Você está na página 1de 194

Seja bem vindo!

Curso AUTOCAD 2017

Carga horária: 40
até 280 hs
Conteúdo programático:

Introdução
Conceitos Básicos
Aula 1 - Download Autocad 2017
Aula 2 - Conhecendo a tela de boas-vindas ou new tab
Aula 3 - Conhecendo a Interface Gráfica do Programa
Aula 4 - Configurando sua Área de Trabalho
Aula 5 - Especificações e algumas Ferramentas Essenciais
Aula 6 - Application Menu
Aula 7 - Aprendendo sobre a Barra de Status
Aula 8 - Ferramentas e Funções
Novos Recursos do Autocad 2017
Introdução

Crie projetos deslumbrantes com o AutoCAD!


O objetivo deste curso é ensinar a projetar em duas dimensões de
forma simples e objetiva, mostrando comandos e recursos do
software AutoCAD 2017. Com esse curso você terá noções
básicas do programa e aprenderá vários comandos, o que o
deixará apto para desenvolver projetos.

Como o AutoCAD é um programa que tem muitas ferramentas e


um grande número de comandos e considerando que sua interface é
um pouco complicada, pedimos que prestem bastante atenção nas
lições, pois com certeza muitas "dicas" e “macetes” farão
diferença na qualidade de seus trabalhos e em sua produtividade.
O software AutoCAD é um programa de desenho técnico, o que
significa que o AutoCAD preserva todas as proporções dos
desenhos, mantendo as medidas reais dos objetos. Mudand o
somente a escala para melhor visualização.
AutoCAD é um software do tipo CAD - “computer aided design” ou
desenho assistido por computador - criado e comercializado pela
Autodesk desde 1982. É utilizado principalmente para a
elaboração de peças de desenho técnico em duas dimensões (2D)
e para criação de modelos tridimensionais (3D). Além dos
desenhos técnicos, o software vem disponibilizando, em suas
versões mais recentes, vários recursos para visualização em
diversos formatos. É amplamente utilizado em arquitetura, design
de interiores, engenharia civil, engenharia mecânica e em vários
outros ramos. As oportunidades em termos de mercado de
trabalho são muitas para o profissional que sabe utilizar as
diferentes funcionalidades do AutoCAD.
Cadista – como é chamado o profissional de AutoCAD - é
responsável pela elaboração de projetos com as especificações
dos equipamentos e dos materiais que serão usados para a
produção de material ou obra a ser realizada. Desenvolve esboços
e desenhos definitivos dos projetos, de acordo com as normas e
especificações técnicas. Modifica, redesenha e atualiza os
desenhos existentes. Define etapas do processo de fabricação,
confere e avalia os projetos a serem efetuados. Esse profissional
é encarregado da elaboração da parte técnica de projetos, não
sendo responsável por criar, mas sim por executar todo o desenho
técnico. Pode exercer a função mesmo sem ensino superior, basta
saber mexer no software e entender sobre projetos técnicos.

Conceitos Básicos

CAD - A sigla CAD vem do inglês "Computer Aided Design" que


significa Desenho Assistido por Computador. Na verdade são
programas (softwares) para computador, específicos para geração
de desenhos e projetos.

CAE – “Computer Aided Engineering ” que significa Engenharia


Assistida por Computador. É uma etapa que realiza em
“protótipos”, exercer em desenhos virtuais as cargas e esforços
cuja tal peça vai sofrer em seu trabalho ou sua utilização.

CAM - A sigla CAM também vem do inglês "Computer Aided


Manufacturing" que significa Fabricação Assistida por
Computador. Esse é um passo posterior ao CAD, (na Mecânic a)
se caracteriza pela geração de códigos específicos interpretáveis
por máquinas operatrizes utilizadas na fabricação de peças.

GIS – (Geografic Information System) Sistema de


geoprocessamento – Sistema para processar e gerar imagens
cartográficas, mapeamento e elaboração de bases cartográficas e
bancos de dados.
Segundo o site:
http://brasilescola.uol.com.br/informatica/autoc ad.htm
Explicações mais aprofundadas sobre o que são esses softwares
você encontra no site: http://www.cim-team.com.br/b lo g -
engenharia-eletric a-moderna/cad-c ae-e-c am-q ual-a-difere nca
AutoCAD - O AutoCAD é um programa (software), que se enquad ra
no conceito de tecnologia CAD e é utilizado mundialmente para a
criação de projetos em computador. Na verdade, AutoCAD é o
nome de um produto, assim como Windows, Office (Word,
Excel,...), etc. Existem outros softwares de CAD como
MicroStation, VectorWorks, IntelligentCad; para modelamento
tridimensional e paramétricos como Catia, Pro Engineer, Solid
Works, Solid Edges, etc.

Autodesk- Autodesk é o nome da empresa que desenvolve e


comercializa o AutoCAD.

1.2 QUEM USA O DESENHO ASSISTIDO POR COMPUTADOR (CAD)


Lista de profissionais que utilizam o CAD em seus trabalhos:
• Arquitetos e Urbanistas
• Engenheiros Civis
• Engenheiros Eletricistas
• Engenheiros Mecânicos
• Engenheiros de Produção
• Engenheiros Estruturais
• Engenheiros Acústicos
• Designers

A lista é grande. O software CAD é utilizado em vários escritórios


e empresas, já que é um programa que facilita a vida dos
profissionais, pois permite que empresas explorem e visualize m
ideias modeladas antes da execução física a ser implantada.

1.3 REQUISITOS DO SISTEMA OPERACIONAL PARA AUTOCAD 2017

Microsoft® Windows® 10 (desktop OS)


Sistema operacional Microsoft Windows 8.1 com a atualização KB2919355
Microsoft Windows 7 SP1.
1 gigahertz (GHz) ou mais rápido 32-bit (x86) ou 64 bits
Tipo de CPU
(x64 ).

Para 32-bit AutoCAD 2017 :

Memória 2 GB ( 3 GB recomendado).
Para 64-bit AutoCAD 2017 :

4 GB ( 8 GB recomendado).
360x768 (1600x1050 ou superior recomendado) com
True Color.
A resolução de tela
125% do Desktop Scaling ( 120 DPI ) ou menos
recomendada.
Windows exibição de cartão capaz de 1360x768 com
adaptador de vídeo recursos de True Color e DirectX® 9 ¹ . cartão
compatível com DirectX 11 recomendado.

Disco de Instalação Espaço 6,0 GB.

Apontando dispositivo MS - Mouse compatível.

Digitalizador apoio WINTAB.

Navegador Windows Internet Explorer® 9.0 (ou posterior).

.NET Framework .NET Framework Versão 4.6.

ToolClips Media Player Adobe Flash Player v10 or up.

Implantação via Assistente de implantação.

O servidor de licença e todas as estações de trabalho


que executam aplicativos dependentes de licenciamento
de rede deve executar o protocolo TCP / IP.

Ou Microsoft® ou TCP / IP Novell pilhas de protocolo são


aceitáveis. principais de autenticação em estações de
Rede trabalho pode ser Netware ou Windows .

Além dos sistemas operacionais suportados para a


aplicação, o servidor de licença será executado no
Windows Server® 2012, Windows Server 2012 R2 ,
Windows Server 2008 , Windows 2008 R2 edições
Server.

Citrix® XenApp ™ 7.6 , Citrix® XenDesktop ™ 7.6.

Requisitos adicionais para conjuntos de dados grandes, nuvens de pontos e 3D


Modeling:

Memória 8 GB de RAM ou mais.


6 GB de espaço livre no disco rígido, não
Espaço em disco
incluindo requisitos de instalação.

1600x1050 ou superior adaptador de vídeo


True Color ; 128 MB VRAM ou superior;
Visor de cartão Pixel Shader 3.0 ou superior; Compatível
com Direct3D® placa gráfica classe
estação de trabalho.

Nota: Os sistemas operacionais de 64 bits são recomendados se


você estiver trabalhando com conjuntos de dados grandes, nuvens
de pontos e Modelagem 3D e necessário se você estiver usando o
recurso de modelo de documentação do AutoCAD.

1.4 CARACTERÍSTICAS DO PROFISSIONAL CADISTA

O profissional Cadista tem possibilidade de atuar em diferentes


ramos nessa área. É um profissional que trabalha com o programa
AutoCAD, faz desenhos técnicos que muitas vezes são bem
elaborados, o que exige desse profissional um bom embasamento e
fundamentos teóricos para que consiga desenvolver bem seu
trabalho. Esse profissional muitas vezes recebe trabalhos de
outros profissionais para executar, pois não está apto para
desenvolver projetos e sim para executá-los no software, pode
receber também projetos de profissionais com curso superior,
como arquitetos e engenheiros.

Um profissional CAD deve ter entendimento de plantas técnicas,


então não basta ter conhecimentos somente do software, é preciso
entender como fará esses desenhos. É sempre bom investir em
sua carreira e aprender conteúdos novos. Para ter bons
resultados em sua profissão treine bastante no software, quanto
mais treinar mais estará apto para desenvolver melhores projetos,
com qualidade e agilidade.

Em termos financeiros um profissional dessa área é bem


remunerado e conforme for buscando por qualificações, várias
oportunidades aparecerão. Um profissional Cadista além de
trabalhar em empresas pode atuar autônomo, possibilitando assim
maiores ganhos.
Pesquise médias salariais em:
http://www.catho.com.br/profissoes/

Dicas de pesquisa:
• Cadista
• Projetista

Com o domínio no AutoCAD você terá grandes oportunidades de


trabalho e de ter destaque em algumas áreas. Com este curso
você aprenderá conceitos básicos sobre o software para que se
torne um profissional em desenhos técnicos.
O objetivo deste curso é ensinar algumas das funções e recursos
que o AutoCAD 2017 pode oferecer.

O AutoCAD é um software complexo, por tanto preste bem atenção em todas as


aulas para não perder nada. Bons estudos e boa sorte!

Aula 1 - Download Autocad 2017

Nesta aula será mostrado como baixar e instalar a versão do


AutoCAD 2017 gratuito da Autodesk, esta versão é destinada tanto
para educadores como para estudantes. O software (AutoCAD) é
o mesmo comercializado pela Autodesk s ó que por ter uma licença
destinada ao aprendizado, é proibido a comercialização. O
software a ser baixado para esta aula possui uma licença de até 3
anos.

RECOMENDAÇÕES ANTES DE INICIAR A INSTALAÇÃO

Antes de começar o download do programa, existem algumas


regras a serem seguidas, para correta instalação do seu software
Autodesk.
• A instalação deverá ser feita com seu computador ou notebook, conectados a internet,
pois arquivos importantes serão baixados durante todo o processo;

• Procure dar sempre preferência a conexões a cabo em vez de conexões sem fio (wi-fi).
Se isso não for possível deixe o micro o mais perto que puder do roteador/modem;

• Desative seu antivírus para evitar erros e problemas durante a instalação. Pode confiar,
o site da Autodesk é seguro;

• Lembrando que você deverá ter um bom tempo disponível para fazer a instalação e
paciência, pois esse procedimento requer vários passos, mas muitos são rápidos.
Somente a instalação principal demora horas até baixar o software. No final valerá a
pena.

LINK DE ACESSO AO SOFTWARE AUTOCAD 2017

Vamos fazer o download caso você não tenha o programa.


Primeiro deverá entrar no site da Autodesk para baixar o software.
Acesse o link: http://www.autodesk.com/education/free-software/autocad

CADASTRO NA AUTODESK

Após entrar no site aparecerá uma página igual a figura abaixo .


Você precisa ter uma conta da Autodesk para baixar o AutoCAD
2017, caso ainda não tenha faça uma conta clicando em CREATE
ACCOUNT, se já possuir uma conta clique em SIGN IN, faça seu
login e siga as instruções em: LOGIN E INSTALAÇÃO DO
SOFTWARE.
Para se cadastrar, clique em CREATE ACCOUNT e aparecerá
esta página igual a figura abaixo. Insira o país de sua instituição de
ensino (faculdade, técnico, etc) e se você é educador ou
estudante. Preencha adequadamente.
Após preencher com estudante aparecerá uma aba para colocar a
data de seu nascimento, depois de preencher adequadamente
clique em NEXT.

Após clicar em Next, abrirá uma caixa para preencher com seus
dados, preencha adequadamente, leia e aceite os termos, caso
concordar. Em seguida clique em SIGN UP.
Aparecerá um aviso na tela de que foi enviado um e -mail de
verificação para você, é necessário sua confirmação.

Entre em seu endereço de e-mail, procure o e-mail da Autodesk e


clique em verificar e-mail. Após clicar em VERIFY EMAIL,
aparecerá sua confirmação.
Aparecerá que sua conta foi verificada. Com esta única conta você
terá acesso a todos os produtos Autodesk. Caso queira receber
comunicações de e-mail da Autodesk clique em I would like to receive
email communications from Autodesk , caso contrário, não assinale essa
opção. E está feito, clique em DONE e redirecionará a outra
página.
Só mais um passo antes de baixar o software! Conte sobre a sua
instituição de ensino e como você pretende usar o seu software
livre. Preencha com seus dados adequadamente (1= Nome da
instituição de ensino, 2= Área de estudo, 3= Data que iniciou, 4=
Data de término). Clique em NEXT.
Para quem acabou de criar uma conta vai aparecer este
recado: Sua conta educacional está pronta, clique em DONE.

