Você está na página 1de 33

AS 5 PRINCIPAIS  DIFICULDADES 

DO ESTUDANTE DE ARQUITETURA
DICAS PARA A LEITURA DESTE EBOOK
OLÁ!
Este eBook é um PDF interativo. Isso quer dizer que aqui, além do texto, você
também vai encontrar links, botões clicáveis.
 
Quando o texto estiver assim, quer dizer que ele é um link para uma página
externa que vai ajudar você a aprofundar o conteúdo. Sinta-se à vontade para
clicá-lo! 

Esperamos que essas funções te ajudem na leitura do texto. 

BOA LEITURA!
SOBRE O AUTOR
Tiago Bezerra é proprietário da TB Arquitetura e Urbanismo, uma
empresa jovem e inovadora que viabiliza sonhos em diversos
estados do Brasil e no exterior.

O arquiteto representa a nova geração dos arquitetos brasileiros


através de sua metodologia autoral de gestão de projetos. 

Projeta lares, empresas e cidades melhores para clientes exigentes


que valorizam ambientes belos, funcionais, agradáveis e
sustentáveis.

Promove qualidade de vida, conforto, segurança, economia e


valorização patrimonial através da arquitetura escultural padrão TB.

Criador da Fórmula do Arquiteto, uma metodologia que irá


transformar a vida de muitos estudantes de arquitetura. 

"Acredito que contribuir para a formação de novos arquitetos


A GIFT

empreendedores, explorando o seu talento e oportunidades na


prática,irá valorizar a profissão que amo e elevar a arquitetura
brasileira ao mais alto nível, somos um povo muito criativo."
“AS 5 PRINCIPAIS DIFICULDADES DO ESTUDANTE DE ARQUITETURA”

Tem o objetivo de apresentar as barreiras mais comuns que encontramos


durante a faculdade de arquitetura, repassadas por vocês através de
minhas redes sociais. Mostrarei aqui como superar as seguintes barreiras:

1 - SABER POR ONDE COMEÇAR


2 - O MEDO DE ERRAR
3 - ENXERGAR AS OPORTUNIDADES
4 - CONSEGUIR ESTÁGIO
5- FALTA DE CRIATIVIDADE

Vamos detalhar cada uma delas, mas antes é importante você entender 3
conceitos da Inteligência Emocional. Aplicando de forma correta esse
conteúdo, você se tornará uma pessoa mais confiante, capaz e inteligente.
SENDO SINCERO,
sempre tive uma curiosidade de entender como as coisas funcionam,
entender sobre detalhes técnicos da arquitetura, como projetar
determinadas estruturas, quais programas utilizar e por aí vai.

No entanto, percebi que o grande diferencial que um arquiteto de


sucesso tem não está atrelado a ferramentas ou ao conhecimento
técnico.

O diferencial competitivo do arquiteto está atrelado à sua capacidade


visionária, se destacando por atitudes inovadoras, atrelado a ferramentas
e métodos de gestão, e principalmente por  sua inteligência emocional.
OS 3 PASSOS DA
INTELIGÊNCIA EMOCIONAL

1º PASSO 2º PASSO 3º PASSO


CONHECIMENTO COMUNICAÇÃO DESENVOLVIMENTO
INTRAPESSOAL INTERPESSOAL DO MINDSET 
1º PASSO
CONHECIMENTO INTRAPESSOAL

"Quem conhece o universo, mas não se


possui a si mesmo, esse não possui nada."
Jesus Cristo

A inteligência intrapessoal é caracterizada em como


identificamos nossas próprias emoções e
sentimentos, em vista a nos orientar de modo
estratégico para determinadas situações.
  
Quando nos conhecemos melhor, conseguimos
dominar o nosso comportamento e tomar decisões de
forma mais assertiva.

