Você está na página 1de 2

FÍSICA E QUÍMICA A - 11º ANO

FICHA DE TRABALHO
LEIS DOS MOVIMENTOS: m.r.u e m.r.u.v.

1. No início da contagem dos tempos, uma partícula estava na posição de abcissa 8,0 m do eixo OX.
Movendo-se com velocidade constante, passou pela origem do eixo ao fim de 4,0 s.
1.1. Escreve a equação das posições deste movimento.
1.2. Determina o instante em que a partícula ocupou a posição - 8 m. (t = 8 s)
1.3. Calcula o deslocamento que a partícula efectuou de 2,0 s a 6,0 s. (Δx = - 8,0 m)
1.4. No intervalo de 2,0 s a 6,0 s, que distância percorreu? (s = 8,0 m)

2. Uma partícula deslocou-se segundo a equação x = 10 + 40 t (SI). Indica, das afirmações que se
seguem, quais são as verdadeiras e as falsas e corrige as falsas.
A. No instante inicial, a partícula estava na posição 40 m.
B. No instante 5,0 s, a partícula estava na posição 20 m.
C. A partícula deslocou-se à velocidade de 40 m/s.
D. O movimento fez-se no sentido negativo do eixo que se fez coincidir com a trajectória.
E. A partícula nunca passou pela origem de OX.

3. O gráfico representa a posição, em função do tempo, de uma partícula com movimento rectilíneo. Indica
quais as afirmações verdadeiras e falsas:
A. No instante inicial, a partícula encontra-se na posição 4,0 m.
B. A equação das posições é x = 4,0 + 20 t (SI).
C. O deslocamento escalar, de 2,0 s a 6,0 s é 20 m.
D. A partícula deslocou-se no sentido arbitrado como negativo de
0 s a 4,0 s e no sentido arbitrado como positivo de 4,0 s a 8,0
s.
E. No instante 4,0 s passou pela origem do referencial.

4. Um comboio A parte de uma cidade com velocidade constante de 40 km/h. Em sentido contrário, e
também com trajectória rectilínea à velocidade constante de 60 km/h, parte simultaneamente, ao
encontro de A, um outro comboio B de uma cidade a 300 km da primeira.
4.1. Ao fim de quanto tempo se cruzam os dois comboios? (3 h)
4.2. A que distância do ponto de partida do comboio A, se cruzam os dois comboios? (120 km)
4.3. Quanto tempo demora o comboio B a chegar ao ponto de partida do comboio A? (5 h)

5. As leis horárias de dois automóveis A e B são as seguintes: xA = 50 + 10 t e xB = 10 t + 2 t2 (SI).


Considera que os automóveis se deslocam na mesma direcção e que iniciaram o movimento
simultaneamente. Calcula o instante em que os dois automóveis A e B se encontram. (t = 5 s)

Página 1 de 2
6. Do ponto A de um plano inclinado de comprimento AB = 40 m deixa-se
cair, sem velocidade inicial um bloco de 5,0 kg. Despreza o atrito e a
resistência do ar. Calcula a velocidade do bloco em B, aplicando:
6.1. A equação das velocidades e a equação das posições. (v = 20 m/s)
6.2. A Lei do Trabalho-Energia. (v = 20 m/s)

7. A equação da lei do movimento de uma partícula é: x = - 2,0 + 10 t + 2,5 t2 (SI).


7.1. Classifica o movimento da partícula.
7.2. Calcula a aceleração da partícula. (a = 5 m/s2)
7.3. Calcula o instante em que a partícula passa pela posição x = 0 m. (t = 0,19 s)
7.4. Escreve a lei das velocidades para o movimento.
7.5. Calcula a distância percorrida pela partícula no intervalo de tempo [2,0 ; 6,0]s. (s = 120 m)

8. A expressão analítica da lei do movimento de um corpo é a seguinte: x = 5,0 + 2,0 t + 4,0 t2 (SI).
8.1. Que tipo de movimento possui o corpo?
8.2. Calcula o valor algébrico da aceleração do movimento. (a = 8,0 m/s2)
8.3. Qual a posição do corpo ao fim de 10,0 s de movimento? (x = 425 m)
8.4. Qual foi a distância percorrida pelo corpo ao fim de 10,0 s de movimento? (s = 420 m)
8.5. Escreve a expressão analítica da lei das velocidades do movimento.
8.6. Qual foi o valor da velocidade do corpo no instante 3,0 s? (v = 26 m/s)

9. Uma partícula desloca-se com aceleração constante igual a 1 m/s 2. No instante inicial, a posição da
partícula é 0,7 m. No instante 1,0 s, a sua velocidade é nula.
9.1. Qual é o valor algébrico da velocidade inicial da partícula? (v0 = - 1,0 m/s)
9.2. Escreve a expressão analítica da lei das velocidades do movimento.
9.3. Escreve a expressão analítica da lei do referido movimento.
9.4. Em que posição a partícula muda de sentido? (x = 0,2 m)

10. Um corpo descreve um movimento rectilíneo e uniformemente variado, com uma aceleração de -2,5

m/s2. O corpo parte da origem com uma velocidade de 6 m/s .


10.1. Escreve a expressão das posições para o movimento deste corpo.
10.2. Escreve a expressão das velocidades para o movimento deste corpo.
10.3. Determina o instante em que a velocidade do corpo é nula. (t = 2,4 s)
10.4. Classifica o movimento do corpo.

11. O movimento de uma partícula é traduzido por: x = 0,5 + 4,2 t - 0,7 t2 (SI).
11.1.Qual é a expressão analítica da lei das velocidades do movimento?
11.2.Em que posição se encontrava a partícula quando a velocidade se anulou? (x = 6,8 m)
11.3.Calcula a distância percorrida pela partícula no intervalo de tempo [1,0 ; 4,0]s. (s = 2,1 m)
11.4.Em que instante passou a partícula na origem das posições? (t = 6,1 s)

Página 2 de 2

Você também pode gostar