LOGIN, DOWNLOAD E INSTALAÇÃO DO SOFTWARE


Caso já possua uma conta, siga as instruções abaixo:
• Continuação tanto para quem criou uma conta como para quem já tinha uma conta e
era só entrar com login.
Para iniciar o download do AutoCAD 2017, volte ao site da Autodesk,
Acesse o link: http://www.autodesk.com/education/free-software/autocad e
clique em SIGN IN para fazer login.
Somente para quem já possui uma conta, preencha com seu e -
mail e senha de acesso, depois clique em SIGN IN.
Assim que logado, aparecerá uma página igual abaixo , clique em
DOWNLOAD NOW.
Clique e escolha as opções conforme especificações abaixo.
Escolha a VERSÃO que desejar. Opte sempre pela última versão
a ser lançada, pois é mais atualizada. Em nosso caso, clique na
versão do AutoCAD 2017.
Escolha o SISTEMA OPERACIONAL, opte entre WINDOWS 32 -
BITs ou WINDOWS 64-BITs. Caso não saiba qual versão do
sistema operacional está rodando em seu computador, siga as
instruções abaixo:

Escolha o IDIOMA de sua preferência. Aconselho (English), o


AutoCAD em inglês é o mais usado em escritórios de arquitetura e
engenharia no Brasil e no mundo. Além disso, os comandos e
atalhos mudam conforme idioma. O curso será ministrado com o
programa em Inglês, será bem mais fácil de acompanhar e tirar
dúvidas futuras.

Muitas pessoas que estão começando a se familiarizar com


software AutoCAD acham que a versão em português irá ajudar no
aprendizado, mas é bem pelo contrário.

Ter o AutoCAD em português não será um grande diferencial. A


razão maior é que materiais de apoio, em sua maioria esmagadora,
abordam suas explicações em versões em inglês do AutoCAD.
Além disso, profissionais mais experientes, empresas que podem
vir a lhe empregar, também em sua maioria, fazem uso da versão
inglesa.

Para aprender a manusear software AutoCAD, não é preciso ter


domínio do idioma, só é preciso entender os conceitos e
funcionamento do programa.
Após o preenchimento dos campos, clique em INSTALL NOW para
baixar o programa. Aparecerá em sua tela um acordo de licença,
leia e aceite se concordar, depois clique em INSTALL.

Será gerado um número de série e uma chave do produto para


ativação. Aparecerá a autorização para instalar em até dois
dispositivos pessoais com essa chave. Um e -mail com as
informações da licença será enviado a você . Guarde esse e-mail,
pois precisará dele para ativar o AutoCAD.
Assim que clicar em INSTALL aparecerá uma caixa igual à figura
acima, não feche enquanto o download não terminar. Junto com
esta caixa o download começará automaticamente se estiver
usando o navegador Chrome. Aparecerá no canto inferior
esquerdo de sua tela uma caixa igual abaixo.

Na pasta download de seu Windows, vai estar baixado o arquivo


de instalação. Assim que achar, dê dois cliques nele.

Clique em EXECUTAR.
Ao clicar no arquivo de instalação acima, será exibido o progresso
de extração dos arquivos.

Aparecerá em sua tela que o download vai iniciar. Em seguida


aparecerá uma tela igual à figura abaixo, clique em INSTALL.
Espere um pouco até aparecer à próxima tela, ela mostrará o
software a ser instalado, no caso o AutoCAD 2017. Clique em
INSTALL.
A instalação do programa começa. Nesta etapa é preciso ter
paciência, pois tudo o que é necessário para a versão AutoCAD
2017 funcionar sem problemas será baixado. Esse procedimento
levará horas até que finalize, é um passo primordial para a
instalação ser efetuada com sucesso. Isso reforça a necessidade
de você estar conectado a internet, não poderá perder conexão, se
cair sua conexão terá que iniciar esse procedimento novamente e
esperar carregar até que finalize. Agora é só esperar até a
instalação terminar.
Assim que a instalação terminar, será exibido uma tela com todos
os produtos instalados com sucesso.
Clicando em LAUNCH NOW, na tela anterior, será apresentada a
tela de migração de versão (Migrate Custom Settings), caso tenha
instalado em seu micro uma versão anterior e queira as
configurações já existentes para o AutoCAD 2017. Com ele você
pode migrar todas as configurações que fez para seu AutoCAD
antigo. Se você optar agora por não fazer essa migração, não tem
problema, pois esse recurso poderá ser acessado após a
instalação, acessando Migrate Custom Settings. Caso não tenha
nenhuma versão instalada em seu micro siga os passos abaixo.
CONFERINDO A LICENÇA E ACESSANDO O PROGRAMA
Encerrada a instalação, o ícone de acesso ao programa será
instalado em sua Área de Trabalho e Menu Iniciar.

Dê um duplo clique no ícone do AutoCAD 2017. Ao abrir


o AutoCAD pela primeira vez, você terá que ativar sua licença.
Essa é uma mudança em relação às versões anteriores.
Abrirá uma caixa, clique em: sempre associar arquivos DWG com AutoCAD
(recomendado). Garante que o AutoCAD será sempre usado para abrir
arquivos DWG. Esta mensagem não aparecerá novamente.
O AutoCAD irá conferir a licença.
Abrirá uma declaração de privacidade, leia e aceite se
concordar. Clique em I AGREE.

Parabéns agora você possui a versão AutoCAD 2017.


Bons estudos com sua versão AutoCAD 2017!

APLICATIVO CRIADO PARA FAZER ATUALIZAÇÕES

Junto com esta nova versão do AutoCAD 2017, é baixad o


automaticamente um ícone de atualizações. Ele se encontra em
sua área de trabalho como: Aplicativo da Área de Trabalho
Autodesk.

A grande utilidade do Aplicativo da Área de Trabalho é que você


tem um canal direto com a Autodesk dos seus aplicativo s
instalados. Para entrar, é necessário estar logado com sua conta
Autodesk, estudantil ou profissional.
Com esse aplicativo você terá acesso a todas as atualizaçõ e s
disponíveis Autodesk além de novidades e tutoriais.
DICA IMPORTANTE

Caso você clique pela primeira vez em seu ícone de acesso ao


AutoCAD 2017 (1), e o programa não começar a carregar para
abrir, verifique se há alguma atualizaç ão pendente da versão no
ícone do Aplicativo da Área de Trabalho Autodesk (2).
INSTALANDO E CONFIGURANDO PARA VERSÃO AUTOCAD CLÁSSICO

As novas versões do AutoCAD não baixam automaticamente a


versão clássica. Como muitas pessoas só sabem mexer no
programa nessa versão, ensinaremos a atualizá -la. Porém, se
você já tinha um AutoCAD instalado e migrou essa versão
(mostrado em passos anteriores) não precisará fazer esse passo,
pois o seu AutoCAD já conterá suas configurações anteriores.
Primeiro faça o download de um arquivo clicando
em: https://drive.google.com/open?id=0B8GBErDzS33tYUhCeXU5T3JzYTA

Abra o AutoCAD. Ao abrir o programa, clique em START


DRAWING (comece a desenhar), sempre que desejar iniciar um
novo projeto você pode seguir esse passo.
Iniciando o AutoCAD, você terá acesso à interface do programa.
Para acrescentar a versão clássica clique em CUSTOMIZE.
Aparecerá esta caixa, clique em TRANSFER.
Aparecerá Customizations in new file, ache um ícone igual à figura
abaixo e clique em OPEN CUSTOMIZE FILE.

Agora procure o arquivo que foi baixado, onde você o salvou.


Provavelmente ele está na pasta Downloads de seu micro. Assim
que achar o arquivo, clique nele e em abrir.
Clique no arquivo AUTOCAD CLASSIC, que está em Customizations
in autocad classic.cuix, arraste ele para o lado esquerdo e solte, assim
que soltar o AutoCAD classic, já estará na workspaces. Feito isso
clique em OK.

Terminado o processo, você será redirecionado à área de trabalho


do programa. Existem alguns meios para mudar a versão da áre a
de trabalho do AutoCAD. Para mudar a versão você pode clicar em
Workspace Switching (1), no canto inferior direito no ícone que s e
parece com uma engrenagem e depois em AutoCAD Classic.

Ou poderá encontrar clicando em , depois clique em


Workspace, em seguida clicar em AutoCAD Classic.
Aula 2 - Conhecendo a tela de boas-vindas ou new tab

Vamos conhecer a interface do programa. Para abrir o programa,


dê um duplo clique no ícone em sua área de trabalho.

Primeiramente, abrirá a tela inicial ou NEW TAB como é mais


conhecida, é uma tela padrão na iniciação do AutoCAD 2017. Através
dela é possível ter acesso a várias ações iniciais, como acesso a
área de trabalho do AutoCAD, arquivos, modelos, desenhos abertos
recentemente e entre outros.
CONHECENDO TEMPLATES

Esta tela que se abre é a página de criar (CREATE), nela se


encontra START DRAWING que, ao ser clicado, abre a áre a
gráfica ou área de trabalho. Logo abaixo estão os TEMPLATES.
Templates são modelos pré-configurados do AutoCAD. Assim que
mudar seu template, quando clicar em Start Drawing, sua áre a
gráfica abrirá na configuração em que você deixou.
Como por exemplo, clicar em TEMPLATES, depois em
ACADISO.DWT e em START DRAWING, sua área gráfica
aparecerá assim:
Ou clicando em TEMPLATES, depois em ACADISO3D.DWT e em
START DRAWING, sua área gráfica aparecerá assim:
Com templates sua área gráfica do AutoCAD es tará configurad a
conforme suas necessidades, assim que criar um template e
colocar estilos e ferramentas que mais usa, isso ficará salvo e toda
vez que for trabalhar poderá abrir a área gráfica com as
ferramentas de sua preferência, facilitando assim seu trabalho .
Isso poupará você de precisar estar configurando e procurando as
ferramentas que precisa toda vez que abrir o programa. O
programa já disponibiliza alguns templates prontos também, onde
você poderá ver se algum se encaixa no padrão que precisa. Isso
possibilita escolher modelos diferentes, como por exemplo, um
com configurações que você mais goste ou que seja mais voltado
para desenhos em 3D, algum com configurações que supram
melhor suas necessidades para trabalhar.
Não esqueça que arquivos Templates são arquivos em DWT.
ABRINDO NOVOS ARQUIVOS

Logo abaixo dos Templates temos OPEN FILES, clicando você


abre uma caixa onde irá procurar arquivos já existentes em seu
micro para trabalhar. Assim que achar o arquivo que deseja clique
em OPEN e o arquivo abrirá.
Na opção abaixo de Open Files, em: OPEN A SHEET SET você
consegue abrir arquivo de conjunto de folhas.

TEMPLATES DO SITE AUTODESK

Você pode procurar por Templates online no site clicando em GET


MORE TEMPLATES ONLINE e pode baixar o template que
desejar.
ABRINDO ARQUIVOS PRONTOS DO PROGRAMA

No último ícone desta fileira você pode explorar modelos de


arquivos do AutoCAD que já vêm com o programa e pode usar
como exemplo para trabalhos futuros. Alguns arquivos vêm no
modo leitura onde você só poderá ver e não poderá modificar o
arquivo, mas se quiser utilizar pode salvar com outro nome e
aproveitar o arquivo, outros aparecem como modo de visualizaç ão
em LAYOUT e é só clicar em MODEL (layout é a área onde se
monta a prancha e model é a área onde você trabalha) que poderá
modificá-lo normalmente. Escolha o arquivo que desejar e clique
em OPEN. Os arquivos abrirão em Inglês.
ARQUIVOS ABERTOS RECENTEMENTE

Na segunda coluna estão os arquivos recém abertos, em que se


você quiser acessá-los é só clicar neles e trabalhar. Se desejar
mudar a visualização desta coluna é só clicar em um dos três
modos logo abaixo, indicado pela seta.
CONECTIVIDADES

Na terceira coluna temos a janela CONNECT (canal de


conectividades) onde, por exemplo, podemos entrar no site da
Autodesk e utilizarmos o Autodesk 360. O Autodesk 360 serve para
salvar arquivos em uma nuvem de armazenamento com acesso
direto da internet sem precisar de pendrive, isso facilita se você
quiser abrir ou salvar um arquivo em qualquer computador.
Essa opção pode ser muito útil por ser segura, seus arquivo s
jamais se perderam, você nunca terá problemas com erros em
pendrives ou HDs que não funcionem mais ou se percam. Você
poupa espaço do seu micro, não corre o risco de perder arquivo s
importantes e pode acessar em qualquer computador de mesa,
tablet ou notebook.
Entre no site http://www.autodesk.com.br/360-cloud e navegue para
desfrutar das vantagens que a Autodesk proporciona. Com uma
conta da Autodesk você tem acesso a essa nuvem de
armazenamento e ganha 5 GB para armazenar seus arquivos .
Serviços básicos na nuvem: visualize, edite e compartilhe arquivo s
com qualquer pessoa, entre outros.
ÁREA DE APRENDIZADO

Temos também a área de aprendizado. Clicando em LEARN,


apareceram vários vídeos (tutoriais) produzidos pela Autodesk,
porém eles são em inglês. Fique a vontade para navegar o quanto
desejar. Caso queira volta à área de criação, clique em CREATE
e será redirecionado novamente à área já explicada.
Aula 3 - Conhecendo a Interface Gráfica do Programa
Para iniciar um novo projeto não tem nenhum segredo, é só clicar
em START DRAWING que se abrirá a área gráfica ou área de
trabalho.
Para voltar à tela inicial (NEW TAB) é só clicar em START quando
desejar e para voltar à área gráfica clique em DRAWING1 ou se
desejar abrir mais uma área gráfica para criar um novo projeto

clique no ícone ao lado de drawing1. Assim você navega entre


as páginas abertas em seu AutoCAD e abre novas páginas.