Para isso precisamos explorar dentro de nós quais são


as nossas ambições, o que nos motiva ou desanima e
qual a nossa meta de vida.
1º PASSO
CONHECIMENTO INTRAPESSOAL

O processo de autoconhecimento é o pontapé inicial


para a vitória sustentável e saudável. Treinar sua
inteligência intrapessoal promove a identificação de
suas principais qualidades, defeitos e desejos.

Ao entender quais são suas forças e fraquezas será


possível potencializar o seu talento e administrar as
suas imperfeições.

Dessa forma passamos a nos enxergar de forma clara,


como um mapa a ser melhorado. A partir disso
deixamos de nos julgar e cobrar em excesso porque
entendemos que estamos em processo de melhoria
contínua.
2º PASSO
CONHECIMENTO INTERPESSOAL

“Meu trabalho não tem importância nem a


arquitetura tem importância para mim. Para mim o
importante é a vida, a gente se abraçar, conhecer
as pessoas, haver solidariedade, pensar num
mundo melhor, o resto é conversa fiada.”
Oscar Niemeyer 

A capacidade de compreender as emoções e ter


atitudes corretas diante de outras pessoas é
considerada Inteligência Interpessoal.

Essa habilidade consiste em conjecturar antes de


emitir alguma opinião ou sugestão, contribuindo para
o desenvolvimento de relações sociais. 

A aptidão social é desenvolvida com bons hábitos e


atitudes que o tornarão uma pessoa socialmente mais
adaptada. 
2º PASSO
CONHECIMENTO INTERPESSOAL

Isso permite com que você identifique as qualidades


das pessoas ao seu redor e possibilita extrair o melhor
delas em situações de trabalhos em equipe e até
mesmo no dia a dia.

Segundo Daniel Goleman, “Perceber o que as


pessoas sentem sem que elas o digam constitui a
essência da empatia.” Ou seja, os benefícios de
desenvolver seu lado interpessoal o ajuda na
lapidação da sua comunicação, seja entre amigos,
familiares, clientes ou professores. 
3º PASSO
DESENVOLVIMENTO DO MINDSET

“Eu conheço o preço do sucesso: dedicação,


trabalho duro e uma incessante devoção às
coisas que você quer ver acontecer.”
Frank Lloyd Wright

É o conjunto de pensamentos e crenças que existem


dentro da mente que acarretam o que sentimos e
como nos comportamos. 

Existem 2 tipos de mindset:

FIXO
PROGRESSIVO
NO MINDSET FIXO...
Não há a busca por novos conhecimentos. Existe
uma estática zona de conforto inserida na mente
do indivíduo.

Pessoas com essas características apresentam


confiança em excesso nas suas
competências/inteligência e acreditam ser
autossuficientes, percebendo-se com traços fixos
de nascença e que são incapazes de alterar.

Gente com modelo mental estático tem medo do


fracasso e não se colocam em situações
desafiadoras. Querem ser a “número um” em vez
de “melhorar a si mesmo a cada dia”. Não são
colaborativas e Incomodam-se com o sucesso
alheio.
NO MINDSET PROGRESSIVO...
Há um envolvimento profundo com o novo. A
atividade do cérebro processa o erro e aprende a
corrigi-lo, como um ciclo virtuoso.
  
Pessoas com uma mentalidade de crescimento
buscam se desenvolver e seus potenciais são
continuamente estimulados à prática e
aprendizado.

Indivíduos com mentalidade progressiva motivam-


se com desafios. Gostam de relacionar-se com
pessoas mais inteligentes para aprender. São
colaborativas, proativas e humildes. Fomentam
inovação e enxergam com mais facilidade as
oportunidades da vida.
ANTES DE FALAR SOBRE AS 5
DIFICULDADES MAIS COMUNS
DOS ESTUDANTES DE
ARQUITETURA, VEJA ESSE
VÍDEO SOBRE A HISTÓRIA DE
UM BRASILEIRO VENCEDOR

CLIQUE AQUI
AS 5 PRINCIPAIS
DIFICULDADES 
DIFICULDADE 1
SABER POR ONDE COMEÇAR

“Se fiz descobertas valiosas, foi mais por ter


paciência do que qualquer outro talento.”
Isaac Newton

Essa é a preocupação mais comum. Enquanto


estudantes, recebemos uma enxurrada de assuntos
de todos lados e não sabemos como priorizar as que
realmente importam.

