aromáticos das plantas são usados de forma terapêutica há milhares de
anos, e a sua utilização remonta a todas as antigas civilizações.
O uso de óleos essenciais pode ser observado nas principais civilizações antigas.
Desde os primórdios da humanidade a arte de curar sempre foi desempenhada pelas
plantas aromáticas.
Por tentativa e erro os nossos ancestrais aprenderam no seu dia-a-dia, vendo e
observando animais ingerirem raízes, frutos e folhas, onde os sintomas de suas
doenças diminuíam, curavam ou tinham pouco efeito.
Conhecimentos esses que foram passados para gerações futuras e até os dias
atuais.
Ao queimar galhos e folhas observaram efeitos interessantes, onde se podiam
curar sintomas, aumentar outros, etc.
Este princípio até hoje é utilizado nos templos e em rituais, onde é feita a
queima de incensos nos altares das divindades.
No ano de 1920-Renê Gattefossé, químico francês, fez experiências com óleos
essenciais e descobriu seu grande potencial de cura.
Ao queimar o braço mergulhou em óleo essencial de lavanda e viu a eficácia da
cura deste ativo, levando-o a pesquisar mais profundamente o uso dos óleos
essenciais. Fez uso do termo Aromatherapie em um artigo científico em 1928. Dr Jean
Valnet seguiu os passos de Rene e tratou de soldados na Primeira Guerra Mundial.
Tratou com sucesso pacientes psiquiátrico.
Marguerite Maury trabalhou com revitalização terapêutica no campo da
beleza.
Ao usar a massagem como terapia médica, conseguiu escrever trabalhos a
respeito de como a Aromaterapia atua no corpo físico, pele e a mente.
Micheline Arcier conheceu Marguerite e continuou o trabalho a partir deste
encontro, dedicando a sua vida a Aromaterapia. Foi um dos primeiros centros
reconhecidos pela sólida International Federation Aromatherapists formada em 1985
no Reino Unido e no resto do mundo, considerada uma profissão médica.
A partir de 1960, combinando óleos essenciais com técnicas de massagem, a
Aromaterapia foi considerada como arte de cura.
Sendo uma disciplina holística e complementar, a Aromaterapia é um
tratamento de saúde.
A principal técnica, a massagem, vai utilizar óleos essenciais em óleo carreador.

3
www.forcaazularomaterapia.com.br – Dominique Góis • RTA 909495
Fone (41) 9 996635244 • dominiquegois@gmail.com
Aromaterapia: Medicina do futuro

1 Aromaterapia - Definição
Segundo a Associação de Medicina Complementar Aromaterapia é um
tratamento curativo que utiliza o olfato e as propriedades dos óleos essenciais.
Quando utilizamos as propriedades dos óleos essenciais estamos praticando
Aromaterapia.
Explorando suas qualidades ao serem diluídos em óleos carreadores,
obteremos que envolvem vários estímulos que seriam os olfativos, absorção,
transepidérmica, podendo também ocorrer à ingestão de óleos essenciais.
Esses tratamentos tem o foco nas áreas física, psicológica e química. É
fundamental ter um profundo conhecimento dos efeitos químicos dos óleos essências
e seus componentes para uma eficaz atuação no organismo vivo.
Desde 1980 a Aromaterapia se uniu aos óleos essenciais representando o
renascimento e aprimoramento das técnicas utilizadas para tratamentos específicos
com os mesmos.
A Aromaterapia é um conjunto de práticas nas quais se utilizam os óleos
essenciais, sendo estes os principais componentes.
Apenas é considerada prática aromaterápica, quando se utiliza óleo essencial
como ativo e não utilizando substâncias que possam alterar as características naturais
do resultado esperado.
1.1. Alquimia
Envelhecer é uma questão eminentemente individual. Há tantas maneiras de
envelhecer, quantos seres humanos existem. Cada um de nós envelhecerá de acordo
com seu corpo, sua hereditariedade, sua constituição biológica, sua mentalidade e,
finalmente, a sua evolução.
Esse corpo se defende da melhor forma que pode, de acordo com sua força e
ritmo, e seu contra-ataque nem sempre é muito feliz.
O que importa, portanto, acima de tudo é manter este ritmo, não parar, nem
apressar suas sequencias e tão pouco espaçá-lo inde77vidamente. Cada indivíduo tem
suas próprias sequencias, suas peculiaridades que devem ser respeitadas
As primeiras modificações se fazem sentir no comportamento do indivíduo em
relação às influencias exteriores: ambiente em que atua, clima, condições, condições
de trabalho, etc. Estes são os primeiros sinais que revelam uma transformação lenta e
insidiosa.
A velhice, é simplesmente um efeito do tempo cronológico e do meio em que
optamos por viver. Desleal para com nosso destino original e único, que é o da união
com o Cosmos, do qual nos separamos. Essa ruptura que cada pessoa realiza à sua
maneira, é que determina seu modo de envelhecer.

1.2. Funções: Psicológica – Fisiológica - Energética


Quando aplicamos óleos essenciais, estamos praticando Aromaterapia. Os
tratamentos abrangem o estímulo olfativo, a absorção transepidérmica, e também
ingestão de óleos essenciais. Osmologia trabalha o efeito do odor em Aromaterapia
que é a ciência que nos faz entender os mecanismos do odor nos sistemas olfativos e
límbico cerebral.
Nos momentos atuais a Aromaterapia está atingindo uma nova etapa de
desenvolvimento com os estudos e investigações científicas da Aromacologia.

4
www.forcaazularomaterapia.com.br – Dominique Góis • RTA 909495
Fone (41) 9 996635244 • dominiquegois@gmail.com
Aromaterapia: Medicina do futuro

Quando nos aprofundamos em Aromaterapia percebemos que ela atua em


situações físicas como um problema digestivo, como também na área psicológica e
mental como uma depressão, insônia, etc.
Como os óleos essenciais não atuam somente de forma emocional, também
atua quimicamente, é de grande valor ter conhecimentos profundos dos efeitos
químicos dos óleos essenciais e seus componentes no organismo humano.
Aromacologia é uma ciência em fase de desenvolvimento que visa o estudo dos
efeitos psicológicos e fisiológicos das fragrâncias e odores relacionados ao estado de
espírito que eles estimulam. O que é levado em conta são as emoções, sensações e
estímulos que se deseja vivenciar.
Energeticamente e espiritualmente os óleos essenciais também atuam de
maneira eficaz em nosso campo vibracional (energético).
A força vital das plantas são os óleos essenciais e como qualquer substância
contem forças espirituais e energias que afetam a nossa vibração. O nosso
inconsciente pode ser alterado por essas vibrações e nos tornamos conscientes dos
padrões emocionais em nossa realidade.
Eles ajudam a expandir os sentidos para além da estrutura do mundo em que
vivemos e nossa intuição é despertada.

1.3 Situações especiais


GRAVIDEZ
A aromaterapia é versátil para qualquer tipo de tratamento, situação ou ser. Aliada
à natureza delicada, a torna adequada a todos os estágios da vida, desde as primeiras
semanas de vida a uma idade extremamente avançada.
Ela pode ajudar a trazer alívio para problemas variados como artrite, dor nas costas
e enjoo matinal, minorar os efeitos colaterais e a ansiedade de pacientes que estejam
se submetendo a tratamentos médicos e ser uma fonte de alívio para o corpo
estressado demais e a mente perturbada.
A utilização e a dosagem dos óleos essenciais durante a gravidez são limitadas
devido aos seus efeitos no corpo, que poderiam potencialmente causar um dano à
mãe ou ao bebê, particularmente nas primeiras doze a quatorze semanas de gestação,
quando ocorre o apogeu no desenvolvimento do bebê. Uma consulta meticulosa é
muito importante para uma avaliação real do cliente/paciente.
O óleo carreador mais usado é o óleo de semente de uva, porque é bem básico e
adequado. Mas pode ser substituído por óleo de Jojoba, abacate ou amêndoa doce, se
desejado. Todas as fórmulas têm uma dosagem a 1%.
 Enjoo matinal: Petitgrain, Grapefruit, Limão, Laranja doce, Gengibre.
Fórmula: 3 gt gengibre, 3 gt limão, 4 gt Petitgrain
 Prisão de ventre: Mandarina vermelha, Laranja doce, Grapefruit, Néroli. Fórmula:
combinação de dois óleos em uma composição a 1%, com uma massagem muito suave
no abdômen no sentido horário.
 Indigestão/azia: Mandarina vermelha, Laranja doce, Petitgrain, Gengibre, Sândalo,
Camomila Romana, Lavanda, Cardamomo. Fórmula: em 50 gr de creme base, ou 50 ml
loção ou 50 ml de óleo carreador, com 2 gt cardamomo, 4 gt laranja doce e 4 gt de
camomila romana.

5
www.forcaazularomaterapia.com.br – Dominique Góis • RTA 909495
Fone (41) 9 996635244 • dominiquegois@gmail.com
Aromaterapia: Medicina do futuro

Embora o uso dos óleos essenciais seja limitado no período de gestação, a sua
utilização cuidadosa pode ser muito benéfica para o bem-estar físico e emocional da
mãe grávida.

