Você está na página 1de 2

Centro Universitário do Distrito Federal – UDF

Aluno: Gustavo Alves Ribeiro de Castro


Disciplina: Evolução
Professora: Dra. Liane Cristina Ferez Garcia
Aluno: Gustavo Alves Ribeiro de Castro - RGM: 16934989

ATIVIDADE 01

1. O excesso de fecundidade e a consequente competição pela


sobrevivência em cada espécie fornecem as pré-condições para que ocorra o
processo que Darwin chamou de seleção natural. Que é definido como é reprodução
diferencial por conta de variações na capacidade de sobrevivência das populações de
uma espécie em um determinado ambiente. A seleção natural pode produzir evolução
quando o ambiente muda; ela também produzirá modificações evolutivas em um
ambiente constante, caso surja uma nova forma que sobreviva melhor do que a forma
anterior da espécie. A seleção natural ela não só produz evolução como também
mantem umas espécies constante, caso não surja uma espécie dominante. A seleção
natural pode também produzir adaptação, por exemplo, o vírus do HIV que se torna
resistentes a antibióticos, que foram ministrados diversas vezes, produzindo
inibidores.

Para que a seleção natural funcione a necessidade de seguir condições:

1. Reprodução. Os indivíduos devem se reproduzir para formarem uma


nova geração.

2. Hereditariedade. As proles devem ser semelhantes aos seus


progenitores

3. Variação entre caracteres individuais entre os membros da população

4. Variação da aptidão do organismo de acordo com seu estado quanto a


um caractere herdável, essa condição significa que um indivíduo da população com
alguns caracteres deve ter uma maior probabilidade de reproduzir-se (ter uma maior
aptidão) do que outros.
2. O viŕ us que causa a AIDS, neste caso é um tipo de evidencia em escala
microscópica, entretanto, é utilizada como evidencia para existência da evolução.
Um artigo descreveu o que ocorre quando pacientes humanos com AIDS são
tratados com 3TC, uma substância que inibe a reprodução futura do vírus e, assim,
impede que o HIV se replique, inicialmente, a população de HIV no corpo humano
decresce bastante. Porém, depois de alguns dias, linhagens de HIV resistentes à
3TC começam a ser detectadas, assim, aumentando em 8 a cada 10 pacientes.

Também pode ocorre evolução a partir de um experimento de seleção


artificial, muito utilizado na agricultura., por exemplo, uma população de bovinos
seletivamente cruzados para gerar animais que produzem mais leite. Em quase todos
os casos. Como também como a domesticação de animais levou milhares de anos.

As semelhanças homologas entre as espécies constituem-se como umas


evidências mais amplamente distribuídas de que as espécies viventes e fósseis
evoluíram de um ancestral comum, contudo a necessidade da utilização de diversas
área da biologia para analisar a evidencias

Evidencias fósseis da transformação de espécies fornecem importantes


evidências da evolução, o registro fóssil é valioso porque mostra que o mundo não foi
sempre como é agora. A existência dos fósseis mostra, sozinha, que existiu algum
tipo de mudança.

O Atavismo no qual determinadas característica que esteve presente em


linhagens/ancestrais mais distantes e que aparece em baixa frequência em membros
individuais de uma população.

Referência

RIDLEY, Mark. Evolução. 3.ed. Porto Alegre: Artmed, 2007. 65-100p.