Você precisa ficar atento aos assuntos e matérias que


te despertam mais interesse.

Isso não significa que deva deixar de lados as


matérias que você não gosta. No entanto, essas
matérias que julga serem menos importantes, precisa
de um nível de estudo que seja suficiente para passar
sem ir para eventuais finais, administre-as. 
DIFICULDADE 1
SABER POR ONDE COMEÇAR
Para tornar-se um profissional que se destaque na
prática você precisa ser muito bom no que faz, foque
em potencializar as suas qualidades e aptidões e
esse poderá ser o seu principal objetivo no mundo
acadêmico.

Para as matérias que se relacionarem com suas


afinidades, procure mais aprendizado fora da classe.
Busque cursos extracurriculares para melhorar sua
performance.

Outro ponto chave é que, achar sua vocação


específica demanda esforço às técnicas de
inteligência emocional. Essas técnicas irão te ajudar a
se compreender melhor, para extrair o máximo das
suas aptidões.

Pode ser que demore mais um pouco para o seu


caminho clarear, porque cada um tem seu tempo,
mas acredite no processo como um todo. 
DIFICULDADE 2
O MEDO DE ERRAR

“Você pode encarar um erro como uma besteira a


ser esquecida, ou como um resultado que aponta
uma nova direção. ”
Steve Jobs

Desde cedo, queria sempre acertar. Não gostava de


cometer erros, afinal de contas, o agradável são as
vitórias, correto? Errado.

Com o tempo, percebi que quando cometia um erro,


não acontecia absolutamente nada demais e tudo que
julgava como uma burrada era meramente ilusão.
Quando acertava, não precisava ajustar-me, já que
sabia fazer aquilo.

Porém, o desenvolvimento acontece quando


aplicamos mudanças em nosso comportamento hoje,
tendo em vista chegarmos a soluções mais eficazes e
melhores no futuro.
DIFICULDADE 2
O MEDO DE ERRAR

As falhas são as melhores professoras. Inclusive você


deve investir em derrotas, essa é a melhor forma de
conseguir superar os seus limites. Parece estranho
afirmar tal coisa, assista o vídeo em que contarei a
história do campeão mundial de xadrez que investia
em derrotas, clique aqui!

A partir de hoje você entenderá que para evoluir


todos erramos.

Reflita comigo: Toda inovação parte de uma


tentativa de criar algo novo.

Logo, ao tentarmos desenvolver soluções criativas e


inovadoras, os desacertos irão surgir naturalmente e
devem ser interpretados como um passo
imprescindível para o surgimento de novas ideias e
soluções.
DIFICULDADE 2
O MEDO DE ERRAR
Empresas de arquitetura inovadoras, têm uma
tolerância grande a erros, porque entendem que o
espírito visionário precisa de um ambiente propício à
geração de novas ideias.

Isso porque é impossível inovar sem cometer falhas.

Na Fórmula do Arquiteto iremos lhe ensinar uma


excelente tática para aprender com seus erros e não
repetí-los nunca mais, isso mudou a minha vida!

A diferença de um profissional comum para o grande


líder visionário está na capacidade de assimilar e
aprender com as experiências.

Por outro lado, a punição ao erro inibe a confiança.

Quando saímos de nossa zona de conforto o risco


aumenta, crescem as ameaças e também as
oportunidades e devemos saber explorar justamente
essas situações. 
DIFICULDADE 3
ENXERGAR AS OPORTUNIDADES

“Posso escolher entre ser uma vítima do mundo ou


um aventureiro em busca do seu tesouro. É tudo
uma questão de como vou olhar a minha vida.”
Paulo Coelho.

Muitos estudantes que moram em cidades menores


me procuram com o discurso de que tem bastante
dificuldade de conseguir boas oportunidades.