Os óleos que podem aumentar a pressão são os seguintes: alecrim, tomilho


branco, hissopo, pimenta-do-reino, salvia.

CRIANÇAS
Podemos massagear o bebê para ajudar na comunicação, desenvolvimento e
crescimento. Promover a circulação, liberar as articulações e aumentar a flexibilidade.
Limpar a pele e remover células mortas, ajuda na digestão, incrementa o sistema
imunológico, ajuda a formar uma ligação entre a criança e a pessoa que cuida dela,
ajuda a aliviar alguns sintomas desagradáveis que afetam a criança e os pais.
Usar Lavanda, Camomila-romana, Laranja doce e mandarina, Melaleuca,
Olíbano, Eucalipto, Mirto, Ylang Ylang, Revensara.
PESSOAS COM DIFICULDADE
A massagem da mão é uma boa maneira de introduzir a aromaterapia a um
novo paciente ou amigo. Ela deve ser acompanhada por uma consulta completa para
que a pessoa fique à vontade. Usar: notas de fundo com Vetiver, Sândalo, cedro, Ylang,
Olíbano, Rosa. Camomila romana, Junípero e Lavanda, Néroli, Bergamota e Melissa.
ALÍVIO DO STRESS
As reações na presença do stress variam, mas muitas pessoas constatam que
ele afeta o seu padrão de sono. Usar alguma forma de aromaterapia antes de dormir
pode ajudar o corpo e a mente a relaxar.
A automassagem com uma combinação de óleos essenciais pode proporcionar
um alívio imediato quando os ombros e o pescoço parecerem rígidos por causa do
stress. Efeitos típicos: fadiga crônica, letargia e falta de interesse por atividades de
lazer, dificuldade de concentração, dores de cabeça, distúrbios estomacais, tensão
muscular, problemas de sono, aumento do consumo de álcool, vontade de ficar
afastado da família e dos amigos, irritabilidade, perde de senso de humor, crescente
pessimismo, sentimento de insegurança.
IDOSOS
A massagem nas pessoas idosas precisa ser ministrada com muita delicadeza,
pois elas são muito mais vulneráveis à pressão e às lesões nas articulações.
Óleos essenciais desintoxicantes como o Junípero, Cipreste, funcho e Limão,
são fundamentais para ajudar o corpo a eliminar toxinas. Eles devem ser usados na
massagem e em banhos de óleo.
Óleos analgésicos e anti-inflamatórios como Camomila-dos-alemães, eucalipto,
gengibre, alfazema, manjerona e alecrim podem ser usados em banhos e na massagem
local e compressas sobre as articulações afetadas.
A circulação local pode ser estimulada pelo uso de óleos rubefaciente como os de
pimenta-do-reino, gengibre e manjerona. Na artrite usar óleos com propriedades
analgésicas e rubefaciente como os de pimenta-do-reino, gengibre, lavanda,
manjerona, alecrim e tomilho.
CÂNCER
Usar óleos seguros e suaves que possam ser usados em crianças e bebês.
Pensar em utilizar uma diluição de 1 a 2% de óleos essenciais a não ser que haja
6
www.forcaazularomaterapia.com.br – Dominique Góis • RTA 909495
Fone (41) 9 996635244 • dominiquegois@gmail.com
Aromaterapia: Medicina do futuro

alguma indicação ao contrário. Para massagem: lavanda, néroli, Olíbano, sândalo,


grapefruit, mandarina/tangerina, palma-rosa.
Para dor: Camomila romana, manjerona, lavanda, néroli, Esclaréia (se não for
câncer de colo do útero).
Antes da radioterapia: Niaouli (recomendado na França).
Para vômito: gengibre, hortelã pimenta, e pau rosa e melissa.
Para fadiga: grapefruit, néroli, limão, mandarina.
Obs.: Não usar alecrim, salvia ou hissopo, pois tem informações de que esses
óleos exercem efeito neurotóxico. E aqueles fotossensíveis como bergamota.

2 Óleos Essenciais
Os óleos essenciais são utilizados pela farmácia, pelo sistema alimentício, pelo
poder da cosmética, no potencial da fitoterapia, pela psicologia e no mercado
propriamente dito.
A Farmacologia estuda a ação e o efeito de compostos ativos no organismo. A
“Organização Mundial da Saúde (OMS) define como ativo toda substância ou produto
que é usado para modificar o sistema fisiológico ou estado patológico visando um
benefício”¹.
Na Cosmética normalmente são utilizadas várias formulações-base, sendo as
mais variadas possíveis, como carreadoras. Possuindo prazo de validade de dois anos a
partir da formulação inicial.
No sistema Alimentício encontramos uma variedade de óleos essenciais que
ajudam no processo digestivo.
A Fitoterapia abrange uma grande variedade de óleos essenciais e plantas
aromáticas.
Na Psicologia podemos trabalhar com os óleos essenciais cuidando dos
aspectos mentais e emocionais.
No mercado atual existe uma grande variedade de óleos essenciais e suas
marcas.

2.1 Definição
Óleo essencial é um produto obtido através da Hidrodestilação ou destilação a
vapor ou processamento mecânico de cascas ou destilação a seco de materiais
naturais.
Os óleos essenciais são a força vital ou energia, a alma e o espírito da planta.
Ao fazer a destilação de plantas aromáticas, obtemos os “óleos essenciais”, que é a
expressão utilizada e aplicada a todos os óleos aromáticos obtidos em Aromaterapia.
Sendo um princípio ativo extraído das plantas, eles participam das funções
biológicas dessas plantas como metabolismo, proteção e a conservação desta espécie
orgânica.
O nome que damos ao óleo é o nome da planta específica. Por exemplo: óleo
essencial de eucalipto, óleo essencial de lavanda, óleo essencial de alecrim, etc.
Existem mais de 30.000 espécies vegetais produtoras de óleos essenciais.
Óleos essenciais podem ter de 20 a 200 substâncias químicas derivadas
principalmente da classe dos TERPENOS, e podem ser divididos em famílias químicas
bem definidas e que, se bem compreendidas, podem facilitar bastante a vida do
Aromaterapeuta.
7
www.forcaazularomaterapia.com.br – Dominique Góis • RTA 909495
Fone (41) 9 996635244 • dominiquegois@gmail.com
Aromaterapia: Medicina do futuro

Os óleos essenciais são compostos de substâncias bem definidas quimicamente


e que são lipossolúveis, ou seja, eles se dissolvem em gorduras.
Apesar do nome óleos, eles não são gorduras, pois não possuem ácidos graxos na sua
composição.
Os óleos essenciais sãos encontrados em estruturas especializadas das plantas em
diferentes órgãos da planta e, ao serem liberados, atuam como:
 Reguladores e catalizadores de metabolismo,
 Meio de comunicação entre plantas,
 Protegendo a planta de parasitas, insetos, herbívoros e outras ameaças,
 Atraindo polinizadores,
 Protegendo de mudanças climáticas, ajudando a planta a sobreviver sob diferentes
condições,
 Os óleos essenciais também podem atuar inibindo o crescimento de outras plantas.
Os óleos podem ser encontrados em diversas partes da planta como:
 Folhas, tronco, fruta, semente, raiz, rizoma, resina do tronco, flor.
Foi a partir do aparecimento das Gimnospermas há 400 milhões de anos atrás e
durante um forte período de glaciação que pesquisadores estimam o surgimento dos
óleos essenciais.
Com o aparecimento de plantas com flores houve uma explosão de criatividade no
repertório de constituintes químicos aromáticos nas plantas.
Ainda assim, das 250.000 a 300.000 espécies de plantas catalogadas até hoje, cerca
de 10% apenas produzem óleos essenciais. Destas, o óleo essencial de
aproximadamente 3.000 foram extraídos até hoje e apenas de 200 a 300 estão
disponíveis no mercado mundial de perfumaria, cosméticos e aromaterapia.
Muitas doenças ainda podem ser curadas pela Aromaterapia e propriedades novas
podem ser descobertas com mais estudo na área.
Óleos essenciais são extremamente concentrados e poderosos, é extremamente
recomendado diluí-los em bases carreadoras como por exemplo: óleos vegetais de
coco, amêndoas doces, avelã, Jojoba, rosa mosqueta, dentre outros.
Lembrar que alguns óleos podem causar queimaduras se você se expor ao sol
porque são fototóxicos. Mais comuns: Laranja, Limão, Tangerina, Bergamota e Arruda
e a substância que causa isso: Furanocumarinas.

