Você está na página 1de 6

Inclua algo de orcamento de PDV , pelo que sei se acompanhamento deve ser algo

em sistema mas fara diferença e algo sobre logística ....

Logística de material promocional: como facilitar

Como facilitar a logística de material promocional? Quem atua no mercado de

brindes, merchandising e promoção já sabe que adquirir um cliente pode ser mais

fácil do que atender sua demanda. Isso acontece porque no marketing promocional

existe um vão entre aquisição e conquista. Sim, estamos falando de logística.

Embora o assunto não tenha tanto glamour quanto a criação da comunicação em

trade marketing, a logística deve ter atenção especial, sendo crucial para reter os

clientes da agência. Entregar um planejamento e uma amostra é completamente

diferente de entregar um pedido de 30 mil unidades – mas o cliente só vai perceber

isso após o recebimento dos produtos (ou, pior, se não receber). Mas como evitar

esses contratempos?

Logística de material promocional: por que pensar nisso é essencial para


reter os clientes

Depois de desenvolver uma criação alinhada com a comunicação do cliente e orçar

as melhores opções de brindes e materiais promocionais, a retenção desse cliente

vai depender das entregas físicas, uma vez que o marketing promocional acontece

offline. A Mandaê elaborou um passo a passo para que as agências de marketing

promocional façam seus envios e evitem atrasos e avarias nos produtos. Vamos lá?

Planejamento logístico

Já adiantamos um spoiler: tudo é planejamento. Douglas Carvalho, diretor de

operações da Mandaê, reitera: “A agência promocional tem que pensar de trás para

a frente quando tem um contrato com o cliente, no sentido de cumprir o

cronograma proposto no planejamento das ações. De nada vai adiantar uma


criação alinhada com os objetivos de comunicação do cliente se a logística não

atender sua demanda a tempo.”

Uma vez que o negócio está fechado, a tarefa da agência promocional é gerenciar e

otimizar o processo logístico entre cada uma das partes. Armazenamento,

manuseio, embalagens, impostos, etiquetas, envio, recebimento e rastreio são as

principais etapas. O detalhamento das etapas abaixo também vale tanto para as

agências que operam as ações quanto para empresas que realizem diretamente a

distribuição de materiais promocionais. Abaixo, confira o que ter em mente antes

de investir nessa empreitada.

Armazenamento

Embora a logística deva ser pensada com antecedência, também não vale exagerar

na cobrança dos fornecedores, receber os materiais promocionais com muita

antecedência e comprometer espaço da agência. O ideal é coordenar as entregas

dos fornecedores e os envios para que os itens passem o menor tempo possível

guardados ou à espera do manuseio.

Como? Ter o controle prévio dos destinatários das encomendas vai ajudar a

distribuir a carga entre os veículos e possibilitar que a agência

faça dropshippingentre o fornecedor e a transportadora (quando os produtos

trocam apenas de veículo e não chegam a passar pelo estoque).

Dica: mantenha uma planilha atualizada com datas de entrega de fornecedores e

os diferentes destinatários e quantidades de encomendas. Use aplicativos como o

Google Maps para localizar destinatários mais próximos e otimizar o tempo e os

gastos com logística, além de fazer um planejamento prévio das entregas para

mostrar a evolução do processo para o cliente.

Manuseio

O manuseio de brindes e materiais promocionais (que também pode ser chamado

de montagem de kits) é outro fator que pode reduzir o preço, mas aumentar a

necessidade de mão de obra para a operação.

Por exemplo, foram fechadas entregas de três fornecedores para os itens de um

kit, além de cobrar a produção e entrega no prazo, a agência também terá que
contar com uma equipe para manusear brindes e montar kits para envio ao

destinatário.

Embalagens e empacotamento

Caso o cliente tenha solicitado uma embalagem para acomodar os kits ou brindes,

ainda assim é ideal agrupar as caixas menores dentro de outra maior ainda,

principalmente para aglomerar as unidades que têm o mesmo destino. Isso reduz o

volume de caixas e facilita o manuseio dos transportes.

Em relação à embalagem, proteção nunca é demais. Se um dos principais critérios

para conquistar um cliente é a logística, a embalagem vai ter papel fundamental na

proteção dos produtos, evitando que os itens sejam danificados no meio do

caminho.

É aconselhável que o empacotador nunca deixe espaços vazios na caixa. Para

preencher esses espaços, é possível usar plástico bolha, papel picado, almofadas de

ar e isopor. Cada um desses materiais é adequado para diferentes dimensões e

pesos de produtos, sendo que alguns deles não são encontrados no varejo.