BARRA SUPERIOR DE ACESSO RÁPIDO

Essa barra se divide em duas a QUICK ESSES e INFO CENTER.

O QUICK ESSES fica ao lado do Application menu, é uma barra


de acesso rápido onde você pode criar um novo arquivo, abrir um
novo arquivo, salvar, salvar como, imprimir e desfazer e refazer
uma ação do seu desenho. Onde temos o workspace, se ele
estiver ligado vai aparecer a última barra onde está na opção
DRAFTING E ANNOTATION, é o layout do AutoCAD onde você
pode escolher a opção que mais facilitar seu trabalho.
INFO CENTER, nesta barra se localiza a barra de pesquisa, que
se encontra ao lado de Quick Esses. Em SIGN IN você tem a
opção de se conectar com a Autodesk 360. Em Autodesk
Exchange Apps seriam os aplicativos da Autodesk. Na opção
STAY CONNECTED você se conecta com a comunidade online
Autodesk. E por último, temos o menu de ajuda onde você tira
algumas dúvidas.

BARRA DE GUIAS

Cada guia tem uma função diferente, na guia Home nós temos uma
área de opções que é dividida em painéis, que estão em RIBBON.
No primeiro painel nós temos o painel de desenho, segundo painel
de modificação, anotação, layer, etc. Ou seja para acessar as
ferramentas do AutoCAD tem que clicar um uma determinada guia
e escolher a ferramenta desejada.

SISTEMA RIBBON

O sistema Ribbon, funciona de forma similar ao utilizad o


atualmente em pacotes da linha Office da Microsoft. Nele, os
comandos estão divididos em painéis de mesma função
(Desenhos, Edição, Anotações, etc.), que por sua vez estão
divididos em abas. Clicar em um dos ícones corresponde a inserir
um comando na Caixa de Comando.

BARRA DE NAVEGAÇÃO

Na barra abaixo você navega entre seus arquivos abertos.


VIEW CUBE

Temos a barra para navegação entre as vistas, que serve como


direção para seu desenho. Funciona como a rosa dos ventos a
bem dizer, acima está o norte, abaixo sul, direita leste e esquerda
oeste. Só que essa barra de navegação é diferente em alguns
aspectos, pois você pode ver um desenho em perspectiva ou os
lados conforme for movimentando sua barra. Essa barra serve
mais para desenhos em 3D, nesse curso não usaremos muito esse
item.

NAVEGATION BAR

Temos abaixo da barra de navegação, o menu de navegação. Ele


serve para navegar na área de trabalho, dando zoom por exemplo.
Os comandos de visualização permitem mostrar detalhes do
projeto tornando mais acessível e fácil de trabalhar.

COORDENADAS X E Y
O sistema de coordenadas indicam os eixos X e Y.

DRIDES
Os grides são as grades que aparecem em sua área de trabalho
do AutoCAD, elas servem para te auxiliar nas direções e você pode
configurá-las para trabalhar com determinada distância, mas isso
não é muito bom quando você não trabalha com projetos
modulares. Normalmente se trabalha com projetos mais livres no
AutoCAD e com dimensões totalmente diferentes, então essa
opção às vezes é melhor deixar desligada para não confundir no
desenho.
Para ligar ou desligar os grides clique em F7 no teclado. Outra
opção que também está relacionada aos grides é o F9 que, se
clicado, vai pegar os pontos de encontros desses grides, sugiro
que sempre trabalhe com essas opções desligadas.

MODEL SPACE E PAPER SPACE


Model Space: mostra a área de trabalho onde produzimos os
desenhos.
Paper Space: é um espaço destinado para montar as folhas em
escala com o que você desenhou. Onde irá configurar seu projeto
em uma folha para plotar.

CAIXA DE COMANDO (PROMPT)

A caixa de comando é o local onde você vê os comandos que está


utilizando, os procedimentos do programa. Ao inserir um comando
inicia-se um diálogo com o programa, onde o AutoCAD mostra os
comandos que estão sendo utilizados. É sempre importante estar
atento às informações mostradas na Caixa de Comando, ela pode
tanto pedir informações quanto expor opções a serem escolhidas
dentro do mesmo comando.
Caso você suma com essa barra é só clicar CTRL + 9.

BARRA DE STATUS

Ela possui ferramentas essenciais. Situa-se na parte inferior do


programa, abaixo da caixa de comando, e contém botões
referentes ao funcionamento do AutoCAD, que podem estar
ligados (em azul) ou desligados (cinza).

DEIXANDO ÁREA DE TRABALHO MAIOR


Caso deseje ter sua tela de trabalho maior é só minimizar as
ferramentas clicando em MINIMIZE TO TABS e sua tela de
trabalho ficará bem maior. Com essa opção ligada, sua barra de
ferramentas sumirá da tela, mas quando quiser usar é só clicar na
guia que desejar, que ela aparece. Você pode optar entre as
opções MINIMIZE TO PANEL TITLES ou MINIMIZE TO PANEL
BUTTONS.
Se desejar fixar novamente a barra de ferramentas é só clicar no
botão indicado abaixo.
Agora você conheceu a interface do AutoCAD 2017.

Aula 4 - Configurando sua Área de Trabalho


Clique em , e depois em OPTIONS ou digite OPTIONS e dê
ENTER. Aparecerá uma barra onde você pode configurar seu
AutoCAD conforme sua necessidade.

CONFIGURAÇÕES
Após entrar em OPTIONS aparecerá uma caixa com várias
opções.
OPÇÃO FILES
Possui arquivos.
OPÇÃO DISPLAY
Você pode mudar a cor de sua área gráfica ou barra de
ferramentas. Na caixa DISPLAY você consegue mudar, por
exemplo, a cor do seu fundo ou da barra de ferramentas.
Clicando em LIGHT você muda a cor da barra para branco, se
desejar mudar é só clicar nesta opção e depois em APPLY e OK.

Como pode ver ela está branca. Caso deseje voltar para a cor que
estava é só ir em OPTIONS novamente, depois em DISPLAY e
selecionar DARK, clicar em APPLY e OK.

Em COLORS podemos mudar as cores de todos os elementos da


interface. Em INTERFACE ELEMENT você escolhe onde d eseja
mudar a cor. Vamos ensinar a mudar a cor da área gráfica, com a
opção UNIFORM BACKGROUND selecionada clique em COLOR,
escolha a cor que deseja ter em sua área gráfica e clique em
APPLY E CLOSE.
Ainda na aba DISPLAY temos a opção CROSSHAIR SI ZE onde
você muda o tamanho de sua seta. Ela te auxilia a ver se seu
desenho está alinhado em X e Y.

OPÇÃO OPEN AND SAVE


Nesta opção você configura como irá salvar seus arquivos. Em
FILE SAVE em SAVE você pode configurar a versão que seu
arquivo será salvo, lembrando que o AutoCAD salva arquivos com
a extensão DWG. É bom deixar para salvar seus arquivos em uma
versão mais antiga, pois caso passe seus arquivos para outras
pessoas e as mesmas possuírem uma versão mais antiga do
AutoCAD, elas conseguirão abrir. Como por exemplo, outra
pessoa tem a versão 2014 do AutoCAD e você manda um arquivo
na versão 2017: por você ter uma versão atualizad a, quem possuir
uma versão antiga não conseguirá abrir o arquivo. Neste caso você
pode deixar a opção AUTOCAD 2013 DRAWING. (*DWG)
marcada.
Em FILE SAFETY PRECAUTIONS, se encontra a opção se
AUTOMATIC SAVE, nesta opção você determina o tempo em que
o AutoCAD salvará automaticamente o arquivo em que esteja
trabalhando. Essa é uma opção muito importante, pois caso
aconteça de o programa fechar sem aviso ou alguma falha elétrica
em sua casa desligar seu computador, você não perderá todo o
seu trabalho, pois o programa já terá salvado seu arquivo dentro
do tempo estipulado. No exemplo abaixo, o AutoCAD salvará a
cada 10 minutos seu arquivo, mas você pode modificar esse tempo
conforme achar melhor.

OPÇÃO PLOT AND PUBLISH


Encontra as opções de configurações para plotagem padrão de um
novo desenho, onde você tem a possibilidade de deixar gravada a
opção em que deseja plotar. Pode utilizar como dispositivo de
saída predefinido ou utilizar últimas definições de enredo de
sucesso. Depois poderá configurar sua plotagem conforme
necessário na caixa de diálogo de plotagem.
OPÇÃO SYSTEM
Configura o sistema, no momento não há necessidade de mudar
as configurações desta opção.
OPÇÃO USER PREFERENCES
Em sequência, encontramos a opção USER PREFERENCES
(preferências de usuário), onde temos as opções: SOURCE
CONTENTE UNITS (unidades de conteúdo de origem) e TARGET
DRAWING UNITS (identificar as unidades de desenho). Você
poderá mudar a unidade de medida do seu programa, podendo
colocar em milímetros, centímetros, metros entre outras unidades .
Sugerimos que deixe em metros caso não trabalhe
especificamente com alguma unidade de medida.
OPÇÃO DRAFTING
Temos a caixa de Elaboração (DRAFTING), onde consegue
modificar seu cursor, mudando sua cor e aumentando o ponto de
precisão (marcador) ou tamanho da abertura.
OPÇÕES: 3D MODELING, SELECTION, PROFILES, ONLINE
Nas seguintes abas você encontra modelagem 3D (3D modeling),
seleção (selection), perfis (profiles), conectados (online). No
momento não há necessidade de mudar essas configurações,
somente se desejar mudar para alguma configuração a que está
habituado, pode modificar a vontade.
Depois de ter configurado tudo o que desejar, clique APPLY para
aplicar as configurações e depois em OK.
NÃO SE ESQUEÇA DESSE PASSO, É IMPORTANTE PARA QUE
SUAS CONFIGURAÇÕES PERMANEÇAM CONFORME VOCÊ
MODIFICOU.

RESTAURAR CONFIGURAÇÃO PADRÃO DO PROGRAMA

Existe uma opção onde você pode restaurar o pad rão do


programa, voltando à configuração inicial de seu AutoCAD. Mas
CUIDADO, somente utilize essa alternativa se não tiver escolha,
pois realmente voltará às configurações iniciais e você perderá
tudo o que já configurou. Digite OPTIONS e ENTER vá a
PROFILES e em RESET, SIM, APPLY e OK. Só utilize esta opção
em casos extremos, em que tenha excluído acidentalmente
ferramentas e não conseguir achar solução em lugar algum.

Caso você exclua sem querer a barra de navegação, é só digitar


NAVBAR e depois clicar em ON.
Aula 5 - Especificações e algumas Ferramentas Essenciais

Como na maioria dos programas, no AutoCAD existem várias


formas de acessar uma mesma função, como por exemplo, atravé s
do mouse, teclado e barra de menu. A forma mais usada pelos
profissionais é via teclado por ser prático e o trabalho acabar sendo
mais rápido para executar. No AutoCAD, qualquer tecla que digitar,
aparecerá automaticamente na janela de comando o comando
indicado. Todos os comandos possuem um nome pelo qual podem
ser acessados. A maioria dos comandos ao invés de digitar todo o
nome, são acessados através de abreviações. Como por exemplo,
para fazer uma linha basta digitar MOVE, ou abreviar M.
Reforçando. Os comandos do AutoCAD podem ser acessados
tanto da barra de ferramentas como das guias ou por atalhos. É
sempre importante ver na guia de comandos quando você digitar
um atalho para ver para qual comando ela está te direcionando.
Se desejar, pode aumentar a guia de comandos, clicando nela e
quando aparecer uma seta você arrasta e ela aumentará,
conforme sua necessidade.
Antes de iniciar o uso dos comandos deve -se ter familiaridade com
o funcionamento do Mouse e do Teclado, afinal, será através deles
que serão enviados os comandos para o programa.

MOUSE
Scroll:
É muito utilizado por ser um modo prático de aproximar ou
afastar do desenho dando Zoom. Para utilizar, basta rolar o Scroll
para frente ou para trás.

Botão Esquerdo: Utilizado para selecionar.

Botão Direito:
Abre menus flutuantes com opções variando conforme
o comando ativo.

FERRAMENTAS DE SELEÇÃO
Comandos de seleção permitem que objetos sejam selecionados,
podendo fazer o que desejar com o objeto (mover, excluir, alterar
suas propriedades, etc).
SELECIONANDO OBJETOS

Para alterar um objeto temos que selecioná-lo. Existem algumas


formas de selecionar um ou mais objetos.
Quando clicar em um objeto ele ficará selecionado e suas linhas
ficarão azuis (marcadas), com todas as extremidades marcadas
com quadrados. Clicando nestes quadrados azuis eles poderão
ser ajustados, mudando o objeto conforme necessário. Para sair
de uma seleção basta clicar em ESC.
Para selecionar vários objetos diferentes basta ir clicando nos
objetos e linhas que desejar, um após o outro. Para tirar um ou
alguns objetos da seleção, caso tenha selecionado errado, aperte
a tecla Shift e com ela pressionada clique no objeto que desejar.