2.2 Métodos de uso – principais técnicas


a) Difusão aérea: Sendo uma das formas mais tradicionais da Aromaterapia, onde os
óleos essencias são difundidos no nosso ambiente por meio de difusores de aroma.
Tem a finalidade de aumentar o prazer e sensibilizar o sistema límbico. Tipos: metal,
vidro, cerâmica, madeira.
b) Massagem: sendo a técnica mais difundida no meio terapêutico para aplicar óleos
essencias. Atuam de forma física e emocional. Devem ser diluídos em óleo carreador
para melhor penetração através da pele.
c) Banho de imersão: banho no qual a pessoa fica imersa em banheira. Muda a forma de
energia do corpo e seu estado emocional.
d) Compressas: as compressas tratam muito bem áreas externas do corpo, com grande
extensão. Aplicam-se óleos essencias em locais para tratar dor ou ferimento.
e) Escalda-pés: simples técnica que além de tratar os pés, estimula pontos reflexos das
plantas dos pés.
8
www.forcaazularomaterapia.com.br – Dominique Góis • RTA 909495
Fone (41) 9 996635244 • dominiquegois@gmail.com
Aromaterapia: Medicina do futuro

f) Inalação: tratamento exclusivo das vias aéreas, no qual se utiliza o vapor d’água como
condutor de óleos essenciais.
g) Sauna: podem ser aplicados por esta técnica e as mais indicadas são as úmidas.
Fortalecem a limpeza e o fortalecimento da pele.
h) Uso tópico: é o processo de colocar o óleo essencial em contato com a pele, cabelo,
boca, dentes, genitália, ouvido e unhas. Dependendo do que está sendo tratado, você
pode utilizar o óleo essencial puro no local, atentando sempre para não utilizar os
óleos essenciais dermo cáusticos que podem causar danos a pele. Principais óleos
dermo cáusticos: Orégano, Tomilho e Canela.
i) Para atingir o objetivo terapêutico desejado, a aplicação de 1 a 5 gotas é suficiente.
Diretrizes:
 Picadas mosquito, acne, furúnculos e abcessos, utilizar 1-3 gt no local
 Efeitos de paz, relaxamento, ajudar a dormir, aliviar o estresse ou para energização,
utilizar de 3-6 gotas em cada um dos pés,
 Ao aplicar em bebês e crianças, dilua 1-3 gotas em óleo carreador (uma colher de chá),
 Os pés são a segunda área do corpo a absorver os óleos mais rapidamente, depois vem
as orelhas e pulsos.

2.3 Tabelas:
TABELA DE DILUIÇÃO – André Ferraz

Concentração de 1% - Essa dosagem deve ser utilizada para bebes e


gestantes.
1 colher de sopa de óleo vegetal – 2 gt de o e
50 ml ou 50 gr – 11 gt ou 0.5 ml de o e
100 ml ou 100 gr – 22 gt ou 1 ml de o e
250 ml ou 250 gr – 55 gt ou 2,5 ml de o e
Concentração de 2% - pele sensível
1 colher de sopa de óleo vegetal – 4 gt de o e
50 ml ou 50 gr – 22 gt ou 1 ml de o e
100 ml ou 100 gr – 44 gt ou 2 ml de o e
250 ml 250 gr – 110 gt ou 5 ml de o e

Concentração de 3% massagem e cosméticos em geral


1 colher de sopa de óleo vegetal – 6 gt de o e
50 ml ou 50 gr – 33 gt de o e
100 ml ou 100 gr – 66 gt de o e
250 ml ou 250 gr – 165 gt de o e
Concentração de 5% - problemas agudos, dores, inflamações
1 colher de sopa de óleo vegetal – 10 gt de o e
50 ml ou 50 gr – 55 gt ou 2,5 ml de o e
100 ml ou 100gr – 110 gt ou 5 ml de o e
250 ml ou 250 gr – 275 gt ou 12,5 ml de o e

9
www.forcaazularomaterapia.com.br – Dominique Góis • RTA 909495
Fone (41) 9 996635244 • dominiquegois@gmail.com
Aromaterapia: Medicina do futuro

 Lembrar que 1 ml de óleo corresponde a 22 gotas, geralmente.


 Se quer fazer 100 ml de óleo para massagem com 3% de concentração de óleos
essenciais, serão adicionadas 66 gotas de óleo essencial.
 Concentração de 10%: Usado em problemas crônicos, doenças degenerativas,
infecções e inflamações graves.
j) Máscara de argila corporal e facial: amplamente utilizadas em procedimentos estéticos
e terapêuticos, pois hidratam a pele e doam minerais para o metabolismo celular.
k) Óleos essenciais em aparelho de estética: as ondas produzidas pelos equipamentos
empurram literalmente às moléculas dos óleos essenciais em direção as células, por
isso a dosagem tem que ser menor, pois o tratamento é muito mais rápido que
qualquer outro.

2.4 O que os óleos essenciais podem fazer por nós:


 Reduzem inflamação na pele, na musculatura e em todo o organismo, Induzem a
regulação da produção do sebo, Ajudam no processo de desintoxicação da pele,
Aumentam a circulação sanguínea e linfática local, Ajudam no fortalecimento da
tonicidade muscular, Relaxam músculos e ligamentos, Reduzem espasmos musculares,
Atuam com analgésicos locais e gerais, Funcionam com antioxidantes protegendo a
pele dos radicais livres, Possuem propriedades antibacterianas, antifúngicas e
antivirais, Equilibram as emoções via Sistema Nervoso Central (Sistema Límbico,
Tratam condições de pele específicas como acne, dermatite e psoríase, Aumentam a
regeneração celular atuando com cicatrizantes, Ativam o sistema imunológico via
células de Langherans.

3 Onde comprar óleos essenciais


Um óleo essencial é confiável quando pedimos para o serviço de Atendimento ao
Cliente as análises por cromatografia gasosa e deve ser feita, as análises, em
laboratórios idôneos, pois é muito fácil falsificar um laudo químico.
Existem empresas nacionais e internacionais com alguma reputação:

Estados Unidos
Pranarom – http://www.pranarom.com/
Osmobiose – http://www.osmobiose.com/
Aroma –Zone – http://www.aroma-zone.com/
doTerra – https://doterra.com/US/en
YoungLiving – https://www.youngliving.com/
Floracopeia – http://www.floracopeia.com/

Brasil
Aloha Oils – http://www.alohaoils.com/
BioEssência – http://www.bioessencia.com.br/
BySâmia – http://www.bysamia.com.br/
Destilaria Bauru – http://www.destilariabauru.com.br/
Essencial Organics – http://www.essencialorganics.com.br/
Ferquima – http://www.ferquima.com.br/
Harmonie – http://harmoniearomaterapia.com.br/
Laszlo – http://laszlo.ind.br/
10
www.forcaazularomaterapia.com.br – Dominique Góis • RTA 909495
Fone (41) 9 996635244 • dominiquegois@gmail.com
Aromaterapia: Medicina do futuro

Oshadhi – http://www.oshadhi.com.br/
Terra-Flor – http://terra-flor.com/
Tisserand Brasil – http://www.tisserand.com.br/
WNF – http://www.wnf.com.br/index.html

4 Algumas formas de extração


a) Extração a vapor: é quando extraímos o óleo essencial a partir da ruptura da parede
celular das bolsas ou tricomas secretores onde estão alojados os óleos essenciais. Isso
acontece quando existe vapor d’água com temperatura acima de 80°C.
b) Extração por Hidrodestilação: coloca-se a planta com água em um recipiente com
fogo ou manta elétrica, aquecendo diretamente este recipiente. Quando ferve existe a
ruptura da parede celular e do tricoma que contem o óleo essencial e começa o
processo de volatização da água e óleo essencial.
c) Extração por extrusão ou prensagem: forma simples que se usa ao espremer as
cascas dos frutos em temperatura ambiente, assim obtendo o óleo essencial.
d) Extração por Enfleurage (Enfloração): método mais antigo existente em que se
colocam pétalas recém-colhidas de flores sobre uma bandeja de gordura em bandejas.
Extração em temperatura ambiente.
e) Extração por solvente: este método assemelha-se à extração por Hidrodestilação,
porém utiliza um solvente hidrocarboneto como extrator. O solvente comumente
utilizado é o hexano, derivado do petróleo, que apresenta estrutura química composta
de carbono e hidrogênio.
f) Extração por óleo: este método baseia-se em imergir a espécie vegetal aromática em
óleo vegetal. O óleo vegetal começará a executar o processo de extração do óleo
essencial, do tricoma da planta para o óleo vegetal.

5 Ciência: quimiotipos e geotipos


Os óleos essenciais são formados por estruturas de terpenos, sesquiterpenos,
fenólicos, fenilpropanóicos, alifáticos não terpênicos, heterocíclicos; e funções
químicas de álcoois, cetonas, aldeídos, ácidos carboxílicos, ésteres, óxidos, acetatos,
cada qual com sua característica e ação bioquímica no organismo humano.
Os óleos essenciais possuem muitos componentes, alguns deles chegando a
300, os quais apresentam diferentes atuações terapêuticas, o que faz com que o óleo
essencial tenha ação ampla e variada. Quando este conhecimento não chega as
pessoas, o descrédito pelos óleos pode ser grande, pois não há o entendimento de
como ele pode agir no fungo da unha do pé e, ao mesmo tempo, atuar como
antidepressivo e calmante, por exemplo.
Os componentes de um óleo essencial estão em concentrações distintas e
alguns deles podem chegar a 84% e outros abaixo de 0,1%. A atuação terapêutica
dependo tanto dos ativos maiores como dos de proporção menor. Isto é chamado de
sinergia, que é a interação entre os componentes.
Quando um componente majoritário é extraído sozinho, não tem a mesma
ação terapêutica.
QUIMIOTIPOS: é quando os óleos essenciais de uma mesma planta apresentam
ativos majoritários diferentes, às vezes tratando-se de vegetais morfologicamente
idênticos. Verifica-se que os QT, ou raças químicas não dependem de fatores
ambientais, mas sim da variação genotípica entre as plantas (natureza genética), já que
11
www.forcaazularomaterapia.com.br – Dominique Góis • RTA 909495
Fone (41) 9 996635244 • dominiquegois@gmail.com
Aromaterapia: Medicina do futuro

plantas cultivadas lado a lado, em um mesmo canteiro, por mais de um ano,


mantiveram a composição original de cada QT.
O crédito da terapêutica vai depender do conhecimento da existência desses
quimiotipos. Por exemplo: o alecrim pode ter majoritários: Cânfora, Cineol ou
Verbenona, cada um atuando de uma forma terapêutica diferente.

