Você está na página 1de 10

6 - Frase, oração e parágrafo

Coesão referencial
Como vimos, a coesão referencial é utilizada quando retomamos aquilo de que
falamos – o referente – através de mecanismos gramaticais importantes.
Um deles é a omissão de palavras ou elipse. Veja o exemplo a seguir:

A menina saiu cedo de casa e (a menina) foi para o trabalho.

Nesse caso, o sujeito “a menina” pode ser omitido na segunda oração.

Atividade
1 - Leia o parágrafo a seguir:
“Tenho uma grande amiga chamada Ana. Ela gosta muito de banana, maçã,
laranja etc. Para comer banana, maçã e laranja sempre fresquinhas, caminha
duas vezes por semana até o mercado mais próximo. Quando vai lá, minha
amiga aproveita e compra beterraba, cenoura e chuchu, porque gosta muito de
beterraba, cenoura e chuchu”.
Agora:
a) Destaque e identifique os mecanismos de coesão referencial
GABARITO
“Tenho uma grande amiga (1) chamada Ana. Ela (2) gosta muito de banana,
maçã, laranja etc. Para comer banana, maçã e laranja sempre fresquinhas, Ø
(3) caminha duas vezes por semana até o mercado mais próximo. Quando vai
lá, minha amiga (1) aproveita e compra beterraba, cenoura e chuchu, porque Ø
(3) gosta muito de beterraba, cenoura e chuchu”.
(1) = Substituição por expressão equivalente
(2) = Substituição por uso de pronome
(3) = Elipse

b) Reescreva o trecho utilizando hiperônimos.


GABARITO
“Tenho uma grande amiga chamada Ana. Ela gosta muito de banana, maçã,
laranja etc. Para comer essas frutas sempre fresquinhas, caminha duas vezes
por semana até o mercado mais próximo. Quando vai lá, minha amiga
aproveita e compra beterraba, cenoura e chuchu, porque gosta muito de
legumes”.
2. Leia o parágrafo a seguir e reescreva-o utilizando mecanismos de coesão
referencial por substituição:

“Hoje em dia, o número de crianças que usa computadores, tablets e celulares


é enorme. Computadores, tablets e celulares ficam mais baratos a cada dia, o
que amplia o acesso a computadores, tablets e celulares”.

GABARITO
“Hoje em dia, o número de pessoas que usa computadores, tablets e celulares
é enorme. Esses eletrônicos ficam mais baratos a cada dia, o que amplia o
acesso de aos aparelhos”.

Coesão sequencial
Como vimos, enquanto na coesão referencial, fazemos menção a termos
dentro do texto, na sequencial, usamos mecanismos que possibilitam o
desenvolvimento da sequência textual.

Alguns desses mecanismos que auxiliam a continuidade do texto são as


expressões temporais – aquelas que permitem a progressão da informação.

Veja os exemplos a seguir:

Antes, ele acreditava que não tinha jeito.


Agora, ele está mais esperançoso.
Pela organização do tempo, “antes” acontece primeiro e “agora”, depois.

Operadores argumentativos e discursivos


Além das expressões temporais, na coesão sequencial, também utilizamos os
operadores argumentativos e discursivos: elementos responsáveis pela coesão
entre as orações. Vamos explicá-los através dos exemplos abaixo. Analise as
frases e observe o significado que veiculam.

A prova foi tão fácil que até o Joãozinho tirou nota boa.
Neste caso, provavelmente, você concluiu que Joãozinho não é bom aluno e
que se beneficiou porque a prova foi fácil.
Qual foi o elemento da sentença responsável por esse raciocínio?
O operador argumentativo “até”.

Os pais dele investiram tanto na educação do filho que esperavam, no


mínimo, que ele cursasse uma universidade.
Neste caso, entendemos que, em uma escala – “no mínimo” –, o filho estudaria
em uma universidade.
No entanto, os pais esperam mais dele, não é mesmo?

Ele é o melhor médico que conheço. Não somente tem boa formação mas
também gosta dos pacientes, é gentil e muito bem-humorado.

Neste caso, a união das expressões “não somente” e “mas também” ajudou a
somar as qualidades do médico, certo?

Aqui, os operadores argumentativos têm por objetivo juntar argumentos


em favor de uma mesma conclusão.

Não temos mais tempo para falar sobre esse assunto. Além disso, Ana
prometeu inserir o tema na apresentação dela.
Neste caso, a expressão “Além disso” introduz a ideia de acréscimo à
argumentação. Esse operador argumentativo é, na verdade, decisivo e ajuda a
encerrar o assunto.

Não se preocupe: o táxi chega daqui a 15 minutos. Portanto, você chegará ao


aeroporto a tempo.
Neste caso, o operador argumentativo “Portanto” insere uma justificativa ao
que foi dito.

COERÊNCIA = sentido do texto;


COESÃO = organização das ideias no texto através de mecanismos.

“Ao invés de” = ao contrário


“Em vez de” = em lugar de

Exemplos:
Ao invés de sair do lugar, a pessoa entrou no recinto.
Em vez de sair do lugar, a pessoa entrou no recinto.
(CORRETO - ideias opostas)

Em vez de ir ao cinema, fui à festa.


(CORRETO - ideia de substituição)

Ao invés de ir ao cinema, fui à festa.


(INCORRETO - ideias opostas)

A expressão correta é “muitas vezes”.

Exemplos:

Muitas vezes, somos obrigados a aceitar meias verdades.

“A princípio” = inicialmente, em um primeiro momento


“Em princípio” = em tese, teoricamente”.

Exemplos:

A princípio, vamos aguardar o retorno dos professores para, depois, retomar


as aulas.
Em princípio, todos os alunos terão direito a uma chance de melhorar seu
desempenho na prova.

