Você está na página 1de 12

Departamento de Engenharia Elétrica

Laboratório de Circuitos Polifásicos

Carga Trifásica

Prof. Felipe Sass

Grupo 1:

Alec Picanço
Paulo Jose Costa
Roberto Rangel

Niterói/RJ

Abril – 2019
1

Sumário
Lista de Figuras .............................................................................................. 2

Lista de Tabela ............................................................................................... 3

1 Introdução .................................................................................................. 4

2 Revisão da literatura.................................................................................. 5

2.1 Carga Delta ou Triângulo ...................................................................... 5

2.2 Transformação Delta – Estrela .............................................................. 6

3 Material utilizado e procedimento ............................................................ 6

3.1 Material utilizado ................................................................................... 6

3.2 Procedimentos ...................................................................................... 7

4 Resultados ................................................................................................. 7

4.1 Verificação da resistência entre linhas no experimento ........................ 8

4.2 Simulação do circuito no Multisim ......................................................... 8

4.3 Análise dos Resultados ....................................................................... 10

Referência Bibliográfica
2

Lista de Figuras

Figura 1 – Representação de uma carga delta.

Figura 2 – Transformação Delta - Triângulo.

Figura 3 – Arranjo da Carga trifásica resultante.

Figura 4 – Arranjo da Carga resultante desenhada no software Multisim.

Figura 5 – Valor de resistência entre as linhas R-S.

Figura 6 – Valor de resistência entre as linhas R-T.

Figura 7 – Valor de resistência entre as linhas S-T.


3

Lista de Tabela

Tabela 1 - Valores medidos de resistência na Carga resultante, considerando


um erro de medição de 3%.

Tabela 2 - Valores de resistências entre linhas, considerando um erro de


medição de 3%.
4

1 Introdução

O objetivo deste experimento é verificar o comportamento de uma carga


trifásica. Sendo está carga trifásica resultante composta por associação de três
Cargas Delta. Para tal verificação foi feito o uso de um multímetro digital.
Na primeira etapa do experimento utilizou-se o multímetro digital para medir
a resistência de cada resistor pertencente a carga. Já na segunda etapa
efetuamos a medição da resistência fase-fase da carga delta resultante.
5

2 Revisão da literatura

2.1 Carga Delta ou Triângulo

Suponha três cargas monofásicas associadas de uma tal maneira que


forme o arranho da Figura 1.

Figura 1: Representação de uma carga delta.

Nota-se que se for realiza a medição da resistência entre linhas haverá


um divisor de corrente. A resistência equivalente entre as linhas será
determinada pelas seguintes equações:

𝐙 .(𝐙 +𝐙 )
𝐙𝐀𝐁 = 𝐙 𝐀+(𝐙𝐂 +𝐙𝐁 ) (2.1)
𝐀 𝐂 𝐁

𝐙 .(𝐙 +𝐙 )
𝐙𝐀𝐂 = 𝐙 𝐂+(𝐙𝐀 +𝐙𝐁 ) (2.2)
𝐂 𝐀 𝐁

𝐙 .(𝐙 +𝐙 )
𝐙𝐁𝐂 = 𝐙 𝐁+(𝐙𝐀 +𝐙𝐂 ) (2.3)
𝐁 𝐀 𝐂
6

2.2 Transformação Delta – Estrela

Podemos realizar uma transformação na carga para facilitar alguns


cálculos em circuitos polifásicos.

Figura 2: Transformação Delta - Triângulo.