6 A arte da perfumaria
O perfume é tão antigo como a humanidade e está ligado a história dos seres
humanos. O homem das cavernas queimava determinadas plantas em rituais funerários, após
a descoberta de como controlar o fogo há 400.000 anos atrás. Em seus rituais espirituais
passaram a usar os aromas e aos poucos foram descobrindo que podiam usar em suas casas e
seus corpos.
Obtinham o aroma por meio de incenso ou através da extração em óleos vegetais,
para serem aplicados na pele, para intuitos médicos e cosméticos.
A Arte da perfumaria, o primeiro livro moderno sobre perfumaria em 1857. GW
Piesse, foi um dos primeiros a descrever de forma aberta e publicar muitas adas suas técnicas
altamente influentes e fórmulas. Provavelmente mais nenhum outro perfume seu sobreviveu
aos dias atuais. Foram encontrados traços de flor de laranjeira, gerânio, lírio, pau rosa,
opoponax, sândalo e benjoim em dois dos seus perfumes analisados por um cromatógrafo a
gás.
Ao criar sinergias de óleos essenciais requer um pouco de treino e experimentação. A
ordem que deve ser usada e que faz toda diferença:
Notas de cabeça – evaporam mais facilmente
Notas de coração – parte principal da sinergia
Notas de base – último cheiro sentido

7 Óleos Essenciais-naturais e Essências-sintéticas


As essências são cópias feitas em laboratório e são identificadas pelo nome da
planta que se originou como exemplo: essência de eucalipto, essência de lavanda, etc.
As essências não possuem uma origem vegetal, são sintetizadas a partir de
derivados do petróleo, não possuindo o mesmo processo ao qual estaria ligado a um
organismo vivo.
Como o ser humano adora perfume, a essência surgiu devido esta forte
demanda industrial para perfumar a vida. Estas são muito mais baratas, possuindo
uma escala de produção mais rápida.
Não existe uma atividade farmacológica com a essência e sim o objetivo é
perfumar onde estiver.
Por mais que as essências sejam elaboradas, não alcançam um resultado físico
sobre o tecido e os sistemas do corpo humano, o que pode ser cientificamente
comparado entre um e outro.
Devemos entender que somente os óleos essenciais tem funcionalidade
terapêutica para tratamentos específicos. As essências podem ser utilizadas apenas
como agente de perfumaria, produtos de higiene pessoal, etc.

12
www.forcaazularomaterapia.com.br – Dominique Góis • RTA 909495
Fone (41) 9 996635244 • dominiquegois@gmail.com
Aromaterapia: Medicina do futuro

8 Aromacologia
"A Aromacologia é a ciência do aroma, que associa psicologia e tecnologia em
fragrâncias”, onde é possível trabalhar a memória olfativa através da sinergia de
aromas.
Segundo os mais recentes estudos, os aromas são aspirados e causam uma
sensação olfativa, que é fruto do reconhecimento das moléculas componentes dos
aromas, feita nos receptores olfativos, causando um impulso nervoso que atua
diretamente no sistema límbico, estimulando o modernamente chamado sentido poli
sensorial.
A memória olfativa é, comprovadamente, a maior memória que o ser humano
tem. É baseada na Aromaterapia, mas a sua atuação está restrita ao campo das
emoções e sensações.
A indústria da perfumaria e cosmética vem trabalhando cada vez mais com
esse conceito Aromacologia (Aromachology®), que é marca registrada pelo Sense of
Smell Institute criado em 1989 com o objetivo de desenvolver estudos e
pesquisas para acompanhar as inter-relações entre a Psicologia e a tecnologia em
fragrâncias.

9 Principais Óleos Essenciais


Flores
Lavanda-Lavandula vera, Lavandula angustifólia, Lavandula officinalis.
É um arbusto denso e perene. Vem da França. Características: analgésico,
antidepressivo, antisséptico, antiviral, citofilático, descongestionante, desodorante,
emenagogo, hipotensivo, nervinho, sedativo e tônico. É o mais popular, o mais versátil
e o de uso mais difundido. Tem a capacidade de equilibrar e normalizar as funções do
corpo e das emoções.
Limpa impurezas do corpo e da mente, desinfeta os ambientes, contra pulgas,
percevejos, piolhos. Purifica a casa contra mal agouro, mãe dos óleos essenciais, é
adaptável. Problemas de garganta, tratamento pele, queimaduras, picada de insetos,
machucados. Atua na TPM, relaxa, atua menopausa. SN em geral, ansiedade, insônia,
calmante, dores no corpo, tensão, cefaleia, perdas, crises nervosas, a pessoa se sente
racional, impaciência, mentes aceleradas, alergias, pessoas inseguras, tímidas,
medrosas, constrangimentos, excelente para crianças, reverbera a chama violeta.
Camomila – vulgar. Matricaria chamomilla, Matricaria recutita. Azuleno.
Planta anual com folhas delicadamente aveludadas parecida com margaridas.
Vem da Inglaterra, Espanha. Características: de odor intenso é analgésico, anti
alergênico, anti-inflamatório, antisséptico, antiespasmódico, antiviral, digestivo,
diurético, emenagogo, hepático, nervinho e sedativo.
Excelente cicatrizante, 100% eficaz problema nervosos, alergias, coceira, erva
do sol cura angústias, problemas digestão, gastrite, úlceras. Melhora apetite,
vermífugo, antisséptico urinário. Distúrbios nervosos, TPM, mastite, dores,
menopausa, qualquer tipo de inflamação feminina externa e interna, pele sensível,
dermatite, enxaqueca.
Gerânio – Pelargonium graveolens
Origem: África do Sul; Extração: Destilação à vapor da erva; Agricultura: convencional

13
www.forcaazularomaterapia.com.br – Dominique Góis • RTA 909495
Fone (41) 9 996635244 • dominiquegois@gmail.com
Aromaterapia: Medicina do futuro

Planta aromática, perene com folhas recortadas e flores que variam de cor.
Características: antidepressivo, antisséptico, adstringente, cicatrizante, desodorante,
diurético, hemostático, tônico, vulnerário.
Possui potencial preventivo do envelhecimento precoce da pele, cicatrizante e
antioxidante, melhora a celulite, trabalha as carências afetivas, medos e depressões.,
resgata o feminino dentro do indivíduo, curando traumas sexuais e bloqueios com a
figura da mãe. Regula sintomas da menopausa e TPM, no tratamento de vaginite e
candidíase, e há estudos do uso no controle da glicemia 9Diabetes) e para inibir a
resistência de microrganismos a antibióticos e antifúngicos. Pode tratar variados tipos
de câncer e os associados ao desequilíbrio feminino que afetam útero, ovários e
mamas. Usado à noite reduz o medo de dormir sozinho ou no escuro. Massagear na
região dos rins, reduz incidência de enurese noturna.
Excelente para qualquer tipo de pele, equilibra couro cabeludo, anti-
inflamatório, ajuda nas hemorragias, retenção de líquidos, TPM, menopausa, equilíbrio
hormonal, bom para diabetes, homens extremamente racionais, pessoas
perfeccionistas, artistas em fases bloqueadas, mulheres machucadas em seu feminino,
resgate da feminilidade, dor de cotovelo, medo de ser abandonada, ansiedade.
Ylang ylang – Cananga odorata var. genuína
É uma árvore perene alta com galhos que se curvam para baixo. Vem do
Madagascar, Malásia. Características: é antidepressivo, antisséptico, afrodisíaco,
hipotensivo e sedativo. Pressão alta, taquicardia, bom para pele seca e oleosa, regula
as glândulas sebáceas, queda de cabelo, excelente para pele, bom antes de dormir,
ótimo para sistema nervoso, ansiedade, tensão nervosa, insônia, hiperatividade,
irritação, impaciência, indignação, ira, revolta, organiza emoções exacerbadas dando
paz interior. Amargura, mágoa, quando perde o controle facilmente, alivia cargas,
senso crítico exagerado, recriminação, alivia medos, inseguranças, pessoas que se
sentem menosprezadas e rejeitadas, que não se acham atraentes e envergonhadas
com seu aspecto físico, resgata o amor próprio, apatia ligada ao estresse, desestímulo
do dia-a-dia, compulsão sexual, pessoas que sentem muitas dores, no primeiro
momento pode ocorrer cefaleia.
Rosa absoluta – Rosa centifólia, Rosa damascena, Rosa gálica.
Roseiras são muito conhecidas. Vem da Bulgária, França. Características:
antidepressivo, antisséptico, antiespasmódico, afrodisíaco, emenagogo, hepático,
antiviral, estomático, emoliente, hidratante, nervinho, sedativo, tônico e uterino,
cicatriza qualquer tipo de dor, trabalha homossexualidade, não usar em pele com
acne, redução medo e ansiedade, trata qualquer inflamação, má circulação e
palpitação, eficaz para baixar pressão, gastrenterite, dispepsia, náusea, problemas
menstruais, distúrbios uterinos, purifica sistema feminino, depressão, insônia, tensão
nervosa, tristeza, não é tóxico.
Neroli – Citrus aurantium var. amara. França, Egito.
Também chamada de flor de laranjeira. Características: antidepressivo,
antisséptico, antiespasmódico, afrodisíaco, cicatrizante, sedativo e tônico, bactericida,
carminativo, citofilático, estimulante (nervoso). Para fragilidade capilar, regenerativo
para todos os tipos de pele e ajuda nas estrias e cicatrizes, síndrome intestino irritável,
ansiedade, depressão, tensão nervosa, síndrome pré-menstrual, beneficia todos os
problemas emocionais, tranquilizante natural para ansiedade e choque.
Jasmim – Jasminum grandiflorum, Jasminum officinale.
14
www.forcaazularomaterapia.com.br – Dominique Góis • RTA 909495
Fone (41) 9 996635244 • dominiquegois@gmail.com
Aromaterapia: Medicina do futuro