“Mesmo” = um só
“Igual” = outro

Exemplos:
Estou com o mesmo problema do ano passado.
(= um só problema que se repete)

Estou com um problema igual ao do ano passado.


(= outro problema com as mesmas características)

“Ter” = indica posse


“Haver” = com sentido de “existir” - verbo impessoal, aquele que não admite
sujeito e que não sofre flexão de plural.

Exemplos:

Eu tenho dois cachorros.


(= os cachorros têm um dono)

Há dois cachorros na sala.


(= os cachorros estão em determinado ambiente)

“Todo” = qualquer
“Todo o” = inteiro

Exemplos:

Ele é capaz de fazer todo trabalho.


(= qualquer trabalho)

Ele é capaz de fazer todo o trabalho.


(= o trabalho inteiro)

“Ao contrário” = ideias opostas


“Diferentemente” = ideias distintas

Exemplos:

Ao contrário de entrar à esquerda, o motorista resolveu entrar à direita.

Diferentemente do que eu disse, sairei cedo hoje.

1a Questão
"As expressões com as quais ligamos ideias estabelecem
significados, conduzem o sentido da mensagem."
O operador argumentativo POIS pode ter diferentes significados.
No enunciado "conseguiu ser aprovado naquele concurso público,
pois estudou como nunca havia estudado antes", a
palavra pois introduz uma explicação.
Já, na frase "estudou como nunca havia estudado antes;
conseguiu, pois, ser aprovado naquele concurso público", o
conectivo POIS estabelece, no período, uma relação de...

Oposição.
Condição.
Concessão.
Conclusão.

Tempo.

2a Questão

Leia com atenção os períodos a seguir.


"Um táxi bateu num poste na saída da Ponte. O veículo ficou inteiramente
destruído."
O termo O veículo, que substitui o sintagma Um táxi, promovendo a
coesão, é um:

antônimo

sinônimo

hiperônimo

parônimo

homônimo
3a Questão

Os operadores argumentativos possuem diversos sentidos. Indique, dentre as frases a seguir, a que
apresenta um operador discursivo com ideia de tempo.

Ela tirou 10 na prova porque estudou bastante.


Conforme ia passando o tempo, meu corpo cansava cada vez mais.
Eu sou feliz porque tenho muitos amigos.
Enquanto ela dormia , o irmão estudava
Fui à escola e joguei bola.

4a Questão

Quais os operadores argumentativos capazes de estabelecer


relações adequadas entre as unidades do período abaixo, a fim de
que seja estruturada uma argumentação por causa?

"Ser criativo deixou de ser um atributo individual, ____________


passou a ser insumo de mercado, uma vez que a criatividade, afinal é
uma qualidade valorizada em empresas, governos e escolas
convencidas de atuarem num cotidiano que passou a exigir mais do
que meras soluções esquemáticas para problemas cada vez mais
imprevisíveis em realidades que se transformam."

portanto
porque
contanto
embora
mas

5a Questão

Assinale a alternativa que expressa corretamente a relação indicada entre parênteses.


A notícia dada pelos jornais, se bem que mentirosa, causou impacto junto à opinião pública.
(causa)

Como não choveu, todos ficaram frustrados. (comparação)


Caso não o encontres hoje, procura-o amanhã. (causa)
Extraiu todos os dentes porque estavam cariados. (condição)
Posto que costumasse mentir, ninguém nele acreditava. (causa)

Explicação:

O aluno deveria assinalar a alternativa que indicasse corretamente a relação indicada entre parênteses das
palavras em negrito. A palavra "como", na primeira frase, indica uma causa: Pelo fato de não haver
chovido, todos ficaram frustrados (relação de causa, e não de comparação). A expressão "posto que", na
segunda frase, indica também uma relação de causa: Porque costumasse mentir, ninguém acreditava
nele. Essa alternativa deveria ser assinalada. A terceita frase contém a palavra "porque", a qual indica
uma explicação, e não uma condição. A palavra "caso" indica uma condição, e não uma causa (a condição
de você o procurar amanhã é o fato de não o encontrar hoje). A expressão "se bem que" indica uma
concessão, podendo ser substituída por "apesar de", assim: "A notícia dada pelos jornais, apesar de
mentirosa, causou impacto junto à opinião pública".

6a Questão

Analise a manchete abaixo.


Dilma oferece a Saúde ao PMDB, mas condiciona convite a aval da
bancada
(Disponível em http://josiasdesouza.blogosfera.uol.com.br/2015/09/22/dilma-
oferece-a-saude-ao-pmdb-mas-condiciona-convite-a-aval-da-bancada/.
Acesso em 22 set. 2015.)

Nela, temos o uso de um importante elemento coesivo. O articulador "mas"


atribui ao enunciado a ideia de

explicação.

oposição.

causa.

adição.
consequência.

7a Questão

Na frase "Apesar de parecer simples, ele preferiu voltar a pé" há um trecho destacado. Essa primeira
oração estabelece com a segunda uma relação de

concessão.
conformidade.
finalidade.
explicação.
condição.

Explicação:

APESAR DE atribui valor concessivo: essa oração introduz um fato que não invalida a ideia expressa na
oração principal.

8a Questão

"Ao analisar o desempenho da economia brasileira, os empresários


afirmaram que os resultados eram bastante razoáveis, uma vez que a
produção não aumentou, mas também não caiu".
Tendo em vista que os conectivos são elos de coesão sequencial que ligam
orações entre si e pedaços do texto permitindo a passagem lógica de uma
ideia para outra, a expressão coesiva UMA VEZ QUE pode ser substituída,
sem alterar o sentido da frase, por...

porque.

no momento em que.

sem que.
quando.
se.