Entendo esse sentimento, afinal, sou do interior.


  
De fato, para o interiorano há mais barreiras,
considerando números absolutos. Acontece que na
cidade grande, a concorrência é, por outro lado, muito
maior. Por isso as oportunidades nem sempre são
acessíveis.

Se fazer de vítima não é uma atitude saudável.


DIFICULDADE 3
ENXERGAR AS OPORTUNIDADES

Existem formas de avistar oportunidades disfarçadas.


Para isso, precisas ser otimista e desenvolver
soluções criativas.

O mundo contemporâneo e globalizado encurtou as


distancias e oferece um aparato incrível de caminhos
a serem seguidos, basta saber selecioná-los com
bons subsídios.

Uma ótima forma de criar e explorar as oportunidade


é criando metas, você poderá aprender comigo uma
metodologia incrível para definir suas metas na
Fórmula do Arquiteto. 
DIFICULDADE 4
CONSEGUIR ESTÁGIO

“O encontro da preparação com a oportunidade


gera o rebento que chamamos sorte.”
Anthony Robbins 

Parece papo furado, mas recebo em média 10


currículos por mês e vejo apenas documentos que
tem o seguinte conteúdo: Formalidade.

Para conseguir um estágio é preciso muito mais que


pôr em sua apresentação as instituições que estudou,
quais cursos de línguas fez e quais eventos participou.
  
Não enxergo nenhum diferencial simplesmente pela
faculdade que estuda, seja a mais conceituada do
mundo ou até mesmo se fala 5 línguas.

Claro, essas formações complementares acrescentam


e muito como um todo, mas não serão elas o fator
chave para conseguir algo.
DIFICULDADE 4
CONSEGUIR ESTÁGIO
O mais importante é o diferencial apresentado de
forma prática. No fim das contas, o que importa é
resultado e a transformação que o colaborador deseja
gerar.

A melhor forma de atingir seus objetivos é criando


situações que aumentem as suas probabilidades de
êxito, gerando oportunidades.

Dito isso, espero que ao preparar o seu novo currículo


você seja criativo ou inovador, foque no seu portfólio!
  
Quando um cliente te procurar futuramente, será
justamente porque ele gostou de seus projetos.

Agora que vem o “X” da questão!

A partir de hoje você fará os seus trabalhos


educacionais visando desenvolver um currículo
matador. 
DIFICULDADE 4
CONSEGUIR ESTÁGIO
Ao criar um portfólio próprio de qualidade você estará
agregando muito valor para a sua imagem e
aumentando as suas possibilidades de conseguir um
bom estágio.

Para isso: Encare os seus professores como seus


clientes. Essa atitude é uma ótima mentalidade para
aperfeiçoar a sua comunicação interpessoal. Escute
com atenção o mestre quando ele explanar algum
assunto e faça das suas dúvidas uma chance de
entender o que precisa ser melhorado.

Essa troca de informações é muito importante para o


desenvolvimento pessoal e isso vai valer ouro quando
se formar porque estará acostumado a escutar e
passar para o papel as expectativas e necessidades
de outra pessoa... 

TE EXPLICAREI DETALHADAMENTE COMO DESENVOLVER


ESSA RELAÇÃO CONSTRUTIVA COM SEUS PROFESSORES
EM NOSSO EBOOK QUE TE INDICAREI JÁ JÁ...
DIFICULDADE 5
FALTA DE CRIATIVIDADE

“Se você pode sonhar, você pode fazer.”


Walt Disney

Naturalmente, temos dificuldades para desenvolver o


nosso processo criativo. Sentamos com o papel em
branco e não conseguimos fazer nada... Isso acontece
porque não conseguimos encontrar uma base visual
em planta baixa ou em volumetrias para as nossas
ideias.  

Sabemos o programa de necessidades que


precisamos desenvolver no projeto, porém as formas
e soluções não aparecem.