Trepadeira perene. França, Índia, Marrocos. Características: analgésico,


antidepressivo, anti-inflamatório, antisséptico, antiespasmódico, afrodisíaco,
galactagogo, nervinho, sedativo, tônico e uterino, relaxante. Estimula regeneração da
pele e ajuda a curar o tecido cicatricial, hidrata e suaviza a pele seca, aumenta a
elasticidade, ajuda na tensão pré-menstrual e menopausa, facilita e acelera o parto,
depressão, repressão emocional, impotência, frigidez, letargia, falta de confiança e
prostatite. Restaura os órgãos sexuais. Promove autoconfiança e otimismo, alivia a
depressão, acalma os nervos e ativa as emoções. Não é tóxico, irritante e nem
sensibilizante.

Ervas
Manjerona – Origanum majorana, Majorana hortensis.
Origem: Hungria; Extração: Destilação à vapor da erva; Agricultura: convencional
Auxilia nas cólicas menstruais, agitação, estresse, ansiedade, irritabilidade e
desgaste nervoso. Forte anti-infeccioso como o Tea Tree. Hipotensiva, anafrodisíaca,
para indivíduos tímidos e ansiosos, pois auxilia na verbalização e expressão.
Erva arbustiva, perene e delicada. França, Bulgária. Características: analgésico,
afrodisíaco, antisséptico, antiespasmódico, carminativo, digestivo, emenagogo,
hipotensor, sedativo, tônico e vasodilatador.
Alecrim – Rosmarinus officinalis, Rosmarinus coronarium.
QT Cânfora; Origem: Espanha; Extração: Destilação à vapor da erva.
É útil em problemas de concentração, falta de memória, reumatismo, dores
localizadas, seborreia e caspa, preguiça, sonolência, tensão muscular. Considerado o
óleo dos estudantes. Tônico muscular, auxilia o fluir do movimento, usado antes e
depois da atividade física. Anti-inflamatório bom para torcicolos, torções, câimbras,
dor localizada por esforço esportivo.
Arbusto aromático perene. França, Espanha, Portugal. Características:
analgésico, antisséptico, antiespasmódico, adstringente, carminativo, digestivo,
diurético, hepático, hipertensor, rubefaciente, estimulante e tônico.
Esclaréia – Sálvia sclarea. Origem: EUA; Extração: Destilação à vapor da erva;
Agricultura: convencional.
Um dos mais eficazes para tratar desordens menstruais como TPM,
menopausa, desarranjos, cólicas. Equilibra as taxas hormonais dos ovários. Indicado
para mulheres que não conseguem engravidar e homens com distúrbios de próstata.
Propriedades: Media a regulação dos hormônios, tônico uterino, alivia TPM, Distúrbios
menstruais – falta ou excesso de menstruação, alivia cólicas, sintomas da menopausa,
esterilidade, estimula o trabalho de parto, afrodisíaco – impotência, estimula as
glândulas adreno corticais – depressão, exaustão, debilidade, cansaço e estafa mental,
relaxamento muscular, antiespasmódico – brônquios (asma), musculatura (tensão,
dores, enxaqueca), cólicas digestivas e uterinas, equilibrante do sistema tegumentar –
evita a transpiração excessiva, transpiração noturna, caspa e excesso de oleosidade,
indutor de sono – propicia sonhos intensos e coloridos.
Planta alta bienal ou perene. França, Rússia, Inglaterra. Características:
anticonvulsivo, antidepressivo, antisséptico, antiespasmódico, afrodisíaco,
adstringente, carminativo, digestivo, emenagogo, hipotensor, nervinho, sedativo e
tônico.

15
www.forcaazularomaterapia.com.br – Dominique Góis • RTA 909495
Fone (41) 9 996635244 • dominiquegois@gmail.com
Aromaterapia: Medicina do futuro

Manjericão, Manjericão sagrado – Ocimum basilicum, Ocimum sanctum.


Origem: Hungria; Extração: Destilação à vapor da erva; Agricultura: Convencional.
Atua como estimulante do crescimento capilar, diminuindo também excessos
de oleosidade do couro cabeludo. É estimulante do processo digestivo, bom
antiespasmódico em cólicas. É estimulante e antidepressivo. Revitalizante.
É uma erva anual delicada, aromática. Ilhas Comores, Índia, Hungria.
Características: antisséptico, antiespasmódico, carminativo, cefálico, digestivo,
emenagogo, febrífugo, nervinho e tônico.
Hortelã pimenta – Mentha piperita, Mentha arvensis
Origem: Brasil; Extração: Destilação à vapor da erva; Agricultura: orgânico não
certificado.
Estimulante da circulação, contra celulite, de efeito refrescante e analgésico
local. Empregado em congestão nasal e pulmonar. Possui as mesmas indicações que o
Hortelã pimenta. Diferencia-se pelo aroma mais forte.
Propriedade e indicações: antitussígeno, antisséptico, antiviral, expectorante e
antiespasmódico das vias aéreas – tosse, gripe, resfriado, asma, bronquite, sinusite.
Induz a transpiração, ação refrescante e aquecedora – auxilia na diminuição da febre e
a sensação desconfortável de frio, analgésico – diminui dores de cabeça, enxaqueca,
dores musculares, dor no corpo, dores nevrálgicas, reumatismo, dor nos pés, digestivo,
antiespasmódico, carminativo e descongestionante do estômago, fígado e intestinos –
cólicas, dores, diarreia, azia, flatulência, indigestão, vômito, náuseas de viagem,
estimulante – fadiga menta e física, cansaço, antiprurido – alivia coceiras e
inflamações, bom para queimadura de sol – refrescante, na pele, ajuda a remover
cravos, é eficaz para controlar a oleosidade da pele e nos cabelos, indicado para peles
mistas, oleosas e com tendência à acne. Ajuda a clarear a mente e melhora a
concentração. É considerado o óleo da transformação- transforma tudo o que for
necessário. Encoraja a visualização e transformação da própria sombra. Auxilia na
transformação das fortes emoções (estados extremos), como traumas, medos, pânico,
choque, histeria, ódio, paixão, etc. – combina com Lavanda.
Erva perene com caules verdes. Estados Unidos, Inglaterra, Brasil.
Características: analgésico, antisséptico, antiespasmódico, adstringente, carminativo,
cefálico, descongestionante, digestivo, expectorante, febrífugo, nervinho, estimulante
e estomático.
Anis Estrelado – Illicium verum. Origem: China; Extração: Destilação à vapor das
sementes; Agricultura: Convencional.
Óleo essencial do amor incondicional. Seu aroma adocicado estimula a
compreensão de problemas ligados a relacionamentos. Auxilia o aprendizado da
doação, promovendo o amor incondicional. Considerado afrodisíaco, trabalha
questões de maternidade e sexualidade. Facilita a digestão, indicado para azia e
eliminação de gases. Efeito antiespasmódico e ameniza cólicas intestinais. Antisséptico
e anti-inflamatório das vias respiratórias, trata bronquite, asma e tosse com espasmos.
“Strogen-like”, ajuda a amenizar os sintomas da pré-menopausa. Estimula a produção
de leite materno durante o aleitamento.
Hissopo – Hyssopus officinalis. Origem: França; Extração: Destilação à vapor da erva.
Poderoso expectorante, mucolítico, e antiasmático, bactericida, ótimo para
usar no ambiente, pois dispersa no ar e elimina os pneumococos, bactérias e vírus.
Propriedades e indicações: auxilia em problemas respiratórios, sinusite, rinofaringe e,
16
www.forcaazularomaterapia.com.br – Dominique Góis • RTA 909495
Fone (41) 9 996635244 • dominiquegois@gmail.com
Aromaterapia: Medicina do futuro

