Você está na página 1de 2

Análise Matemática II E

Departamento de Matemática FCT-UNL

Ficha de Exercı́cios: “Curvas e funções vectoriais”


1. Determine o domı́nio de cada uma das funções e o seu limite para o valor de t indicado:
√ t2
(a) ~r(t) = 1t i + 1 + tj + sin(t−2)
t−2 k (t = 2); (c) ~r(t) = e−3t i + sin2 t
j + cos(2t)k (t = 0);
√ et −1

1+t−1
(b) ~r(t) = 4 − t2 i + e−3t j + log(t + 1)k (t = 0); (d) ~r(t) = t i+ t
3
j + 1+t k (t = 0).

2. Represente geometricamente as seguintes funções vectoriais, indicando a orientação em que t aumenta:

(a) ~r(t) = sin ti + tj; (d) ~r(t) = ti + cos(2t)j + sin(2t)k;


(b) ~r(t) = (1 + t)i + 3tj; (e) ~r(t) = 1i + cos tj + 2 sin tk;
(c) ~r(t) = (t − 2)i + (t2 + 1)j; (f) ~r(t) = et i + e−t j.

3. Para cada uma das funções vectoriais no exercı́cio anterior indique o vector tangente ~r0 e represente o
vector ~r0 (t) para os valores de t indicados:

π
(a) t = π; (c) t = −1 (e) t = 6;
π
(b) t = 1; (d) t = 4; (f) t = 0.

4. Faça corresponder a cada uma das funções vectoriais ou equações paramétricas, uma das opções (I) a (V),
correspondente à sua representação gráfica.

(I) Recta (II) Elipse (III) Parábola (IV) Crcunferência (V) Hélice

x = 2t + 1, y = t2 , com t ∈ R; ~σ (t) = (cos(2t), 1, sin(2t)), com t ∈ [0, π];


~σ (t) = (3 + sin t)i + 2 cos tj, com t ∈ [0, 2π]; ~σ (t) = (−t, 2 cos t, 2 sin t), com t ∈ R;
~σ (t) = (4t − 1)i + (t + 2)j, com t ∈ R; x = 1 + t, y = 3 − 4t, z = −2 + 5t, t ∈ R;

5. Considere o semi-circulo C correspondente ao gráfico da função vectorial ~σ definida por ~σ (t) = cos(t)i +
sin(t)j, com 0 ≤ t ≤ π.

(a) Encontre uma parametrização da curva C em que esta seja percorrida no sentido contrário ao dos
ponteiros do relógio com um parâmetro s a variar em [0, 1];
(b) Encontre uma parametrização da curva C em que esta seja percorrida no sentido dos ponteiros do
relógio com um parâmetro s a variar em [0, 1].

6. Determine caso existam os pontos de intersecção entre:

(a) o gráfico de ~r(t) = ti + (2t − t2 )k e o parabolóide z = x2 + y 2 ;


(b) o gráfico de ~r(t) = sin ti + cos tj + tk e a superfı́cie esférica x2 + y 2 + z 2 = 5.

7. Determine uma representação paramétrica da curva resultante da intersecção das superfı́cies indicadas:

(a) o cilindro x2 + y 2 = 4 e a superfı́cie z = xy;


p
(b) o cone z = x2 + y 2 e o plano z = 1 + y;
(c) o parabolóide z = 4x2 + y 2 e o cilindro parabólico y = x2 ;
(d) o elipsóide x2 + 4y 2 + 4z 2 = 16 e o cilindro parabólico y = x2 .

8. Considere a função vectorial ~r(t) = ht, t2 , t3 i. Determine ~r0 , ~r00 e ~r0 × ~r00 .

9. Para cada uma das seguintes curvas determine a recta tangente no ponto P0 :

(a) x = 1 + 2 t, y = t3 − t, z = t3 + t, P0 = (3, 0, 2);
2
(b) x = et , y = tet , z = tet , P0 = (1, 0, 0);
(c) x = t, y = e−t , z = 2t − t2 , P0 = (0, 1, 0);

(d) x = 2 cos t, y = 2 sin t, z = 4 cos 2t, P0 = ( 3, 1, 2).

10. As curvas correspondentes ao gráfico das funções ~r1 (t) = ti + t2 j + t3 k e ~r2 (t) = sin ti + sin 2tj + tk
intersectam-se na origem. Calcule o ângulo entre as rectas tangentes a cada uma das curvas na origem.
Rb
11. Para cada uma das funções vectoriais determine a
~r(t)dt para os valores indicados:
4 2t
(a) ~r(t) = 1+t2 j + 1+t2 k, a = 0 e b = 1;
(b) ~r(t) = 3 sin2 t cos ti + 3 sin t cos2 tj + 2 sin t cos tk, a = 0 e b = π
2.

12. Determine o vector posição da partı́cula cuja aceleração é dada pela função ~a para os valores iniciais de
velocidade e posição indicados:

(a) ~a(t) = 2ti + sin tj + cos 2tk, ~v (0) = i e ~r(0) = j;


(b) ~a(t) = ti + et j + e−t k, ~v (0) = k e ~r(0) = j + k.

13. Suponha que uma partı́cula P move-se no espaço e no instante t encontra-se na posição ~r(t) = t2 i + 5tj +
(t2 − 16t)k. Para que instante(s) a velocidade é mı́nima?

14. Uma partı́cula move-se com velocidade constante. Mostre que nesse caso os vectores velocidade e ace-
leração são ortogonais.

15. Sejam ~σ : I ⊂ R → R3 uma função vectorial e g : J → I uma função real de variável real diferenciáveis.
Mostre que a composição ~σ ◦ g : J → R3 , s 7→ ~σ (g(s)), é diferenciável, e que
d
(~σ ◦ g) (s) = g 0 (s) ~σ 0 (g(s)) , para todo o s ∈ J.
ds

16. Se C é uma curva correspondente ao gráfico de uma função vectorial ~σ : [a, b] → R3 , então o comprimento
R b d~σ
da curva (entre a e b) é dado por dt.
a dt

(a) Determine o comprimento da hélice de equações paramétricas x = cos t, y = sin t, z = t, entre t = 0


e t = π.
(b) Mostre que em coordenadas cilı́ndricas a curva definida pelas equações paramétricas r = r(t), θ =
θ(t), z = z(t), com a ≤ t ≤ b tem comprimento
s
Z b  2  2  2
dr dθ dz
+ r2 + dt.
a dt dt dt

Sugestão: Use x = r cos θ, y = r sin θ.