Você está na página 1de 2
AA n´n´alisealise MM atem´atem´aticaatica IIII EE Departamento de Matem´atica FCT-UNL

AAn´n´alisealise MMatem´atem´aticaatica IIII EE

Departamento de Matem´atica FCT-UNL

Ficha de Exerc´ıcios: “Curvas e fun¸c˜oes vectoriais”

1. Determine o dom´ınio de cada uma das fun¸c˜oes e o seu limite para o valor de t indicado:

(a) r(t) = 1

t

i + 1 + tj + sin(t2)

t2

k (t = 2);

(b)

r(t) = 4 t 2 i + e 3t j + log(t + 1)k (t = 0);

(c)

(d)

r(t) = e 3t i +

2 t j + cos(2t)k (t = 0);

sin

t

2

r(t) = e t 1

t

i + 1+t1

t

j +

3

1+t k (t = 0).

2. Represente geometricamente as seguintes fun¸c˜oes vectoriais, indicando a orienta¸c˜ao em que t aumenta:

(a)

r(t) = sin ti + tj;

(d)

r(t) = ti + cos(2t)j + sin(2t)k;

(b)

r(t) = (1 + t)i + 3tj;

(e)

r(t) = 1i + cos tj + 2 sin tk;

(c)

r(t) = (t 2)i + (t 2 + 1)j;

(f)

r(t) = e t i + e t j.

3. Para cada uma das fun¸c˜oes vectoriais no exerc´ıcio anterior indique o vector tangente r e represente o vector r (t) para os valores de t indicados:

(a)

t = π;

(c)

(b)

t = 1;

(d)

t

t

= 1 = π ;

4

(e)

(f)

t

t = 0.

=

π ;

6

4. Fa¸ca corresponder a cada uma das fun¸c˜oes vectoriais ou equa¸c˜oes param´etricas, uma das op¸c˜oes (I) a (V), correspondente `a sua representa¸c˜ao gr´afica.

(I) Recta

(II) Elipse

(III) Par´abola

(IV) Crcunferˆencia

(V) H´elice

x = 2t + 1, y = t 2 , com t R;

σ(t) = (cos(2t), 1, sin(2t)), com t [0, π];

σ(t) = (3 + sin t)i + 2 cos tj, com t [0, 2π];

σ(t) = (t, 2 cos t, 2 sin t), com t R;

σ(t) = (4t 1)i + (t + 2)j, com t R;

x = 1 + t, y = 3 4t, z = 2 + 5t, t R;

5. Considere o semi-circulo C correspondente ao gr´afico da fun¸c˜ao vectorial σ definida por σ(t) = cos(t)i + sin(t)j, com 0 t π.

(a)

Encontre uma parametriza¸c˜ao da curva C em que esta seja percorrida no sentido contr´ario ao dos ponteiros do rel´ogio com um parˆametro s a variar em [0, 1];

(b)

Encontre uma parametriza¸c˜ao da curva C em que esta seja percorrida no sentido dos ponteiros do rel´ogio com um parˆametro s a variar em [0, 1].

6. Determine caso existam os pontos de intersec¸c˜ao entre:

(a)

o gr´afico de r(t) = ti + (2t t 2 )k e o parabol´oide z = x 2 + y 2 ;

(b)

o gr´afico de r(t) = sin ti + cos tj + tk e a superf´ıcie esf´erica x 2 + y 2 + z 2 = 5.

7. Determine uma representa¸c˜ao param´etrica da curva resultante da intersec¸c˜ao das superf´ıcies indicadas:

(a)

o cilindro x 2 + y 2 = 4 e a superf´ıcie z = xy;

(b)

o cone z = x 2 + y 2 e o plano z = 1 + y;

(c)

o

parabol´oide z = 4x 2 + y 2 e o cilindro parab´olico y = x 2 ;

8.

9.

10.

11.

12.

13.

14.

15.

16.

(d)

o elips´oide x 2 + 4y 2 + 4z 2 = 16 e o cilindro parab´olico y = x 2 .

Considere a fun¸c˜ao vectorial r(t) = t, t 2 , t 3 . Determine r , r e r × r

.

Para cada uma das seguintes curvas determine a recta tangente no ponto P 0 :

(a)

x = 1 + 2 t, y = t 3 t, z = t 3 + t, P 0 = (3, 0, 2);

(b)

x = e t , y = te t , z = te t 2 , P 0 = (1, 0, 0);

(c)

x = t, y = e t , z = 2t t 2 , P 0 = (0, 1, 0);

(d)

x = 2 cos t, y = 2 sin t, z = 4 cos 2t, P 0 = ( 3, 1, 2).

As curvas correspondentes ao gr´afico das fun¸c˜oes r 1 (t) = ti + t 2 j + t 3 k e r 2 (t) = sin ti + sin 2tj + tk

intersectam-se na origem. Calcule o ˆangulo entre as rectas tangentes a cada uma das curvas na origem.

Para cada uma das fun¸c˜oes vectoriais determine

a

b r(t)dt para os valores indicados:

(a) r(t) =

(b)

4

1+t 2 j +

2t

1+t 2 k, a = 0 e b = 1;

r(t) = 3 sin 2 t cos ti + 3 sin t cos 2 tj + 2 sin t cos tk, a = 0 e b = π 2 .

Determine o vector posi¸c˜ao da part´ıcula cuja acelera¸c˜ao ´e dada pela fun¸c˜ao a para os valores iniciais de

velocidade e posi¸c˜ao indicados:

(a)

a(t) = 2ti + sin tj + cos 2tk, v(0) = i e r(0) = j;

(b)

a(t) = ti + e t j + e t k, v(0) = k e r(0) = j + k.

Suponha que uma part´ıcula P move-se no espa¸co e no instante t encontra-se na posi¸c˜ao r(t) = t 2 i + 5tj +

(t 2 16t)k. Para que instante(s) a velocidade ´e m´ınima?

Uma part´ıcula move-se com velocidade constante. Mostre que nesse caso os vectores velocidade e ace-

lera¸c˜ao s˜ao ortogonais.

Sejam σ : I R R 3 uma fun¸c˜ao vectorial e g : J I uma fun¸c˜ao real de vari´avel real diferenci´aveis.

Mostre que a composi¸c˜ao σ g : J R 3 , s

σ(g(s)), ´e diferenci´avel, e que

d

ds ( σ g) (s) = g (s) σ (g(s)) ,

para todo o s J.

Se C ´e uma curva correspondente ao gr´afico de uma fun¸c˜ao vectorial σ : [a, b] R 3 , ent˜ao o comprimento

da curva (entre a e b) ´e dado por

b

a

d dt

σ

dt.

(a)

Determine o comprimento da h´elice de equa¸c˜oes param´etricas x = cos t, y = sin t, z = t, entre t = 0

e

t = π.

(b)

Mostre que em coordenadas cil´ındricas a curva definida pelas equa¸c˜oes param´etricas r = r(t), θ =

θ(t), z = z(t), com a t b tem comprimento

a

b

dr dt

2 + r 2 dθ dt

2 + dz dt

2

Sugest˜ao: Use x = r cos θ, y = r sin θ.

2

dt.