resfriado alérgico, asma crônica, tosse compulsiva, bronquite obstrutiva, pneumonia,


enfisema, tuberculose, normaliza a circulação sanguínea da pele, é cicatrizante,
indicado para limpeza de pele oleosa. Acelera a cicatrização de feridas na pele. Nos
cabelos escurece a tonalidade do cabelo. Regula distúrbios da pressão sanguínea –
hipertensão e hipotensão arterial. Fortalece as funções cardíacas, ajuda nos casos de
astenia, auxilia a regular distúrbios dos ovários na adolescência. Aumenta a meditação
e a concentração, principalmente se combinado com outro de ação similar. Ajuda as
pessoas no período de reabilitação física, após períodos de doenças , dando-lhes mais
elasticidade para enfrentar as exigências da vida. Faz a ponte entre a razão e a
emoção. Clareia a mente quando se está perturbado e em situações extremas.
Arbusto aromático perene. França, Holanda. Características: antisséptico,
antiespasmódico, adstringente, bactericida, carminativo, cefálico, digestivo, diurético,
emenagogo, expectorante, hipertensivo, nervinho e tônico.
Resinas e raízes
Olíbano – Boswellia carteri, Boswellia serrata.
Árvore pequena, arbustiva com flores brancas, resinosa. Índia, Somália.
Características: anti-inflamatório, antisséptico, adstringente, carminativo, cicatrizante,
citofilático, digestivo, diurético, emenagogo, expectorante, sedativo e tônico.
Mirra – Commiphora myrrha.
Arbusto ou árvore pequena com galhos nodosos, resinoso. Características: anti-
inflamatório, antisséptico, adstringente, carminativo, cicatrizante, emenagogo,
fungicida, sedativo, estomático, tônico e uterino.

Benjoim – Styrax benzoin.


Árvore tropical, incisões na casca dão origem a resina que endurece.
Características: anti-inflamatório, antisséptico, adstringente, carminativo,
desodorante, expectorante, sedativo e estíptico.
Cítricos
Bergamota – Citrus bergamia.
Originalmente veio da Itália e produz frutos pequenos não comestíveis. É o
mais refinado dos óleos essenciais.
Características: analgésico, antisséptico, antidepressivo, antiespasmódico, carminativo,
cicatrizante, desodorante, digestivo, febrífugo, sedativo, estomático e tônico.
Laranja doce – Citrus sinensis, Citrus aurantium.
Menor que a laranjeira azeda. Características: antidepressivo, anti-inflamatório,
antisséptico, antiespasmódico, carminativo, digestivo, sedativo, estomático e tônico.

Limão – Citrus limon.


Árvore pequena e dá frutos o ano todo. Itália, Chipre, Israel. Características:
antimicrobiano, antirreumático, antisséptico, antiespasmódico, adstringente,
bactericida, carminativo, diurético, depurativo, febrífugo, hemostático e tônico.
Árvores e madeiras
Sândalo – Amyris balsamifera.
Pequena árvore perene. Astrália, Nova Caledônia. Características:
antidepressivo, antisséptico, antiespasmódico, afrodisíaco, adstringente, bactericida,
carminativo, cicatrizante, calmante, expectorante, sedativo e tônico.
Cedro do atlas – Cedrus atlântica.
17
www.forcaazularomaterapia.com.br – Dominique Góis • RTA 909495
Fone (41) 9 996635244 • dominiquegois@gmail.com
Aromaterapia: Medicina do futuro

Árvore perene alta. Líbano, Marrocos. Características: antisséptico,


antisseborreico, adstringente, diurético, expectorante, inseticida e sedativo.
Equilibra a oleosidade produzida pelas glândulas sebáceas, antifúngico,
empregado em distúrbios renais (cistite e nefrite), da pele (psoríase, alergias, etc.),
bom fixador de perfumes. Usado em dores articulares e tendões. É suave e levemente
calmante, útil para irritações e insônia. Estimulantes do sistema linfático e diurético,
alivia dores reumáticas e artrite crônica, analgésico, anti-inflamatório e adstringente
da pele e do couro cabeludo, acne, inflamação do folículo piloso (barba), eczema,
dermatite, oleosidade excessiva. Indicado para peles mistas e oleosas, antisséptico
poderoso dos brônquios, expectorante, descongestionante, mucolítico suave com ação
secante, antisséptico poderoso do trato urinário, cistites, infecções e corrimentos. É
considerado o óleo da estrutura, traz sustentação da base, alicerce, força e coragem.
Trabalha a flexibilidade /adaptabilidade. Ajuda a concentrar as próprias energias, que
poderiam desequilibrar a pessoa em circunstâncias difíceis.
Junípero – Juniperus virginiana.
Poderoso diurético que ajuda na eliminação de fluidos e toxinas do organismo
favorecendo a eliminação de ureia. Usado em drenagens linfáticas, celulite, age como
tônico do organismo, antisséptico e antirreumático, podendo auxiliar no tratamento
de artrite. Fortalece a musculatura, tonifica a pele e protege contra edemas e
inchaços. Trata infecções urinárias com cistite com banho de assento. Nos cabelos é
tônico capilar, contra queda e regula excesso de oleosidade. Atua de forma eficaz na
circulação pata celulites e varizes, purificador ambiental e revitaliza o ambiente.
Árvore majestosa perene. Estados Unidos. Características: antisséptico,
antisseborreico, adstringente, diurético, emenagogo, expectorante, inseticida,
sedativo.
Petigrain – Citrus aurantium.
A árvore da laranjeira pode chegar até 10 metros e existem muitas variedades
diferentes e o fruto é menor e mais escuro. As flores são brancas e muito perfumadas.
Propriedades: antiespasmódica, regula sistema respiratório e cardíaco, anti-
inflamatório, antibacteriano, distúrbios cardiovasculares, câimbras musculares.
Tonifica a pele, regula a secreção do sebo, todos os tipos de pele, especialmente a
oleosa. Harmoniza poderosamente o nível afetivo, considerado o óleo do coração,
acalma e protege coração feridos e solitários, acompanhante em caso de perda
emocional, promove o sono e o equilíbrio nervoso. Solidão com estresse, nervosismo e
depressão, sentimentos contidos e reprimidos, supera as obsessões e vícios, auxilia no
firmamento no mundo físico e fortalece o desejo de viver, problemas dolorosos de se
aceitar ou mesmo de se admitir.
Cipreste – Cupressus sempervirens.
Árvore perene de vida longa. França, Córsega. Características: antirreumático,
antisséptico, antiespasmódico, antissudorífico, antitóxico, adstringente, desodorante,
diurético, hepático, tônico e vasoconstritor.
Eucalipto- Eucalyptus glóbulos, Eucalyptus radiata.
Austrália, China, Portugal, Brasil. Características: analgésico, antibacteriano,
antinevrálgico, antirreumático, antisséptico, antiespasmódico, antiviral, adstringente,
descongestionante, desodorante, diurético, expectorante e febrífugo.
Condimentos

18
www.forcaazularomaterapia.com.br – Dominique Góis • RTA 909495
Fone (41) 9 996635244 • dominiquegois@gmail.com
Aromaterapia: Medicina do futuro

Gengibre – Zingiber officinalis.


Planta tropical perene. Índia, China. Características: analgésico, antisséptico,
afrodisíaco, bactericida, carminativo, cefálico, febrífugo, laxativo, rubefaciente,
estimulante e tônico.
Cravo da Índia – Syzygium aromaticum, Eugenia aromática.
Árvore perene de vida longa. Madagascar, Indonésia. Características:
analgésico, antisséptico, antiespasmódico, carminativo, estimulante e estomático.
Cardamomo – Elletaria cardamomum.
Planta perene parecida com a cana. Índia, Guatemala. Características:
antisséptico, carminativo, digestivo, diurético, rubefaciente, estimulante, estomático e
tônico.
Canela folha – Cinnamomum zeylanicum, Cinnamomum verum.
Árvore tropical perene. Madagascar, Índia. Características: antimicrobiano,
antisséptico, antiespasmódico, adstringente, carminativo, digestivo, estimulante e
estomático.
Palma rosa – Cymbopogon martinii.
Conhecido como gerânio da Índia, tipo de capim alto. Índia, Java.
Características: antisséptico, bactericida, citofilático, digestivo, febrífugo e tônico.
Capim limão – Cymbopogon citratus, Cymbopogon flexuosus.
Capim alto, aromático, perene de crescimento rápido. Guatemala, Índia.
Características: analgésico, antidepressivo, antimicrobiano, antisséptico, adstringente,
bacterida, carminativo, desodorante, febrífugo, inseticida, nervinho e tônico.
Vetiver – Vetiveria zizanioides, Andropogon muricatus.
Capim perene, denso, alto. Ilhas Reunião, Indonésia. Características:
antisséptico, antiespasmódico, sedativo e tônico.
Melaleuca – Melaleuca alternifólia.
Também chamada de Tea tree, é um arbusto ou pequena árvore. Austrália.
Características: antimicrobiano, antisséptico, antiviral, bactericida, cicatrizante,
expectorante, fungicida, imunoestimulante e estimulante.
Patchuli – Pogostemom cablin.
Arbusto perene, aromático com grandes folhas verdes. Filipinas, Indonésia,
Malásia. Características: antidepressivo, anti-inflamatório, antimicrobiano,
antisséptico, afrodisíaco, adstringente, cicatrizante, citofilático, desodorante,
fungicida, inseticida e sedativo.
Murta – Myrtus communis.
Arbusto perene com folhas pequenas. França, Espanha, Tunísia. Características:
anticatarral, antisséptico, adstringente, bactericida, expectorante e sedativo.