Efetuando os devidos cálculos para a transformação obteremos a


seguinte relação Delta – Triângulo:

𝐙𝐀∆ .𝒁𝑪∆
𝐙𝐀𝐘 = 𝐙 (2.4)
𝐀∆ + 𝐙𝐁∆ +𝐙𝐂∆

𝐙𝐀∆ .𝒁𝑩∆
𝐙𝐁𝐘 = 𝐙 (2.5)
𝐀∆ + 𝐙𝐁∆ +𝐙𝐂∆ )

𝐙𝐁∆ .𝒁𝑪∆
𝐙𝐂𝐘 = 𝐙 (2.6)
𝐀∆ + 𝐙𝐁∆ +𝐙𝐂∆

3 Material utilizado e procedimento

3.1 Material utilizado


a) Multímetro Digital;
b) Painel de cargas resistivas de 500Ω;
7

3.2 Procedimentos

Antes de iniciar a montagem do circuito, foi realizada uma checagem a fim


de comparar os valores teóricos e reais de cada elemento do circuito. Após essa
checagem individual de cada elemento e estando cada um dos valores dentro
de uma margem de erro aceitável foi dada continuidade a montagem do circuito
da Figura 3.

Figura 3: Arranjo da Carga trifásica resultante.

Após a montagem do circuito da Figura 3 foram anotados os valores de


resistência encontrado entre as linhas RS, RT e ST medida pelo multímetro
digital.

Com os resultados encontrados no experimento serão realizadas as


devidas comparações com valores encontrados na simulação do mesmo circuito
no software Multisim, versão 14.1. Estas comparações serão tratadas no item
4.3.

4 Resultados

Para o experimento, foram utilizadas onze resistências de 500Ω.


8

4.1 Verificação da resistência entre linhas no experimento

Valores medidos para cada resistor que compõe a carga, Tabela 1:

Resistência Valor medido(kΩ)


R1 1,04598 ± 0,03138
R2 0,54733 ± 0,01641
R3 0,5466 ± 0,0164
R4 0,52035 ± 0,01561
R5 0,55342 ± 0,01660
R6 0,55197 ± 0,01656
R7 0,51777 ± 0,01553
R8 0,52529 ± 0,01576
R9 0,54321 ± 0,01630
R10 0,54744 ± 0,01642
R11 0,54186 ± 0,01625
Tabela 1: Valores medidos de resistência na Carga resultante, considerando um erro de medição de 3%.

Medições feitas para a resistência entre linhas na Tabela 2 abaixo:

Resistência Valor medido(kΩ)


R RS 1,15426 ± 0,03463
R RT 1,63914 ± 0,04917
R ST 2,1904 ± 0,0657
Tabela 2 : Valores de resistências entre linhas, considerando um erro de medição de 3%.

4.2 Simulação do circuito no Multisim


Utilizando o software Multisim 14.1, simulamos o circuito representado na
Figura 3.
9

Figura 4: Arranjo da Carga resultante desenhada no software Multisim.

Utilizando o Multímetro no software Multisim, obtivemos os seguintes


valores de resistência entre linhas.

Figura 5: Valor de resistência entre as linhas R-S.

Figura 6: Valor de resistência entre as linhas R-T.

Figura 7: Valor de resistência entre as linhas S-T.


10

4.3 Análise dos Resultados

Podemos perceber que os valores nominais na resistência não são 500Ω


exatos, podemos atribuir está variação à incerteza de medição do Multímetro
Digital e a própria tolerância das resistências oferecido no painel de carga.
Apesar disto os valores simulados pelo Multisim ficam dentro da incerteza de
medição do Multímetro digital de 3%. A maior diferença entre o valor medido e o
valor simulado ocorreu na resistência entre as linhas S-T, sendo de 12% em
relação ao valor encontrado na simulação, porém ainda dentro da incerteza de
medição do Multímetro Digital utilizado no experimento. A resistência entre as
linhas R-S e R-T apresentaram uma diferença de 1% em relação ao valor
encontrado na simulação. Desta forma pode-se concluir que o experimento foi
de acordo com o esperado.
11

Referência Bibliográfica

 CHARLES M. CLOSE. Circuitos Elétricos. Volumes 1 e 2, Editora LTC.

 Nacional Instruments – NI Multisim – 2009 -


http://www.ni.com/pdf/manuals/374483d.pdf - acesso em: 29/03/2019.