Você está na página 1de 2

Antropologia Contemporânea II

Professora Dra. Clarice Cohn

2º. Semestre de 2018

09/08 – Apresentação do curso

16/08 – Retomada

23/08 – A escola interpretativista ou hermenêutica

GEERTZ, Clifford. A descrição densa. In: ​A interpretação da cultura.​ São Paulo, Zahar, várias
edições.

29/08 – A auto-crítica da antropologia

GEERTZ, Clifford. Estar lá. A antropologia e o cenário da escrita. In: Obras e vidas. O
antropólogo com autor. Rio de Janeiro, Ed UFRJ, várias edições (disponível in
file:///C:/Users/Principal/Downloads/geertz_estarla.pdf​ )

CLIFFORD, James. Introdução: Verdades Parciais. In: CLIFFORD, James e MARCUS, George. ​A
escrita da Cultura: poética e política da etnografia.​ Rio de Janeiro, Papéis Selvagens/EdUERJ,
2016.

06/09 – Reinventando a antropologia: etnografia e escrita

STRATHERN, Marilyn. O efeito etnográfico. In: ​O efeito etnográfico e outros ensaios​, várias
edições.

13/09 – A antropologia como um projeto da modernidade I

LATOUR, Bruno. ​Jamais Fomos Modernos​. Ensaio de Antropologia Simétrica. Rio de Janeiro, Ed
34, 1994. 1. A crise; 2. Constituição

27/09 – A antropologia como um projeto da modernidade II

LATOUR, Bruno. ​Jamais Fomos Modernos​. Ensaio de Antropologia Simétrica. Rio de Janeiro, Ed
34, 1994. 3. Revolução; 4. Relativismo; 5. Redistribuição

03/10 – A antropologia como um projeto da modernidade III

LATOUR, Bruno. ​Jamais Fomos Modernos​. Ensaio de Antropologia Simétrica. Rio de Janeiro, Ed
34, 1994; 5. Redistribuição

11/10 – A noção de cultura mais uma vez repensada

SAHLINS, Marshall. O "pessimismo sentimental" e a experiência etnográfica: por que a cultura


não é um "objeto" em via de extinção (partes I e II). In: ​Mana​ vol. 3 ns. 1 e 2, 1997.

18/10 – Mais uma visita à noção de cultura

​ árias edições. 1. Introdução; 2. A presunção da cultura


WAGNER, Roy. ​A invenção da cultura. V

25/10 – 1ª. avaliação: trabalho em sala de aula


01/11 – Dicotomias revisitadas: natureza e cultura

STRATHERN, Marilyn. Sem natureza, sem cultura: o caso Hagen. In: ​O efeito etnográfico e
​ árias edições.
outros ensaios. V

08/11 – não haverá aula (professora estará em evento)

15/11 – feriado

22/11 - Dicotomias revisitadas: humanidade e animalidade

INGOLD, Tim. Humanity and animality. In: Ingold, T. (Org.). ​Companion encyclopedia of
anthropology.​ London: Routledge, 1994. p. 14-32.

[tradução em português:
http://www.biolinguagem.com/ling_cog_cult/ingold_1994_humanidade_animalidade.pdf​ ]

29/11 – Humanidade e animalidade na Amazônia

DESCOLA, Phillipe. Estrutura ou sentimento: a relação com o animal na Amazônia. In: ​Mana​ vol
4 n. 1, 1998.

VIVEIROS DE CASTRO, Eduardo. Os pronomes cosmológicos e o perspectivismo ameríndio. In:


Mana​ vol 2 n. 2, 1996.

06/12 – Uma antropologia imersa na vida

INGOLD, Tim. ​Estar vivo: ensaios sobre movimento, conhecimento e descrição​. São Paulo:
Vozes, 2015 – 1. [Anthropology comes to life]; 2. Antropologia ​não ​é etnografia.

13/12 - Antropologias indígenas

João Paulo Lima Barreto e Gilton Mendes dos Santos. A volta da Cobra Canoa: em busca de
uma antropologia indígena. ​ Revista de Antropologia, ​v. 16, n1, 2017.

20/12 – Entrega dos trabalhos finais e encerramento do curso

Procedimentos de avaliação

A avaliação dos alunos consistirá em: 1) Um trabalho na metade do curso; 2) Um trabalho no


encerramento do curso; 3) Assiduidade e participação em sala de aula.