19
www.forcaazularomaterapia.com.br – Dominique Góis • RTA 909495
Fone (41) 9 996635244 • dominiquegois@gmail.com
Aromaterapia: Medicina do futuro

10 Hidrolatos
O hidrolato ou hidrossol é conhecido como água floral, possuindo muitas
propriedades terapêuticas e substâncias aromáticas de uma planta, conferindo uma
fragrância semelhante à do óleo essencial.
Como o seu pH é levemente ácido, torna-se pouco provável o desenvolvimento
de bactérias. Deve ser mantido em lugar fresco e arejado.
Esse produto é obtido no processo de destilação na extração dos óleos
essenciais. Quando ocorre a destilação são obtidos através deste processo outros
elementos voláteis aromáticos e bioativos. Esses elementos se unem à água
condensada formando os hidrolatos.
Quando os hidrolatos são extraídos, eles mantem o seu estado puro e mantem
os mesmos componentes voláteis da planta que os originou.
Ficam com propriedades hidratantes, tonificantes e refrescantes, podendo ser
usados para os cuidados do corpo, rosto e aromatizantes de ambientes. Por serem
suave podem ser usados em crianças, idosos e pessoas debilitadas.

11 Cura vibracional
A cura vibracional nos ajuda a entender de uma forma ampla, a ver a cura dos
corpos sutis, utilizando as propriedades energéticas dos óleos essenciais.
A nossa realidade se torna expandida e percebemos que cocriamos com o reino
das plantas. Assim abrimos novos canais de percepção. Despertando assim as causas
do sofrimento pessoal nesta vida e curando os traumas através da vivência pessoal e
espiritual. A vibração dos aromas tem a intenção de promover situações novas em sua
vida.
Quando encaramos a nossa realidade as transformações acontecem a partir da
nossa coragem e determinação.
As ferramentas energéticas e que catalisam essas mudanças são os óleos
essenciais.
Os aromas conseguem ajudar e auxiliar na investigação das causas-raiz dos
padrões de sofrimento. Vamos olhar com profundidade as emoções que estão
condicionando esses padrões.
A consciência emocional que os óleos essenciais nos trazem, fazem com que
avaliemos as respostas adequadas das situações ocorridas. Por diversas vezes o nosso
inconsciente toma conta e controle da realidade, fazendo com que as respostas sejam
automáticas.
A nossa inconsciência provavelmente foi formada muito antes, em uma vida
passada, no útero, pelo DNA. Isso tudo é resultado de “reações” das nossas escolhas.
Quando decidimos algo e agimos, isso pode ser chamado de reações.
Quando decidimos algo, talvez seja uma reação baseada na infância que
tivemos, por não sermos amados ou não termos merecimento. Isso limita e sabota
nossa autoestima e o crescimento espiritual.
Para resolvermos padrões comportamentais devemos reconhecer com
honestidade os sentimentos, vinculando escolhas ou convicções que foram geradas em
uma primeira experiência. Quando olhamos por um outro ponto de vista, percebemos
situações novas.

20
www.forcaazularomaterapia.com.br – Dominique Góis • RTA 909495
Fone (41) 9 996635244 • dominiquegois@gmail.com
Aromaterapia: Medicina do futuro

Os desafios que surgem através dos padrões, nos ajudam a construir o nosso
caráter. Com isto, conseguimos assumir as nossas responsabilidades por nossas ações
e isso nos ajuda a crescer e a ter consciência.
Percebemos que as pessoas envolvidas apenas desempenhavam papéis na
situação e não devem ser tratados como causa de sofrimento no drama que vivemos.
Com essa percepção e compreensão conseguimos achar a cura nas relações com os
outros.
Com isso não reagiremos da mesma forma como em lições antigas. Podemos
escolher uma nova forma com a coerência.
Os óleos essenciais com suas diferentes propriedades nos ajudam nos
bloqueios energéticos que limitam o crescimento espiritual.
Nós criamos a própria realidade e somos responsáveis através de nossas
atitudes, convicções, crenças e julgamentos.
A aromaterapia vibracional tem o potencial de revelar memórias, escolhas e
convicções de causas-raiz sobre nossa história atual.
Isso nos ajuda a reconhecer padrões arraigados e problemas não resolvidos. Os
traumas ficam escondidos no inconsciente e este se baseia neles trazendo suas
reações.
Quando recuperamos sentimentos e memórias reprimidas, começamos o início
da desintoxicação dos corpos sutis, do mental, físico e emocional, chegando a cura
com a sensação de bem-estar. Mas, a velocidade da cura é mais lenta no corpo físico e
somos atingidos por problemas físicos que tem origem na parte do corpo que
precisamos trabalhar.
Ao atingirmos a consciência faremos a prevenção de sentir sobrecarga por
emoções que representam antigos condicionamentos.
Devemos aprender a conhecer plenamente como nos sentimos, pois, as
emoções são espirituais.
Quando permanecemos honestos e conscientes com as nossas emoções,
conseguimos expandir o cardíaco e vivenciamos sentimentos mais profundos de amor
e compaixão.
Ao despertar as memórias da felicidade, os óleos essenciais, iluminam os
obstáculos que separam o “ser” com a “fonte”.
A vibração dos óleos estimula a vontade da autodescoberta e nos conduzem à
plena aceitação da responsabilidade pela própria vida e criação da realidade.
A vibração expande sua percepção consciente das energias sutis que estão
além da realidade consciente.
Podemos receber ajuda dos Reinos Invisíveis apenas pedindo ao nos
conectarmos.
Aprendendo a ouvir e sentir os outros planos a intuição lhe proverá muitas
soluções para os problemas.
Mantenha-se consciente dessas percepções sutis e confie nas informações que
recebe. Nós nunca estamos sozinhos, confie e leve a sua missão adiante.
Essa energia vibracional aumentará sua consciência, intuição aumentando
habilidades extras sensoriais.

21
www.forcaazularomaterapia.com.br – Dominique Góis • RTA 909495
Fone (41) 9 996635244 • dominiquegois@gmail.com
Aromaterapia: Medicina do futuro

12 Efeitos adversos e toxicidade


A toxicidade pode se manifestar localmente ou sistemicamente de diferentes
maneiras. Ela pode envolver a disrupção reversível ou irreversível de processos metabólicos
normais, o que pode resultar num risco a vida das células e a sua capacidade de regeneração.
Classificação: a dose e a concentração aplicada, a rota de administração, o modo de
administração, a bioavaliabilidade, o mecanismo de toxicidade.
O número de efeitos em seres humanos depende: da toxicidade inerente do óleo essencial,
do número de pessoas expostas a ele e, do grau de exposição (concentração do óleo essencial
e tempo de exposição).
O método mais aceito para determinar a toxicidade letal de uma substância é o DL50,
que é a dosagem necessária para matar 50% dos animais testados.
Esse número é calculado de acordo com o peso corporal, e é expresso em miligrama por kl
corporal (mg/kl).
Envenenamento por ingestão acidental de grande quantidade de óleo essencial é o
efeito adverso mais frequente, seguido de alergias na pele. As alergias na pele são
aparentemente mais frequentes, mas apenas a Suécia possui sistema de feedback sobre isso.
Virtualmente todos os casos de envenenamento com óleos essenciais são decorrentes
da ingestão acidental de quantidade muito maiores do que as usadas terapeuticamente.
Primeiros socorros: na ingestão não induzir o vomito, pois a risco de o óleo passar e
entrar nos pulmões. Enxaguar a boca abundantemente com água e ligar imediatamente para o
Centro de Toxicologia mais próximo. Ao inalar levar a pessoa para tomara ar fresco e respirar
profundamente. Se a pessoa não estiver respirando fazer manobras de ressuscitação.
Contato com os olhos, lavar com água corrente por pelo menos 15 min. Pele: retirar
roupas contaminadas, lavar a pele gentilmente com água e sabão por 10 min, expor a pele ao
ar ou ventilador, aplicar óleo vegetal para remoção do óleo essencial.
Crianças: não devem inalar os ricos em cineol ou mentol, pois causam incômodos
respiratórios, Bétula doce e Wintergreen nunca devem ser administrados.

