Você está na página 1de 80

A FUNDESP INFRAESTRUTURA faz parte do grupo FUNDESP, e atua em obras de fundações e geotecnia.

Os equipamentos mais utilizados na execução torque adequado ao diâmetro, ao tipo de terreno


de Estacas Escavadas são as mesas rotativas e a profundidade exigida, inclui uma central
montadas em guindastes convencionais sobre hidráulica que comanda o “pull down” da haste
esteiras e as perfuratrizes hidráulicas sobre telescópica para dar maior penetração à
esteiras, que acionam a haste telescópica (Kelly ferramenta de escavação.
bar) que tem acoplada na sua extremidade
inferior a ferramenta de escavação, cujo tipo Os equipamentos que operam com haste
varia em função da natureza do terreno a telescópica “ Kelly” podem atingir cerca de 60 a
perfurar: trado, caçamba (balde) ou coroa. 70 m de profundidade.

Locada a estaca, antes do início da escavação, Quando a escavação atinge horizontes abaixo do
crava-se no terreno uma camisa metálica (tubo lençol freático, a perfuração é normalmente
guia) com 1,50 m a 2,0 m de comprimento e executada na presença da lama estabilizante.
diâmetro 10 cm maior que o diâmetro da estaca
a ser executada. A técnica de perfurações profundas
desenvolveu-se graças ao emprego da lama
À medida que penetra no solo por rotação, a bentonítica, que tem a função de garantir a
ferramenta se preenche gradualmente e, estabilidade do furo, evitando a utilização do
quando cheia, a haste é levantada até a revestimento em solo. A lama bentonítica é
superfície e a ferramenta é automaticamente obtida misturando-se bentonita em pó com
esvaziada por abertura do fundo, no caso da água, numa concentração variando
caçamba. normalmente de 3% a 8%, em misturadores de
alta turbulência (30 a 80 kg por m³ de mistura).
A mesa rotativa ou perfuratriz, que deverá ter
Terminada a perfuração inicia-se a troca ou
limpeza da lama bentonítica através de
hidrociclones e depois a colocação da armadura,
por meio de guindaste auxiliar ou com o próprio
guindaste da perfuratriz.

Tal processo consiste na aplicação de concreto


por gravidade através de um tubo (tremie),
central ao furo, munido de uma tremonha (funil)
de alimentação cuja extremidade, durante a
concretagem, deve estar convenientemente
imersa no concreto.
a) Abatimento ou “slump-test” = 22 ± 3 cm;
b) Fator água - cimento inferior a 0,6.
c) Resistência característica fck 20Mpa;
d) Consumo de cimento não inferior a 400 kg/m³;
e) Dimensão máxima do agregado 19 mm.
Dentre as principais vantagens que as estacas escavadas apresentam em relação aos outros tipos
de estacas podemos citar:
A escavação é totalmente revestida no trecho
em solo com camisa metálica perdida ou
recuperável e a rocha é escavada por rotação,
com uso de roller bit, e eliminado pelo processo
de circulação reversa.
Não causar sensíveis descompressões
ou modificações no terreno, evitando
A parede diafragma é executada da superfície do assim, danos às estruturas vizinhas;
terreno em painéis justapostos, com largura de
2,50m ou 3,20m, cuja continuidade é
assegurada com o auxílio de um tubo ou chapa-
junta, colocado antes da concretagem e retirado
logo após o início do endurecimento do
concreto. As técnicas executivas das paredes A possibilidade dos painéis fazerem
diafragma são substancialmente idênticas às parte da estrutura permanente;
das estacas escavadas. A difusão sempre
crescente deste sistema no setor da construção
pesada e residencial se deve principalmente às
vantagens que proporciona:
Parede Diafragma – Estação Eucaliptos – Metrô – SP

Pelas razões expostas, as paredes diafragma encontram hoje um vasto campo de atuação, podendo
ser usadas com sucesso em variados setores da engenharia de fundação, por exemplo:

Reservatórios contra enchentes (piscinões);

Serviços de subfundação e de proteção de obras ameaçadas pela erosão das águas;

Cut-off em barragens ou ensecadeiras impedindo o fluxo d'água;

Obras de canalização ou regularização das margens dos rios;

Construção de metrô, emboque de túneis, passagens subterrâneas e de grandes escavações em


centros urbanos;

Execução de subsolos para prédios, garagens subterrâneas, etc;

Grandes obras industriais para construção de poços ou silos enterrados;

Execução de cais de atração e navios ou diques sêcos para estaleiros;

Septos impermeabilizantes para evitar a contaminação do lençol freático.


Parede Diafragma com Clam-Shell hidráulico Parede Diafragma com Clam-Shell mecânico

Edifício viol – Parede Diafragma com contrafortes ETE Alegria – RJ – Parede Diafragma poligonal

Armadura da Parede Diafragma com tubos guia para Detalhe da instalação da armadura
execução de estacas raiz
As lamelas da parede diafragma podem ser usadas individualmente para resistirem a elevadas
cargas verticais. Neste caso são geralmente denominadas de estacas barrete, estacas com seção
transversal retangular, escavadas com “clam-shell”.
estaca hélice contínua é uma estaca de concreto moldada “in loco”, executada por meio de

iiiiiiiiiiiiii trado contínuo que é introduzido no terreno por rotação, e extraído simultaneamente a injeção

de concreto através da haste central do trado.


O abatimento ou “Slump” é mantido entre 190 e
250mm. Normalmente é utilizada bomba de
concreto ligada ao equipamento de perfuração
através de mangueira flexível. O preenchimento
da estaca com concreto é normalmente
executado até a superfície de trabalho, sendo
possível o seu arrasamento abaixo da superfície
do terreno, guardadas as precauções quanto a
estabilidade do furo no trecho não concretado e a
colocação da armação.

O equipamento empregado pela FUNDESP para podem ser encontrados no catálogo técnico do
cravar a hélice no terreno é constituído de uma fabricante, é que se determina quais diâmetros e
perfuratriz hidráulica sobre esteiras, dotada de comprimentos máximos cada equipamento pode
torre vertical de altura apropriada à profundidade executar.
da estaca; equipada com guias por onde corre a O equipamento deve ter capacidade para
cabeça de rotação de acionamento hidráulico. introduzir a hélice no terreno de maneira contínua,
até a profundidade prevista em projeto, sem a
E com base no torque da cabeça de rotação e da retirada do trado, para que se minimise o
capacidade de arrancamento da hélice, dados que desconfinamento do solo durante a perfuração.
A estaca raiz foi desenvolvida na Itália, no final da
década de 50 e tinha como função básica o reforço
de fundações. No entanto, os recentes
desenvolvimentos da técnica executiva e dos

Completada a perfuração em solo, com


revestimento total do furo, é colocada a armadura
necessária ao longo da estaca, procedendo-se a
concretagem do fuste com a correspondente
retirada do tubo de revestimento.
Os tirantes podem ser provisórios ou definitivos, sendo provisórios aqueles destinados a serem utilizados
por tempo inferior a dois anos.

Cuidados especiais devem ser adotados para tirantes definitivos, entre os quais a proteção com pinturas
anti-corrosivas, graxa, duto plástico envolvendo cada elemento fracionado, duto plástico envolvendo o
conjunto de elementos fracionados e o preenchimento do vazio entre os dois dutos com calda de cimento.
Vista da Ponte sobre o Rio Madeira
Cargas (tf) p/Ps

Cargas (tf) p/Ps


2