SELECT WINDOW (SELEÇÃO POR JANELAS)


É uma opção prática para selecionar um ou mais objetos de uma
vez.
Para usar a ferramenta, basta dar um clique com o botão e squerdo
do mouse, acima do objeto que deseja selecionar e arrastar o
mouse até que objeto esteja todo coberto pela seleção, mostrada
na figura abaixo em azul. Com isso, todos os objetos que estiverem
por completo dentro do retângulo azul serão selecionados . Caso a
seleção não passar e cobrir o objeto inteiro, o mesmo não será
selecionado.
SELECT CROSSING
É uma forma de seleção parecida com a Select Window, mas ela
não seleciona somente objetos inteiros, com essa ferramenta
basta selecionar uma parte do objeto para que ele fique
selecionado. Para utilizar a ferramenta, clique no lado direito em
um ponto mais abaixo do objeto que deseja selecionar e arraste o
mouse da direita para a esquerda, de baixo para cima até que parte
do objeto esteja selecionada. Clique novamente para fechar o
comando e tudo o que estiver dentro do retângulo verde será
selecionado.

LASSO SELECTING
A seleção em laço é um comando novo que surgiu no AutoCAD
2015. Para utilizá-lo, clica-se na tela mantendo o botão esquerdo
do mouse pressionado. Ao invés de formar janelas retangulare s ,
nesse comando de seleção, a forma dependerá do caminho feito
pelo cursor do mouse. De maneira similar ao que acontece no
select window e no select crossing, se o primeiro movimento for
realizado da esquerda para a direita abrirá uma janela azul e se o
primeiro movimento for realizado da direita para a esquerda, abrirá
uma janela verde.

PRINCIPAIS TECLAS DE ATALHO

Enter: É usado para encerrar um comando ou para chamar o último


comando utilizado. Por exemplo, você clica em LINE e faz uma
linha, assim que terminar de fazer o desenho que desejar, clique
em ENTER e encerrará o comando para que possa entrar em outro
comando. Da mesma forma, se terminar o comando LINE e quiser
retornar a ele é só clicar em ENTER novamente e o comando será
selecionado.
Esc : Ele interrompe um comando atual, que você esteja utilizand o .
Se você estiver utilizando um comando e ele não funcionar
corretamente, digite ESC que sairá do comando.
Del: Apaga qualquer objeto selecionado.
F1: Clicando nesse comando aparecerá o painel de Ajuda.
Digitando F1 durante a execução de um comando, aparece uma
página de ajuda referente ao comando.

F2:Mostra na caixa de comandos todos os comandos utilizado s


desde que iniciou o projeto.
F3: Liga e Desliga os comandos de precisão (OSNAP). Caso esteja
ligado, aparecerá os pontos de precisão igual mostrado na primeira
figura abaixo. Caso desligado, não aparecerá nenhum ponto
indicativo.

F4: Ativa/desativa 3DOsnap, essa tecla mostra em objetos 3D o


plano cartesiano x, y, z. Essa tecla será útil em projetos 3D.

F5: Com esse comando você pode percorrer rapidamente os


planos isométricos alternando entre os isoplanes (Top, Left, Right),
onde os eixos mudam de direção mostrando vistas diferentes d a
área de trabalho, caso você esteja editando em “Isometric Snap”.
F6: Alterna o UCS dinâmico. Essa função serve para trabalhos em
3D, ela define a origem e orientação do usuário no sistema de
coordenadas (UCS). O UCS é um cartesiano móvel que
estabelece o plano X, Y, Z, direções horizontal e vertical, eixos de
rotação, e outras referências geométricas úteis de coordenadas.
F7: Liga/Desliga o Grid. Que é uma grade na viewport (espaço da
grelha), essa grade auxilia nas referências quando for fazer um
desenho.
F8: Alterna entre o Ortho. Com a tecla F8 ligada, permite fazer
linhas somente ortogonais ao cursor (horizontais e verticais), ela
não permite fazer linhas diagonais quando ligada. Quand o
desligada você poderá fazer linhas em qualquer direção. Essa
tecla auxilia quando é preciso fazer um desenho preciso e reto.

F9: Alterna entre o Snap, em usar as coordenadas do grid.

F10:Mostra em cima de cada ferramenta as teclas de atalho dos


comandos em formas de ícones. Essas teclas que aparecem
servem para você digitar no teclado e aparecer o comando.
F11: Alterna Rastreamento de Object Snap Tracking.

F12: Liga e Desliga Dynamic Input.

ESCALA / UNITS

É importante ressaltar que a escala é um tipo de zoom específico


que se aplica ao desenho. É através das unidades de medidas
(milímetros, centímetros, metros) que essa conversão é feita e
obtêm-se o zoom desejado.
Existem três tipos de escalas:
Escalas de Redução: A escala reduzida representa uma área que é
maior na realidade do que na representação. Tal escala é
geralmente utilizada em plantas de habitações e mapas físicos de
territórios de tamanho extenso onde se faz necessária a redução
por motivos práticos. Utilizamos quando necessitamos obter
representações gráficas menores que os objetos reais.
Escalas de Ampliação: Se faz necessária quando precisamos ver
detalhes de um determinado objeto. Nesse caso, a escala será
maior do que o real para se poder observar detalhes específicos
de um objeto. Utilizamos caso precisarmos obter repre sentações
gráficas maiores que o real.
Escala Real (natural): Temos uma escala natural quando o tamanho
físico do objeto representado no plano coincide com a realidade .
Utilizamos em detalhes, onde aparece algumas vezes a escala
real.
Conforme a norma UNE EN ISO 5455:1996 "Desenhos técnicos -
Escalas" recomenda-se utilizar as seguintes escalas:
• Escalas reduzidas 1:2, 1:5, 1:10, 1:20, 1:50, 1:100, 1:200, 1:500, 1:1000, 1:2000,
1:5000, 1:20000
• Escala natural 1:1
• Escalas ampliadas 100:1, 50:1, 20:1, 10:1, 5:1, 2:1

Escalas mais utilizadas em desenhos arquitetônicos são:


1:50
1:100
1:200
1:250
1:500
Exemplo: Quando estiver fazendo um desenho, seja de fachada,
planta baixa, corte, etc... que será representado na escala 1:100,
significa que cada 1 cm no papel equivale a 100 cm na medida real
ou 1 m (medida real da residência). A medida real da residência
será cem vezes maior que sua representação em desenho.
Tabela exemplo de escala real:

Escala é uma questão de proporção entre os objetos, na realidade


e no desenho. No programa é possível afastar e ampliar os
elementos do desenho conforme necessário, conseguindo alterar
a escala visual, mas mantendo as unidades de medidas do
desenho e sua proporção. Ao iniciar um projeto no AutoCAD não
é necessário se preocupar em configurar a escala antes de
começar o desenho. Essa configuração será feita na hora da
plotagem.
Seu desenho deverá estar todo em esquema 1:1, onde 1 representa a unidade de
medida que você trabalha (milímetros, centímetros, metros ou outros).

Reforçando: Deixe seu AutoCAD em 1:1 que, em metros, como


mostrado na tabela 4 acima, representa 1:1000. A escala só terá
necessidade de ser modificada quando for plotar (imprimir) seu
projeto. Para desenhar, deixe a escala como sugerido e modifique
a escala de medida.
Para mudar a unidade de medida em UNITS digite o comando e
clique nele. Depois abrirá uma caixa de diálogo onde poderá
configurar as unidades de medidas do seu AutoCAD. Esc olhendo
se ficará em milímetros, centímetros, metros e entre outros.
Aula 6 - Application Menu

Para começar, temos o Application Menu onde você encontra


várias ferramentas de iniciação, opções salvas, entre outras.
Dica: Assim que clicar no Application Menu somente passe com o
cursor do mouse em cima do ícone para abrir as opções.
NEW
No Application Menu encontramos a opção NEW onde podemos
criar um novo arquivo, clicando em NEW ou em DRAWING inicia
a tela de trabalho a partir de um template.

OPEN
A opção OPEN no primeiro ícone (drawing) permite abrir um
arquivo existente em DWG, que é o formato do AutoCAD (ele cria
arquivos com a extensão DWG). A segunda opção permite abrir
um arquivo da nuvem, caso você tenha salvo no Autodesk 360.
Essas duas opções são as que realmente irão ser mais usadas.

SAVE E SAVE AS
Logo abaixo, temos a opção SAVE onde você salva os arquivos no
local onde o arquivo foi salvo pela primeira vez. Significa salvar
alterações feitas em um arquivo já salvo.

Em SAVE AS, vai salvar alterações, mas salvará como um novo


arquivo. Essa é a diferença de SAVE e SAVE AS. Dentro de SAVE
AS também a primeira opção é em salvar arquivo como DWG e a
segunda é salvar na nuvem. A terceira é salvar como um template
e no último (dwg convert) você consegue converter um arquivo.
IMPORT
Na opção IMPORT, podemos importar arquivos para dentro do
AutoCAD com a extensão PDF, DGN, FBX entre outros. Para
quem não sabe o que é "importar", é enviar arquivos para dentro
do programa.
EXPORT
E na opção EXPORT é o contrário, você envia e salva o arquivo
para fora do programa, nas extensões DWF, DWFx, 3D DWF,
PDF, DGN, FBX entre outras.

PUBLISH
Podemos, na primeira opção, enviar objetos sólidos e malhas
herméticas para um serviço de impressão 3D. Na segunda
ferramenta podemos compactar os arquivos de conjunto de folhas
atual para arquivo. No seguinte, criar um pacote de arquivos de
desenho e suas dependências. O mais utilizado é enviar o arquivo
de desenho atual como um anexo de e-mail. Por último, você pode
fazer upload de vista de design para garantir a localização para
compartilhamento on-line.
PRINT
Em PRINT, na opção PLOT, podemos mandar arquivos para a
impressora. Esta opção PLOT serve para plotar arquivos. Em
BATCH PLOT podemos publicar várias folhas ou desenhos para
uma plotter, impressora, DWG ou arquivo PDF. PLOT PREVIEW
exibe pré-visualização, apresenta o desenho uma vez que irá ser
traçado. Em VIEW PLOT AND PLUBLISH DETAILS exibe
informações sobre a trama concluída e publica. Outra opção
importante é PAGE SETUP onde você poderá configurar a
impressora que utilizará, como por exemplo, controlar o layout da
página, o dispositivo de plotagem, o tamanho do papel e outras
configurações. Em MANAGE PLOTTERS exibe o gerenciador de
plotter, onde você pode adicionar ou editar uma configuração de
plotter. Na opção MANAGE PLOT STYLES você gerencia o estilo
de plotagem, em que é possível revisar as tabelas de estilo de
plotagem. EDIT PLOT STYLE TABLES controla os estilos de
plotagem nomeados que estão ligados ao layout atual e podem ser
atribuídos a objetos.
DRAWING UTILITIES
Na penúltima opção, DRAWING UTI LITIES, temos DRAWING
PROPERTIES, as propriedades do desenho, onde se define e
exibe as propriedades do desenho atual do arquivo. UNITS, que é
controle de coordenadas e ângulos, formatos de exibição e
precisão. A opção AUDIT avalia a integridade de um dese nho e
corrige alguns erros. Em STATUS se mostra estatísticas de
desenho de exibição, modos e extensões. PURGE, remove nomes
de itens não utilizados, como definições de bloco e camadas do
desenho. RECOVER, recupera arquivo de desenho, é através dele
que você vai conseguir recuperar e reparar seus arquivos, caso o
programa tenha fechado sozinho sem aviso. Na última opção,
OPEN THE DRAWING RECOVERY MANAGER, abre o
Gerenciador de recuperação de desenho. Abrirá uma caixa onde
mostra se tem algum arquivo que precisa ser recuperado após uma
falha do sistema ou programa.
CLOSE
Nesta última opção, CLOSE, na opção CURRENT DRAWING,
você fecha o arquivo aberto em utilização no momento. Na opção
ALL DRAWINGS fecha todos os arquivos abertos.

Aula 7 - Aprendendo sobre a Barra de Status

CUSTOMIZATION
No canto inferior direito, temos um ícone com três linhas, o
CUSTOMIZATION, com ele conseguimos mudar as ferramentas
que desejamos ter ou remover de sua barra de status. Esse botão
auxilia na customização da Barra de Status. Para colocar ou
remover algum item, basta somente clicar em cima deles.
Conforme for se aprimorando no AutoCAD você vai percebendo
qual opção usa mais e seria melhor deixar na barra ou quais não
usa e prefere remover.

ISOLATE / HIDE OBJECTS

Essa é mais uma novidade do AutoCAD 2015. O comando serve para congelar objetos,
de forma que eles não apareçam mais na tela, não podendo ser modificados. No
comando Isolate, o objeto selecionado será mantido na tela enquanto todos os outros
serão congelados. No comando Hide objects acontece o contrário, a entidade
selecionada será congelada enquanto as outras permanecem normalmente na tela.
Para saber se há algum objeto congelado, verifica-se o círculo presente no botão na
Barra de Status. Se ele estiver azul significa que há objetos congelados. Para fazer com
que todos os objetos voltem a aparecer, clica-se no mesmo botão na Barra de Status e
escolha a opção End Object Isolation. Então o círculo presente no botão ficará cinza,
indicando que não há objetos congelados.

DYNAMIC IMPUT

Quando ativado, mostra caixas e menus próximos ao cursor que


auxiliam na execução dos comandos. Servem como uma extensão
da Caixa de Comando, porém não servem como substitutos, pois
podem não conter todas as opções disponíveis para os mesmos.
É importante lembrarmos também que o Dynamic Imput interfere
no funcionamento de alguns comandos, fazendo com que as
coordenadas tornem-se relativas após a inserção do primeiro
ponto sem a necessidade do @.

ORTHO

Quando acionado, ajuda a desenhar em ângulos retos. Fazendo


com que o segundo ponto solicitado por algum comando seja
sempre em ângulo reto (ortogonal aos eixos de coordenadas).
Ortho é muito importante para seu desenho ficar 100% alinhad o ,
este comando é muito utilizado, portanto grave bem a tecla de
atalho deste comando (F8).