13 Resumo inteligente
 Aromaterapia: é essencialmente uma prática multidisciplinar, indo da botânica à farmacologia,
da psicologia à medicina.
 Existe, mais de 18.000 artigos com o termo “essencial oil” na Pubmed – Estados Unidos.
 Óleos essenciais: produto obtido através da Hidrodestilação ou destilação à vapor ou
processamento mecânico de cascas ou destilação a seco de materiais naturais.
 Óleos essencias podem ter até 300 substâncias químicas derivadas principalmente da classe
dos TERPENOS, divididas em famílias químicas.
 Óleos essenciais: regulam e catalisam metabolismo, são meios de comunicação entre plantas,
protegem a planta de parasitas, insetos herbívoros e outras ameaças, atraem polinizadores,
protegem de mudanças climáticas, ajudando a planta a sobreviver.
 Tudo começou com os homens das cavernas ateando fogo às plantas, mas René Gattefossé,
químico deu um grande salto na história dos óleos essenciais.
 Comprar óleos essenciais com indicação ou conhecendo as empresas.
 Hidrodestilação, destilação à vapor e prensagem são os métodos mais utilizados de extração
dos óleos essenciais.
 Ciência: conhecer a formulação de um óleo essencial é o aspecto mais importante para
indicação do mesmo.
 Ao produzirmos uma SINERGIA de óleos essenciais devemos conhecer esta ordem: notas de
cabeça, notas de coração, notas de base.
 Óleos essenciais são completamente diferentes de essencias sintéticas.

22
www.forcaazularomaterapia.com.br – Dominique Góis • RTA 909495
Fone (41) 9 996635244 • dominiquegois@gmail.com
Aromaterapia: Medicina do futuro

 Aromacologia: ciência em pleno desenvolvimento que promoverá a integração entre áreas


diversas, tais como neurofisiologia, a química, a farmacologia, a cosmetologia, a psicologia,
entre outras.
 Óleos essenciais que você deve ter em casa: Lavanda, Tea Tree, Alecrim (QT Cânfora), Limão
Siciliano, Hortelã Pimenta e eucalipto Glóbulos.
 Óleos vegetais: comprar sempre que possível prensados à frio.
 Aromaterapia vibracional: é um método de cura dos corpos físico, emocional, mental e
espiritual, que utiliza as propriedades energéticas dos óleos essenciais.
 Lembrar que óleo essencial também pode ser tóxico e causar efeitos adversos.

14 Óleos vegetais
Os óleos vegetais são gorduras extraídas de diversas partes das plantas. Raízes, polpa,
flores, caules, folhas e sementes são matérias-primas para a extração dos óleos vegetais.
Entretanto, o processo se dá quase que exclusivamente a partir das sementes.
Basicamente, os óleos vegetais podem ser extraídos de qualquer vegetal. Mas algumas
plantas são mais utilizadas.
Cada óleo vegetal possui propriedades específicas que são direcionadas para diversas
22finalidades, como alimentação, cosméticos, combustível, fins terapêuticos, entre outros.
A maior parte dos constituintes dos óleos vegetais interagem de forma positiva com a
pele, oferecendo uma excelente sinergia com propriedades protetoras e emolientes.
Os óleos vegetais, também chamados de óleos carreadores, óleos fixos e óleos graxos
podem ser utilizados para diluir os óleos essenciais antes da utilização na pele.
14.1 Extração
Os processos de extração de óleos vegetais variam de acordo com a matéria-prima
processada. Mas existem dois métodos principais: a prensagem e a extração por solvente, que
podem ser aplicados em separado ou em conjunto.
Na prensagem, o material é submetido a um esmagamento sob pressão, facilitando o
escoamento do óleo por meio das células dos vegetais.
Na extração por solvente, o vegetal é triturado e dissolvido antes da adição do
produto. Normalmente é utilizado hexano, que por ser um composto orgânico apolar, irá
penetrar no interior das sementes, dissolvendo facilmente o óleo sem atingir outros
componentes.
Para sementes com alto teor de óleo, como os caroços de algodão ou as sementes de
açafrão, costuma-se utilizar uma prensagem prévia seguida de extração por solvente, visando
a obtenção de rendimentos mais elevados.
 Amêndoas Doces (Prunus amygdalus) chamado de óleo universal para a pele por ser
biocompatível, bom para crianças, emoliente, penetrante, anti estresse, equilíbrio do
sistema nervoso, coceira, inflamações, eczema, dermatite e psoríase, feridas e
cicatrização.
 Abacate (Persea gratíssima) previne e trata câncer de próstata. Filtro ultravioleta,
fungicida e bactericida, impotência e frigidez, cicatrizante, estimulante do colágeno,
anti-inflamatório, câncer e doenças imunológicas, problemas na próstata, penetração
eficiente, pele normal, seca, madura, frágil, desidratada, envelhecimento precoce,
eczema, psoríase.
 Abóbora (Cucurbita pepo) queimadura do sol, peles secas, envelhecimento precoce,
diminuição da queda de cabelo, fortalecimento dos cabelos, excelente, excelente com
outros óleos.
 Coco palmiste (Elalis guineenses) reduz inflamações, cândida, emagrecimento saldável,
imunoestimulante, aumenta a longevidade, artrite, artrose, reumatismo, Hpylori e
Epstein-bar, hipotireoidismo, previne rugas, antioxidante, previne estrias, hidrata a
pele e o cabelo.
23
www.forcaazularomaterapia.com.br – Dominique Góis • RTA 909495
Fone (41) 9 996635244 • dominiquegois@gmail.com
Aromaterapia: Medicina do futuro

 Gergelim (Sesamum indicum) rejuvenescedor, antioxidante, peles normais e secas,


penetração fácil, calmante dos nervos, retarda o envelhecimento da pele, hidratação
dos cabelos, ansiedade e estresse.
 Girassol (Helianthus annuus) envelhecimento precoce da pele, acne, eczema,
dermatite, excelente para massagens e hidratação dos cabelos, antioxidante.
 Jojoba (Simmondsia chinensis) tolerante a temperaturas extremas, pele oleosa, mista,
seca, psoríase, dermatite, rejuvenescimento, acne, regula produção de sebo,
inflamações, cabelos, unhas frágeis.
 Mamona (Ricinus communis) não existe outro óleo como este produzido. Poderoso
emoliente, dissolve verrugas, crescimento capilar, analgésico, queloides, anti-
inflamatório.
 Rosa Mosqueta (Rosa rubiginosa) fonte de vitamina C. Rejuvenescimento da pele,
antioxidante, reduzir marcas de cicatriz, regenerador de tecidos, cicatrizações,
envelhecimento precoce, prevenir celulite e estrias de gravidez.
 Semente de Uva (Vitis vinifera) peles oleosas, rejuvenescimento da pele, antioxidante,
obesidade, celulite e estrias da gravidez, restaura o colágeno, regenerador de tecidos,
cicatrizações, envelhecimento precoce.

24
www.forcaazularomaterapia.com.br – Dominique Góis • RTA 909495
Fone (41) 9 996635244 • dominiquegois@gmail.com
Aromaterapia: Medicina do futuro

15 Referências Bibliográficas

EIDSON, Deborah. Cura Vibracional. Belo Horizonte, MG. Editora Laszlo, 2017.
HOARE, Joana. Guia Completo de Aromaterapia. São Paulo. Pensamento, 2010.
FARRER-HALLS, Gill. A Bíblia da Aromaterapia. São Paulo. Pensamento, 2015.
Amaral, Fernando. Técnicas de Aplicação de óleos essenciais. São Paulo. Cengage Learning.
2015.
Wolffenbüttel, Adriana Nunes. Base da Química dos óleos essenciais e aromaterapia. São
Paulo. Roca, 2010.
Maury, Marguerite. Alquimia dos aromas para a juventude. Belo Horizonte. Editora Laszlo,
2017.
Corazza, Sonia. Aromacologia: uma ciência de muitos cheiros. São Paulo. Editora Senac. São
Paulo, 2015.
Ferraz, André. Guia completo da aromaterapia.

25
www.forcaazularomaterapia.com.br – Dominique Góis • RTA 909495
Fone (41) 9 996635244 • dominiquegois@gmail.com
Aromaterapia: Medicina do futuro

Olíbano do Deserto var. carteri – Boswellia carteri


Origem: Somália
Extração: Destilação à vapor da resina
Conhecido como Frankincense é extraído por destilação à vapor da resina, que
se solidifica após o corte da casca da árvore. Óleo do caminho espiritual, pois ajuda na
conexão com o Divino e desperta o sagrado dentro de nós, trazendo paz interior.
Usado durante a meditação e concentração mental.
Propriedades: anti-inflamatório, antiviral, regenerador da pele, mucolítico,
expectorante, aumenta as defesas imunológicas do organismo, antidepressivo.
Uso: antisséptico, tonificante e adstringente para os cuidados com a pele envelhecida
e seca. Regenera a pele, estimula a cicatriza e previne estrias. Ajuda na prevenção de
rugas na pele, indicado como expectorante para tosse, bronquite crônica e asma.
Indicado para distúrbios reumáticos, artrite e artrose.
Emocional: aquece e acalma nos estados de angústia, estresse e depressão. Traz
claridade mental ajudando a transformar ideias em realidade. Muito usado durante a
meditação e concentração mental, e para entrar em conexão com o Divino.

Bergamota

26
www.forcaazularomaterapia.com.br – Dominique Góis • RTA 909495
Fone (41) 9 996635244 • dominiquegois@gmail.com
Aromaterapia: Medicina do futuro

27
www.forcaazularomaterapia.com.br – Dominique Góis • RTA 909495
Fone (41) 9 996635244 • dominiquegois@gmail.com