ICMS de material promocional

Quando há envios de premiações (ou qualquer produto de valor comercial) entre

diferentes estados, o fornecedor é obrigado a emitir uma nota de simples remessa

e anexá-la ao envio pela parte de fora da caixa. Brindes, amostras, materiais de

merchandising e PDV não têm obrigatoriedade, embora seja aconselhável anexar a

nota para evitar transtornos, especialmente em transportes interestaduais.

Isso porque o ICMS (imposto interestadual do transporte de mercadorias) é

cobrado pela Secretaria da Fazenda em um sistema que imita as alfândegas, mas

entre estados. A fiscalização do transporte aéreo e rodoviário fica a cargo da Polícia

Federal, que pode pedir a nota dos produtos e até retê-los caso ela não esteja

anexada. Por exemplo, se um caminhão ultrapassa a fronteira entre São Paulo e

Minas Gerais, a fiscalização vai exigir a nota de simples remessa para substituição

tributária no estado de destino da encomenda.


Essa nota deve ser emitida e paga antes da postagem. Caso contrário, a Secretaria

da Fazenda pode reter as encomendas até que a nota seja apresentada.

Envio

Escolher uma transportadora para materiais promocionais que seja capaz de lidar

com as liberações das encomendas caso fiquem retidas na SEFAZ é o primeiro

passo. Em geral, as empresas de logística com malha interestadual têm mais

experiência com esse tipo de demanda. É importante que o prestador de serviços

logísticos consiga resolver os contratempos rapidamente sem precisar acionar a

empresa que contratou o serviço.

Etiqueta

Quando for fazer a etiqueta, a agência deve colocar o nome de cada destinatário ao

invés do nome da empresa. Quando falamos em empresas grandes, esse dado é

essencial.

Imagine que uma agência enviou 20 caixas para um dos complexos administrativos

de um banco. Com a quantidade de encomendas que chegam diariamente, os

funcionários da recepção não vão conseguir identificar de que funcionário ou

departamento é a encomenda, o que dá margem para que os itens não sejam

aceitos e retornem para o remetente.

A lição que pode ser tirada disso é: sempre coloque o nome da empresa e de quem

deve receber a encomenda nas etiquetas. Se o cliente não forneceu essa

informação (ele pode não saber disso), pergunte se será preciso, principalmente se

os envios forem feitos para diferentes localidades.

Recebimento

Ainda em relação às etiquetas, aqui vai mais uma dica para agilizar o controle dos

recebimentos: toda vez que completar uma caixa, escreva pelo lado de fora a

quantidade de itens contidos nela ou mantenha a mesma quantidade entre todas as

caixas enviadas.
Enquanto as empresas de logística de material promocional trabalham com volume

(em caixas), o cliente vai querer saber quantas unidades recebeu. Nenhum cliente

ficará satisfeito em contar cada unidade recebida. Quanto mais a agência facilitar o

trabalho do cliente, melhor será a sua reputação.

Rastreio

O rastreio dos produtos é uma opção disponível para qualquer modal de envio.

Desde que o produto é postado e até a chegada ao cliente, rastrear a encomenda

poderá fornecer com precisão o status da entrega. A Mandaê envia essas

informações para a agência e para o cliente assim que a solicitação de coleta é

concluída.

Além de usar o rastreio, a agência pode pedir um aviso de recebimento da

transportadora ou solicitar que o cliente envie um e-mail relatando as unidades de

produtos recebidas, com as informações anotadas na etiqueta ou do lado de fora

das caixas. Isso servirá para checar os recebimentos e solucionar problemas de

trocas com rapidez, principalmente quando há muitos destinatários.

Terceirização de logística promocional

Na Mandaê, a logística de material promocional é completa e sem necessidade de

firmar um contrato – basta criar uma conta no site e fazer o pedido. Atendemos

todo e qualquer cliente que queira fazer um envio sem se deslocar: também

trabalhamos com e-commerces, empresas de brindes, gráficas em geral e pessoas

físicas.

Entre os serviços de logística de material promocional, fazemos coleta das

encomendas no endereço do remetente, manuseio de brindes e montagem de kits,

conferência e afixação da etiqueta e da nota fiscal dos produtos, quando

necessário.

Atualmente, a Mandaê tem parceria com as transportadoras Total Express, Carriers

e Correios. Dentre os serviços prestados, estão:

o Logística de material de PDV – Material gráfico para ações de

trade e promoções, banners, lamás, wobblers, régua de gôndola,


faixa de gôndola e demais recursos de sinalização e positivação de

PDV.

o Logística de brindes e mala direta – Coleta, manuseio, montagem

de kits, empacotamento e postagem de brindes, amostra grátis e

mala direta.