OBJECT SNAP TRACKING

Define alinhamentos imaginários utilizando pontos notáveis


determinados no Object Snap e os eixos do sistema de
coordenadas. Pela janela “Settings...” da ferramenta Polar
Tracking, podemos selecionar a opção “Track using all polar angle
settings” fazendo com que o programa rastreie alinhamento s
utilizando os mesmos ângulos definidos para o Polar Tracking .
Pode ser ativado/desativado pelo atalho F11.
Este comando rastreia alinhamentos entre pontos e eixos do
sistema de coordenadas. Ajuda a alinhar seu projeto quando
estiver nos comandos de desenho, alinha no eixo vertical e
horizontal a partir de pontos de snap a objeto. Para utilizar, deve -
se clicar em um ponto inicial e passar com o cursor no ponto que
deseja alinhar e uma linha na cor verde aparecerá indicando o
alinhamento.

POLAR TRACKING

Auxilia ao desenhar em ângulos pré-definidos, orientando através de uma linha


tracejada na cor verde. Este comando se encontra na Barra de Status e clicando nele
abre-se uma caixa de diálogos com opções de ângulos a serem definidos. Por exemplo,
se definido 45°, o programa irá auxiliar na obtenção de alinhamentos de 45° e seus
múltiplos (90°, 135°, 180°, ...). Na opção Tracking settings, em Polar Tracking, tem a
opção Additional Angles onde podemos definir ângulos adicionais a serem rastreados
no programa. O comando Polar Tracking pode ser ligado/desligado pela tecla de atalho
F10, onde serão chamados os ângulos tenham sido configurados por último.

OBJECT SNAP

O Object Snap é a ferramenta para o projetista encontrar


corretamente pontos específicos em um objeto, como suas
extremidades, ponto médio, ou o centro de uma circunferência.
Aqui não queremos fazer um desenho “no olho”. Esta ferramenta
de precisão é importante para guiar no projeto. Digitando OSNAP
e clicar em Enter, abrirá a janela de configuração do OBJECT
SNAP, onde você poderá definir quais pontos deseja que o
programa detecte, para uma total precisão de seu projeto.
Ao usar o comando Object Snap e ter configurado os pontos conforme sua necessidade,
quando passar o cursor do mouse sobre uma linha ou objeto desejado na área de
trabalho, perceba que surgem ícones indicando que foi detectado um ponto
característico. Estes ícones irão mudar de aparência de acordo com o tipo de ponto

(uma interseção será um X, na ponta de uma linha , etc). Com a prática você pode
perceber que, ao usar vários pontos ligados ao mesmo tempo, pode haver uma
confusão do sistema em definir qual o ponto a ser selecionado. É bom ir percebendo
com quais pontos você melhor trabalha e deixá-los ligados, o restante desligue. Após
selecionar os pontos que desejar não se esqueça de clicar em OK para que o comando
fique salvo.

Esta ferramenta faz com que o programa “rastreie”


automaticamente os pontos selecionados, detectando as
entidades geométricas mostradas na figura acima. O comando
Object Snap pode ser ativado clicando no botão na Barra de Status
ou pelo atalho F3 no teclado.
Exemplos de ponto final (Endpoint) e ponto médio (Midpoint),
quando detectados:

Comandos Snap e suas funções:


• Endpoint: Detecta pontos finais de elementos como linhas,
splines, arcos, polilinhas e lados de polígonos.
• Midpoint: Detecta o ponto médio de linhas, splines, arcos,
polilinhas e lados de polígonos.
• Center: Detecta o centro de círculos, elipses e arcos.
• Node: Detecta pontos.
• Quadrant: Detecta os quadrantes de círculos, elipses e arcos.
• Intersection: Detecta a intersecção de dois elementos no
mesmo plano.
• Extension: Detecta a extensão imaginária de elementos.
• Insertion: Detecta os pontos de inserção de caixas de textos,
referências, blocos, etc.
• Perpendicular: Detecta a direção perpendicular ao elemento.
• Tangent: Detecta a direção tangente aos elementos curvos.
• Nearest: Detecta qualquer ponto ao longo de um elemento.
• Apparent Intersection: Detecta a interseção aparente de dois
elementos não coplanares (utilizado apenas em desenhos em
3D).
• Parallel: Detecta a direção paralela a outro elemento.

SNAP MODE E GRID MODE


O Snap Mode restringe o movimento do cursor na tela a intervalo s
específicos, fazendo com que ele se movimente em “passos”, e
não livremente. Clicando em Snap Settings, as configurações
podem ser alteradas. Para ativar ou desativar este comando basta
clicar na tecla de atalho F9 ou pelo botão correspondente na Barra
de Status.

O Grid Mode é similar a uma grade, quando acionada esta opção


aparece uma grade preenchendo todo o Model Space. Igual o
comando mostrado acima, você pode entrar nas configurações
desta ferramenta clicando em “Snap Settings”, na Barra de Status .
Na janela de opções que abrir, assim que estiver nas
configurações, todo o lado direito é destinado ao Grid, onde as
opções mais interessantes são:
• Display dotted grid in: Altera a grade milimetrada para pontos nos
ambientes selecionados. O Grid por pontos era o padrão até o
AutoCAD 2010.
• Grid Spacing: Modifica os espaçamentos do grid nas direções X
e Y.
• Major line every: Altera a ocorrência de linhas mestras (linhas mais fortes).

Para ativar ou desativar a grade através do comando “grid”, clique


no atalho F7 ou através do botão correspondente na Barra de
Status.
Aula 8 - Ferramentas e Funções: Ferramentas de Construção
(DRAW)

Em RIBBON, temos uma grande barra de ferramentas com grupos de ferramentas


divididos em várias abas. Eles se encontram na aba HOME, que é dividida em vários
painéis, entre eles DRAW, MODIFY, ANNOTATION, LAYERS, BLOCK, PROPERTIES,
GROUPS, UTILITIES e CLIPBOARD.

FERRAMENTAS DE CONSTRUÇÃO (DRAW)


Os comandos de construção nos permitem desenhar e modelar o
desenho à medida que o mesmo for sendo desenvolvido. Podem-
se encontrar as ferramentas de construção no painel DRAW.

COMANDO LINE

Este comando cria uma série de linhas contínuas e


independentes. Cada segmento de linha pode ser editado
separadamente.

Para utilizar essa ferramenta, especifique um primeiro ponto, definindo esse ponto de
partida, clique e vá clicando até formar o desenho esperado. Você também pode inserir
coordenada (distâncias) caso desejar, é só clicar no ponto de início e digitar um número
desejado e depois clicar e ENTER. Quando fora do comando e quiser retornar ao
mesmo é só clicar em ENTER e retornará ao último comando, isso vale para os demais
comandos.
Para fechar um desenho ligue a última linha com a primeira e de ENTER.

COMANDO POLYLINE

Cria linhas em sequência, formando um objeto ÚNICO. Podendo criar sequências de


linhas, arcos ou os dois.

Para utilizar especifique um ponto de partida para a polilinha e clique. Após clicar irá
aparecer uma caixa de opções na caixa de comandos (prompt). Com os comandos:
ARC (arco), HALFWIDTH (meia largura), LENGTH (comprimento), UNDO (desfazer),
WIDTH (largura).

Arco: Começa a criar segmentos de arco tangente ao segmento


anterior.
Meia largura: Especifica a largura do centro de um segmento de
largura a uma aresta.
Comprimento: Cria um segmento de um comprimento especificado
ao mesmo ângulo que o segmento anterior.
Largura: Especifica a largura do segmento seguinte.
Se você somente especificar um segundo ponto após ter clicado
pela primeira vez, criará segmentos retos. Caso você deseje
escolher entre algumas das opções após ter especificado o
primeiro ponto é só clicar em umas das opções citadas acima.
A primeira opção que temos é ARC (arco), como o próprio nome
diz você poderá criar arcos. Clicando nesta opção se abrem outras
opções que poderá escolher conforme sua necessidade. As
opções são: ANGLE (ângulo), CENTER (centro), CLOSE (fechar),
DIRECTION (direção), HALFWIDTH (meia largura), LINE (linha),
RADIUS (raio), SECOND PT (segundo pt), UNDO (desfazer),
WIDTH (largura).

Ângulo: Especifica o ângulo interno do segmento de arco a partir do


ponto de partida.
Centro: Especifica um segmento de arco com base em seu ponto
central.
Direção: Especifica a tangente para o segmento de arco.
Linha: Muda do desenho segmentos de arco para desenhar
segmentos retos.
Raio: Especifica o raio do segmento de arco.
Segundo ponto: Especifica o segundo ponto e ponto final de uma linha
de três pontos .
COMANDO CIRCLE

Cria círculos. Para criar um círculo clique no comando e depois clique


em um ponto e arraste o mouse até dar o tamanho desejado e clique
novamente.

Para criar um círculo com base em um ponto central e um valor de


raio ou diâmetro. De o comando e clique no ponto que desejar em
seguida insira o valor desejado e de ENTER.
Círculo 2P (dois pontos), cria um círculo com base em dois pontos
de extremidade do diâmetro.

Círculo 3P (três pontos), cria um círculo com base em três pontos


da circunferência.

Círculo TTR ( Tangent , Tangent , Radius ), cria um círculo com um


raio especificado e tangente a dois objetos. Às vezes, mais de um
círculo corresponde aos critérios especificados. O programa
chama o círculo a partir do raio especificado, cujos pontos
tangentes estão mais perto dos pontos selec ionados.
Círculo Tan, Tan, Tan cria um círculo tangente entre três objetos.

COMANDO ARC

Cria um arco. Para criar um arco, você pode especificar


combinações de centro, ponto final, ponto inicial, raio, ângulo ,
comprimento de corda, e os valores de direção. Por padrão os
arcos são desenhados em sentido anti-horário. Para desenhar um
arco em sentido horário mantenha pressionada a tecla Ctrl
enquanto arrasta o cursor do mouse até formar o arco desejado.
Dica: Sempre ao iniciar um comando de arco, clique em um
primeiro ponto de partida para formar o arco e caso queira utilizar
o mesmo comando novamente, não esqueça que clicando em
ENTER o comando retorna.
Arco três pontos :
Para iniciar, especifique o primeiro ponto (clique),
este é o ponto de partida (1). Especificando o segundo ponto,
clique (2), este é um ponto do diâmetro da circunferência. Por fim,
especifique o ponto final e clique (3), assim forma o arco.

Centro:Inicia especificando o centro do círculo do qual o arco faz


parte. Especifique o ponto de partida (clique), sendo que este
ponto será o ponto do centro (2), digite uma distância ou arraste o
cursor do mouse até obter a distância desejada e clique (1), arraste o
cursor até formar o arco ou circulo desejado e clique (3). Este
comando desenha um arco anti-horário.

Ângulo: Desenha um arco anti-horário a partir de um ponto de


partida (1). Inicie clicando em um ponto que será o ponto central
(2), digite uma distância ou arraste o cursor do mouse até obter a
distância desejada e clique (1) e determine um ângulo desejado.
Se o ângulo for negativo, um arco no sentido horário será
desenhado.
Fim :Começa pelo ponto final do arco. Desenha um arco anti-horário
a partir do ponto de partida (1) para um ponto de extremidade que
cai em um raio imaginário é traçado a partir do ponto (3) Centro
através do segundo ponto especificado (2).

Direção:Começa o arco tangente a uma direção especificada. Ele


cria qualquer arco, maior ou menor, no sentido horário ou anti -
horário. Inicie clicando no pondo de partida (1), depois determine
o ponto final do arco e clique (2). Determine a direção e distância
do arco, esta direção é determinada a partir do ponto de partida.

Raio: Desenha o arco menor sentido anti-horário . Este arco


funciona de forma parecida com o arco direção, inicie com o ponto
de partida (1) (clique) e em seguida o pondo final (2) (clique), por
fim determine o raio desejado. Se o raio for negativo, o arco
principal está desenhado.

COMANDO RECTANGLE E POLYGON


RECTANGLE cria uma polilinha retangular. Para utilizar essa
ferramenta especifique um primeiro ponto e clique, depois arraste
com o mouse até formar o retângulo na dimensão desejada.
Para utilizar medidas ao fazer o retângulo, clique no comando e
digite a medida que desejar depois clique em ENTER, note que
esta medida ficou na horizontal. Após digitar a primeira medida e
clicar em ENTER, digite a segunda medida. Nessa opção você não
precisa clicar em um ponto de início.

POLYGON (polígono) cria um equilátero polilinha fechada. Para


utilizar você deve especificar o número de lados do polígono e
clicar em ENTER depois clica e escolha se será inscrito ou
circunscrito. Depois arraste com o mouse até a medida que desejar
e clique ou posicione o polígono na direção que deseja e digite
uma medida, depois clique em Enter.

Inscrito no círculo:
Especifica o raio de um círculo em que todos os
vértices do polígono são tangentes à circunferência. Especificando
o raio com o dispositivo apontador determina a rotação e o
tamanho do polígono. A especificação do raio com um valo r
desenha a borda inferior do polígono com o ângulo de rotação de
encaixe corrente.
Círculo circunscrito:
Especifica a distância entre o centro do polígono e
os pontos médios das bordas do polígo no. Especificando o raio
com o dispositivo apontador determina a rotação e o tamanho do
polígono. A especificação do raio com um valor desenha a borda
inferior do polígono com o ângulo de rotação de encaixe corrente.

