Você está na página 1de 2

Livro Processo de Projeto Em Arquitetura da Teoria a Tecnologia, de Doris C C K

Kowaltowski.
4 - O processo e os métodos

• Existem maneiras diferentes de descrever o processo de projeto arquitetônico ele


varia em função da natureza do problema do projeto, do perfil do arquiteto e das
necessidades entre outros aspectos.
• Podem possuir características comuns: a) processo mal estruturado, quando a
maioria dos problemas é mal definida e as soluções desconhecidas; b) processo
em aberto, não alcança uma solução ideal, na existe uma meta de morfologia
desejada; c) não tem ponto de partida, em geral começa com esboços, se
estabelece conjecturas e depois uma avaliação para confirma-las.
• Há duas técnicas para minimizar o problema de imprecisão e incompletude:
reduzir número de requisitos, apenas os que influenciam as principais partes do
edifício; e a sobreposição de princípios de ordenação fornecendo um ponto inicial
por meio de diagramas.

A formalização do processo de projeto arquitetônico

• Renascença formalizou o processo de arquitetura atual.


• Naquela época a profissão era dividida em dois tipos: formação em artes e ofícios
diversos que vinha de aprendizado de habilidades praticas; e formação em
educação clássica onde estudos teóricos eram mais importantes.
• Novas técnicas de desenhos, modelos em escala e maquetes ajudam a
experimentar diferentes soluções de projeto.

Os métodos de projeto

• Novos métodos buscam compreender o processo


• Morris Asimow: projeto como um processo de informação, em duas escalas
• Jones classifica sob três pontos: criatividade, racionalidade e controle
• Markus: sequencia continua de fases formada por analise, síntese e avaliação

As fases do processo de projeto arquitetônico

• Analise: identificação dos principais elementos que formam o projeto, objetivos,


critérios, metas, restrições etc.
• Síntese: fase criativa do estagio de decisão, ideias e soluções que atendam aos
objetivos.
• Avaliação: visa garantir que a solução proposta seja aceitável, procura detectar
deficiências, se atende a metas e objetivos e restrições
• Representação: expressa por desenhos, modelos entre outros meios que permitam
passar as informações, comunicar as ideias.

Métodos de busca de soluções de projeto


• O projeto busca uma solução que satisfaça as metas e objetivos
• Métodos buscam aproximar os potenciais, soluções, metas e restrições
• Método de tentativa e erro: busca desenvolver soluções e avaliar se elas atendem
as metas. O processo se repete até que se encontre a solução, podem ser por
processo de tentativa e erro ou geração e teste.
• Métodos de satisfação de restrições: aplicação de um progressivo número de
restrições de forma que pode se buscar uma única solução. Podem ser classificadas
como gerador de restrições, domínios e função.
• Método baseado em regras: expressa em procedimentos passo a passo para
realização de tarefas, visa reduzir a quantidade de problemas. Possui cinco
classes: analogias antropométricas, analogias literais, relações ambientais,
tipologias e linguagem formais.
• Métodos baseados em precedentes: novas soluções baseadas em experiencias.
Possui diferentes categorias que podem ter similaridade em termos de protótipos,
precedentes, analogias, mimetismo, simbolismo ou metáfora.

Considerações finais
• O processo e dinâmico, formado por diversas fases (analise, síntese e avaliação),
ciclos de decisões e métodos
• Compreender as diferentes técnicas e métodos e auxilia nas resoluções de
problemas e serve como ponto de partida.