Você está na página 1de 3

PREFEITURA MUNICIPAL DE IPATINGA - ESTADO DE MINAS GERAIS

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO


DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO/ SEÇÃO DE ENSINO FORMAL
Centro de Formação Pedagógica – CENFOP

DEFINIÇÃO E EXEMPLO DE SEQUÊNCIA DIDÁTICA (Encontro do dia 13 de abril)

SEQUÊNCIA DIDÁTICA é um conjunto sistematizado de atividades ligadas entre si, planejadas para ensinar
um conteúdo etapa por etapa. Essa proposta envolve atividades de aprendizagem e avaliação, organizadas
de acordo com os objetivos que o professor quer alcançar.
Ao organizar uma sequência didática, é preciso preparar detalhadamente cada uma das etapas do trabalho:
 Compartilhar a proposta de trabalho com os alunos: é importante explicar o trabalho passo a passo.
Apresentar o que será estudado e comentar as atividades que serão desenvolvidas. Organize com a turma
um plano de ação, anotando em um cartaz cada etapa da proposta.
 Mapear o conhecimento prévio dos alunos: Nesta etapa, os alunos conversam sobre o assunto que será
trabalhado.
 Desenvolver atividades que proporcionem a ampliação do repertório dos alunos: De posse do
mapeamento dos alunos – informação precisa para avaliar em que ponto está a turma – o professor elabora
um conjunto de atividades que aproxima o aluno do conteúdo, aumentando os desafios e propondo
diversas discussões para que toda turma avance. Essa diversidade de propostas amplia a possibilidade de
êxito dos alunos.

AS SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS SÃO COMPOSTAS POR:

ASSUNTO: Desenvolvimento das competências leitora e escritora em alunos do 6º ano do 3º ciclo do Ensino
Fundamental II.

OBJETIVOS:
 Possibilitar a interação dos estudantes com o texto
de forma significativa, levando em conta seus conhecimentos prévios sobre o assunto, sobre o gênero
textual em questão e sobre a própria língua.
 Ampliar o repertório sobre as histórias da Turma da Mônica.
 Aproximar-se do conteúdo da história.
 Reconhecer as características das personagens por meio de suas ações.
 Identificar marcas próprias do gênero (onomatopéias, pontuação expressiva, uso de balões).
 Reconhecer a presença da oralidade como marca do texto.
 Compreender a importância do texto não-verbal para ancorar as falas das personagens.

CONTEÚDO
Leitura e compreensão de História em quadrinhos (comics), dramatização e atividade de reescrita.

TEMPO ESTIMADO: 03 aulas

MATERIAL NECESSÁRIO: Cópias da história em quadrinhos.

DESENVOLVIMENTO:
1ª etapa
Pré-leitura:
 Pergunte aos alunos se eles leem histórias em quadrinhos (comics). Quais conhecem?
 Faça um levantamento do conhecimento prévio dos alunos sobre esse gênero e explore o que sabem
sobre as histórias da Turma da Mônica.
 Entregue a cópia do texto aos alunos e peça que leiam as imagens, primeiramente, e digam o que
esperam encontrar nessa história.

2ª etapa
Durante a leitura:
 Leia o texto pela primeira vez, mas antes peça que descubram o nome do Cebolinha em inglês. Por
que se chama Jimmy Five?
 Solicite que citem trechos da história em que as ações das personagens revelem suas
características. Diga-lhes que essa é uma característica das tiras e das HQs: as personagens não são
descritas, mas apresentadas por meio de suas ações.
 Peça que façam a leitura compreensiva do texto, usando estratégias de leitura como associação das
imagens com as falas, uso do conhecimento lexico-sistêmico, onomatopeias e etc.

3ª etapa
Pós-leitura:
 Organize a turma em duplas e peça que treinem o diálogo entre o Jimmy Five e sua Mom.
(dependo da quantidade de meninos x meninas, pode-se realizar o diálogo sempre com uma dupla
formada por um menino e uma menina)
 Peça que encenem o texto para os demais colegas. (sempre que uma dupla estiver se
apresentando, um colega de outra dupla figura como o Dad de Jimmy Five)

4ª etapa:
Atividade de escrita:
 Entregue aos alunos uma folha com as falas do diálogo escritas fora da ordem e peça que façam a
reescrita, de forma que construam um texto com lógica. Os mesmos deverão usar travessões em
vez dos balões para marcar as falas das personagens.
 Depois, peça que comparem a produção que fizeram com texto original para verificarem se houve
compatibilidade.

AVALIAÇÃO
A avaliação acontecerá durante a execução das tarefas, momento em que se observará,
principalmente:
 a capacidade de compreensão do texto pelos alunos com a aplicação de estratégias de leitura;
 o desempenho na produção oral durante a encenação;
 a habilidade de empregar a compreensão global do texto na tarefa de reescrita;
 a disciplina na execução de cada etapa das tarefas.

(Sequência didática adaptada de sugestão da secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro)

FONTE DE PESQUISA:

Brasil. Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro. Planejamento e Dinâmica de Sala de Aula. Paula
Louzano . Rio de Janeiro, 2012. Disponível em: http://www.rio.rj.gov.br./web/sme.
Referencial de Expectativas o para o Desenvolvimento da Competência Leitora e Escritora no Ciclo II do
Ensino Fundamental - Língua Inglesa. São Paulo. disponível em:
http://portalsme.prefeitura.sp.gov.br/documentos/bibliped/ensfundmedio/cicloii/lerescrever/cadernoorien
tacaodidatica_ingles.pdf

Brasil. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais : terceiro e quarto ciclos do
ensino fundamental: língua estrangeira / Secretaria de Educação Fundamental. – Brasília : MEC/SEF, 1998.
120 p.

www.monica.com.br/ingles/index.htm. Data de acesso: 28/03/2012