Edge (beira): Define um polígono especificando os pontos finais


da primeira borda.

COMANDO ELIPSE

Cria uma elipse ou um arco elíptico. Os primeiros dois pontos da


elipse determinam a localização e o comprimento do primeiro eixo.
O terceiro ponto determina a distância entre o centro da elipse e o
ponto da extremidade.
Distância para os outros eixos :
Define o segundo eixo como a distância
do centro da elipse ou meio do primeiro eixo, até o ponto
especificado.

Rotação: Cria a elipse como se girasse um círculo sobre o primeiro


eixo. Inicie clicando no ponto de partida e especifique o ponto final,
depois mova o cursor em torno do centro da elipse e selecione um
ponto.

CENTER cria uma elipse usando um ponto central. Para utilizar,


clique no comando, como toda iniciação de comando, depois
clique em um ponto e arraste o mouse para obter a distância
desejada ou digite algum valor para o comprimento, depois arraste
o mouse até que obtenha a forma desejada e clique em um terceiro
ponto.
ELIPTICAL ARC cria um arco elíptico. O ângulo do prime iro eixo
determina o ângulo do arco elíptico. O primeiro eixo pode definir tanto
o eixo principal quanto o eixo secundário, dependendo de seu
tamanho.
Os primeiros dois pontos do arco elíptico determinam a localização
e o comprimento do primeiro eixo. O terceiro ponto determina a
distância entre o centro do arco elíptico e o ponto da extremidade
do segundo eixo. O quarto e quinto pontos são os ângulos iniciais
e finais.
Para utilizar, clique no comando, depois clique em no ponto
desejado e arraste o mouse para obter a distância ou digite algum
valor para o comprimento, depois arraste o mouse até que obtenha
a forma desejada e clique em um terceiro ponto, como nos outros
dois exemplos. Depois clique em um ponto e arraste o mouse ate
formar um arco com as dimensões que desejar.

COMANDO HATCH

Preenche uma área delimitada ou objetos selecionados com uma


hachura, que é um preenchimento sólido ou preenchimento de
gradiente.
Você pode escolher entre alguns métodos para especificar os
limites de uma hachura.
Selecionar ponto interno:
Determina um limite entre os objetos
existentes, onde a hachura ficará entre meio a estes objetos
formando uma área fechada ao redor de um ponto específico.

Selecionar objetos :
Selecionando um objeto determina-se um limite,
onde se forma uma área fechada e a hachura é inserida no interio r
do objeto.

Para utilizar a ferramenta, primeiro você deve ter um desenho


pronto e sem nenhuma abertura no desenho onde a hachura possa
escapar, todos os lados precisam estar fechados. Assim que clicar
no comando HATCH, aparecerá essa barra de edição da hachura
(hatch creation), nela você poderá editar sua hachura no formato
e escala que desejar, criando uma hachura conforme sua
necessidade.

Primeiro tem que escolher que tipo de hachura deseja colocar,


essa opção se localiza em PATTERN.
Depois poderá escolher a escala que desejar, lembrando que
quanto maior a escala maior será a hachura e vice -versa. Você
também poderá escolher o ângulo de rotação ou colocar
transparência, por exemplo.
Para aplicar a hachura após ter definido todas as configurações
necessárias é só escolher se deseja colocar a hachura em uma
parte do desenho ou na figura toda. Clicando em PICK POINTS
preenche um espaço do desenho e em SELECT seleciona um item
inteiro pra preencher.
Abaixo tem o exemplo de um carro com hachuras aleatórias com
dimensões diferentes para você perceber como funciona.

Segue outro exemplo de um banheiro com hachura de piso, para


você perceber como a hachura pode te auxiliar e poupar tempo
com seu trabalho. Para inserir piso nas áreas molhadas e hachura
nas paredes, é importante que o desenho esteja cotado e com os
textos já inseridos, para que as hachuras não se sobreponham aos
mesmos.

Se depois de colocar a hachura e estiver pronto, você p erceber


que a hachura não está como gostaria, é só clicar na hachura e
editá-la. Assim que clicar na hachura abrirá o painel de edição
novamente e poderá configurar novamente.

COMANDO GRADIENT

Preenche uma área delimitada ou objetos selecionados com um


preenchimento de gradiente. Um preenchimento de gradiente cria
uma transição suave entre uma ou duas cores.
Este comando funciona como explicado em 1.1. Primeiro entre no
comando GRADIENT, depois edite e aplique em um desenho com
todos os lados fechados. Para editar entre em PATTERN e escolha
o gradiente que desejar.

Para mudar a cor, clique em GRADIENT COLOR 1 E GRADIENT


COLORS. Após editar escolha entre a opção PICK POINTS ou
SELECT, como explicado antes.

A figura abaixo mostra a fachada de uma casa com hachuras ,


perceba como a hachura é importante e dá um diferencial em seu
trabalho.
- Aula 8: Ferramentas de Edição (MODIFY)

Os comandos de edição modificam as propriedades de cada linha


ou auxiliam na criação de desenhos e formas. As ferram entas de
edição encontram-se no painel Modify.
COMANDO MOVE

Move objetos em uma distância e direção especificados. Para


utilizar primeiro tem que selecionar o objeto (especifique os objetos
a serem movidos), depois chame o comando MOVE, clique no
objeto e arraste com o mouse até o local desejado e clique para
soltar.
COMANDO ROTATE

Rotaciona os objetos ao redor de um ponto base.

Para rotacionar um objeto é preciso selecionar o objeto, depois


clicar no comando ROTATE, clicar no objeto, indicando o ponto
que será o eixo de rotação e girar conforme desejar. Para
rotacionar em ângulos retos você deve estar com a tecla F8 ligada.

Determina a que distância um objeto rotaciona em


Ângulo de rotação:
torno de um ponto base. Onde o eixo de rotação passa pelo ponto
de referência especificado e é paralelo ao eixo Z.

COMANDO TRIM
Permite cortar uma ou mais linhas que se interceptam com outras .
Para cortar objetos existe algumas possibilidades. Uma delas é
clicando no comando TRIM, depois selecione os limites de onde
pretende cortar e pressione Enter. Selecione a parte que deseja
cortar. Lembrando que os objetos não devem estar em blocos, se
estiverem você deve editá-los em sua caixa de edição.

Outra opção é clicar no comando e dar um Enter (ou chamar o


comando através de sua tecla de atalho TR e clicar em Enter duas
vezes consecutivas), sem selecionar nada antes. Nesse modo, o
comando funciona quantas vezes você precisar e corta partes
aleatórias do desenho. Lembrando que este comando só co rta
linhas conectadas a outras. Essa ferramenta também corta
hachuras se desejar, observe na figura abaixo como a hachura do
vidro está em cima da esquadria e depois de utilizar a ferramenta
ela ficou encaixada somente no vidro.
COMANDO ERASE

Remove (apaga) objetos ou linhas de um desenho. Possui a


mesma função da tecla DELETE de seu teclado.
Para usar, selecione o comando ERASE, clique onde deseja
apagar e depois clique em ENTER.
COMANDO COPY

Copia objetos em uma distância e direção especificadas. A


diferença é que ele copia objetos em uma determinada distância e
direção ao invés de mover.

Selecione o comando COPY, depois clique no objeto que deseja


copiar, clique em ENTER, selecione um ponto de referência e
arraste o objeto com o mouse, depois clique no ponto desejado e
quando quiser parar de copiar clique em ENTER.
Para copiar arquivos separados de um projeto para outro,
geralmente utiliza-se o comando Ctrl + C para copiar e depois Ctrl
+ V para colar no arquivo de destino.
COMANDO MIRROR

Este comando cria uma cópia espelhada de objetos que estiverem


selecionados. É possível espelhar objetos inteiros ou criar objetos
a partir da metade de um desenho, como na figura abaixo, observe
que a parte de cima da figura foi desenhada e para completar o
desenho foi usado o comando Mirror, criando a outra metade.

Quando você espelhar um objeto de texto, a direção do texto não


é alterada.

Para espelhar você deve selecionar o objeto, clicar no com ando


MIRROR, clicar em um ponto referência e rotacionar com o mouse
para a direção que desejar, depois clicar em um ponto e especificar
se deseja apagar o objeto de início ou deixar ou dois.
Caso deseje apagar o objeto inicial e ficar somente com a figura
final, clique em YES, se desejar continuar com os dois objetos,
clique em NO. Se quiser rotacionar em ângulos retos na horizontal
e vertical ligue a tecla F8.
COMANDO FILLET

Arredonda ou faz concordância das arestas entre linhas.


Neste exemplo, mostrado abaixo, foi criado um arco tangente com
as linhas selecionadas, que antes eram em ângulo de 90º e após
o comando elas foram aparadas para encontrar os pontos finais do
arco, criando uma aresta.
Ao clicar no comando abrirá uma caixa de opções, com as
seguintes opções: UNDO, POLYLINE, RADIUS, TRIM e
MULTIPLE.

UNDO, Desfaz, reverte a ação anterior no comando.


POLYLINE insere concordância em cada vértice de uma polilinha
no qual dois segmentos de linha se encontram. As concordâncias
tornam-se novos segmentos da polilinha, a não ser que a opção
Aparar seja definida como não aparar.

RADIUS define o raio para as concordâncias subsequentes; alterar


esse valor não afeta a concordância existente.
Para criar um canto agudo é só inserir ze ro no valor do raio. Com
um raio de zero, a concordância de duas linhas, raios, linhas
infinitas ou segmentos de uma polilinha, estende ou apara os
objetos, de forma que eles efetuem a interseção. Esse comando é
muito utilizado durante o processo de desenho de projeto
simplesmente para unir duas linhas.
Para utilizar é só selecionar o comando, clicar em RADIUS, digite
0 e dê ENTER. Clique em uma das linhas que deseja unir depois
clique na outra.
TRIM: Controla se os objetos selecionados são aparados para
encontrar os pontos de extremidade da concordância.
Aparar:Linhas ou objetos selecionados são aparados entre
extremidades.
Não aparar: Linhas ou objetos selecionados não são aparados antes
que a concordância seja adicionada.
MULTIPLE permite o arredondamento de mais de um conjunto de
objetos.

COMANDO CHAMFER

Este comando chanfra as arestas entre duas linhas. Um chanfro é


uma linha angular, onde o comando funciona unindo pontos de
extremidade de dois objetos retos.

Ao clicar no comando, abrirá uma caixa de opções, com as


seguintes opções: UNDO, POLYLINE, DISTANCE, ANGLE, TRIM,
METHOD e MULTIPLE.
UNDO, Desfaz, reverte à ação anterior no comando.
POLYLINE insere linha de chanfro em cada vértice de uma
polilinha 2D no qual dois segmentos de linha se encontram. As
linhas de chanfro se tornam novos segmentos da polilinha, a não
ser que a opção Aparar seja definida como não aparar. Os
segmentos de linha que forem curtos demais para acomodar a
distância de chanfro não são modificados.

DISTANCE define as distâncias do chanfro dos pontos de


interseção do primeiro e segundo objeto. Se as distâncias forem
definidas como zero, os objetos selecionados ou os segmentos de
linha serão estendidos ou aparados para efetuar a interseção.
Após chamar o comando Chamfer e clicar em Distance, você deve
definir as medidas que o chanfro terá. Deve definir a medida de
cada lado do chanfro conforme mostra a figura abaixo, após clicar
em Distance, digite a distância e clique em Enter e repita esse
passo. Depois clique na linha que deseja chanfrar e na outra.

ANGLE, esse comando pode ser muito utilizado durante o projeto,


simplesmente para unir duas linhas, formando uma quina. Para
utilizar, é só selecionar o comando, clicar em ANGLE, digite 0 e dê
ENTER e novamente digite 0 e dê ENTER. Clique em uma das
linhas que deseja unir depois clique na outra.

TRIM apara os objetos ou os segmentos de linha selecionados;


são aparados para atender os pontos de extremidade da linha de
chanfro. Se os objetos selecionados ou segmentos de linha não
efetuarem a interseção com a linha de chanfro, eles serão
estendidos ou aparados antes que a linha de chanfro seja
adicionada.
METHOD controla como a linha de chanfro é calculada a partir do
ponto de interseção de objetos ou segmentos de linha
selecionados.
Distância: A linha de chanfro é definida por duas distâncias.
Ângulo: A linha de chanfro é definida por uma distância e um
ângulo .
MULTIPLE, permite chanfragem de vários conjuntos de objetos.

COMANDO EXPLODE

Este comando explode objetos que se encontram como grupo ou


polilinhas, cotas e entre outros, para que se possa modificar
separadamente seus componentes.
É principalmente utilizado em blocos, como por exemplo, se tem
um bloco e deseja editar suas partes sep aradamente, então você
explode o bloco. Para fazer isso é só clicar no bloco ou no objeto
que desejar e chame o comando. Após dar o comando, cada linha
do objeto ficará novamente solta.
COMANDO STRETCH

Estica objetos que estiverem selecionados (prolongando-os). O


comando funciona quando os objetos estiverem parcialmente
selecionados. Os objetos que estiverem parcialmente
selecionados por uma janela cruzada serão esticados e os objetos
que estiverem totalmente selecionados, serão movidos ao invés de
esticados. Alguns objetos não podem ser esticados, como:
círculos, elipses e blocos.

