Você está na página 1de 8

UNIÃO PARANAENSE DE ENSINO E CULTURA-UNIPEC FACULDADES

INTEGRADAS SANTA CRUZ-FARESC


GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM

RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO


SUPERVISIONADO - 8º PERÍODO

CURITIBA
2019
MIDIAM DE FREITAS OLIVEIRA

RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO


SUPERVISIONADO - 8º PERÍODO

CURITIBA
2019
SUMÁRIO
1 INTRODUÇÃO 7
2 APRESENTAÇÃO DA INSTITUIÇÃO DE SAÚDE 7
2 .1 Missão 8
2.2 Visão 8
2.3 Valores 8
2.4 Tipo de instituição 9
3 OBJETIVO DO ESTÁGIO 9
3.1 Caracteristicas da unidade de estágio 10
3.2 Filosofia dos serviços de enfermagem 10
4 ATIVIDADES DESENVOLVIDAS 11
4.1 Atividades desenvolvidas 11
4.2 Atividades desenvolvidas 12
4.3 Atividades desenvolvidas 12
4.4 Atividades desenvolvidas 12
4.5 Atividades desenvolvidas 12
4.6 Atividades desenvolvidas 12
4.7 Atividades desenvolvidas 12
4.8 Atividades desenvolvidas 12
4.9 Atividades desenvolvidas 12
4.10 Atividades desenvolvidas 12
4.11 Atividades desenvolvidas 12
4.12 Atividades desenvolvidas 12
4.13 Atividades desenvolvidas 12
4.14 Atividades desenvolvidas 12
4.15 Atividades desenvolvidas 12
4.16 Atividades desenvolvidas 12
4.17 Atividades desenvolvidas 12
4.18 Atividades desenvolvidas 12
4.19 Atividades desenvolvidas 12
4.20 Atividades desenvolvidas 12
5 CONSIDERAÇÕES FINAIS 12
6 APÊNDICES 13
7 ANEXOS 15
REFERÊNCIAS 18
1 INTRODUÇÃO

O estágio de administração em saúde foi realizado no hospital Erasto


Gaertner, localizado na Rua Dr. Ovande do Amaral, 201 - Jardim das Américas,
Curitiba - PR, 81520-060, Telefone: (41) 3378-6052. No período de 27 de abril
de 2019 a 30 de junho de 2019, sendo as tarefas realizadas no horário das
14:00h. às 19:00h, totalizando 5 horas diárias aos sábados e domingos,
totalizando 120 horas. A supervisão do estágio ficou sob a orientação do
professor Heleno. No estágio buscou-se desenvolver e aperfeiçoar os
conhecimentos adquiridos no decorrer do Curso Superior de Enfermagem,
realizado na Faculdade Santa Cruz.
Este relatório tem como objetivo relacionar as atividades desenvolvidas
durante o período do estágio supervisionado de administração em saúde e tem
por finalidade avaliar o perfil de pacientes da Ala A do hospital Erasto Gaertner.
Para o desenvolvimento das atividades práticas do estágio contou-se com
o suporte do conhecimento teórico obtido durante o curso e vai contribuir para
formação do profissional Enfermeiro, ajudando a organizar e planejar ações, ter
liderança, raciocínio para tomada de decisões, habilidade técnica nas atividades
assistenciais, articular teoria e prática, comunicação verbal e escrita, manter o
ambiente organizado e demonstra organização pessoal, possuir senso crítico e
reflexivo sobre as situações vivenciadas na prática.

2 APRESENTAÇÃO DO HOSPITAL

Inaugurado em 8 de dezembro de 1972, após a união e o esforço da


comunidade e voluntariado para finalizar a obra tão sonhada.
2 .1 MISSÃO
O Hospital tem como missão, combater o câncer com humanismo,
ciência e afeto, sem o estigma de dor e morte, mas sim de esperança e cura.

2.2 VISÃO

2.3 VALORES

2.4 TIPO DE INSTITUIÇÃO

3 OBJETIVO DO ESTÁGIO

3.1 CARACTERISTICAS DA UNIDADE DE ESTÁGIO

A Ala A do Hospital Erasto Gaertner possui 36 leitos distribuídos em 9


quartos, sendo que os quartos 108 ao 113 possuem 5 leitos e os quartos 114 a
116 possuem 2 leitos cada um. A equipe é composta por 2 enfermeiros diurnos
e 7 técnicos de enfermagem e 1 enfermeiro noturno e 7 técnicos de enfermagem
por plantão em escalas de 5X1 12/36.

4 ATIVIDADES DESENVOLVIDAS

4.1 ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NA PRIMEIRA SEMANA

Realizado orientação sobre a meta diária e aula sobre as escalas de Fugulin e


Braden pelo professor do estágio, reconhecimento da Ala A, levantamento do
grau de dependência dos pacientes e aplicabilidade das escalas na Ala.

4.2 ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NA SEGUNDA SEMANA

Levantamento do grau de dependência dos pacientes através da aplicabilidade


das escalas de Fugulin e Braden na Ala.
4.3 ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NA TERCEIRA SEMANA

Levantamento do grau de dependência dos pacientes através da aplicabilidade


das escalas de Fugulin e Braden na Ala. Instalação de hemocomponentes.

4.4 ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NA QUARTA SEMANA

4.5 ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NA QUINTA SEMANA

4.6 ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NA SEXTA SEMANA

4.7 ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NA SÉTIMA SEMANA

4.8 ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NA OITAVA SEMANA

4.9 ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NA NONA SEMANA

4.10 ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NA DECIMA SEMANA

4.11 ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NA DECIMA PRIMEIRA SEMANA

4.12 ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NA DECIMA SEGUNDASEMANA

4.13 ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NA DECIMA TERCEIRA SEMANA

4.14 ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NA DECIMA QUARTA SEMANA

4.15 ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NA DECIMA QUINTA SEMANA

4.16 ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NA DECIMA SEXTA SEMANA

4.17 ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NA DECIMA SETIMA SEMANA

4.18 ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NA DECIMA OITAVA SEMANA

4.19 ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NA DECIMA NONA SEMANA

4.20 ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NA VIGÉSIMA SEMANA


5 CONSIDERAÇÕES FINAIS

Verificado que unidade de pronto atendimento (UPA) tendo assim que os


profissionais precisam interagir entre si e com os usuários na produção do
cuidado, para ter. Nesse caso as enfermeiras devem fazer a educação
continuada dentro da unidade com os funcionários e fazer a escala de divisão
vendo cada situação de seus colaboradores, podendo agir por meios de
comunicação específicos para construírem as práticas cotidianas de cuidado em
saúde.
REFERÊNCIAS