Esse travamento criativo ocorre principalmente


quando estamos mais cansados fisicamente ou
psicologicamente. 
DIFICULDADE 5
FALTA DE CRIATIVIDADE

O dom criativo existe e há indivíduos que a


descobrem com mais facilidade. No entanto, é
plenamente possível você encontrar seu processo
criativo.

Talvez passe despercebido, mas o poder da


observação nos mínimos detalhes e o hábito de ver
como as coisas funcionam ou como se conectam,
ajuda bastante o processo criativo.

WALT DISNEY foi um grande empreendedor norte-


americano que chegou a passar fome para conseguir
elevar o seu sonho ao mais alto patamar, enfrentou
muitas dificuldades para conquistar seu espaço como
o animador mais admirado do mundo. 

O CRIADOR DO MICKEY MOUSE, POR SUA VEZ,


DESENVOLVEU UM PROCESSO CRIATIVO INTERESSANTE.
DIFICULDADE 5
FALTA DE CRIATIVIDADE
Ele observava as situações a partir de 3 aspectos:

O ponto de vista SONHADOR


Para poder ter liberdade de criar algo novo e que
emocionasse. Ele imaginara as possibilidades e ideias
que gostaria de realizar e dava asas à imaginação
sem se preocupar com a viabilidade.

O REALISTA
Era o aspecto responsável por tornar viável a ideia.
Essa era a hora de pôr os pés no chão e planejar
passo a passo. Objetivos de curto prazo eram
pensados e executados.

E, por último, o olhar do CRÍTICO


Aqui Walt  levantava questionamentos que iriam
qualificar o conteúdo das invenções, para analisar os
detalhes que precisavam ser corrigidos, dessa forma
ele gerenciava a qualidade dos empreendimentos.
CONTINUE COMIGO NA
FÓRMULA DO ARQUITETO
PARA APRENDER OUTROS
PROCESSOS CRIATIVOS
DE SUCESSO
QUAL O PRÓXIMO PASSO ?
Precisamos dar sequência aos ensinamentos passados aqui e você terá a
oportunidade de aprender muito mais continuando comigo através de nossa
metodologia visionária e empreendedora.
  
Permita-se conhecer mais a fundo o exposto até aqui. Irei te ensinar muito
conteúdo de valor que a faculdade não ensina.
  
Uma metodologia com técnicas e ferramentas práticas que você deve e pode
utilizar para a vida toda.

No mais, acredito que posso ajudar você a enxergar o mundo da arquitetura de


uma forma mais atraente, rica e promissora.

Obrigado por estar disposto a engrandecer a nossa profissão. Entendo que se


você chegou até aqui é porque deixou de lado a procrastinação, PARABÉNS!
Nunca aceite ter uma vida medíocre, sem destaque.

O SEU POTENCIAL É GRANDE DEMAIS PARA FICAR GUARDADO E DESPERCEBIDO.


PRÓXIMO PASSO...
Leia o guia definitivo para os estudantes de arquitetura que desejam fazer a
diferença, clicando no link abaixo:
“O ARQUITETO DE SUCESSO: EMPREENDENDO O
SEU TALENTO E OPORTUNIDADES NA PRÁTICA.”
Estou determinado em ajudar você a desenvolver o arquiteto empreendedor que
mora aí dentro

Darei o meu melhor por ti nesta jornada.  Juntos, construiremos uma nova visão e
dinâmica profissional.

Mostrarei detalhadamente o caminho que percorri para chegar até aqui e como
consegui clientes e parceiros em todo Brasil e no exterior.

E acredite, antes mesmo de completar 30 anos!

É um guia bem mais completo que mostrará como superei as barreiras durante
toda minha trajetória como estudante e arquiteto, criando e explorando
oportunidades disfarçadas! 
QUER
SABER
MAIS?

CLIQUE
AQUI
SIGA NOSSOS CANAIS
CLICANDO NOS ÍCONES ABAIXO :

NOS VEMOS NA FÓRMULA DO ARQUITETO !

Você também pode gostar