Após iniciar o comando deve-se selecionar os objetos através da


Seleção com o mouse da direita para a esquerda na cor verde.
Clicar em Enter, depois clicar em um ponto e arrastar até local de
destino.
COMANDO SCALE

Modifica a escala dos objetos selecionados, reduzindo ou


ampliando-os, mantendo as mesmas proporções do objeto após o
redimensionamento.
Para modificar a escala de um objeto, é necessário especificar um
ponto base e um valor de escala. Esse ponto base é o centro da
operação de dimensionamento e permanece estacionário. Um
fator de escala maior que 1 amplia o objeto. Um fator de escala
entre 0 e 1, .1 ou .01 reduz o objeto.

Após início de comando, deve-se especificar os objetos que você


deseja redimensionar, clique no objeto e dê Enter. Depois,
especifique um ponto de referência para iniciar a operação de
escala. Após ter especificado o ponto de referência perceba que o
ponto permanecerá no mesmo local durante o processo, enquanto
os objetos selecionados têm seu tamanho alterado. Após
especificar o ponto, digite o valor desejado se de redução ou
ampliação do objeto e dê Enter.
Ao usar o comando ESCALA com objetos anotativos, com o ponto
base especificado, inicia-se a operação de escala, onde o objeto é
dimensionado em relação a este ponto, mudando a posição ou a
localização, e o tamanho do objeto não muda.

COMANDO ARRAY

Cria cópias de objetos organizados em um padrão. Com este


comando é possível criar cópias de objetos em uma matriz
retangular, polar ou de caminho com espaçamento regular.
Clique no objeto e clique no comando ARRAY, escolha a opção
COUNT DEPOIS digite um número de fileiras que deseja na
horizontal, clique em Enter e digite o número de fileiras que deseja
na vertical e clique em Enter e em Exit.

COMANDO OFFSET

Cria linhas paralelas e curvas paralelas a partir de linhas


existentes. Neste comando é possível deslocar linhas paralelas em
uma distância especificada. Com este método é possível criar
desenhos contendo muitas linhas paralelas e curvas.
Ao iniciar o comando, há duas opções de usá-lo, uma é clicando
no comando e depois digitar uma distância e clicar em Enter, logo
em seguida é só clicar na linha que deseja e ela vai ser jogada
paralelamente na distância que especificou. Nesta opção, você
pode ir dando sequência ao comando sem precisar ficar digitando a
mesma distância toda vez que clicar na linha, clicando na linha
seguinte ele jogará com a mesma distância até terminar o que você
pretende desenhar. Serve para jogar linhas paralelas umas nas
outras criando cópias repetidas com a mesma distância de
espaçamento entre elas.
Outra opção, é depois de chamar o comando, aparecerá uma caixa
e você digitará a letra T e clique em Enter, com isso você sairá da
opção anteriormente explicada e poderá digitar diferentes
distâncias toda vez que clicar na linha.

Ou você também poderá, depois de clicar na linha, clicar em um


ponto de referência e formar o desenho que pretende.
Para sair do comando clique em EXIT ou digite ENTER e sairá.

COMANDO JOIN

Criar um único objeto unindo pontos finais de objetos lineares e


curvos. O comando agrupa uma série de objetos criando um único
objeto, sendo que o tipo de objeto resultante depende dos tipos de
objetos selecionados.

Linhas de construção, raios e objetos fechados não podem ser


unidos.
Para utilizar o comando você deve clicar nas linhas que deseja
agrupar. Lembrando que para elas se unirem e se agrupare m
formando um único objeto sem você precisar criar um grupo, elas
devem estar se tocando. Depois de selecionar as linhas clique no
comando, pronto, será formado um único objeto. Caso deseje
desagrupar novamente, utilize a ferramenta Explode.
COMANDO BREAK

Separa o objeto selecionado em dois pontos. É possível criar um


espaço entre dois pontos especificados em um objeto, tornand o
um objeto em dois objetos. Este comando QUEBRAR é usado com
frequência para criar espaço entre objetos, separando -os.
Inicie o comando, especifique o primeiro ponto, depois o segundo
ponto e a porção do objeto é apagada entre os dois pontos que
você especificou.
COMANDO BREAK AT POINT

Com a ferramenta Quebrar no ponto, também pode -se quebrar os


objetos selecionados em um ponto único. Os objetos que este
comando quebra incluem linhas, polilinhas abertas e arcos.
Objetos fechados como os círculos não podem ser quebrados em
um ponto único.

Inicie o comando, especifique o ponto onde quer que a linha se


quebre, depois clique em outro ponto qualquer. Pronto, sua linha
será dividida em duas.

- Aula 8: Painel Annotation


COMANDO TEXT

Cria Textos de uma caixa de seleção ou de linha única. MULTILINE


TEXT cria textos através de uma caixa de seleção.
Após a caixa de texto ser inserida, uma janela com ferramentas de
edição se abre, apresentando várias personalizações de texto,
como em programas de edição de texto (word por exemplo).
Com esta caixa de edição podem ser definidos vários ajustes de
texto, como: mudar tamanho de texto, colocar o texto em
sublinhado, itálico ou negrito, pode-se trocar o estilo do texto
conforme desejado, entre outros.

Clique no comando, depois dê dois cliques na tela e abrirá uma


caixa para escrever o texto desejado. Escreva o texto e edite
conforme necessário, depois clique fora da caixa de texto.

Caso deseje editar tamanho e outras propriedades do texto, depois


de ter saído da caixa de texto, é só dar um duplo clique no texto e
pronto: abrirá novamente a caixa de edição. Para editar o texto não
se esqueça de selecionar o texto que deseja editar. O momento
que desejar sair da caixa de edição, que tenha terminado de editar
o texto, é só clicar em CLOSE TEXT EDITOR ou dar um clique fora
da caixa.

SINGLE LINE cria um objeto de texto de linha única. Para criar


uma ou mais linhas de texto você pode utilizar um texto de linha
única, onde cada linha é um objeto independente que pode ser
formatado, movido ou modificado de outras maneiras.
Clique no comando, depois clique em um ponto onde deseja iniciar
seu texto, depois especifique o tamanho que seu texto terá dando
um clique na distância que preferir depois de outro clique e abrirá
a caixa de texto. Digite o texto e se quiser criar outro texto no
mesmo comando, clique fora da caixa de texto e digite o que
precisar ou se desejar sair desse comando, depois de digitar, é só
clicar em ENTER.
COMANDO DIMENSION (COTAS)

As cotas são linhas automatizadas, elas seguem um objeto quando


são inseridas e tornam-se entidades integradas ao desenho. Elas
funcionam como blocos e podem ser modificadas conforme a
necessidade. Estas cotas ficam vinculadas ao objeto em que forem
agrupadas, sendo assim conforme o objeto for modificado de
tamanho a cota atualiza seus valores automaticamente. Caso
essas cotas forem explodidas elas não funcionarão mais como
peças vinculadas.
A cota LINEAR mostra a dimensão em relação aos eixos X e Y
sempre ficando alinhada com os eixos cartesianos, independente
da inclinação do objeto. Para utilizar, inicie o comando e defina os
pontos inicial e final que a linha de cota terá, após isso escolha em
que direção e afastamento do objeto ficará. Você também pode
definir um afastamento exato da cota em relação ao objeto se
desejar, basta definir a distância após ter selecionado os pontos
inicial e final.
A cota ALIGNED, mostra a distância inclinada em relação aos
eixos cartesianos, dispensando a necessidade de mudança de
coordenadas. Funciona da mesma forma que o item anterior, só
que cota linhas inclinadas e não retas. Depois de entrar no
comando tem que clicar em um ponto inicial depois em um ponto
final que deseja cotar e arraste a cota até o local desejado.
A cota ANGULAR, mostra a medida de um ângulo ou um
arco. Para utilizar esse comando, após clicar no comando, você
deve clicar no objeto a ser cotado. Depois arraste a linha de cota
até o local que desejar.
A cota ARC LENGTH, mostrará a medida entre duas linhas de
vértice comum ou um arco. Para utilizar esse comando, após clicar
nele, você deve clicar no objeto a ser cotado. Depois arraste a linha
de cota até o local que desejar.

A cota RADIUS insere em arcos e círculos o valor do raio dos


mesmos e adiciona um símbolo (R para raio) em frente ao valo r
medido, sendo um diferencial desta cota. A cota Angular, Arc
length, Diameter funcionam da mesma maneira, sendo necessário
informar onde a linha de cota deve ficar e o objeto a ser cotado.

A cota DIAMETER insere em arcos e círculos o valor do diâmetro


dos mesmos e adiciona um símbolo (Φ para diâmetro) em frente
ao valor medido, sendo um diferencial desta cota. Ela funciona
como explicado anteriormente.
COMANDO DIMENSION STYLE MANAGER - EDITANDO COTAS
O AutoCAD permite criar vários estilos de cotas por meio do
Dimension Style Manager. O programa já vem com alguns estilos
pré-definidos, cabendo ao usuário modificá-lo ou criar um novo, de
acordo com as suas necessidades.
Provavelmente, ao inserir uma cota sem editá-la você irá se
deparar com cotas em dimensões estranhas ou incoerentes. Como
o AutoCAD é um programa onde você trabalha com diferentes
tipos de formatação e dimensão de desenho, sendo necessário
que a cota do seu desenho saia coerente com ele. Ela tem que
ficar em uma dimensão que se consiga ver quando plotar e não
pode ficar tão grande a ponto de esconder pedaços de seu
desenho. Por ser um desenho mais técnico, ele deve estar perfeito,
com tudo em ordem, por isso é necessário editar conforme a
necessidade de cada desenho.
Para entrar no comando você deve DIGITAR a letra D e clique em
DIMSTYLE.

Abrirá uma caixa de diálogo, onde você editará suas cotas.


Para editar, clique em MODIFY que abrirá uma caixa de edição.
Em LINES (Dimension line e Extension line) os parâmetros das
linhas de cota podem ser modificados.
Dimension Lines : Color, Linetype e Lineweight modificam os
parâmetros correspondentes à cor, ao tipo e à espessura das
linhas, entre outros. Recomendo deixá-las na opção By Layer, pois
as configurações da cota dependerão da configuração do Layer
em que ela estiver.
Baseline Spacing: No caso do uso de cota com base fixa especifica o
espaçamento entre as linhas de cota.
Extension Lines : Color, Linetype e Lineweight: Funcionam de maneira
semelhante ao especificado em Dimension Lines.
Supress : Tira o lado esquerdo ou direito da linha de cota.
Extend Beyond Dimension Lines : Especifica o quanto a linha na lateral da
cota ultrapassará a linha de cota (onde está o valor da cota).
Offset From Origin:
Especifica o quanto a linha na lateral da cota ficará
distante do ponto escolhido para a colocação da cota ao início da
linha de extensão.

Em SYMBOLS AND ARROWS podem ser configurados setas e


símbolos.
Arrowheads : É onde se modifica o tipo de seta a ser colocado nos
limites da linha de cota.
Leader: É onde se modifica o tipo de seta a ser colocado nos
indicadores.
Arrow Size: É onde se modifica o tamanho das setas.
A seta mais utilizada nas cotas é a opção OBLIQUE por isso
deixamos essa opção selecionada.
Em TEXT você edita o texto da cota, sua direção, dimensão entre
outras.
Text Appearance

Text Style:
Modifica o estilo de texto adotado para as cotas, de
acordo com o determinado na formatação de texto.

Text Color:
Modifica a cor do texto, semelhante ao definido para as
linhas de cota;

Text Height:Modifica o tamanho do texto.


Draw frame around text: Caso selecionado, forma uma caixa ao redor
do texto.
Text Placement
Vertical: Definea posição vertical em relação à linha de cota (muda
entre: centralizado, acima, fora, etc, da linha de cota).

Horizontal: Define a posição horizontal em relação à linha de cota.

Offset From Dimension Line: Distância entre o texto e a linha de cota.

Text Alignment:
Determina as opções de alinhamento dos textos das
linhas de cota.

Em FIT é onde se define as propriedades de textos e utilização de


uma escala multiplicadora do valor indicado nas linhas de cota
(esta configuração é utilizada para alguns tipos diferentes de
escala), também define posicionamento de setas e textos.
PRIMARY UNITS edita o modo de exibição dos valores da linha
de cota.
Linear Dimensions
Unit Format:
Define o formato do número, se será em modo
fracionário, científico, decimal, entre outros.

Precision: Define o número de casas decimais apresentadas.

Decimal Separator: Define o caractere separador entre decimal e


inteiro.

Round Off:Define a regra de arredondamento da cota, se será


diferente do padrão.

Prefix e Sufix: Define a colocação de um prefixo ou sufixo às


medidas.
Measurement Scale: Define um multiplicador para as medidas.

Zero Supression:
Suprime os zeros (à esquerda ou à direita) dos
números inteiros.

Angular Dimensions :
Aplica cotas angulares e possui algumas das
mesmas opções acima.

ALTERNATE UNITS, os comandos são idênticos ao menu Primary


Units, mas em Multiplier for All Units deve ser inserido o fator de
conversão para a unidade secundária. Este menu também permite
cotar ao mesmo tempo em metros e polegadas.
TOLERANCES, este menu oferece em uma faixa definida pelo
usuário a possibilidade de exibir tolerâncias de cotas. Esta
configuração é mais utilizada em desenhos mecânicos.
- Aula 8: Painel Layers

Neste menu se configura os LAYERS e suas propriedades. Os


layers (camadas) funcionam para separar as propriedades de cada
objeto, neles pode-se editar espessura de linha, cor, se a linha será
tracejada ou contínua, entre outras opções. Também é possível
controlar a visibilidade de objetos, você consegue esconder
objetos que desenhou e fazer aparecer novamente. Cada laye r
(camada) que criar assumirá as propriedades que configurar, e
após criar esses layers eles poderão ser alterado s sempre que
desejar.
Clicando em LAYER PROPERTIES você terá acesso a caixa de
configuração dos Layers.

ESPECIFICAÇÕES E CRIAÇÃO DE LAYERS

Em NEW LAYER você cria uma nova camada da lista exibir uma
camada chamada.

Clicando em New Layer abre uma caixa para você editar seu
Layer conforme necessário.

Na aba NAME, digite o nome que preferir dar ao seu layer. Em


COLOR escolha a cor que deseja em seu Layer. Em LINEWEIGHT
escolha a espessura da linha.
: Serve para ativar/desativar um Layer. Quando um laye r
estiver desativado todos os objetos que estiverem nele sumirão ,
mas ainda continuarão no mesmo lugar do desenho. Quando o
layer estiver ativo novamente, tudo o que sumiu aparecerá.
: Esse botão congela um layer e quando clic ar nele, os objetos
do layer irão desaparecer da tela até que ative o botão novamente .

: Quando clicar neste botão irá travar o layer selecionado, e


embora os objetos fiquem visíveis na tela, nenhum objeto poderá
ser modificado.
: Esse botão é utilizado para permitir/impedir a impressão de
objetos contidos no layer em questão.
Para inserir tipos de linhas e depois escolhe -la em LINETYPE,
você deve ir em OTHER.

Abrirá uma caixa, nesta caixa você pode clicar em LOAD e


carregue os tipos de linhas que desejar. Depois de escolher clique
em OK e para finalizar clique em OK na outra caixa.
Agora, quando for escolher a opção LINETYPE aparecerá várias
opções de linhas como: linhas tracejadas, pontilhadas, etc.
Clicando em NEW LAYER VP FROZEN IN ALL VIEWPORTS cria
uma nova camada e congela em todas as viewports de layout
existentes. Este botão é acessível a partir do separador modelo ou
guias de layout.

Clicando em DELETE LAYER, você exclui camadas


selecionadas. Para excluir basta selecionar a camada e clicar no
comando.

Clicando em SET CURRENT define a camada selecionada como


a camada atual. Os objetos que você cria são desenhados na
camada atual.

Procure criar um Layer para cada objeto que desenhar, como por
exemplo, quando for criar paredes utilize o Layer Parede, quando
for colocar móveis coloque no layer Móveis ou se for colocar as
cotas deixe no Layer Cotas. Assim, seu desenho ficará muito mais
legível, observe o projeto abaixo como fica bem melhor de
visualizar do que se fosse tudo preto, po r exemplo.
- Aula 8: Painel Block

FERRAMENTA BLOCK

Cria blocos a partir de objetos selecionados. Para utilizar é só


selecionar as partes do objeto que deseja formar um bloco. Após
selecionar o objeto, clique no comando e abrirá uma caixa de
diálogo, digite o nome que deseja para seu bloco e clique em OK.
Observe que antes seu objeto era em partes separadas, depois do
comando ele virou um único objeto. Esse comando é ótimo para
deixar seu arquivo mais leve e você consegue mover seus objetos
sem que se perca alguma parte pelo caminho, entre outras coisas.
Para editar seu bloco, clique com o botão direito do mouse em cima
do bloco e escolha a opção BLOCK EDITOR. Abrirá uma aba de
edição de blocos, nela você poderá modificar seu objeto
normalmente. Para utilizar as ferramentas de construção e edição
clique em HOME e edite seu objeto. Após a edição clique em
CLOSE BLOCK EDITOR.

Aparecerá uma caixa de diálogo, para salvar as alterações que fez


em seu bloco, clique em SAVE THE CHANGES TO... Caso não
queira salvar, clique na segunda opção e o objeto fica igual.
COMANDO INSERT

Esse comando serve para inserir blocos em sua área de trabalho


do Autocad. Você irá inserir um bloco a partir da biblioteca de
blocos. Esses blocos, o AutoCAD não baixa junto com o programa,
para você tê-los prontos, precisará baixá-los ou criá-los.
Uma biblioteca de blocos são os blocos que você tem salvo em
pastas contendo os arquivos. Com o comando é possível inserir
seus próprios blocos ou usar os blocos fornecidos por outros.
Para baixar você poderá estar acessando o site
http://www.cadblocos.arq.b r/ . Ele possui uma gama bem grande
de blocos.
Após ter seus blocos clique em INSERT, abrirá a opção MORE
OPTIONS, clicando nela uma caixa de diálogo será exibida.
Clicando em BROWSE, você será direcionado para uma caixa,
onde irá procurar na pasta que salvou seus blocos para inseri-los .
Depois de escolher o bloco que deseja inserir, clique em OPEN,
novamente você será direcionado a caixa de diálogo INSERT. Nela
verifique se o bloco está na escala certa e clique em OK. Seu bloco
será inserido e você poderá modificá-lo conforme desejar.
- Aula 8: Painel Properties
COMANDO MATCH PROPERTIES

Essa ferramenta copia as propriedades de um objeto e cola em


outro. Para utilizar, é só iniciar o comando e clicar no objeto que
deseja copiar as propriedades e depois clicar no objeto que deseja
colar as propriedades.
BARRA DE ACESSO RÁPIDO À EDIÇÃO DE LINHAS
No Painel properties encontra-se uma barra de acesso rápido para
modificar as linhas, sem precisar ir modificar em Layer.
Modificando através desta barra você só modifica o elemento
selecionado e não tudo o que estiver dentro de Layers.

- Aula 8: Painel Utilities - Ferramenta Measure

Os comandos de medida se encontram na aba Home, painel


Utilities. Com eles pode-se medir comprimento de linhas, raios,
ângulos, área, perímetro e até o volume, no caso do AutoCAD 3D.
COMANDOS DE MEDIDA DISTANCE, RADIUS E ANGLE
DIST mede a distância entre dois pontos selecionados. RADIUS
mede o raio de uma circunferência e ANGLE mede o ângulo e de
um arco. Essa ferramenta é útil para saber as medidas exatas sem
precisar colocar cota. São comandos utilizados muitas vezes
durante a elaboração de um projeto. Eles funcionam igual o
comando cota, para utilizar é só clicar no comando e para Distance
clique em um ponto de início e em um ponto final que aparecerá a
distância exata de um ponto a outro. Para Radius e Angle basta
clicar no objeto que aparecerá a medida.
COMANDO DE MEDIDA ÁREA
Esse comando é muito importante para tirar a área e o perímetro
de seu projeto. Para utilizar, clique no comando e depois vá
clicando nos pontos (vértices) da área que deseja medir, até fechar
essa área. Após fechar a área, dê um clique em ENTER e as
medidas aparecerão.
- Aula 8: Outros Comandos
COMANDO LWDISPLAY

Essa ferramenta serve para mostrar as espessuras das linhas de


seu projeto. Com ela acionada, mostra as espessuras de cada
layer e com ela desligada, todas as linhas aparecem com a mesma
espessura. Para utilizar, é só digitar LWDISPLAY e clicar no
mesmo, depois digitar ON para ligar ou OFF para desligar.
COMANDO PLOT

Plota um desenho para uma plotter, impressora ou arquivo. O


comando se encontra em OUTPUT.

Se após você clicar no comando, aparecer essa caixa de diálogo,


clique em CONTINUE TO PLOT A SINGLE SHEET e assinale a
opção abaixo.
Assim que acionar o comando, a caixa de diálogo Plotar é exibida.
Em PRINTER/PLOTTER, escolha a opção que desejar, se quiser
imprimir direto na impressora logo após configurar a plotagem,
clique na opção com o nome de sua impressora. Caso deseje
salvar em PDF no seu computador, escolha a opção que conter
PDF. Mostraremos com a opção DWG TO PDF selecionada.
Para escolher a folha desejada clique em PAPER SIZE e escolha
a folha que precisa.

Escolha a forma de visualizar o que você deseja plotar. Na opção


WINDOW, você precisa especificar o que deseja ver em sua
impressão, após clicar nesta opção você será redirecionado para
a área de trabalho do AutoCAD e especifique o que deseja ver. O
que você verá na impressão é o que está dentro do quadrado ,
como mostra o exemplo abaixo.
Caso deseje modificar o que vai aparecer em sua impressão,
clique novamente em WINDOW e repita a operação.

Recomenda-se deixar a opção CENTER THE PLOT sempre


marcada, pois ela deixará sua impressão no centro da folha.

Em PLOT SCALE você especifica a escala que terá seu projeto.


Caso deseje imprimir sem escala deixe a opção FIT TO PAPER
assinalada.
Se desejar colocar em escala seu projeto, clique na opção FIT TO
PAPER para tirar a seleção desta opção e especifique a escala em
SCALE. Procure em Custom a escala que desejar ou você também
pode configurar para a escala que precisar.

Caso deseje colocar em uma escala que não exista na opção


SCALE deixe em CUSTOM e digite a escala que precisa.

Em PLOT STYLE TABLE (PEN ASSIGNMENTS), você especifica


se sua impressão será colorida, preto, etc. Para deixar colorido
deixe a opção NAME selecionada, para deixar preto o desenho,
clique na opção MONOCHROME e para deixar em escala de cinza
clique em GRAYSCALE.
Em DRAWING ORIENTATION você especifica se sua impressão
sairá em retrato (PORTRAIT) ou paisagem (LANDSCAPE).

Clique em PREVIEW para visualizar como sua impressão sairá.


Sempre, antes de clicar em OK, clique em Preview para visualizar
se está tudo certo com sua configuração.

Abrirá uma página mostrando a folha que você especificou com o


desenho conforme tenha configurado.
Clique em ESC para voltar à caixa de edição e clique em OK para
salvar o PDF com as configurações atuais.
DIMENSÕES E DOBRA DE FOLHAS
OBSERVAÇÕES
• O formato final do dobramento das folhas dever ser em A4.
• A legenda sempre deve aparecer na frente da folha dobrada.
• As folhas devem ser dobradas primeiramente no comprimento e posteriormente na
largura.
Reforçando: para todos os comandos você poderá iniciá-los ,
digitando o nome do comando e clicando em ENTER ou clicar
direto em seu ícone.
Dica Importante: Caso você fique com dúvidas nos comandos, não
esqueça que o AutoCAD possui uma tecla de ajuda. E você
também consegue mudar o idioma e ver essas dicas em
português. Só que para achar o comando aconselho deixar em
inglês, após achar o que deseja mude o idioma para português,
que conseguirá ler em português e terá certeza que achou o
comando certo.
Novos Recursos do Autocad 2017

A Autodesk tem a prática de lançar sua nova versão todos os anos,


geralmente no mês de março. Com uma versão um ano à frente
do ano em que é lançado. Um melhor desempenho e recursos
mais estáveis; é isso que promete o AutoCAD 2017. Vamos
comentar sobre alguns dos novos recursos do AutoCAD 2017.
PDF APRIMORADO
Essa ferramenta é excepcional, o AutoCAD 2017 lançou algumas
melhorias que facilitarão consideravelmente o dia-a-dia dos
profissionais que trabalham com o programa. A inclusão da
importação de arquivos em PDF é o que vem mais chamand o
atenção.
Importar PDF e transformá-lo em DWG? Exatamente! O AutoCAD
possui essa vantagem e melhor ainda, o arquivo vem
completamente configurado conforme foi plotado, com todos os
layers e configurações. Porém, varia muito da origem do PDF.
Com essa opção, você pode alterar informações no arquivo, como
de costume, pois o programa reconhece alguns objetos do PDF,
entre eles estão as linhas, arcos e e círculos.

LINHAS DE CENTRO INTELIGENTES


Dentro da aba ANNOTATE foi acrescentado o
painel CENTERLINES, onde temos duas novas ferramentas ,
a Center Mark e a Centerline.

O comando CENTER MARK cria uma marcação associativa em


forma de cruz no centro de um círculo, arco ou arco selecionado.
Para utilizar, após clicar no comando, dê um clique no objeto e
formará as marcas de centro. Você pode adicionar essa marcação
de centro a um ou mais círculos ou arcos na duração do comando.
Essa ferramenta facilita para encontrar o centro de objetos.

O comando CENTERLINE cria linhas de centro associadas à


geometria de linhas e polilinhas selecionadas. Primeiro, chame o
comando para utilizar a ferramenta, depois clique em uma linha e
em sequência na outra, você encontrará o centro dessas linhas em
ângulo.
DETECÇÃO DE LINHAS INTERROMP IDAS (TRACEJADAS)
A maioria dos profissionais que trabalham com o programa já
devem ter tentado selecionar uma linha tracejada, mas acabou
clicando entre o intervalo da linha e o programa não reconheceu
essa linha. No AutoCAD 2017, basta mudar a configuração para o
programa reconhecer esse intervalo entre as linhas. Para mudar,
é só chamar o comando LTGAPSELECTION e alterar o valo r
para 1. Observe nas imagens abaixo.
CURSOR TYPE

No AutoCAD 2017 pode-se mudar o estilo do cursor do mouse,


transformando-o em uma seta (como a que você já está
acostumado no seu micro). Para modificar, chame o comando
CURSORTYPE e alterar o valor para 1, caso queira voltar para o
cursor normal digite 0.

CAIXAS DE DIÁLOGO REDIMENSIONÁVEIS


As caixas de diálogo permitem redimensioná-las, onde as
dimensões das mesmas são modificadas, mudando a visualizaç ão
das janelas para melhor visualização. Somente algumas caixas de
diálogo permitem serem redimensionadas, como: INSERT,
LAYERSTATE, APPLOAD, DWGPROPS, ATTEDIT, EATTEDIT,
VBALOAD e PAGESETUP.